Arquivo da tag: Abdo Salomão

Conheça os principais tipos de rugas e as mais poderosas substâncias para tratá-las em casa

Essas rugas podem ser suavizadas com dermocosméticos, mas eles precisam contar com substâncias poderosas para uma ação efetiva

Embora as rugas possam aparecer em qualquer parte do corpo, as áreas mais comuns são no rosto. “É exatamente na face onde temos 42 músculos individuais e uma área que pode facilmente ser vítima da exposição ao sol”, explica Roberta Padovan, médica pós-graduada em Dermatologia e Medicina Estética. Muita exposição ao sol, anos fumando e o próprio envelhecimento natural são os motivos mais comuns para rugas – que também surgem por meio de expressões que facilitam a “dobra” da pele.

“Algumas pessoas possuem tendência a formar rugas mais precocemente, geralmente pessoas de pele mais clara; em outras pessoas, o surgimento demora para aparecer”, explica o cirurgião plástico Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica (ASPS).

Abaixo, convidamos especialistas para explicar as principais áreas de formação das rugas:

Pés de galinha – um estudo descobriu que 84% das mulheres percebem pés de galinha ao redor dos olhos como os primeiros sinais de envelhecimento. “O motivo é que a pele ao redor dos olhos é a mais fina do corpo. Para começar, não há tanto colágeno e elastina na área, então, quando você começa a sofrer os danos do sol, é um dos primeiros lugares do rosto a enrugar”, diz Roberta. Além disso, pés de galinha são as linhas de expressão associadas à alegria, enquanto outras linhas, como aquelas entre as sobrancelhas, estão associadas à preocupação.

Linhas Glabelares – as rugas “11” são as duas linhas verticais que se formam entre as sobrancelhas. “Elas se parecem exatamente com o número e geralmente são causados por franzir as sobrancelhas repetidamente, o que os torna um excelente exemplo de rugas dinâmicas, aquelas que aparecem quando você faz movimentos faciais repetitivos”, diz a médica.

Linhas do sorriso – elas podem ser chamadas de linhas de riso, mas você provavelmente não terá dobras nasolabiais pronunciadas – as dobras que se estendem do nariz aos cantos externos da boca – apenas pelo movimento muscular. Eles geralmente são causados por flacidez da pele e perda de gordura subcutânea com a idade.

Shutterstock

Linhas da testa – as rugas da testa são as linhas horizontais que cruzam a testa, geralmente causadas por levantar as sobrancelhas repetidamente. “Algumas pessoas têm rugas na testa mais ou menos profundas do que outras devido a uma combinação de genética e opções de estilo de vida, como o uso do protetor solar”, afirma a médica.

Bigode chinês – segundo o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), são vários os fatores que estão ligados ao aparecimento do famoso bigode chinês, que também é chamado de sorriso amargo. “O sulco nasogeniano é formado por finas linhas que surgem das asas nasais até a comissura dos lábios. São incômodos conhecidos entre homens e mulheres, mesmo sendo um sinal comum de envelhecimento”, afirma.

*Como se livrar das rugas em casa?

Existem boas notícias: as rugas podem ser suavizadas com o tempo e o uso de produtos com orientação médica. “Os cuidados anti-idade devem preconizar a ordem da pirâmide da beleza e saúde epitelial, em que temos itens: fundamentais (hidratação, antioxidantes, enzimas e fotoproteção) para proteção e reparação; transformadores (retinoides e alfa, beta e poli-hidroxiácidos) para esfoliação, melhora da renovação celular e hidratação; e, por fim, ‘otimizadores’ (peptídeos e fatores de crescimento) para estimulação, cicatrização e regeneração celular. Dependendo do caso, o mais indicado é o tratamento médico com tecnologias modernas, como Pico Ultra 300 (um laser ultrarrápido para rejuvenescimento e manchas), Ultraction 3D (um potente ultrassom) e o laser Pro Collagen (com ação de volumização e estímulo do colágeno)”, afirma o dermatologista Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Quanto aos produtos de cuidados diários, não tente fazer isso sem a orientação de um médico. “Embora rugas mais graves normalmente não possam ser totalmente revertidas em casa, sua aparência pode ser diminuída – isto é, se você usar produtos adequados”, explica Roberta.

Confira abaixo as melhores substâncias:

Retinoides – são o que chamamos de ‘padrão ouro’ para redução de rugas em casa. “São derivados da vitamina A, então estimulam a renovação celular e aumentam a produção de colágeno, reduzindo assim o aparecimento de rugas”, diz Roberta. Retinoides é o termo genérico para todos esses derivados, incluindo retinol, que você pode encontrar em produtos sem receita, e ácido retinoico, disponível sob prescrição. De qualquer forma, consultar um médico é vital nesse caso. “Além da capacidade de redução de rugas, os retinoides podem suavizar a pele, uniformizar a textura e atenuar manchas escuras. Mas com grande potência vem o risco de irritação. Para evitar vermelhidão e descamação (sinais de que a forma ativa do retinol, um composto chamado ácido retinoico, está trabalhando para produzir mais colágeno), existem estratégias como começar a usar um retinoide duas vezes por semana e, em seguida, um hidratante. Após algumas semanas, podemos aumentar o uso para três vezes por semana”, afirma Roberta. E como os retinoides podem torná-lo mais sensível aos raios ultravioleta, os especialistas recomendam usá-los apenas à noite, quando você não está exposto ao sol. E no dia seguinte, não esqueça do protetor solar.

Peptídeos de Retinol-like – o retinol pode causar efeitos colaterais, favorecendo o surgimento de vermelhidão, irritação, sensibilidade e descamação, além de ser contraindicado para gestantes. Para rejuvenescer sem efeito colateral, a marca italiana de dermocosméticos Ada Tina Italy criou o Retintense 5.0, um sérum ultra rejuvenescedor e clareador da pele livre de Retinol Puro e desenvolvido com peptídeos Retinol-like, podendo inclusive ser utilizado durante o dia e no verão. “Os Peptídeos Retinol-Like são quatro vezes mais potentes que o Retinol Puro e capazes de aumentar em 20% a produção de colágeno na pele, conferindo efeito lifting, harmonização facial, preenchimento de rugas e clareamento de manchas sem causar efeitos colaterais”, afirma o farmacêutico Maurizio Pupo, Pesquisador, Consultor em Cosmetologia e diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Ada Tina Italy. Retintense ainda traz a Niacinamida Clareadora, o Ácido Hialurônico de Baixíssimo Peso Molecular e o fator de crescimento plant-TGFβ2, que potencializa a produção de colágeno.

Antioxidantes – Vitamina C, Niacinamida, Ácido Ferúlico e Resveratrol são verdadeiros defensores da nossa pele e atuam para neutralizar os radicais livres, que causam danos às células da pele e, portanto, causam rugas. “Além disso, eles também aumentam a produção de colágeno e muitos deles têm efeito clareador. Para obter o máximo de proteção, você pode aplicá-lo antes do protetor solar para potencializar a defesa da pele”, afirma Roberta. A ação dos radicais livres ocorre em uma camada mais profunda da pele, que deve ser alcançada pelo antioxidante. “Então, quando usamos um creme, a matéria-prima dele precisa ter boa permeação e chegar às camadas mais profundas para neutralizar a formação de radicais livres”, afirma Pupo. “Os antioxidantes podem neutralizar a ação dos radicais livres ou até reverter os danos, diminuindo a concentração dessas moléculas e a inflamação no local”, completa o pesquisador.

Ácidos, alfa-hidroxiácidos e renovadores esfoliantes – alfa-hidroxiácidos (AHAs), que incluem ácido glicólico, cítrico e láctico, aumentam a renovação celular e iniciam a produção de colágeno, o que reduz o aparecimento de rugas e linhas finas com o tempo. Os AHAs podem ser encontrados em concentrações mais baixas em limpadores de venda livre e em peelings caseiros, ou em concentrações mais altas na forma de peelings químicos administrados por um dermatologista. “O ácido glicólico tem as menores moléculas de todos os AHAs, por isso pode penetrar facilmente na pele. Mas, como é capaz de penetrar tão bem, há uma probabilidade maior de irritação e quem tem pele sensível pode optar por ácido lático ou cítrico mais suave. Lembrando que essa orientação sempre deve ser feita pelo médico”, afirma Roberta. Para renovar a pele, você pode contar também com esfoliantes, que são menos agressivos, mas ajudam a retirar a primeira camada da pele, o que incentiva uma renovação celular.

