Arquivo da tag: adoçante

Smoothie de Morango Zero Lactose e Zero Açúcar

Bebida preparada com Adoçante Lowçucar Plus com Stevia Líquido fica pronta em 10 minutos e pode ser apreciada entre as principais refeições do dia

Quer uma bebida extremamente cremosa e saudável para saborear nos dias mais quentes? Confira abaixo uma receita prática que fica pronta em 10 minutos e rende quatro porções deliciosas.

O Smoothie de Morango Zero Lactose e Zero Açúcar é preparada com Adoçante Lowçucar Plus com Stevia Líquido e em sua lista de ingredientes a sugestão é acrescentar uma colher de Linhaça semente altamente nutritiva que irá enriquecer ainda mais a bebida. Veja agora o passo a passo.

Smoothie de Morango Zero Lactose e Zero Açúcar

Ingredientes
1 embalagem de leite de coco light (200ml)
1 banana nanica madura e picada (120g)
48 gotas de Adoçante Lowçucar Plus com Stevia Líquido
1 colher (sopa) de linhaça (6g)
1 colher (sobremesa) de limão (5ml)
½ xícara (chá) de água (100ml)
8 unidades de morangos médios limpos e picados (150g)

Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata por aproximadamente dois minutos, porcione em copos. Decore como preferir.

Rendimento: 4 porções de 140ml
Dificuldade: fácil
Preparo: 10 minutos

Fonte: Lowçucar

Bolo de Iogurte com cobertura de Creme de Avelã Zero Açúcar

Elaborado com Adoçante Forno & Fogão Lowçucar, a opção pode fazer parte da mesa de café e até mesmo se tornar uma renda extra para quem deseja complementar o salário

O Bolo de Iogurte com cobertura de Creme de Avelã Zero Açúcar é uma sugestão saborosa para compor uma linda mesa de café da manhã ou da tarde, mas também pode ser utilizada no – Faça & Venda.

Temos um grande mercado que busca diariamente por novidades e comercializar um bolo fresquinho, saboroso e zero açúcar pode se tornar um diferencial principalmente para vender em espaços onde existem consumidores que desejam reduzir a quantidade de açúcares ou para aqueles que não podem consumir o ingrediente. Vamos aprender?

Bolo de Iogurte com cobertura de Creme de Avelã Zero Açúcar

Ingredientes:
1 embalagem de iogurte natural desnatado (170g)
1 xícara (chá) de Adoçante Forno e Fogão Lowçucar (26g)
2 xícaras (chá) de farinha de trigo (240g)
1 xícara (chá) de óleo (200ml)
4 ovos (200g)
1 colher (sobremesa) de fermento químico em pó (8g)

Cobertura:
1 embalagem de Creme de Avelã Lowçucar Zero Açúcares (150g)
½ embalagem de creme de leite light (100g)

Modo de preparo:

Bolo
Coloque no liquidificador o iogurte, os ovos e o óleo, bata até homogeneizar. Coloque em um recipiente, acrescente a farinha de trigo e misture bem. Em seguida adicione o adoçante, o fermento e misture delicadamente. Coloque a massa em uma forma de 22cm com furo, untada e enfarinhada. Leve para assar em forno preaquecido a 180ºC por aproximadamente 40 minutos. Desenforme quando o bolo estiver frio.

Cobertura:
Coloque o creme de leite e o creme de avelã em uma tigela e misture. Leve ao micro-ondas por 30 segundos. Coloque sobre o bolo.

Rendimento: 20 porções de 50g
Dificuldade: fácil
Preparo: 1 hora
179 calorias por porção de 50g.

Fonte: Lowçucar

Oito grandes mentiras sobre o açúcar que devemos desaprender*

Existem algumas coisas que todos podemos dizer com certeza sobre açúcar. Número um, está ótimo. E número dois? É muito, muito confuso.

Embora todos possamos concordar que o açúcar não é exatamente um alimento natural, há muitas informações erradas sobre como se deve levar os doces em consideração na sua dieta – se é que existem. Por exemplo, alguns tipos de açúcar são mais saudáveis que outros? E cortá-lo realmente colocará você no caminho mais rápido para perder peso, aliviar a acne, evitar mudanças de humor ou outros problemas de saúde?

