Arquivo da tag: bacalhau

Aprenda a preparar bolinho de bacalhau com requeijão

A rede Divino Fogão ensina, passo a passo, como preparar bolinho de bacalhau com requeijão. Confira

Bolinho de Bacalhau com Requeijão

Ingredientes:

500g de bacalhau dessalgado
500g de batata asterix
1 cebola grande
3 dentes de alho grandes
1/2 xícara de chá de azeite
4 gemas
2 xícaras de chá de farinha de rosca
1 maço grande de salsinha
2 colheres de sobremesa de molho de pimenta vermelha
Sal a gosto
1 copo de 250g de requeijão

Modo de preparo:

Dessalgue, cozinhe, desfie o bacalhau e reserve. Na mesma água do cozimento do bacalhau, cozinhe as batatas descascadas. Se precisar, acrescente mais água para o cozimento. Amasse as batatas e junte com o bacalhau desfiado. Refogue a cebola e o alho triturados no azeite e adicione as batatas e o bacalhau. Coloque as gemas nessa massa e misture bem até ficar homogênea. Acrescente o molho de pimenta, a farinha de rosca, a salsinha picadinha e sal a gosto. Para moldar os bolinhos utilize uma colher bem cheia da massa, molde com as mãos e recheie com uma colher de sobremesa de requeijão. Feche com cuidado e molde o bolinho no formato de um croquete grande. Depois de recheados e modelados, fritar com óleo bem quente até chegarem a uma cor dourada. Sirva com molho de pimenta.

divino_fogaobolinho bacalhau

Fonte: Divino Fogão

Dia das Mães: restaurantes prepararam mimos e pratos especiais para a ocasião

Um dos dias mais celebrados do ano merece uma comemoração com quem raramente se coloca em primeiro lugar e dedica boa parte da vida aos filhos.

Levá-las para conhecer um restaurante bacana e poupá-las do trabalho e preparativos em casa para receber a família no Dia das Mães é uma boa opção para homenagear e celebrar a data.

Abaixo, dois restaurantes com prato especial ou mimos para as mães neste domingo:

arroz de pato 2

O chef Carlos Henrique Pallas do tradicional restaurante Bacalhau, Vinho & Cia, preparou para o domingo um prato especial para o almoço, – Camarão às Natas – camarões descascados e batatas em cubos, cozidos em molho à base de natas e catupiry, gratinados no forno. Acompanha arroz abacaxi, R$ 120,00 o prato para duas pessoas, e R$ 180,00 para até três pessoas. As mães também ganharão uma caixinha com um Pastel de Santa Clara e um Pastel de Belém.

tiradito 3ramo a mi flor

Já o Suri Ceviche Bar, oferecerá para todas as mamães a entrada, Poisson Cru – tiradito de corvina marinada em suco de limão com leite de coco, cebola, pepino, cenoura, alho e cebolinha e o drinque Ramo a mi flor – mel de flor de laranjeira, flor de sabugueiro e limoeiro, flor de hibiscos e camomila em pó -, para finalizar o dia.

Bacalhau, Vinho & Cia: Rua Barra Funda, 1067 Barra Funda, São Paulo – SP

Suri Ceviche Bar: Rua Mateus Grou, 488 – Pinheiros – São Paulo – SP

Dicas para harmonizar vinhos no almoço de Páscoa

Já é tradição as famílias brasileiras se reunirem em volta da mesa para celebrar o domingo de Páscoa e o vinho é a bebida que marca esta ocasião, pois realça os sabores dos pratos elaborados com bacalhau, peixes, carnes vermelhas, carnes suínas e massas. Incentivos não faltam para ter à mesa esta saborosa bebida, então que tal descobrir como harmonizar o vinho com os pratos prediletos que costumam ser servidos no almoço de Páscoa? A Importadora Costazzurra traz algumas dicas, confira.

