Arquivo da tag: beterraba

Superalimentos que auxiliam nos cuidados com a saúde, mas que são pouco consumidos

A alimentação deve ser tratada com muita atenção e critérios. E em tempos de pandemia, a preocupação com os nutrientes ingeridos ganha uma importância ainda maior, uma vez que o que se come influencia significativamente na qualidade da saúde. Por isso, é importante aprender a valorizar alimentos que devem ser consumidos com frequência e moderar a ingestão dos que não fazem tão bem ao funcionamento do organismo.

Alguns alimentos bastante nutritivos são comuns na mesa do brasileiro, como o arroz e o feijão. Mas além dos ingredientes com os quais já se está habituado, há uma infinidade de outros capazes de tratar doenças pré-existentes, prevenir enfermidades, fortalecer o sistema imunológico, entre inúmeros outros benefícios.

A Ticket, marca de benefícios de refeição e alimentação da Edenred, reuniu uma relação que vale acrescentar na lista de compras, com alimentos que influenciam positivamente na saúde de quem os consome com regularidade. Veja alguns deles:

Cará

O cará é um tubérculo que pode ser facilmente encontrado em supermercado e feiras livres. É uma importante fonte de carboidratos para o organismo, além de uma ótima opção para ajudar a recuperar a massa muscular após a prática intensa de atividades físicas.

Nêspera

Pixabay

A nêspera, também conhecida como ameixa-do-pará, ameixa japonesa ou ameixa amarela, é rica em micronutrientes, como a vitamina C, cálcio e fósforo. Também possui fibras alimentares que ajudam a controlar os níveis de glicose e colesterol no sangue. Outros benefícios são a diminuição da prisão de ventre, a proteção das mucosas do estômago e do intestino e a ajuda no combate a doenças respiratórias por possuir antioxidantes que ajudam na resposta anti-inflamatória do organismo.

Nabo

Pixabay

Apesar de não estar entre os alimentos mais populares, o nabo é um alimento rico em cálcio, potássio, vitaminas A, C e as do complexo B. Além disso, como todo vegetal, é uma excelente fonte de fibras alimentares e auxilia diretamente na digestão. Também auxilia no bom funcionamento dos músculos, incluindo o coração.

Inhame

Da mesma família do cará, o inhame também é uma interessante fonte de carboidratos. Além disso, é rico em nutrientes como o potássio e o fósforo. Auxilia na saúde do coração, pois suas fibras reduzem os níveis de colesterol no sangue. Também reforça o sistema imunológico, auxilia na perda de peso e previne a anemia.

Chicória

Chicória – Foto: Andrew Martin/Pixabay

A chicória é um vegetal de coloração verde escura facilmente confundida com a mostarda ou o espinafre. Rica em fibras alimentares e micronutrientes, é excelente para regular o intestino e, até mesmo, estimular a construção de uma flora intestinal saudável.

Lentilha

A lentilha é da família do feijão e, por isso, tem muitas características similares a esse alimento. Rica em fibras alimentares, ferro, cálcio e proteínas, é uma excelente opção para aumentar a produção de massa muscular e, até mesmo, acelerar a cicatrização de ferimentos.

Rabanete

Alicja/Pixabay

Vegetal de coloração branca e vermelha, o rabanete tem excelentes propriedades medicinais. É muito utilizado para estimular as funções digestivas e, graças à sua boa concentração de potássio, magnésio e cálcio, autua no fortalecimento do sistema imunológico.

Batata-doce

Foto: Ivabalk/Pixabay

Alimento bastante comum na dieta dos praticantes de atividades físicas, a batata-doce é uma opção de carboidrato extremamente saudável. Ela auxilia no controle da glicemia, fornece energia de maneira eficiente para o organismo e é uma ótima fonte de fibras e vitamina C.

Beterraba

Além da boa fonte de vitaminas e fibras alimentares, a beterraba é rica em nitrato, composto que ajuda a diminuir o consumo de oxigênio pelo corpo e, consequentemente, reduz a pressão arterial e a sensação de cansaço ao final do dia. Também fortalece o sistema imunológico, pois contém vitaminas C e A e zinco. A beterraba também previne e combate a anemia por conter ferros e vitaminas do complexo B.

Acelga

Foto: Organic Facts

Também chamada de couve-chinesa, a acelga é um alimento extremamente versátil. É rica em fibras, auxilia no controle da glicemia sanguínea, no volume de gordura do sangue e no funcionamento intestinal.

Pitanga

Pixabay

A pitanga é fonte de vários nutrientes indispensáveis para a saúde. Rica em vitamina A, C, fósforo, ferro, licopeno e cálcio, pode ajudar nos cuidados com os ossos, na prevenção contra a anemia e no combate à ação de radicais livres no organismo.

