Arquivo da tag: café

Tá calor? Mr. Cheney tem opções saborosas para refrescar os dias quentes

O Fresh Menu da cookie store oferece novas sobremesas tipicamente americanas acompanhadas de sorvete como cookiesplit, milk-shake, ckeesecake, soda americana e diferentes versões de café gelado

Os dias quentes de verão chegaram com tudo em 2021 e junto a vontade de consumir alimentos que ajudam a refrescar o clima mais quente do ano. Pensando nisso, o Mr. Cheney apresenta opções deliciosas criadas especialmente para a época do ano.

Inspirada na clássica sobremesa americana, a cookie store criou sua versão Cookie Split feito com um cookie clássico à escolha do cliente, banana, chantilly, calda e sorvete de creme.

Outra novidade da marca é a nova Cheesecake de Chocolate, o mesmo sabor inigualável do Cream Cheese e um toque suave de chocolate meio amargo em base de cookies, com chantilly e finalizada com chocolate em pó.

Uma das principais sobremesas lançadas pelo Mr. Cheney é a Apple Cobbler, que promete ficar fixa no cardápio no cardápio substituindo a Apple Pie. A guloseima é servida em taça com Cookie de chocolate branco, maçãs picadas, assadas, cobertas com açúcar mascavo e canela, uma bola de sorvete de creme, chantilly e calda de caramelo.

Bebida também originalmente americana, o Milk-shake de Morango não poderia ficar de fora do cardápio da cookie store.

E para completar sua cartela de sabores de soda americanas, o Mr. Cheney apresenta seu novo sabor refrescante de Framboesa e Kiwi .

O Mr. Cheney aproveita ainda o clima tropical brasileiro para trazer aos amantes do café, em parceria com o Santo Grão, a bebida em três diferentes versões de forma refrescante. A Espresso Tônica é uma bebida gelada, composta de tônica, café espresso, gelo e uma rodela de limão.

Tão refrescante quanto ela, só o Café Gelado feito com leite, gelo, essência de baunilha e café espresso.

Para os que preferem a combinação perfeita do cookie e café, a cookie store oferece o Cookie Frappé, que nada mais é que sorvete de creme, café espresso e farofa de cookie duplo finalizado com calda de chocolate.

Os produtos do Fresh Menu estão disponíveis em todas as lojas da rede Mr. Cheney no Brasil por tempo limitado.

Confira abaixo preço sugerido dos produtos, o valor pode mudar conforme região:

Sobremesas: Cheesecake de Chocolate R$ 16,50; Cookie Split R$ 17,50; Apple Cobbler R$ 16,50; Soda Americana de Framboesa e Kiwi R$ 8,50;

Bebidas: Milkshake de Morango R$ 18; Espresso Tônica R$ 12; Café Gelado R$ 12; Cookie Frappé R$18.

Informações: Mr. Cheney

Estudo aponta que café pode ajudar na prevenção ao câncer de mama

Efeitos foram observados em mulheres na pós-menopausa. Oncologista alerta que pesquisa não é definitiva

O café é uma das bebidas mais populares no mundo. O Brasil, por exemplo, é o segundo país que mais a consome, logo atrás dos Estados Unidos. Dados da Associação Brasileira de Indústria de Café (ABIC) apontam que 95% da população costuma degustar a bebida. Há quem beba como estimulante, outros buscam no café uma bebida relaxante, há quem não a dispense após o almoço ou durante o expediente de trabalho.

Para além do gosto pessoal de cada um, o grão é repleto de compostos antioxidantes, vitaminas e minerais que trazem diversos benefícios e pode até mesmo prevenir doenças. Emagrecimento, aumento da memória e prevenção a diabete e a doenças cardíacas estão entre os efeitos apontados por diversas pesquisas. Agora, um estudo espanhol sugere que a bebida também possa ser um importante aliado na prevenção ao câncer de mama em mulheres na pós-menopausa.

O estudo promete abrir novos horizontes para a prevenção justamente do câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma. Ele responde, atualmente, por cerca de 28% dos casos novos de câncer em mulheres. O estudo avaliou mais de 10 mil mulheres de meia-idade, que inicialmente não apresentavam a doença. Entre as mulheres na pós-menopausa, mais de 1 xícara de café por dia foi associada a uma menor incidência de câncer de mama, em comparação às mulheres que consumiram uma xícara de café ou menos por dia. Não houve diferenças significativas em relação às mulheres na pré-menopausa.

