Arquivo da tag: castanhas

Outubro Rosa: alimentação tem grande influência em casos de câncer de mama

Entre 80% e 90% dos casos de câncer estão associados a causas externas, isto é, às mudanças provocadas no meio ambiente pelo ser humano, aos hábitos e aos estilos de vida, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Todas podem aumentar o risco de várias doenças, entre elas, o câncer de mama – amplamente debatida durante o Outubro Rosa.

Esse é o tipo de tumor mais diagnosticado e a principal causa de morte entre mulheres em todo o mundo, com quase 700 mil óbitos estimados somente para este ano, conforme dados do Inca. Os altos índices também reforçam um novo marco. Relatório recente da OMS (Organização Mundial da Saúde) aponta que o câncer de mama se tornou o mais comum do mundo, superando o de pulmão, que foi, por anos, o primeiro do ranking.

No entanto, mesmo com 2,3 milhões de casos novos estimados somente em 2020, o que representa 24,5% dos casos novos em mulheres, esse tipo de câncer, assim como outros, pode ser evitado com mudanças simples de hábitos. Praticar exercícios físicos regularmente, ter uma alimentação saudável, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, amamentar e evitar o uso de hormônios sintéticos, por exemplo, poderiam reduzir em até 30% o número de novos casos.

Cuidados com a alimentação ajudam a evitar a doença

De acordo com Melissa Carpi, gerente pesquisa e desenvolvimento da Jasmine Alimentos, uma das principais recomendações para evitar o problema é o consumo diário de alimentos como grãos e cereais integrais (arroz, aveia etc.), linhaça, chia, red berries, sementes, mixes de castanhas, legumes, verduras, frutas e leguminosas, além da limitação de alimentos processados ricos em gordura, amidos ou açúcares e da redução do consumo de proteína animal no geral. “Essas orientações visam controlar o ganho de peso excessivo e a obesidade, fatores de risco para qualquer tipo de câncer, inclusive, o de mama”, diz ela.

Outro ponto importante ligado à boa alimentação está no tratamento de quem foi diagnosticado com a doença. Mulheres que tratam o câncer de mama, por exemplo, seja com cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia ou terapia biológica (terapia-alvo), também devem ter uma alimentação controlada e balanceada, rica em vitaminas, minerais, fibras, proteínas e carboidratos de qualidade, junto a uma boa hidratação. “O tratamento de câncer com quimioterapia e radioterapia pode afetar o estado nutricional de forma progressiva e comprometer a qualidade de vida do paciente. Além disso, algumas mudanças podem ser observadas no paladar, no olfato, no apetite e na capacidade do paciente em se alimentar ou absorver os nutrientes dos alimentos, levando a uma possível desnutrição”, explica a nutricionista-consultora da Jasmine Alimentos, Karla Maciel.

A profissional também destaca que cada tipo de câncer responde melhor a um tratamento e demanda um padrão alimentar específico, devendo ser avaliado individualmente, em conjunto com o profissional de nutrição. É importante ressaltar que uma alimentação deficitária pode resultar em perda de massa magra, e criar um risco maior de infecções, complicações pós-cirúrgicas e, consequentemente, mais tempo em hospitais. Assim como o contrário: o aumento de gordura no organismo traz como resultado a chance de o problema voltar a acometer o paciente, ou ainda, desenvolver um segundo câncer.

Entenda o câncer de mama

O problema ocorre pela produção desordenada de células nos seios, gerando células anormais, que se multiplicam, formando um tumor. Há vários tipos de câncer de mama, o que faz com que a doença evolua de diferentes formas; algumas com desenvolvimento rápido, outras mais lento. Esse tipo é o mais comum entre as mulheres, mas também pode acometer os homens, sendo raro e representando apenas 1% do total de casos da doença.

