Arquivo da tag: canjica

Casa Santa Luzia oferece produtos para uma festa junina cheia de delícias

A época das Festas Juninas é uma das mais esperadas do ano. Quem não fica ansioso para se deliciar com guloseimas típicas, como canjica, pé de moleque, bolos caseiros e pamonha? Muitos pratos gostosos fazem parte do cardápio do tradicional arraial e, mesmo em casa, vale a pena investir em uma comemoração com os parentes e amigos mais próximos. Para deixar o evento ainda mais prático e saboroso, a Casa Santa Luzia preparou uma linha especial com as mais famosas receitas e quitutes gourmet exclusivos para a época. Confira:

Pé de moleque com chocolate belga – R$ 113,00/Kg

Canjica com doce de leite e coco – R$ 53,40 / Kg

Brigadeiro de paçoca (8 unid/ de 120G) – R$ 22,60

Maçã do Amor – R$ 13,00/140g

Biscoito Ciabatta di Santo Antonio – R$ 154,00/Kg

Linha de bolos

Os bolos da Casa Santa Luzia são conhecidos pelo sabor inesquecível e leve, daqueles de dar água na boca. São diversas opções para levar ao Arraial:

Pamonha salgada com queijo – R$ 128,00 / Kg
Bolo Castanha do Pará – R$ 45,00 / 340G
Bolo de Amendoim/Paçoca – R$ 28,10 / 260G
Bolo de Fubá sem açúcar – R$ 30,60 / 350G
Bolo de Fubá com Coco – R$ 25,60 / 350G
Bolo de Gengibre – R$ 35,50 / 350G
Bolo de Mandioca com coco – R$ 29,20 / 310G
Bolo de Milho sem Trigo – R$ 79,00 / Kg

Os produtos do cardápio de Festa Junina estão disponíveis nos balcões da rotisseria, confeitaria e padaria (sujeito à disponibilidade). As encomendas podem ser realizadas presencialmente no setor de nutrição da loja ou pelo e-mail encomendas@santaluzia.com.br durante todo mês de junho, diariamente das 8h às 20h. É possível agendar uma retirada na loja ou solicitar pelo delivery oferecido. Para mais informações, os clientes devem entrar em contato pelos telefones (11)3897-5013/5023.

Casa Santa Luzia: Alameda Lorena, 1471 – São Paulo – Telefone: 3897-5000

Vitarella lança biscoitos em edição limitada para festejar São João em casa

Wafer Canjica e Rosquinhas Milho levam os tradicionais sabores juninos para os lares das famílias nordestinas

O São João é a maior festa do Nordeste, repleta de música, cultura e muito sabor. Diante da necessidade de permanência em casa, em virtude da pandemia, a Vitarella, marca de massas e biscoitos da M. Dias Branco, leva ao público sabores típicos, que poderão ser apreciados com a família.

As novidades são o Wafer Canjica de 100g e as Rosquinhas sabor Milho, de 350g, disponíveis em edição limitada até o mês de junho, nas regiões da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

“A Vitarella nasceu no Nordeste e reconhece o valor da cultura regional, por isso, as novidades foram criadas com a missão de levar o gostinho de festa junina para os nossos consumidores, que têm forte conexão emocional com a tradição do período”, explica Bruna Bertão, gerente de marketing da Vitarella.

Os lançamentos fortalecem o portfólio de Vitarella, que é líder em vendas de biscoitos no Brasil. Em Rosquinhas, a marca conta também com os sabores chocolate, coco e leite, enquanto a linha de Wafer é composta pelos sabores morango, limão, chocolate, brigadeiro, abacaxi e laranja.

“Os lançamentos fortalecem o reconhecimento da marca no Nordeste e enriquecem as gôndolas dos supermercadistas no período da festa mais aguardada pelo público”, complementa Bruna.

A Vitarella investirá também em materiais específicos para o PDV, personalizando as lojas com roupagem de São João.