Ácido Hialurônico – é uma glicosaminoglicana e faz parte da matriz extracelular, onde ficam as fibras do colágeno e elastina. “Com o avanço da idade, o ácido hialurônico diminui, reduzindo também a hidratação e elasticidade da pele. Então, quando existe falta de ácido hialurônico, há desidratação da pele, tendência à flacidez, formam-se rugas, sulcos e perda de luminosidade”, explica Isabel Piatti, Consultora Executiva em Estética e Inovação Cosmética e conselheira do Comitê Técnico de Inovação da Buona Vita. A Buona Vita, por exemplo, conta com o 4D, um sérum preenchedor de rugas e linhas de expressão. Além de quatro ácidos hialurônicos de diferentes pesos moleculares, o produto traz Sculptessence, que estimula a síntese de glicosaminoglicanas, proteínas estruturais de resistência, flexibilidade e elasticidade da pele.

Protetor solar – os raios ultravioleta são uma das maiores causas de rugas prematuras, então o filtro solar é o segredo final para manter uma pele jovem. “Proteger sua pele dos raios ultravioleta ajudará a prevenir a formação de novas rugas, bem como a retardar o agravamento das existentes em seu rosto. Use-o diariamente e respeitando a reaplicação do produto: a cada duas horas em exposição direta e a cada quatro horas em ambientes fechados”, diz Roberta. O protetor solar Bonelli Solare, desenvolvido pela Be Belle, traz textura ultraleve, toque seco, rápida absorção e alta espalhabilidade, tudo isso com FPS 30 e PPD 13,4 para oferecer alta proteção contra a radiação UVA e UVB e combater todos os tipos de danos causados pela exposição solar. “Além disso, o produto confere ação hidratante, antioxidante e rejuvenescedora, prevenindo rugas, manchas, flacidez, câncer de pele e queimaduras solares ao mesmo tempo em que promove potente hidratação sem deixar a pele oleosa”, explica a cosmetóloga Ludmila Bonelli, CEO da Be Belle. Existem também suplementos que podem ajudar na questão da fotoproteção oral e ação antioxidante. Mais recentemente tem se falado muito na questão dos pré e probióticos associados à formulação tópica e via oral com conceito de defesa e imunologia da pele. A fotoproteção oral é fundamental e complementar. No entanto, eles não substituem os protetores de uso tópico! “Eles funcionam como verdadeiros guardiões, quando associados aos protetores locais, para preservar a estrutura e evitar a desnaturação do DNA celular por proteger as células imunológicas da pele e reverter em parte os danos biológicos e inflamatórios causados pela exposição exagerada ao sol”, afirma Roberta. Os mais importantes são o Polipodium Leucotomus, Pycnogenol, Astaxantina, Luteína, Extrato de White e Green Tea, Resveratrol e ácido elágico da Romã, sempre associando ao uso de silício orgânico Exsynutriment para melhora do aspecto da flacidez e ao Bio-Arct para ação antioxidante, imunológica e melhora da energia mitocondrial.

Gaste menos de 10 minutos e faça o skincare caber na sua rotina pós-quarentena

Será que, das 24 horas diárias, você realmente não tem tempo de cuidar da pele – o maior órgão do corpo? Descubra como ter uma rotina eficiente de cuidados com a pele, no menor tempo possível, mesmo com a volta da sua rotina normal pós-quarentena

Durante o isolamento físico, estamos experimentando novos hábitos de vida e os cuidados com a pele fazem parte deles. Só para se ter uma ideia, as pesquisas no Google sobre skincare aumentaram 66% no período de isolamento social. Mas afinal, agora temos tempo, e depois? Vamos abandonar essa rotina de cuidados?

Negativo: é possível simplificar a rotina e garantir o primordial para a saúde e beleza da pele, em menos de 10 minutos. De acordo com a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), para uma rotina skincare suficiente, é necessário lembrar da pirâmide de tratamento, cuja base é a hidratação e a fotoproteção, além de higienização. E com o advento dos cosméticos multifuncionais, a rotina skincare pode ser muito facilitada e até ganhou um novo nome: skipcare.

Ligue o cronômetro e vem que a gente te explica como cuidar da pele em pouco tempo:

Pela Manhã:

Durante este período, a ordem é limpar, tonificar, hidratar e fotoproteger. “Os produtos multifuncionais e aqueles com secagem rápida podem colaborar para que essa rotina seja eficiente e feita em menos de 10 minutos”, diz o dermatologista Abdo Salomão Jr., membro da SBD.

limpeza pele mulher

– Limpar em 1 minuto e meio: “A pele deve ser lavada com movimentos circulares com as pontas dos dedos, massageando bem em todas as áreas, principalmente a região da zona T, que é a região mais oleosa. Cuidado com o sabão na região da linha interciliar para evitar qualquer tipo de blefarite ou conjuntivite. Deixar com que esse sabonete, gel de limpeza ou loção de limpeza, dependendo do tipo de pele, permaneça por um minuto e depois retirá-lo com água”, explica Claudia. No geral, é indicada a emulsão de limpeza com extratos calmantes para peles secas e, no caso das oleosas, o sabonete líquido com ácido salicílico pode ser usado.

demaquilante limpeza pele mulher

– Tonificar em 2 minutos: “As loções tônicas devem ser aplicadas com algodão por toda a extensão do rosto e pescoço. Esse tônico regula (equilibra) o pH, pode ter característica hidratante, controladora da oleosidade e calmante, dependendo do ativo da formulação”, diz o dermatologista Abdo. Espere a pele secar e parta para a próxima etapa.

mulher usando serum pele

– Hidratação em 3 minutos: pode até parecer muito tempo para aplicar, em creme, algo semelhante ao tamanho de uma ervilha no rosto. Mas em três minutos dá até para combinar uma hidratação com um efeito anti-idade potente. Os séruns podem ser aplicados antes e, por terem ativos concentrados, podem trazer uma série de benefícios. “É importante reforçar nosso sistema antioxidante com o uso tópico de Vitamina C estabilizada, Vitamina E, Alistin, OTZ 10 e ácido ferúlico”, explica a médica. No caso do hidratante, aplicado assim que a pele secar, o ácido hialurônico é a opção mais inteligente e pode mesclar baixo e alto peso molecular (Hyaxel e DSH CN). Fique de olho nas texturas: “Peles mais secas se beneficiam de cremes mais pesados enquanto as peles mais oleosas devem investir em gel e loções oil-free”, diz Abdo.

mulher madura rosto creme olhos grisalha

– Área dos olhos em 1 minutinho: região com a pele mais fina e uma das mais sensíveis do corpo, a área dos olhos merece tratamento especial, para prevenir a formação de linhas e sulcos. “As fórmulas devem ser suaves, mas concentradas em ativos que garantam a firmeza e elasticidade da pele”, afirma Abdo.

protetor solar creme rosto mulher

– Fotoproteção em 2 minutos: assim que a pele absorver o hidratante e não estiver “melada”, é hora de proteger. “Essa é uma das etapas mais importantes, mas não adianta passar o protetor solar e se expor diretamente ao sol. Esse filtro deve ser passado, de preferência, 30 minutos antes de sair de casa e sofrer a exposição direta. E nós sempre temos que tomar cuidado com essa aplicação. As recomendações mundiais pelos consensos tanto brasileiros de fotoproteção quanto pelos guidelines internacionais é que se use dois miligramas por centímetro quadrado, mais ou menos uma colherzinha de café. Eu tenho que passar o filtro solar até que essa camada generosa cubra toda a área e eu tenha aquela sensação de que existe um conforto e uma cobertura homogênea”, diz a médica.

Se sobrar tempo, você pode ficar à vontade para maquiar a pele, porque o básico você já fez.

À noite

gettyimages mulher pele rosto

No banho, limpe a pele do rosto e repita o ritual de limpeza da manhã, massageando e deixando o produto na pele antes de retirá-lo. Segundo o dermatologista, é possível usar também, duas vezes por semana, um esfoliante que vai adicionar mais dois minutos nos seus cuidados diários, mas garante uma textura mais suave e também facilita a absorção dos ativos de tratamento que vêm a seguir.

Após sair do banho e se secar com a toalha, aproveite os primeiros minutos, em que os poros estão mais abertos, e hidrate todo o corpo com loções cremosas e ricas em óleos vegetais. No rosto, gaste cinco minutos na tonificação e hidratação, mas adicione também fórmulas recomendadas pelo dermatologista – e que vão fazer a sua rotina saltar mais alguns minutinhos.