O momento de confraternização entre familiares e amigos começa antes do almoço, portanto, enquanto o prato principal não fica pronto degustar alguns petiscos regados a um bom bate-papo faz parte do ritual. Se a escolha para recepcionar os convidados for pela tábua de frios recheada de queijos, a melhor opção são os vinhos tintos. E o vinho tinto português Fortíssimo, da Casa Santos Lima, atende as expectativas, pois é encorpado, de cor rubi, tradicional da região do Alentejo produzido com as uvas Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Syrah e Petit Verdot que apresentam notas de especiarias e sabores de frutas vermelhas maduras. Rico e encorpado este é um vinho envolvente que oferece um longo e agradável final de boca.

original_Fortissimo

O Fortíssimo é também indicado para acompanhar a famosa bacalhoada, um prato clássico da culinária portuguesa, porém muito comum e apreciado pelos brasileiros, elaborado com batatas, pimentões coloridos, azeitonas pretas, ovos, tomates e muitos outros ingredientes ao gosto de quem está cuidando do seu preparo. Este vinho vai muito bem ainda com picanha suína assada ao molho de vinho, rabada com polenta e galinha a cabidela.

Outra sugestão para quem vai servir peixe como prato principal é o vinho Confidencial Branco, da Casa Santos Lima. Produzido em Lisboa com mais de 10 variedades de uvas confidenciais (por isso este nome: Confidencial), é um vinho leve cheio de aromas vivacidade e frescor. Apresenta notas de frutas tropicais e florais muito refrescantes no paladar. Além do peixe, que pode ser um salmão grelhado ou ao forno por exemplo, este vinho vai muito bem para acompanhar uma receita a base de mariscos ou uma saborosa salada.

original_Confidencial_branco_2012

As massas são uma opção valiosa para agradar tantos os vegetarianos quantos aqueles que apreciam peixes ou carnes e neste caso a Costazzurra sugere o Macarrão Italiano Riscossa produzido artesanalmente na Itália e apontado como uma das melhores massas do país. Com cortes versáteis e variados, as massas podem ser utilizadas no preparo de pratos quentes ou frios, como saladas.

massas

Ideais para acompanhar molhos mais densos com legumes, vegetais ou carnes, as massas Riscossa estão presentes no Brasil em 16 opções, inclusive massa para lasanha e mais duas versões de massas Integrais Bio Orgânicas feitas com grano duro 100% integral, rico em fibras, proteínas e baixo índice glicêmico.

original_Confidencial_Tindo_Reserva

Para acompanhar essas deliciosas massas em diferentes receitas, a dica da Costazzurra é o vinho Confidencial Tinto Reserva, da Casa Santos Lima, elaborado com mais de 10 variedades de uvas. Este vinho demonstra grande diversidade e complexidade de aromas como frutos vermelhos e baunilha. Na boca, revela novamente sensações de fruta vermelha, com notas de madeira e taninos elegantes. Seu final é suave, com boa acidez e complexidade que se juntam a agradáveis notas de fruta madura, chocolate e madeira.

Onde encontrar: delicatessen, empórios e lojas especializadas em vinho do Brasil.

Informações: Costazzurra – SAC (11) 3018-2300

 

Celebre a Páscoa com um cardápio completo

Páscoa é sinônimo de amor e união. Encher a casa de pessoas especiais e preparar um incrível cardápio já é mais que uma tradição. Para te dar uma mãozinha e deixar esse dia ainda mais gostoso, a Adria, uma das marcas mais importantes de massas, biscoitos, torradas do país, ensina a preparar um cardápio completo para deixar todo mundo feliz.

Vale a pena caprichar e iniciar a confraternização com uma entrada especial, Tapas de Brie e Uvas. A sugestão é ótima para segurar a fome de todos até o horário do almoço, ainda traz uma sofisticação ao momento. Acompanhado de um vinho branco fica ainda melhor!

Já para o prato principal o peixe é o ator principal da mesa, que tal servir uma massa com bacalhau? A Gravata ao Molho Cremoso de Bacalhau promete fazer sucesso com a vovó, a titia e até com a criançada. Afinal, massa combinada com um molho especial fica incrível.

Para fechar o dia de uma forma única e especial, não pode faltar um docinho. A marca sugere a Sobremesa dos Deuses, que traz a cremosidade do pudim com a crocância dos biscoitos Tortinhas.

Gostou do nosso cardápio? Então, agora é só anotar o passo a passo no caderninho de receitas e convidar a família toda para celebrar esse momento juntos!