Informações: Vitarella

Aqueça-se do frio com uma saborosa Canjica de Milho da Rochedo

Nos dias frios, um prato saboroso e quentinho aquece o corpo e, também, o coração. Pensando nisso, a Rochedo apresenta uma saborosa receita de canjica de milho. Confira detalhes do preparo usando a caçarola Rochedo Vitalle e a panela de pressão Rochedo Turbo Top:

Canjica de Milho da Rochedo

Canjica

Ingredientes
• 200ml de leite de coco
• 250g de canjica de milho branca
• 500ml de leite integral
• 2 latas de leite condensado
• 1 fava de baunilha (com uma faca raspe as sementes que ficam no interior da fava)
• 1 laranja (raspas)
• 1 limão (raspas)
• 1 pedaço de canela em pau

Modo de Preparo
1. Deixe a canjica de molho na água (500ml) de um dia para o outro;
2. No dia seguinte, cozinhe a canjica na panela de pressão Rochedo Turbo Top por 25 minutos (3 partes de água para 1 parte de canjica);
3. Espere sair a pressão, abra a panela e experimente a textura. Se o grão estiver duro tampe a panela, volte ao fogo e cozinhe por mais alguns minutos;
4. Quando pronta, escorra todo o excesso da água do cozimento;
5. Leve a canjica cozida para uma caçarola Rochedo Vitalle e adicione o leite, o leite de coco, o leite condensado, as sementes da fava de baunilha, a casca da fava e a canela em pau;
6. Cozinhe em fogo médio-baixo até obter uma calda cremosa;
7. Para servir retire a canela em pau e a casca da fava de baunilha;
8. Sirva em potinhos individuais e salpique raspas de laranja e de limão sobre cada um deles.

Canjica2

Rendimento: para 10 pessoas
Tempo de preparo: 13h20
Grau de dificuldade: fácil
Equipamentos utilizados: caçarola Rochedo Vitalle e panela de pressão Rochedo Turbo Top

Fonte: Rochedo – SAC  (11) 2060-9777

Aprenda a fazer uma receita de Canjica Doce com Cappuccino Utam

A receita típica desta época do ano, obrigatória em tradicionais festas juninas, ganha um novo e inusitado sabor ao acrescentar um toque de Cappuccino Tradicional Utam. Confira o passo a passo da sobremesa, que rende 30 porções.

Canjica Doce com Cappuccino Utam

Ingredientes:
1 pacote de canjica (500g)
1 litro de leite
1 xícara (chá) de Cappuccino Tradicional Utam
1 xícara (chá) de açúcar
2 canelas em pau
Canela em pó para polvilhar

Modo de preparo:
Coloque a canjica de molho de véspera em água. Escorra a água. Cozinhe em panela de pressão com 2 litros de água, após pegar pressão cozinhar cronometrar 50 minutos. Desligue o fogo. Assim que sair a pressão, destampe a panela, acrescente o leite, o Cappuccino Tradicional Utam, o açúcar, a canela em pau e deixe cozinhar por aproximadamente 20 minutos ou até atingir com a consistência desejada. Sirva quente, fria ou gelada polvilhada com canela em pó.

canjica

Dica: se desejar, substitua o açúcar por uma lata de leite condensado.

Fonte: Utam

Receitas juninas para o seu arraial

Que o nordeste produz grandes chefs e receitas que entram para a história da gastronomia brasileira a gente já sabe. E é principalmente nessa época do ano, em que pipocam as festas juninas, que ficam evidentes a riqueza de ingredientes e especialidades nordestinas, dignas de transformar um arraial em um banquete!

Nessa toada, um genuíno hotel de lá, o Armação, em Porto de Galinhas, lançou especialmente para a temporada de São João, um café da manhã junino pra compadre e comadre nenhuma botar defeito. Confira algumas das receitas pra você aprender e testar também:

Canjica

Canjica.jpg

Ingredientes
10 espigas de milho
1 litro de leite de coco
1,5 xícaras (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de manteiga
10 unidades de cravo
5 unidades de canela em pau
1 litro de leite
1 pitada de sal
Canela em pó

Modo de preparo
Rale o milho verde, peneirando em seguida. Coloque em uma panela acrescente o leite de coco, a manteiga e o sal. Leve ao fogo, mexendo sem parar. Quando ferver, acrescente o açúcar, o cravo e a canela a gosto e mexa por mais 30 minutos. Acrescente mais leite, se necessário. Despeje em uma fôrma refratária e polvilhe com canela.

Rende 10 porções.

