Arquivo da tag: cafeína

Como o envelhecimento afeta seu sono

Conforme você envelhece, é provável que surjam mudanças em seus padrões de sono. Você pode achar mais difícil dormir – e ficar assim – do que antes. Você pode se sentir cansado durante o dia e querer tirar uma soneca. Você não está sozinho: muitos homens e mulheres com mais de 50 anos têm problemas para dormir. Muitas coisas podem afetar a qualidade do seu descanso e, às vezes, há mais de uma causa em jogo.

Dor

Artrite, problemas nas costas, DRGE (doença do refluxo gastroesofágico), diabetes e outras doenças relacionadas à idade podem causar dores que o acordem. Em alguns casos, a fisioterapia ou a cirurgia podem ajudar com dores nas costas. Caso contrário, seu médico poderá tratá-lo, bem como outras doenças subjacentes. Os analgésicos de venda livre podem diminuir a dor e a inflamação.

Doença Neurológica

Parkinson

Esses tipos de doenças causam problemas com sinais elétricos no cérebro e no sistema nervoso. A doença de Parkinson pode causar movimentos que o acordem ou perturbem seu sono de outras maneiras. E o Alzheimer perturba e agita algumas pessoas bem na hora em que normalmente vão dormir. Seu médico pode ajudá-lo a tratar os sintomas dessas doenças.

Remédios

Medicamentos para doenças cardíacas, hipertensão, Parkinson e problemas de tireoide – todos mais comuns com o aumento da idade – podem interromper seu sono. E a idade pode tornar os efeitos de alguns medicamentos mais propensos a mantê-lo acordado, como o estimulante pseudoefedrina em descongestionantes de venda livre. O seu médico pode ajustar ou alterar a sua medicação se ela parecer afetar o seu sono.

Acordando para fazer xixi

Se isso acontecer mais de uma vez por noite, seu médico pode concluir que seja noctúria. Isso tende a acontecer mais conforme você envelhece e pode ser devido a doenças, como diabetes, insuficiência cardíaca ou infecção, inflamação e outros problemas de bexiga relacionados à idade. Pode ajudar a evitar cafeína e álcool no final do dia. Seu médico pode prescrever comprimidos de água (diuréticos) para ajudá-lo a fazer xixi no início do dia, ou outros medicamentos que diminuem a necessidade de ir ao banheiro.

Menopausa


À medida que você para de menstruar na meia-idade, seu corpo lentamente para de produzir os hormônios progesterona e estrogênio. Isso geralmente causa ondas de calor em que uma onda de adrenalina a acorda. Isso pode acontecer muitas vezes por noite. Elas podem fazer você ficar muito quente e suar – às vezes muito. Seu médico pode prescrever hormônios para interromper esses flashes e ajudá-la a dormir.

Mudanças no ritmo do sono


Conforme você envelhece, você tende a ficar com mais sono no início da noite e acordar mais cedo. Pode ajudar ouvir seu corpo conforme isso muda, para que suas horas de sono estejam mais em sintonia com os ritmos naturais de seu corpo. Você pode ir para a cama com uma rotina relaxante à noite. Leia um livro ou ouça uma música suave. Um banho ou ducha quente e alguns exercícios leves de alongamento também podem causar sonolência.

Apneia do sono

É quando você ronca tão intensamente que interrompe repetidamente a respiração enquanto dorme – às vezes centenas de vezes por noite. Pode afetar qualquer pessoa, mas é mais provável depois dos 40 anos. Você pode perceber que está grogue no dia seguinte por falta de sono. Às vezes é porque você está com alguns quilos a mais, mas nem sempre. Um médico pode fazer exames para ver se você tem e ajudá-lo a tratá-lo.

Síndrome das pernas inquietas

Medical Images

Faz com que suas pernas se movam quando você não quer. Pode mantê-lo acordado com sensações estranhas nas pernas: elas podem formigar, ou você pode sentir sua pele se arrepiar ou ter uma sensação de “alfinetes e agulhas”. Quando inclui os braços, é chamada de distúrbios do movimento periódico dos membros, ou DMPM. Cerca de 20% das pessoas com 80 anos ou mais têm SPI. Mais do que isso, têm alguma forma de DMPM. O seu médico pode ajudá-lo a controlar os seus sintomas.

Saúde mental

Foto: Shutterstock

Novos problemas de saúde mental, como depressão, podem surgir com a idade. Pessoas com depressão, transtorno bipolar e outros transtornos do humor têm maior probabilidade de ter problemas de sono. Pode ser um evento repentino ou um período difícil em sua vida. Ou pode ser que os eventos do dia a dia comecem a preocupá-lo mais do que antes (ansiedade). Fale com o seu médico se as preocupações ou o seu humor parecem interferir no seu sono.

Cochilos

Depositphotos

Conforme você envelhece, pode ter mais tempo extra para cochilar durante o dia, seja por acaso ou propositalmente. Mas se você não está dormindo à noite, cochilos podem não ser uma boa ideia, especialmente no final da tarde ou à noite. Você pode não se sentir cansado na hora de dormir ou dormir bem. Isso pode levar a um ciclo que perturba sua rotina normal de sono e tornar mais difícil o acordar de manhã.

Problemas de coração

Getty Images

Falta de ar por insuficiência cardíaca, dor no peito por angina, pulso acelerado por fibrilação atrial: todos esses problemas cardíacos podem interferir no seu sono. E menos sono pode piorar esses problemas cardíacos, o que leva a um ciclo infeliz. Converse com seu médico sobre qualquer um desses sintomas. Se você tiver uma doença subjacente, descubra como pode controlá-la com mudanças no estilo de vida, medicamentos, cirurgia ou outros tratamentos.

