Arquivo da tag: bem-estar

4 sinais de que você precisa descansar

Procura por aplicativos de saúde mental duplica; Guia da Alma e Gympass dão dicas de como desacelerar e cuidar da mente

É muito comum associarmos o tema “saúde” a exercícios, exames, dores físicas, mas, nos últimos anos, a saúde mental também deve ser levada em conta e este tema se tornou um pilar muito forte no contexto, principalmente no mundo corporativo. Para 86% dos trabalhadores ter benefícios como terapia online e treinamentos de habilidades emocionais podem ajudar a lidar com os impactos negativos da pandemia, é o que mostra uma pesquisa realizada pelo DataFolha.

O tema saúde mental não abrange somente doenças como depressão e ansiedade, mas sim o sono, a capacidade de concentração, o humor, e muito mais. Além da ajuda de profissionais capacitados, como psicólogos e psicoterapeutas, a tecnologia também se tornou uma aliada na conscientização. Um dos exemplos é o Gympass, plataforma completa de bem-estar corporativo, que viu a procura por aplicativos parceiros voltados para a saúde mental aumentar em 2.5 vezes de 2020 para 2021.

Além de acesso a profissionais, o aplicativo também oferece técnicas holísticas como meditação, yoga e thetahealing entre outras. O Guia da Alma, aplicativo parceiro de saúde mental e técnicas holísticas, notou que a procura por essas técnicas complementares triplicou.

Pensando nisso, Gympass e o Guia da Alma, prepararam uma lista com quatro sinais de que sua mente precisa de um descanso e dicas de como desacelerar e melhorar sua saúde por inteiro.

Foto: SelfSetFreeLiving

Sensação de exaustão: quando sentimos fadiga constante, é um sinal de que corpo e mente precisam descansar. Uma rotina desgastante e intensa, sem momentos de autocuidado, pode gerar esgotamento físico e mental, e até Burnout (síndrome do esgotamento profissional). Para evitar esse tipo de situação: respeite seus limites, inclua pausas durante o dia e pratique atividades relaxantes. Uma delas pode ser a inclusão da meditação mindfulness.

Mau humor: a impaciência e irritabilidade tendem a aumentar quando estamos cansados e estressados. Respire fundo, o seu corpo pode estar dizendo que você precisa de mais tranquilidade e descanso.

Dificuldade de concentração: quando estamos cansados, a capacidade cognitiva diminui, podendo causar falta de foco e memória. Nesses momentos, muitas pessoas tendem a querer forçar a mente a produzir. Mas, na verdade, isso é improdutivo. Às vezes tudo que a mente precisa é de um descanso. Um respiro para recarregar as baterias e voltar com tudo. Nesse caso, a prática da meditação pode ser uma grande aliada.

Pixabay

Tensão: nos novos modelos de trabalho remoto, costumamos passar muitas horas concentrados e sentados – nem sempre ficamos ergonomicamente posicionados. Isso pode trazer sobrecarga em regiões do corpo como a lombar, ombros e pescoço. Aliado a isso, o estresse e ansiedade da rotina, também podem causar dores e tensão no corpo. Para evitar esse tipo de situação: faça pausas, alongamentos e atividades físicas, como o yoga.

Uma forma de iniciar esse processo conhecendo a plataforma e agendando aulas no Guia da Alma, disponível pelo Gympass, e também no Wellz, plataforma inovadora de saúde mental que combina tecnologia com uma metodologia clínica robusta e está disponível exclusivamente no Brasil. Para fortalecer a plataforma, o Gympass anunciou recentemente a aquisição da startup brasileira de saúde mental Vitalk. Com a missão de tornar mais democrático o acesso à saúde emocional e mental, a plataforma oferece um programa completo de prevenção, cuidado e treinamento. Procurar por especialistas é o primeiro passo!

Fonte: Gympass

Viv Shot é novidade na linha de saudáveis da Vigor

O lançamento faz parte da linha Vigor Viv e possui probióticos que auxiliam na digestão e contribuem para saúde da flora intestinal, além de contar com ingredientes 100% naturais

A Vigor, sempre atenta às necessidades de seus consumidores e com o compromisso de liderar o setor de lácteos saudáveis até 2025, traz cada vez mais inovações para o seu portfólio. A marca acaba de lançar Vigor Viv Shot em três diferentes sabores, uma bebida fermentada com ingredientes 100% naturais, probiótico BB-12 e benefícios que unem funcionalidade e bem-estar.

Além de ser um excelente aliado da flora intestinal e auxiliar da digestão, cada um dos três sabores de Viv Shot apresenta ingredientes diferentes que contribuem para o bem-estar do consumidor. O Shot Energia é feito com água de coco, tangerina e guaraná, elementos que melhoram a disposição e trazem mais energia para enfrentar o dia a dia; o Shot Relax, com maracujá, camomila e mel, além de ser fonte de colágeno, é indispensável para aqueles que precisam desacelerar durante a rotina corrida; já o Shot Imune, que combina limão, mel e gengibre e é fonte de vitamina C, traz compostos que ajudam na manutenção da imunidade.