Pamonha

Pamonha-Healthy food

Ingredientes
20 espigas de milho verdinhas (reserve as palhas)
3 xícaras de chá de leite de coco
3 colheres de sopa de creme de leite
200g de açúcar
1 pitada de sal a gosto

Modo de preparo
Rale ou corte o milho passando no liquidificador ou moinho. Passe em peneira grossa (para ficar uma calda grossa). Misture todos os ingredientes. Embrulhe a massa na própria palha do milho. Coloque a mistura dentro da palha dobrada e amarre na parte superior. Ferva a água e cozinhe as pamonhas por cerca de 30 minutos, quando estiverem duras dentro das palhas estarão prontas. Retire da panela e sirva quente ou fria.

Rende 15 porções.

Arroz Doce

arroz doce

Ingredientes
1 xícara de chá de arroz
4 xícaras de leite de coco
1 xícara de chá de açúcar refinado
Casca de limão
Canela em pó

Modo de preparo
Coloque o arroz com o leite numa panela e leve ao fogo baixo, até começar a ferver. Adicione a casca do limão e o açúcar refinado. Cozinhe em fogo baixo, mexendo sempre até o arroz estar cozido (cerca de 30 minutos). Coloque em uma travessa e polvilhe com canela em pó.

Rende 10 porções.

Fonte: Hotel Armação

Festa Junina: aprenda cinco receitas fit dos quitutes típicos da época

A festa junina chegou ao Brasil com os Portugueses e, ainda hoje, celebramos o dia em homenagem a três santos católicos: São Pedro , Santo Antônio e São João. Sua essência é multicultural, observando que as populares vestes de quadrilha são semelhantes a roupas usadas por caipiras portugueses e brasileiros. As decorações com que se enfeitam os arraiais vieram da Ásia, tais como enfeites de papel e balões.

A festa junina brasileira é típica da Região Nordeste. Por ser uma região árida, sua população agradece anualmente a São João Batista e São Pedro, pelas chuvas caídas nas lavouras. O nome junino se refere ao mês de junho, que em razão da época celebra também a colheita do milho, ingrediente essencial para várias receitas tradicionais.

Conhecida também pelas deliciosas guloseimas, a Festa Junina é uma data aguardada ansiosamente por todo o país. Mas, e quem quer curtir a data sem sair da dieta? Não se preocupe! Caroline Guerreiro, nutricionista consultora da Naiak, ensina como fazer cinco quitutes da época adaptados para receitas fit. Confira:

Curau Saudável

curau

Ingredientes:
8 espigas de milho
1 litro de leite de coco
5 colheres (sopa) de amido de milho
400g de coco ralado
Canela em pó a gosto
Adoçante a gosto

Modo de preparo:
Cozinhe os milhos na panela de pressão. Separe os grãos do sabugo com o auxílio de uma faca. Bata no liquidificador 500 ml de leite de coco e os milhos até que todos os grãos estejam bem batidos. Em seguida coe, dispense a poupa, devolva o liquido ao liquidificador e inclua os outros ingredientes, incluindo os outros 500 ml de leite de coco. Depois de bater, coloque a mistura em uma panela e leve ao fogo, deixando cozinhar em fogo médio e mexendo continuamente durante 30 minutos. Após esse tempo o curau estará pronto e você poderá colocar na travessa e levar à geladeira;
Sirva gelado ou quente, bom apetite.

Canjica do bem

canjica.jpg

Ingredientes:
250 g de milho para canjica
4 cravos-da-índia
2 canelas em pau
7 xícaras de chá de água
1 xícara de chá de leite vegetal
1 xícara de chá de leite vegetal em pó
1 vidro de leite de coco light
1 colher de sopa de manteiga ghee
Adoçante a gosto

Modo de preparo:
Coloque o milho em uma tigela e cubra com água fria. Deixe na geladeira até o dia seguinte. Retire da geladeira e escorra a água. Transfira o milho para uma panela e acrescente o cravo, a canela em pau, as 7 xícaras de água, o leite vegetal desnatado, o leite vegetal em pó, o leite de coco e a manteiga ghee. Mexa até ficar homogêneo. Leve ao fogo baixo e cozinhe a canjica até o milho ficar macio e formar um caldo grosso. Retire do fogo, adicione o adoçante e mexa bem. Sirva como preferir, quente ou frio.

