Arquivo da tag: APAE

Instituto Jô Clemente promove Bazar Especial de Natal

O evento beneficente vai de hoje, 30 de novembro a 2 de dezembro

De hoje a 2 de dezembro, o Instituto Jô Clemente (IJC), antiga Apae de São Paulo, realizará o seu tradicional Bazar Especial de Natal. O evento beneficente contará com peças de artesanato e itens para o lar produzidos por um grupo de voluntários do próprio IJC, além de produtos de decoração, bijuterias, cama, mesa, banho e lembrancinhas de Natal. Os recursos arrecadados serão revertidos para o atendimento, apoio e inclusão das pessoas com deficiência intelectual.

Ao longo dos três dias, o bazar irá funcionar das 9 às 17 horas, na sede do Instituto Jô Clemente e todos os protocolos sanitários contra a Covid-19 serão seguidos.

Bazar Especial de Natal com artigos produzidos por voluntários do Instituto Jô Clemente
Data: de 30 de novembro a 2 de dezembro de 2021.
Horário: 9h às 17h
Local: Instituto Jô Clemente
Endereço: Rua Loefgren, 2.109 – Vila Clementino – São Paulo/SP
Informações: Telefone (11) 99913-3856

Tinto Português e Espumante Francês são rótulos de degustação virtual beneficente

Com a experiência “Como Degustar Vinhos – Edição Vinhos do Bem”, Talk Wine vai destinar parte do valor das vendas a uma instituição de caridade

“Fazer o bem sem olhar a quem”. A máxima é o ponto de partida para a temporada de degustações virtuais de 2021 da Talk Wine, a primeira startup brasileira 100% dedicada ao tema. A experiência “Como Degustar Vinhos – Edição Vinhos do Bem” aliará bons vinhos e solidariedade, pois será um evento beneficente, em que parte da receita será destinada à APAE de Maringá/PR.

Além de ajudar ao próximo, quem adquirir o kit de vinhos poderá provar dois clássicos antagônicos: o robusto tinto português Marques de Borba e o delicado espumante francês Veuve du Vernay Brut Rosé, edição limitada. Os rótulos serão recebidos em casa e degustados ao vivo, na companhia do especialista, Marcelo Copello, no dia 27 de fevereiro.

“Decidimos por um evento beneficente pois entendemos nossa responsabilidade social. Em um ano que se inicia com grandes desafios para todos, nada melhor do que começar com um ato de amor ao próximo”, destaca André Barros, um dos sócios-fundadores da Talk Wine, que ressalta a importância de reverter algo também para a cidade. “Escolhemos uma entidade de Maringá, pois é onde está nossa sede e é o município em que vivemos. Por esta razão, temos laços fortíssimos com este lugar”.

Além dos dois vinhos, o kit conta com um completo material de apoio, contendo informações sobre a experiência e dicas para a degustação. Contém ainda uma receita de chef para preparar em casa e harmonizar com as bebidas. A experiência já está à venda no site a R$ 299,00.

Degustação Virtual – Para participar de uma degustação virtual não precisa ser nenhum expert em tecnologia, nem tampouco em vinhos. A experiência é completa e segura. Após a compra online do kit, os rótulos são recebidos em casa.

No dia e hora marcados, o entusiasta do vinho tem o link de acesso à live. Durante a transmissão, conta com orientações e aprende como analisar e apreciar as bebidas. Tudo é conduzido de forma didática e divertida pelo curador da Talk Wine, Marcelo Copello, um dos mais renomados degustadores do país, jurado em diversos concursos ao redor do mundo e presidente do júri da Grande Prova Vinhos do Brasil.

“O evento é completo. Há entretenimento e conhecimento, incluindo dicas de harmonização”, comenta mais um dos sócios-fundadores da Talk Wine, José Roberto Mattos. “A vantagem da degustação virtual é promover a companhia online de especialistas que podem estar em qualquer lugar do mundo. E isso, com certeza, torna a vivência muito mais interessante do que a simples compra em um e-commerce de bebidas”.

Não somente online, mas também offline, é possível ter a companhia de amigos ou familiares durante o evento. A dica é compartilhar o kit adquirido e aproveitar a experiência ao máximo, pois o box enviado serve até quatro pessoas. “Uma pequena reunião em casa, cozinhando a receita sugerida, é a harmonização perfeita para a degustação virtual”, indica Mattos.

Vale lembrar que a live tem data e horário predeterminados, mas, depois de realizada, pode ser vista quando quiser, pois fica gravada e o acesso à quem comprou o kit é liberado a qualquer momento.

Informações: Talk Wine

Padaria Brasileira realiza 8ª edição da campanha Alimente esse Sonho

Durante todo o mês de outubro, a Padaria Brasileira, tradicional rede de padarias da região do ABC Paulista, realiza a oitava edição da campanha Alimente esse Sonho, em parceria com a Apae Santo André, instituição sem fins lucrativos, localizada na Vila Guiomar. Nesta ação, a padaria destina parte da receita obtida com a venda de sonhos para obras da entidade.