Em 2021, com a chegada da linha Vigor Viv, a marca deu seu primeiro passo para mostrar como é possível manter uma vida saudável de um jeito gostoso. A linha conta com produtos diferenciados e saborosos.

As pessoas têm buscado cada vez mais a saúde holística, aquela que reúne cuidados também com o emocional e o mental, e a marca tem acompanhado o aumento na procura por produtos que levem em consideração esses aspectos. Eduardo Jakus, diretor de marketing da Vigor Alimentos, comenta o papel da marca nessa tendência: “Estamos vendo, cada vez mais, a necessidade de disponibilizar aos nossos consumidores produtos que vão além da funcionalidade. Queremos oferecer produtos que entreguem uma nova percepção da saudabilidade, que, além de serem saudáveis, sejam verdadeiramente saborosos e mostrem que existe um jeito gostoso de se sentir bem. Vigor Viv Shot vem para trazer exatamente esse benefício holístico aos consumidores”.

Os lançamentos estão disponíveis nos principais pontos de venda de todo o país pelo preço sugerido de R$ 2,49.

Sobre Vigor Viv

Completa e variada, a linha Vigor Viv traz produtos essenciais para nutrir uma vida mais equilibrada e gostosa. A marca também apresenta entre seus produtos uma grande inovação no Brasil: o iogurte Vigor Viv Búlgaro, nova categoria de iogurtes com um teor de gordura menor que um copo de leite, apenas 2g e é a melhor combinação entre sabor e saudabilidade. O portfólio de Vigor Viv ainda é composto por mais sete linhas de iogurtes entre eles, os naturais, funcionais e com benefícios variados, como grãos, alto teor de proteína, menor percentual de gorduras e zero adição de açúcares.

Informações: Vigor Viv

Issviva: marca de produtos e experiências para acompanhar a mulher durante a menopausa

Lançada pela Essity, tem o objetivo de reduzir os sintomas e elevar a qualidade de vida no climatério, em todas as fases e em todos os lugares

O climatério, período marcado por alterações hormonais com sinais e sintomas característicos, vai muito além da menopausa. Enquanto esta é marcada pela última menstruação, que ocorre, em média, ao redor dos 50 anos, o climatério é uma etapa da vida da mulher, compreendendo desde a pré-menopausa, a perimenopausa (menopausa precoce) e todos os anos que advêm após a interrupção do ciclo menstrual.

Trata-se de uma fase de profunda transformações, com impacto na saúde física e mental da mulher. Embora as ondas de calor (ou fogachos) sejam o sintoma mais conhecido, a queda gradativa na produção de estrogênio provoca um verdadeiro ataque na autoestima e na vida sexual da mulher. As alterações hormonais causam queda de cabelo, pele seca, suor noturno, ressecamento vaginal, perda da libido, dificuldade para dormir, alterações de humor e comprometem os ossos e as juntas, podendo levar à limitação dos movimentos.

A boa notícia é que não é mais preciso passar por tudo isso sozinha. Para acompanhar a mulher em todas as fases deste período, com menos sintomas, mais leveza e qualidade de vida, a Essity está lançando a Issviva, marca de produtos e experiências inteiramente dedicada à menopausa.

“Queremos apoiar a mulher neste momento da vida em que ela se sente mais frágil, não só com produtos específicos para cada sintoma, mas criando uma comunidade de sustentação para a troca de informações e experiências. Queremos que ela não se sinta sozinha e entenda a menopausa como mais uma etapa da vida e não como um fim”, explica Cristina Arbeláez Diretora de Marketing.

Plataforma exclusiva Issviva

Para estabelecer um canal de comunicação com a mulher na menopausa, a Issviva terá uma plataforma digital onde vai levar informação de qualidade e disponibilizar produtos específicos, testados e aprovados pela Anvisa.

A rede de apoio vai contar com médicos especializados em ginecologia, sexualidade humana, psicologia e saúde mental, além de depoimentos de mulheres que estão passando – e superando – os efeitos da menopausa, entre elas influenciadoras digitais.

O portfólio inclui vitaminas e produtos para combater os principais sintomas da menopausa. Seus benefícios vão desde melhorar a beleza da pele e dos cabelos até reduzir os distúrbios do sono, a incontinência urinária, as alterações digestivas (estômago e intestinos), fortalecer os ossos, a saúde mental e a vida sexual. “Vamos ajudar e ser um suporte durante a menopausa, uma parceira para amenizar um momento que ainda é tratado com tabu. Nosso objetivo é educar e melhorar a qualidade de vida das mulheres desde os primeiros sinais da pré-menopausa até o fim”, diz Cristina.