“Elas podem contar com o retinol, substâncias clareadoras, renovadoras, estimuladoras do turn-over celular e antioxidantes para máximo efeito antiaging”, diz a dermatologista.  “Consulte um dermatologista para saber os ingredientes ideais para sua pele”, finaliza.

Fontes:
Abdo Salomão Jr é doutor em Dermatologia pela USP (Universidade de São Paulo). É sócio efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Membro da American Academy of Dermatology (AAD), Sociedade Brasileira de laser em Medicina e Cirurgia e do Colégio Ibero Latino Americano de Dermatologia. Professor universitário, Dr. Abdo Salomão Jr. ministra aulas nos principais congressos nacionais da especialidade. Além disso, já deu aulas na Austrália, Itália e Coreia do Sul. É uma referência em conhecimento de lasers e tecnologias para fins dermatológicos e estéticos. Diretor da Clínica Dermatológica Abdo Salomão Junior.
Claudia Marçal é médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). Speaker Internacional da Lumenis, maior fabricante de equipamentos médicos a laser do mundo; e palestrante da Dermatologic Aesthetic Surgery International League (DASIL). Possui especialização pela AMB e Continuing Medical Education na Harvard Medical School. É proprietária do Espaço Cariz, em Campinas – SP.

Inverno começa amanhã: confira check-list da beleza para o período em sete itens

Quer saber tudo que você não pode esquecer no período mais frio do ano? Fique atento a esse check-list, que vai fazer você evitar os piores erros que podem detonar sua pele no frio.

A poluição, as baixas temperaturas e o tempo seco são características da temporada fria de inverno que influenciam no modo que a pele deve ser tratada. “A pele produz menos oleosidade natural, então com isso o ressecamento e a sensação de incômodo aparecem com mais frequência, principalmente na face, que é a mais exposta ao vento e poluição”, explica a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

“Não ter uma rotina de cuidados de maneira propícia no inverno reflete diretamente na qualidade da pele, que pode ficar mais avermelhada e irritada, ressecada, pelo alto grau de poluição que temos neste período, sendo necessários cuidados especiais”, acrescenta a Mika Yamaguchi, farmacêutica e diretora científica da Biotec Dermocosméticos. Para evitar alguns problemas, as especialistas lembram os cuidados que você deve ficar atento:

pele rosto creme psoriase

Aplique protetor solar — não tem jeito, o fotoprotetor é de uso diário e eterno: “A radiação ultravioleta, também no inverno, provoca danos que comprometem a estrutura de sustentação da pele, causando o aparecimento precoce de rugas e flacidez, além das manchas como reação à fotoexposição. A orientação continua a ser a de reaplicar o fotoprotetor de quatro em quatro horas em ambientes fechados e de duas em duas horas em fotoexposição direta. O filtro deve ter dióxido de titânio ou óxido de zinco na formulação: esses são bloqueadores físicos importantes”, explica a médica. Ele orienta potencializar a fotoproteção com um creme rico em antioxidantes OTZ 10, Alistin, Vitamina C e Exo-P. “Esses antioxidantes devem ser aplicados antes”, afirma.

mulher madura rosto creme olhos grisalha

Não use qualquer creme – nesse ponto, cabe um grande alerta: “Existem hidratantes que desidratam!”, comenta Mika. “Isso acontece em produtos que usam, na base, um tipo de tecnologia que ajuda a emulsionar (o etoxilado). Se eu tenho um emulsionante que tem essa capacidade de emulsionar água e lipídeo (os dois constituintes do nosso manto hidrolipídico) em um creme, na hora em que ele entra em contato com a pele, se ele for muito forte, vai emulsionar o meu manto hidrolipídico e, ao invés de hidratar, ele vai romper a função de barreira natural e vai começar a desidratar.” O ideal, para isso não acontecer, é buscar produtos cujos veículos sejam à base de Fosfolipídeos que formam uma segunda pele e protegem a pele de forma mais efetiva diminuindo a perda de água por evaporação. Base Second Skin e agentes gelificantes como o Lecigel são exemplos.

mulher negra creme rosto

Invista nos hidratantes e reparadores — além de buscar produtos cujos veículos sejam à base de fosfolipídeos, é ideal investir no ácido hialurônico de alto e baixo peso molecular associados. “Eles são indicados para estimular a produção de hidratação natural em todas as camadas da pele”, comenta o dermatologista Abdo Salomão Jr. Dois ativos, nesse sentido, se dão muito bem juntos: Hyaxel e DSH CN. “O primeiro é um ácido hialurônico de baixo peso molecular e vetorizado ao silício orgânico, que tem a capacidade de aumentar a expressão gênica de proteínas como aquaporinas, filagrinas, loicrinas e outras importantes para aumentar a auto hidratação; já DSH CN, ácido hialurônico de alto peso molecular, forma um filme de retenção hídrica e devolve elasticidade ao tecido cutâneo”, explica Mika. Com relação aos cremes reparadores, o médico diz que eles são fundamentais e podem ser usados à noite para evitar os danos ambientais como a poluição. “São substâncias antioxidantes com capacidade de reparo celular e que atuam contra os radicais livres”, comenta Claudia. “Use substâncias como Overnight Repair, que se enquadram nessa categoria”.

pés cremes hidratacao

Lembre dos pés, mãos e corpo — hidratar essas regiões é fundamental. “No caso dos pés, passar o hidratante a base de fosfolipideos ou Nutriomega 3, 6, 7 e 9 e colocar uma meia de algodão ajuda a pele a absorver o produto mais facilmente. Nas mãos, invista nos ácidos hialurônicos. No corpo, a reposição lipídica deve ser eficiente, com opções como Dry Oil que tem na sua composição ésteres de karité e purcelin que podem ser associados a outros óleos, restabelecendo a hidratação da pele”, indica a médica.

mulher bebendo agua pixabay
pixabay

Beba água e tome vitaminas — a hidratação da pele deve ser dinâmica, por isso beber bastante água é importante independente da estação. “Beber água na medida certa nas estações mais frias ajuda a manter a pele hidratada”, comenta a farmacêutica. Além disso, alguns nutracêuticos também são recomendados para uma hidratação dinâmica (de dentro para fora): “FC Oral, ou as chamadas cápsulas de caviar, contém um componente importante, o ômega 3 vetorizado pelo fosfolipídeo, que possui uma identidade com a membrana celular. Dessa forma, o ativo promove uma hidratação de dentro para fora, restaurando os danos dessa membrana e também melhora a fluidez, isto é, permite que os nutrientes sejam absorvidos de uma forma mais plena, o que também traz resultados para a hidratação”, afirma a farmacêutica.

protetor solar creme rosto mulher

Tenha cuidado com retinoides — para tratamento de acne, manchas e rejuvenescimento facial, os retinoides são excelentes opções — e geralmente são prescritos no inverno. “Mas eles devem ser usados com parcimônia e orientados por dermatologistas. Seu uso contínuo pode causar hipersensibilidade cutânea, vermelhidão e irritabilidade”, alerta o dermatologista. Dependendo da sensibilidade da pele, algumas substâncias podem ser usadas como alternativas naturais ao retinol, como Lanablue, que possui elevados índices de vitaminas do complexo B, além de aminoácidos e tem ação similar aos retinoides na diferenciação dos queratinócitos — suaviza linhas, rugas e densifica a epiderme.

mulher banho quente chuveiro

Evite banhos muito quentes — ficar mais de 15 minutos em uma ducha quente é mais que o suficiente para comprometer a camada hidrolipídica da pele, que segura a hidratação. “Dessa forma, a pele perde água e lipídios, o que compromete sua função de barreira. O ideal é banho morno e logo após o banho hidratar a pele”, finaliza a dermatologista.

Por causa do celular, sairemos da quarentena com mais rugas no pescoço?

Durante o isolamento, passamos quase 2/3 do dia com a cabeça inclinada para baixo olhando o celular. Você sabia que isso acelera sinais de envelhecimento no pescoço? Estudo da Universidade de Chung-Ang, da Coreia do Sul, mostrou que mulheres a partir dos 29 anos já apresentam rugas na região

Estamos cada vez mais conectados a dispositivos móveis e, com o isolamento, até nossos momentos de lazer estão no celular – seja falando com amigos, vendo uma receita nova na internet ou buscando outra distração. Muitas pessoas passam quase 2/3 do dia olhando o celular. Mas é bom que você saiba que o uso de dispositivos móveis está acelerando o processo de envelhecimento em uma região difícil de tratar com cremes: o pescoço.

