Arquivo da tag: caipirinha

Caipirinhas ideais para saborear durante a primavera

Leandro Dias e João Almeida, proprietários da Middas Cachaça, ensinam como preparar algumas receitas

No dia 22 de setembro começou a estação das flores, das renovações: a primavera. Ela chegou como uma transição entre o inverno que findou e o verão que está por vir. Nesse período, frutas como morango, tangerina e jabuticaba estão em alta, e podem ser usadas no preparo de drinks ideias para brindar esse período.

Para quem quer aprender como preparar caipirinhas para aproveitar a primavera, Leandro Dias e João Almeida, proprietários da Middas Cachaça, ensinam algumas receitas, confira:

Caipirinha com kiwi e morango

Ingredientes
½ Kiwi cortado em cubos;
5 morangos picados;
3 colheres (sopa) maracujá;
3 colheres (chá) de açúcar;
1 colher (chá) de raspa de gengibre;
1 tira de limão siciliano para decorar;
50 ml de Cachaça branca

Modo de Preparo
Em um copo modelo Ilhabela, macere as frutas com o açúcar e o gengibre. Adicione o gelo, a cachaça, mexa, passe a tira de limão siciliano na borda do copo, decore com a tira de limão e sirva.

Caipirinha de maracujá e tangerina

Ingredientes
1 maracujá médio;
Suco de um limão taiti;
50 ml de xarope de tangerina;
50 ml de Cachaça branca;
Gelo

Modo de Preparo
Em uma coqueteleira, bata o gelo com os demais ingredientes, coloque tudo em um copo modelo Ilhabela e sirva.

Caipirinha de Tangerina com Jabuticaba, Manjericão e Picolé de Tangerina

Ingredientes
1 xícara de jabuticabas maduras;
4 folhas de manjericão;
3 colheres (chá) de açúcar;
50 ml de Cachaça armazenada em
tonéis de amendoim do campo;
Gelo;
1 picolé de tangerina

Modo de preparo
Em uma coqueteleira, macere a banana e o açúcar. Adicione o gelo, a polpa de açaí, a cachaça e bata bem. Despeje em um copo modelo Ilhabela, coloque cuidadosamente o picolé de tangerina e sirva.

Sobre a Middas

A fórmula Middas resulta em um sabor único e especial da bebida, de baixa acidez e de intensa sensação olfativa. Tal como a arte, a Middas possui um toque especial. A inovadora proposta traz uma cachaça acompanhada de um frasco com ouro comestível de 23 quilates, importado da Alemanha e que possui certificado de qualidade da União Européia. A mistura do ouro ao produto dá a ele o máximo da sofisticação e do requinte que uma bebida com padrões internacionais de excelência pode proporcionar aos mais exigentes paladares.

Descubra como preparar drinques com sorvete

O final do mês de setembro é conhecido por ser o início da subida das temperaturas no país, ou seja, o consumo de sorvetes acaba aumentando

Ele já tem mais de quatro mil anos e mesmo assim continua sendo uma das sobremesas favoritas entre crianças e adultos. Sim, estamos falando do sorvete, iguaria que é comemorada hoje (23). O final do mês de setembro é conhecido por ser o início da subida das temperaturas no país, com a chegada da primavera, ou seja, o consumo de sorvetes acaba aumentando.

Para quem quer experimentar novas formas de saborear o sorvete, seja ele em massa ou no formato de picolé, Albert Lifschitz, sócio proprietário da Vodka Svarov, explica como preparar drinques ideais para se refrescar nesse período, confira:

Milk-Shake de Vodka

Ingredientes
1 caixinha de leite condensado
½ pote de sorvete sabor creme
Gelo (entre 200 e 300g)
½ garrafa de vodca

Modo de preparo
Coloque todos os ingredientes em um liquidificador, bata e depois coloque em uma jarra. Geralmente rende 1 litro, e o ideal é ser consumido de imediato.