Até o dia 28 de outubro, todos os clientes da Brasileira poderão participar e colaborar com a campanha. Ao comprar um pacote com 10 unidades de sonhos da padaria, no sabor de creme ou doce de leite no valor de R$ 14,00, doará automaticamente o valor de R$ 4,00 para a instituição.

Aqueles que comprarem o pacote de sonhos durante o período da campanha ainda ganharão uma fitinha colorida para amarrarem em árvores localizadas nas unidades da padaria.

Sonho.png

Outra forma de ajudar é por meio do crowdfunding, a famosa “vaquinha online”, criada exclusivamente para a campanha. Pelo site – clicando aqui – , o apoiador pode escolher o valor da doação.

A escolha de colocar o sonho na campanha surgiu logo na primeira edição por ser um produto tradicional da Padaria Brasileira e um dos itens mais comercializados por toda a rede. Na campanha de 2018, a padaria vendeu 200 mil unidades de sonhos e arrecadou, entre vendas dos pacotes com sonhos, vouchers e doações diretas pelo site, pouco mais de 47 mil reais, superando valores dos anos anteriores.

“A filantropia faz parte de nossa história e a campanha Alimente esse Sonho já é tradição por toda a região no mês no outubro. Assim, nossa expectativa para esta edição é crescermos cerca de 10% as vendas de sonhos e consequentemente a arrecadação para a entidade”, afirma Antonio Henrique Afonso Junior, diretor da Padaria Brasileira e da Brasileira Express.

A Apae Santo André, é uma instituição sem fins lucrativo, não governamental, que presta serviços nas áreas de educação, saúde e assistência social para pessoas com deficiência intelectual, desde recém-nascidos até a terceira idade, por meio de profissionais das áreas de Psicologia, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, professores com especialização em educação especial e diversos outros profissionais altamente capacitados. Tem no momento 410 alunos matriculados e alguns deles marcam presença e desempenham algumas atividades na unidade Matriz da Padaria Brasileira durante a campanha.

Campanha Alimente esse Sonho – Mês de outubro

apae.png

Todas as unidades da Padaria Brasileira
· Loja Matriz – R. Santo André, 232, Vila Assunção, Santo André, SP.
· Loja Jardim – R. das Figueiras, 664, B. Jardim, Santo André, SP.
· Loja Paço Municipal – Av. José Caballero, 189, Vila Bastos, Santo André, SP.
· Loja São Bernardo – R. Dr. Flaquer, 639, centro, São Bernardo, SP.
· Loja Shopping ABC – Av. Pereira Barreto, 42, Loja F15, Vila Santo André, SP.
· Loja Super Banca – Av. Lino Jardim, 1168, Jardim Bela Vista, Santo André, SP.
· Loja Senador Flaquer – Av. Senador Flaquer, 115, Centro, Santo André, SP.
· Loja Hospital Brasil – Rua Votuporanga, 75, Vila Dora, Santo André, SP.

Informações: Padaria Brasileira

 

Dez sinais de alerta para se detectar o autismo*

É provável que a maioria das pessoas nunca tenha ouvido falar tanto no Transtorno do Espectro Autista (TEA) quanto atualmente, mas ainda há dúvidas sobre o que realmente é, seus sintomas e as implicações para o indivíduo. O TEA é conhecido também de diferentes maneiras, como Transtorno Autístico (Autismo), Transtorno/Síndrome de Asperger, Transtorno Desintegrativo da Infância, Transtorno Global ou Invasivo do Desenvolvimento sem outra especificação e é considerado um dos transtornos do neurodesenvolvimento.

Entre as organizações que oferecem avaliação diagnóstica para identificar casos de TEA está a Apae de São Paulo, referência no tratamento de deficiência intelectual. Por meio do Ambulatório de Diagnóstico, profissionais investigam sinais característicos desta condição em crianças, jovens e adultos. Os atendimentos podem ser realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou por planos de saúde e consultas particulares.

No diagnóstico é detectado se o paciente possui características que envolvam prejuízos na interação social, na linguagem/comunicação, e se há padrões repetitivos de comportamento. A orientação é para que os pais, professores e/ou responsáveis procurem auxílio médico quando há os seguintes sinais:

criança menino loja pixabay

1. Pouco contato visual: a criança não olha quando é chamada pelo nome ou não sustenta o olhar.

2. Não interagir com outras pessoas: não interage com outras pessoas por meio de sorrisos, por exemplo.

criança comida alimento

3. Bebês que não fazem jogo de imitação: os bebês começam a imitar atitudes e comportamentos por volta dos seis a oito meses de vida, portanto, deve-se ficar atento quanto à ausência desse comportamento.

