Arquivo da tag: bean to bar

Ovo de Páscoa vegano é novidade Cacau Show para a Páscoa 2022

Ovo Bendito Cacao Reserva da Família Dedo de Deus é resultado do processo “bean to bar”, que vai do cultivo do cacau até o produto final

A Páscoa deste ano promete grandes novidades aos chocólatras de plantão. Como de costume, a Cacau Show, maior rede de chocolates finos do mundo, está em constante inovação e atenta aos desejos e necessidades dos consumidores. Pela primeira vez em sua campanha, a marca inclui no portfólio de Páscoa um produto vegano e certificado pela SVB, Sociedade Vegetariana Brasileira.

Produzido com 67% de cacau, o Ovo Bendito Cacao Reserva da Família Dedo de Deus 200g irá agradar a todos que buscam um chocolate mais intenso. Fabricado inteiramente pela Cacau Show no processo conhecido como “bean to bar”, que vai do cultivo do cacau até o produto final, a embalagem do produto faz uma homenagem aos colaboradores que fazem parte do processo de produção e desenvolvimento do chocolate na Fazenda Dedo de Deus, localizada em Linhares, no Espírito Santo.

“A paixão pelo cacau nos motivou a desafiar os moldes tradicionais e a realizar o nosso próprio cultivo de matéria-prima. Como resultado desse propósito, pudemos lançar para a Páscoa deste ano um produto inédito, que promete trazer aos nossos clientes uma experiência sensorial única, pois reúne não apenas a qualidade já reconhecida da linha Bendito Cacao, mas também um chocolate vegano muito saboroso”, afirma Ana Costa, Gerente de Produtos da Cacau Show.

Para quem deseja experimentar o ovo de chocolate Bendito Cacao Reserva da Família Dedo de Deus 67%, basta adquiri-lo pela loja virtual ou nas mais de 2.800 lojas físicas Cacau Show. O ovo custa a partir de R$ 59,90 para quem é Cacau Lover, programa de benefícios da marca.

Dengo Chocolates lança Quebra-Quebra Tropical

Abacaxi, manga e maracujá harmonizam perfeitamente com o chocolate 36% cacau, resultando em um produto com o sabor da Mata Atlântica
A Dengo Chocolates, marca brasileira de chocolate bean to bar, amplia seu portfólio com um novo sabor de Quebra-Quebra, o Tropical. Os amantes de chocolate encontram nas lojas da marca o produto que é o resultado de combinações inusitadas e misturas originais. Tipicamente brasileiro, destaca nuances de abacaxi, manga e maracujá, casando com o chocolate 36% cacau da marca.

“Trouxemos o sabor da Mata Atlântica para o nosso Quebra-Quebra, sendo uma explosão de autenticidade e sabor. São frutas tropicais que harmonizam muito bem com o chocolate, brincando com os toques cítricos e a doçura de nosso produto que tradicionalmente traz mais cacau e menos açúcar”, conta Luciana Lobo, chocolatiére da Dengo Chocolates.
O bioma da floresta característica do Brasil também é representado na embalagem do produto. Artística, chama a atenção desde o primeiro olhar, estampando as frutas e as araras – animal típico da região. Suas cores vibrantes dão destaque ao novo Quebra-Quebra nas gôndolas e a novidade também está disponível no e-commerce da marca.   “Estamos muito empolgados com esse lançamento. A linha de Quebra-Quebra é muito querida por nossos consumidores e trazer um novo sabor felicita a nós e a eles. A embalagem ficou encantadora e o sabor inesquecível”, comemora Estevan Sartoreli, cofundador da Dengo Chocolates.  
Informações: Dengo

Bendito Cacao Bean To Bar recebe Certificado de Produto Vegano da SVB

Cacau Show, maior rede de chocolates finos do mundo, adquiriu em maio deste ano, a Certificação de Produto Vegano da SVB (Sociedade Vegetariana Brasileira), para seus produtos da linha Bendito Cacao Bean To Bar (Tablete Bendito Cacao 65% 100g, Tablete Bendito Cacao 67% 100g, Tablete Bendito Cacao 70% 100g e Tablete Bendito Cacao 85% 100g).