Dentre os fatores de risco estão os ambientais e os comportamentais, como sobrepeso, sedentarismo e consumo de álcool; os hormonais ou de histórico reprodutivo, como primeira menstruação antes dos 12 anos, não ter filhos, menopausa após os 55 anos, uso de contraceptivos hormonais e reposição hormonal; e os genéticos ou hereditários, como histórico de casos de câncer de mama na família, alterações genéticas, histórico familiar de câncer de ovários, entre outros. Outro fator de risco é a idade: cerca de quatro entre cinco casos ocorrem após os 50 anos.

No entanto, de todos os desafios relacionados ao câncer de mama, a detecção precoce e a prevenção são unanimidade entre os médicos. Por isso, a campanha do Outubro Rosa, criada nos Estados Unidos em 1990 e, atualmente, um dos projetos de conscientização em saúde mais bem-sucedidos no mundo, é tão importante.

Alimentos que ajudam a prevenir o câncer de mama

Confira abaixo cinco alimentos que ajudam a prevenir o câncer de mama:

Chia: rica em fibras, a chia ajuda a reduzir a absorção de gordura e evita a formação de substâncias tóxicas no intestino, incluindo moléculas cancerígenas. Além disso, essa semente contém ômega-3, um ácido graxo com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, combatendo assim os efeitos danosos dos radicais livres e prevenindo vários tipos de câncer, inclusive o de mama.

Linhaça: assim como a chia, a linhaça dourada e a linhaça marrom oferecem fibras e ômega-3 e, dessa forma, ajudam a prevenir o câncer de mama e outros tipos de neoplasias. Contudo, a linhaça se destaca pela presença de lignana, uma substância que atua diretamente nas células cancerosas.

Castanhas e outras sementes oleaginosas: castanhas em geral, como amêndoas, avelãs, castanha-de-caju, castanha-do-pará e nozes, são fontes de vitamina E, que também possuem ação antioxidante. Ela atua em conjunto com a vitamina C, aumentando ainda mais o combate aos danos causados pelos radicais livres. Além disso, a castanha-do-pará se destaca por fornecer selênio, um mineral necessário para o bom funcionamento das defesas do organismo e para o controle do processo de divisão celular, que é especialmente importante para a prevenção do câncer.

Frutas vermelhas e roxas: a cor típica de frutas como amora, cranberry, cereja, blueberry, framboesa e morango se deve à presença de antocianinas, pigmentos da classe dos flavonoides. Essas substâncias têm propriedades antioxidantes, ou seja, são capazes de combater os danos causados pelos radicais livres – moléculas que atacam o DNA das células e provocam erros que podem levar ao câncer de mama e a outros tipos de tumores.

Soja e outras leguminosas: leguminosas, como ervilha, lentilha e grão-de-bico, contêm isoflavonas, mas é a soja que tem o teor mais elevado dessas substâncias, pertencentes à classe dos fitoestrógenos. As isoflavonas têm uma estrutura química semelhante à do estrogênio, um dos principais hormônios femininos. Por isso, elas conseguem se ligar aos receptores desse hormônio e “roubam” seu lugar. Como alguns tipos de câncer de mama crescem ainda mais na presença de altos níveis de estrogênio, as isoflavonas da soja ajudam a combater seu desenvolvimento ao bloquear a ação desse hormônio sobre os tumores.

Fonte: Jasmine Alimentos

Natura relança linha Ekos com mais potência no tratamento biocosmético e inaugura conceito de Biobeleza

Novas fórmulas oferecem tratamento de alta performance para as diferentes necessidades da pele; lançamento também apresenta novos bioativos Tukumã e Estoraque

Natura Ekos, que há 20 anos une beleza e sustentabilidade, relança toda a linha da marca com fórmula que oferece 3x mais potência no tratamento biocosmético para as diferentes necessidades da pele, indo muito além da hidratação. Assim, Ekos reafirma o conceito de Biobeleza expandindo o pensamento sobre beleza, afinal, não dá mais para pensar em beleza individual sem pensar na beleza que se preocupa com performance mas sempre guiada pelo respeito, cuidado com as pessoas e a natureza.

