Arquivo da tag: banana

Hoje é o Dia Nacional da Banana: confira uma delícia para celebrar a data

Fruta rica em vitaminas é uma das coberturas mais pedidas na Pizza Prime

A fruta mais consumida no Brasil depois da laranja, a banana ganhou um dia só dela: 22 de setembro. Rica em potássio e fibras, também é fonte de carboidratos, sais minerais e vitaminas A, B1, B2 e C. Na Pizza Prime, rede de pizzarias 100% brasileira, a fruta entra no cardápio dos sabores adocicados, sendo uma das mais pedidas pelos clientes a Banana Caramelizada, uma redonda que leva lâminas da fruta cobertas de chocolate branco caramelizado.

Especialmente nesta quarta-feira, a versão grande sai por R$ 35,90, para pedidos realizados exclusivamente pelo App da Pizza Prime.

A Pizza Prime é uma franquia reconhecida por oferecer o melhor da pizza e está presente nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Amapá, Pará, Bahia e Goiás. Com aplicativo de delivery próprio, disponível para baixar gratuitamente no Google Play e na App Store, a rede concede R$ 10,00 de desconto na compra da primeira pizza.

Informações: Pizza Prime

Aprenda a preparar farofa de banana

Amanhã, 22 de setembro, é o Dia da Banana. /que tal começar as comemorações hoje aprendendo a preparar a farofa de banana da Água Doce. Confira abaixo o passo a passo.

Farofa de Banana

Ingredientes
4 colheres (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de cebola picadinha
1 colher (sopa) de alho picadinho
3 bananas nanicas picadas sem casca
200g de farinha de mandioca
3 colheres (café) de fondor
1 colher (sopa) de salsinha picadinha
3 colheres (sopa) de manteiga
9 ovos
2 colheres (café) de sal

Modo de preparo
Em uma frigideira, frite no azeite a cebola, o alho no azeite e 1 colher (sopa) de manteiga até que a cebola fique transparente. Acrescente a banana e refogue por alguns segundos. Junte a farinha de mandioca e mexa até que fique tudo bem misturado e crocante. Coloque a salsinha e desligue o fogo. Reserve. Em outra panela, derreta o restante da manteiga e coloque os ovos já quebrados. deixe que fritem levemente e mexa de forma suave. Acrescente o sal, fondor e a farofa. Sirva quente.

Foto: Bruno Marconato

Grau de dificuldade: fácil
Tempo de preparo: 30 minutos

Fonte: Água Doce Sabores do Brasil

Lanche do bem: boas opções para comer entre as refeições

Renata Guirau, especialista em nutrição do Oba Hortifruti, lista opções fáceis e saudáveis para incluir em uma rotina corrida e também ensina receitas para diversificar o cardápio da semana

Manter o funcionamento do organismo, controlar o apetite e a glicemia, dar energia e até minimizar sintomas de refluxo e gastrite. Esses são alguns dos benefícios de incluir os lanches entre as refeições principais. Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, esclarece que comer pequenas porções antes do almoço e do jantar pode ser a chave do sucesso para ter uma alimentação equilibrada, a saúde em dia e o corpo em forma.

“Os lanches são uma boa estratégia para garantir o fracionamento da alimentação, evitando que se coma demais em refeições após longos períodos em jejum. Também podem ser interessantes para pessoas com problemas gástricos, que precisam comer aos poucos, ao longo do dia”, ressalta Renata.

Entretanto, um cuidado importante é na escolha do que consumir. Priorizando a praticidade, muitas pessoas acabam recorrendo aos produtos industrializados que, na grande maioria das vezes, apresentam alto valor calórico e são ricos em gorduras e açúcares – o que pode pôr em xeque todas as vantagens dos snacks.

Para quem sente aquela fominha bater nos intervalos entre refeições principais, a nutricionista do Oba Hortifruti listou cinco escolhas mais saudáveis e que também são fáceis de serem incluídas na rotina:

Freepik

=Frutas em geral: são boas fontes de fibras, vitaminas e minerais, além de baixas em calorias. (Exceto o abacate e o coco, que possuem valor calórico mais alto).

Foto: Goshadron/Pixabay

=Frutas secas: além das propriedades das frutas em si, são opções fáceis de carregar na bolsa e que não precisam de refrigeração.

Pixabay

=Oleaginosas: castanhas, nozes, amêndoas, avelãs são ótimos snacks para matar a fome e também são fontes de fibras, minerais e gorduras boas que ajudam a prevenir doenças.