Ajude seu sono: faça uma lista

Getty Images

O sono pode ser difícil se sua mente estiver ocupada com todas as coisas que você precisa fazer amanhã. Você pode reduzir esse estresse se dedicar apenas alguns minutos para organizar seus pensamentos em uma lista de “tarefas a fazer”. Isso pode ajudá-lo a dormir melhor esta noite. E também fornece um guia pronto sobre como agir no dia seguinte.

Ajude a dormir: desligue o celular

A luz artificial após o anoitecer pode atrapalhar seu sono. A luz azul de dispositivos eletrônicos como smartphone e laptop é especialmente ruim porque reduz os níveis de melatonina. Telas especiais podem filtrar parte dessa luz. Alguns dispositivos têm configurações de “turno noturno” que ajudam a removê-lo. Mas a melhor coisa a fazer é desligar eletrônicos o mais cedo possível.

Ajude seu sono: menos álcool

WebMD

Você pode sentir sono depois de um ou dois drinques, mas, mais tarde, isso pode acordá-lo continuamente durante a noite. Ele perturba o importante estágio REM do sono e pode interferir na respiração. Também faz você urinar mais, o que significa que pode ter que se levantar e ir ao banheiro. Beber menos no final da tarde e à noite antes de dormir pode ajudar.

Ajude seu sono: menos cafeína


Não é apenas no café e no chá. Está em refrigerantes, chocolate, bebidas energéticas e analgésicos de venda livre. Pode dificultar o sono. Também pode diminuir a quantidade ou a qualidade do seu sono, especialmente à medida que você envelhece. Mesmo seis a oito horas antes de dormir pode ter um efeito. Fique longe dela à tarde e à noite, principalmente se tiver problemas para dormir.

Fonte: WebMD

Dois cosméticos para combater a temida celulite

Creme com 6% de cafeína e ativos drenantes auxilia no combate à celulite e gordura localizada

bio_flex_home_care__250g

A Buona Vita apresenta Caffeine Sculpt, agora com 6% de cafeína em associação com ativos drenantes e estimuladores metabólicos, que auxiliam no combate da celulite e gordura localizada.

Características do produto:
Creme enriquecido com 6% de cafeína, indicado para auxiliar na massagem e outros procedimentos estéticos corporais que visam redução de medidas e da celulite. Seus ativos têm propriedades drenantes, lipolíticas, anticelulíticas, descongestionantes e tonificantes do tecido. Creme de base leve que oferece ótimo rendimento e deslizamento, sem deixar a pele pegajosa. Contém extratos de algas marinhas, arnica, castanha-da-índia, cavalinha e centella asiática.

Diferencial
Com bases biocompatíveis e livre de parabenos e substâncias alergênicas, Caffeine Sculpt traz uma das concentrações mais altas de cafeína em cosméticos antigordura e anticelulite do mercado. Além disso, o creme possui ativos que atuam em sinergia destacando as propriedades drenantes, lipolíticas, anticelulíticas, descongestionantes e tonificantes do tecido

Indicação: gordura localizada e celulite.

Preço: R$ 155,00

Com grande concentração de ativos, Bio Slim Belt reduz gordura localizada e combate celulite

bio_slim_belt_profissional_1000ml.png

Formulado com um complexo de ativos lipolíticos, o redutor de medidas e celulite da Buona Vita atua na melhora da circulação e da aparência da pele.

Características
O produto age melhorando a microcirculação e a aparência do tecido através de ativos lipolíticos que estimulam a quebra dos triglicérides que ficam armazenados no tecido adiposo, reduzindo a sua espessura e assim amenizando o aspecto casca de laranja da pele. Um destes ativos é a Cafeína, que reativa o mecanismo celular, causa lipólise (quebra de gordura) no interior do adipócito e reduz o tamanho das células de gordura.

Além disso, o Bio Slim Belt conta também com L-carnitina (aminoácido envolvido na produção de colágeno e elastina que contribui para amenizar as ondas e irregularidades presentes na camada superficial da pele), Asiaticoside (melhora a circulação sanguínea, combate a celulite e ajuda a eliminar a gordura), Argisil C (ação antiglicação e quebra de gordura) e Lanachrys (efeito calmante e redutor de edemas, além de aumentar naturalmente a quebra de gordura e a microcirculação cutânea).

Diferencial
Com grande concentração de ativos específicos voltados para combater a gordura localizada e a celulite, como o Bioex Antilipêmico (composto de sete potentes extratos botânicos que estimulam a quebra de gordura e contribuem para o tratamento estético da celulite), o Bio Slim Belt melhora a microcirculação e a aparência da pele e ameniza o aspecto de “casca de laranja” do tecido através de seu efeito lipolítico.

Indicação: redução de gordura localizada e celulite.

Preço: R$ 96,00

Informações: Buona Vita

Páscoa: descubra os efeitos do chocolate no sono

Se houver exageros, alto índice de cafeína presente na guloseima pode prejudicar o descanso

Páscoa é sinônimo de se deliciar com uma variedade de ovos de chocolate. É nesta época que o consumo de um dos doces mais queridos do mundo aumenta e os exageros acontecem. Apesar de ser motivo de alegria, tanto da criançada quanto dos adultos, em excesso pode acarretar prejuízos à saúde, principalmente ao sono.