Coquetel de Vodca com Sorvete

Ingredientes
1/2 quilo de sorvete de morango
Açúcar refinado
Duas bandejas de morango
1 garrafa de vodca

Modo de preparo
Bata no liquidificador os morangos junto com a vodca e o sorvete até a consistência
ficar como um creme uniforme. Veja se está no ponto e coloque açúcar refinado até ficar do agrado de quem irá tomar. Coloque em taças e bom apetite!

Caipirinha de limão com picolé de limão

Ingredientes
Sete folhas de hortelã
1 picolé de limão
2 colheres de sopa de açúcar
Gelo
50 ml de vodca
1 limão Taiti

Modo de preparo
Corte o limão em quatro partes. Para não amargar, retire a parte branca do meio.
Em um copo com o açúcar e as folhas de hortelã, coloque o limão cortado e amasse sem usar muita força, para não amargar a caipirinha. Depois, coloque o picolé, a vodca e o gelo e misture de baixo para cima.

Batida com Sorvete de Coco

Ingredientes
Gelo
Açúcar
1 dose de vodca
1/4 de lata de leite condensado
Dois sorvetes de palito de coco

Modo de preparo
Retire os palitos dos sorvetes e coloque na coqueteleira. Depois, adicione o açúcar, o gelo, o leite condensado e a vodca. Agite tudo em uma coqueteleira até misturar tudo.
Coloque o drink em um copo grande com gelo.

Sobre a Vodka Svarov

Fundada em 2016, a Vodka Svarov é feita com ingredientes selecionados e filtrada dez vezes em carvão ativado específico para esse processo importado da Europa. A bebida é produzida no Brasil com álcool etílico tri destilado e água desmineralizada potável. Sua fórmula suave esteve guardada por gerações e hoje pode ser apreciada por todos através de um portfólio amplo e completo. A empresa conseguiu se consolidar em pouco tempo de mercado por conta de seus produtos de alta qualidade, puros, ingredientes importados e técnicas especiais de destilação.

Descubra como preparar drinques inusitados com cerveja e cachaça

Evandro Weber, diretor da Weber Haus, ensina algumas receitas para brindar com a família ou amigos

Uma das bebidas mais democráticas que existe, a cerveja é presença garantida em festas, confraternizações com os amigos e comemorações com a família. Para quem quer experimentar novas experiências, Evandro Weber, diretor da cachaçaria Weber Haus, ensina como preparar alguns drinks que levam cerveja e cachaça em sua receita, confira:

Caipirinha de Cerveja

Ingredientes
1 pitada de sal;
1/3 copo de suco de limão;
Gelo a gosto;
1/3 copo de cachaça de Amburana
4 colheres (sopa) de açúcar;
1 lata de cerveja gelada

Modo de Preparo
Em uma coqueteleira, coloque a cachaça, o suco de limão, os cubos de gelo e o açúcar. Bata todo os ingredientes até que a mistura fique cremosa.Umedeça a borda de um copo grande com limão e coloque o sal. Despeje a mistura da coqueteleira no copo e complete com a cerveja. Na medida em que você for tomando, coloque o restante da cerveja.

Blood Mary Beer Version

Ingredientes
2 doses de cachaça Premio Carvalho e Cabriuva Weber Haus
1/4 de lata de cerveja Pilsen;
½ limão;
3 doses de suco de tomate;
Sal;
1 gota de molho de pimenta (tabasco);
2 gotas de molho inglês;
Gelo;
Pimenta a gosto

Modo de preparo
Em um copo, coloque o suco de limão, o molho inglês, o sal e o molho de pimenta tabasco. Complete com gelo. Depois, coloque a cachaça, o suco de tomate e misture. Tempere com pimenta e decore com o limão.

Moscow Mule

Ingredientes
50 ml de cachaça Prata Weber Haus;
15 ml de suco de limão;
30 ml de calda de gengibre;
100 ml de cerveja American Lager;

Modo de preparo da calda
Corte em pedaços o gengibre em calda e coloque para ferver com água e mel. Depois, é só bater a calda no liquidificador.

Modo de preparo do drinque
Coloque em um copo de Moscow Mule todos os ingredientes com gelo triturado.

