Arquivo da tag: bebida

Vinho Casa Rossa Licoroso Rosado leva ouro em premiação

Union Distillery estreia no Brazil Wine Challenge com premiação conferida por júri técnico

O Casa Rossa Licoroso Rosado, elaborado pela Union Distillery Maltwhisky do Brasil, destilaria instalada no Vale dos Vinhedos e aberta ao turismo, acaba de ser reconhecido com Medalha de Ouro no 10º Brazil Wine Challenge, realizado de 13 a 15 de outubro, em Bento Gonçalves, numa promoção da Associação Brasileira de Enologia (ABE).

Foto: Augusto Tomasi

O concurso, único do Brasil com chancela da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e da União Internacional de Enólogos, reuniu 774 amostras de 16 países. Entre os rótulos, 16 destilados e espirituosos, cabendo ao Casa Rossa Licoroso Rosado a distinção de Medalha de Ouro.

“A conquista é o reconhecimento de todo trabalho e dedicação para engarrafar uma bebida que simboliza a colheita. Afinal, somos especialistas em whisky e ao elaborar vinhos licorosos estamos prestando uma homenagem ao Vale dos Vinhedos que nos acolheu de braços abertos. Estamos muito felizes e compartilhamos com todos nossos clientes, visitantes e apreciadores este prêmio”, destaca o diretor executivo da empresa, Luciano Borsatto.

A Union Distillery tem mais de 70 anos de experiência, atuando na destilação de mal whisky e elaboração de bebidas. Com a unidade instalada no Vale dos Vinhedos, aberta ao turismo, a empresa resolveu ir além do whisky e lançar dois rótulos de vinhos licorosos na linha Casa Rossa: Casa Rossa Licoroso Tinto e Casa Rossa Licoroso Rosado. “Não poderíamos estar no Vale dos Vinhedos sem oferecer uma bebida feita a partir da uva. Afinal, nossa história começou elaborando vinhos”, relata Borsatto.

A Union Distillery tem mais de 70 anos de existência, atuando na destilação de malte whisky e elaboração de bebidas. Com a unidade instalada no Vale dos Vinhedos, aberta ao turismo, a empresa resolveu ir além do whisky e lançar dois rótulos de vinhos licorosos na linha Casa Rossa: Casa Rossa Licoroso Tinto e Casa Rossa Licoroso Rosado. “Não poderíamos estar no Vale dos Vinhedos sem oferecer uma bebida feita a partir da uva. Afinal, nossa história começou elaborando vinhos”, relata Borsato.

O produto

O Casa Rossa Licoroso Rosado é um vinho fortificado, elaborado a partir de uvas brancas aromáticas, envelhecido em barris de carvalho ex-whisky. Fruitivo, refrescante e leve, é delicioso quando servido levemente frio. Sua coloração lembra o âmbar evoluído com nuances douradas. É frutado com toques de abacaxi em calda, frutas vermelhas maduras e floral cítrico, além de damasco, baunilha, caramelo, tosta e uma presença sutil de notas terrosas e especiarias. Na boca, apresenta paladar doce e frutado, com taninos macios e persistentes. Tem boa estrutura de boca com frescor de uvas brancas aromáticas. A graduação alcoólica é de 18%.

Informação: Union Distillery

Aprenda a fazer o Aperol Spritz servido na Pousada do Sandi

Quer aproveitar a gastronomia da Pousada do Sandi em sua casa? Aprenda a fazer o delicioso “Aperol Spritz” ideal para os dias mais quentes. Confira a seguir o passo a passo:

Aperol Spritz

Ingredientes:
• 60 ml de Aperol
• 20 ml de água com gás
• 90 ml de espumante Prosecco
• 1 fatia de laranja
• Gelo a gosto

Modo de preparo:
• Em um copo largo com gelo, misture os ingredientes e decore com 1 fatia de laranja

Fonte: Pousada do Sandi

Plataforma Eniwine oferece entregas em minutos na cidade de São Paulo

Eniwine Fast lança serviço de entrega rápida

A mais completa plataforma digital de vinhos traz uma novidade aos amantes desse universo: o Eniwine Fast, um serviço de entrega em minutos para regiões da Grande São Paulo. A Eniwine já tem disponíveis mais de 50 rótulos nesta modalidade, número que está aumentando dia a dia.