Paçoca Funcional

paçoca

Ingredientes:
250g de amendoim torrado sem casca e sem sal;
100g de farelo de aveia;
2 colheres de sopa de manteiga ghee;
4 colheres de sopa de açúcar demerara;
1 pitada de sal.

Modo de preparo:
Junte todos os ingredientes em um processador. Processe até formar uma mistura homogênea. Sirva como preferir, em formato de farofa ou bolinhas.

Bolo de milho sem glúten

bolo de milho

Ingredientes:
3 espigas de milho
3 ovos
1 xícara de leite de coco
1 xícara de coco ralado
1 caixinha de iogurte natural destanado
1 colher (sopa) de fermento em pó químico
3 colheres (sopa) de stevia culinário

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador até obter uma mistura homogênea;
Despeje a massa em uma forma de silicone e asse em banho-maria (água já fervente) por 50 minutos a 160ºC. Verifique se está consistente, espere esfriar e desenforme.

Pé de moleque light

pé de moleque.jpg

Ingredientes:
1/2 xícara (chá) de açúcar de coco
1/2 xícara (chá) de melaço de cana-de-açúcar
1 xícara (chá) de amendoim torrado sem sal e sem casca
1 xícara (chá) de água
1 xícara (chá) de castanha-do-pará
1 colher (sopa) óleo de coco

Modo de preparo:
Em uma panela coloque o açúcar, o melaço de cana-de-açúcar e a água e leve ao fogo baixo. Mexa durante 10 minutos até formar uma calda. Em seguida, acrescente os demais ingredientes e mexa até a mistura soltar da panela. Unte uma forma com óleo de coco e despeje tudo nela. Espalhe a mistura na fôrma e aperte bem. Leve à geladeira por 30 minutos. Para servir, corte o pé de moleque em pedaços de acordo com o tamanho que desejar.

*Fonte: Caroline Guerreiro – nutricionista consultora da Naiak 

Receitas de delícias juninas em versão light

É difícil resistir a tantas delícias que fazem parte da mesa das festas juninas. Uma opção para não sair tanto da dieta é apostar nas versões lights, que não deixam nada a dever para as tradicionais. As receitas a seguir são indicadas pela Hikari. Confira:

Cuscuz Junino Light Hikari

Cuscuz-Junino-Light.png

Ingredientes:
3 colheres (sopa) de óleo
1 cebola média picada
4 tomates sem sementes picados
2 colheres (sopa) molho de tomate
1 xícara (chá) de vagem picada
½ pimentão amarelo picado
½ pimentão verde picado
½ pimentão vermelho picado
1 lata de milho
2 xícaras (chá) de água
1 lata de atum light
4 colheres (sopa) de Salsa Desidratada em Flocos Hikari
½ xícara (chá) de Azeitonas Verdes Hikari picadas
½ lata de palmito picado
½ lata de ervilha
4 xícaras (chá) de Farinha de Milho Amarela Hikari
Sal a gosto

Modo de preparo:
Em uma panela, frite a cebola no óleo. Adicione os tomates, o molho de tomate e deixe ferver até desmanchar. Junte a vagem, os pimentões, o milho e acrescente a água. Cozinhe até que os legumes fiquem ligeiramente macios, porém firmes. Coloque o atum, a salsa, as azeitonas, o palmito, a ervilha, e acrescente a farinha de milho aos poucos. Acerte o sal e mexa por aproximadamente 3 minutos ou até formar uma massa homogênea. Unte uma forma com azeite, coloque o cuscuz e aperte bem. Desenforme frio e sirva em seguida.

Rendimento: 25 porções
Dica: Acrescentar 1 colher (sobremesa) de Pimenta Calabresa em Flocos Hikari durante o preparo (opcional).