=Iogurte e queijos: são escolhas ricas em proteínas em vitaminas do complexo B. Para o transporte e armazenamento, vale apostar em uma bolsa térmica.

=Vegetais: pode parecer estranho, mas vegetais também são excelentes opções.

“Palitinhos de cenoura e de pepino, tomate cereja, brócolis cozido, podem e devem fazer parte do lanche da manhã ou lanche da tarde. São ótimos por serem de baixa calorias e boas fontes de nutrientes”, salienta Renata.

Não sinto fome, e agora?

Renata esclarece que para pessoas saudáveis, não há prejuízo em pular os lanchinhos. O mais indicado é sempre respeitar a fome. “Uma dica é se manter organizado e com boas opções à mão. Com consciência de que, se sentir fome, existem opções saudáveis, mas também que, para a maioria das pessoas, tudo bem não realizar os lanches todos os dias”.

Além das indicações anteriores, a nutricionista também sugere receitas simples e nutritivas para incrementar o cardápio:

Bolo integral de banana

Ingredientes
2 xícaras de farinha de aveia
4 bananas nanicas maduras
4 ovos
1 xícara de uvas passas
1 xícara de leite desnatado ou leite vegetal
1 col de sopa de canela
1 col de sopa de fermento em pó

Modo de preparo
Deixe as uvas passas hidratando no leite por 20 minutos. Bata tudo no liquidificador, deixando 2 bananas para decoração. Corte as bananas restantes em rodelas e coloque por cima da massa. Leve ao forno por cerca de 30 minutos.

Barrinha de cereal caseira

Ingredientes
1 xícara de aveia em flocos
1/4 xícara de semente de linhaça
1/4 de xícara de coco ralado
1/2 xícara de castanha do Pará picadas
1/4 xícara de nozes picadas
1/2 xícara de ameixas secas sem caroço
1/2 xícara de uvas passas
6 col de sopa de mel
1 pitada de canela em pó

Modo de preparo
Hidrate as ameixas e bata no mixer com o mel.Misture os demais ingredientes em uma vasilha separada e, após bater o mel com a ameixa, misture com a parte seca da receita. Acomode em uma forma coberta com papel manteiga. Leve ao forno, em fogo baixo, por cerca de 15 minutos. Retire do forno e deixe esfriar bem antes de cortar.

Vegetais com patê

Ingredientes
1 lata de atum (opcional)
3 col de sopa de creme de ricota
2 col de sopa de cheiro verde picadinho
1 cenoura ou 1 pepino cortado em formato palito

Modo de preparo
Misture o creme de ricota e o cheiro verde. Quem desejar, pode acrescentar a lata de atum. Acrescente sal e pimenta (ou o tempero que você preferir). Consuma os palitos de cenoura e/ou pepino com o patê.

Fonte: Oba Hortifruti

Alimentação pode ajudar no controle dos sintomas de ansiedade

Nutricionista da Dietbox elenca grupos alimentares que aumentam a produção de serotonina, hormônio responsável pela nossa felicidade

A ansiedade pode não ser temida pelo público geral como a depressão – a chamada “doença do século” -, mas seu impacto negativo na vida daqueles que sofrem com ela não deve ser negligenciado, principalmente quando se observa um aumento no número de pessoas que sofrem com o transtorno.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 9,3% dos brasileiros foram diagnosticados com o distúrbio só em 2020, número impulsionado pela pandemia da covid-19 e o isolamento social, tornando a população do país a que mais sofre com o mal ao redor do mundo. Entre os principais sintomas da doença, pode-se elencar a preocupação e medo desmedidos, angústia, dificuldade de concentração e até mesmo sinais físicos como inquietação, enjoo e coração acelerado.

Pensando nisso, Bettina Del Pino, nutricionista da Dietbox, startup de nutrição, listou alguns alimentos ricos em propriedades e nutrientes, que convertidos em serotonina, geram a consequente diminuição da ansiedade. A profissional explica: “Acrescentar alguns alimentos na dieta pode ajudar no controle do transtorno, principalmente quando damos preferência àqueles ricos em probióticos, triptofano, magnésio, ômega-3, e vitamina C. Esses nutrientes ajudam a regular a flora intestinal e aumentam a produção de serotonina, hormônio conhecido por ser o responsável pela nossa felicidade”.