O novo serviço ocorre diariamente, de segunda à sexta, das 10 às 21 horas, aos sábados entre 11 e 22 horas e, aos domingos e feriados, das 11 às 15 horas. Os prazos de entrega são de até 60 minutos para os bairros mais próximos ao Centro de Distribuição que fica no bairro Chácara Santo Antônio, ou em até 150 minutos nos pontos mais afastados, uma vez que o serviço se estende até as regiões distantes 40 km, caso de Santana de Parnaiba, Mairiporã, Guarulhos, São Bernardo e Zona Leste Paulista para citar algumas.

Já os valores das entregas variam entre R$ 18 e R$ 48, e são referentes as entregas de até quatro garrafas. Caso o pedido ultrapasse esse número, será cobrado R$ 3 por garrafa adicional, até o máximo de 12 unidades. Acima de 12 garrafas, um novo cálculo será gerado.

Informações/vendas: Eniwine Fast

Gosta de leite vegetal? Conheça a opção mais nutritiva com cálcio em sua composição

Se há alguns anos o leite vegetal era sinônimo de bebida feita de soja, hoje a variedade presente nas prateleiras dos supermercados é muito mais nutritiva fazendo com que mais pessoas repensem o consumo do leite animal. Com grande presença em São Paulo, A Tal da Castanha apresenta em seu portfólio bebidas à base de castanha-de-cajú, castanha–do-pará, coco, amêndoa, amendoim, além de combinações entre um ingrediente e outro.

O Mixed Nuts, por exemplo, é o leite vegetal mais nutritivo da marca com apenas seis ingredientes: castanha- de-caju, amêndoa, castanha-do-pará, cálcio, proteína da ervilha e água.

Sunnysun0804/Pixabay

=A castanha-de-caju é o blend da bebida. Ela adiciona proteínas de boa qualidade e são uma ótima fonte de boas gorduras e minerais;

Foto: Clara Sander/Pixabay

=A amêndoa é amada no mundo todo, e não seria por menos. Ela tem um sabor suave, possui nutrientes como a vitamina E e o magnésio;

Pixabay

=A castanha-do-pará entrega sabor e fornece 100% do que você precisa de selênio em um dia inteiro;

Foto: MegUnprocessed

=O cálcio foi adicionado aqui para tornar essa bebida rica do nutriente, substituindo totalmente outras fontes de cálcio animal;

Rachel Gorjestani/Pixabay

=A proteína de ervilha, como o próprio nome sugere, oferece boas quantidades de proteínas provenientes de origem vegetal;

Romy Michaud/Pixabay

=A água está presente para tornar essa bebida realidade.

Todos os produtos A Tal da Castanha são livres de ingredientes de origem animal, portanto são ideais para veganos e vegetarianos, além também atender ao público alérgico e intolerante ao leite de vaca.

Fonte: A Tal da Castanha

Cacau Spritz do Txai Resorts Itacaré: deliciosa sugestão de drinque

Quer aproveitar a gastronomia do Txai Resorts Itacaré sem sair de sua casa? Aprenda a preparar o delicioso Cacau Spritz, feito com espumante e mel de cacau. O drinque faz parte do cardápio dos restaurantes Orixás e Praia , conhecidos por apresentarem versões sofisticadas da culinária baiana, sempre com ingredientes regionais e técnicas internacionais.

Confira a seguir o passo a passo do preparo:

Cacau Spritz

Ingredientes:
• 150 mil de espumante
• 120 ml de mel de cacau
• 50 ml de água com gás
• 8 pedras de gelo
• 2 folhas de capim-limão

Modo de preparo
Em uma taça, coloque as pedras de gelo, o espumante, o mel de cacau e a água com gás. Por fim, decore com as folhas de capim-limão e aproveite.