A campanha do relançamento ainda traz uma novidade incrível: Gisele Bündchen é a nova embaixadora da marca e Amazônia Viva. Ela estará junto com Ekos espalhando nossa Biobeleza e inspirando as pessoas a cuidar de si e do mundo.

As novas fórmulas de Ekos são biocompatíveis com a pele e altamente biodegradáveis no meio ambiente, de origem natural e livre de ingredientes potencialmente prejudiciais às pessoas e a natureza e, claro, continuam veganas. As embalagens têm refil e são eco-eficientes, feitas a partir de plástico verde ou vidro reciclados. Além das reformulações das linhas Andiroba, Castanha, Maracujá, Ucuuba, Pitanga a marca apresenta também os novos bioativos Tukumã e Estoraque .

Foto: Lalo de Almeida

Transformando bioativos amazônicos em potência biocosmética de alta performance a partir de bioprocessos, Natura Ekos com o conceito de Biobeleza renova os votos com a sustentabilidade e se mantém guiada pela alta performance e pelo respeito e cuidado com o meio-ambiente e as pessoas. Atualmente, mais de sete mil famílias agroextrativistas fornecem insumos para o desenvolvimento das fórmulas e todo o processo produtivo é certificado pelo selo UEBT – que garante comércio justo, conservação da biodiversidade brasileira e relacionamento de confiança com a comunidade.

Novos Bioativos

O novo bioativo Tukumã, poderoso antissionais para o corpo, oferece ação dupla e complementar: o óleo combate a perda de ácido hialurônico na pele e a manteiga estimula sua produção natural, preenchendo a pele até as camadas mais profundas. Além de fazer bem para o corpo, sua extratação fortalece a renda de 702 famílias guardiãs da amazônia, ligadas a bioagricultura.

Já o Estoraque, ativo extraído das folhas da erva de estoraque, garante um frescor exclusivo à colônia da linha, com toques florais. Uma fragrância com ingrediente natural da biodiversidade amazônica, enriquecido com óleo essencial 100% natural e com álcool orgânico.

Conheça os produtos com os novos bioativos da linha:

Polpa Desodorante Hidratante Para o Corpo Tukumã Ekos – Conteúdo: 400ml – R$ 72,90
O óleo de tukumã combate a perda de ácido hialurônico e a manteiga estimula sua produção natural. Hidrata e preenche as camadas profundas da pele, deixando-a renovada e uniforme e possui ação imediata: protege, hidrata e combate a textura irregular da superfície da pele. Além disso, ao utilizar a linha Ekos Tukumã, você fortalece a renda de 702 famílias guardiãs da Floresta Amazônica.

Sabonete Em Barra Puro Vegetal Cremoso e Esfoliante Tukumã Ekos – Conteúdo: 4 unidades de 100g cada – R$ 26,50
A Saboaria Natura traz até você nossa especialidade em sabonetes e o poder dos ingredientes da floresta. Com puros óleos vegetais da amazônia, despertam o corpo e inspiram a alma.

Polpa Hidratante Para as Mãos Tukumã Ekos – Conteúdo: 75g – R$ 44,90
Possui textura cremosa que forma um filme protetor, combatendo os sinais de envelhecimento precoce das mãos.

Desodorante Colônia Frescor Ekos Estoraque Feminino – Conteúdo: 150ml – R$ 84,90
Uma fragrância com ingrediente natural da biodiversidade amazônica extraído das folhas do Estoraque. Enriquecido com óleo essencial 100% natural de estoraque. Extraímos seu óleo essencial preservando toda sua potência aromática e transformando suas notas verdes em um Frescor exclusivo, vegano e com causa: regenerar a Amazônia.

Confira os bioativos da marca e seus produtos:

Açaí: o Desodorante Colônia Frescor Ekos Açaí, de Natura Ekos, é uma fragrância com ingrediente natural da biodiversidade amazônica, extraído da polpa do açaí, fruto ícone da Amazônia. É enriquecido com extrato aromático, 100% natural da fruta.