Espresso Martini

Ingredientes:
50 ml de cachaça de Balsamo Weber Haus
Gelo a gosto;
3 colheres de chá de açúcar;
50 ml de café espresso frio;
Grãos de café torrado;
20 ml de cerveja Stout

Modo de preparo
Macere o limão e o açúcar em uma caneca. Depois, coloque a cachaça, o gelo, o café expresso e complete com a cerveja Stout. Decore com grãos de café.

Sobre a H. Weber
A história da família Weber no Brasil tem início em 1824, quando saíram da cidade alemã de Hunsrück para morar no Lote 48 das encostas da Serra Gaúcha, hoje chamada Ivoti. Ao adquirir as terras, a família iniciou o plantio de batata inglesa. Foi só em 1848, com o plantio de cana-de-açúcar, que começaram a elaborar cachaças para consumo. O destilador foi construído após um século e era formado apenas por um galpão com um engenho de tração animal. Atualmente, a Weber Haus já coleciona mais de 100 premiações e certificados importantes para a agroindústria.

Aprenda a preparar caipirinha de caju

Verão, calor, sol… Que tal aprender a preparar uma caipirinha de caju com a Água Doce Sabores do Brasil? Confira abaixo os ingredientes e o passo a passo. Depois, aproveite.

Caipirinha de Caju

Ingredientes
1 caju
1 colher de sopa de açúcar refinado
½ limão rosa
50ml de cachaça natural
5 pedras de gelo

Modo de preparo:
corte o caju em fatias e o limão em quatro partes. Coloque no copo o limão, as fatias de caju e acrescente o açúcar. Macere bem. Acrescente a cachaça e complete com o gelo. Decore como preferir.

aguadoce bruno marconatto caipirinha
Foto: Bruno Marconato

Rendimento: 1 porção.

Fonte: Água Doce

Para o Carnaval, Água Doce cria três opções saborosas de caipirinha

A Água Doce do Brasil ensina a fazer três deliciosas caipirinhas para aproveitar o Carnaval, mas sempre com responsabilidade. Se beber, já sabe, não dirija!

Confira as receitas:

caipirinha

Caipirinha de Melancia com Gengibre

Ingredientes:
1 xícara de chá de polpa da melancia cortada em cubos
100ml de cachaça
2 colheres de chá de gengibre ralado
1 colher de sopa de açúcar
10 pedras de gelo

Modo de preparo:
coloque na coqueteleira a melancia, o gengibre e o açúcar, em seguida macere bem. Acrescente a cachaça e o gelo, e agite rapidamente. Despeje o conteúdo em um copo, decore e sirva.

Caipirinha de Abacaxi com Anis Estrelado

Ingredientes:
100g de abacaxi cortado em cubos
1 unidade de anis estrelado
100ml de cachaça
1 colher de sopa de açúcar
10 pedras de gelo

Modo de preparo:
coloque na coqueteleira o abacaxi, o anis e o açúcar, em seguida macere bem. Acrescente a cachaça e o gelo, e agite rapidamente. Despeje o conteúdo em um copo, decore e sirva.

Caipirinha de Kiwi com Cravo

Ingredientes:
2 kiwis cortados em cubos
4 cravos da índia
100ml de cachaça
1 colher de sopa de açúcar
10 pedras de gelo

Modo de preparo:
coloque na coqueteleira o kiwi, o cravo e o açúcar, em seguida macere bem. Acrescente a cachaça e o gelo, e agite rapidamente. Despeje o conteúdo em um copo, decore e sirva.

Fonte: Água Doce

Carnaval no Pirajá tem um petisco exclusivo para cada dia da semana e novas caipirinhas

Carnaval é a comemoração mais esperada no calendário nacional e nada combina mais com esta festa do que os símbolos da brasilidade como a caipirinha e coxinha. No Pirajá Alphaville os foliões têm um esquenta de happy hour com opções diárias de petiscos exclusivos da casa e os sabores recém-lançados das caipirinhas do cardápio de verão.