Entretanto, o oncologista da Oncologia D’Or Gilberto Amorim alerta que os possíveis benefícios do café não podem ser atribuídos exclusivamente à cafeína. “Há outros estudos que analisam a relação entre café e câncer. Há inclusive pesquisas com café descafeinado que também indicam redução de risco também”, observa Amorim, que explica que o café é composto por várias substâncias como diterpenes (lipídeos), ácidos fenólicos, melanoidinas, N-methylpyridinium, acrilamida, trigonelina, kahweol e cafestol, com concentrações variadas conforme o tipo de café, método de preparação, método de torra.

Gilberto observa que estudos apontam que os hábitos de vida que não sejam saudáveis são fatores de risco para incidência do câncer. Por outro lado, praticar atividade física regularmente, manter o peso corporal adequado, adotar uma alimentação mais saudável e evitar ou reduzir o consumo de bebidas alcoólicas são mudanças que contribuem para prevenir a doença. “Entretanto, ainda não é possível afirma que o consumo do café está entre esses hábitos”, conclui.

Fonte: Oncologia D’Or

Café de comer BitCoffee entra na Black Friday com desconto de até 50% para todo Brasil

Promoção ainda terá frete grátis para compras acima de R$ 199,00 para as regiões Sul e Sudeste

Até 27 de novembro, o e-commerce do café de comer BitCoffee estará com a promoção de Black Friday. Todos os produtos terão até 50% de desconto, válido para todo o Brasil. As compras acima de R$ 199 ainda terão frete grátis para as regiões Sul e Sudeste do país.

“Para quem ainda não conhece o café de comer e o creme de café, esta campanha é uma oportunidade atrativa. E àqueles que já consomem, podem aproveitar para armazenar e garantir a promoção”, comenta Alexandre Pregnaca, gerente de negócios da Cafene Innova, startup de tecnologia alimentar que criou a marca BitCoffee.

O café de comer é um produto que chega ao mercado com a proposta de criar um novo hábito de consumo de café. É um confeito obtido a partir do processamento de café 100% Arábica Premium, apresentado inicialmente nas versões “espresso”, “cappuccino” e “café com leite”, em embalagens de 30 gramas contendo 10 unidades de café de comer, nas versões convencional e zero açúcar. E o Creme de Café BitCoffee está disponível nos sabores Espresso e Cappuccino, também nas versões zero açúcar e convencional.

Vale ressaltar que, além da inovação alimentar, BitCoffee chega ao mercado com atuação social. A Cafene Innova firmou parceria com a EuReciclo com solução de logística reversa de embalagem para contribuir com a redução dos impactos na natureza, e apoio à ADID – Associação para Desenvolvimento Integral do Down -, revertendo parte das vendas à entidade que atua desde 1989 educando, preparando e incluindo pessoas com Síndrome de Down no mercado de trabalho. “Vamos colaborar também com a inserção desses profissionais tão especiais no varejo, nas cafeterias e outros pontos de atendimento”, complementa Pedro Melo Jr, CEO da Cafene Innova.

Black Friday Café de Comer BitCoffee
De 20 a 27 de novembro
Desconto de até 50% + Frete Grátis para regiões Sul e Sudeste do Brasil

Café Santa Monica com descontos de até 80% na Black Friday

Com crescimento do e-commerce, marca aposta no canal e terá produtos em e-commecoferta em sua loja virtual e em diferentes marketplaces

O Café Santa Monica aproveitou o crescimento das vendas no e-commerce durante a pandemina para investir nesse canal. Para a Black Friday, a marca de café gourmet fez negociações com diversas plataformas para oferecer seus produtos com preços especiais.

A linha Santa Monica será comercializada na Amazon, Amazon Prime, Mercado Livre e na Magalu com descontos de 15% a 80% no período de 23 a 27 de novembro e também terá descontos na loja virtual da marca.

“Queremos aproveitar a Black Friday para ampliar ainda mais a nossa presença no e-commerce e oferecer nossos produtos com preços diferenciados para que mais pessoas possam conhecer toda a nossa linha, saborear um café gourmet e, depois de sentirem a diferença, continuarem consumindo nossos cafés”, acrescenta Marcelo Moscofia , CEO do Café Santa Monica.