Acontece que as respostas podem não ser o que você pensa. Aqui estão oito coisas que mesmo as pessoas com conhecimento em nutrição podem não perceber sobre o açúcar – e o que você deve saber sobre como encaixá-lo em sua dieta.

1. “Todo açúcar é açúcar ruim”

frutass

Você provavelmente já ouviu várias vezes sobre como todos nós devemos comer menos açúcar. Mas o que os especialistas realmente querem dizer é que devemos comer menos açúcar adicionado. Este é o açúcar adicional nos alimentos para que eles tenham um sabor mais doce – como o açúcar mascavo nos biscoitos de chocolate ou o mel que você rega no iogurte.

O açúcar adicionado é diferente do açúcar que ocorre naturalmente em alguns alimentos, como frutas ou leite. Por um lado, o açúcar natural vem com um pacote de vitaminas, minerais e nutrientes que ajudam a compensar alguns dos aspectos negativos do conteúdo de açúcar, explica Georgie Fear, autora de “Lean Habits for Lifelong Weight Loss” (Hábitos magros para perda de peso ao longo da vida, em tradução livre). Por exemplo, frutas têm fibras que fazem com que nosso corpo absorva açúcar em uma taxa mais lenta.

O fato? Não se preocupe com coisas como frutas inteiras ou laticínios comuns (como leite ou iogurte sem açúcar). Fontes de açúcar adicionado – sobremesas, bebidas açucaradas ou alimentos embalados – são as coisas que você precisa observar.

Açúcar vs. Açúcar

Também existe o fato de que alimentos com açúcar natural tendem a conter menos açúcar no geral. Por exemplo, você recebe 7 gramas de açúcar em uma xícara de morangos frescos, mas 11 gramas de açúcar em uma snack de lanches com frutas com sabor de morango.

2. “Açúcares minimamente processados ​​ou naturais são melhores para você”

mel pexels
Pexels

É verdade que os adoçantes minimamente processados, como mel ou xarope de bordo, contêm mais nutrientes do que os altamente processados, como açúcar branco. Mas a quantidade desses nutrientes é pequenininha, então, eles provavelmente não terão um impacto mensurável em sua saúde. Para o seu corpo, todas as fontes de açúcar são iguais.

Além disso, esses adoçantes naturais não recebem nenhum tipo de tratamento especial em seu corpo. O trato digestivo divide todas as fontes de açúcar em açúcares simples chamados monossacarídeos.

“Seu corpo não tem ideia se é proveniente de açúcar de mesa, mel ou néctar de agave. Ele simplesmente vê moléculas de açúcar monossacarídico ”, explica Amy Goodson, nutricionista e consultora registrada na área de Dallas-Fort Worth, com ênfase em saúde geral, bem-estar e nutrição esportiva. E todos esses açúcares fornecem 4 calorias por grama, para que todos tenham o mesmo impacto no seu peso.

3. “Você deve cortar completamente o açúcar da sua vida”

alimentação saudável

Você não precisa cortar completamente o açúcar adicionado da sua vida. Diferentes organizações de saúde têm recomendações diferentes para a quantidade de açúcar que você deve limitar por dia. Mas todos concordam que há espaço para um pouco de açúcar em uma dieta saudável.

A Fonte Confiável de Diretrizes Dietéticas dos EUA diz que um adulto que ingere 2.000 calorias por dia deve ter menos de 12,5 colheres de chá ou 50 gramas de açúcar adicionado diariamente. (Isso é aproximadamente o valor de um refrigerante de 473 ml). Já a American Heart Association diz que as mulheres devem ter menos de 6 colheres de chá (25 gramas) e os homens devem ter menos de 9 colheres de chá (36 gramas) por dia.

Por fim, seu corpo não precisa de açúcar. Então, ter menos é melhor, diz Georgie. Isso não significa que você não possa ter nenhum. É tudo sobre – você adivinhou – moderação.