Abaixo, a nutricionista comenta em quais alimentos esses nutrientes podem ser encontrados:

Probióticos

Foto: BenefitsHeader

Podem ser encontrados em alguns iogurtes, leite fermentado, alguns queijos e kombucha. “Eles favorecem a saúde intestinal, melhorando a absorção de nutrientes”, declara Bettina Del Pino.

Triptofano

“O triptofano é um aminoácido essencial e, por não ser produzido pelo nosso organismo, precisa ser obtido pelos alimentos”. Exemplos se dão com ovos, leite e derivados, peixes, oleaginosas, cereais integrais, banana e cacau.

Magnésio

“O magnésio participa no processo que converte o triptofano em serotonina, e pode ser encontrado em alimentos como carnes, peixes, vegetais verde-escuros, leite, cacau, cereais e oleaginosas”.

Ômega 3

Pixabay

“Ele é um tipo de gordura benéfica para o nosso organismo e possui a capacidade de atenuar as respostas inflamatórias, por meio da redução da produção de citocinas”. Segundo a profissional, o Ômega 3 está presente em alguns peixes como sardinha, atum, salmão, e em alimentos como linhaça e chia.

Vitamina C

Essa vitamina possui propriedades antioxidantes que combatem o estresse oxidativo. “Mais popular na laranja, a vitamina C também está presente em frutas como tangerina, goiaba, acerola, e limão e algumas hortaliças como brócolis e pimentão”.

Bettina Del Pino, nutricionista da Dietbox, alerta que a dieta, apesar de amenizar os sintomas da ansiedade, não deve substituir o acompanhamento psicológico, e sim complementá-lo. É recomendável consultar um psiquiatra caso os sintomas persistam.

Fonte: Dietbox  

Receita de panqueca invertida para o café da manhã

A empresária Amélia Whitaker ensina como fazer Panqueca Invertida para um café da manhã saboroso e nutritivo. Na receita são utilizadas castanhas de caju orgânicas de A Tal da Castanha. O produto é 100% natural, oferecendo amêndoas de castanhas de caju cruas sem qualquer conservante ou sal, bem branquinhas. Confira o passo a passo.

Panqueca Invertida

Ingredientes:
1 “ovo” de chia;
1 colher (sopa) de farinha de castanha de caju feito em casa com castanhas de caju orgânicas de A Tal da Castanha;
1 colher (sopa) de tapioca;
1 colher (sopa) de farinha de coco;
1 colher (sopa) de farinha de linhaça;
3 colheres (sopa) de açúcar de coco;
1 ou duas bananas orgânicas;
1 colher de óleo de coco para untar.

Modo de preparo
Em uma frigideira untada com óleo de coco coloque 2 colheres de açúcar de coco e a banana em rodelas. Misture todos os demais ingredientes e, quando o açúcar de coco estiver caramelizado, coloque a massa na frigideira cobrindo as bananas. Asse até fazer bolinhas de ar, e então vire a panqueca. Sirva quentinha.

Fonte: A Tal da Castanha

Confira alimentos que ajudam a aliviar o estresse

Paulo Lessa indica seis opções de alimentos que aumentam o nível de serotonina no organismo e são ricos em vitaminas e aminoácidos

Atualmente, com a pandemia do coronavírus, vivemos um momento de estresse e ansiedade. No dia a dia, se torna cada vez mais difícil manter a calma, seja com os problemas mais simples. Uma das formas de aliviar esses sintomas é apostar em alguns alimentos que aumentam o nível de serotonina no organismo – substância responsável por regular nosso sono e melhorar nosso humor e bem-estar.

“Em meu consultório, tenho visto nos últimos meses que o estresse provoca uma bagunça nas emoções e de quebra ainda reflete na saúde. Acaba impedindo o paciente de viver a vida com mais leveza e os ataques de gula também são creditados a ele”, afirma o médico capixaba Paulo Lessa (@drpaulolessa). “Se não procurar ajuda, pode levar à depressão e síndrome do pânico, principalmente se estiver junto com ansiedade.”

Existem tratamentos e terapias para controlar o estresse, mas a alimentação também pode ajudar a domar este furacão interno. “Alguns alimentos contêm aminoácidos e vitaminas essenciais, que atuam diretamente na diminuição do estresse”, explica. A seguir, confira opções eficientes para aliviar o problema:

Chocolate

“O chocolate é rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que favorece a produção de serotonina. Por conta disso, é tão amado e superefetivo na missão de diminuir o estresse”, aponta.