Rendimento: 1 drinque

Txai Resort Itacaré: Rodovia Ilhéus – Itacaré/Bahia BA 001 – km 48 – Telefone: (11) 3040-5010 / (73) 2101-5000. Email: central.reservas@txairesorts.com

Após ser desafiado pela esposa, empresário cria aguardente com cacau

André Scampini transformou um hobby em uma oportunidade de empreender e comercializar uma bebida totalmente diferenciada

De acordo com o relatório do Global Entrepreneurship Monitor (GEM), em 2020 o Brasil deve atingir a sua maior taxa de empreendedores iniciais ou donos de negócios com até três anos e meio de atividade. Seja por necessidade ou para realizar um sonho antigo, o fato é que muitos empresários consagrados no mercado, hoje, acabaram entrando no mundo dos negócios sem qualquer pretensão e transformaram um hobby em uma grande fonte de renda, como é o caso do André Scampini.

Natural de Vitória (ES), Scampini trabalhava na área da Tecnologia da Informação, porém, tinha interesse em conhecer melhor o universo das cervejas artesanais. “Decidi começar um curso, mas apenas como hobby, não tinha qualquer intenção de investir na área”, afirma. Depois de um período, parou com as produções caseiras. Certo dia, enquanto olhava as redes sociais, encontrou um anúncio que chamou sua atenção: “aprenda como fazer o seu próprio destilado em casa”.

O curso em questão era o “Mestre dos Destilados”, que ensina, por meio de aulas virtuais, como criar qualquer bebida em casa, além de informações sobre o universo dos destilados. “Entrei no site e achei interessante a possibilidade de aprender, em casa, como produzir diversas bebidas, já que eu não conhecia absolutamente nada sobre destilados”, afirma o empresário.

Desafio com sabor de chocolate

O pai de sua esposa é produtor de cacau da região de Linhares (ES). Certo dia, a esposa de Scampini resolveu lançar um desafio e perguntou se ele conseguia agregar ainda mais valor ao chocolate e cacau produzido pela família. Foi então que Scampini resolveu colocar em prática tudo o que aprendeu no curso de destilados e teve uma ideia ousada: criar uma aguardente de cacau.

O grande desafio foi que, por ser algo ainda pouco explorado, não existiam referências de produção. “Depois de vários estudos e testes consegui encontrar a receita ideal, a fim de deixar a bebida mais aromática e saborosa. Após abrir a empresa, entrar com o pedido de patente e o registro da marca junto ao INPI, fiz uma parceria com uma destilaria do Espírito Santo e vou lançar a bebida no mercado ainda esse ano”, ressalta Scampini.

O curso online e as produções caseiras, que até então eram apenas um hobby, possibilitaram que Scampini participasse de várias feiras e eventos nacionais durante o ano de 2019, inclusive três feiras na Alemanha, e amostras também foram enviadas para alguns países, tais como EUA, Suíça, Portugal e Bélgica. O empresário também já está pensando na possibilidade de exportar sua ideia.

Compromisso ambiental e social

A aguardente batizada de “Cacahuatl” nasceu da necessidade de se aproveitar melhor o fruto do cacau. Considerando-se que seu cultivo se destina à obtenção da amêndoa, o restante do fruto não era aproveitado. Com isso, surgiu a ideia de se produzir uma aguardente inteiramente feita do cacau.

Para conseguir uma matéria-prima de qualidade, o local não poderia ser outro se não Linhares. Recentemente, o município conquistou a Indicação Geográfica (IG) da amêndoa do cacau, qualificando-se para fornecer essa matéria-prima para grandes indústrias de chocolate, nacionais e internacionais.

O cacau em Linhares é cultivado em dois sistemas: “Cabruca” e “SAF”:

“Cabruca” (palavra de origem indígena) é um sistema no qual o cacau é cultivado à sombra das grandes árvores da mata nativa, ou seja, não apenas a floresta original é mantida intacta, como na verdade é usada para cultivar o cacaueiro, mantendo vivas e preservadas árvores centenárias.

“SAF” é a sigla para “Sistema Agroflorestal”, no qual o cacau é cultivado juntamente com outras culturas, tais como coqueirais, seringueiras etc — e demais cultivos que resultem em grandes árvores que façam sombra para o cacaueiro. Assim, duas culturas ocupam o mesmo espaço, racionalizando o uso da área e evitando desmatamento desnecessário.