De acordo com o estudo da Universidade de Chung-Ang, na Coreia do Sul, sobre nova técnica para combater rugas no pescoço, mulheres a partir dos 29 anos já apresentam vincos nessa região, enquanto o natural seria depois dos 40. “Recentemente, o número de pacientes com rugas do pescoço vem aumentando. Além disso, um número crescente de pacientes jovens apresentou essa condição, possivelmente devido ao efeito da postura que eles adotam ao olhar para baixo quando usam smartphone ou outros dispositivos”, afirma o estudo. Sairemos da quarentena com mais rugas nessa região?

pescoco dor rugas

Nos Estados Unidos, a imprensa especializada até apelidou o problema como ruga “Tech Neck”. A dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, ressalta que os movimentos repetitivos formam sulcos, como se fossem “colares cervicais”.

“A pele do pescoço é muito fina, praticamente sem glândulas sebáceas, com espessura próxima a dois milímetros, pouco hidratada e onde há grande movimentação natural pela própria dinâmica da região. A inclinação frequente da cabeça para baixo a fim de olhar o celular, tablet ou outro dispositivo, provoca sinais de envelhecimento mais rápidos”, explica a médica.

De acordo com a dermatologista, os movimentos musculares do pescoço realizados a todo o instante sejam voluntários como a laterização, extensão, inclinação para baixo ou mesmo na mastigação e fala produzem inicialmente pequenas linhas, que com o passar do tempo vão se acentuando. “Elas adquirem o status de rugas e sulcos bastante marcados como verdadeiros colares cervicais horizontais”, afirma.

O termo já vinha se tornando uma das preocupações mundiais em skincare, pois o constante dobramento da pele em movimentos repetitivos, característico da era das selfies, aumentou a procura por tratamentos preventivos e corretivos das rugas e linhas do pescoço. Há poucos anos, a marca de luxo Yves Saint Laurent, por exemplo, desenvolveu pesquisas que também vinculam o uso do celular com a aceleração do envelhecimento dessa pele, e criou um creme concentrado com ação antirrugas para a região do pescoço.

No Brasil, a Biotec Dermocosméticos – responsável por distribuir matéria prima dermo e nutricosmética para farmácias de manipulação – criou uma bala e um creme Tech Neck, com função de estimular o colágeno da região e melhorar o aspecto dessas rugas. Enquanto a bala traz três poderosos ativos (Exsynutriment, Glycoxil e Incell) para atuar na síntese de colágeno e proteção da pele por via oral, o creme diminui a degradação de colágeno e tem ação preenchedora, por conta do ativo SWT-7.

A dermatologista acrescenta que a área é quase sempre esquecida, mesmo para quem tem o hábito de cuidar do rosto. “A própria característica local somada às agressões ambientais como água quente, frio, poluição, ar condicionado, sol, vento e o uso de perfumes contendo álcool e bijuterias (que podem causar hipersensibilidade local e alergias), podem provocar ainda mais ressecamento, vermelhidão e mudança da textura da região”, conta.

Prevenção

shutterstock mulher usando celular

De acordo com a dermatologista, uma dica importante é, mesmo quando mexer nos dispositivos, manter a cabeça ereta, sem inclinações, e a postura alinhada: o celular deve ser erguido na direção dos olhos. Com relação aos cuidados diários, a médica indica sabonetes neutros ou loções de limpeza à base de ativos calmantes. “As loções tônicas vêm na sequência e vão preparar a pele para receber o sérum tensor que pode conter Hyaxel, ácido hialurônico de baixo peso molecular, antioxidantes, vitaminas e glicosaminoglicanas, além de substâncias que recuperem a volumetria da região como Adipofill e Sculptessence”, conta.

O protetor solar deve ter FPS 30 no mínimo e ser reaplicado após quatro horas no dia a dia. “À noite, a região, após a higienização, pode receber água termal em jatos e após alguns minutos, usar vitamina C na forma de sérum, emulsão ou espuma associada a outras vitaminas como B5, E, F e alfa hidroxiácidos, alternando com nutritivos”, explica.

Tratamentos

Além da toxina botulínica, muitos tratamentos podem ser feitos na região para tratar as rugas tech neck. Uma das novidades é o Ultrassom 3D Solon, que permite ajustar exatamente a profundidade onde o aparelho vai agir e o tamanho do dano térmico. Com isso, o tratamento causa menos dor e reduz as rugas de maneira poderosa. “Do ponto de vista clínico, o tratamento é menos dolorido e muito mais homogêneo. Ele estimula mais colágeno e traz resultados na hora. O paciente pode imediatamente voltar às atividades de rotina”, afirma o dermatologista Salomão.

Outra tecnologia para esse fim é o plasma de baixa temperatura Surgical Derm. Indicado para rugas profundas, principalmente no pescoço, Surgical Derm é um plasma endodérmico que penetra na pele por meio de pequenos orifícios chegando até a derme e promovendo contração.

papada pescoço mulher meia idade

“Uma sessão do plasma traz mais resultado que 4 sessões de laser CO2, que é um procedimento extremamente dolorido. Ele é um plasma que faz a sublimação (passagem direta de uma substância do estado sólido para o estado gasoso) da pele, que não carboniza: isso é o grande diferencial. Existem outros plasmas, usados por esteticistas, que carbonizam, furam e queimam a pele. O Surgical Derm é um plasma frio que entra na pele com um orifício muito fino e se espalha na derme”, afirma o médico. Com isso, há uma grande contração da pele, que reduz de forma eficaz as rugas com resultado percebido já na primeira sessão.

Fontes:
*Abdo Salomão Jr é doutor em Dermatologia pela USP (Universidade de São Paulo). É sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Membro da American Academy of Dermatology (AAD), Sociedade Brasileira de laser em Medicina e Cirurgia e do Colégio Ibero Latino Americano de Dermatologia. Professor universitário e diretor da Clínica Dermatológica de mesmo nome.
*Claudia Marçal é médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). Possui especialização pela AMB e Continuing Medical Education na Harvard Medical School. É proprietária do Espaço Cariz, em Campinas – SP.

Alimentos para melhorar a qualidade de sua pele

Com as clínicas fechadas e não sendo possível apostar em equipamentos poderosos de rejuvenescimento, aliar os cuidados tópicos com a pele a uma alimentação balanceada é fundamental para manter o tecido cutâneo bonito e saudável

O isolamento social para evitar a contaminação por Covid-19 nos faz refletir sobre hábitos que devemos introduzir diariamente em nossa vida. E, para aquelas pessoas que já precisaram investir em um tratamento dermatológico em tecnologias como lasers, radiofrequência e ultrassom contra rugas, manchas, flacidez e acne, agora, com as clínicas fechadas, os cremes viraram peças fundamentais.

“O passo a passo diário de cuidados com a pele e o hábito constante de visitar o seu dermatologista podem colaborar muito para tornar a pele mais bonita e saudável. Existem muitos procedimentos como Ultrassom 3D Solon ou Surgical Derm que ajudam a tratar rugas e flacidez, mas nesse momento muitos dermocosméticos podem ajudar”, afirma Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “Mas não podemos esquecer da alimentação, que tem um papel fundamental nesse processo também”, acrescenta o médico.

De acordo com Marcella Garcez, médica nutróloga e professora da Associação Brasileira de Nutrologia, uma alimentação equilibrada está entre os principais itens que ajudam a deixar a pele bonita, jovem e hidratada. “São os alimentos que você consome regularmente que definem a aparência e qualidade do tecido cutâneo, não apenas em um mês, mas também em um ou dois anos”, explica.

Por isso, é importante investir em alimentos ricos em nutrientes capazes de manter as células e tecidos da pele saudáveis. “A pele é o maior órgão do corpo e como tal vai ser influenciada diretamente pela oferta de alimentos a que é exposta. Em geral, qualquer alimento que cause inflamação e liberação de radicais livres são danosos para o nosso corpo em geral e para a pele. Os mais comuns são os carboidratos de menor valor glicêmico como açúcares, massas de farinha branca e alimentos com gordura saturada como as frituras”, diz o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Por isso, o cirurgião orienta dar preferência para produtos integrais, que além de causar menos inflamação têm mais fibras.

castanhas

“As gorduras boas presentes nas castanhas, por exemplo, são formas de cuidado com a pele e prevenção do envelhecimento”, diz o médico. Já Salomão reforça a importância da vitamina C, presente em sucos cítricos como laranja, acerola e limão, por ser um potente antioxidante e estar envolvido com a produção de colágeno e elastina, que dão mais firmeza e mantêm a pele mais bonita e saudável.