O certificado garante que o produto não contém ingredientes de origem animal, que a empresa não testa os produtos em animais e, que os fornecedores não testam os ingredientes e matérias primas em animais.

“Para nós é muito importante ter esse certificado e poder tornar a nossa linha Bendito Cacao Bean To Bar ainda mais alinhada às necessidades dos nossos consumidores, especialmente aqueles que tem restrições de alimentação, como o vegetarianismo e/ou veganismo”, comenta Andrei Martinez, Gerente Tree to Store.

Fonte: Cacau Show

Chocolat Festival: mais de 50 marcas de chocolate bean to bar se reúnem no pavilhão da Bienal

 

“Quanto mais ingredientes, mais suspeito o chocolate. Para fazer um bom chocolate, só é necessário um bom cacau”. A afirmação é da escritora e consultora francesa Chloé Doutre-Roussel, mundialmente conhecida como Madame Chocolat. Chloé e mais de 20 especialistas do Brasil e do mundo estarão na segunda edição do Chocolat São Paulo – Festival Internacional do Chocolate e Cacau, que está sendo realizado até o dia 15 de março no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera.

Chocolat-Festival-leva-mais-de-50-marcas-de-chocolate-bean-to-bar-ao-Pavilhao-da-Bienal-do-Ibirapuera-Foto-Divulgacao

O evento, considerado o maior do setor na América Latina, já tem 20 edições realizadas entre Bahia, Pará e São Paulo e reúne cerca de 70 expositores, sendo mais de 50 marcas de chocolate de origem, bean to bar, premium e gourmet.

Feito com cacau fino, selecionado, o chocolate bean to bar (da amêndoa à barra) tem conquistado cada vez mais adeptos no Brasil. Prova disso é a constante expansão de marcas de chocolate nesse nicho. Estima-se que atualmente haja mais de 150, a maioria delas usando cacau dos maiores pólos produtores do País: Pará e Bahia. Juntos, os dois estados são responsáveis por mais de 230 mil das 252 mil toneladas de cacau produzidas no Brasil no ano passado.

“O Chocolat Festival surgiu para fomentar a profissionalização desse mercado relativamente novo no País. Temos, durante quatro dias, o maior evento profissional dessa área na América Latina, reunindo consumidores, especialistas e produtores, uma oportunidade para discutir a industrialização, a verticalização da produção e, consequentemente, a melhoria da qualidade das amêndoas de cacau selecionado e do produto final elaborado”, pontua o empresário Marco Lessa, idealizador do festival, eleito em 2015 e 2018 uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio no Brasil pela Revista Dinheiro Rural.

Com teor mínimo de 40% de cacau (contra os 25% das marcas de grandes indústrias) chegando até puríssimos 100%, os chocolates feitos a partir de amêndoas selecionadas são mais saudáveis, pois concentram maior quantidade de flavonóides, substâncias com poderosa ação antioxidante. Conforme recente estudo de pesquisadores italianos publicado no periódico Frontiers in Nutrition, esses flavonóides são capazes de gerar ganhos em atividades cognitivas como aquisição de memórias, atenção e raciocínio.

Programação

Chocolat-Sao-Paulo-espera-receber-30-mil-visitantes-em-sua-segunda-edicao-Foto-Divulgacao

Voltado para consumidores e profissionais da área, o Chocolat São Paulo espera receber 30 mil visitantes nesta segunda edição. Durante quatro dias, além da venda de chocolates e outros derivados do cacau selecionado, o evento promove experiências sensoriais, exposições, cursos de capacitação, workshops, debates sobre temas do setor e palestras ministradas por especialistas.

Logo na entrada do pavilhão da Bienal, o visitante cruzará o Túnel Cabruca, simulação cenográfica e sensorial de uma plantação de cacau sob a sombra da Mata Atlântica. Será possível ver e tocar nos frutos, pisar nas folhas secas, ouvir os sons e sentir o aroma da floresta. Em seguida, outro espaço temático mostra a quebra do cacau, um cocho de fermentação e até uma mini barcaça de secagem das amêndoas.