Tapas de Brie e Uvas

tapa de brie e uvas

Ingredientes:
¼ xícara (chá) de mel
300 g de uvas verdes sem sementes cortadas ao meio
1 embalagem de Torrada Multigrãos Adria
150 g de brie, em fatias

Modo de preparo:
Em uma panela coloque o mel e leve ao fogo baixo. Quando abrir fervura, acrescente as uvas e deixe aquecer por 1 minuto. Desligue o fogo e reserve. Sobre cada torrada coloque a fatia de brie e acomode um pouco das uvas junto com a calda de mel. Sirva em seguida.

Rendimento: 16 tapas
Tempo de Preparo: 15 minutos

Gravata ao Molho Cremoso de Bacalhau

gravata de bacalhau.jpg

Ingredientes
Molho
700 ml de leite
700 g de bacalhau dessalgado
4 colheres (sopa) de azeite
2 dentes de alho picados
1 cebola grande picadinha
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
Sal a gosto

Massa
1 embalagem de Gravatinha Adria (500 g)
1 colher (sopa) de sal

Montagem
250 ml de creme de leite fresco
1 pitada de sal
½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado

Modo de Preparo

Molho
Em uma panela coloque o leite e cozinhe o bacalhau. Coe, reserve o leite e faça lascas do bacalhau. Em uma frigideira grande aqueça o azeite, doure o alho e refogue a cebola. Junte a farinha de trigo, mexa rapidamente e, aos poucos, acrescente o leite reservado. Tempere com o sal e, continue mexendo, por 1 minuto. Junte o bacalhau, misture bem, desligue o fogo e reserve.

Massa
– Em uma panela grande, ferva 5 litros de água com o sal. Cozinhe a massa durante o tempo indicado na embalagem ou até que esteja “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra imediatamente e misture ao molho. Despeje em um refratário e reserve.

Montagem
Bata o creme de leite junto com o sal na batedeira até atingir o ponto de chantilly mole. Espalhe sobre a superfície do refratário, polvilhe o parmesão e leve ao forno médio (200º C), preaquecido, por cerca de 10 minutos ou até que esteja levemente dourado.

Dica do Chef: Acrescente temperos aromáticos ao leite, ao cozinhar o bacalhau. Use folhas de louro e grãos de pimenta-do-reino.
Rendimento: 8 porções
Tempo de Preparo: 50 minutos

Sobremesa dos Deuses

sobremesa dos deuses

Ingredientes
1 pacote de mistura em pó para pudim sabor baunilha
600ml de leite
1 pote de cream cheese (150g)
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (sopa) de manteiga sem sal em temperatura ambiente
2 xícaras (chá) de chantilly pronto
2/3 de pacote de biscoito Tortinhas Adria Chocolate Suíço inteiros
1 pacote de biscoito Tortinhas Adria Chocolate Suíço triturado

Modo de Preparo
Em uma panela, misture o pó para pudim e o leite. Leve ao fogo, mexendo sempre até engrossar. Deixe esfriar e bata com um batedor de arame para ficar homogêneo. Reserve. Na batedeira, bata o cream cheese, o açúcar e a manteiga. Pare de bater e misture o chantilly. Coloque metade do pudim em um refratário pequeno e arrume os biscoitos Tortinhas inteiros ao redor do refratário, com o lado do recheio virado para fora. Por cima do pudim, espalhe metade do creme de cream cheese e metade dos biscoitos Tortinhas triturados. Coloque o pudim e o creme de cream cheese restantes e finalize com a outra metade dos biscoitos triturados. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por 1 hora. Sirva gelado.