“Frutas vermelhas como maçã, uva e ameixas contêm substâncias antioxidantes que retardam o processo de envelhecimento”, orienta o dermatologista. “É bom se acostumar com o consumo desses nutrientes, pois eles são fundamentais inclusive após uma sessão com equipamentos que estimulem o colágeno, como o Ultrassom 3D Solon”, conta o dermatologista.

A cirurgiã plástica Beatriz Lassance, membro do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de Vida, enfatiza que uma forma positiva de lidar com o período de isolamento social é aproveitá-lo para criar novos hábitos mais saudáveis, como manter uma alimentação balanceada e cozinhar. “Esse é um bom momento para iniciarmos bons hábitos de vida e introduzi-los na nossa rotina. Isso ajudará muito, pois quando voltarmos à vida normal, estaremos mais dispostos a seguir com a vida saudável, o que pode trazer muitos ganhos e prevenir uma série de doenças”, afirma a cirurgiã plástica.

“Por exemplo, você pode usar esse tempo de sobra que estamos tendo durante a quarentena para aprender a cozinhar e preparar refeições caseiras. Assim, além de comer mais saudavelmente, você ficará menos ansioso e mais relaxado, pois o hábito de cozinhar ajuda na redução do estresse”, completa Beatriz.

Abaixo, a médica nutróloga lista 10 alimentos importantes para a pele e suas propriedades:

couve

Couve: rica em fibras e de baixa caloria, a couve é extremamente nutritiva, contendo as vitaminas A, B6, C e K, minerais como magnésio, cálcio e potássio e ainda compostos bioativos sulfurados e nitrogenados. “Dessa forma, a couve possui alta propriedade antioxidante e detoxificante, ajudando a reduzir a hiperpigmentação da pele e a estimular a produção de colágeno e a renovação celular. Como resultado, a pele torna-se mais uniforme, sendo também um importante coadjuvante no tratamento de cicatrizes de acne”, destaca Marcella.

batata doce Beverly Buckley por Pixabay
Beverly Buckley/Pixabay

Batata doce: no mercado, existem diversos produtos formulados com retinol, um ativo derivado da vitamina A conhecido por combater a acne e reduzir rugas e linhas de expressão. O problema é que o ingrediente pode irritar a pele, causando vermelhidão e descamação, principalmente em pessoas que possuem a pele sensível. “A alternativa então é consumir alimentos ricos em betacaroteno, como a batata doce, já que a substância é convertida em vitamina A pelo organismo. A vitamina A proveniente da batata doce é capaz de proteger a pele contra despigmentação, obstrução dos poros e inflamação causada pelos radicais livres”, afirma a nutróloga.

limao Shutterbug75 por Pixabay
Shutterbug75/Pixabay

Limão: possui uma série de benefícios, agindo como um adstringente natural capaz de conferir firmeza e clarear a pele. Porém, seu uso tópico não é recomendado, pois, devido a sua acidez, pode causar manchas e queimaduras na pele quando exposto ao sol. Mas, segundo a especialista, o limão também pode fazer milagres para a pele quando ingerido, já que é capaz de aumentar a produção de colágeno, combater os radicais livres e reduzir cicatrizes de acne.

abobora
Abóbora: “Rica em enzimas e alfa-hidroxiácidos, é capaz de suavizar a pele e restaurar seu pH. Além disso, por conter grande quantidade de fibras e zinco, o alimento ainda ajuda a regular a quantidade de oleosidade produzida pelas glândulas sebáceas presentes na pele.”

frutas vermelhas
Frutas vermelhas: apesar de pequenas, frutas como morango, cereja, mirtilo, framboesa e amora são extremamente benéficas para a pele, pois são ricas em polifenóis e outros antioxidantes como a Vitamina C. “Logo, além de ajudarem na uniformização do tom de pele e no combate aos radicais livres, as frutas vermelhas ainda melhoram a saúde cerebral, diminuem o colesterol, regulam os níveis de açúcar no sangue e a atividade intestinal e reduzem o risco de doenças cardiovasculares e diabetes”, ressalta a médica.

leguminosas
Leguminosas: alimentos de alto índice glicêmico, como chocolates, arroz e farinha, causam um pico nos índices de açúcar no sangue por serem absorvidos rapidamente pelo organismo, o que pode levar ao surgimento de cravos e espinhas, além de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e derrame. Então, se você quer ver sua pele limpa, o ideal é apostar em alimentos de baixo índice glicêmico, como grão de bico, feijão, lentilha e amendoim.

mamao formosa hiperideal
Mamão: de acordo com a nutróloga, o mamão possui uma enzima chamada papaína, que é capaz de promover a renovação celular, desobstruir poros, hidratar a pele, amenizar cicatrizes de acne e ainda prevenir o aparecimento de cravos e espinhas. “A fruta também é rica em nutrientes como potássio, magnésio e vitamina A e C, que ajudam a melhorar a elasticidade e a firmeza da pele e reduzem a aparência de rugas e linhas de expressão”, esclarece.

quinoa - max straeten
Quinoa – Foto: Max Straeten

Quinoa: uma xícara de quinoa cozida tem de 17 a 27 gramas de fibra, o que favorece a atividade intestinal e diminui a constipação. Com isso, as toxinas serão eliminadas de seu organismo regularmente, resultando em uma pele limpa e uniforme.

salmão selvagem do pacífico - pixabay
Pixabay

Peixes de água fria: são ricos em ômega-3, um tipo de gordura capaz de proteger a pele dos danos solares, prevenindo assim o envelhecimento precoce e o aparecimento de câncer de pele e manchas. “Você pode conseguir ômega-3 consumindo peixes como anchova, sardinha, corvina e cavala. Porém, a melhor fonte de ômega-3 é o salmão selvagem com pele, que também é rico em antioxidantes, proteína, vitamina B, potássio e selênio”, recomenda a especialista.

couve flor congerdesign pixabay
Couve-flor: “Fonte de fibras, fósforo, magnésio, folato e vitamina B6, C e K, a couve-flor é rica em um poderoso aminoácido chamado histidina, que, assim como o ômega-3, impede que os raios ultravioletas causem danos na pele.”

Porém, a médica nutróloga enfatiza que não adianta comer loucamente os alimentos listados acima para ver sua pele radiante. “O ideal é que você mantenha uma dieta balanceada e consuma uma grande quantidade de frutas e vegetais para manter sua pele sempre bonita e saudável e seu organismo funcionando corretamente”, finaliza Marcela.

 

Por que você deve tomar muito cuidado, muito mesmo, ao usar ácidos na quarentena

Eficaz no tratamento e cicatriz de acne, rugas e manchas, os ácidos podem causar irritabilidade, hipersensibilidade e até queimadura. Dermatologistas alertam para os riscos do uso inadequado do produto, sem a devida orientação

Por conta do novo coronavírus, o isolamento social é a maneira mais saudável de evitar o perigo de ter contato com o vírus causador da Covid-19. Mas isso não significa que, nos cuidados com a pele, devemos ir além da conta e usar ácidos e medicamentos tópicos para cobrir a lacuna deixada pelo fechamento temporário das clínicas.

“Esse é um momento delicado e não devemos apostar em medicamentos sem a orientação dermatológica. Os ácidos, retinoides e alguns clareadores como hidroquinona não devem ser usados nesse momento, pois esses ingredientes contam com algumas reações adversas muito perigosas”, afirma o dermatologista Abdo Salomão Jr, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

pele acido mulher

Eles são verdadeira referência no rejuvenescimento domiciliar, com poderosa ação de esfoliação e atividade secativa, então podem ser usados para tratamento de rugas, flacidez, manchas e até acne.