Fonte: Ticket

Bolo de Beterraba Zero Glúten e Zero Lactose para quem deseja inovar

Elaborado com Açúcar Mascavo Light Magro, o bolo é feito com Farinha de Arroz e fica pronto em 40 minutos

Vamos aproveitar o início do ano para ampliar nossas receitas e deixar as opções mais saudáveis? O Bolo de Beterraba Zero Glúten e Zero Lactose é uma sugestão que fica pronta em 40 minutos. Elaborada com Açúcar Mascavo Light Magro o bolo vai surpreender até mesmo os paladares mais exigentes. Acompanhe a receita:

Bolo de Beterraba Zero Glúten e Zero Lactose

Ingredientes
1 beterraba pequena descascada e picada (100g)
3 ovos (150g)
½ xícara (chá) de Açúcar Mascavo Light Magro com Stevia (50g)
1 xícara (chá) de farinha de arroz (120g)
½ xícara (chá) de óleo (100ml)
2 colheres (sopa) de óleo de coco (30g)
1 colher (sobremesa) de fermento químico em pó (8g)

Modo de preparo
Coloque no liquidificador a beterraba, os ovos, o óleo, o óleo de coco, o açúcar mascavo e bata por aproximadamente 2 minutos. Em seguida transfira para uma vasilha, adicione a farinha e mexa. Por último acrescente o fermento e misture delicadamente. Coloque em uma forma com furo no meio de 18cm de diâmetro, untada com óleo. Leve ao forno preaquecido a 180ºC por aproximadamente 40 minutos.

Rendimento: 10 porções 50g
Dificuldade: fácil
Tempo preparo: 1 hora
Calorias: 195 por porção de 50g.

Fonte: Magro

Wickbold amplia portfólio Sem Glúten com entrada em diferentes categorias

Com formulação saborosa e textura macia, além de um processo de fabricação seguro, marca apresenta pão de Beterraba & Batata-Doce, bolinhos infantis e muffins para consumidores celíacos, alérgicos ou que seguem dieta restritiva

Wickbold anuncia mais um marco na sua trajetória com o lançamento de diversos produtos inéditos para ampliar a linha Sem Glúten. O objetivo da marca é atender os consumidores que seguem uma dieta restritiva, os alérgicos e os acometidos pela doença celíaca, um distúrbio intestinal provocado pelo consumo de glúten. Esses, segundo a Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (Fenacelbra), são mais de 2 milhões no país.

“A nossa tradicional linha Sem Glúten proporciona uma experiência de consumo diferenciada e faz muito sucesso entre os consumidores, que diariamente entram nas nossas redes sociais para fazer perguntas sobre os produtos e pedir novidades. Tudo isso porque temos uma receita exclusiva, que garante maciez e sabor, além de uma composição livre de lactose. Também asseguramos uma fabricação com o mais rigoroso padrão de qualidade, ou seja, 100% livre de qualquer contaminação”, explica Denise Pacheco, coordenadora de marketing da companhia.

Bolinhos Sem Glúten com personagem celíaco para as crianças

Uma das novidades é a linha de Bolinhos Infantis Sem Glúten Wickbold, opção para os pequenos celíacos e alérgicos à lactose. Disponível nos sabores Chocolate com Gotas e Baunilha com Chocolate, eles chegam com vitaminas essenciais para a infância – A, Complexo B, D, K, Ferro e Zinco.

Para embalar esse lançamento, a fabricante apresenta o Caio, personagem celíaco da Turma da Nutrição. Com ele, a marca pretende gerar identificação e ampliar a comunicação com a criançada, além de orientar os pais e responsáveis sobre nutrição e alimentação equilibrada para esses pequenos consumidores.

Em embalagens monoporções de 70g, os produtos são ideais para um lanchinho rápido, saudável, nutritivo e saboroso e já podem ser encontrados nas principais gôndolas pelo valor de R$ 3,70.

Inovação: pão Sem Glúten desenvolvido na cor roxa

Para atender os pedidos dos consumidores, a marca preparou um lançamento inovador na categoria: o Pão Sem Glúten Beterraba & Batata-Doce, com vegetais de verdade na formulação e coloração roxa do miolo.

A novidade se destaca devido à receita exclusiva, que traz inúmeros benefícios, como fibras, textura macia e sabor. Também possui zero colesterol e gordura trans, além de não conter lactose. Outro benefício é trazer versatilidade ao consumidor, com inúmeras possibilidades de consumo e receitas.

Assim como os outros dois pães da linha, Original e Multigrãos, o produto é indicado para o público que busca pães diferenciados. Isso pode acontecer por questões de saúde, como intolerância ou alergia ao glúten, ou mesmo para quem deseja abrir mão dessa substância na alimentação diária e atender às necessidades de dietas específicas.

Com 300g e prazo de validade diferenciado de 18 dias, o lançamento já está disponível pelo valor médio de R$ 15,00.