Banana

Uma das frutas mais populares do Brasil também é poderosa no combate ao estresse. “A banana também é ótima para atenuar os sinais de depressão e ansiedade. Além disso, proporciona saciedade graças ao seu teor de triptofano, que estimula a produção da tão desejada serotonina.”

Ovos

Outra alternativa possível de alimento é o ovo, pois também ativa o triptofano. “Uma vez no cérebro, o triptofano aumenta a serotonina. De acordo com um estudo do American Journal of Clinical Nutrition, o ovo também melhora o desempenho do cérebro por conta de um nutriente conhecido como colina. Presente na gema do ovo, é essencial para desenvolver a região relacionada à memória.”

Carboidratos

Pixabay

Os carboidratos, provenientes dos cereais, seja na sua forma simples ou integral, também podem atenuar o estresse, assim como as frutas mais adocicadas. “Eles elevam o nível de açúcar no sangue, dando energia, bem-estar e disposição. O arroz, aveia, feijão, batata, mel, jabuticaba, uvas, maçãs fazem parte deste grupo alimentar.”

Carnes e peixes

Pixabay

Segundo Lessa, as carnes e peixes são a melhor fonte natural de triptofano, aminoácido que, em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio, produzem a serotonina. “Eles apresentam outro aminoácido, chamado taurina. Ele aumenta a disponibilidade de um neurotransmissor chamado Gaba, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade.”

Chás

Para se sentir mais calmo, uma possibilidade é o consumo de chás naturais. “Às vezes, até nos esquecemos da quantidade de soluções que a natureza nos oferece quando o assunto é saúde e bem-estar. O chá de erva-doce é ótimo para acalmar dores de cabeça, palpitações e estresse. Já o de camomila é famoso por ser calmante. Ele é eficiente porque possui a substância apigenina, que tem propriedades ansiolíticas e sedativas”, recomenda. As folhas do maracujá também são capazes de criar um chá super eficiente. “Nas folhas é que se encontra boa parte das substâncias capazes de trazer tranquilidade. Caso sua intenção seja um sono mais tranquilo, por exemplo, faça a ingestão do chá pertinho da hora de ir para a cama”, orienta o médico.

“Lembrem-se que chá verde, chá preto, chá de gengibre, hibisco, café e guaraná em pó devem ser evitados à noite, uma vez que podem atrapalhar seu sono e, com isso, piorar o quadro de ansiedade”, completa.

Fonte: Paulo Lessa

Prepare receitas doces e salgadas usando biscoitos

Adria ensina como fazer Quiche de Cream Cracker e Legumes e Torta de Brigadeiro de Banana

Você quer elaborar cardápios mais leves e saudáveis, mas que sejam também práticos de fazer? Para te ajudar na missão de criar receitas balanceadas e saborosas, a Adria ensina como fazer duas receitas diferencias usando biscoito. O resultado será surpreendente e repleto de detalhes que farão a diferença.

Confira abaixo como fazer Quiche de Cream Cracker e Legumes e Torta de Brigadeiro de Banana:

Quiche Leve de Cream Cracker e Legumes

Ingredientes

Para o recheio:
2 colheres (sopa) de azeite
2 dentes de alho picados
1 cebola pequena picada
1 alho-poró em rodelas
1 lata de milho verde em conserva, escorrido (200 g)
1 abobrinha italiana pequena, ralada grossa
sal a gosto

Para a massa:
400 g de Biscoito Cream Cracker Adria
¾ xícara (chá) de leite
2 colheres (sopa) de azeite

Para a montagem:
250 g de creme de ricota
3 ovos
sal e noz-moscada, moída na hora, a gosto

Modo de Preparo

Recheio:

Em uma frigideira, aqueça o azeite, refogue o alho, a cebola e o alho-poró. Acrescente o milho, a abobrinha, refogue mais um pouco. Tempere com o sal, misture e desligue o fogo.

Massa:

No processador ou liquidificador, triture o biscoito, acrescentando o leite e o azeite para obter uma mistura granulada. Acomode essa mistura em uma forma redonda (26 cm de diâmetro x 4 cm de altura), de fundo falso, levemente untada. Pressione com as mãos para forrar todo o fundo e lateral da forma. Reserve. No liquidificador, coloque o creme de ricota junto com os ovos, o sal e a pimenta. Bata bem para obter um creme homogêneo. Ligue o forno em temperatura média (180 °C – 200 °C) para preaquecer por 10 minutos e, enquanto isso, monte a quiche: sobre a massa, distribua o refogado de legumes e, por cima, despeje o creme. Leve ao forno para assar por cerca de 20 minutos.