Na parte social, a produção da aguardente cria oportunidades de renda para o produtor de cacau e de trabalho para a população rural, sendo que esta última pode obter a matéria-prima da aguardente e vende-la para a produção da bebida. “Mais trabalho, mais renda, mais oportunidades de ganho para o homem e a mulher do campo”, finaliza Scampini.

Sobre o Mestre dos destilados

O curso Mestre dos Destilados, ministrado pelos especialistas Leandro Dias, João Almeida e Arnaldo Ribeiro, é o único no Brasil que ensina como fazer cachaça, rum, vodca, aguardente e outros destilados em casa, de uma maneira rápida e fácil. Este curso utiliza-se dos conceitos de home distilling, onde os equipamentos são de proporções domésticas, mas possuem a mesma tecnologia daqueles utilizados em grandes destilarias. Ou seja, agora é possível fazer um destilado de excelente qualidade, em casa, sem precisar pagar uma fortuna em equipamentos nem mesmo possuir conhecimentos técnicos avançados para tanto.

Informações: André Scampini

Conheça os tipos de cerveja que combinam com a estação das flores

Na primavera bora tomar uma cerveja aromática

A estação das flores chegou e é a época do ano com maior abundância da principal matéria prima da cerveja, a flor de lúpulo. E por que não comemorar a data com uma boa cerveja? Para os amantes da bebida, a primavera é sinônimo de rótulos mais aromáticos e saborosos, como a clássica IPA que possui dose superior de lúpulo, ou até mesmo as artesanais com sabores inusitados e diferentes.

Com o clima mais abafado, a preferência passa a ser por rótulos com um menor teor alcoólico e sabores mais tropicais e cítricos. “Nesta época, observamos um aumento considerável da procura pela Madalena IPA, que tem aroma cítrico remetendo ao maracujá e pinho, e pela Shandy Lemon, uma versão especial de radler que possui sabor de limão siciliano”, explica Renan Leonessa, gerente de marketing da artesanal Madalena. Outro queridinho da estação é o chope Madalena Grape, com um leve sabor de uva, feito em parceria com a Vinícola Goes.

Segundo Leonessa, as estações do ano influenciam, e muito, nos hábitos dos amantes da bebida. “A dica é optar por cervejas mais claras que apresentem um perfil de lúpulo delicado e sutil”, sugere.

Para este ano, outra grande aposta da cervejaria é a Madalena Weiss, uma cerveja refrescante, feito com malte de trigo. De alta fermentação, é turva e tem coloração amarelo palha. Apresenta leve acidez e aromas de banana e cravo. “A espuma cremosa da Weiss harmoniza muito bem com saladas, frutos do mar e embutidos, um cardápio perfeito para a primavera”, finaliza Renan.

Cervejaria Madalena – Drive Thru, Fábrica-Bar e Loja Própria: Rua Araçatuba, 137 – Santa Maria – Santo André. Tel: (11) 4800-0500

Maior vitrine on-line de vinhos do Brasil conta com 2.000 rótulos disponíveis

Site da Eniwine tem mais de 12 mil rótulos para consulta sempre com novidades para os enófilos

A Eniwine, maior plataforma digital brasileira de serviços para os amantes de vinho, acrescentou novidades a sua vitrine. Agora, são 2.000 rótulos de vinhos de diversos parceiros – entre produtores, importadores e lojistas, disponíveis para compra no ecommerce. O site da Eniwine é cheio de diferenciais, já que não exibe apenas os vinhos que estão à venda, mas também um catálogo que conta com mais de 12.000 rótulos, uma base de dados que só vem aumentando. Segundo Marcelo Abrileri, idealizador, fundador e CEO da empresa, o foco é alcançar em breve 1 milhão de rótulos.