Canjica Light Hikari

Canjica-Cremosa-Light.png

Ingredientes:
1 xícara (chá) de Canjica Branca Hikari
1 litro de água
1 xícara (chá) de leite desnatado
1 colher (sopa) de leite em pó desnatado
3 colheres (sopa) de coco ralado
1 colher (sopa) de açúcar refinado light
½ lata de leite condensado light
1 Canela em Casca Hikari
1 caixinha de Creme de Leite Light
1 colher (sopa) de Canela em Pó Hikari

Modo de preparo:
Lave o milho para canjica e deixe de molho por 1 hora na água quente. Leve ao fogo numa panela de pressão com a água e cozinhe por 50 minutos (após pegar pressão).
Junte o leite desnatado, o leite em pó, o coco, o açúcar, o leite condensado e a canela casca. Deixe ferver por aproximadamente 10 minutos. Desligue o fogo e acrescente o creme de leite e misture. Despeje numa tigela e sirva polvilhada com canela em pó.

Rendimento: 10 porções
Tempo de preparo: 2 horas

Bolo de Amendoim Light Hikari

Bolo-de-Amendoim-Light.png

Ingredientes:
3 ovos
½ xícara (chá) de margarina light
1 xícara (chá) de açúcar refinado light
1 xícara (chá) de Farinha de Rosca Hikari
1 colher (sopa) de Baunilha Hikari
½ xícara (chá) de leite desnatado
3 xícaras (chá) de Amendoim Branco Hikari torrado, sem pele e moído
1 colher (sopa) rasa de fermento em pó
3 Paçocas Rolha Hikari

Modo de preparo:
Bata as claras em neve e reserve. Numa batedeira, bata as 3 gemas, a margarina e o açúcar por 10 minutos. Acrescente aos poucos a farinha de rosca, a baunilha, o amendoim e bata por mais 3 minutos. Desligue a batedeira, junte as claras e o fermento e misture levemente. Unte uma assadeira retangular (22 cm x 35 cm), despeje a massa e asse em forno pré-aquecido 180ºC por aproximadamente 30 minutos ou até assar por completo. Polvilhe as paçocas moídas sobre o bolo e sirva a seguir.

Rendimento: 20 porções
Tempo de preparo: 1 hora e 30 minutos

Fonte: Hikari

Receita para uma festa junina fit: aproveite sem sair da dieta

Festa junina é mesmo uma delícia. Não tem quem não adore todas as guloseimas salgadas e doces do mês de junho. Mas, caso você não queira sair da dieta e da vida balanceada nesta época do ano, é possível, sim, aproveitar. Pensando nisso, a HND e a Malu Fonseca, parceira da marca e apaixonada por receitas funcionais, prepararam uma receita que une o melhor dos mundos: além de fácil de fazer, é saudável e muito saborosa! Confira o passo a passo abaixo.

Canjica com Pasta de Amendoim HND

Ingredientes
500g milho de canjica
1 vidro de leite de coco Light
400 ml de leite desnatado
2 receitas de leite condensado Fake (receita abaixo)*
2 colheres de sopa de Pasta de Amendoim HND
Canela a gosto

Modo de preparo
Cozinhe o milho da canjica por uns 25 minutos na panela de pressão. Assim que o milho estiver cozido, é só acrescente o restante dos ingredientes e deixar no fogo baixo até o caldo engrossar.

Leite condensado Fake*

Ingredientes
1 e 1/2 xícara leite em pó desnatado
1/2 xícara de água quente
1/2 xícara de açúcar demerara

Modo de preparo
Bata tudo no liquidificador por 3 minutos, coloque em um pote e leve a geladeira por
aproximadamente 1 hora.

HND Receita Pasta de Amendoim.png

Fonte: HND

Festa junina: confira receitas típicas desta época

No mês de junho é comemorada a festa junina – uma época ideal para reunir toda a família e amigos para preparar receitas típicas dessas festas que são tão aguardadas todos os anos. É o período perfeito para preparar receitas deliciosas!