Dica: Se preferir, substitua o creme de ricota por 200 g de ricota batida com ½ xícara (chá) de leite.
Rendimento: 8 porções
Tempo de preparo: 40 minutos

Torta de Brigadeiro de Banana

Ingredientes

Brigadeiro de Banana:
2 latas de leite condensado
4 bananas nanicas, amassadas
2 colheres (sopa) de margarina sem sal

Massa:
1/3 de embalagem de Biscoito Leite Adria
100 g de margarina sem sal, em temperatura ambiente

Cobertura:
200 g de chocolate meio amargo picado
¼ xícara (chá) de creme de leite
½ xícara (chá) de castanha-do-pará, grosseiramente picadas

Modo de Preparo

Brigadeiro de Banana:

Em uma panela média, coloque o leite condensado, as bananas e a margarina. Leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até soltar do fundo da panela. Desligue o fogo e reserve.

Massa:

Ligue o forno em temperatura média (180 °C – 200 °C). No processador ou liquidificador, triture os biscoitos. Passe para uma tigela e, com as mãos, misture a margarina para obter uma farofa grossa. Acomode essa mistura em uma forma redonda (20 cm de diâmetro) e de fundo falso. Pressione com as mãos para forrar todo o fundo da forma. Leve ao forno por 5 minutos, retire e reserve.

Cobertura:

Em um refratário, coloque o chocolate com o creme de leite e leve ao micro-ondas, potência média, por 2 minutos, mexendo na metade do tempo. Retire e mexa bem para obter um creme liso e homogêneo. Reserve.

Montagem:

Sobre a base de torta despeje o brigadeiro de banana. Por cima, espalhe a cobertura e leve à geladeira para firmar por, pelo menos, 2 horas. Desenforme, decore com as castanhas e sirva.

Rendimento: 10 porções
Tempo de preparo: 40 minutos

Fonte: Adria

Receita de panquequinha de mirtilos e banana

Dica rápida da Chef Mari Rezende para seu café da manhã com Zaya Flour

A Chef Mari Rezende tem uma dica rápida e saborosa para o café da manhã, uma receita de panquequinha de mirtilos e banana utilizando a Zaya Flour, a única farinha versátil de ingrediente único (mandioca), sem glúten e sem a presença de conservantes. O preparo é bem fácil e o resultado um sucesso. Confira o passo a passo.

Panquequinha de mirtilos e banana

Ingredientes:
1 banana amassada;
1 ovo;
¼ de xícara de mirtilos (pode ser congelado);
1 colher de sopa de Zaya Flour.

Modo de Preparo:
Misture bem e coloque colheradas em uma frigideira untada com óleo de coco. Doure dos dois lados e pronto!

A Zaya Flour pode ser adquirida pelo site.

Receita de Muffin de Banana com Aveia Vegano

A receita é do chef Rodrigo Albano

Este Muffin de Banana com Aveia é inexplicável. Fácil de ser preparado, leva poucos ingredientes, é muito versátil e uma ótima opção para lanches, café da manhã ou doce saudável. É vegano e sem glúten. Um dos grandes protagonistas dessa receita é a bebida Caju+Para da A Tal da Castanha, elaborada apenas com apenas três ingredientes: água, amêndoa de castanha-de-caju orgânica e castanha-do-pará. A receita é uma sugestão do chef Rodrigo Albano.

Muffin de Banana com Aveia

Ingredientes:
• 1 banana grande (aproximadamente 110g), bem madura;
• ¼ de xícara de pasta de castanha ou amendoim;
• ½ colher (chá) de fermento químico em pó;
• ¼ de colher (chá) de sal;
• 1 xícara de Caju+Pará da A Tal da Castanha;
• 1 xícara de aveia em flocos grossos ou farinha;
• ⅓ de xícara de castanhas da A Tal da Castanha;
• 2 colheres (sopa) de açúcar de coco ou adoçante (opcional).

Modo de preparo:
Prequeça o forno a 180 ºC e unte 10 fôrmas de muffins. Reserve. Em um recipiente, amasse uma banana bem madura até virar um purê. Adicione, então, a pasta de castanhas, o fermento em pó, o sal e o leite vegetal da A Tal da Castanha e misture bem até que fique bem homogêneo. Em seguida, incorpore a aveia (ou farinha) em flocos grossos e as castanhas. Misture. Distribua a massa igualmente em 10 forminhas de muffins reservadas. Leve para assar por aproximadamente 20 minutos, ou até que os muffins fiquem firmes e dourados. Espere esfriar por alguns minutos antes de desenformar e servir.