“Os ingredientes ácidos têm a finalidade de melhorar o turn over celular, fazendo com que as células rejuvenesçam, mais oxigenadas e melhor nutridas à superfície da pele”, afirma o médico. Mas é necessário ter cautela: “Os retinóides são prescritos geralmente no inverno e nunca prescrevemos de maneira contínua porque a pele vai ficando mais fina, avermelhada, com aspecto muito mais delicado e isso faz com que ela tenha uma maior sensibilidade aos agressores ambientais – o que significa: mormaço, calor, luz visível e especialmente o sol”, explica a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, que acrescenta: “E embora o tempo esteja frio, sem orientação não é indicado utilizar esse tipo de ácido.”

mulher usando serum pele

Segundo a dermatologista, a vitamina A ácida (retinoides, ácido retinoico e retinol) pode provocar desde uma irritabilidade, vermelhidão, coceira e hipersensibilidade até uma queimadura, quando mal utilizada: em concentração acima do que a pele pode suportar, ou sendo usada de maneira inadequada, sem orientação médica. Um ingrediente com ação similar aos ácidos e retinoides que pode ser usado é Lanablue, que tem a capacidade de acelerar a renovação celular, sem causar irritação.

Já os alfa-hidroxiácidos, como o ácido glicólico, torna a pele mais sensível, podendo causar forte irritação na pele com descamação, vermelhidão e até mesmo o surgimento de manchas.

Outro ativo que ninguém deve se aventurar a usar é a hidroquinona. Usada há muitos anos nas prescrições dermatológicas para clareamento em fórmulas manipuladas, ela apresenta ação despigmentante, pois degrada fortemente os melanossomas (organelas nas quais ocorre a síntese e o depósito de melanina) e inibe a enzima de conversão tirosinase — responsável pela produção do pigmento.

“Ela pode apresentar efeitos colaterais frequentes como eritema (vermelhidão), dermatite de contato alérgica, fotossensibilidade à luz do sol, e pelo uso contínuo pode provocar ocronose exógena (cor cinza azulada) na área de utilização crônica e pequenas lesões espalhadas no local de aplicação da hidroquinona se a pele for sensível, o tempo de uso prolongado ou as concentrações forem elevadas”, alerta. Por esse motivo, essa substância só pode ser utilizada com a orientação e prescrição de um dermatologista. “Há, inclusive, uma interrogação quanto ao potencial de transformação celular e possível indução carcinogênica pelo uso progressivo da hidroquinona”, explica a médica. Nesse caso, o uso de substâncias mais seguras é recomendado, como B-White.

Vale lembrar que qualquer tratamento deve incluir o uso do fotoprotetor. “O fato de não estarmos em exposição direta ao sol devido ao isolamento social não quer dizer que devemos descuidar da fotoproteção, já que, além dos raios ultravioletas serem capazes de atravessar vidros e janelas, existe ainda a luz azul, emitida por dispositivos eletrônicos, que também é prejudicial à pele, piorando as manchas e causando envelhecimento precoce”, enfatiza Claudia.

telemedicina 2

“O melhor a fazer é consultar seu médico por telemedicina, pois também podemos fazer uso das vitaminas orais para potencializar o tratamento, principalmente com FC Oral, que diminui a inflamação, Bio-Arct, que melhora a oxigenação das células e tem ação antioxidante, e o Glycoxil, que reduz a formação de manchas por conta do excesso de açúcar na alimentação”, finaliza a médica.

Fontes:
Abdo Salomão Jr: Doutor em Dermatologia pela USP (Universidade de São Paulo). É sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Membro da American Academy of Dermatology (AAD), Sociedade Brasileira de laser em Medicina e Cirurgia e do Colégio Ibero Latino Americano de Dermatologia. Professor universitário,ministra aulas nos principais congressos nacionais da especialidade. Diretor da Clínica Dermatológica Abdo Salomão Junior.
Claudia Marçal: é médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). Possui especialização pela AMB e Continuing Medical Education na Harvard Medical School. É proprietária do Espaço Cariz, em Campinas – SP.

Make-up free: como aproveitar a quarentena e conquistar uma pele linda

Mulheres que desejam abandonar a maquiagem podem aproveitar o isolamento social para investir pesado nos cuidados com a pele, em tratamentos cosméticos e nutracêuticos para realçar a luminosidade natural e uniformização da face

Sair da casa sem um ponto de maquiagem, uma gota de corretivo ou mesmo uma base, é o anseio muitas mulheres. E para quem está cumprindo o isolamento social, essa pode ser uma oportunidade para mudar alguns hábitos e finalmente se ver livre da maquiagem, conquistando uma pele linda e saudável.

rosto - shutterstock
Shutterstock

“Uma pele naturalmente bonita deve ser saudável e ter uma rotina de cuidados adequados a cada tipo, idade e época do ano. Independente da boa genética, bons hábitos de vida são pilares que promovem a beleza, saúde e longevidade. A alimentação equilibrada, sono de boa qualidade, exercícios regulares, baixa ingestão de bebida alcoólica e evitar o tabagismo são fundamentais para a manutenção da beleza da pele, além do uso de fotoprotetores adequados, que são os princípios elementares para prover saúde ao nosso corpo como um todo e, isto, claramente inclui seu maior órgão: a pele”, afirma a dermatologista  Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

“O passo a passo diário de cuidados com a pele e o hábito constante de visitar o seu dermatologista podem colaborar muito nesse processo de desistir das bases e pigmentos de uma vez por todas. Existem muitos procedimentos como Ultrassom 3D Solon ou Surgical Derm que ajudam a tratar rugas e flacidez, mas nesse momento muitos dermocosméticos podem ajudar”, afirma Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

O primeiro passo nesse cuidado diário para abandonar a maquiagem é a limpeza. O rosto, pescoço e área do colo devem ser lavados de manhã e à noite para controle da oleosidade, retirada da sujidade e das nanopartículas de poluentes que ficam aderidas à superfície da pele. “Os sabonetes devem ter pH próximo ao da pele, sem amidas, sulfas ou parabenos e, de preferência, que apresentem na formulação extratos puros naturais em alta concentração como hamamélis, camomila, calêndula, aveia, malva grapefruit, entre outros”, afirma a médica.

Após lavar, o uso de um esfoliante, duas vezes na semana, é bem-vindo. “Ele deve conseguir retirar estas pequenas imperfeições do estrato córneo em mais de 50% com remoção de asperezas e microcomedos que ficam depositados no ducto de saída das glândulas sebáceas”, explica o médico. A última etapa conclusiva do ritual de limpeza é a tonificação. “Estes produtos, apesar da nomenclatura tônico, podem ser calmantes, hidratantes, antioxidantes e adstringentes”. Os tônicos têm o papel de recuperar também o pH da pele, além das funções já descritas.

Após lavar e tonificar pela manhã, é o momento de usar um sérum tensor com efeito lifting, hidratante, que promova ação antioxidante e de proteção à barreira cutânea. “Ativos como Hyaxel, Alistin, Arct-Alg, Ácido ferúlico e um pool de Vitaminas podem estar na formulação, que é um booster de energia para a boa atividade celular principalmente para atuar da junção dermoepidérmica”, explica Abdo.

pele rosto hidratante3

“A seguir, mesmo em casa, é fundamental o uso de fotoprotetor sempre acima de FPS 30 E PPD de 1/3 do total da proteção solar com ação anti UVA”, recomenda o médico. Fototipos mais claros devem aumentar a fotoproteção: FPS 50 no mínimo.

Outra dica é com relação ao tratamento noturno. Principalmente durante as épocas mais frias do ano, explica a Dra. Claudia, à noite é o momento de seguir a prescrição do dermatologista e utilizar compostos à base de vitamina A ácida, lanablue, progenitrix, overnight repair, alfa-hidroxiácidos e derivados associados a clareadores como hidroquinona, alfa arbutin, decapeptídeo e antioxidantes como o resveratrol a vitamina E e C, as antocianinas presentes nos frutos vermelhos, fatores de crescimento, dentre outras formulações específicas para cada caso, tipo de pele e idade.

“O regime de tratamento utilizado é prescrito no receituário e pode variar de acordo com a necessidade da pele, o problema em questão, além do estilo de vida de cada paciente”, destaca a médica.

A dermatologista lembra que lábios e olhos devem ser tratados com cremes com boa espalhabilidade que promovam a formação de filme na pele da região para maior proteção. “O produto para a região dos olhos deve ser usado duas vezes ao dia e a fórmula em questão adequada a cada idade com ação tensora, nutritiva, hidratante e capaz de melhorar a turgescência local, com hidratação e volumização”, conta.

“Quanto aos lábios, para a hidratação das mucosas podemos utilizar substâncias emolientes como a manteiga de karité, a vitamina B5, a Vitamina E, ácido hialurônico, fosfolipídios e glicerina”, recomenda.