“Com a Covid-19 o consumo de café cresceu 35% nos últimos meses. Com as pessoas trabalhando em home office, o consumidor comprou cafés de várias marcas e acessórios para experimentar diferentes tipos de extração em casa. Nós sentimos esse movimento e aproveitamos para lançar o Santa Monica Premium e ampliar nosso mix de produtos em nossa loja online”, explica o executivo.

Além do crescimento no e-commece o Santa Monica está ampliando sua participação no varejo com ingresso em redes regionais como a Rede Forte de Supermercados, com forte presença no Paraná e Santa Catarina, e também atendendo o mercado corporativo com diversas opções de kits com foco no final de ano.

Informações: Café Santa Monica

Petit Potê é novidade no coração dos Jardins

Após um vídeo despretensioso em 2017 ensinando a fazer ovos de Páscoa a empresária Amanda Freires recebeu uma chuva de encomendas que a fez querer investir em um negócio próprio. E, assim, nasceu a Petit Potê, uma marca que oferece indulgências saudáveis e deliciosas.

“O nome veio de uma brincadeira que sempre me expresso quando gosto tanto de uma pessoa, que gostaria de guardar num pote. Assim surge a ideia da Petit Potê, uma coisinha fofa ali num potinho. Uma brincadeira com o chique, despretensioso e divertido ao mesmo tempo”, afirma Amanda.

A arquiteta e urbanista de formação e hoje estudante de Nutrição Amanda saiu de Cuiabá em busca de conhecimento viajando por alguns países, nos quais apreendeu novas técnicas de confeitaria e sorveteria. Participou de feiras internacionais de gastronomia e ainda realiza consultorias pelo Brasil a importantes empresas. Chegou em São Paulo e sentiu-se preparada para abrir seu próprio negócio, depois de três anos da marca, que vendia só on-line e por indicação.

A loja física situada na rua Oscar Freire, nos Jardins, bairro ligado à cultura, modernidade, artes, não foi escolhido por acaso e, sim, vem ao encontro do conceito nova-iorquino, com portinhas pequenas onde se vivencia grandes experiências. Segundo a proprietária, cada detalhe foi pensado com carinho e atenção, é o caso da fachada de flores que traz ligação com a natureza que a marca realça e, inclusive, defende com responsabilidade social usando material biodegradável.

Os rococós mostram a linha delicada, mas ao mesmo tempo moderna, com uma led rosa na frente, trazendo luz e brilho. Na decoração, uma luminária foi desenhada no formato de casquinha, e nas paredes o azulejo carrega uma representatividade nas cores e textura como se também fosse uma casquinha.

Os sorvetes são os queridinhos e seguem o estilo “soft”. Na seleção de sabores há os fixos, como chocolate e baunilha (R$ 6 o pequeno; e R$ 12 o grande) e os variáveis, como pistache; morango com pitaia e hibiscos (R$ 8 o pequeno; e R$ 15 o grande). A casquinha com decoração especial, que promete ser o pedido campeão de vendas, acrescenta pétalas de flores comestíveis e o Gold Leaf 18 Kilates (folha de ouro comestível), apelidado de sorvete Petit Potê (R$ R$ 9 o pequeno; e R$ 19 o grande). Há ainda venda de potes para viagem de 480 ml (R$ 42,50), e opção de casquinhas veganas feitas sem açúcar e sem glúten.

O espaço oferece outros itens além do sorvete. O cardápio tem o propósito de oferecer muitas fibras e proteínas e poucas calorias nos produtos. Na linha salgada há a torta do dia (R$ 18), coxinhas assada de frango (R$ 15) e de jaca (R$ 18), pastel de forno (R$ 15) e a versão vegetariana e vegana (R$ 18), croissant (R$ 8,50), pão de queijo (R$ 5,90) e por fim, quiche do dia (R$ 18).