O chocolate contém cafeína em doses que variam de acordo com o tipo. As versões meio amargas são as campeãs: a cada 450 gramas, são 30 miligramas da substância, o que equivale a uma xícara de chá instantâneo. “Parece pouco, mas o descanso noturno pode ser prejudicado, principalmente se há alta ingestão do alimento próximo ao horário de dormir”, conta a Consultora do Sono da Duoflex, Renata Federighi.

chocolate escuro

“Em doses moderadas, a cafeína produz ótimo rendimento físico e intelectual, aumenta a capacidade de concentração e auxilia na reação aos estímulos sensoriais. Já em doses exageradas, esse consumo pode causar sintomas que comprometem o sono, como ansiedade, nervosismo, tremores musculares e taquicardia”, completa.

Um estudo da instituição americana National Sleep Foundation (Fundação Nacional do Sono), mostrou que o efeito da cafeína presente em uma barra de chocolate tem duração de três a quatro horas no corpo, chegando a 12 horas dependendo do organismo. “Por isso, para que a qualidade do sono não seja afetada, recomenda-se ingerir o doce pelo menos três horas antes de dormir e evitar exageros”, orienta Renata.

mulher comendo sorvete na cama

Apesar dos cuidados necessários, vale lembrar que 50 gramas de chocolate por dia, estimula a produção de serotonina, responsável pelo relaxamento do corpo e pela sensação de bem-estar. “Com moderação, a guloseima pode se tornar um aliado à saúde. O meio amargo é o mais indicado para uma alimentação saudável”, finaliza a consultora da Duoflex.

Fonte: Duoflex

Chá verde: sete benefícios que você não conhecia

Bebida milenar, tradicional na China e no Japão, o chá verde só chegou à Europa por volta do século XVII. Atualmente, ele é consumido no mundo todo, graças aos seus inúmeros benefícios. Feito a partir da infusão da planta Camellia sinensis, o chá verde é chamado assim porque, durante o processamento, suas folhas sofrem pouca oxidação. E não se deixe enganar, só a Camellia sinensis produz o verdadeiro chá verde.

Os benefícios mais comuns todos já sabem: ajuda na “queima” de gordura, é diurético, melhora a função cerebral e diminui o risco de alguns tipos de câncer. “Isso se dá graças a riqueza em polifenóis (catequinas e os flavonoides) que são poderosos antioxidantes. Essas substâncias são benéficas para a saúde, pois diminuem a formação dos radicais livres que degeneram as células no corpo, auxiliando no efeito antienvelhecimento”, explica a nutricionista e pesquisadora Aline Quissak.

Mas segundo a especialista, os benefícios não param por aí; o chá verde possuí uma gama enorme de substâncias que fazem bem ao nosso organismo. Confira sete benefícios desse chá para o seu dia a dia.

Cafeína

cha verde mulher

Composto estimulante mais conhecido no chá, sua quantidade é suficiente para produzir uma boa resposta sem causar efeitos nervosos quando há o excesso da substância, como no café. Ajuda na queima de gorduras e melhora o desempenho dos exercícios, já que aumenta a concentração, tempo de reação, além de ajudar na memória e humor.

Aminoácido L-teanina

Esse aminoácido melhora a atividade de neurotransmissores com efeitos anti-ansiedade, ajuda no foco, reduz o estresse e tem potencial tranquilizante sem causar sonolência, afetando de forma positiva a química do cérebro. Alguns estudos sugerem que pessoas que tomam chá verde com frequência são menos propensas a ter depressão.

EGCG

É uma das principais propriedades medicinais da bebida, esse tipo de catequina tem um potencial anticancerígeno grande, com ação mais potente nos cânceres de bexiga e próstata.

Diurético

Por conter catequinas e cafeína, que é um estimulante físico e mental, o chá pode provocar aumento da diurese, eliminando principalmente o excesso de líquidos retidos no corpo e retirando toxinas através do xixi.

Doenças cardiovasculares

chá verde japones tradicional louça pixabay
Pixabay

O chá é um grande amigo do coração, artérias e veias, pois os fortifica, atuando na prevenção de doenças circulatórias e cardíacas. Diminui as taxas de LDL (colesterol ruim), graças ao alto teor em polifenóis, que evitam que as partículas oxidadas prejudiquem as artérias e causem inflamações.

Sistema imunológico

Por conter potássio, manganês, vitaminas C, B1, B2, e K, ajuda a prevenir infecções e inflamações, pois esses minerais melhoram o funcionamento do sistema imunológico.

Neurônios

Alguns estudos indicam que as catequinas contidas no chá verde, podem ter efeitos de proteção nos neurônios, pois agem na prevenção da diminuição cognitiva que é causada pelo envelhecimento das células cerebrais. Com isso, diminui o risco de desenvolver Alzheimer, o mal de Parkinson e outras doenças neurodegenerativas.

Dúvidas

cha verde (2)

Quanto eu devo consumir para obter esses benefícios? Segundo Aline, o ideal é tomar até 3 xícaras por dia, com no máximo 2 gramas de chá para cada xícara. Se não conseguir suportar seu amargor característico, bata com hortelã ou algumas frutas, como morango, maçã, amora, acerola e uva. Beba sempre entre o intervalo das refeições, porque ele reduz a absorção de alguns nutrientes, como o ferro, cálcio e ácido fólico.

Sua infusão não deve ser maior que 3 minutos e a água para fazer a extração não pode estar fervendo, já que o gosto amargo pode acentuar e alguns compostos bons se dissolvem na água muito quente. Evite tomá-lo de noite, para não atrapalhar o sono por conta da cafeína.