Mas nem tudo depende dos cremes, nesse momento. Os nutracêuticos são fórmulas extremamente benéficas e que potencializam e muito a ação do tratamento tópico, explica Claudia. “Eles atuam no combate aos radicais livres, ajudam a hidratar e recuperar a membrana de água e gordura sobre a pele, estimulam a elasticidade das fibras de colágeno e elastina, melhoram a perfusão para a microcirculação periférica, auxiliam na fotoimunoproteção do tecido cutâneo e são importantes no controle de patologias como melasma, dermatite atópica, rosácea e na melhora da condição estrutural de textura, coloração, tônus e viscoelasticidade”, destaca.

“Estes produtos devem ser prescritos pelo especialista para cada caso clínico em questão e podem conter ativos como o colágeno peptídeo, Exsynutriment, Glycoxil, carnosina, resveratrol, picnogenol, polipodium leucotomus, vitamina C, FC Oral, extrato de gengibre e extrato de green tea”, diz a médica. “Cápsulas com Bio-Arct e In.Cell também podem ser indicadas para melhorar o viço e a nutrição da pele, pois as duas substâncias são fundamentais para essa ação”, diz Abdo.

rosto

Após a pandemia, os tratamentos em clínicas dermatológicas podem ajudar, com lasers e radiofrequências indicadas para resultados mais rápidos. “Os tratamentos mais indicados são Ultrassom 3D Solon, a radiofrequência microagulhada Eletroderme e o laser Vektra QS para tratar as manchas”, finaliza.

Fontes:
Abdo Salomão Jr: Doutor em Dermatologia pela USP (Universidade de São Paulo). É sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Membro da American Academy of Dermatology (AAD), Sociedade Brasileira de laser em Medicina e Cirurgia e do Colégio Ibero Latino Americano de Dermatologia. Professor universitário.
Claudia Marçal: médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). É speaker Internacional da Lumenis, maior fabricante de equipamentos médicos a laser do mundo. É proprietária do Espaço Cariz, em Campinas – SP.

Cinco motivos pelos quais suas olheiras apareceram (ou pioraram) na quarentena

Dormir mal é sim um desses motivos, mas você pode estar errando ainda mais quando desregula sua alimentação

Se você acordou com manchas escuras logo abaixo dos olhos, as olheiras te pegaram. “Podendo ser avermelhadas, violáceas ou castanhas amarronzadas, as olheiras surgem na região das pálpebras, sendo a mais inestética a que se apresenta na pálpebra inferior e que muitas vezes já é perceptível na infância como as de caráter genético ou predisposição familiar com incidência hereditária; essas são presentes em algumas etnias como árabes, turcos, povos andinos e indianos, pois estas pessoas tem maior depósito natural de pigmento nesta região. Essas precisam de controle a vida toda, pois este depósito aumentado de pigmento na região ocular é um marcador genético ou étnico que não desaparecerá espontaneamente e exige tratamentos realizados pelo dermatologista para tratar e controlar o quadro posteriormente”, afirma a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Mas além da genética, uma série de fatores nessa quarentena pode estar contribuindo para a formação ou piora das olheiras.

olheira

Existem três tipos de olheiras e cada tipo possui uma causa diferente. “A olheira estrutural é causada pela anatomia estrutural da órbita ocular. Algumas pessoas possuem o sulco lacrimal mais profundo. Isso pode ser determinado geneticamente ou ser causado pelo processo de envelhecimento normal (há perda de gordura na região e com isso o sulco passa a ser mais profundo). A olheira vascular é causada pela presença de vasos abaixo da pele. Quem tem mais vasos (geneticamente determinado) apresenta maior tendência. E a olheira pigmentar é causada por pigmentos acastanhados (excesso de melanina) na pele da pálpebra inferior. A falta de sono ou alergias respiratórias podem piorar as olheiras causadas por aumento de pigmento. Mas a insônia também piora as olheiras vasculares. Já as olheiras estruturais podem piorar devido ao emagrecimento”, destaca a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Abaixo, médicos apontam alguns motivos pelos quais suas olheiras apareceram ou pioraram na quarentena:

Você emagreceu demais – e sem acompanhamento

cintura fita peso

Esse não é o melhor momento (aliás, nunca é!) de fazer uma dieta restritiva demais e sem acompanhamento. Pode até dar certo, mas perder peso demais tem uma consequência negativa para a aparência: você vai parecer mais velho. “Quando pensamos em perda de peso, pensamos sempre na perda de volume e de gordura corporal, num corpo mais esguio, em mais energia e numa autoconfiança perdida que fora agora reconquistada. Até aqui, tudo bem, são efeitos naturais dos quilos perdidos. Mas um processo de perda de peso tem ainda implicações também no rosto, afinal perdemos gordura no corpo inteiro, e isso nem sempre agrada”, afirma o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

“Grande parte da nossa gordura facial está, digamos, na zona das bochechas, e quando essa gordura desaparece, essa zona ‘despenca’ e a olheira fica mais pronunciada, podendo apresentar uma cor mais azulada ou azul acastanhada”, afirma o dermatologista Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

“No caso das olheiras, depois de descartar situações patológicas e equívocos de hábito alimentar, uma hidratação por via oral adequada e a redução do consumo excessivo de sódio deve ser orientado, para evitar a formação frequente de olheiras fundas e bolsas que agravam a flacidez e o envelhecimento precoce na região”, afirma a médica nutróloga Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia.

Segundo Abdo, assim que a quarentena acabar, isso tem solução por meio de procedimentos médicos como preenchimentos faciais com ácido hialurônico, laser Vektra QS e aplicação da radiofrequência Eletroderme com drug delivery. “Nesse momento, além de corrigir possíveis problemas de alimentação, você deve utilizar cremes específicos para a área dos olhos, em formulações com meiyanol, hyaxel, alistin e vitamina C. Além disso, podemos usar suplementações com Exsynutriment e Bio-Arct”, diz o dermatologista.

Você está se alimentando muito mal

pizza massa jantar almoço comida

Da mesma forma que fazer dietas malucas pode ser um desastre para a aparência facial, comer muito doce, carboidrato e sódio pode representar um grande problema. “As olheiras — também conhecidas como hiperpigmentação periorbital — pioram com a alimentação rica em açúcar e sal pois, assim como o álcool, há a formação de edemas na região, tornando a pálpebra mais inchada e o pigmento depositado mais evidente”, afirma Claudia.

“Esses alimentos aumentam o processo inflamatório, por isso influenciam no aparecimento de olheiras”, diz Abdo. Lembre-se que os alimentos ultraprocessados são ricos, em sua maioria, são ricos em sódio e açúcares.

A cirurgiã plástica Beatriz Lassance, membro do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de Vida, enfatiza esse é o momento de aproveitar o isolamento para criar novos hábitos mais saudáveis, como manter uma alimentação balanceada e cozinhar. “Isso ajudará muito, pois quando voltarmos à vida normal, estaremos mais dispostos a seguir com a vida saudável, o que pode trazer muitos ganhos estéticos, além de prevenir uma série de doenças”, afirma a cirurgiã plástica.

Para resolver o problema, é necessário investir em um hábito alimentar equilibrado, variado e natural, acompanhado de suplementos alimentares individualizados, prescritos pelo médico, explica a nutróloga. “Isso é capaz de auxiliar o organismo a manter-se saudável e prevenir disfunções próprias do envelhecimento acelerado”, completa  Marcella.

Seu sono está péssimo

mulher insonia sono horario de verao

A ansiedade está fazendo estragos, principalmente prejudicando o sono. “Durante o dia, acumulamos pensamentos e temos a liberação hormonal do cortisol. E, à noite, que é, teoricamente, o momento que devemos desligar, ocorre o pico dessa ansiedade, pois não tivemos um dia equilibrado e não conseguimos processar toda essa informação. Por isso, normalmente, muitas pessoas não conseguem dormir”, diz Farinazzo.

“Durante o sono, o organismo faz com que seus hormônios entrem em equilíbrio e mantenham tudo funcionando corretamente, inclusive na questão do viço e hidratação da pele. E quando não dormirmos bem, tendemos a ficar mais pálidos e como a área dos olhos tem uma pele fina e é bastante vascularizada, quanto mais pálido, mais a circulação fica visível, reforçando as olheiras”, afirma Abdo. Para tratar, a hidratação deve ser reforçada, com ativos como hyaxel, arct-alg e meiyanol, além de procurar controlar a ansiedade e dormir melhor.