Pensando nisso, o time de Receitas Nestlé listou opções de pratos típicos repletos de sabor. Confira:

O Escondidinho de Carne Maggi, receita de Sheila Oliveira, é o prato ideal para preparar para os amigos, pois é uma receita fácil e que utiliza ingredientes saborosos na sua preparação, além de render muitas porções. O escondidinho é uma das opções favoritas para inovar na quermesse. Clique aqui para ver o vídeo.

escondidinho

Ingredientes

Recheio:
1 colher (sopa) de azeite
1 cebola média picada
1 dente de alho amassado
meio quilo de carne-seca dessalgada, cozida, limpa e desfiada
2 tomates grandes maduros picados
1 sachê de Maggi Natusabor Alho e Cebola
1 colher (sopa) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de cebolinha-verde picada
1 colher (sopa) de coentro picado

Purê:
800 g de mandioca cozida e espremida
1 colher (chá) de sal
meia xícara (chá) de Leite Líquido Ninho Forti+ Integral fervente
1 lata de Nestlé Creme de Leite

Montagem:
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

Modo de preparo

Recheio:
Em uma panela, aqueça o óleo e refogue a cebola e o alho. Acrescente a carne seca, os tomates e o Maggi Natusabor, e deixe refogar em panela tampada até que os tomates tenham murchado (cerca de 8 minutos). Junte a farinha de trigo, misture bem e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos, para formar uma mistura cremosa. Acrescente a cebolinha e o coentro e reserve.

Purê:
Em um recipiente, misture a mandioca com o sal e o Leite Ninho. Acrescente o Nestlé Creme de Leite e misture bem. Reserve.

Montagem:
Em um recipiente refratário (20 x 30 cm), coloque o Recheio reservado e cubra com o purê. Polvilhe queijo parmesão e leve ao forno médio (180°C), preaquecido, por cerca de 15 minutos ou até dourar. Sirva a seguir.

Dicas:
– Você pode substituir o a carne seca por carne moída ou linguiça calabresa fresca.
– Se preferir, utilize recipientes refratários individuais para montar os escondidinhos.

O Bolo com Creme de Paçoca, receita de Iara Venanzi, é uma opção de dar água na boca de todos os amantes de paçoca. Essa receita é fácil de preparar e rende até 25 porções para festejar com a família e amigos.

bolo_com_creme_de_pacoca.jpg

Ingredientes

Creme:
1 Leite Moça (lata ou caixinha)
1 medida (da lata ou caixinha) de Leite Líquido Ninho Forti+ Integral
2 gemas
1 colher (chá) de baunilha
2 colheres (sopa) de amido de milho
1 caixinha de Nestlé Creme de Leite
3 paçocas tipo rolha trituradas

Bolo:
3 ovos
1 colher (chá) de essência de baunilha
meia xícara (chá) de óleo
1 xícara (chá) de Leite Líquido Ninho Forti+ Integral
1 xícara (chá) de açúcar
1 e meia xícara (chá) de farinha de trigo
3 paçocas tipo rolha esfareladas
1 colher (chá) de canela em pó
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de preparo

Creme:
Em uma panela, misture o Leite Moça, o Leite Ninho, as gemas, a essência de baunilha e o amido de milho. Leve ao fogo médio, mexendo sempre, até engrossar. Retire do fogo, junte o Nestlé Creme de Leite e a paçoca. Reserve.

Bolo:
Em um recipiente, misture bem os ovos, a essência de baunilha, o óleo e o Leite Ninho. Junte o açúcar e mexa bem. Aos poucos, adicione a farinha de trigo e a paçoca, até formar uma massa homogênea. Junte a canela e o fermento. Misture e despeje em uma forma com furo central (23 cm de diâmetro, de bordas altas), untada e polvilhada com farinha de trigo. Leve para assar em forno médio (180°C), preaquecido, por cerca de 30 minutos, ou até que esteja dourado e firme. Espere amornar e desenforme sobre um prato de servir. Preencha a cavidade do bolo com o creme de paçoca. Sirva a seguir.

Dica:
– Utilize uma assadeira de bordas altas e com furo central mais largo, para conter todo o creme.
– Ao cortar, serve-se um pedaço de bolo com o creme que está na cavidade.
– Se desejar utilize 1 paçoca esfarelada para decorar.

O Arroz Doce, receita de Marcelo Resende, é uma opção de sobremesa querida e mais tradicional de toda quermesse. É muito saborosa e fácil de preparar.

arroz_doce_alta

Ingredientes
1 xícara (chá) de arroz
1 Leite Moça (lata ou caixinha)
canela em pó para polvilhar

Modo de preparo
Em uma panela grande, misture o arroz com 1 litro de água fria e leve ao fogo até ferver. Abaixe o fogo e deixe cozinhar até que fique macio. Junte o Leite Moça, mexa bem e cozinhe por cerca de 10 minutos, ou até engrossar. Sirva polvilhado com a canela em pó.