4. “É impossível evitar o açúcar”

MULHER IPAD COMENDO DOCE.jpg

Cerca de 75% dos americanos consomem mais açúcar do que deveriam, de acordo com as Diretrizes Dietéticas dos EUA. Não tem certeza se você é um deles? Tente registrar sua ingestão alimentar em um aplicativo de rastreamento de alimentos por alguns dias. Isso pode lhe dar uma ideia do quanto você está realmente comendo coisas doces e facilitar o consumo de menos açúcar adicionado.

Se você está exagerando, cortar não precisa ser doloroso. Em vez de exaltar suas delícias favoritas, tente comer porções menores. “Afinal, há metade dos gramas de açúcar em meia xícara de sorvete em comparação com uma xícara inteira”, diz Georgie.

Fique de olho nos alimentos embalados também. Coisas como pão, iogurte com sabor, cereais e até molho de tomate podem ter mais açúcar do que você imagina. Portanto, preste atenção aos rótulos nutricionais e procure opções que ajudem você a permanecer dentro do seu limite diário de açúcar.

5. “O açúcar está deixando você doente”

mulher depressao cansaço cama pixabay p

Talvez você tenha ouvido falar que comer açúcar causará doenças cardíacas, Alzheimer ou câncer. Mas comer açúcar com moderação não vai tirar anos da sua vida. Um estudo do American Journal of Clinical NutritionTrusted Source, que acompanhou mais de 350.000 adultos por mais de uma década, descobriu que o consumo de açúcar adicionado não estava vinculado a um risco aumentado de morte. Contanto que você não exagere.

Embora uma quantidade moderada de açúcar não pareça prejudicial, o excesso pode colocar você em risco de ganhar peso. Mas o mesmo pode acontecer com muitas batatas fritas, muito queijo ou até muito arroz integral.

“O excesso de calorias totais em nossas dietas, incluindo as de açúcar, contribui para o ganho de peso, o que pode levar à obesidade e à possibilidade de aparecimento de doenças crônicas”, explica Kris Sollid, diretor sênior de comunicações nutricionais da Fundação Conselho Internacional de Informação sobre Alimentos.

O ponto de partida? Mimar-se com um donut nas manhãs de domingo não vai doer. Mas se você sabe que isso fará com que você coma vários donuts além do seu limite diário de calorias, convém ficar longe. Da mesma forma, não use essa circunstância para pressionar alguém a comer açúcar quando não quiser.

6. “O açúcar é uma droga e um vício”

mulher comendo sorvete na cama

“Comparar açúcar com drogas abusivas é um atalho simplista”, diz Giuseppe Gangarossa, PhD, para PLOS. Os especialistas sabem que a ingestão de açúcar estimula caminhos no cérebro associados a sentimentos de prazer e recompensa. Os caminhos sobrepostos podem produzir efeitos semelhantes ao uso de substâncias, mas isso não os torna viciantes como drogas, explica Ali Webster, diretor associado de comunicações nutricionais da Fundação Conselho Internacional de Informação sobre Alimentos.

Então, por que algumas pessoas ficam com tanta pressa quando comem lanches açucarados e sentem que precisam de uma correção regular para não desabar? Comer coisas doces faz com que o açúcar no sangue aumente e caia rapidamente, o que pode causar cansaço e dor de cabeça. “Isso geralmente faz as pessoas procurarem mais açúcar para estabilizar o açúcar no sangue e ajudá-las a se sentir melhor”, explica Amy.

A comparação de açúcar e drogas continua sendo debatida. Uma análise recente do European Journal of Nutrition encontrou poucas evidências para apoiar a ideia de que o açúcar realmente possui propriedades viciantes e similares a drogas. A Scientific American também observou que mudar nosso ambiente alimentar pode ajudar a atenuar esses desejos. Ao permanecer comprometido em evitar adição de açúcar em casa, como doces no café da manhã, cereais rápidos ou iogurtes carregados, você poderá encontrar menos desejos por doces.

Sobre o uso da palavra vício

As pessoas podem desejar açúcar, mas é improvável que uma pessoa comum seja viciada. O vício é uma condição médica séria baseada em mudanças cerebrais reais que dificultam as pessoas a interromper o uso de uma droga. Comparar casualmente o açúcar com as drogas diminui o vício.