A Essity já está presente no Brasil com a Libresse, marca de produtos para menstruação e proteção íntima feminina. Com o lançamento da Issviva, torna-se parceira da mulher em todas as etapas da vida reprodutiva, desde a primeira menstruação até a menopausa.

Lançada em maio de 2022, a plataforma está disponível aqui.

Dor nas costas? Carlo Guaragna, ícone do yoga, ensina 8 exercícios para aliviar o desconforto

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a dor nas costas e lombar é o problema de saúde mais comum entre os cidadãos brasileiros e atinge mais de 16% da população. Uma rotina de trabalho pesada, passar muitas horas em frente ao computador, sentar de qualquer jeito para trabalhar ou para assistir televisão, e até mesmo dormir na posição incorreta, tudo isso pode causar dores ou lesões na coluna.

Carlo Guaragna, professor de yoga e meditação que virou sucesso na web com seus conteúdos didáticos, fala sobre como uma boa postura pode ser crucial para evitar problemas:   “Vivemos em uma sociedade que preza pelo imediato e o modo automático. Passamos horas no celular, no computador, convivendo com a correria e com a pressão do dia a dia. Isso tudo gera tensões corporais e físicas, ansiedade e estresse. Os exercícios físicos podem ajudar a combater essas dores – como é o caso do yoga, que alonga os músculos, relaxa o corpo e proporciona assim mais flexibilidade e uma maior consciência corporal”.   

Carlo afirma que para melhorar as dores, principalmente na região lombar, é preciso fortalecer o abdômen e os glúteos. Segundo ele, ao alinhar essas duas áreas, o corpo passa a ter um encaixe melhor, o que diminui a sobrecarga do local: “O alongamento da região dos quadris também vai ajudar a encontrar uma estabilidade maior do seu corpo para que não se tenha esse tipo de dor.”   

O instrutor ensina oito exercícios, simples e eficientes, que podem ser feitos em qualquer lugar e que irão ajudar muito quem sofre com o problema:   

Fortalecimento de glúteos   Exercício 1:   Deite no chão com o tórax para cima e com os pés separados. Contraindo os glúteos, mantenha suas mãos no chão e eleve o quadril. Volte para a posição inicial e repita o movimento.
Crédito: Divulgação
 
Exercício 2:
Repita o exercício anterior, porém na variação com as plantas dos pés unidas.
Crédito: Reprodução Instagram 
Exercício 3
Sente-se sob seus joelhos, apoie as mãos atrás do corpo, logo após seus pés e, contraindo os glúteos, eleve os quadris. Sustente a posição e retorne ao ponto inicial. 
Crédito: Reprodução Instagram
Exercício 4:
Coloque-se de pé com um afastamento de 5 palmos entre as pernas. Flexione o joelho da frente e deixe o tronco cair em direção ao solo, mantendo os braços esticados em direção ao chão. Retorne estendendo a perna da frente e voltando o tronco à posição inicial. Repita o movimento 9x para cada lado.
Crédito: Reprodução Instagram
Fortalecimento do abdômen  
Exercício 5:
Deitado no chão com o tórax para cima, aproxime as pernas dobradas ao abdômen – em posição fetal – e levante a cabeça e o tórax. Aqui, a ideia é tentar encostar a cabeça lá no joelho. Retorne à posição inicial e repita o movimento.
Crédito: Reprodução Instagram
Exercício 6:
Deite no chão de barriga para cima e mantenha suas pernas esticadas em um ângulo de 90 graus com seu corpo. Levante o tronco tentando tocar as suas mãos nos pés. Sustente a posição por alguns segundos, retorne ao início e repita o exercício.
Crédito: Reprodução Instagram
Exercício 7: 
Ajoelhe-se sob o joelho direito e mantenha a perna esquerda flexionada à frente. Eleve seu braço direito acima da cabeça e deixe o tronco cair lateralmente para o lado esquerdo, alongando a região lateral direita.
Crédito: Reprodução Instagram
Exercício 8:
Sente-se sob os seus joelhos e relaxe o tronco à frente. Caminhe com as mãos para o lado esquerdo, sentindo alongar a região direita da lombar. Mantenha alguns segundos e depois compense fazendo o mesmo para o outro lado.
Crédito: Reprodução Instagram
Apesar dessas posições ajudarem a aliviar as dores, Carlo faz um alerta: “Essa série não é uma cura para doenças crônicas. Se você estiver sentindo dores mais intensas, isso pode ser alguma disfunção cervical e, nesses casos, procure a ajuda de um médico especializado para auxilia-lo”.       
 Saiba mais sobre Carlo Guaragna
Foto: Mariel Fabris
Carlo Guaragna, 31 anos, fez do yoga um caminho de autoconhecimento. Formado em administração pela ESPM, o porto-alegrense trabalhou em diversas profissões, desde vendedor até administrador de lojas, mas não conseguia encontrar um propósito nessas funções. Até que aos 20 anos, cansado de não saber quem realmente era, no meio da influência da família, amigos e personalidades, encontrou no yoga mais do que uma meditação ou alongamento: um estilo de vida.    Hoje, com mais de 10 anos no yoga, tendo formado mais de 500 professores e com 15 mil alunos, Carlo tem passado adiante todo o aprendizado e conhecimento que adquiriu ao longo de todos esses anos nas redes sociais, onde conta com mais de 188 mil seguidores no Instagram e mais de 71 mil inscritos no seu canal do YouTube.  
Informações: Carlos Guaragna   – Instagram    