Dica:
– Se desejar, junte um vidro de leite de coco, 1 canela em pau e 3 cravos-da-índia quando acrescentar o Leite Moça.

A Pamonha de Milho Verde, receita de Marcelo Resende, com Leite Moça é um prato de dar água na boca, perfeito para época de festa junina. Essa é uma receita que rende até quatorze porções e que agrada diversos paladares.

pamonha-de-milho-verde_alta

Ingredientes
12 espigas médias de milho-verde
1 lata de Leite Moça
4 colheres (sopa) de açúcar
meia xícara (chá) de Leite Líquido NinhoForti+ Integral

Modo de preparo
Descasque o milho e limpe e lave as espigas e as folhas. Debulhe o milho, cortando os grãos rente ao sabugo. Coloque os grãos no liquidificador e acrescente o Leite Moça, o açúcar e o leite Ninho. Reserve. Em uma panela, afervente rapidamente as folhas do milho para amolecerem. Separe as menores e desfie formando tiras estreitas. Segure a folha no sentido do comprimento e faça duas dobras sobrepostas. Dobre ao meio, unindo as extremidades abertas. Segure o pacote pela extremidade e encha-o com o creme de milho, deixando bastante espaço vazio na borda. Feche o pacote, amarrando com a tira reservada. Cozinhe em água fervente, por 30 minutos ou até que a palha amarele e as pamonhas fiquem firmes. Retire da água e escorra. Sirva quente ou fria.

Dicas
– Para fazer os pacotes é importante que as espigas estejam intactas, totalmente revestidas pela palha.
– Se desejar, despeje a pamonha em um recipiente refratário médio e leve ao forno médio (180°C), preaquecido, em banho-maria, por cerca de 1 hora ou até dourar.
– Se desejar, substitua o Leite Ninho pela mesma quantidade de leite de coco.
– Se desejar, acrescente 1 colher (chá) de canela em pó ao creme da pamonha.

A Canjica, receita de Sheila Oliveira, é uma opção de sobremesa típica e também muito querida da quermesse. Quente ou frio, o prato é fácil de preparar e rende até dez porções, além de ser muito saboroso.

canjica

Ingredientes
1 e meia xícara (chá) de milho para canjica
1 Leite Moça (lata ou caixinha)
1 pitada de canela em pó para polvilhar

Modo de preparo
Em uma tigela, deixe a canjica de molho em água fria por, no mínimo, 2 horas. Escorra a água e leve a canjica ao fogo em panela de pressão com 2 e meio litros de água fria, reduzindo o fogo após a fervura. Deixe cozinhar por cerca de 1 hora. Depois de cozida, retire do fogo, deixe sair toda a pressão e abra a panela. Junte o Leite Moça, o Leite Ninho e deixe ferver por mais 5 minutos, mexendo de vez em quando até ficar cremosa. Despeje em uma tigela funda e sirva polvilhada com canela.

Dicas:
– Se desejar variar o sabor desta preparação, acrescente um vidro de leite de coco e duas gemas desmanchadas em um pouco de leite, após acrescentar o Leite Moça.
– Na região Nordeste do país está receita é conhecida como Mungunzá, recebendo diversas variações de preparo.

Congelamento:
Resfrie, coloque em uma embalagem de plástico própria para congelamento, etiquete e congele em freezer ou duplex por até 3 meses. Para descongelar deixe na geladeira por cerca de 12 horas. Coloque na panela e aqueça.

Fonte: Nestlé Brasil

Arraial sem contaminação com Dr. Bactéria

Arrasta-pé, quadrilha e fogueira. Canjica, bolo de fubá e pamonha. Arraial que é bom vira a noite e tem barraca de alimentos saudáveis e bem conservados. Embora nem sempre se possam reconhecer guloseimas estragadas só pela aparência ou pelo gosto, é preciso não ceder à tentação da maçã do amor ou da paçoca de amendoim de olhos fechados.

Em cada barraca, algumas regras básicas devem guiar o consumo, o preparo e o armazenamento dos quitutes. Caso contrário, os riscos de contaminação são grandes e as conseqüências, muitas vezes, graves – nem santo ajuda.