7. “Substituições sem açúcar são uma boa alternativa”

ADOÇANTE.jpg

Pode ser tentador trocar alimentos açucarados por alimentos feitos com adoçantes de baixa ou nenhuma caloria, como refrigerante diet ou biscoitos sem açúcar. Mas fazer essa troca pode sair pela culatra, e provavelmente não será mais saudável.

O consumo de adoçantes como aspartame, sacarina e sucralose está relacionado ao ganho de peso, não à perda, de acordo com uma análise de 37 estudos publicados no Canadian Medical Association Journal. Além disso, eles estavam associados a um risco maior de pressão alta, diabetes tipo 2, síndrome metabólica, ataques cardíacos e derrame.

Os especialistas ainda não entendem completamente como esses tipos de adoçantes afetam o corpo. Mas evidências crescentes sugerem que podem ter um impacto negativo no açúcar no sangue, dificultar o controle do apetite e até mexer com as bactérias intestinais. E essas coisas podem colocar você em risco de obesidade e problemas de saúde relacionados.

8. “Seguir uma dieta com pouco ou nenhum açúcar ajudará você a perder peso”

alimentação-saciedade
Foto: Shutterstock

Certamente, limitar sua ingestão de açúcar pode ajudá-lo a atingir suas metas de perda de peso. Mas apenas se você também estiver atento à ingestão total de calorias. “É muito fácil trocar alimentos açucarados por outros que realmente contêm mais calorias, o que pode levar ao ganho de peso”, diz Georige, apontando que uma dieta com pouco ou nenhum açúcar não pode garantir a perda de peso.

Em outras palavras, comer um sanduíche de ovo e salsicha de 600 calorias no café da manhã, em vez da tigela habitual de 300 calorias de cereal açucarado, não o levará de volta ao seu jeans skinny, mesmo que o sanduíche tenha muito menos açúcar.

O que ajudará? Escolhendo versões sem açúcar dos alimentos que você normalmente consome, como iogurte natural em vez de um com sabor, recomenda o Georgie. E se você não encontrar um bom substituto? Reduza gradualmente a quantidade de açúcar que você adiciona a alimentos como aveia, café ou smoothies.

Em consideração ao açúcar

O açúcar não é um alimento natural, mas também não é o veneno do mal que às vezes se faz parecer. Embora a maioria de nós possa ter menos dele, é perfeitamente bom ter um pouco. Então vá em frente e aproveite o doce ocasional – sem um lado de culpa.

*Marygrace Taylor é jornalista de saúde e bem-estar de publicações como Parade, Prevention, Redbook, Glamour, Women´s Health e outros. 

Publicado originalmente no site Healthline

Adoçantes de stevia realmente são mais saudáveis?

Os malefícios atribuídos ao consumo do açúcar refinado levam à busca de alternativas mais saudáveis para adoçar os alimentos. Entre as opções naturais está a stevia, um arbusto herbáceo que há centenas de anos é usado para fins alimentares e medicinais e, de tempos pra cá, ganhou destaque nas prateleiras dos supermercados.

A nutricionista clínica do Hospital Edmundo Vasconcelos, Isadora Kaba Gomes, explica que adoçantes compostos por stevia estão em um patamar melhor que os adoçantes comuns. “Por serem produzidos por meio da extração das substâncias doces das folhas da planta, que passam por um processo de purificação, há muito menos procedimentos químicos na fabricação, tornando o produto mais saudável”, reforça.

stevia pixabay

Os benefícios da planta vão além. Com poder de adoçar 300 vezes mais que o açúcar, a stevia não é metabolizada no organismo, e por isso apresenta taxas mínimas de calorias. Isadora esclarece que a maior parte do adoçante ingerido é usada por bactérias intestinais como fonte de energia, enquanto o restante é excretado nas fezes.

Outra importante vantagem mencionada pela especialista é a capacidade de redução de glicemia após as refeições em pacientes com diabetes tipo 2. Mas gestantes devem ficar atentas: ela aconselha que a stevia deva ser evitada antes de realizar exames de rastreamento ou diagnóstico de diabetes durante a gestação.