Fonte: A Tal da Castanha

Intestino: como cuidar do nosso “segundo cérebro”

Além de possuir um sistema independente, o órgão está diretamente relacionado ao controle das nossas emoções e humor – o que rendeu o apelido de “segundo cérebro”

Nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, indica quais alimentos contribuem para a boa saúde intestinal e ensina receitas simples e saborosas para serem incluídas na rotina: suco digestivo, panqueca de banana com cacau e creme de iogurte com geleia de fruta

Você já reparou que em alguma situação de estresse ou tensão pode acontecer das pessoas sentirem alterações intestinais (frio na barriga, vontade de ir ao banheiro ou constipação)? É que o intestino possui neurônios que se comunicam diretamente com o sistema nervoso central – o que rendeu ao intestino o apelido de segundo cérebro.

De acordo com a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, o trato gastrointestinal tem um sistema chamado Sistema Nervoso Entérico (SNE), que possui milhões de neurônios que trabalham na transmissão de informações dentro do organismo, inclusive, com o cérebro. Esse contato é feito pelo nervo vago, uma estrutura que percorre todo o tórax e liga o intestino à cabeça.

“Outro ponto a ser levado em consideração é que a flora intestinal é responsável por ajudar na absorção de nutrientes que se relacionam com funções cerebrais, como a memória, a concentração e, ainda, na produção adequada de neurotransmissores.”, comenta a nutricionista.

Além disso, as células nervosas intestinais também operam de forma independente. Isso significa que o intestino possui os próprios “mensageiros químicos” que conduzem o processo de digestão e excreção.

“Um intestino saudável ainda tem influência na imunidade e na produção de cerca de 90% da nossa serotonina – que atua regulando o humor, a sensibilidade, as funções cognitivas, entre outras tarefas”, comenta Renata.

Alimentos para a saúde intestinal

Se você quer investir em uma dieta equilibrada e que beneficie, em especial, o intestino, a nutricionista do Oba Hortifruti orienta que a alimentação seja composta, principalmente, por produtos frescos e não processados. Segundo Renata: “é muito importante o consumo diário de frutas, legumes e verduras. Esses alimentos oferecem fibras, vitaminas e minerais fundamentais à saúde intestinal”.

A nutricionista ainda acrescenta que cereais integrais (arroz integral e aveia), fontes de triptofano (cacau e proteínas), de magnésio (frutas em geral), alimentos probióticos e água, também devem estar presentes na dieta. E, para quem sofre com o chamado “intestino preguiçoso”, vale destacar o mamão papaya, fruta bastante conhecida por acelerar o trânsito intestinal.

“O mamão possui uma grande quantidade de fibras, água e também de papaína, uma enzima natural que ajuda na digestão. Isso é importante porque o intestino constipado apresenta uma maior produção de toxinas, tem a produção de neurotransmissores reduzida e sofre com o crescimento de bactérias fermentativas, que aumentam a sensação de inchaço abdominal e da flatulência”, ressalta a nutricionista do Oba.

Confira agora as receitas práticas, saudáveis e muito saborosas que Renata separou para facilitar a rotina e deixar a saúde do intestino sempre em dia:

Suco laxativo

Ingredientes
200 ml de suco de laranja sem coar
1 fatia de mamão formosa
2 ameixas secas sem caroço
50 ml de água

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador ou mixer e beba sem coar.

Panqueca de banana com cacau

Ingredientes
1 banana nanica amassada
1 ovo
1 colher de sopa rasa de farinha de aveia
1 colher de café de cacau em pó

Modo de preparo:
Misture tudo até formar uma massa homogênea. Cozinhe em frigideira antiaderente previamente aquecida.

Creme de iogurte com geleia de fruta

Ingredientes
1 pote de iogurte natural
1 sachê de gelatina sem sabor
4 gotas de essência de baunilha
2 colheres de sopa de geleia 100% fruta

Modo de preparo:
Prepare a gelatina sem sabor conforme instruções da embalagem. Bata no liquidificador com o iogurte e a essência de baunilha. Coloque em duas taças, cubra com a geleia de fruta e leve para gelar por pelo menos 1 hora antes de servir.

Fonte: Oba Hortifruti