Brasileiros afirmam estar mental e fisicamente afetados em razão da pandemia, diz pesquisa

91% dos colaboradores declaram que seria bem-vinda a ideia de receber algum tipo de apoio que os ajudasse nessas frentes; Pesquisa foi feita em oito países, incluindo o Brasil

Os colaboradores das empresas brasileiras foram severamente impactos com o isolamento social imposto pela pandemia quando comparado com outros países. Dentre os entrevistados, 29% informam que a saúde mental está em nível abaixo do que o normal e 26% declaram queda também no bem-estar físico. No mundo, essa média cai para 15%.

Para 70% da amostra que afirmam estar com o bem-estar mental afetado, a principal causa está ligada à ansiedade gerada pela pandemia, enquanto 68% estão ansiosos a respeito do futuro e 52% preocupados com a sua saúde e com a das pessoas com quem convivem. Dentre aqueles que buscaram reagir diante do desafio, 30% escolheram a prática esportiva e 26% soluções médicas.

Já entre os que afirmam estar com o bem-estar físico afetado, 65% declaram que a razão é a prática de menos exercícios físico; 40% comem de forma menos saudável e 22% consomem mais bebidas alcoólicas. Essas são algumas das principais conclusões da pesquisa global O Futuro da Vida no Trabalho encomendada pela Sodexo em parceria com a Harris Interactive. A divulgação é comandada pela Sodexo Insights – plataforma da Sodexo Benefícios e Incentivos, que passa a ser oficialmente fonte de informação, tendências e análise para o mercado de benefícios.

Os dados do estudo revelam ainda que 91% dos trabalhadores gostariam de receber algum tipo de apoio de suas empresas nessas frentes. Entre os principais benefícios requeridos aparece em 1º lugar o plano de saúde, seguido da possibilidade de trabalhar de casa um ou dois dias da semana e, por fim, receber vouchers de refeições subsidiadas, cartões.

Quando questionados sobre como está a percepção dos trabalhadores em relação ao apoio das empresas, 25% dizem que não recebem equipamentos ou ferramentas necessárias para trabalhar de casa; 27% não têm programas de bem-estar; 30% dizem não receber suporte de saúde mental; 31% não têm benefícios ou programas de recompensa; 33% não têm subsídios para a compra de alimentos quando em home office; 35% não têm serviços de saúde ou de atividade física quando estão trabalhando de casa; 37% não têm serviço de creche para os filhos; e 39% não contam com subsídios de refeições prontas quando em home office.

Nesse contexto de pandemia, Renato Pelissaro, diretor de marketing e produtos da Sodexo Benefícios e Incentivos, alerta que se faz necessário às empresas voltarem seu ollhar ao que se refere ao universo da saúde de seus colaboradores e também às necessidades de infraestrutura para uma execução adequada do trabalho.

“Hoje é dever das companhias ofertarem benefícios que atendam o trabalhador em todas as suas necessidades que vai desde às de saúde física e mental, como o auxílio psicológico e acesso à alimentação de qualidade até incentivos direcionados ao home office, como por exemplo, a compra de uma cadeira adequada de trabalho. Quanto mais estruturado for esse ambiente de trabalho em casa, mais produtivo o colaborador será. E essa produtividade pode ser até melhor de quando se estava na empresa”, afirma Pelissaro.

Metodologia da pesquisa

A pesquisa O Futuro da Vida no Trabalho foi encomendada pela Sodexo em parceria com a Harris Interactive em oito países: EUA, Inglaterra, Espanha, França, Austrália, Alemanha, China e Brasil. Ao total, foram entrevistadas 4.800 pessoas.

Brasil

Foram entrevistados 600 adultos inseridos no mercado trabalho local entre os dias 11 e 21 de junho de 2021. Os resultados trazem aprendizados que indicam comportamento social e respostas às demandas atuais da sociedade.