Andiroba: com ação antidanos, esse ativo é potente para recompor a barreira cutânea. Por isso, a Polpa para o Corpo Ekos Andiroba, o Óleo Trifásico para o Corpo Ekos Andiroba, o Fluído de Massagem para o Corpo Ekos Andiroba, são feitos com óleo bruto de andiroba, rico em limonóides e terpenos, perfeito para hidratar e proteger a pele das agressões do dia a dia.

Castanha: feitos com óleo bruto de castanha, rico em ômega 6 e 9, a Polpa para os Pés Ekos Castanha, a Polpa para o Corpo Ekos Castanha, o Leite para Banho Ekos Castanha, a Polpa para Mãos Ekos Castanha, o Sabonete Líquido Cremoso para as Mãos Ekos Castanha e o Desodorante Colônia Frescor Ekos Castanha têm uma poderosa ação antirressecamento e de restauração da pele.

Maracujá: o óleo bruto de maracujá, rico em ácidos graxos essenciais, tem ação antiestresse cutâneo, sendo importante para reequilibrar e acalmar a pele a medida em que aumenta os níveis naturais de hidratação. O Néctar para o Corpo Ekos Maracujá, Óleo trifásico para o corpo Ekos Maracujá, o Sabonete Líquido para Mãos Ekos Maracujá, o Sabonete Líquido Esfoliante para Corpo Ekos Maracujá, o Desodorante Colônia Frescor Ekos Maracujá e o Néctar para as mãos Ekos Maracujá têm, pelo menos, 97% de ingredientes de origem natural, sendo 83% ou mais a base de vegetais.

Ucuuba: com ação antiflacidez, a manteiga bruta de ucuuba é rica em trimiristina, que estimula a produção natural de colágeno e elastina – ou seja, retonifica a pele, dando mais firmeza e elasticidade. Essa é a base dos itens da linha Ucuuba, de Ekos: a Polpa para as Mãos Ekos Ucuuba e Manteiga para o Corpo Ekos Ucuuba. Os produtos têm 95% de ingredientes de origem natural em sua composição, sendo pelo menos 81% deles à base de vegetais.

Pitanga: ideais para proteger, hidratar e realçar o tom natural da pele, o Óleo trifásico para o Corpo Ekos Pitanga, o Néctar para as Mãos Ekos Pitanga, o Sabonete Líquido para Mãos Ekos Pitanga e o Desodorante Colônia Frescor Ekos Pitanga são feitos com óleo essencial de pitanga. O ingrediente natural da biodiversidade brasileira é extraído das folhas da pitangueira, sendo pelo menos 98% origem natural e 94% a base de vegetais.

Murumuru: tem uma potente ação antiquebra, tendo o poder de reconstruir a fibra capilar. Por isso, o Shampoo Ekos Murumuru, o Condicionador Ekos Murumuru, o Creme para pentear Ekos Murumuru, o Pré-shampoo Ekos Murumuru e a Máscara Ekos Murumuru, são feitos com manteiga bruta do ingrediente, tendo pelo menos 94% de sua composição de origem natural.

Patauá: com ação antienfraquecimento, o patauá é potente para reforçar a fibra capilar. Feitos com óleo bruto de patauá, o Shampoo Ekos Patauá, o Condicionador Ekos Patauá, o Óleo Fortalecedor Ekos Patauá, a Máscara Ekos Patauá e o Tônico de Crescimento Ekos Patauá deixam os cabelos mais fortes e resistentes. Todos tem uma fórmula com pelo menors 89% de sua composição de origem natural.

Os kits podem ser adquiridos com as Consultoras Natura, também em ambiente digital, no e-commerce, nas franquias Aqui Tem Natura ou nas lojas próprias. Para tornar a jornada de presentear ainda mais completa, a Natura possui também, no site, opção de embrulho para presente – com cartão e embalagens personalizadas -, entrega rápida e troca fácil.

Informações, visite o site ou acesse os perfis da empresa nas redes sociais: LinkedIn,Facebook e  Instagram.