Mesmo com tantos pontos positivos, é preciso prestar atenção na quantidade indicada a ser consumida por dia. A nutricionista esclarece que a ingestão aceitável de adoçantes de stevia é de 10 mg/kg de peso corporal por dia. “No dia a dia deve ser usada de forma moderada, em líquidos ou preparações que necessitem ser adoçadas”, complementa.

stevia live science
Foto: Live Science

A substância é reconhecida como segura pelas principais autoridades mundiais de saúde, como a European Food Safety Authority (EFSA) e a Joint FAO/WHO Expert Committee on Food Additives (JECFA), e pode ser consumida, sem prejuízo à saúde, por pacientes com diabetes, crianças, gestantes, lactantes e até mesmo por pacientes com fenilcetonúria- doença congênita que impede a quebra adequada das moléculas do aminoácido fenilalanina, que são impedidos de ingerir adoçantes sintéticos comuns.

Fonte: Hospital Edmundo Vasconcelos

Opções leves e refrescantes para aproveitar os dias que continuam quentes

A União Sucralese ensina a fazer alguns drinques deliciosos, refrescantes e sem álcool. Aproveite cada um, confira abaixo:

Bebida de manga, coco e especiarias com União Sucralose

manga, pimenta e coco

Ingredientes
1 xícara (chá) de manga picada (170 g)
pimenta dedo de moça picada a gosto
1 anis estrelado
Sementes de 1 cardamomo
1 gelo de gengibre
gelo a gosto
1 colher (sopa) de leite de coco (15 ml)
½ xícara (chá) de água com gás (100 ml)
6 gotas de Adoçante Liquido União Sucralose (4,2 ml)

Para decorar:
pedaços de manga
pedaços de pimenta

Modo de preparo
Em um copo largo, coloque a manga e a pimenta e amasse bem com a ajuda de um socador para bebidas. Adicione, o anis,as sementes de cardamomo, o gelo de gengibre, o gelo, o leite de coco, a água e o Adoçante Liquido União Sucralose e misture bem. Decore com a manga e com a pimenta e sirva em seguida.

Dicas:
=Se preferir você pode trocar o Adoçante Liquido União Sucralose por 1 sachê de Adoçante União Sucralose.
=Para fazer o gelo de gengibre, basta bater em um liquidificador 100g de gengibre fresco picado com 1xícara (chá) de água, colocar em forminhas próprias para gelo e congelar por pelo menos 4 horas.
=Se preferir pode substituir o gelo de gengibre por gengibre ralado a gosto.

Bebida de caju e limão com União Sucralose

limão e caju

Ingredientes
½ xícara (chá) de caju em cubos pequenos (82,5 g)
½ limão médio cortado em fatias grossas
folhas de hortelã a gosto
gelo a gosto
¾ xícara (chá) de água com gás (150 ml)
5 gotas de Adoçante Liquido União Sucralose (3,5 ml)

Para decorar:
pedaços de caju
folhas de hortelã

Modo de preparo
Em um copo largo, coloque o caju, o limão e as folhas de hortelã e amasse bem com a ajuda de um socador para bebidas. Adicione o gelo, a água e o Adoçante Liquido União Sucralose e misture bem. Decore com caju e folhas de hortelã e sirva em seguida.

Dica:
Se preferir você pode trocar o Adoçante Liquido União Sucralose por 1 sachê de Adoçante União Sucralose.

Bebida de frutas vermelhas e canela com União Sucralose

Frutas vermelhas e canela

Ingredientes
¼ xícara (chá) de framboesa fresca (40 g)
¼ xícara (chá) de mirtilo fresco (31,2 g)
1 xícara (chá) de morango picado (70 g)
1 colher (café) de canela em pó (1,2 g)
gelo a gosto
¾ xícara (chá) de água com gás (150 ml)
½ xícara (chá) de água de coco
6 gotas de Adoçante Liquido UNIÃO Sucralose (4,2 ml)

Para decorar:
morango cortado ao meio
pau de canela

Modo de preparo
Em um copo largo, coloque a framboesa, o mirtilo, o morango e as folhas de hortelã e amasse bem com a ajuda de um socador para bebidas. Adicione o gelo, a água e o Adoçante Liquido União Sucralose e misture bem. Decore com o morango e o pau de canela e sirva em seguida.