Fonte: Sodexo Insights

Alimentação vs emoções: veja quais alimentos podem ajudar a melhorar humor e bem-estar

A alimentação além de ser necessária como combustível metabólico para o corpo, é evidente a relação entre o alimento e as funções cerebrais, como o humor e cognição

O triptofano é um aminoácido essencial, ou seja, que o organismo não consegue produzir, devendo ser obtido a partir da alimentação. “Esse aminoácido ajuda a sintetiza serotonina, conhecida como o “hormônio do bem estar”, melatonina e niacina e por isso está associado ao tratamento e prevenção da depressão, ansiedade, insônia e pode até mesmo auxiliar no processo de emagrecimento.” esclarece a nutróloga Marianna Magri Real.

O triptofano representa um elemento essencial para o funcionamento do cérebro, devido ao seu papel como precursor da produção do neurotransmissor serotonina.

Um estudo feito na Grã-Bretanha, analisou os hábitos de 200 voluntários. Em 88% dos casos, as mudanças na dieta, entre outros costumes, como tabagismo e atividade física, conseguiram amenizar os sintomas de transtornos mentais, como ataques de pânico, ansiedade e depressão.

A nutróloga comenta sobre outro estudo, este publicado na Revista de Saúde Pública, comparou os costumes de 49.025 brasileiros adultos e seus sentimentos, e mostrou que aqueles que tinham comportamentos menos saudáveis, o que envolvia a ingestão de refrigerantes, álcool e açúcar em excesso, apresentaram mais tendência à depressão.

Marianna traz algumas dicas de alimentos com fontes de triptofano:

Banana


A banana é um alimento rico em triptofano e ajuda no bom humor. Além disso, possui vitaminas, como a B6, que ajuda a combater a ansiedade e a irritabilidade. Recomenda-se o consumo de cerca de 1 banana ao dia, que pode ser crua ou cozida, com canela. “Deve ser ingerida com moderação pelos diabéticos, devido ao alto teor de açúcar.” completa a Dra. Marianna.

Mamão

Oferece uma boa dose de triptofano. Além disso, é rico em antioxidantes, substâncias que também têm participação no aumento do bem-estar. Isso sem falar nas fibras, que dão uma força ao funcionamento do intestino, mais um item que melhora o humor. Porém se você estiver com problemas de diarreia, o consumo deve ser evitado.

Peixes

Peixes como salmão, truta, sardinha, atum, por exemplo, aportam gorduras essenciais, como o ômega 3, que o corpo não consegue produzir, este protege a estrutura da membrana celular e os neurônios. Também fornecem proteínas, tirosina, ferro, zinco, vitaminas B6 e B12, todos nutrientes favoráveis ao cérebro.

Fermentados

Foto: iStock

Alimentos e bebidas fermentadas como o kefir e kombucha, aqueles que contêm probióticos, ajudam no equilíbrio da microbiota intestinal. O órgão é responsável pela produção de cerca de 90% a 95% da serotonina do corpo, mantê-lo em equilíbrio é importante para a saúde emocional.

Chocolate 70%

Quem já experimentou, sabe consumir um pedaço já melhora rapidamente o humor. O triptofano está presente nas sementes de cacau, por isso que, quanto mais amargo e cacau o doce tiver, mais benefícios ao nosso bem estar. Foi o que constatou um estudo divulgado na reunião anual da Experimental Biology 2018, em San Diego, na Califórnia. O consumo do chocolate amargo com 70% de cacau pode melhorar os níveis de humor, memória e imunidade. Outra pesquisa da University of Wales Swansea, no País de Gales, no Reino Unido, mostrou que a ingestão de carboidratos está associada à melhora do humor e que o mau humor estimula o consumo de ‘alimentos de conforto’ como o chocolate.

Mel

Steve Buissinne/Pixabay

O mel também é fonte de triptofano, com ação calmante que induz a uma sensação de bem-estar. O alimento produzido pelas abelhas ainda é fonte de fruto-oligossacarídeos, que ajudam a promover o equilíbrio das bactérias no trato gastrointestinal. O mel também colabora com uma melhor regulação neuroendócrina, favorecendo a sensação de prazer e a disposição. Use com moderação.

Vitaminas do complexo B

Especialmente a B6 e a B12, são aliadas na produção de serotonina. São nutrientes importantes para pessoas idosas e, muitas vezes, uma suplementação com acompanhamento médico ou nutricional é indicada.

Magnésio

Outro nutriente importante para equilibrar a produção de serotonina e que ainda ajuda a regular a função nervosa. Alguns alimentos fontes desse mineral são folhas verde-escuras, como espinafre por exemplo, peixes, banana e feijão.

Melancia

Conta com o combo triptofano e vitamina C, excelente antioxidante que ajuda a combater o estresse físico e emocional. É recomendado o consumo de uma fatia média de melancia diariamente. Alerta-se o consumo moderado para os diabéticos pois contém altos níveis de açúcar.