“Os organizadores do arraial devem lembrar que bolos e doces à base de creme de ovos e chocolate podem se deteriorar rapidamente. Por isso, não devem ser mantidos em temperatura ambiente. A canjica, por exemplo, deve ser servida bem quente; caso contrário, a menos de 60°C, será contaminada por bactérias. Portanto, se não estiver na temperatura recomendada, não tenha vergonha: peça para que a coloquem no fogo de novo antes de servir”, diz o biomédico Roberto Martins Figueiredo, conhecido como Dr. Bactéria.

bolo de fuba da cecilia

O mesmo não acontece com os bolos secos, como o de fubá, a pipoca e o quentão – eles dificilmente causam problemas à saúde.

hotdogdaTia

Na barraca de cachorro quente e salsichão, o perigo ronda com a Listeria monocytogenes, bactéria que pode causar diarreia, cólicas intestinais e aborto até 12 horas após a ingestão. Para evitar atropelos, evite consumir o produto in natura, cru, ou com maionese caseira. Verifique se os responsáveis pela barraca mantêm a salsicha refrigerada (a menos de 5ºC ou congelada) até a hora de colocá-la em água fervente, onde deve permanecer totalmente submersa. E bom apetite.

churrasco-kebab-carne
Churrasquinho bom é aquele livre de Escherichia coli, micro-organismo que se torna ativo no corpo humano, provocando diarreias e cólicas, entre outras complicações terríveis, quando se consome a carne malpassada ou quando foi não foi corretamente refrigerada. Prefira o alimento preparado na hora, sob seus olhos, e peça-o bem-passado.

farofa-de-frutas
Outro foco de contaminação é o prato de farofa, aquele onde quem compra o espetinho molha a carne e a leva à boca, e mergulha de novo no prato e morde mais um pedaço. No fim, essa farinha está cheia de saliva e vira um caldo de reprodução de bactérias. Para evitar isso, adote o hábito de só passar a carne uma vez no prato de farinha ou peça para que ela seja acondicionada em um recipiente parecido com o de mostarda ou catchup, mas com bico mais largo, para que, ao passar de mão em mão, seja salpicada individualmente.

milho alvimann
Foto: Alvimann/Morguefile

Quanto ao milho cozido, saiba que ele só pode ser consumido sem o perigo de contaminação pelo Bacillus cereus se for mantido em água quente, ou seja, a mais de 60°C, e conservado em caixa térmica. Em qualquer hipótese, lembre-se de não comprar espiga que esteja em temperatura ambiente ou fora da água quente há mais de duas horas.

Pinhao cunha tur
Foto: Cinha Tur

A mesma bactéria pode se instalar no pinhão, provocando desordem intestinal, se ele for mantido também em temperatura inferior a 60°C por mais de duas horas. Armazená-lo na geladeira em grandes porções ou reaquecê-lo inadequadamente também não é uma boa ideia. Para evitar problemas, ele precisa ser refrigerado em pequena quantidade, inicialmente descoberto. Antes de ser servido, deve ir para a água fervente a pelo menos 80°C.

pe_de_moleque

Pé-de-moleque e paçoca de amendoim – quem diria? – podem ser um verdadeiro veneno. A utilização de amendoim embolorado na confecção dos quitutes pode ser muito prejudicial à saúde e traz até mesmo risco de câncer hepático. Por isso, desconfie do que está levando à boca. O mesmo acontece com a maçã do amor: se ao morder você observar bolor na parte interna, jogue fora.

prato descartavel indiamart
Foto: Indiamart

“Vale sempre lembrar o quanto o uso de pratos, copos e talheres descartáveis pode ser benéfico em ocasiões e festas muito concorridas. A reutilização de louça mal lavada pode facilitar a proliferação de bactérias e resultar em viroses e outras doenças transmissíveis pelo contato. Todavia, se usar material descartável – principalmente canudinhos –, preste bem atenção na hora de jogá-lo fora. Dê um nó bem dado nos canudinhos e inutilize copos, pratos e talheres, de maneira que não possam ser reaproveitados por gente inescrupulosa”, finaliza Dr. Bactéria.