Muffins Sem Glúten para qualquer hora do dia

Para surpreender ainda mais seus consumidores, a Wickbold apresenta os Muffins Sem Glúten e Sem Lactose, que contam com uma formulação cheia de sabor e textura macia. A novidade chega ao mercado para atender as demandas de praticidade e saudabilidade, por ser uma opção para consumo nutritiva e saborosa a qualquer hora do dia.

O lançamento está disponível em duas versões inovadoras, com ingredientes inéditos na categoria: Cacau & Castanha-de-Caju e Amêndoas, que foram escolhidos por oferecerem diversos benefícios para a saúde. Em embalagens monoporções, sendo 1 unidade de 40g, os produtos podem ser encontrados por R$ 3,70 no mercado.

Informações: Wickbold


Suco detox de beterraba com abacaxi fortalece sistema imunológico e ajuda a emagrecer

Aprenda a receita do suco de beterraba com abacaxi da especialista em nutrição Gabi Lodewijks que ajuda a fortalecer o sistema imunológico e tem uma série de outros benefícios

Como muitas pessoas continuam no período de quarentena, investir em boas escolhas nutricionais é apontado por diversos especialistas com algo mais do que necessário para manter a saúde em dia e fortalecer as defesas do corpo.

Neste sentido, a especialista em nutrição Gabi Lodewijks elaborou uma receita natural que traz diversos benefícios ao corpo, ajudando inclusive a fortalecer o sistema imunológico e combatendo outras doenças: “Unimos nesta receita fácil de fazer e saborosa a beterraba, que é ótima para combater anemia, ajuda a melhorar o rendimento nos treinos e fortalece o sistema imune com o abacaxi, que é um poderoso antioxidante, diurético, digestivo, rico em vitamina C e que também fortalece o sistema imunológico. Tanto a beterraba quanto o abacaxi são ótimos para a recuperação pós atividade física então pode ser um ótimo pós treino, tendo em vista que a beterraba ajuda na recuperação muscular.”

Confira a receita de Gabi Lodewijks:

Suco detox de beterraba e abacaxi

Ingredientes
1 colher sopa beterraba picada
1 colher sopa abacaxi
1 punhado de hortelã

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador por alguns minutos e está pronto. Rende um copo americano (250ml). O ideal é consumir na hora. Pode ser levado à geladeira mas não deve consumir depois de 24 horas, pois muitos nutrientes e vitaminas desnaturam durante este período, perdendo a eficácia.

Suco detox de beterraba com abacaxi fortalece sistema imunológico e ajuda a emagrecer

Aprenda a receita do suco de beterraba com abacaxi da especialista em nutrição Gabi Lodewijks que ajuda a fortalecer o sistema imunológico e tem uma série de outros benefícios

Neste período da quarentena investir em boas escolhas nutricionais é apontado por diversos especialistas com algo mais do que necessário para manter a saúde em dia e fortalecer as defesas do corpo.

Neste sentido, a especialista em nutrição Gabi Lodewijks elaborou uma receita natural que traz diversos benefícios ao corpo, ajudando inclusive a fortalecer o sistema imunológico e combatendo outras doenças.

“Unimos nesta receita fácil de fazer e saborosa a beterraba, que é ótima para combater anemia, ajuda a melhorar o rendimento nos treinos e fortalece o sistema imune com o abacaxi, que é um poderoso antioxidante, diurético, digestivo, rico em vitamina C e que também fortalece o sistema imunológico. Tanto a beterraba quanto o abacaxi são ótimos para a recuperação pós atividade física então pode ser um ótimo pós treino, tendo em vista que a beterraba ajuda na recuperação muscular”, afirma Gabi.

Confira a receita de Gabi:

Suco detox de beterraba e abacaxi

suco detox beterraba

Ingredientes
1 colher sopa beterraba picada
1 colher sopa abacaxi
1 punhado de hortelã

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador por alguns minutos e está pronto. Rende um copo americano (250ml). O ideal é consumir na hora. Pode ser levado à geladeira mas não deve consumir depois de 24 horas, pois muitos nutrientes e vitaminas desnaturam durante este período, perdendo a eficácia.

Diversão e saúde na mesa: receitas criativas para as refeições das crianças

Com sugestões de lanches e sobremesas, página Cozinhando com as Crianças inspira preparo de pratos nutritivos em família

A chegada do Dia das Crianças é uma oportunidade para pais e filhos se juntarem no preparo de receitas nutritivas e divertidas. Para ajudar nessa tarefa, o time de Receitas Nestlé e a página Cozinhando com as Crianças reuniram quatro ideias de pratos saudáveis e equilibrados.