Na segunda-feira, o especial do dia é o Buraco Quente do Futuro (R$ 21,00), com carne moída 100% vegetal e sabor igual ao da carne convencional. Terça é dia da clássica Coxa Creme (R$ 23,00), com a carne da ave ainda presa ao osso, servida com catupiry e páprica defumada para chuchar. Na quarta, a porção do suculento Pastel de Feijoada (R$ 32,00) é a grande pedida. Quinta, o Croquetão de Mortadela (R$ 15,00) reina absoluto. E para encerrar a semana com chave de ouro, o Bolinho de Baião de Dois (R$ 34,00), recheado com queijo coalho e linguiça, é pedida certeira para sextar com gosto.

PIRAJÁFoto: Leo Martins

Além desta seleção exclusiva para cada dia da semana, o Pirajá tem diariamente em seu cardápio; Risoles de Camarão (R$ 44,00 com quatro unidades), Bolinho de Couve (R$ 34,00 com seis) sugestão vegana e Frito Misto do Mar (R$ 34,00), que mistura porquinho, lula e manjubinha. Para quem prefere pratos mais encorpados, na ala dos principais, destaque para o Piraburguer (R$ 29,00), disco de carne, com bacon, queijo e maionese de pimenta, ladeado por um punhado de batatas chips. O Estrogonofe de Camarão (R$ 46) e o Arroz de Costela (R$ 45,00), com quiabo refogado, tomate e cebola crispy. Já as opções executivas, destaque para a Moqueca de frutos do mato (R$ 41,00), com vegetais, arroz branco, farofa e banana à milanesa, sucesso consagrado no Pirajá Prainha, como pedida vegetariana no almoço de segunda a sexta.

Caipirinhas

caipirinha

Para acompanhar os deliciosos pratos e petiscos, a dica é a seleção do Pirajá da bebida que é a cara do carnaval. Refrescando o paladar e aquecendo os clientes para a festa, as mais pedidas são: a Nega é Minha e Ninguém Tasca (com rapadura mineira e limões tahiti e siciliano), Amores (morango, amora e maracujá), Rocinha (limão tahiti, tangerina e maracujá) e Alvorada Lá do Morro (lichia, amora e folhas de manjericão), todas por R$ 25,00.

Pirajá Iguatemi Alphaville: Alameda Rio Negro, 111- Horário de funcionamento: segunda a quarta, das 11h45 às 15h e das 17h30 às 22h. Quinta das 11h45 às 15h e das 17h30 às 23h. Sexta das 11h45 às 23h. Sábado das 12h às 23h. Domingo e feriado das 12h às 22h

 

Faro in Bar cria drinque especial para aniversário de SP e ensina receita

Caipirinha, a queridinha dos Paulistas ganham novos ingredientes

Para comemorar o aniversário de São Paulo, uma das mais populosas cidades do mundo, a Faro in Bar, empresa de coquetelaria, fez uma releitura da clássica caipirinha, um dos drinques favoritos de paulistas e paulistanos. A bebida elaborada leva diversas frutas e pode ser feita com cachaça, saquê ou vodca.

Abaixo a receita:

Faro in SP

faro sp

Ingredientes
6 uvas niágara
1 colher de polpa de maracujá
1 gomo de limão siciliano
2 folhas de maracujá
açúcar ou adoçante
50 ml vodca ou saquê ou cachaça
3 pedras de gelo

Modo de fazer
Em uma coqueteleira Macerar aproximadamente as uvas Niágara, a polpa do maracujá com as sementes, o gomo de limão siciliano e as folhas de hortelã.
Acrescente 1 colher de açúcar ou substituir por 6 gotas de adoçante se preferir.
Adicionar os gelos e em seguida a vodca ou saquê ou cachaça. Fechar a coqueteleira e bater por 8 segundos.Em seguida servir em copo de 350ml.

Festa da Uva aposta em diversidade de produtos que vão além da fruta

Para atrair um público ainda maior, edição de 2020 traz opções diferenciadas como a Caipirinha, Cachaça, Gim e o tradicional licor siciliano Limoncello, da Brunholi Brands

Nesta quinta, 16, foi aberta a 37ª edição da Festa da Uva e a 8ª Expo Vinhos. Durante o evento, de janeiro a fevereiro, acontece uma série de atrações culturais, aulas show gastronômicas, passeios, desfiles e exposições de carros antigos, e também, a tradicional cerimônia da pisa da uva, que ocorre aos sábados e domingos, às 14h, nela todos são convidados a dançar nas tinas sobre a uva, como nas antigas tradições da produção de vinho.