Rendimento: 8 porções
Tempo de Preparo: 1 hora e 50 minutos

Fonte: Adria

Receitas fáceis e surpreendentes para aproveitar a Páscoa

Chegou uma das épocas mais gostosas do ano, a Páscoa, quando não podem faltar comidas deliciosas e família reunida. Pensando em tornar o almoço deste domingo especial ainda mais gostoso, o Azeite Cardeal preparou um cardápio exclusivo: uma entrada leve e refrescante com Salada Grega; o prato principal com a grande estrela do dia, o Bacalhau ao forno com migas; e uma sobremesa que promete surpreender, a Trufa de Chocolate com Azeite. Confira abaixo:

Salada grega

Salada grega.jpg

Ingredientes
2 pés de alface romana
100 gramas de tomate cereja cortado ao meio
60 gramas de cebola roxa fatiada
110 gramas de azeitonas fatiadas
170 gramas de queijo de cabra (feta)
Sal a gosto
Azeite Cardeal Extra Virgem a gosto

Modo de preparo
Coloque em uma travessa as folhas de alface. Junte os tomates e a cebola roxa. Desmanche grosseiramente o queijo feta com o auxílio de garfo e o acrescente sobre os tomates com a cebola. Adicione as azeitonas e o sal. Acrescente um fio de Azeite Cardeal Extra Virgem.

Rendimento: 6 porções
Grau de dificuldade: baixo

Bacalhau ao forno com migas

bacalhau ao forno com migas.jpg

Ingredientes
1 litro de água
500 ml de leite
1 folha de louro
6 dentes de alho descascado
500 gramas de bacalhau em lascas dessalgado
300 gramas de cebola fatiada fino
200 gramas de cenoura cortada em tiras finas (julienne)
500 gramas de batata cortada em rodelas
4 colheres de Azeite Cardeal Extra Virgem
100 gramas de pimentão vermelho em cubos pequenos
100 gramas de farinha de rosca grossa
Salsinha picada a gosto

Modo de preparo
Em uma panela funda, junte a água, o leite, a folha de louro e o dente de alho. Ferva.
Junte as lascas de bacalhau, a cebola fatiada e a cenoura ao líquido fervente, abaixe o fogo e cozinhe por 5 minutos. Escorra e reserve o líquido e o bacalhau separados.
Volte o líquido à panela e cozinhe as rodelas de batata. Escorra e reserve. Acerte o sal do bacalhau pré-cozido e junte metade do Azeite Cardeal Extra Virgem. Unte um refratário com o Azeite Cardeal Extra Virgem e cubra o fundo com as rodelas de batata. Disponha o bacalhau temperado sobre a batata. Misture a farinha de rosca com a salsinha e salpique sobre o bacalhau. Regue com o Azeite Cardeal Extra Virgem restante e leve ao forno para dourar.

Dica do chef: faça esta mesma receita sem as batatas e sirva como antepasto acompanhado de torradas.
Rendimento: 6 porções
Grau de dificuldade: baixo

Trufa de chocolate com azeite

trufa de chocolate com azeite.jpg

Ingredientes
300 gramas de creme de leite
500 gramas de chocolate 1/2
60 gramas de Azeite Cardeal Extra Virgem
1 pitada de sal
Cacau em pó a gosto

Modo de preparo
Ferva o creme de leite com uma pitada de sal. Adicione o chocolate e dissolva.
Acrescente o Azeite Cardeal Extra Virgem e misture bem. Retire do fogo e transfira para uma travessa e leve para gelar por 24 horas. Faça pequenas bolas irregulares com o chocolate ainda gelado. Não deixe esquentar. Passe as trufas no cacau em pó e sirva.

Fonte: Bunge South America

Receita de Páscoa: Wickbold apresenta gratinado de bacalhau com crisps de pão

Feito com o pão Grão Sabor Castanha-do-Pará & Quinoa, sucesso do portfólio da marca, esse preparo clássico é ideal para celebrar data comemorativa e agradar todos os paladares

Sempre presente nos almoços mais clássicos para comemorar a Páscoa, o bacalhau combina com diversas receitas. Mas, que tal escolher um preparo único e diferenciado? Para ajudar os consumidores a surpreender seus convidados, a Wickbold, empresa líder brasileira no segmento de pães especiais e saudáveis, apresenta o passo a passo do Gratinado de bacalhau com crisps de pão.

Para a receita, sugere-se a utilização do pão Castanha-do-Pará & Quinoa, em formato arredondado, que conta com ingredientes nobres para ajudar no bom funcionamento do organismo. Feito à base de farinha de trigo integral, o produto da linha Grão Sabor é rico em fibras, além de oferecer ao consumidor sabor e textura diferenciada.