Confira abaixo:

Opção que inclui frango entre os ingredientes é a Coxinha com Ninho Levinho. Nutritivo, saboroso e com uma mistura de proteínas, legumes e muitas vitaminas, o prato tem tudo para ser um sucesso entre os pequenos. Receitas Nestlé/ Sheila Oliveira

Coxinha com Ninho Levinho

coxinha-alta.jpg

Ingredientes

Massa
2 colheres (sopa) de Leite em Pó Ninho Levinho (23 g)
2 batatas descascadas, cozidas e espremidas (250 g)
2 colheres (sopa) de farinha de mandioca torrada
meia colher (sopa) de creme vegetal
meia colher (chá) de sal
1 pitada de colorau em pó

Recheio
1 colher (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de cebola picada
meia xícara (chá) de frango desfiado
1 tomate sem pele e sem sementes, picado
1 colher (sopa) de salsa picada
1 colher (sopa) de Leite em Pó Ninho Levinho (11,5 g)

Montagem
meia xícara (chá) de farinha de milho amarela flocada
1 colher (chá) de colorau em pó

Modo de preparo

Massa:
Em um recipiente, misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea.

Recheio:
Em uma panela, aqueça o azeite, refogue a cebola e o frango. Acrescente o tomate, a salsa e mexa até apurar. Adicione o Leite NINHO e mexa bem até obter um recheio cremoso. Desligue o fogo e espere esfriar.

Montagem:
Abra pequenas porções da massa na palma da mão e coloque 1 colher (sopa) do recheio. Modele como coxinhas e umedeça-as com água. Passe-as na mistura de farinha de milho com o colorau e coloque-as em assadeiras antiaderentes untadas com azeite. Leve ao forno médio (180°C), preaquecido, por cerca de 30 minutos.

 

Minicupcake Colorido de Beterraba e Suco de Limão é uma opção criativa para facilitar a ingestão de nutrientes em uma só refeição. De fácil preparo, o prato conta com detalhes na decoração que estimula e desperta o interesse da criança para experimentar novos sabores. Receitas Nestlé / Carol Quintanilha

Minicupcake Colorido de Beterraba e Suco de Limão

minicupcake-beterraba.jpg

Ingredientes
2 ovos
3 colheres (sopa) de óleo
1 xícara (chá) de beterraba crua, picada
1 e meia colher (sopa) de suco de limão
raspas da casca de 1 limão
meia colher (sopa) de essência de baunilha
meia xícara (chá) de açúcar demerara
meia xícara (chá) de Aveia Flocos Finos Nestlé
meia xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de Cacau em Pó Nestlé Dois Frades
1 colher (chá) de fermento em pó

Modo de preparo
Em um liquidificador, bata os ovos, o óleo, a beterraba, o suco e as raspas de limão e a essência de baunilha, até obter uma mistura homogênea. Despeje em um recipiente e adicione o açúcar, a Nestlé Aveia, a farinha de trigo, o Cacau e o fermento e misture bem. Coloque a massa em forminhas, de papel ou de silicone, para cupcake n°3, enchendo-as até a metade, e coloque dentro de formas para empada, ou em assadeiras próprias para cupcake. Leve para assar em forno médio-alto (200°C), preaquecido, por cerca de 30 minutos.

Dica: se desejar prepare um glacê para decorar os bolinhos, com 3 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro e meia colher (sopa) de suco de limão.

 
Nada melhor do que despertar a curiosidade para conquistar a atenção da criançada, não é mesmo? É isso o que o Bolinho de Limão com Chia e Geleia de Morango promete. Com um visual atrativo, o prato leva limão com chia e geleia de morango. Receitas Nestlé/ Marcelo Resende.

Bolinho de Limão com Chia e Geleia de Morango

bolinho_limao_alta33d5091f83b963b0a6c0ff0000205b53

Ingredientes

Massa
2 ovos
4 colheres (sopa) de açúcar demerara
meia xícara (chá) de óleo
meia xícara (chá) de leite
3 colheres (sopa) de suco de limão
1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
raspas da casca de 1 limão
meia colher (sopa) de fermento em pó
3 colheres (sopa) de semente de chia

Geleia de Morango
1 xícara (chá) de morango picados

Modo de preparo

Massa
Em um recipiente misture bem todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Coloque a massa em forminhas de cupcake (n°0), e leve ao forno médio-alto (200°C), preaquecido, por cerca de 30 minutos.

Geleia de Morango
Em uma panela pequena, coloque os morangos e meia xícara (chá) de água e leve ao fogo alto até iniciar fervura. Abaixe o fogo, e cozinhe por cerca de 8 minutos com a panela tampada. Retire a tampa e cozinhe por mais 2 minutos. Sirva sobre os bolinhos.

 

Para quem procura uma opção de receita saudável para fazer para toda a família ou servir para os pequenos e seus coleguinhas, o Gelado de Frutas é a escolha certa. Feito com frutas diversas, ele alia nutrição e diversão. Receitas Nestlé/ Carol Gherardi.

Gelado de Frutas

gelado_com_salada_de_frutas_alta.jpg

Ingredientes
1 e meia xícara (chá) de manga madura, em cubos, congelada
1 e meia xícara (chá) de morangos maduros, congelados
2 bananas-nanicas grandes, maduras, congeladas
1 pote de Iogurte Nestlé Natural Integral

Dica: se quiser, acrescente 4 xícaras (chá) de outras frutas picadas

Modo de preparo
Em um liquidificador, bata a manga com 3 colheres (sopa) de Iogurte Nestlé até ficar homogêneo e com a consistência de sorvete. Repita o mesmo processo com os morangos e depois com as bananas. Transfira cada um dos sorvetes para um saco de confeitar e sirva sobre as frutas picadas.