Receita combina açúcar light Magro, aveia, sementes, castanhas e frutas

Overnight Oats são lanches cremosos parecidos com pavê, mas feitos à base de aveia e leite. O nome vem do inglês e reflete a forma de preparo da base que é deixar a aveia descansando no leite durante a noite, em um pote de vidro, pois assim ela fica cremosa e consistente no dia seguinte.

Para incrementar e adoçar esse mix de Aveia, Sementes, Castanhas e Frutas, a nutricionista da Magro, acrescentou uma colher de Açúcar Light Magro uma opção com 80% menos calorias e carboidratos. Agora, os consumidores podem aproveitar a mistura com muito mais sabor e saúde. Acompanhe o passo a passo:

Overnight Oats

Ingredientes:

Aveia:
4 colheres (sopa) de aveia em flocos (32g)
8 colheres (sopa) de leite desnatado (80ml)
1 colher (chá) de Açúcar Light Magro (4g)

Creme:
1 embalagem de iogurte natural desnatado (170g)
1 colher (sopa) de chia (10g)
1 colher (sopa) de Açúcar Light Magro (12g)

Linhaça e mix de castanhas:
5 castanhas-do-pará (15g)
10 amêndoas (17g)
5 nozes (15g)
1 colher (sopa) de linhaça (10g)

Frutas
10 morangos (100g)
15 framboesas (90g)
1 kiwi (90g)
10 amoras (100g)
1 ameixa vermelha (80g)
1 fatia de mamão (100g)

Modo de preparo

Creme: em uma vasilha coloque todos os ingredientes misture e reserve.

Linhaça e mix de castanhas: coloque no liquidificador as castanhas, as amêndoas, as nozes e a linhaça e bata até triturar. Reserve.

Frutas: pique as frutas e reserve.

Montagem: misture o leite com o açúcar e reserve. Coloque em potes a aveia, depois o leite adoçado, em seguida adicione uma camada de frutas, o creme, novamente as frutas e finalize com o mix. Coloque na geladeira para consumir no outro dia.

overnight oats

Rendimento: 4 porções 230g
Dificuldade: médio
Preparo: 12h
238 calorias por porção de 230 gramas

Fonte: Magro

Alimentos que funcionam como “botox”

A nutricionista Paula Castilho, da Rede Nação Verde, explica como a alimentação pode ajudar na estética. Muitas mulheres estão investindo em alimentos saudáveis ao invés de procedimentos estéticos (cirúrgicos ou não). Além, do resultado esperado, elas ainda ganham melhora na qualidade de vida.

Esses alimentos evitam o desgaste das células, têm o poder de regenerar os tecidos e ainda conseguem controlar os danos pela radiação solar. Conheça os grandes aliados na luta contra o envelhecimento:

tomates alexas_fotos pixabay

Tomate – o licopeno, que dá a cor avermelhada à hortaliça, tem o poder de defender a pele contra os raios ultravioleta do sol. Ele protege as fibras de colágeno e contribui para a renovação celular. O ideal é saborear um tomate pequeno maduro, pelo menos três vezes por semana, com um pouco de azeite de oliva: ele é importante para melhorar a absorção do licopeno.

iogurte profet77 pixabay

Foto: Profet77/Pixabay

Iogurtes – se você escolher aqueles abastecidos de lactobacilos, o intestino e a pele vão agradecer. Eles reforçam a imunidade da pele, evitando, por exemplo, a formação de manchas após uma exposição prolongada ao sol. O ideal é optar pelos iogurtes com lactobacilos paracasei e johnsonii, uma porção duas vezes na semana basta.

chá verde

Chá-verde – os polifenóis, presentes em grande quantidade nas folhas desse chá, são famosos pela faxina que promovem no organismo, mandando embora as toxinas e os radicais livres. Como esses dois vilões costumam apagar a beleza da pele e abrir caminho para manchas e rugas é recomendado beber 3 a 4 xícaras por dia ou 1 a 2 xícaras, no caso dos chás verdes enriquecidos com outras substâncias antienvelhecimento, como vitamina C, selênio e zinco.

espinafre

Folhas verde-escuras – espinafre, couve, brócolis e repolho também saem na frente no quesito ação antioxidante. Para evitar que as células fiquem, digamos, enferrujadas e a pele envelheça antes da hora, a dica é consumir dois pratos de sobremesa por dia. Na hora da compra, escolha o espinafre que estiver mais próximo da luz – segundo um estudo publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry as folhas iluminadas preservam mais as vitaminas C, K, E e folato.