Com rendimento de quatro porções, o passo a passo leva 50 minutos para ficar pronto.

Gratinado de bacalhau com crisps de pão

Ingredientes:
· 1 colher (sopa) de azeite
· 1 cebola descascada e cortada em pétalas
· 1 pimentão vermelho sem sementes cortado em tiras
· 2 tomates cortados em pétalas
· 2 postas (400g) de bacalhau dessalgadas, cozidas e desfiadas
· 1 colher (café) de sal
· 1 pimenta dedo-de-moça sem sementes finamente picada
· 1 garrafa de leite de coco
· 3 fatias de pão Grão Sabor Castanha & Quinoa Wickbold (versão redonda)
· 1/2 xícara (chá) de ervas frescas picadas finamente (salsinha, coentro e tomilho)
· 1/4 de xícara (chá) de parmesão ralado

Modo de preparo:
1. Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola. Junte as tiras de pimentão e os tomates. Cozinhe um pouco mais;
2. Junte o bacalhau desfiado. Tempere com sal e pimenta;
3. Em um refratário, que possa ir ao forno, coloque o refogado de bacalhau e, por cima, distribua o leite de coco;
4. Rasgue as fatias de pão. Depois, junte às ervas picas e queijo ralado;
5. Distribua o pão temperado cobrindo a camada de leite de coco;
6. Leve ao forno alto por, aproximadamente, 25 minutos até que os pães fiquem torrados e crocantes. Sirva.

bacalhau crisps wickbold.png

Fonte: Wickbold

Bacalhau: delícia de sabor marcante para todas as ocasiões

Embora seu consumo esteja associado a datas como Páscoa e Natal, o saudável peixe é opção versátil para incrementar o cardápio a qualquer tempo

Já é tradição entre os brasileiros preparar uma boa bacalhoada para celebrar a Páscoa e, cada vez mais, também o Natal. Mas não é preciso esperar ansiosamente a chegada das datas comemorativas para apreciar o delicioso peixe de sabor marcante e característico. Disponível o ano todo, em variados cortes e tipos, o bacalhau é perfeito também como ingrediente de receitas práticas para uma refeição gostosa em todas as ocasiões. E o que é melhor, com inúmeros benefícios à saúde!

“Por ser um peixe de água salgada, o bacalhau é rico em ômega-3, que previne doenças do coração, e é ótima fonte de proteínas, além de conter cálcio, ferro e vitaminas do complexo B, importantes para os ossos, dentes e músculos”, destaca a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau. “Também é indicado para quem quer manter a boa forma, pois é um alimento com baixo teor de gordura e que combina com diversas formas de preparo, especialmente assado ou cozido e desfiado para enriquecer uma salada, por exemplo”, diz.

Qualidade e procedência determinam escolha

Bacalhau exposto em uma típica mercearia portuguesa Créditos_ Divulgação

Como recomendado para todos os tipos de peixes, é importante adquirir o bacalhau com garantia de procedência e em locais de reconhecida qualidade. A variedade do produto e o corte selecionado influenciam no resultado das receitas. Em todas as lojas do Oba Hortifruti é possível encontrar duas especialidades em postas, filés ou lascas que atendem a todos estes cuidados e possuem sabor sem igual, inclusive na versão já dessalgada, à gosto do freguês.

A primeira especialidade é o bacalhau Gadus morhua, considerado o legítimo e mais nobre, normalmente de maior porte e pescado no Atlântico Norte. Suas postas são altas, largas e de coloração palha e uniforme. Depois de cozido se desfaz em lascas claras e tenras, ideal para receitas como risotos, bolinhos, molhos para massas e o que mais a imaginação inventar. Outra variedade oferecida é a Gadus Macrocephalus, proveniente das regiões mais frescas do Pacífico. Com paladar um pouco mais acentuado, é mais fibroso, sendo irresistível assado ou cozido.

Para quem busca praticidade, o Oba Hortifruti oferece ainda uma salada prontinha com este ingrediente especial. “Além de ser muito saborosa, a combinação de bacalhau desfiado, tomate, cebola, salsa, azeitona e azeite é rica em nutrientes e muito leve, ideal para uma refeição deliciosa e saudável sem nenhum trabalho”, indica Renata Guirau.