Mas nem só de uva será feita a festa. Para os visitantes que queiram variar o paladar, a Brunholi Brands, marca de bebidas especiais do tradicional participante da festa – o complexo turístico e gastronômico Villa Brunholi – além dos vinhos, apresentará seus sabores especiais de gim, caipirinha, as premiadas cachaças e o tradicional licor siciliano Limoncello, confira:

cachaca-envelhecida

Cachaça Premium Envelhecida Brunholi – vencedora da 16a edição brasileira do Concurso Mundial de Bruxelas, realizada no ano passado em Recife, Pernambuco, a Cachaça Premium Envelhecida Brunholi foi envelhecida por 18 meses em barril de carvalho, garantindo sabor único. Garrafa com 750 mililitros.

Caipirinha-Brunholi-1

Caipirinha Brunholi – limão, cachaça e açúcar são os únicos ingredientes da Caipirinha Brunholi. Suas proporções únicas garantiram que o limão não amargasse, garantindo um drink 100% natural e idêntico ao feito na hora – inclusive, conquistou os europeus, dado que é exportada para o Reino Unido e República Dominicana. Garrafa com 750 mililitros.

gin-limpo-2

Gin Decreto 89 – é a novidade da marca Brunholi. Aromático, a bebida foi elaborada com botânicos selecionados a dedo para garantir um resultado floral e marcante. Inicialmente, a produção era artesanal para presentear amigos, porém, o resultado foi tão positivo que acabou entrando para os rótulos fixos. Garrafa com 1 litro e 80 mililitros.

limoncello-limpo

Limoncello Brunholi – tradicional licor italiano, é feito com limão siciliano. A bebida foi escolhida para celebrar as origens da família, que chegou a Jundiaí em 1889. Garrafa com 700 mililitros.

O estande Brunholi Brands fica no Parque da Uva.

Festa da Uva de Jundiaí
Dias: 16, 17, 18, 19, 20 e 24, 25, 26 e 31 de janeiro / 1 e 2 de fevereiro
Horários:
Sextas-feiras, das 18h às 22h
Sábados, das 10h às 22h
Domingos, das 10h às 21h
Local: Parque Comendador Antônio Carbonari – Parque da Uva
Endereço: Av. Jundiaí s/nº
Informações pelo telefone (11) 4589-8580
Entrada gratuita: Ação solidária de 1 quilo de alimento não perecível

Fonte: Brunholi Brands

Dia da Cachaça: confira bares com drinques com o destilado que é paixão nacional

Sexta-feira é dia de tomar um bom drinque. Seja para relaxar ou para reunir os amigos, o dia é propício para de deliciar com uma bebidinha bem feita. E, se for comemorar uma data importante, melhor ainda.

Hoje, 13 de setembro, é o Dia da Cachaça. Esse destilado que tem a cara do Brasil, além de ser paixão nacional, ganha também apreciadores mundo afora. Seu drinque mais conhecido é a caipirinha, mas a criatividade fez surgirem combinações inusitadas. Como o drinque Rabo de Galo, do Nido, feito de cachaça e vermute tinto (R$26).

Confira bares e restaurantes no Rio com opções com a velha e boa cachaça para celebrar o dia dela.

Spotlab, Ilha da Gigoia

caipirinha_spotlab

A Spotlab, casa mais cool da Ilha da Gigoia, oferece a tradicional caipirinha com Cachaça Leblon (R$20).
Spotlab: Ilha da Gigóia – acesso às barcas pelo metrô Jardim Oceânico – Barra da Tijuca Horário de funcionamento: Sexta das 18h às 00h, sábado, das 16h às 00h, domingo, das 16h às 23h

Nido Ristorante, Leblon

Oferece duas opções de bebidas com a famosa aguardente feita de cana-de-açúcar produzida no Brasil. A caipirinha clássica, feita com limão, gelo e açúcar (R$ 26), e também o drinque rabo de galo, feito de cachaça e vermute tinto (R$ 26).
Nido Ristorante: Rua San Martin, 1011 – Leblon Horário de funcionamento: Segunda-feira a partir das 19h, e de quarta-feira a domingo de 12h até 00h.