Entre os nomes de destaque desta edição está o chocolatier francês Patrice Chapon, que já fez sorvetes para o Palácio de Buckingham e hoje possui cinco lojas de chocolates na França, com pontos de venda em locais privilegiados de Paris, a exemplo das luxuosas Galerias Lafayette e aeroporto Charles de Gaulle. No Chocolat São Paulo, Chapon ensinará a receita da sua famosa mousse de chocolate de origem, que une sua paixão pelos sorvetes e a expertise em chocolate bean to bar. Durante o evento, o francês também apresentará o case da sua marca e falará sobre o mercado de chocolates na França, integrando o ciclo de palestras batizado de Chocoday.

Outra modalidade de palestras do Chocolat São Paulo é o Fórum do Cacau, onde especialistas trazem importantes temas do setor. Será possível, por exemplo, aprender sobre análise sensorial do cacau com a doutora Adriana Reis, gerente do Centro de Inovação do Cacau (CIC), ou conhecer o modelo de negócio do café especial, apresentado em um paralelo com o cacau pelos especialistas Pedro Ronca e Vanusia Nogueira. O Movimento Bean to Bar e como o produto brasileiro é visto no mercado internacional será o tema abordado pela francesa Chloé Doutre-Roussel, autora do livro The Chocolate Connoisseur, e pela consultora Maria Fernanda Di Giacobbe, embaixadora do Cacau da Venezuela.

Confeitaria

Um dos pontos altos do Chocolat São Paulo são os workshops de confeitaria que ocorrem na Cozinha Show. Por lá, passarão renomados chefs confeiteiros, como a premiada Bel Coelho. Apresentadora do programa Receita de Viagem, do canal Discovery TLC, Bel fará uma sobremesa exclusiva para o evento. Diego Lozano, Bertrand Busquet, Francisco Santana, Arnor Porto, Caio Correa, Renata Arassiro e, claro, o badalado Patrice Chapon completam o time da Cozinha Show. Para participar das aulas é preciso se inscrever previamente no site http://www.chocolatfestival.com. As vagas são limitadas.

O Festival agrega ainda espaço de recreação e minicursos de confeitaria para crianças, a Cozinha Kids, além de exposição de esculturas de chocolate no Ateliê do Chocolate Harald. Os visitantes também poderão ter a experiência de vivenciar a história do cacau e do chocolate através de um passeio em realidade virtual oferecido pela Dengo Chocolates.

Ingressos

A entrada para o Chocolat São Paulo custa R$ 20,00 (R$ 10,00 a meia-entrada para estudantes). As aulas da Cozinha Show custam R$ 50,00 cada, já as palestras Fórum do Cacau ou Chocoday saem por R$ 80,00. Há pacotes disponíveis no site para quem participar de mais de dois itens da programação. Na compra de qualquer curso ou palestra, o visitante ganha o ingresso para a feira. Crianças com até 4 anos de idade não pagam entrada.

O 2º Chocolat São Paulo – Festival Internacional do Chocolate e Cacau conta com a parceria da Barry Callebaut, Dengo Chocolates, Harald Unique e apoio institucional do Governo do Pará, Governo da Bahia, entre outras entidades e instituições. O Chocolat São Paulo é uma realização da MVU Eventos, proprietária da marca para o Brasil e exterior.

Marcas-Chocolate-de-Origem-da-Bahia-Foto-Ana-Lee
Foto: Ana Lee

2º Chocolat São Paulo – Festival Internacional do Chocolate e Cacau
Data: até 15 de março (a edição de domingo foi cancelada*)
Horário: das 10h às 20h
Pavilhão da Bienal do Ibirapuera
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral s/nº
Entrada: R$ 20 (R$ 10 meia)
Informações: Chocolat São Paulo 2020

*Quem comprou ingressos para a feira, palestras e/ou workshops para o domingo pode solicitar reembolso por meio da plataforma de vendas Eventbrite. Mais informações no site do evento. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail sac@chocolatfestival.com.