Dica: se preferir, deixe os sorvetes no congelador até o momento de servir.

Fonte: Receitas Nestlé

Hamburgueria Gorilla apresenta os lanches vegetarianos do seu cardápio

A hamburgueria Gorilla não tem em seu cardápio apenas lanches para os carnívoros. Pensando também nos vegetarianos, a casa, localizada no bairro da Mooca, zona leste de São Paulo, tem também no menu opções sem carne, preparadas, claro, com o mesmo carinho e suculência que os outros lanches. O Veggie e o Veggie Beet custam R$ 27,00 e são feitos de hambúrgueres de quinoa e beterraba, respectivamente, usando como complemento legumes e verduras orgânicas.

Os lanches vegetarianos são feitos separados dos demais lanches da casa e tem uma variedade de acompanhamentos, atendendo a pedidos dos clientes. “Buscamos o melhor para oferecer sabor e suculência”, diz Hermann Caser Jr., sócio e fundador da Gorilla.

O Veggie é feito com hambúrguer de quinoa, molho pesto da casa, rúcula orgânica e abobrinha grelhada, servido no pão tradicional com gergelim preto. Já o Veggie Beet é de hambúrguer de beterraba, acompanhado de queijo prato, sour cream, shimeji e alface orgânica servidos no pão australiano.

gorilla hamburguer

Para quem quer petiscar na pegada veg, a aposta são os Tapioca Sticks. Em formato exclusivo, a porção de palitos de tapioca e queijo coalho assados, acompanhados de geleia de pimenta, sai por R$ 20.

Sobre a Gorilla

Projeto dos amigos  Guilherme Dalanhese, Hermann Caser Jr. e Fábio e Rafael Kumelys, o Gorilla começou como food truck e agora tem endereço fixo na Mooca. Com hambúrgueres de respeito servidos em um ambiente rústico e descontraído, também conta com um bar com drinques clássicos e cervejas artesanais.

Gorilla – Rua Guaimbé, 439, Mooca. Horário de atendimento: terça a sábado, das 11h30 às 15h e das 18h às 23h; sexta e sábado, das 11h30 às 15h e das 18h às 24h; e domingo, das 18h às 23h

Alimentos anti-inflamatórios para adicionar à dieta o mais rápido possível

“Inflamação” é uma palavra de ordem importante na comunidade de bem-estar agora e há uma razão convincente. Desde meados do século 20, a dieta padrão na maior parte dos países passou a incluir tanto alimento hiperprocessado açucarado (jantares congelados, barras de granola etc.) que muitos estamos sofrendo mais que nunca de inflamação intestinal excessiva.

A palavra chave é “excesso”. De acordo com a certificadora de nutrição Candice Seti, do The Weight Loss Therapist, um pouco de inflamação é uma coisa boa – é como nossos corpos reagem a lesões ou invasões. O problema é quando nossas dietas pobres causam tanta inflamação interna que somos colocados em risco por uma série de problemas de saúde, incluindo ganho de peso e inchaço, problemas de sono, dores de cabeça, dores nas articulações, doenças cardíacas e até mesmo alguns tipos de câncer.

Mas nossos intestinos não estão totalmente prejudicados. “Felizmente, também existem alimentos que ajudam a combater essa inflamação”, diz Candice. “Em particular, alimentos ricos em ácidos graxos ômega-3 e em antioxidantes são potências para evitar a inflamação prejudicial e seus efeitos prejudiciais.

“Para obter especificidade, pedimos a ela e à nutricionista Dana James que nos contasse quais seus alimentos anti-inflamatórios favoritos e como podemos incorporá-los em nossas dietas. Leia abaixo como descobrir sete ingredientes de combate à inflamação para adicionar à sua dieta o mais rápido possível.

1. Pepinos

pepino

Este vegetal barato nunca recebe qualquer glória, mas Candice diz que, porque ser rico em potássio e magnésio, ajuda a liberar toxinas e água inflamatória do corpo. Pepinos também contêm fitonutrientes, que trabalham para inibir enzimas pró-inflamatórias. Além disso, eles são uma ótima fonte de vitamina C, betacaroteno e manganês, que ajudam a conter a inflamação afirma Dana. É um alimento incrivelmente fácil de trabalhar em sua dieta diária. Coloque um pouco de pepino em cubos em um smoothie verde com maçãs, espinafre e água de coco. Ou jogue um pouco em sua salada ou torrada de abacate para um bom combate à inflamação.