Marianna finaliza alertando sobre a importância do consumo de água, a ingestão de água auxilia na produção de endorfina e serotonina, que têm efeito calmante e que são responsáveis pelo bom humor, relaxa e elimina a ansiedade e também diminui os níveis de adrenalina e cortisol responsáveis pelo estado de tensão.

Fonte: Marianna Magri Real é médica ecografista titulada pela Associação Médica Brasileira e Colégio Brasileiro de Radiologia. Médica nutróloga no Hospital Albert Einstein. Nutróloga responsável pelo setor de nutrologia da clinica de cirurgia plástica Dr. Hugo Sabath em São Paulo e no exterior. Food and Health ( Stanford). Medicina Integrativa e ciências da homeostase pela universidade Uningá – Maringá (certificado MEC).

WW dá dicas de exercícios para fazer em casa, sem aparelhos 

Recente variante da Covid-19, a ômicron pede atenção redobrada sobre o distanciamento social na estação mais quente do ano. A WW, ex-Vigilantes do Peso, mostra caminhos para manter a saúde neste período 

Com a volta de algumas restrições para circulação, quem desejava começar 2022 a todo vapor nos treinos externos pode precisar rever os planos. Mas um novo momento de atenção não é desculpa para ficar parado e deixar de lado o autocuidado. Por isso, o WW – Programa de perda de peso e bem-estar  mundialmente conhecido por seu método individualizado – reforça que saúde e bem-estar dependem de uma combinação de quatro fatores para serem atingidos:  boa alimentação, mentalidade positiva, sono adequado e, claro, atividades físicas. 

Os benefícios das atividades físicas não se limitam apenas a questões estéticas. Além de contribuírem diretamente para a perda de peso,  trazem outros ganhos significativos para uma vida mais leve: melhora do humor, melhora do desempenho nos estudos e no trabalho, auxílio na prevenção e tratamento da depressão, entre muitos outros. Quando nos exercitamos, nosso cérebro estimula a produção de endorfina, substância natural que reduz o estresse e a ansiedade, melhorando o humor.

O corpo também colhe muitos frutos com as práticas constantes. Entre alguns dos benefícios esperados estão:  ganho de massa muscular, fortalecimento do sistema imunológico, fortalecimento dos ossos e prevenção de algumas doenças (hipertensão, diabetes, doenças cardíacas, entre outras). Isso acontece porque os exercícios aceleram o metabolismo do corpo, favorecendo o gasto de energia e a queima de calorias, e aumentam a circulação sanguínea. 

A WW selecionou algumas dicas de exercícios para todo o corpo e de fácil execução para você começar a se movimentar mais em casa. Veja abaixo:

  1. Alongamento para as costas: É um ótimo exercício para quem passa o dia todo em frente ao computador. Em pé ou sentada, leve as duas mãos atrás da cabeça e abra seus cotovelos. Faça força para trás e para baixo. Certifique-se de que os dois ombros estejam nivelados o tempo todo. Você deve sentir um alongamento por toda a região das costas. Os alongamentos ajudam a melhorar a mobilidade, proporcionam ganho de  flexibilidade e podem ser repetidos ao longo do dia, sempre que sentir necessidade. 
  • Exercícios de baixo impacto: São movimentos que auxiliam na construção de músculos e melhoram o equilíbrio, sem colocar muita pressão nas articulações. Podem muitas vezes ser feitos com algum apoio ou acessório, como no exemplo abaixo. Para realizar esta extensão de perna, sente-se na ponta de uma cadeira como os dois pés inteiros no chão e as mãos nas laterais da cadeira. Mantenha as costas retas e eleve uma perna de cada vez, contraindo os quadríceps sempre que estiver com a perna esticada. Repita 10 vezes para cada lado. 
  • Exercícios localizados: São excelentes para fortalecer a musculatura. No exemplo abaixo temos o afundo. Basta ficar em pé com os pés afastados um passo, pé direito à frente e calcanhar esquerdo levantado, com as mãos nos quadris. Mantendo os ombros alinhados sobre os quadris, dobre os joelhos até que a coxa da frente fique paralela ao chão. Retorne à posição inicial para completar 1 repetição. Faça 10 repetições, depois repita no lado oposto.
  • Exercícios de força: Neste tipo de exercício, você usa a resistência corporal para se concentrar na construção de força, que pode vir pelo uso do peso do próprio corpo, técnica conhecida como calistenia. Um exemplo bem conhecido é a flexão de braço. Comece em uma posição de prancha alta com as palmas das mãos na largura dos ombros no chão, pernas estendidas atrás de você (para facilitar, você pode abaixar os joelhos até o chão). Mantendo o corpo reto da cabeça aos calcanhares (ou joelhos), dobre os cotovelos, abaixando o peito em direção ao chão. Empurre para cima para a posição inicial para completar 1 repetição. Faça 15 repetições.
  • Cardio e HIIT: São exercícios que fazem o coração bater mais forte e assim melhorar aos poucos a sua resistência. HIIT significa “treino intervalado de alta intensidade” – em inglês, high intensity interval training. Veja como fazer “o alpinista”: Comece em uma posição de prancha com as palmas das mãos na largura dos ombros no chão, pernas estendidas atrás de você. Salte o pé direito para frente, trazendo o joelho direito em direção aos braços. Alterne imediatamente as pernas, saltando o pé esquerdo para a frente enquanto estende a perna direita atrás de você. Troque as pernas novamente para completar 1 repetição. Faça 15 repetições.