Apesar de todos esses benefícios, algumas pessoas devem evitar a bebida. “Gestantes devem evitar tomar o chá verde, já que ele pode dificultar a absorção de ácido fólico. E a cafeína, mesmo que presente em doses menores que no café, pode causar dores de cabeça, taquicardia e náuseas. Pessoas intolerantes à cafeína, com gastrites ou úlceras também devem evitar o consumo, já que ele pode provocar mais irritação no estômago”, alerta a nutricionista.

Mesmo sendo um produto natural, quando consumido em excesso pode fazer mal ao organismo, por isso, fique atento às dicas da quantidade recomendada, melhores horários para o consumo e suas contraindicações. Siga sempre as recomendações do seu nutricionista.

Fonte: Aline Quissak – Nutri Secrets

Alimentos termogênicos naturais para aumentar a queima de gordura

Frequentemente utilizados por atletas, os alimentos termogênicos tornaram-se populares entre aqueles que buscam um corpo bonito, sendo comumente usados como emagrecedores naturais e para melhorar o desempenho físico durante exercícios de alta intensidade.

“Estes alimentos possuem substâncias capazes de aumentar a temperatura corporal. Esta produção de calor no organismo acelera o metabolismo e promove a utilização de fontes energéticas primárias, aumentando a queima da gordura e melhorando a performance física”, explica Renata Domingues, médica especializada em Nutrologia, diretora responsável da Clínica Adah e vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrologia Médica (Abranutro).

Porém, nem tudo que emagrece é considerado termogênico. Para te ajudar a escolher, a especialista apontou as principais substâncias termogênicas. Confira:

chá verde japones tradicional louça pixabay
Pixabay

– Chá-verde: “O chá-verde contém substâncias como a cafeína e epigalocatequinas que estimulam o catabolismo lipídico e a utilização dos estoques de gordura como fonte de energia, aumentando os níveis metabólicos. Além disso, estudos em humanos apontam que a ingestão de chá-verde rico em EGCG (Epigalocatequina galato) associada à prática de exercícios físicos promove a oxidação de gordura e aumenta o gasto energético através da estimulação da lipólise (queima de gordura).”

getty_rf_photo_ café cafeina

– Cafeína: “A cafeína inibe a enzima que degrada o AMPc, substância responsável por ativar a lipólise através da liberação de catecolaminas, promovendo assim o aumento da queima de gordura e do período de tempo que ela ocorre.”

oleo de cartamo

– Óleo de Cártamo: “O óleo de cártamo é composto por CLA (ácido linoleico conjugado), ácido oleico e linolênico, os quais agem inibindo a ação da enzima que permite a entrada de gordura nas células adiposas, responsáveis pelo armazenamento de gordura.”

gengibre

– Gengibre: “O gengibre estimula a produção de catecolaminas (dopamina, epinefrina e norepinefrina) que também promovem o aumento da queima de gordura. Adicionalmente, o gengibre diminui a absorção da gordura ingerida.”

Mas a médica alerta que as substâncias termogênicas sozinhas não são o suficiente. Para que estas tenham um bom funcionamento no organismo, é preciso uni-las a exercícios físicos e uma alimentação equilibrada. “O exercício é um multiplicador da perda de gordura corporal que, quando associado às substâncias termogênicas, queima ainda mais calorias advindas especificamente dos estoques de gordura”, finaliza Renata.

Fonte: Renata Domingues é médica especializada em Nutrologia, vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrologia Médica (Abranutro) e diretora responsável pela Clínica Adah. Pós-graduada em Nutrologia Médica e em Ciência da Fisiologia Humana e Longevidade Saudável, a nutróloga é membro da World Society of Interdisciplinary of Anti-Aging Medicine (Wosiam). 

Os piores alimentos para quem tem constipação

Pode ser um pesadelo e representar muito tempo no banheiro. Só quem tem constipação sabe o quanto isso pode ser desagradável, inconveniente e até dolorido. Sendo assim, que tal fazer uma lista com o que deve ser evitado? Abaixo alguns itens que você já pode incluir:

Laticínios

getty images laticinios

Se você fica constipado com frequência, faça um favor a si mesmo e dê uma olhada na sua dieta. Entre os alimentos que podem bloqueá-lo estão muito queijo e leite. Mas você pode não ter que desistir dos laticínios – apenas coma menos e mude suas escolhas. Experimente iogurte com probióticos, bactérias vivas que são boas para o seu sistema digestivo. Pode ajudar a aliviar a constipação.

Alimentos preparados e fast foods

getty_cheeseburger_and_fries

Seu estilo de vida ocupado faz com que você coma em movimento? Essas refeições prontas podem ser convenientes, mas podem causar problemas de saúde. A maioria delas tem pouca fibra, o que você precisa para ajudar a comida a passar pelo seu sistema. Tenha tempo para desacelerar, assim você pode acelerar sua digestão.

Comida frita

getty_rf_photo_of_fried_chicken_dinner frango

Frango frito  é quase impossível de ignorar, mas pense em optar por uma entrada com mais fibra se estiver passando por momentos difíceis no banheiro. Alimentos fritos são cheios de gordura e difíceis de digerir. Quando a comida se move lentamente pelo seu cólon, muita água pode ser retirada dela. Isso faz com que as fezes fiquem duras e secas.

Ovos

getty_ovos fritos

Eles são ricos em proteínas, mas pobres em fibras. Você não precisa tirá-los do menu. Basta adicionar alguns alimentos ricos em fibras na mistura. Experimente uma omelete com espinafres e tomates frescos.

Carne tenra

getty__steak

Cheio de proteína e gordura, mas sem fibras, esse bife suculento precisa ser equilibrado com o acompanhamento de brócolis, por exemplo. Isso ajudará a carne a passar confortavelmente pelo seu sistema digestivo.