2. Cúrcuma

curcuma pixabay
Foto: Pixabay

Não é nenhum segredo que muitas pessoas são obcecadas por este tempero laranja brilhante milagroso. “A cúrcuma é uma das ervas anti-inflamatórias mais conhecidas e com boa razão”, diz Dana. “Ele contém curcumina, um polifenol, que tem sido associado a reduções nos níveis de açúcar no sangue, oxidação e vias que desencadeiam o excesso de inflamação celular”. A curcumina também pode estimular o processo de desintoxicação natural do fígado. Inclua cúrcuma em sua dieta, apimente suas sopas, acrescente-o ao curry e nas frituras. Ela também recomenda adicionar um pouco de açafrão e canela aos seus lattes de amêndoa para dar mais sabor e cor.

3. Truta do Ártico

truta do artico pinterest
Pinterest

O excesso de inflamação no corpo muitas vezes corresponde a uma deficiência nos ácidos graxos ômega-3, explica Candence, por isso é importante adicioná-los à sua dieta. Se você está cansada de salmão selvagem (porque todo nutricionista recomenda), tente grelhar a truta do Ártico, que é menos conhecida, em seu lugar. “Como o salmão selvagem, a truta do Ártico é abundante em ômega-3, que tem um potente efeito anti-inflamatório no corpo”, diz Dana. “Mas além disso, também contém moléculas de proteína, que são usadas para criar colágeno e tecido conjuntivo. Juntos, os ômega-3 e as moléculas de proteína podem oferecer benefícios anti-inflamatórios exclusivos para as articulações e dores artríticas”. Polvilhe-o com um pouco de açafrão e sirva com acelga salteada para obter o máximo de benefícios anti-inflamatórios.

4. Acelga Suíça

acelga pinterest
Pinterest

Falando de acelga suíça: Dana a chama de “a versão mais colorida de espinafre”. Acelga é rica em polifenóis como betalain e carotenoides, que ajudam a diminuir a inflamação e os danos dos radicais livres (isso significa pele saudável e jovem). “Também é rico em flavonoides como quercetina e kaempferol, que podem reduzir as reações alérgicas”, diz Dana. Para um salmão perfeito, tente refogar levemente a acelga com azeite, alho, tomate seco e brócolis.

5. Chá Verde

cha verde stocksy
Stocksy

Uma das maneiras mais fáceis de tornar sua dieta mais anti-inflamatória é começar todas as manhãs tomando um chá verde. De acordo com Candice, os antioxidantes deste superalimento ajudam a combater a inflamação do intestino, bem como o câncer.

6. Beterraba

beterraba crua suco

Esta raiz rica em antioxidantes é tão boa para o seu intestino quanto para as suas saladas e sucos dignos do Instagram. “Beterraba contém os antioxidantes betanina e vulgaxantina, que têm mostrado que fornecem suporte antioxidante, anti-inflamatório e desintoxicante”, diz Dana. Além disso, o suco de beterraba fresco contém nitratos e polifenóis, que demonstraram reduzir a inflamação induzida pelo exercício e a dor muscular, ajudando a se recuperar mais rapidamente de um treino intenso.

7. Mirtilos (blueberries)

blueberry mirtilo pixabay
Pixabay

Os mirtilos são as frutas favoritas de todos os nutricionistas por seus níveis extraordinariamente altos de antioxidantes e fibras. Candice diz que os fitoquímicos encontrados nos mirtilos são especialmente eficazes na redução da inflamação. Você pode adicionar essas coisinhas deliciosas aos seus smoothies (os congelados são tão saudáveis!), saladas ou simplesmente comê-los como lanche durante o dia.

Fonte: Byrdie

Alimentos que são ainda melhores juntos

A combinação desses elementos pode favorecer ainda mais o seu organismo

Que uma alimentação balanceada faz bem para o nosso organismo, todo mundo já sabe. Mas você sabia que ao unir alguns alimentos, eles trazem ainda mais benefícios a nossa saúde? Segundo a nutricionista e pesquisadora Aline Quissak, existem alimentos que, quando consumidos juntos, acabam potencializando suas propriedades, e essa sinergia – combinação – faz muito bem para o nosso corpo. Abaixo, uma lista com alimentos que são ainda melhores juntos do que separados, para que você possa inserir no seu dia a dia.

1) Cúrcuma e Pimenta do Reino

curcuma.jpg

A curcumina presente na cúrcuma (açafrão da terra) é um dos anti-inflamatórios naturais mais poderosos que existem. Mas o infelizmente o nosso corpo não consegue absorver. E para isso precisa da piperina, encontrada na pimenta do reino, para potencializar sua absorção em mais de 1000x. Além disso, a melhor proporção para esse efeito é 3:1 (a cada 3 medidas de cúrcuma, uma de pimenta do reino).

Consumo recomendado: 1 colher de chá por dia de cúrcuma para efeitos medicinais dessa raiz.