4. Não atender quando chamado pelo nome: a criança pode parecer desatenta, pois não atende quando é chamada pelo nome.

criança tablet pixavay
Pixabay

5. Dificuldade em atenção compartilhada: não demonstra interesse em brincadeiras coletivas e parece não entender a brincadeira.

6. Atraso na fala: criança acima de dois anos que não fala palavras ou frases.

menina criança praia boné píxabay
Pixabay

7. Não usar a comunicação não-verbal: não usa as mãos para indicar algo que quer.

8. Comportamentos sensoriais incomuns: se incomoda com barulhos altos, por vezes colocando as mãos nos ouvidos diante de tais estímulos; não gosta do toque de outras pessoas, irritando-se com abraços e carinho.

menino brincando com carrinho criança autismo
Pexels

9. Não brinca de faz de conta: não cria suas próprias histórias e não participa das brincadeiras dos colegas. Também não utiliza brinquedos para simbolizar personagens. Suas brincadeiras costumam ser solitárias e com partes de brinquedos, como a roda de um carrinho ou algum botão.

10. Movimentos estereotipados: apresenta movimentos incomuns, como chacoalhar as mãos, balançar-se para frente e para trás, correr de um lado para outro, pular ou girar sem motivos aparentes. Os movimentos podem se intensificar em momentos de felicidade, tristeza ou ansiedade.

Não há medicação para o TEA, mas há casos em que são necessárias medicações para controlar quadros associados ao autismo, como insônia, hiperatividade, impulsividade, irritabilidade, atitudes agressivas, falta de atenção, ansiedade, depressão, sintomas obsessivos, raiva e comportamentos repetitivos. Em alguns casos, o indivíduo desenvolve problemas psiquiátricos.

O tratamento do autismo baseia-se em estratégias como:

familia pixabay lumpi
Lumpi/Pixabay

=Treinamento dos pais: é a família que mais interage e estimula o comportamento das crianças, portanto, um tratamento eficaz depende do auxílio dos familiares e amigos.

=Análise Aplicada do Comportamento (ABA): a Metodologia de Análise Aplicada do Comportamento (ABA – Applied Behavior Analysis) é um conjunto de procedimentos aplicados com o intuito de melhorar o comportamento socialmente adaptável e a aquisição de novas habilidades por meio de práticas intensas.

musica criança autismo shutterstock
Foto: Shutterstock

=Tratamento e Educação para Crianças Autistas e Crianças com Déficits relacionados com a Comunicação (Teacch): é um programa desenvolvido para educadores. Desenvolvido na Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, e iniciado em 1972 por Eric Schopler, tem sido amplamente incorporado nos contextos educativos e contribuído para uma base concreta de intervenções do autismo. É também chamado de estrutura de ensino, pois de baseia na evidência e observação de que indivíduos com autismo compartilham um padrão de comportamento semelhante na maioria dos casos.

=Psicoterapia em abordagem cognitivo-comportamental (TCC): a abordagem psicológica demonstra ter eficácia nos quadros de ansiedade, autoajuda e habilidades de vida diária.

Para a Apae de São Paulo, o diagnóstico precoce é fundamental para que o indivíduo possa receber o tratamento adequado e desenvolver uma vida produtiva e inclusiva, com chances de estudar e trabalhar. A Organização atua há 57 anos para promover assistência e desenvolver o potencial de seus pacientes, a fim de capacitá-los e incluí-los na sociedade.

*Por André Luiz de Sousa, Cindy Mourão, Regina Viana Nojoza e Luciana Mello Di Benedetto, psicólogos/neuropsicólogos do Ambulatório de Diagnóstico da Apae de São Paulo

Bibliografia: Gadia, Carlos A.; Tuchman, Roberto; Rotta, Newra T. Autismo e doenças invasivas de desenvolvimento. Jornal de pediatria, v. 80, n. 2, p. 83-94, 2004.

 

 

Divina Dieta oferece produtos de Páscoa para pessoas com restrições alimentares

Ovos e coelhos de chocolate são indicados para vegetarianos, veganos, celíacos, pessoas com intolerância à lactose, alergia à proteína do leite e doenças metabólicas

A Divina Dieta, linha de produtos desenvolvida pela Apae de São Paulo, oferece itens para deixar mais gostosa a Páscoa de crianças e adultos com restrições alimentares. Os produtos possuem baixo teor de fenilalanina e outros aminoácidos; são isentos de glúten, leite, ovos e produtos de origem animal; e indicados para crianças e adultos com intolerância à lactose, alergia à proteína do leite de vaca, doença celíaca, vegetarianos, veganos, além de pessoas com doenças metabólicas, como a fenilcetonúria.

ovo embalagem diferenciada.png

Este ano, os ovos estão com nova receita e muito mais saborosos. Além da linha de produtos convencional, a Divina Dieta está lançando também um ovo de Páscoa vegano com embalagem de algodão cru, que reduz a quantidade de plástico utilizada, prezando pelo cuidado com o meio ambiente. A receita atende ao público que não ingere ingredientes de origem animal. O lançamento está sendo disponibilizado apenas por encomenda, em lojas parceiras da Organização, que podem ser conferidas clicando aqui.