Cupcake

getty_rf_photo_of-chocolate cupcakes

Acrescentes à possível constipação as muitas razões pelas quais uma sobremesa doce deve ser uma coisa ocasional, não regular. Bolos, biscoitos e outras delícias com açúcar refinado são pobres em fibras e líquidos, e ricos em gordura. Isso não é bom se você estiver com dificuldades para manter as coisas em movimento. Satisfaça sua gula por doce com morangos e iogurte. Sua barriga vai agradecer por isso.

Pão branco

getty_rf_photo pão branco

Muito disso lhe dará fezes duras e secas. Ele é feito com farinha branca de baixa fibra. Prefira torrada de grãos inteiros. Isso pode ajudar a sua próxima ida ao banheiro a ser mais suave.

Cafeína

getty_rf_photo_ café cafeina

Algumas xícaras de café fazem com que algumas pessoas corram para o banheiro, mas também podem provocar o efeito oposto. A cafeína no café e nos refrigerantes pode impedir que o seu corpo mantenha água, e você precisa que a H2O permaneça regular. Se você está constipado, pule a segunda xícara até que as coisas passem.

Álcool

getty_rf_photo_of_glasses_of_wine vinho bco

Assim como o café, bebida alcoólicas podem dificultar que o seu corpo mantenha água. Isso pode significar problemas para as visitas ao banheiro até você ficar hidratado novamente. Se você vai tomar um coquetel, tome um copo de água ao mesmo tempo para manter as coisas fluindo.

Fotos: Getty Images

Fonte: WebMD – Revisado por Melinda Ratini

 

Paixão mundial, café é presença obrigatória na vida da maioria pessoas

No café da manhã, depois da refeição, no meio da tarde, não existe um horário predeterminado para o consumo do café. Tem quem tome o dia todo e tem quem não goste. Mesmo assim, ele continua sendo o rei soberano na vida da população, e até ganhou um dia só dele. Hoje, 14 de abril, o mundo inteiro irá comemorar o Dia Mundial do Café.

Originário da Etiópia, suas propriedades estimulantes foram descobertas por um pastor, que observou alterações no comportamento de seu rebanho, depois que os animais ingeriram uma plantinha vermelha. O pastor, então, decidiu provar o alimento e logo ficou encantado com seu sabor e aroma. A partir daí, conquistou os países árabes, sendo contrabandeado para a Europa e trazido para o Brasil, onde se adaptou muito bem ao clima do país.

Palavra derivada do árabe, “gahwa” (aquilo que impede o sono), era consumida em planta, pelo deserto, envolta em gordura animal. Na Turquia, tomou a forma líquida e veio conquistando todos os paladares até hoje. Uma das principais ações do café no organismo humano é ajudar na diurese. A cafeína excita o sistema nervoso central, age sobre o sistema muscular (principalmente sobre o músculo cardíaco) ajuda no rendimento físico e intelectual, aumentando a concentração. Especialistas já estão encontrando outras formas do uso do café em diversos segmentos como na estética e em tratamentos de saúde.

Na estética e na saúde, a cafeterapia é indicada para peles com oleosidade e também relaxamento, pessoas com depressão, desintoxicação, reposição das energias térmicas após exposição solar, hidratação, nutrição e para dar mais tônus à pele. Mari Di Chiara, enfermeira especializada em estética, explica que a bebida tem grandes propriedades cosméticas.

Celulite

“A cafeína não engorda, ao contrário, ajuda a perder medidas e também é uma poderosa máscara anti-idade. Seu princípio ativo também está sendo usado, cada dia mais, em produtos como sabonetes, xampus, hidratantes e outros. Além disso, é superindicado contra a celulite, compondo muitos produtos desenvolvidos para combater esse mal, o café também tem propriedades esfoliantes e ajuda a acelerar a eliminação natural de gordura das células”, conclui Mari.

Além de ajudar a conservar a beleza exterior, o café também é usado na Medicina. Em dois tipos diferenciados, arábico, intenso e de sabor nobre, e o robusto, com aroma suave, após ser colhido, torrado e moído, deve ser misturado à água, em filtro de papel, coador, na versão instantânea e a expressa. A bebida contém cafestol e kahweol, substâncias que aumentam o colesterol sanguíneo. Portanto, o mais indicado é que seja consumida filtrada ou coada, pois parte desses compostos ficam retidos no processo de filtragem.

Por outro lado, é indicado evitar o consumo de café expresso, árabe, turco e grego, pois contêm alta concentração destas substâncias. O impacto negativo ao colesterol, só ocorre se o consumo for maior do que três xícaras por dia, já as calorias são originárias da quantidade de açúcar utilizado.

cafeina-cafe-verde-dieta

Elaine Ferraz, graduada pela Faculdade de Medicina Dr. Domingos Leonardo Cerávolo, pós graduada em endocrinologia (Lato Sensu), pelo IDEF – Instituto de Diabetes e Endocrinologia de Florianópolis, explica que, o consumo excessivo de café, está associado a doenças como hipertensão arterial (pressão alta), osteoporose e doenças cardiovasculares. A substância característica, a cafeína, é responsável pelo efeito estimulante da bebida. Mas, tudo tem o lado positivo, pois estudos mostram que a cafeína tem a capacidade de melhorar o metabolismo, na ajuda da perda de peso.