Em caipirinhas ou para quem prefere a bebida pura, Pátio SP oferece várias opções

Aquela” data que o brasileiro comemora com gosto: Dia da Cachaça. E, variedade não falta, para diferentes paladares. O levantamento “A Cachaça no Brasil – Dados de Registro de Cachaças e Aguardentes”, feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e divulgado em maio deste ano indica que existem 3,6 mil cachaças e 1,8 mil aguardentes de cana registradas pelo governo. Mas, acredita-se que o número seja ainda maior, se considerados os produtores informais.

Os bares são boas vitrines para a bebida, aliás, a cachaça é item essencial no cardápio desses estabelecimentos. No Pátio SP – bar de música brasileira, localizado na boêmia Vila Madalena – a bebida é servida em caipirinhas ou pura.

Batizadas com nomes criativos, as caipirinhas de cachaça são deliciosas:

caipirinha morena cris cartacho patio sp
Foto: Cris Cartacho

Morena – cachaça leblon, limão taiti, suco de limão siciliano e rapadura (R$ 23); Cara de Pau – cachaça envelhecida em jequitibá, caju, cravo e mel (R$ 23) e Trem das Onze – cachaça envelhecida em bálsamo, tangerina, polpa de cajá e manjericão (R$ 23) e a opção mais tradicional, Três Irmãos – cachaça envelhecida em carvalho, limão taiti, limão siciliano e limão cravo (R$ 22).

caipirinha tradcional cris cartacho patio sp
Foto: Cris Cartacho

Também é possível montar a caipirinha, escolhendo entre cachaça da casa (R$ 23) ou cachaça especial Nega Fulô (R$ 25) e as frutas: lima, limão, abacaxi, morango, maracujá, tangerina, caju, kiwi, frutas vermelhas e lichia.

Quem prefere a “pura”, o bar tem as cachaças Sagatiba, Ypióca empalhada ouro (CE), Germana (MG), Espírito de Minas (MG), Nega Fulô Jequitibá (RJ), Yaguara ouro (RS), Yaguara orgânica (RS), Leblon, 1000 Montes.

Pace e Bene Padaria Artesanal anuncia Double Caipirinha na sexta-feira 13

Para comemorar o Dia Nacional da Cachaça, quem pedir um drinque com Sagatiba, ganhará outro a partir do horário do almoço

Nesta sexta-feira 13, Dia Nacional da Cachaça, será sinônimo de Sorte na Pace e Bene Padaria Artesanal. Quem for à casa, localizada na R. Plínio de Moraes 436, e pedir uma caipirinha de Sagatiba, das 12h às 20h, ganhará imediatamente outra.

Caipirinha-Pace-e-Bene karen caetano

Para acompanhar, o casal de sócios Katia Murakoshi e Marcos Martins sugere delícias artesanais da casa como Sanduíches, Toasts, Tapiocas, Coxinhas (tradicionais e veganas), além do Menu de Almoço – com três opções diárias, incluindo sempre uma massa, um risoto e a sugestão do chef -, além dos salgados variados, cestas de pães, antepastos, entre outras opções.

Pace e Bene Padaria Artesanal: Rua Plínio de Morais 436 – Perdizes – São Paulo (SP)Horário de Funcionamento:Terças a Sábados, das 9h às 20h30Domingos, das 9h às 16h

No Dia da Cachaça, desvende como produzir e degustar a bebida típica do Brasil

Especialista em cachaça, Delfino Golfeto explica como é feita a produção artesanal e quais fatores devem ser observados na degustação da bebida; tema é abordado em websérie da Água Doce, veiculada em suas redes sociais

Hoje, 13 de setembro, é comemorado o Dia Nacional da Cachaça. A data foi criada pelo Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), em 2009. Pegando carona na celebração, a Água Doce Sabores do Brasil decidiu produzir uma websérie com um guia que traz preciosas informações sobre como plantar a cana-de-açúcar, produzir a cachaça artesanalmente e, principalmente, como degustar a mais típica das bebidas brasileiras.