2) Banana e Nozes

banana

A banana é a queridinha das frutas: prática, simples, docinha e com preço acessível. Ela é muito importante para a saúde do coração e da musculatura, é um importante para o pré-treino, por dar energia, além do fósforo que auxilia no condicionamento cardiorrespiratório. Porém, sozinha a banana tem pontuação inflamatória no nosso corpo. “Não significa que ela cause mal; como falamos, ela tem muitos benefícios. A orientação é não comer ela sozinha. A melhor opção nesse caso, é consumi-la com nozes, devido ao seu poder anti-inflamatório e a concentração de ômega 3. Assim, melhora a performance dos praticantes de atividades e a proteção do coração da população em geral”, explica Aline.

Consumo recomendado: 1 banana + 3 nozes

3) Beterraba e Laranja

beterraba.jpg

Você já deve ter ouvido que beterraba tem grandes quantidades de ferro, e é verdade. Se você tem anemia ou é vegano, saiba que o ferro da beterraba é chamado de “ferro não heme”, ou seja, um ferro não ativado. Por isso, quando adicionamos vitamina C, vinda da laranja ou do limão (se fizer suco use a laranja, se fizer salada opte pelo limão), ativamos o ferro que, aí sim, é absorvido pelo nosso organismo

Consumo recomendado: Para cada 50g de beterraba, 10g de suco de laranja ou limão.

4) Cacau e frutas vermelhas

frutas vermelhas
Foto: Max Straeten

Esses são dois alimentos que sozinhos já trariam muitos benefícios. Mas você sabia que quando unimos os antioxidantes do cacau com o ácido elágico das frutas vermelhas (morango, amora, mirtilo, framboesa), temos uma proteção potente para o tratamento do câncer de mama? “Por regular o estrogênio, essa combinação é ótima para mulheres com TPM intensificada”, lembra a nutricionista.

Consumo recomendado: 100g de morango + 20g de chocolate 70% cacau

5) Damascos ou tâmara e coco

damasco.jpg

Tanto o damasco quanto as tâmaras possuem um nível elevado de potássio e vitamina A. Quando unimos potássio + vitamina A + o TCM – que é a gordura do coco -, ativamos as sinapses dos neurônios, melhorando a memória, o foco e a concentração.

Consumo recomendado: 2 damascos secos/tâmaras +20g de coco seco

6) Shitake, Shimeji e Tomate Cereja

shimeji

Os cogumelos têm as suas particularidades nutricionais, já que ele possui certos antioxidantes que não são encontrados em outros alimentos. O problema é que nem sempre conseguimos absorver essa quantidade de nutrientes. Para isso, unimos a eles a quercetina associada e licopeno do tomate cereja, que conseguem transportar nutrientes do shitake e Shimeji para o cérebro e para o coração. Para isso acontecer, eles precisam ser refogados por pelo menos 8 min.

Consumo recomendado: 1 xícara de chá (metade cogumelos, metade tomate cereja).

7) Acerola e Melão

acerola.jpg

Acerola é a fruta mais anti-inflamatória existente no Brasil. Sozinha, é poderosa aliada no tratamento de doenças como artrite, artrose, câncer (que não seja de estômago), depressão e até Alzheimer. Quando juntamos essa fruta ao melão, temos o efeito anti-inflamatório prolongado, graças a glutationa.

Consumo recomendado: consumir as frutas de duas a três vezes na semana, para que elas tenham seu efeito durante a semana toda.

8) Café e Óleo de coco filtrado (TCM)

café getimage

O óleo de coco extravirgem possui, entre outras substâncias, uma gordura chamada TCM (triglicerídeos de cadeia média); quando o filtramos (Lotus de Coco), temos apenas o TCM isolado. Essa gordura é a única que não passa pelo fígado para ser metabolizado, passando direto para o sistema nervoso central. Por isso, quando unimos o TCM com a cafeína do café, ele carrega a carrega direto para o cérebro, dando energia rápida para quem consome a mistura. “Essa não é uma mistura termogênica como muitos acreditam, é uma mistura para aumentar o rendimento nos treinos ou dar um ‘up’ em quem está cansado”, alerta.

Consumo recomendado: Para cada xícara (80ml) uma colher de café (5ml). Não recomendado para quem sofre de ansiedade.

9) Linhaça e semente de abóbora

semente de abobora.jpg

As sementes são uma estratégia usada pelos nutricionistas para regular o ciclo da mulher. A linhaça já é uma “superfood”, mas quando consumimos junto com a semente de abóbora, ela cria um equilíbrio entre progesterona e estrogênio para melhorar o humor e disposição no início do ciclo de menstruação.

Consumo recomendado: 1 Colher de sopa de cada, do primeiro ao 15 dia, a partir do início da menstruação.