Uma xícara de café, pode ajudar no combate aos sintomas da enxaqueca. Consumido em doses regulares, ajuda na prevenção de doenças como as doenças de Alzheimer e de Parkinson. Contém substâncias antioxidantes, que elimina radicais livres e defende o sistema imunológico. Uma xícara pequena de café, com 180ml, contém apenas 2 calorias. Porém, deve-se calcular, pela quantidade de açúcar utilizado.

café

Tabela nutricional do café :

Café – Composição por 100 g de Alimento
———————————Café bebida sem açúcar ———-Café – grão torrado
Calorias                               2 cal.                                                 226 cal.
Proteínas                             0,3 g                                                  12,6 g
Gorduras                             0,1 g                                                  14,8 g
Carboidratos                      0,8 g                                                   63,5 g
Fibras                                     0                                                         7,6  g
Água                                      98,8 %                                                1,6  %
Cálcio                                    5 mg                                                 148 mg
Fósforo                                  5 mg                                                 198 mg
Ferro                                    0,2 mg                                                  2,9 mg
Sódio                                     1 mg                                                   72 mg
Vitamina A                             0                                                           0
Vitamina B1                      0,01 mg                                                0,07 mg
Vitamina B2                      0,01 mg                                                0,05 mg
Vitamina B3                       0,9   mg                                                 17 mg
Vitamina C                           0                                                             0
______________________________________________________________
Fonte:Dutra-de-Oliveira,J.E. & Marchini,J.S.,”Ciências Nutricionais”

 

Produtos que aceleram o metabolismo e auxiliam no emagrecimento

Apisnutri , empresa paranaense com atuação nos segmentos de Alimentos Funcionais, Suplementos, Nutrição Esportiva e Estética, está ampliando sua linha Femme com lançamentos que, além de promoverem a saúde e bem-estar da mulher, também auxiliam no emagrecimento.

A empresa ingressa no segmento de shakes com o lançamento da Shake Time uma deliciosa bebida cremosa à base de proteínas com alto valor de fibras, vitaminas e minerais. A novidade está no uso da Palatinose, um carboidrato de baixo índice glicêmico e lenta absorção.

shakes.png

Ideal para auxiliar nas dietas com ingestão controlada de açúcares, essa linha é composta pelos sabores coco, morango, baunilha e chocolate produzidos com mix de fibras que ajuda a inibir a fome, prolongando a sensação de saciedade.

Disponível em embalagens de 400g, o Shake Time é de fácil preparo. Basta acrescentar 30 gramas do produto (3 colheres de sopa) em 300 ml de leite desnatado.

thermo_tea_web_.png

Outra novidade da Femme é o Thermo Tea , um chá com delicioso sabor de frutas cítricas, formulado com pimenta vermelha, taurina, café verde em pó e cafeína que auxilia na aceleração do metabolismo. Disponível em embalagem de 250 g, o produto é de fácil preparo. Basta acrescentar 2 scoops (medida que acompanha o produto) em 250 ml de água gelada ou quente.

multifibras_web_.png

Excelente fonte de fibras, o Multifibras Pró tem formulação exclusiva que combina aveia, trigo, cevada, soja e as farinhas de banana verde, berinjela e beterraba. Além de auxiliar na motilidade intestinal, proporciona sensação de saciedade, auxiliando também na perda de peso. O consumo recomendado para o produto é de 3 colheres de sopa misturadas em um copo de leite desnatado ou leite de soja.

Importante lembrar que os produtos contêm trigo, aveia, soja e glúten.

Os lançamentos da marca Femme e toda a linha de produtos da Apisnutri estão disponíveis em lojas de produtos naturais em todo o Brasil.

Informações: Apisnutri

Combine chá e café para turbinar a queima de gordura

Um chá quentinho vai bem em diversas ocasiões, mas geralmente as pessoas recorrem e eles quando estão resfriadas, em dias frios ou, até mesmo, para relaxar e aliviar a tensão após um dia cheio. Porém, são poucos que conhecem e fazem uso das opções funcionais, especialmente os termogênicos, que garantem mais energia e disposição e ainda contribuem para a boa forma, acelerando o metabolismo.

Assim como os chás, é difícil encontrar alguém que não se sinta atraído pelo aroma e sabor marcantes do café, no entanto, na mesma proporção, as pessoas desconhecem seu efeito poderoso, não só para a saúde em geral, mas também na redução e manutenção de medidas. É possível alinhar o consumo tanto de chás como do bom e velho cafezinho a um cardápio balanceado e obter todos os efeitos benéficos desses estimulantes para potencializar a saúde e ainda impulsionar o emagrecimento.

O segredo está na cafeína

O Brasil é, sem dúvidas, a terra do café. A bebida já conduziu a economia nacional e está enraizada em nossa história e cultura. Muitos brasileiros são amantes do grão e não abrem mão de apreciar um café fresquinho antes de começar o dia. No entanto, seu principal componente: a cafeína, já foi taxada como uma vilã da saúde por muito tempo. Porém, atualmente, estudos estão sendo conduzidos para desvendar seus benefícios e derrubar esses mitos acerca da substância que, se usada corretamente, não só não é prejudicial como também pode prevenir e, até mesmo, combater diversas doenças.