Perfis_variados_-_soja_na_alimentacao_baixa160704_191211

Soja – com uma ação semelhante à do estrogênio, o hormônio produzido pelo corpo da mulher, as isoflavonas presentes na soja estimulam a renovação celular. O resultado é que as rugas demoram a aparecer, a pele fica mais hidratada, a textura melhora e ainda é possível prevenir manchas e ressecamento. A dica é consumir de 25 gramas de proteína de soja por dia, o equivalente a ½ xícara (chá). Vale também, segundo a nutricionista, incluir na dieta alimentos como quibe, tofu e missô, que são ricos nesse ingrediente.

acerola kamuelaboy
Foto: Kamuela/MorgueFile

Acerola – ela vem abarrotada de vitamina C, nutriente que contribui para a formação de dois aliados da beleza: o colágeno e a elastina. O primeiro mantém a firmeza da pele enquanto a elastina ajuda a pele a voltar à sua forma original depois de ela ter sido esticada. Como o corpo precisa de ambos, crie o hábito de degustar diariamente duas acerolas ou uma laranja. Os sucos devem ser consumidos assim que preparados, pois a vitamina C se degrada rapidamente.

castanha do brasil

Castanhas – a vedete da castanha-do-brasil é a vitamina E, outro nutriente que também tem um efeito antioxidante. Ela é capaz de manter a pele jovem e viçosa e, de quebra, ainda protege a saúde coração. Mas, como essa delícia é bastante calórica, a nutricionista Andréa aconselha moderação no consumo. Duas unidades por dia ou um mix formado por uma castanha, uma noz e uma amêndoa, que contam com o mesmo efeito benéfico, são suficientes.

lox-deli-salmao-defumado-laqueado-com-mel

Salmão – peixe rico em ômega-3, um ácido graxo capaz de evitar as marcas da ação danosa do sol. É um antioxidante natural e, quando consumido, deixa a pele mais macia e luminosa. Inclua-o no prato três vezes por semana. Basta um filé médio, de 100 gramas, que pode ser alternado com sardinha ou anchova.

frutas vermelhas e roxas pixabay

Frutinhas vermelhas e roxas – não se engane com o tamanho delas. Açaí, framboesa, amora, pitanga, groselha, uva roxa e mirtilo contêm altas doses de antocianinas. Elas neutralizam o efeito dos radicais livres e, evitam o envelhecimento precoce. Previnem os melasmas, as manchas escuras do rosto. Ingerir cinco unidades/dia.

cantaloupe melão pixabay
Foto: Pixabay

Melão cantaloupe – o tom alaranjado dessa fruta indica que ela é rica em betacaroteno, outro nutriente que exerce a função fotoprotetiva. Além de barrar a ação negativa da radiação solar, a fruta é rica em vitamina A, que reforça as defesas cutâneas. Consuma uma fatia ao dia e alterne com uma cenoura, dois damascos secos ou duas colheres de abóbora cozida.

Frutnut lança Coleção Snacks da Copa

Empresa oferece edição limitada de snacks saudáveis de vários sabores em embalagens verde-amarelas para conquistar a torcida

A Frutnut lançou uma linha de snacks saudáveis para a Copa do Mundo 2018 em embalagens com as cores do nosso País para conquistar torcedores brasileiros que irão acompanhar os jogos do Mundial e vibrar com a nossa Seleção.