Com quatro capítulos, a websérie está disponível redes sociais da rede de franquias e conta com dicas e recomendações concedidas por Delfino Golfeto, empreendedor, fundador do Grupo Água Doce – Sabores do Brasil e especialista que trabalha com cachaça há mais de 30 anos.

adoce_negroni

Tudo começa na roça, já que uma cachaça de qualidade depende do bom preparo do solo, rico e bem cuidado. Além disso, a fermentação precisa ser perfeita e a destilação deve ser realizada com muita atenção, principalmente com base no teor alcoólico. Segundo Delfino, a cana deve ser colhida no momento certo, quando a quantidade de açúcar atinge seu ponto máximo de maturação. “Na produção da cachaça artesanal tudo tem que ser feito com muito carinho, de pouco em pouco, por isso é importante que o transporte também seja feito em pequenas quantidades”, revela.

A próxima etapa é a fermentação, processo que transforma o açúcar da cana em álcool. É neste momento que definimos a qualidade da cachaça. Em seguida, chega o momento de efetuar a destilação. O resultado é uma bebida límpida, cristalina e incolor, ou seja, a famosa branquinha!

“Nesse momento, você já pode bebê-la, mas as branquinhas podem ser descansadas em barris de madeira neutra. Ou, se preferir, você pode também envelhecer a cachaça, em barris de madeiras nobres, tornando-a aromática e colorida”, revela o fundador da Água Doce. Enfim pronta, chegou a hora da degustação. Para isso, basta colocar a cachaça em um copo. Primeiro, sinta o aroma dela, dessa forma é possível identificar se ela é de boa qualidade, já que se agredir seu nariz, trata-se de uma cachaça muito ácida, e isso não é bom sinal. Outros fatores a serem avaliados são a presença de bolhas, transparência, oleosidade e frutosidade.

aguadoce060919_clip_image001.jpg

Para assistir aos vídeos do guia completo é só acessar Facebook da Água Doce Sabores do Brasil clicando em cada episódio: Episódio 1 / Episódio 2 / Episódio 3 / Episódio 4

Para saborear uma boa cachaça, a Água Doce Sabores do Brasil conta com o cardápio mais completo do País, com mais de 100 rótulos que podem ser degustadas nas unidades da rede.

Para celebrar a data em grande estilo

Coquetel_carnaval - agua doce

Desde as raízes há quase 30 anos, a Água Doce tem dedicado um carinho especial à bebida genuinamente brasileira. Como parte das festividades, a rede promove um concurso que premiará um cliente com uma garrafa de Havana, uma das cachaças mais caras do mundo. Para participar, basta os clientes tirarem uma foto em um dos restaurantes da Água Doce, com uma combinação entre cachaça e algum prato ou porção. Em seguida, é preciso postar a imagem no Instagram com a hashtag #CombinaComCachaça. O grande vencedor será o consumidor que efetuar a harmonização mais criativa. Vale ressaltar que o Instagram precisa estar em modo público para que a foto possa concorrer e que é proibida a participação de menores de 18 anos.

Sobre a Água Doce

aguadoce mojito

Os restaurantes da Água Doce são destino para famílias e grupos de amigos que buscam fazer de almoços, jantares, happy hours e confraternizações variadas um momento especial de entretenimento. O cardápio é extenso, repleto de delícias da culinária brasileira servidas em fartas porções e pratos. Além do extenso menu de cachaças e drinques, a casa é reconhecida pelo melhor escondidinho do País, presente nas versões tradicional (carne de sol), camarão, frango e bacalhau.

Explorando o conceito rústico, os restaurantes proporcionam espaço aconchegante aos clientes, com música ao vivo e espaço kids, mais conhecido como Doce Cantinho. Atualmente, são 75 unidades em nove estados. Além do conceito de restaurante completo, a rede lançou duas marcas com modelos mais enxutos voltados para shopping centers, centros empresariais, supermercados e locais com alta movimentação de pessoas: Água Doce Express e Rei do Escondidinho.