Pronta para testar estas atividades em casa? No Programa da WW, você encontra estes e outros exercícios em vídeo aulas para praticar quando quiser. E lembre-se, atividade física é um pilar fundamental para o desenvolvimento completo do indivíduo no caminho para uma perda de peso saudável e sustentável. Não esqueça de cuidar também da alimentação, beber água e cultivar momentos de lazer e descontração com quem você ama. Afinal, a prática de exercícios deve estar alinhada com mais melhorias à saúde do seu corpo e da sua mente. Só assim, os efeitos serão realmente positivos.

Informações: WW

Altas temperaturas e suor excessivo: o que fazer?

Nos dias quentes de verão, após a prática de atividade física ou mesmo em situações emocionais, a transpiração ganha a cena. O suor é uma reação importante do organismo para manter o controle de temperatura do corpo. No entanto, esse mecanismo pode ter um comportamento amplificado para quem sofre com a hiperidrose. Segundo a dermatologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Isis Veronez Minami, os pacientes que convivem com o quadro suam de forma excessiva até mesmo em repouso.

Uma das condições que define isso é o hiper funcionamento das glândulas sudoríparas – quadro que pode começar já aos primeiros sinais da adolescência e pode ser classificado como hiperidrose primária. Mas há outras causas para o excesso de suor, como uso de medicações ou o efeito de condições patológicas como a menopausa, infecções ou tumores. Nesses casos, a hiperidrose é do tipo secundária.

Apesar dos diferentes agentes desencadeantes do efeito, uma coisa é certa: a estação mais quente do ano é um momento difícil para os pacientes que convivem com o quadro. A dermatologista explica, que apesar de não existir cura, alguns hábitos e tratamentos são eficientes em amenizar os desconfortos causados pela transpiração abundante. “Nem sempre há como evitar a exposição às altas temperaturas, mas pode-se optar por roupas de tecidos naturais, procurar ambientes mais frescos e arejados, evitar ficar ao sol e até mesmo entender os fatores que pioram a condição, como o estresse, por exemplo, para evitar a situação”, comenta a médica.

Pinterest

Além da atenção às causas que desencadeiam o quadro, há diferentes tipos de tratamento para a condição, que variam conforme a intensidade do problema. Entre as alternativas medicamentosas há loções antitranspirantes, medicações para consumo por via oral ou injetável – como no caso da toxina botulínica – ou até mesmo a opção cirúrgica. “Há uma gama grande de possibilidades capazes de amenizar esse desconforto que pode causar em algumas pessoas constrangimento e ansiedade”, diz.

Alguns pacientes com hiperidrose podem sofrer com outra condição, a bromidrose – ou o mau cheiro causado pela colonização de bactérias nos locais de maior produção de suor. “É comum existir essa associação. Esse é um motivo de queixa muito ouvido em consultório. Mas é importante reforçar que esse é um quadro que pode ser facilmente solucionado. Muitas vezes, conseguimos melhorar a bromidrose mesmo com a pessoa mantendo a hiperidrose. Em outros casos, ambos os quadros são amenizados”, conclui.

Fonte: Hospital Edmundo Vasconcelos

Inchaço dos pés: aprenda como aliviar o problema

A condição pode estar associada a retenção de líquidos, má circulação e ao sedentarismo

Uma das principais causas de inchaço nas pernas e pés é a má circulação, que fica mais perceptível ao final do dia, especialmente em grávidas e idosos. Apesar de não doer, provoca desconforto pela sensação de peso e de líquido acumulados.

“Para reverter o quadro, é necessária a ingestão de bastante líquido e manter uma dieta rica em alimentos diuréticos, como alface, pepino, tomate, melancia, melão, abacaxi, além de evitar aqueles com muito sódio, geralmente encontrado em alimentos industrializados ou preparados com sal em excesso”, afirma Maria de Lourdes Pinheiro, podóloga e coordenadora técnica da Doctor Feet, rede especializada em serviços de podologia, manicure e venda de produtos médicos, ortopédicos, bem-estar e saúde.