Principais efeitos

A substância ativa regiões importantes no cérebro e seu efeito estimulante está associado a potencialização do sistema cognitivo, ela também é capaz de melhorar o desempenho físico, pois diminui a percepção de esforço ao praticar um exercício, dessa forma a atividade parece mais fácil do que realmente é. A cafeína ainda poupa os estoques de glicogênio muscular e retarda a fadiga, por isso, seu consumo, associado a uma dieta balanceada, contribui para acelerar a queima de gordura e está se tornado cada vez mais popular para a perda de peso.

barriga emagrecer

Sabor e saúde

A melhor notícia é que, ao contrário do que se acreditava, o consumo regular de cafeína não está relacionado a doenças cardíacas e ainda traz uma série de benefícios ao organismo. Além do café, no qual está presente em maior quantidade, a substância também é encontrada naturalmente em alguns alimentos como o cacau, o guaraná e chás como o de erva-mate, mas, especialmente, o chá preto e o chá verde. Além disso há alguns produtos como refrigerantes, energéticos e, até mesmo, medicações que possuem cafeína adicionada artificialmente.

Segundo a nutricionista Sinara Menezes é possível alternar o consumo de alimentos fontes da substância para obter todos os seus benefícios: “Para aqueles que já apreciam o café é interessante aliar o consumo com os chás para potencializar seus efeitos, já no caso de quem possui algum problema gastrointestinal, como azia, gastrite ou refluxo, a melhor opção pode ser a ingestão dos chás, que são uma versão mais suave com a mesma eficiência, principalmente no caso do chá verde e o chá preto, que possuem mais propriedades terapêuticas do que outras infusões de ervas” – explica a profissional da Nature Center.

Termogênicos poderosos

café

Para metabolizar os alimentos ingeridos, o corpo demanda de certa quantidade de energia, que varia de acordo com a complexidade do processo. Alguns demoram mais que outros, especialmente os termogênicos, por isso eles, consequentemente, gastam mais calorias e auxiliam no processo de queima de gordura. Eles são capazes de elevar a temperatura interna do corpo, assim, a queima de lipídios aumenta para tentar estabilizar esses níveis, isso induz o metabolismo a trabalhar num ritmo acelerado por mais tempo.

Portanto, alimentos termogênicos como o café, o chá verde e o chá preto são grandes aliados na luta contra a balança e podem ser consumidos ao longo do dia para obter mais disposição e energia para enfrentar a rotina de trabalho, estudos e academia.

Chás com propriedades terapêuticas

chá verde

Uma planta chamada Camellia sinensis dá origem a dois chás muito conhecidos e amplamente consumidos no mundo todo, o chá verde e o chá preto. Essas duas bebidas se destacam entre os melhores termogênicos naturais, e ainda têm propriedades antioxidantes e funções diuréticas, que diminuem o inchaço do corpo e combatem a retenção de líquidos. Sinara explica que esses chás podem ser encontrados nas versões em pó solúvel, sachê ou cápsulas (esta última no caso do chá verde) e possuem uma ação estimulante sobre todos os órgãos do corpo.

“Sua alta concentração de flavonoides, além de combater os radicais livres, também ajuda a prevenir o envelhecimento celular. O chá verde, por exemplo, ainda contribui para o emagrecimento, devido a sua alta concentração de cafeína e catequina, substâncias capazes de acelerar o metabolismo, e elevar o gasto calórico”, diz ela.

O sucesso do café verde

cafeina-cafe-verde-dieta

Uma versão menos popular do amado cafezinho é o green coffee, que está, aos poucos, se tornando famoso e conquistando adeptos até entre as celebridades e estrelas de Hollywood, isso graças a sua concentração de nutrientes mais elevada que a do café tradicional. O grão do café que estamos costumados a consumir, pelo processo de torrefação, confere a cor preta da bebida e serve para amenizar seu gosto amargo, tornando-a agradável ao paladar.

Já o café verde, comercializado geralmente na forma de cápsulas, não passa por esse processo, portanto tem suas propriedades naturais preservadas em níveis muito maiores. Assim, a especialista afirma que no café verde os principais nutrientes como a cafeína e o ácido clorogênico, que é uma substância responsável por estimular os neurotransmissores, favorecendo a quebra do tecido de gordura, permanecem no grão e potencializam seus efeitos benéficos ao nosso organismo.

Propriedades antioxidantes

Cha -e- cafe -verde- emagrecimento.jpeg

É comum ouvir falar a respeito de antioxidantes e seus benefícios ao organismo, porém poucas pessoas sabem de fato como essas moléculas agem e porque seu consumo é tão recomendado. Eles são compostos de vitaminas, minerais e outras substâncias químicas capazes de evitar a oxidação da estrutura celular e atuam no processo interno de limpeza do corpo, prevenindo diversas patologias, como derrames, envelhecimento precoce e problemas cardiovasculares, além disso, eles também são fundamentais para proteger células saudáveis de danos no DNA.

Há uma grande variedade de alimentos ricos em antioxidantes como vegetais, frutas, grãos e cereais, eles também podem ser encontrados em suplementos e produtos cosméticos. “Uma alimentação balanceada fornece uma grande quantidade e variedade de antioxidantes, contribuindo para aumentar a defesa imunológica” – explica a nutricionista.

Ela também afirma que os ácidos clorogênicos presentes no café, especialmente no grão verde, são responsáveis por boa parte da ação antioxidante da bebida, já no caso dos chás são os flavonoides que carregam essa função: “Isso contribui para inibir infecções e ainda reduz o risco de doenças inflamatórias, por exemplo, além de colaborar para a saúde cardíaca”.

A suplementação pode facilitar o dia a dia

greencapsules
Foto: Parmentier.de

Para os amantes do cafezinho, a bebida já faz parte do cardápio matinal e pode ser incluída facilmente após o almoço ou no período da tarde. Porém, para aqueles que não apreciam tanto, ou que, pela correria do dia a dia, não costumam consumir, a suplementação é a forma mais prática para aproveitar todos os benefícios, especialmente no caso do café verde. Por se tratar de um composto feito puramente à base de cafeína concentrada, é mais indicado ingerir a substância por meio de pílulas de extrato do nutriente, que oferecem os mesmo resultados sem a necessidade de consumir bebidas que geralmente contém açúcar e outros aditivos químicos ou calóricos na composição.