Dica:
Se preferir você pode trocar o Adoçante Liquido União Sucralose por 1 sachê de Adoçante com União Sucralose.

Bebida de uva verde, melão e manjericão com União Sucralose

melão e uva verde

Ingredientes
1 xícara (chá) de melão espanhol cortado em cubos pequenos (140 g)
¼ xícara (chá) de uvas verdes sem caroço picadas
folhas de manjericão a gosto
gelo a gosto
½ xícara (chá) de suco de uva verde integral sem açúcar (100 ml)
½ xícara (chá) de água com gás (100 ml)
6 gotas de Adoçante Liquido com União Sucralose(4,2 ml)

Para decorar:
pedaços de melão
uva verde
folhas de manjericão

Modo de preparo
Em um copo largo, coloque o melão, a uva e as folhas de manjericão e amasse bem com a ajuda de um socador para bebidas. Adicione o gelo, o suco de uva, a água e o Adoçante Liquido com União Sucralose e misture bem. Decore com o melão, uva verde e folhas de manjericão e sirva em seguida.

Dica:
Se preferir você pode trocar o Adoçante Liquido com União Sucralose por 1 sachê de Adoçante com União Sucralose.

Fonte: União Sucralose

Receitas do Mundo: Queijadinha de Sintra, Portugal

O doce vem da pequena e charmosa vila de Sintra, em Lisboa, e agora pode ser saboreado na versão zero açúcar

Queijadinha de Sintra é mais uma sugestão da Lowçucar que promove a campanha Receitas do Mundo. A ação tem como objetivo promover os doces internacionais mais famosos na versão zero açúcares.

A nutricionista da empresa, Cristiane Yamane, junto com a culinarista Adriana Ramos transformaram a queijadinha, doce tradicional português, composto por um recheio cremoso à base de queijo fresco, coco, amêndoas, farinha e canela.

Com essa iniciativa, a sugestão poderá ser apreciada por consumidores com restrições alimentares e também por aqueles que não dispensam um docinho.

Elaboradas com o Adoçante Culinária Lowçucar, ficam prontas em 50 minutos e são ideias para compor a mesa do chá da tarde.

Para a campanha, a empresa conta com a parceria da loja de departamento Camicado que gentilmente cede o espaço da Cozinha Gourmet e os utensílios necessários para o desenvolvimento de cada receita. Agora vamos colocar a mão na massa e aprender a fazer as Queijadinhas? Se preferir, assista ao vídeo com o passo a passo, clicando aqui.

Queijadinha de Sintra (Zero Açúcar)

Ingredientes – Massa:
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo (180g)
½ xícara (chá) de margarina culinária (75g)
40ml de água

Ingredientes – Recheio:
250g de queijo fresco triturado
1 xícara (chá) de Adoçante Culinária Lowçucar (105g)
2 colheres (sopa) de farinha de trigo (20g)
2 gemas (30g)
1 ovo (50g)
1 colher (sopa) de amêndoa triturada (10g)
1 colher (sopa) de coco ralado sem açúcar (7g)
1 pitada de canela pó

Modo de Preparo:

Massa: misture bem todos os ingredientes, em seguida coloque a massa em um plástico filme e leve para gelar por 15 minutos.

Recheio: coloque todos os ingredientes na batedeira e bata por 4 minutos.

Montagem: coloque a massa sobre uma bancada e abra, corte com um copo, forre a forminha de empada e fure com um garfo, coloque o recheio sobre a massa e leve ao forno preaquecido à 180ºC por aproximadamente 35 minutos.

queijadinha_1

Rendimento: 18 porções de 40g

Preparo: 50 minutos

Calorias: 127 por porção de 40 gramas

Fonte: LightSweet

Adoçante natural com o mesmo gosto do açúcar branco

Para quem procura eliminar o açúcar refinado da alimentação ou encontrar um adoçante que não deixa sabor residual na boca, a Schraiber inclui o Xylitol em seu portfólio de produtos. Trata-se de um adoçante natural com o mesmo poder dulçor do açúcar branco, com quase metade das calorias e baixo índice glicêmico (que indica a velocidade com que um alimento que tem carboidrato aumenta a glicose no sangue).