Linha Doce tem bolos como o da Vovó (receitas comfort food) como cenoura, nega maluca, milho (R$ 15), Naked Cake (R$ 24) e o Brownie de chocolate (R$ 12). Os sucos têm duas sugestões: naturais – R$ 8,90 a R$ 10) e os funcionais como o Seca você (beterraba, morango e hibisco – R$ 19,90), o Pré Treino (melancia, canela e limão – R$ 19,90). Nos cafés, o grão trabalhado é da Senhor Espresso, de São José do Rio Pardo, com seu Bourbon Amarelo premiados pela BSCA em 2019, vendido como expresso (R$ 6), Affogato (R$ 12), Capuccino (R$ 10) e Macchiato (R$ 9,50). Ainda Há o Golden Milk (R$ 12) e o Matchá (R$ 12).

A Petit Potê trabalha apenas com produtos saudáveis, sem conservantes,0% açúcar e sem glúten e lactose, usando receitas com ingredientes frescos e naturais “É isso que queremos passar, uma integração do produto a arquitetura, levando saúde, bem-estar, longevidade e prazer”, conclui Amanda.

Petit Potê – Rua Oscar Freire, 562 – Jardins – São Paulo. Horário de funcionamento, de segunda a domingo, das 11h às 18h, durante a pandemia.

A Tal da Castanha ensina a fazer shake energético

O que acha de saborear um shake supergostoso e que ainda por cima dá uma dose extra de energia para o seu treino? A Tal da Castanha ensina como fazer shake energético com a bebida de Caju + Amendoim composta por apenas três ingredientes: amendoim, amêndoas de castanha-de-caju e água no caju+amendoim.

A dose extra de energia fica por conta da maca peruana, um pozinho extraído de uma raiz andina, rica em vitaminas e minerais importantes para a manutenção do organismo, além de apresentar compostos bioativos de ação estimulante. Vamos à receita?

Shake Energético

Ingredientes:
1 copo da bebida Caju + Amendoim da A Tal da Castanha;
1 colher de chá de maca peruana;
1 dose de café expresso ou normal ;
1 banana;
1 pitada de canela em pó.

Preparo:⠀
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até ficar encorpado. É uma explosão de energia e sabores!

Imagem: The Dreaming Foodie

Fonte: A Tal da Castanha

A máscara de proteção pode danificar os lábios? Quais cuidados devemos ter?

Definitivamente é hora de investir no que vem sendo chamado de Lipcare – cuidado com a pele dos lábios. Eles podem ficar escondidos por mais tempo do que visíveis, mas precisam, agora, mais do que nunca, de uma boa dose de hidratação, pois também sofrem o efeito da máscara

Maskne, Mask Mouth… realmente, a máscara de proteção para evitar o contágio por Covid-19 tem alguns efeitos negativos na pele (ressecamento) e na boca (mau hálito e cárie), mas a semimucosa dos lábios (uma transição da mucosa oral para a pele ao redor da boca) também pode ser afetada pelo uso constante da máscara.

“O motivo é simples: os lábios são uma das partes mais sensíveis do corpo, contando com apenas de três a cinco camadas de células em comparação com a pele do rosto, que pode chegar a 16 camadas. Consequentemente, sua pele, mais delicada, também sofre o efeito do microclima criado pela máscara. Os lábios secam e até racham com mais frequência. Nessas circunstâncias, é necessário, mais do que nunca, o uso de cuidados hidratantes, nutritivos e suavizantes para protegê-los do ressecamento e irritação causados pelas máscaras”, explica a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. O problema tem aparecido com frequência também em mulheres, já que muitas abandonaram o uso dos batons (que formam um filme hidratante), por conta das máscaras.

Porém, é claro que a máscara (cujo uso é indiscutível e necessário) não é a única culpada: existem outros fatores que afetam a saúde e a beleza dos lábios. Morder ou lamber os lábios com frequência é um dos principais hábitos que danificam a região, no momento. “Lamber ou morder os lábios pode gerar sensação de queimação, infecções, dor, inchaço, ressecamento e sangramento”, afirma a médica.

O sol, obviamente, também é um desses agressores. “Ele agride a pele, então é claro que danifica também os lábios, que são bem mais finos. Por isso é importante usar protetor solar labial com FPS 30, no mínimo. O ideal é usar durante todo o ano, mas principalmente sempre que estivermos expostos ao sol”, afirma a médica. E cuidado: não confie na máscara, pois ela não vai proteger da radiação ultravioleta.