Alimentos para veias e artérias saudáveis que você pode acrescentar na dieta já

De tempero à fruta, conheça o poder desses quatro alimentos na prevenção de doenças vasculares. Médicas explicam como as propriedades contidas nesses alimentos são capazes de melhorar a circulação e fazer o sangue fluir melhor

Prevenção continua sendo o melhor remédio contra doenças e desordens no organismo e um dos aliados mais importantes está na dieta, com alimentação saudável. “Alguns alimentos têm a capacidade de ajudar e muito o funcionamento do nosso corpo, facilitando a circulação do sangue, por exemplo. Então é fundamental, para evitar doenças e ter veias e artérias saudáveis, incluí-los na dieta”, afirma a cirurgiã vascular e angiologista Aline Lamaita, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

“Pessoas com histórico de doenças vasculares na família podem, com ajuda do médico, começar um tratamento preventivo que vise buscar qualidade de vida e diminuir o risco do aparecimento dessas doenças. E, além da prática de exercícios físicos, a boa alimentação fornece os nutrientes necessários para melhora da circulação”, acrescenta. Conheça quatro desses poderosos alimentos, que vão de tempero à fruta:

Beterraba

beterraba crua suco
Fonte de energia, mas também antioxidante, anti-inflamatório e desintoxicante, a beterraba é capaz de aumentar a oxigenação e o fluxo de sangue nos músculos, melhorando também a contração muscular, afirma Renata Domingues, médica especializada em Nutrologia, diretora responsável da Clínica Adah e vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrologia Médica (Abranutro). “Rica em nitratos e L-citrulina (precursora da L-arginina), a beterraba contribui para o aumento de óxido nítrico circulante, que está diretamente ligado ao relaxamento das paredes dos vasos sanguíneos”, afirma Renata. “Essa propriedade, segundo estudos, também melhora a circulação nas veias e previne varizes”, completa Aline. Um estudo australiano avaliou que um único copo de suco de beterraba é capaz de reduzir a pressão arterial em poucas horas – e o nitrato é o responsável por essa ação de relaxar os vasos e fazer o sangue fluir melhor.

Alecrim

Alecrim MGD©
Alecrim – Foto: MGD©

Usado há séculos para aliviar dores musculares, melhorar a imunidade e a microcirculação, o Alecrim é rico em uma substância chamada ácido carnósico, que tem importante ação contra os radicais livres. “Além disso, o Alecrim possui o ácido rosmarínico, que desintoxica e reduz a inflamação. Assim, esse tempero é um importante aliado para aumentar a circulação nos pequenos vasos em torno dos músculos e órgãos”, afirma a angiologista.

Gengibre

gengibre
Potente anti-inflamatório, o gengibre combate dores musculares, ajuda contra artrite reumatoide e problemas circulares. “Tudo isso por conta do gingerol, um dos principais compostos do gengibre, que tem alto efeito anti-inflamatório”, diz a Dra. Aline. Além disso, conta a angiologista, o condimento possui uma enzima que ajuda a dissolver a fibrina, proteína envolvida na coagulação do sangue. “A fibrina atua no processo de formação dos trombos e também está ligada ao endurecimento das veias varicosas”, explica Aline.

Laranja

laranjas pixabay
A Vitamina C presente na laranja (mas também no kiwi, morango, entre outros) ajuda a reparar e regenerar os tecidos, protege contra doenças cardíacas, auxilia na absorção de ferro, diminuição do colesterol total e LDL (ruim) e triglicerídeos, segundo Renata. “Seu poder antioxidante protege de doenças cardiovasculares entre outros inúmeros benefícios”, explica a médica especializada em Nutrologia. Mas a laranja é muito mais do que isso e é composta também por flavonoides, polifenóis e antocianinas. “Esses componentes têm importante atuação antioxidante e são capazes de reduzir o colesterol. No caso quando comemos a fruta é ainda melhor, pois as fibras presentes no bagaço atuam para evitar o depósito de gordura nas artérias”, conta a angiologista. Pesquisadores franceses do Instituto Francês de Pesquisa Agronômica afirmam que a hesperidina, um flavonoide da fruta, favorece o revestimento interno dos vasos. “Isso ajuda na circulação. O potássio presente na laranja também gera impacto positivo na circulação ao balancear o excesso de sódio na dieta”, diz Aline. Um copo de suco de laranja por dia já é o suficiente para esses benefícios.

Fontes:
Aline Lamaita é cirurgiã vascular e angiologista, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, do American College of Phlebology, e do American College of Lifestyle Medicine. Formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a médica participa, na Universidade de Harvard, de cursos de pós-graduação que ensinam ferramentas para estimular mudanças no estilo de vida nos pacientes em prol da melhora da longevidade e qualidade de vida. A médica possui título de especialista em Cirurgia Vascular pela Associação Médica Brasileira / Conselho Federal de Medicina. 
Renata Domingues é médica especializada em Nutrologia, vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrologia Médica (Abranutro) e diretora responsável pela Clínica Adah. Pós-graduada em Nutrologia Médica e em Ciência da Fisiologia Humana e Longevidade Saudável, a nutróloga é membro da World Society of Interdisciplinary of Anti-Aging Medicine (Wosiam).