Como dessalgar da maneira correta

bacalhau salgado

O preparo do bacalhau exige uma certa antecedência para que seja dessalgado corretamente. É recomendado lavar as postas em água corrente e em seguida deixar o peixe de molho, totalmente imerso, em água fria, com a pele virada para cima, mantendo a vasilha dentro da geladeira. A água deve ser trocada completamente a cada quatro horas, por período que varia de 24 horas (postas ou pedaços mais finos ou médios) a 48 horas (postas e pedaços mais grossos). Após este prazo o peixe está pronto para utilização.

Harmonização

Para acompanhar o bacalhau, o sommelier do Oba Hortifruti, Ricardo de Paula Custódio indica duas excelentes opções da adega. “O Titular Colheita Branco traz equilíbrio entre acidez e estrutura que combina muito bem com o peixe”, aponta o especialista. “Já o Fuego Negro Chardonnay possui aromas de frutado e cremosidade, podendo ser servido com grande diversidade de pratos a base de bacalhau”, completa.

Receitas

Bacalhau no papelote

bacalhau papelote

Ingredientes:
4 postas de lombo de bacalhau (aproximadamente 150g cada)
1 cebola roxa fatiada
8 tomates tipo cereja cortados ao meio
4 batatas médias fatiadas
4 colheres (sopa) de azeitonas pretas fatiadas
4 colheres (sopa) de cenoura picada em cubos
4 buquês de brócolis
Azeite a gosto
Pimenta do reino e cheiro verde a gosto

Modo de preparo:
Dessalgue o bacalhau. Em uma panela, ferva água suficiente para cobrir os legumes picados (batata, cenoura e brócolis) e cozinhe por cinco minutos. Separe quatro pedaços de papel alumínio de tamanho suficiente para embrulhar o bacalhau com os demais ingredientes. Coloque o bacalhau no papelote e faça uma camada com a cebola fatiada e as azeitonas. Ao lado, monte os legumes pré-cozidos com o tomate cereja. Salpique sal, pimenta do reino, cheiro verde e o azeite. Feche cada papelote, vedando vem para facilitar o cozimento. Coloque os papelotes em uma forma e leve ao forno por aproximadamente 30 minutos.

Bacalhau em ninhos

Bacalhau em ninhos

Ingredientes:
Macarrão tipo ninho
500g de bacalhau
Azeite a gosto
1 cebola pequena ralada
2 dentes de alho amassados
1 tomate maduro picado
3 colheres (sopa) de cheiro verde picado
3 colheres (sopa) de creme de leite
2 xícaras (chá) de passata de tomate
Sal a gosto
Queijo parmesão para polvilhar

Modo de preparo:
Dessalgue o bacalhau. Cozinhe o peixe até que seja possível desfiar. Espere esfriar e desfie bem. Monte os ninhos de macarrão em uma assadeira. Misture o bacalhau desfiado com o creme de leite e recheie cada ninho. Em uma panela, refogue o alho e a cebola. Acrescente a passata de tomate e uma xícara (chá) de água. Acerte o sal, acrescente o cheiro verde e desligue, com o molho bem diluído em água, sem apurar. Coloque o molho sobre os ninhos recheados com bacalhau, o suficiente para quase cobrir cada ninho, não use uma assadeira muito larga. Polvilhe queijo ralado, cubra com papel alumínio e leve para cozinhar ao forno por aproximadamente 1 hora.

Fonte: Oba Hortifruti

Páscoa e vinhos: uma combinação perfeita

Saiba como harmonizar pratos típicos do feriado com vinhos selecionados

Páscoa é um dos feriados favoritos do ano para reunir a família em torno de uma bela mesa para o almoço. Os pratos típicos a base de frutos do mar e o celebrado chocolate pedem bons vinhos para a harmonização perfeita durante a refeição. Cada vez mais difundidos no Brasil, os vinhos passaram a fazer parte das mais variadas comemorações.

A mais famosa e aclamada opção na mesa dos brasileiros durante a Páscoa é o Bacalhau à Gomes de Sá, versão da receita onde o peixe é acompanhado por batatas, ovos e azeitonas. A harmonização perfeita para o prato é um vinho branco, seco e com boa acidez.