O que você provavelmente não sabia é que outra causa que age contra a beleza dos lábios é o consumo de cafeína. “Beber muito café pode desidratar e quando as células perdem a hidratação ficam mais suscetíveis ao aparecimento de rugas, também nos lábios. Portanto, devemos tentar evitar o excesso de cafeína”, diz a médica.

O cigarro, então, nem precisa falar, não é? Fumar não só seca os lábios, sem falar no aparecimento precoce do código de barras, como causa pequenas rachaduras e rugas, além de, também, alterar seu tom rosado natural. “Por um lado, eles ficam mais pálidos devido à falta de oxigênio, o que é particularmente perceptível nas membranas mucosas. Ao parar de fumar, a pele recupera sua oxigenação em questão de dias. Da mesma forma, a fumaça e as substâncias dos cigarros também causam escurecimento dos lábios (como acontece nos dentes ou nas unhas)”, diz a médica.

Foto: BeautyLish

Lipcare – alguns cuidados, tão simples quanto eficazes, podem ajudar a aliviar todos os efeitos e manter o frescor e a juventude dos lábios. O primeiro passo é esfoliar, retirando as células mortas (por favor, suavemente, sem esfregar e com produtos específicos). “Essa esfoliação labial não deve ser diária, podendo ser feita a cada 15 dias. Não esqueça da hidratação imediata após a esfoliação, usando produtos na textura de bálsamos, manteigas, óleos, gloss hidratantes e máscaras labiais. Eles devem ter FPS de no mínimo 30, a fim de manter a região hidratada e protegida. Evite, também, passar a língua, já que a saliva dá uma falsa sensação de umedecimento em um primeiro momento, mas agrava o ressecamento depois”, finaliza a médica.

Fonte: Paola Pomerantzeff é dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina Santo Amaro, é especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

L’OR torrado e moído lança linha Origens Brasileiras

Composto pelos blends Sul de Minas, Cerrado Mineiro e Mogiana, a novidade substituirá linha atual de cafés da marca na categoria

Com o objetivo de acompanhar a demanda dos consumidores do mercado de Torrado e Moído Premium, L’OR acaba de lançar os blends Sul de Minas, Cerrado Mineiro e Mogiana, que compõe a nova linha Origens da marca. A novidade vem para substituir a linha Intensidade com os conhecidos blends Classique, Intense e Extra Fort.

L’OR inovou o segmento de cafés especiais, quando em 2017 chegou ao país para liderar o movimento no varejo brasileiro, em todas as categorias (grãos, torrado e moído, cápsulas e solúveis) e com livre acesso por meio dos supermercados. “O consumidor brasileiro tem percebido cada vez mais o valor dos cafés premium, devido à seleção de grãos, aromas e sabores sofisticados. E o aumento da procura por esses cafés especiais reflete no consumo doméstico”, afirma Tina Cação diretora de Marketing da JDE (Jacobs Douwe Egberts), dona da marca de café L’OR.

Com qualidade certificada pela nota máxima de superioridade fornecida pela ABIC, L’OR Origens Brasileiras torrado e moído conta com blends exclusivos que promovem aromas característicos das regiões onde são produzidos e se destaca por seus sabores surpreendentes:

L’OR Mogiana é um café com corpo equilibrado e aroma marcante. Uma bebida frutada, de intensidade 7, com acidez média e doçura natural.

L’OR Sul de Minas é um café de corpo médio e acidez cítrica alta. Uma bebida adocicada, de intensidade 8, com notas florais e cítricas e aroma frutado.

L’OR Cerrado Mineiro é um café encorpado e com aroma intenso. Uma bebida de leve acidez, de intensidade 9, com sabor doce e notas de chocolate.

A nova linha também conta com um QR Code no verso da embalagem que permite ao consumidor ter acesso a uma página exclusiva com informações sobre as regiões de origem dos cafés. Os blends Sul de Minas, Cerrado Mineiro e Mogiana da linha L’OR Origens Brasileiras já estão disponíveis nos principais supermercados de todo o Brasil.