A alergia respiratória te pegou

mulher gripe nariz espirro

“Pessoas que sofrem de rinite, sinusite, desvio de septo, alergias no nariz, podem ter um problema na microcirculação ao redor dos olhos impactando na oxigenação do local e causando essa pigmentação mais vascular”, afirma  Abdo.

“Além disso, medicamentos fotossensibilizantes, uso de respiradores bucais, processos alérgicos na área dos olhos, alterações dos hormônios da tireoide, tudo isso faz com que haja maior tendência à formação de bolsas que provocam edema, ou seja, inchaço palpebral, com congestão dos capilares e vasos na região que se apresentam dilatados”, diz Claudia. Nesse caso, além do tratamento da alergia, é necessário usar cremes específicos para a área dos olhos com ativos que melhorem a microcirculação como a cafeína, de preferência em versões diurnas (com reforço de antioxidantes) e noturnas (com renovadores).

Você ainda não largou o cigarro

depositphotos_mulher madura fumando

Além de ser um fator de risco para a Covid-19, o cigarro também piora muito a qualidade da pele. “O consumo de cada cigarro induz ao envelhecimento, pois está associado à vasoconstrição periférica por um período de dez minutos, o que diminui o fluxo sanguíneo para o tecido cutâneo e cabelos. Isso traz consequências na perda da viçosidade e luminosidade; favorece o processo de discromia cutânea com o amarelamento do tecido; formação de olheiras pela dificuldade de circulação local; e influencia, também, na falta de ancoragem e firmeza por conta da oxigenação e nutrição diminuídas”, comenta Claudia. Além de eliminar de vez o uso do cigarro, cremes que melhorem a microcirculação também devem ser usados.

Por fim,  Paola reforça que bons hábitos de vida, 8 horas de sono por noite, hidratação e filtro solar são dicas que ajudam a prevenir o envelhecimento da pele e minimizar as olheiras também.

 

Como tratar pequenas manchas que surgem com a idade devido à exposição solar

Dermatologista Abdo Salomão dá dicas de prevenção e tratamento para as melanoses solares, manchas escuras que surgem na pele conforme envelhecemos

Com o passar dos anos, nossa pele sofre com uma série de mudanças devido ao processo de envelhecimento, que são, em sua maioria, provenientes dos danos causados ao longo da vida por fatores como poluição e exposição solar desprotegida. Entre as alterações mais comentadas causadas por esses agressores estão as rugas, as linhas de expressão e a flacidez. Porém, é muito comum também que, com a idade, apareçam pequenas manchas escuras conhecidas popularmente como manchas senis.

“As manchas senis, também conhecidas como melanoses, são marcas acastanhadas do tamanho de uma lentilha que surgem em locais como mãos, braços, rosto e pescoço, sendo causadas principalmente devido a radiação solar, visto que essa estimula a produção de melanina, pigmento que dá cor à pele, levando assim a formação de manchas”, explica o dermatologista Abdo Salomão, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

melanose pele mancha scielo

Mas, apesar de serem constantemente relacionadas ao processo de envelhecimento, as manchas senis podem surgir em qualquer momento da vida, até mesmo nos mais jovens. Porém, por dependerem de fatores como exposição solar, tipo de pele e predisposição genética, é realmente mais comum que as melanoses surjam a partir dos 40 anos em pacientes de fototipo alto e após os 50 anos em pacientes de peles mais escuras.

“De qualquer forma, ao perceber o surgimento dessas manchas é importante buscar o auxílio de um dermatologista para tratá-las, pois, apesar de inicialmente não representarem nenhum risco à saúde, causando no máximo desconforto estético ao paciente, existe o risco das melanoses solares evoluírem para problemas mais sérios, como queratose actínia e câncer de pele”, alerta o dermatologista.

O ideal, no entanto, é prevenir o aparecimento dessas alterações, o que pode ser feito através da fotoproteção eficiente durante a vida. Para isso, é importante que, diariamente, você aplique um protetor solar com, no mínimo, FPS 30 e amplo espectro de proteção, ou seja, que proteja contra todos os tipos de radiação, inclusive da luz visível. De acordo com o especialista, é fundamental também que você reaplique o filtro solar ao longo do dia, se possível a cada duas horas, e evite se expor ao sol entre as 10h e as 16h, investindo também na proteção por meio do uso de chapéu e óculos de sol.

Tratamentos

Porém, se você já sofre com as manchas causadas pelo sol é possível clareá-las através da realização de tratamentos em consultório, como a aplicação do laser Vektra Microtarget, da plataforma Solon. “Trabalhando com comprimentos de onda muito curtos, na faixa de nanossegundos, o laser do tipo Q-Switch age diretamente no alvo, fragmentando o pigmento que dá com a pele em pequenas partículas que são imediatamente absorvidas e eliminadas pelo organismo”, afirma o médico.

Segundo o médico, as melanoses também podem ser tratadas com o auxílio da luz intensa pulsada Expert Light, que possui alta performance no clareamento de manchas, pois atua em diferentes profundidades da pele, sendo capaz de concentrar fótons em comprimentos de onda específicos que agem diretamente na melanina. “É possível ainda associar essas tecnologias ao drug delivery, aplicando diretamente na pele substâncias como o ácido tranexâmico, que age diretamente nos comunicadores celulares responsáveis pela pigmentação, bloqueando assim os processos inflamatórios relacionados a essas manchas”, destaca.

manchas_senis

O tratamento também pode ser feito em casa com o uso de dermocosméticos clareadores formulados com ativos como vitamina C, ácido retinoico, ácido glicólico, ácido kójico, ácido tranexâmico e niacinamida, que vão uniformizar a pele por meio da renovação celular, garantindo assim melhora na aparência das manchas.

“Porém, antes de optar por qualquer um desses tratamentos, o ideal é que você consulte um dermatologista. Apenas ele poderá realizar uma avaliação e indicar o melhor tratamento para o seu caso, seja no consultório ou em casa”, finaliza Salomão.

Fonte: LMG – Laser Medical Group 

Três tratamentos para clarear olheiras escuras

Laser, skinbooster e preenchimento são três técnicas para acabar com as olheiras, principalmente as de origem genética

A pigmentação escura ao redor dos olhos, a famosa olheira, é uma das coisas mais difíceis de se tratar, explica Abdo Salomão, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. “As olheiras podem ser pigmentares quando são castanhas e tem origem na melanina ou vasculares cuja cor provém da hemoglobina, quando são mais avermelhadas. Existem esses dois tipos. Em uma o predomínio é vaso. Na outra o predomínio é melanina, de forma genética”, explica.

olheiras13539564941_web_

O médico lista alguns tratamentos poderosos para resolver o problema:

Laser Vektra —  é um laser que aplicado nessa região e que melhora a textura e principalmente clareia as olheiras. “Ele melhora tanto o castanho que é o pigmento de melanina quanto o pigmento férrico que é o da hemoglobina. Vektra age no melanócito impedindo a célula de liberar o pigmento para as células mais superficiais. É como se o melanócito guardasse o pigmento para ele”, explica o médico. O ideal é fazer uma sessão a cada 15 dias, num total de 4 a 6 sessões. “As sessões são rápidas, duram 10 minutos, o tratamento não dói, não fica roxo, é possível fazer e o paciente ir trabalhar na mesma hora”, afirma.

Skinbooster —  uma técnica em que é colocado ácido hialurônico de baixa concentração na camada inferior da pele, na derme profunda ou no subcutâneo. “Ele aumenta bem a hidratação dessa região, ajuda a clarear e melhora rugas finas”, explica.

Preenchimento — “Também temos o recurso do preenchimento da goteira lacrimal. Pegamos ácido hialurônico de maior densidade, preenchemos e isso melhora o ângulo da região e aquele aspecto de olho fundo, escuro; tudo isso melhora bastante em uma sessão. O paciente já vê melhora na hora.”

Em casa

creme olhos.jpg

Para usar diariamente, cremes com a combinação do MeiYanol (antiolheira) com Hydroxyprolisilane CN (regenerador) e B-White (clareador) são boas opções, segundo a farmacêutica Mika Yamaguchi, diretora científica da Biotec Dermocosméticos.

“O primeiro diminui a inflamação além de ser quelante de ferro, por isso age nas olheiras férricas também; o segundo é um regenerador que recupera a elasticidade da região; o terceiro impede a síntese de melanina e atua quando a pigmentação tem origem genética”, explica. “Mas é importante sempre consultar um dermatologista que pode personalizar a fórmula”, finaliza.

Fonte: A LMG – Laser Medical Group