Verão_ Vinho branco

Uma excelente escolha é o Pionero Mundi, rótulo espanhol da vinícola Viña Almirante, feito com a emblemática uva Albariño tradicional da região Rías Baixas. “O Pionero Mundi traz complexidade nos aromas e no paladar, e isso é o resultado do contato das cascas da uva com o líquido”, explica Nicole Negrão Gomes, sommelière da Garage Vinhos, loja conceito da Bodegas Wine na cidade de Curitiba.

vinho taça rose.jpg

O Risoto de Camarão é um dos principais acompanhamentos escolhidos para compor a mesa durante o almoço do feriado. A receita prática e saborosa harmoniza muito bem com vinhos brancos e rosé. “O BIS Rosé, rótulo da vinícola portuguesa Encostas de Estremoz, é leve, frutado e com um bom final e acompanha perfeitamente um risoto de camarão, bem como saladas e mariscos”, complementa a especialista.

vinho tinto

Como não poderia faltar, a troca de chocolates é o momento mais aguardado da Páscoa e muito se engana quem acha que bons vinhos não fazem parte desse momento. Para Nicole, o Insensato, vinho tinto da Bodegas D. Mateos, harmoniza perfeitamente com chocolates amargos. “O rótulo é saboroso, com taninos macios, frutado e elegante. Além disso, ele harmoniza muito bem com um mix de queijos curados”, completa a especialista.

Fonte: Garage Vinhos

Supra di Mauro Maia terá menu especial nesta Páscoa

A Páscoa no Supra di Mauro Maia contará, neste ano, com uma sugestão de menu, desenvolvida especialmente pelo chef Mauro Maia. Com três opções de entrada, destaque para Tartare di Salmone Selvaggio dall’ Alaska al Balsamico (R$ 46), que traz o pescado cru picado na ponta da faca com ovas de arenque, marinados e temperados com um toque de gergelim torrado e Tabasco, finalizado com vinagre balsâmico caramelizado.

Tem também duas versões da Polenta con Baccalà (R$ 41,90): Polenta amarela com lascas de bacalhau do Gadus Morhua salteadas em azeite extra virgem de olivas e acompanhada de uma leve pasta de aliche, azeitona preta, alho, salsinha e um toque de canela; e a Polenta al Baccalà Mantecato – Polenta amarela cremosa – com uma brandade de bacalhau Gadus Mohrua, finalizada com cebolinha picada e decorada com tomatinhos confit.

supra pansotti.jpg

Dentre os pratos principais, duas massas recheadas com bacalhau (R$ 83): a Pansotti é servida com burrata e raspas de limão ao molho de tomates semicrus, flores de brócolis, pinoli e azeitonas pretas. E o Tortelli: com bottarga dourada de tainha ao molho cremoso de ovas negras de tainha do mediterrâneo e Dry Martini.

supra bacalhau.jpg

O mais tradicional dos peixes servidos nessa data também é destaque no prato Baccalà al Pil Pil, Caviale di Muggine, Legumini, Olive Nere (R$ 95), que traz o filé de bacalhau Gadus Morhua marinado, cozido em baixa temperatura com finalização na grelha, servido com mini-legumes, azeitonas pretas e molho Pil Pil – de origem basca à base do líquido de cozimento do bacalhau, alho e azeite extravirgem -, sendo que na receita do chef Mauro Maia não consta adição de pimenta.

No menu do Supra ainda tem Tagliatelle alle Sarde (R$ 68), massa longa com sardinhas frescas marinadas e cozidas rapidamente em baixa temperatura ao molho de tomatinhos, alcaparras sicilianas pequenas, azeitonas pretas e salsinha picada.

pastiera

Finalizando as delícias de Páscoa, o mais esperado chocolate não poderia ficar de fora, aqui na versão meio amargo, incluso em gotas na Pastiera di Grano Rivisitata al Cioccolato, doce típico siciliano à base de trigo, ricota fresca e frutas cristalizadas (R$ 27).