O novo Xylitol Schraiber não é transgênico e apresenta as certificações Vegan, Peta e Kosher BKA, que garantem que sua formulação não tem ingredientes de origem animal ou passou por testes em animais. Ele pode ser utilizado para adoçar bebidas e preparar doces e sobremesas em geral. Além de adoçar, o produto ajuda em dietas de emagrecimento, reduz os sintomas de diabetes e diminui a incidência de cáries, a partir da manutenção de outros hábitos saudáveis.

xylitol_schraiber.jpg

Preço médio sugerido: R$ 36,00, embalagem bag de 200g.

Informações: Schraiber – SAC nacional: 0800 12 4522 / SAC São Paulo: 11 4184 4522

 

Xilitol: adoçante natural sem calorias

A busca pela saúde do corpo ganha um aliado, o xilitol, adoçante natural produzido pela Naiak

O xilitol é um poliálcool obtido pela redução da xilose, monossacarídeo que pode ser encontrado em diversas frutas, vegetais e cogumelos. Ele tem uma absorção lenta no organismo, não promove pico glicêmico e não depende de insulina para ser metabolizado, dando auxílio no controle das taxas de glicemia no sangue.

É obtido a partir de fontes naturais e apresenta-se na forma de um pó branco cristalino puro. Ele adoça os alimentos de forma idêntica à do açúcar convencional, porém sem as calorias e picos glicêmicos promovidos por ele. Sua formulação conta com 300g de xilitol puro, sem adição de conservantes e adoçantes artificiais.

Também promove diversos benefícios à saúde, como, por exemplo, o auxílio no tratamento da diabetes. Uma de suas características é a anticariogenicidade, ou seja, seu consumo evita o desenvolvimento de cáries nos dentes e combate as já existentes, além de aumentar a quantidade de minerais na saliva, auxiliando na remineração dos dentes.

A matéria-prima utilizada na fabricação do Xylitol Naiak possui certificados halal e kosher, e não contém Organismos Geneticamente Modificados (OGM).

xylitol_naiak_media

Preço sugerido: R$ 49,00

Informações: Naiak – SAC (61) 3380-3131

Aprenda a fazer a escolha ideal entre açúcar e adoçante

Decidir entre açúcar ou adoçante é uma grande dificuldade para quem busca reeducar a alimentação ou perder peso. Pensando nisso, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), preparou algumas dicas para ajudar a entender a diferença entre os dois.

De acordo com a nutricionista da Pasta, Sizele Rodrigues, que atua no Centro de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Cesans), os brasileiros consomem três vezes mais açúcar que a média mundial. “Prestar atenção nos ingredientes dos produtos industrializados e reduzir o consumo de açúcar são hábitos essenciais para quem busca uma melhor qualidade de vida”, disse.

No entanto, os adoçantes também devem ser consumidos com moderação, para isso, é importante respeitar seus limites diários de consumo. Confira as dicas abaixo para fazer a escolha ideal:

Açúcar

açúcar refinado (1)

· Açúcar refinado: procure substituí-lo. Ele perde mais de 90% de seus nutrientes no processo de refinamento e contém substâncias químicas para que fique branco e fino

açucar
· Açúcar cristal: também perde praticamente todos os seus nutrientes, mesmo não possuindo tantos aditivos químicos quanto o refinado

açúcar mascavo max straeten
Foto: Max Straeten / Morguefile

· Açúcar mascavo: não passa pelo processo de branqueamento, cristalização e refino, por isso contém maior concentração de nutrientes, com destaque para os minerais cálcio e ferro

mel pixabay
· Mel: contém cálcio, fósforo, potássio, sódio e manganês, vitaminas C e B e proteínas, além de possuir nutrientes funcionais como FOS (frutooligossacarídeos), importantes para o intestino