A especialista ainda recomenda a prática regular de atividades físicas e sessões de drenagem linfática sempre que possível para ter ainda mais conforto e evitar novos quadros de inchaço. “Outra dica super relaxante e que traz muitos benefícios é o escalda pés, podendo ser realizado no conforto do lar, com itens que podem ser facilmente encontrados”, ressalta a podóloga. Confira o passo a passo:

-Pegue uma bacia grande, que caiba seus pés confortavelmente, com água morna suficiente para cobrir o tornozelo;
-Adicione uma colher de sopa de azeite para manter os pés macios e hidratados;
-Acrescente uma colher de sopa de sal grosso, que ajuda a drenar o excesso de líquido, evitando o inchaço;
-Coloque também cinco gotinhas de essência de hortelã, que refresca, desodoriza e estimula a circulação;
-Bolinhas de gude ajudam a massagear as plantas dos pés e ativar a circulação;
-Mantenha os pés na bacia por cerca de 15 minutos.

Se mesmo seguindo todas as recomendações os pés continuarem inchados, vale consultar um médico para que ele possa indicar os melhores exercícios, tratamentos ou meias de compressão adequadas ao caso. A rede Doctor Feet trabalha com linhas completas de meias de alta, média e baixa compressão, de várias marcas e modelos, inclusive as de meia perna para praticantes de esportes. “Elas auxiliam o retorno venoso e reduzem a possibilidade de inchaço nas pernas e pés”, finaliza.

Informações: Doctor Feet

Quer começar a correr, mas está com dúvidas? Confira 6 dicas que vão ajudar

Educadora física cadastrada no GetNinjas explica quais cuidados devem ser tomados para quem deseja começar no esporte

O esporte gerou mudança de vida para a saúde física e mental de muitos, principalmente durante o período de pandemia. Movimentar o corpo, e encontrar uma atividade que você se identifique é um estímulo ainda maior. A corrida é um esporte muito popular no Brasil, contudo, para manter essa prática de forma segura, é necessário alguns cuidados.

Pensando nisso, Thais Nascimento Ghendov Gonçalves dos Santos, educadora física em São Paulo que atende pelo GetNinjas, maior aplicativo para contratação de serviços do Brasil, trouxe seis dicas para quem deseja iniciar na modalidade. Confira a seguir:

Procure um médico

Getty Images

Antes de pensar em praticar qualquer atividade física, é essencial procurar por um médico e realizar os exames periódicos. É muito importante que o seu corpo esteja preparado para fazer algo que exige esforço físico.

Fortaleça a musculatura

Foto: Pop Sugar

Para começar a correr é necessário fortalecer a musculatura envolvida na atividade. No ambiente das academias de ginástica, há uma diversidade de equipamentos que proporcionam fortalecimento. Também existem exercícios que você pode fazer em casa, como agachamento, por exemplo.

Pratique exercícios educativos

Somente após o fortalecimento da musculatura é que é recomendado iniciar os exercícios educativos. Eles são chamados de educativos porque são responsáveis pela melhora de cada movimento da modalidade e também ajudam na postura para a execução da atividade. “Eles funcionam como uma dança. Primeiro, nós pegamos os passos de cada parte da música, depois, treinamos várias vezes cada um deles e, por fim, juntamos tudo para criar a coreografia”, explica Thais.

Utilize calçados adequados

Um calçado adequado é um item indispensável para praticar corrida, porque, além de contribuir com o seu conforto, previne lesões nas articulações e evita dores nos pés, nas pernas e na coluna. Além disso, te ajuda a ter um rendimento melhor durante a atividade.

Não desista dos treinos

Pinterest

Se exercitar no mínimo três vezes por semana é o ideal para alcançar sua meta. Isso inclui exercícios na academia, atividades em casa e corridas na rua. O importante é manter o foco e a frequência das atividades.

Vá com calma

Daniel Reche/Pixabay

Comece fazendo pequenos treinos intercalando corrida e caminhada ou corrida e descanso. Assim, seu corpo vai se adaptando à nova rotina e se condicionando. Tente tudo isso inicialmente na esteira e, de maneira gradativa, intercale com a corrida de rua.

No GetNinjas, é possível encontrar mais de 500 tipos de serviços, que são oferecidos por mais de 3,7 milhões de profissionais cadastrados na plataforma, entre eles, personal trainer, aulas de condicionamento físico, pilates, ioga, entre outros. Para mais informações, acesse o site do GetNinjas, selecione o tipo de serviço que deseja e receba até quatro orçamentos de profissionais de forma rápida e gratuita. Após isso, é só aguardar o contato de até quatro profissionais, que irão te procurar por meio do e-mail ou telefone que foi disponibilizado, para realizar a negociação diretamente com o especialista e escolher qual deles pode atender melhor a sua solicitação.