Além do aplicativo, o usuário pode acessar as listas de vinhos pelo navegador do desktop, através dos filtros de buscas da vitrine digital. Para facilitar esse processo, a Eniwine disponibiliza o Digital Sommelier, uma inteligência artificial que aprende e personaliza o gosto de vinho do cliente com base em avaliações anteriores. Com isso, sugere notas que o usuário daria para vinhos que ele ainda nem experimentou, ajudando na escolha dentre os 2.000 rótulos. “O papel da Digital Sommelier é descobrir o estilo de vinho que você gosta, para evitar erros na compra e que seja um vinho que realmente agrade”, comenta Abrileri.

Aproveitando os novos rótulos do catálogo, a Eniwine sugere alguns vinhos, como o Los Intocables Black Malbec, um tinto encorpado da Argentina; o Bouza Sin Barrica Tannat, tinto de rubi intenso e profundo do Uruguai – região Montevidéu; e por fim o espumante Ferrari Maximum Brut da Itália, ideal para acompanhar peixes e frutos do mar. Vale ressaltar que os associados do Clube de Vinhos da Eniwine têm descontos e opções de preço especiais.

A vitrine fica na página inicial do site, que oferece diversos filtros por tipo, preço, país, região, safra e outras características e informações dos rótulos, e também os filtros “disponíveis” e “indisponíveis” que mostram os vinhos que estão ou não estão à venda na plataforma.

Informações: Eniwine

Rótulo da Vinícola Góes é premiado em concurso internacional

Na 17ª edição do Decanter World Wine Awards em Londres, o mais novo rótulo da Vinícola Góes obteve 90 pontos em sua avaliação

Fruto de pesquisa, investimento em tecnologia, avaliações criteriosas e muito compromisso para entregar os melhores produtos ao consumidor, a Vinícola Góes lançou recentemente o vinho Reserva Sauvignon Blanc que, logo em suas primeiras semanas desde o lançamento, obteve a Medalha de Prata no principal concurso de vinhos do mundo na atualidade, o Decanter World Wine Awards 2020.

O vinho foi elaborado com a variedade Sauvignon Blanc (100%), colhidas em São Roque, interior de São Paulo, no mês de junho de 2019. As uvas foram cultivadas por meio da técnica da dupla poda, em que a maturação dos cachos e sua colheita ocorrem no inverno.

“Os dias ensolarados, as noites frias e o clima seco, característicos do nosso inverno, criam condições ideais para que a uva amadureça com qualidade. As frutas concentram mais açúcares e compostos fenólicos, possibilitando a produção de vinhos de grande qualidade”, destaca o enólogo Fábio Góes.

Vale lembrar que cultivo, produção, maturação e envase são todos realizados em solo paulista. Um reconhecimento desta relevância é um importante indicador de que a estratégia da Vinícola Góes, de apostar no desenvolvimento de produtos premium e no aprimoramento da qualidade de suas castas cultivadas na cidade de São Roque, tem gerado bons resultados e aponta um caminho promissor.

O Vinho Branco Tempos de Góes Reserva Sauvignon Blanc apresenta cor amarelo claro e aspecto límpido e brilhante. Seus aromas lembram figos, maracujá, goiaba, um toque de especiarias e arruda. No paladar, o sabor frutado que aparece no aroma se confirma, além de uma agradável acidez, que permanece prolongado na boca, realçando o frescor natural. Harmoniza bem com saladas (sem vinagre), pratos vegetarianos, grãos, tortas salgadas, peixes grelhados ou com molho de ervas, espaguete alho e óleo ou com frutos do mar e bacalhau assado. Deve ser consumido a temperatura de 10ºC a 12ºC.

Informações: Vinícola Góes

Vinhos premiados Conde Francesco Marone Cinzano chegam ao Brasil

Trazidos com exclusividade ao Brasil pela Importadora Vinhos Novo Chile, os rótulos da Erasmo unem a expertise do Conde Francesco Marone Cinzano e a dedicação dos profissionais chilenos

Três rótulos premiados da Erasmo, marca chilena de vinhos premium assinada pelo Conde Francesco Marone Cinzano, chegaram com exclusividade ao Brasil pela Importadora Vinhos Novo Chile.

O destaque vai para o Erasmo 2009, que alcançou 94 pontos no Guia Descorchados e figurou na lista dos 20 melhores blends do Chile. Elaborado tradicionalmente com as uvas do corte bordalês (Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc), importadas exclusivamente da França para sua produção, o rótulo é produzido sem filtragem, ao estilo dos tintos de guarda.