Já em relação aos chás termogênicos, a especialista explica que é possível encontrá-los no comércio em diversas formas, desde as folhas secas para o preparo de infusão a pílulas mais práticas que já contêm a dosagem certa:

“Fica a critério de cada um verificar o que se adapta melhor de acordo com a rotina diária, mas é fundamental buscar fontes seguras para alcançar todos os benefícios que o nutriente pode oferecer. Em geral, é recomendável que a ingestão seja feita durante o dia, antes das principais refeições e do treino, para otimizar o rendimento das atividades físicas. Além disso é preciso evitar o exagero para o efeito estimulante não prejudique o sono”.

Sinara também alerta sobre a importância de ter o acompanhamento de um profissional da saúde para controlar as porções ingeridas, especialmente no caso de gestantes, nutrizes e pessoas com problemas crônicos.

Fonte: Nature Center

Dieta mediterrânea pode reduzir o risco de degeneração macular

Estudo é o primeiro a mostrar que a cafeína pode ser protetora contra a degeneração macular relacionada à idade

Pessoas que seguem a dieta mediterrânea – especialmente pela ingestão de frutas – podem ter um terço menos probabilidades de desenvolver a degeneração macular relacionada à idade, de acordo com um estudo apresentado na AAO 2016, 120ª reunião anual da Academia Americana de Oftalmologia. O estudo é o primeiro a identificar que a cafeína pode ser um fator de proteção contra a degeneração macular.

Muitos estudos já confirmaram os benefícios da dieta mediterrânica para a saúde, que enfatiza a ingestão de frutas, legumes, cereais integrais, leguminosas, nozes, gorduras saudáveis e peixes, limitando a carne vermelha e a manteiga. A dieta tem sido apontada como uma forma de melhorar a saúde do coração e de reduzir o risco de câncer, mas poucas pesquisas sobre os seus benefícios se estendiam dobre as doenças oculares.

“Para averiguar esse aspecto, os pesquisadores estudaram parte da população portuguesa para ver se a adesão à dieta mediterrânea impactaria o risco de degeneração macular das pessoas. Os achados revelaram uma redução significativa do risco naqueles que ingeriram uma dieta mediterrânica com mais frequência e particularmente entre aqueles que consumiam mais frutas e cafeína”, afirma o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do IMO, Instituto de Moléstias Oculares.

Pesquisadores da Universidade de Coimbra, em Portugal, estudaram 883 pessoas com 55 anos ou mais, na região central do país, entre 2013 e 2015. Destes, 449 tinham degeneração macular em seus estágios iniciais, antes da perda de visão, e 434 não tinham a doença. Os pesquisadores avaliaram suas dietas com base em um questionário, perguntando quantas vezes comiam alimentos associados com a dieta mediterrânea. Quanto mais os participantes comiam alimentos associados com a dieta, maior a pontuação entre 0-9. Aqueles que seguiram direitinho a dieta marcaram 6 pontos ou mais.

Os resultados foram os seguintes:

· “As pontuações que indicavam maior adesão à dieta significavam menor risco de degeneração macular. Dentre aqueles que não seguiam estritamente a dieta (pontos abaixo de 6), 50% tinham degeneração macular. Dos que seguiam estritamente a dieta (ponto acima de 6 ou mais), apenas 39% tinham degeneração macular. Isto representa um risco 35% menor em comparação com aqueles que não aderiram à dieta”, afirma o oftalmologista Juan Caballero, que também integra o corpo clínico do IMO;

dieta-mediterranica-736x375

· As frutas foram especialmente benéficas. “Os pesquisadores analisaram o consumo de alimentos e descobriram que as pessoas que consumiram níveis mais elevados de frutas são significativamente menos propensas a desenvolver degeneração macular. Entre os que consumiram 150 gramas ou mais de frutas por dia: 54,5% não tinham degeneração macular e 45,5% tinham a doença. No geral, as pessoas que comeram mais frutas, a cada dia, apresentaram quase 15% menos probabilidades de ter degeneração macular”, informa Juan Caballero;

frutas

· Cafeína e antioxidantes também são protetores. Os pesquisadores usaram um programa de computador para analisar o consumo de micronutrientes dos participantes, de acordo com as respostas dos questionários. “Eles encontraram que um maior consumo de antioxidantes, tais como cafeína, betacaroteno e vitaminas C e E, é fator protetor contra a degeneração macular. Entre os que consumiram altos níveis de cafeína (cerca de 78 mg por dia ou o equivalente a uma xícara de café expresso): 54,4% não tinham degeneração macular e 45,1% tinham degeneração macular”, diz o médico.

chá gelado2

Embora a cafeína não seja considerada parte da dieta mediterrânica, por si só, o consumo de alimentos que contêm cafeína, como café e chá, é comum nos países mediterrânicos. Os pesquisadores optaram por destacar o papel da cafeína porque a substância é um antioxidante poderoso, conhecido por ser protetor contra outras condições, tais como a doença de Alzheimer.

“Esta pesquisa reforça a evidência de que uma dieta saudável, rica em frutas é importante para a saúde, incluindo, agora, o dado de proteção contra a degeneração macular. O trabalho pode ser um trampolim para a medicina preventiva eficaz na degeneração macular”, afirma o oftalmologista Juan Caballero.

Fonte: IMO