 

Confeitaria Marilia Zylbersztajn se une a Chocolat du Jour e relança delícias

Chef confeiteira começou a produzir sua famosa torta de amora com chocolate 80% cacau bean to bar

A chef Marilia Zylbersztajn, proprietária da doceria que leva seu nome e que foi premiada como melhor da cidade três vezes pela Veja SP e duas vezes pela Folha de S. Paulo, se uniu a também premiada, no país e internacionalmente, Chocolat du Jour, para trazer mais uma exclusividade à sua loja.

A deliciosa torta de amora, vendida desde 2016, e queridinha dos clientes, agora possui um novo ingrediente em sua composição: o 80% cacau Bean to Bar da Chocolat du Jour, um produto original, 100% nacional, que tem como missão agregar os melhores produtores de cacau fino do Brasil, de origem controlada e sustentável.

A torta de amora é feita com fina massa de cacau, creme de chocolate e compota de amoras orgânicas e biodinâmicas, cultivadas na Serra da Mantiqueira. É uma variedade da fruta diferente da que conhecemos: foi desenvolvida pela Embrapa, mais azedinha e com muitas sementes.

“Esse tipo de amora dá uma identidade e sabor únicos à torta. Agora com os chocolates 80% cacau da Chocolat du Jour, ela ficará ainda mais especial e deliciosa”, garante Marilia Zylbersztajn.

A torta de amora com chocolate da Chocolat du Jour já está disponível nas duas confeitarias da chef, localizadas na Vila Madalena e Itaim Bibi e os preços variam de: R$ 14,00 (pedaço), R$ 100,00 (inteira de 23cm) e R$ 140,00 (inteira de 28cm).

Marilia_Zylber_Doces-e-Fatias_06

Confeitaria Marilia Zylbersztajn

Unidade Itaim Bibi: Rua Renato Paes de Barros, 433 – Horário de funcionamento: Segunda a sábado das 10h às 19h00

Unidade Vila Madalena: Rua Fradique Coutinho, 942 – Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira das 10h às 19h. Sábados das 10h às 18h. Domingos das 11h30 às 18h

 

Cuore di Cacau e Verd&Co. lançam chocolate saudável

A linha foi desenvolvida com exclusividade e tem como foco pessoas que levam uma alimentação balanceada, mas que não querem deixar de lado a paixão por chocolates

Quem disse que chocolate tem que ser algo ruim quando buscamos uma alimentação saudável e balanceada? Quando produzido com excelência, com ingredientes de qualidade, ele pode sim ser consumido sem preocupação. Pensando nisso, a Cuore di Cacao, que produz chocolates premium com o conceito “Bean To Bar”, em parceria com o Verd&Co., restaurante curitibano especializado em alimentação saudável criativa, acabam de lançar uma linha exclusiva de chocolates.

Foto: Priscilla FiedlerFoto: Priscilla Fiedler

A linha de chocolates “Verd&Co”, foi desenvolvida com todo cuidado pela chocolateria para oferecer o máximo de benefícios ao organismo. “Todo o processo foi pensando com muito carinho, desde as embalagens até o produto final. São chocolates premium, que se consumidos com moderação, trazem inúmeros benefícios a saúde”, comenta a chocolatière Carolina Schneider, sócia proprietária da Cuore di Cacao.

Foto: Priscilla Fiedler

Ao todo, são cinco barras de chocolate saborosas e saudáveis. Todas feitas com cacau fino brasileiro, sem aditivos e conservantes. São duas opções de barras ao leite (gergelim tostado e banana, ou canela e aveia) e três barras de chocolate amargo (75% de cacau com açúcar de coco; 70% de cacau com amêndoas e uvas passas; e amargo 70% com goji berry). As combinações foram pensadas para trazer energia e boas doses de antioxidantes. Vale destacar que as barras de chocolate amargo da linha não contém lactose, são lowcarb e veganas. As barras têm 50g e custam R$ 10,00 e R$ 11,50.

Verd&Co. – Rua Coronel Dulcídio nº 588 –  Curitiba. Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 9 às 23 horas