Além disso, amadureceu por 18 meses em barricas de carvalho francês e envelheceu por 5 anos em garrafa antes de chegar aos mercados. Proprietário da Col d’Orcia, uma das melhores e mais tradicionais vinícolas produtoras de Brunello di Montalcino, o Conde Francesco Marone Cinzano reproduziu neste rótulo a nobreza de sua família e o estilo do Velho Mundo.

“Ao contrário dos vinhos do Novo Mundo, que em sua grande parte são feitos para consumo imediato, este exemplar traz consigo a tradição européia de vinificação”, indica David Giacomini, proprietário e curador da Importadora Vinhos Novo Chile.

Conforme preza a filosofia da marca ítalo-americana, Erasmo 2009 é vinificado em quantidades limitadas, com tratamento orgânico e uso de leveduras selvagens. “São escolhas que buscam unir o melhor do terroir de Caliboro, no Vale do Maule; a expertise de Francesco Marone Cinzano e a dedicação dos profissionais chilenos que atuam no processo produtivo”, complementa Giacomini.

Raros e exclusivos

Para quem busca vinhos raros e com blends inusitados, a Vinhos Novo Chile apostou na importação do Erasmo Garnacha Alicante 2016. De safra única, foi condecorado com 93 pontos na edição 2018 do Guia Descorchados e eleito Vinho Revelação no mesmo ano.

Suculento e equilibrado, traz intensos aromas de frutas vermelhas frescas e nuances de avelãs tostadas, resultantes do estágio em carvalho francês por três meses. “Trouxemos as últimas 900 garrafas deste vinho especial para o Brasil, que representa todo o potencial de inovação da Erasmo”, adiciona David Giacomini.

HyperFocal: 0

Já o saboroso Erasmo Rosé de Mourvèdre 2019 – eleito o melhor rosado do Chile na última edição do Descorchados – é a sugestão para quem aprecia rótulos frescos, jovens e bem elaborados. Apresentando-se como o equilíbrio perfeito entre a nobreza da uva europeia com as condições climáticas mais ásperas de sua região produtora, traz aromas de frutas vermelhas, framboesas e flores selvagens, com acidez refrescante e equilíbrio com final frutado.

Terras ancestrais

Os rótulos Erasmo são provenientes de uma das mais antigas e tradicionais zonas vitivinícolas do Chile: o Vale do Maule, mais precisamente na região de Caliboro. A região – um assentamento assim fundado e nomeado por povos pré-colombianos – recebeu seus primeiros vinhedos na segunda metade do século 16. Novamente no século 19 foi construída no local uma adega em adobe, recondicionada pelo visionário Conde Francesco como sede da Reserva di Caliboro no início da década de 90. Um investimento realizado antes mesmo da explosão das exportações chilenas.

“Buscávamos algo novo no Chile e encontramos ali um território único, dotado de um clima ideal para uma viticultura natural, com excelente amplitude térmica e solos aluviais. Às margens do Rio Perquilauquén, vimos que seria possível produzir grandes vinhos de tratamento orgânico, sem uso de irrigação e com leveduras selvagens – tamanha a riqueza da microbiodiversidade local”, conta Francesco Marone Cinzano.

Hoje a vinícola recebe a assessoria enológica de Donato Lanatti, considerado um dos maiores enólogos italianos; e é gerenciada por César Opazo e Augusto Reyes, homens chilenos que conhecem em detalhes as particularidades do terroir. O próprio nome da vinícola surgiu como homenagem a um dos colaboradores nativos do período de implantação do projeto Reserva di Caliboro.

“Erasmo me ajudou a compreender o clima e o solo desta região tão peculiar. Um nome que nos remete também à Grécia Antiga e que representa bem nossa mescla entre conhecimentos ancestrais e técnicas tradicionais da vitivinicultura europeia”, explica Francesco. Já o pássaro dos rótulos remete ao condor, animal sagrado dos povos incas.

Os três vinhos já podem ser encontrados no site DaGirafa e nas melhores adegas do país.