demerara
Açúcar demerara

· Açúcar demerara: passa por um leve processo de refinamento, porém, não recebe nenhum aditivo químico, preservando melhor seus nutrientes

organic-sugar
· Açúcares orgânicos: não possuem nenhum tipo de ingrediente artificial, são mais grossos e mais escuros do que o refinado, porém, com o mesmo poder adoçante

xicara açucar adoçante cafe cha pixabay
Pixabay

· Açúcar light: é a combinação entre o açúcar refinado comum e adoçantes artificiais, deixando-o com maior poder adoçante

mel - scott liddell
Foto: Scott Liddell/Morguefile

· O ideal: é preservar o gosto naturalmente doce dos alimentos e fazer uso moderado das substâncias
· Atenção: açúcar mascavo e mel são mais saudáveis por conterem mais nutrientes, mas, assim como o açúcar branco, aumentam a glicemia e favorecem o ganho de peso · ·Lembre-se: o consumo excessivo de açúcar refinado pode causar hiperatividade, inflamações, acne, lipogênese (acúmulo de gordura corporal) e risco de desenvolvimento de diabetes.

Adoçante

adocantes.png

· São compostos por edulcorantes, que são substâncias que apresentam um poder adoçante muito superior ao da sacarose (açúcar refinado) e, por isso, devem ser utilizados em quantidades bem menores
· Entre os edulcorantes estão os naturais e os artificiais
· Edulcorantes naturais: frutose, sorbitol, manitol e steviosídeo
· Edulcorantes artificiais: aspartame, ciclamato, sacarina, acessulfame-K, sucralose
· O uso de adoçantes artificiais pode ser uma alternativa para pessoas que fazem controle de peso ou para diabéticos
· Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD), cerca de 35% da população em geral consomem algum tipo de produto dietético, sendo o campeão de consumo o refrigerante zero
· Alguns refrigerantes alternativos são feitos com adoçantes, no entanto, é recomendável beber com moderação devido à quantidade de sódio na bebida
· Para que os adoçantes não tragam risco à saúde é preciso conhecer os limites recomendados de consumo diário e não os ultrapassar. Para ajudar nas suas escolhas, clique aqui e veja a tabela para evitar excessos.

Por Larissa Vidal – Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo 

 

Novo adoçante une stévia e sucralose

Zero-Cal lançou uma nova versão para ampliar a família de adoçantes da marca. Zero-Cal Stévia é a combinação ideal entre stévia e sucralose, que une em um único produto as duas substâncias de origem natural que mais crescem no mercado de adoçantes. O blend entre as duas substâncias, exclusivo no mercado de adoçantes, garante à nova versão de Zero-Cal um sabor muito mais gostoso e adocicado, graças à presença da Sucralose na composição.

A Stévia é derivada de uma planta nativa da América do Sul com o benefício de ter poucas calorias e seu consumo tem sido muito incentivado por pessoas que buscam um estilo de vida saudável e mais natural. A união com Sucralose se deve a semelhança de sabor com o açúcar. O brasileiro vem se conscientizando que pode realizar substituições saudáveis e saborosas em seu dia a dia para alcançar um maior equilíbrio na alimentação e, nesta tendência de buscar mais bem-estar para a rotina, procuram cada vez mais produtos e substâncias de origem natural.

Zero-Cal Stévia pode ser utilizado para adoçar todos os tipos de alimentos e bebidas, preservando o sabor suavemente doce. Cada cinco gotas do adoçante equivale a uma colher de açúcar. O produto já chega ao mercado apresentando a nova identidade visual da marca. Desenvolvidas pela FutureBrand São Paulo, os novos rótulos de Zero-Cal trazem elementos mais atuais, que facilitam a identificação de cada sabor ao evidenciar as cores de cada substância da linha.

zerocal

Além do lançamento, disponível nas versões líquida e pó (50 envelopes), Zero-Cal também possui as consagradas versões líquida 100 ml e pó de Sucralose, 100ml e 200ml a base de Sacarina e as versões em Pó Sachê 800mg e Líquida 100ml, a base de Aspartame. O novo Zero-Cal Stevia estará disponível nos principais supermercados e farmácia a partir de julho.

Informações: Zero Cal