Informações: Café L’OR

Pilão inova e lança café solúvel

Com o novo blend, marca traz sabor diferenciado para conquistar mais adeptos nessa categoria e ampliar sua participação no mercado

Pilão, marca do café forte do Brasil e líder no setor no país, lança o novo Pilão Solúvel que une a praticidade do solúvel com blend com sabor e aroma semelhantes ao café coado. A inovação tem como objetivo aumentar o número de consumidores na categoria com o perfil sensorial do café coado, o mais consumido pelos brasileiros (66%), de acordo com dados da Organização Internacional do Café (OIC).

Segundo levantamento feito pela Associação Brasileira de Café Solúvel (ABICS), a categoria cresceu 19% nos primeiros quatro meses deste ano tanto no consumo interno quanto nas exportações. Entre janeiro e abril, ao todo, foram 298 mil sacas de 60kg ante 251 mil sacas no mesmo período do ano passado.

“A categoria de cafés solúveis vem conquistando cada vez mais adeptos em todo o mundo, inclusive no Brasil em função da oferta de bons produtos que agregam a facilidade no preparo no dia a dia. Pilão Solúvel traz o DNA da marca, com as características do café encorpado que todo o brasileiro conhece”, afirma Tina Cação, diretora de Marketing da JDE (Jacobs Douwe Egberts), empresa detentora da marca Pilão.

A novidade conta ainda com um ponto de torra acentuado, que ajuda a manter o aroma e sabor do Pilão e com a garantia da praticidade de um café solúvel de qualidade.

Além da inovação no sabor, o novo Pilão Solúvel traz, pela primeira vez, a embalagem em vidro (100g) para garantir que todas as propriedades do solúvel sejam mantidas. Para refil, o consumidor terá a opção sachê de 50g.

Pilão Solúvel está disponível nas principais redes varejistas do país e pelo site.

Por que café harmoniza tão bem com queijo?

Já parou para pensar por que é tão gostoso fazer um intervalo no meio da tarde e tomar uma xícara de café com um pão de queijo recém-saído do forno? Protagonistas entre os ingredientes queridinhos dos brasileiros, o café e o queijo possuem sabores peculiares, que, quando misturados, oferecem uma inusitada e deliciosa harmonização gastronômica. A combinação faz parte do cotidiano de muitas culturas ao redor do mundo, inclusive dos brasileiros.

“Em Minas Gerais, por exemplo, existe o costume de se comer queijos meia-cura ou curados com café em alguns momentos do dia, principalmente no café da manhã e no meio da tarde”, pontua Hellen Maluly, doutora em Ciência de Alimentos e consultora do Comitê Umami, organização responsável pela divulgação do quinto gosto do paladar humano no Brasil.

De acordo com a especialista, o motivo para tanto sucesso pode estar diretamente relacionado ao queijo, sendo um dos ingredientes em que o gosto umami – quinto gosto do paladar humano – está presente. “O umami é evidente em muitos alimentos do cotidiano, como tomates, carnes, cogumelos e, principalmente, queijos, tendo um papel fundamental para que a harmonização aconteça”, explica Hellen.

“Quando misturado ao café, o quinto gosto ameniza sensações de alguns tipos de café de torra mais intensa, como o amargor, ou a acidez de cafés que passam por processos de fermentação mais longos. Outros compostos presentes naturalmente nos grãos, como polifenóis, também podem provocar certa adstringência, mas isto irá depender das suas concentrações. No entanto, o fato mais interessante está relacionado ao aumento da salivação provocado pelo gosto umami. A saliva faz com que os aromas, tanto do queijo como do café, possam se diluir com mais facilidade, oferecendo continuidade ao sabor na boca e uma harmonização perfeita entre o café e o queijo”, complementa.

Para ter uma experiência mais acentuada, vale escolher cafés e queijos de boa qualidade para melhorar ainda mais essa combinação. Hellen ainda dá algumas dicas: “Alguns blends, feitos com Coffea arabica e Coffea robusta, podem ser mais amargos pelo aumento do teor de cafeína e são excelentes escolhas para queijos mais fortes. Já queijos mais leves, como brie, camembert ou mesmo queijos frescos, combinam bem com cafés da variedade arábica, pois são mais leves e realçam o dulçor, principalmente se forem servidos com geleias aromáticas, feitas com cascas de laranja e especiarias, por exemplo.

Umami

É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. Foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para este gosto nas papilas gustativas. O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias umami. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento.

Informações: Portal Umami