Supra di Mauro Maia – Rua Leopoldo Couto de Magalhães Jr., 681, Itaim Bibi. Horário de funcionamento: segunda a quinta: das 12h às 15h e das 19h30 às 23h. sexta: das 12h às 15h e das 19h30 às 23h30. Sábado: das 12h30 às 16h30 e das 19h30 às 23h30. Domingos e feriados das 12h30 às 16h30.

Reservas e informações: 11- 3071 4539 / 3071 4473 / 3167 5666 / 97506 5670 ou contato@supracucina.com.br

Especialistas orientam como escolher bem o pescado para a Páscoa

Médicos-veterinários alertam sobre cuidados com temperatura, aparência, conservação e manipulação de peixes e moluscos

O período que antecede a Páscoa é normalmente acompanhado por um aumento na compra e consumo de peixes em todo o país. Devido a essa tendência é importante orientar a população para a adoção de boas práticas para se selecionar, comprar e conservar o peixe ou fruto do mar, tendo em vista que as doenças transmitidas por alimentos (DTA) são uma importante causa de morbidade no Brasil. Em 2018, segundo o Ministério da Saúde (MS), ocorreram 503 surtos com quase 7 mil doentes, 731 hospitalizados e nove óbitos.

Na hora da compra em um mercado ou feira, o consumidor deve se preocupar com a procedência dos produtos, garantindo que só chegue à mesa de Páscoa itens inspecionados por um médico-veterinário. Nas peixarias, a origem dos pescados frescos comercializados deve estar disponível. No caso dos peixes embalados, o selo de inspeção deve estar visível na embalagem.

peixe

“É importante saber se o produto passou pela inspeção oficial, para garantir a segurança do pescado”, ressalta o presidente da Comissão Técnica de Alimentos (CTA) do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), Ricardo Calil.

Segundo o médico-veterinário, o processo de conservação ideal do pescado começa muito antes de chegar ao consumidor final. “A carne do pescado fresco, pela sua constituição, exige temperatura próxima de zero (0°C). E no caso da carne congelada, a dezoito graus negativos (-18°C), para que a durabilidade seja a maior possível”, afirma.

Para avaliar se o peixe fresco está em boas condições, o consumidor precisa fazer uma avaliação criteriosa, conforme orienta Camila Hirai, médica-veterinária integrante da CTA e responsável técnica pela central de distribuição de uma importante rede de supermercados.

“O peixe deve estar com pele, escamas e olhos brilhantes, com tonalidade viva e ausência de muco espesso. As escamas devem estar, ainda, bem aderidas, os olhos ocupando toda a órbita e salientes, as brânquias úmidas e avermelhadas, a carne firme e elástica, e o odor suave e característico.”

Já os peixes congelados devem estar em embalagem íntegra, com data em que foi embalado e, quando comercializados em pedaços, não devem estar em blocos. “Através da embalagem que é possível identificar a origem do produto, a faixa de temperatura para manter o alimento seguro, como também a validade”, destaca Calil.

“O pescado deve ser a última coisa a ser colocada no carrinho de compras”, completa a médica-veterinária.

Bacalhau

Gadus morhua, o tipo mais tradicional e mais consumido_ Créditos Divulgação
Gadus morhua, o tipo mais tradicional e mais consumido – Foto: Banca da Ramon

Tradicional iguaria consumida na Páscoa, o bacalhau tem características particulares a serem observadas pelo consumidor no momento da compra. “O bacalhau deve apresentar a superfície devidamente seca, não pode estar pegajoso e apresentar limosidade ou bolor”, alerta Camila.

Calil orienta os consumidores quanto à procedência do peixe e o cuidado para escolher entre o bacalhau e os peixes salgados secos. “É preciso tomar alguns cuidados para pagar pelo que o bacalhau vale. O verdadeiro é o Gadus morhua (Cod), também denominado Porto. O Gadus macrocephalus tem semelhança com o verdadeiro, porém não se desfaz em lascas e tem uma carne fibrosa, por isso, costuma ter um preço abaixo do morhua. As demais espécies comercializadas, como ling, zarbo ou saithe, não são bacalhau, mas peixes salgados secos, e, portanto, devem ser comercializadas adequadamente”, alerta o presidente da CTA do CRMV-SP.

Fonte: CRMV-SP