A linha de aperitivos Frutnut Copa 2018 – Sabor & Saúde é composta por castanha-do-brasil, castanha-de-caju, amendoim, milho e fava, entre outros sabores.

Os produtos já estão disponíveis em redes como Pão de Açúcar, Makro, Hirota e em pequenos varejistas por preços entre R$ 5,00 e R$ 10,00 para embalagens de 70g a 100g.

Informações: Frutnut 

Castanhas para deixar o Natal mais gostoso

As festas de fim de ano estão chegando e com elas a tradição de consumir castanhas e frutas secas, principalmente em panetones, roscas, farofas e outras receitas típicas dessa época. Para quem quer preparar esses quitutes e economizar, o site Super Pouco oferece uma linha com várias opções de castanhas por preços especiais e descontos progressivos que podem variar de 5% a 50%, conforme o mix de produtos.

“No Super Pouco, quanto maior for a compra, mais os preços caem. Criamos um site com descontos progressivos onde o consumidor consegue ver no momento da compra o quanto ele está economizando. Ao fazer uma venda grande, conseguimos reduzir nossos custos com a embalagem, frete e de outras formas, o que nos permite repassar esse desconto para o cliente”, explica Fabio Zaffani, idealizador e proprietário do site.

oleaginosas castanhas
Pixabay

Zaffani acrescenta que por utilizar uma plataforma própria de gestão e vendas, o Super Pouco consegue eliminar os principais problemas que afetam as empresas que atuam neste mercado que são o controle de estoque e a sazonalidade das vendas. “Muitos produtos têm períodos de alto e baixo giro no estoque e isso acaba fazendo com que o excedente fique estocado por muito tempo. Esta estocagem não só gera custos como faz com que o produto perca um pouco da sua qualidade, por isso, desenvolvemos uma plataforma capaz de precificar estes produtos e aplicar descontos mais agressivos, caso o estoque esteja maior do que o ideal”, acrescenta o empresário.

Informações: Super Pouco

Barrinhas de nuts ou cereais? Entenda a diferença entre elas

Nutricionista dá dicas que ajudam na hora de escolher entre as duas versões

Alimentos em barra são ótimas opções para lanches práticos que podem estar facilmente presentes na bolsa ou na mochila para quando bater aquela fome inesperada. Hoje é possível encontrar no mercado uma grande variedade de barrinhas com ingredientes e composições nutricionais bem diferentes. Entre as mais consumidas estão as barrinhas de castanhas e as de cereais, que apesar de terem propriedades totalmente diferentes, ainda são confundidas na hora da escolha.

Descubra abaixo quais as principais diferenças entre elas:

1. Valor nutricional

oleaginosas castanhas
Pixabay

A nutricionista Klara Rahmann, consultora da EnovaFoods, explica que as barrinhas feitas de castanhas são as que apresentam melhor valor nutricional. “Elas têm maior densidade nutricional em relação às barras de cereais, e muitas pessoas confundem achando que estão consumindo a mesma coisa”, explica. “Cada oleaginosa é naturalmente fonte de diferentes nutrientes que são essenciais ao organismo e, quando consumidas juntas, oferecem uma boa dose de vitaminas do complexo B, vitaminas C e E, cálcio, ferro, zinco, selênio e demais compostos antioxidantes”, explica a nutricionista.

Já as barras de cereais são uma boa fonte de energia para o corpo devido à composição de carboidratos complexos, e apresentam nutrientes estimuladores do bom funcionamento intestinal. “Isso quando apresentam cereais em sua versão integral”, alerta a nutricionista. A quantidade de fibras, proteínas e gorduras boas são menores. “Contudo, não deixam de ser uma boa fonte de energia”, conta.

2. Saciedade

barrinha cereais

As barras de castanhas contribuem para o aumento da saciedade por meio de mecanismos diretos e indiretos existentes em nosso corpo. Klara orienta ao consumidor optar pelas barrinhas feitas com castanhas inteiras e não trituradas. “Estudos já mostraram que quando consumidas inteiras as castanhas são mais potentes em relação ao efeito de saciedade”, conta. Já as barras de cereais são compostas de uma quantidade menor de fibras e maior em carboidratos, se comparadas às de castanhas. “Por isso não seguram a fome por muito tempo”, alerta Klara.