Entre as deliciosas opções, há ovos pretos, brancos, mistos, kits com miniovinhos e coelhos sabor chocolate preto ou branco. A Divina Dieta ajuda a promover a alimentação inclusiva e seus produtos podem ser adquiridos por pessoas de todo o Brasil pela loja virtual da Apae de São Paulo.

Apae – Rua Loefgren, 2109 – Vila Clementino, São Paulo – SP. Encomendas: pelos telefones (11) 5080-7070, (11) 99948-7094 (WhatsApp) e também pelo e-mail emporio@apaesp.org.br

Apae São Paulo lança campanha “Síndrome de Down: eu escolho incluir”

Ensaio fotográfico e post do Instituto Mauricio de Sousa com a personagem Tati nas redes sociais marcam o Dia Internacional da Síndrome de Down

Com o objetivo de conscientizar pessoas de todo o Brasil sobre a importância da inclusão social de pessoas com deficiência intelectual, a APAE DE SÃO PAULO está lançando a campanha “Síndrome de Down: eu escolho incluir”, para celebrar o Dia Internacional da Síndrome de Down, comemorado hoje, 21 de março.

Composta por anúncio impresso e peças para mídias sociais, a ideia central da campanha é mostrar crianças e jovens com síndrome de down que conquistaram espaço no mundo através de atividades sociais, como dança, música e fotografia. As fotos foram produzidas em parceria com o fotógrafo Mário Castello, que cedeu voluntariamente seu trabalho para a organização.

O Instituto Mauricio de Sousa também está participando da ação. Foi publicado em sua página oficial no Facebook um post retratando a personagem Tati, que tem síndrome de down e suas principais características são o amor aos amigos, a criatividade e o alto-astral.

A Apae de São Paulo defende que essas pessoas devam ser inseridas em todas as esferas sociais e tenham seus direitos civis garantidos, sem qualquer restrição. A Organização, ao longo da sua trajetória, vem apoiando pessoas com deficiência intelectual desde o seu nascimento até o envelhecimento, por meio de serviços de reabilitação, educação inclusiva, inclusão no mercado de trabalho, defesa e garantia dos seus direitos, geração e disseminação de conhecimento, entre outros.

Para Aracélia Costa, superintendente-geral da Apae de São Paulo, a campanha reforça o trabalho que a Organização realiza cotidianamente no apoio às pessoas com deficiência intelectual para que elas façam as suas escolhas e se desenvolvam plenamente como indivíduos. “Nossa missão institucional é trabalhar para um mundo com mais equidade e que seja, de fato, inclusivo”.

down.jpg

As peças podem ser vistas na página da Apae de São Paulo no Facebook e em diversos sites, jornais e revistas que cederam espaços gratuitamente. Entre os veículos estão o portal da Revista Pais & Filhos, Revista Carta Capital, Revista Ana Maria, Portal UOL, Revista Caras e Revista Aventura.

Fonte: Apae de São Paulo

Any Any promove bazar com verba revertida para Apae de São Paulo

Any Any, marca de homewear conhecida por suas peças confortáveis e estilosas, realiza, nos próximos dias 25, 26 e 27 de outubro, a 7ª edição do Bazar Solidário, cuja parte da verba arrecada com a venda dos produtos será revertida para a Apae de São Paulo.

São opções de pijamas, camisolas, short dolls, hobbies entre outras peças com até 50% de desconto. O pijama manga longa Cocada sai de R$ 229,00 por R$ 99,00 e o short doll Cat IceCream de R$ 159,00 por R$ 109,00. O modelo masculino Félix que custava R$ 249,00 pode ser encontrado por R$ 129,00. Os itens em promoção são perfeitos para aqueles que querem renovar o guarda-roupas ou ainda adiantar os presentes das festas de fim de ano, como amigo secreto e Natal.

Confira abaixo outras peças em oferta:

anyany1

Pijama Any Any – de R$ 159,00 por R$ 109,00

anyany3

Camisola Meghan de R$ 169 por R$ 129

anyany4

Shortdoll Cat IceCream de R$ 159,00 por R$ 109,00

anyany2

Pijama Félix de R$ 249,00 pode ser encontrado por R$ 129,00

Bazar Any Any
Data: 25 a 27 de outubro
Horário: das 9h às 19h
Endereço: Rua da Paz, 1855 – Chácara Santo Antônio
Informações: Any AnyAny Any – Tel: 0800 770 3288