3. Exercícios físicos

academia-3

As barras de castanhas por serem mais completas – apresentam uma quantidade equilibrada de proteínas, fibras e carboidratos, além das gorduras boas, como as monoinsaturadas e Ômega 3 – podem ser consumidas em diversos momentos e situações do dia, como nos lanches entre as refeições, de forma isolada ou em combinação com outros alimentos, conforme a programação calórica indicada a cada pessoa. “Já as barras de cereais precisam sempre ser combinadas. Por exemplo, com um iogurte ou castanhas, complementando, dessa forma, a quantidade ideal de fibras e proteínas”, reforça Klara.

Com a correria do dia a dia, às vezes não sobra tempo para preparar o lanche ou combinar outros elementos, nestes casos, a nutricionista recomenda optar pelas barras de castanhas. “Elas vão trazer mais saciedade e uma gama mais completa de nutrientes para o dia”, aponta.

&JOY Snacks

As barrinhas de castanhas da marca &JOY são boas opções de lanches e são pioneiras nesse segmento. A linha &JOY Mixed Nuts tem 30g e são feitas com as castanhas inteiras em seis sabores diferentes: original (amendoim, castanha de caju, uva passa, castanha-do-pará e amêndoa), de nozes e canela, sementes, coco e amêndoa, cranberry, e damasco e quinoa.

Outra opção da mesma marca e que representa uma alternativa aos que buscam uma barrinha mais natural, sem a adição de açúcar refinado, é a &JOY Natural Sugar, barrinhas feitas com as castanhas inteiras, porém, adoçadas com mel de abelha e açúcar de coco. Estão disponíveis nos sabores de gengibre com toque de laranja e amêndoas com semente de abóbora. Veja as opções abaixo:

&JOY Mixed Nuts

joy
ü Feita com nuts inteiras
ü Contém pelo menos 75% de ingredientes naturais
ü Não contém glúten, lactose e também são vegetarianas

&JOY Natural Sugar

joy2.jpg
ü Feita com nuts inteiras
ü Contém pelo menos 90% de ingredientes naturais
ü Não contém glúten, lactose e também são vegetarianas
ü Adoçada com mel e açúcar de coco

Informações: Enova Foods/Joy

Oito motivos para incluir castanhas na alimentação

Ricas em proteínas, fibras e antioxidantes, as castanhas são produtos originalmente brasileiros que possuem uma excelente composição nutricional. Podemos incluir nessa lista de gorduras monoinsaturadas, ou as chamadas “gorduras boas”, o amendoim, a castanha-do-pará, a castanha-de-caju, as nozes e as amêndoas.

De acordo com a nutricionista Klara Rahmann, consultora da Enova Foods, as castanhas podem ser consumidas diariamente, tanto soltas, ao natural, ou junto com uma fruta e/ou iogurte. “Cada nuts tem o seu conteúdo próprio de nutrientes essenciais, de forma que quando consumidas juntas, e com moderação, oferecem uma boa dose de vitaminas do complexo B, vitaminas C e E, cálcio, ferro, zinco, selênio e demais compostos naturalmente antioxidantes”, explica.

Além disso, para quem tem uma vida mais corrida, hoje é possível encontrar no mercado produtos à base de castanhas sem conservantes e nutritivos. “Procuro sempre indicar aos meus pacientes barrinhas feitas de nuts, na porção de 30 gramas, que é a quantidade ideal para um lanche entre as principais refeições. As barrinhas com castanhas inteiras são as melhores opções porque ganhamos mais em nutrição”, conta Klara.

A barrinhas da marca &JOY são boas opções nesse sentido. A linha &JOY Mixed Nuts tem 30g e são feitas com as castanhas inteiras em seis sabores diferentes: original (amendoim, castanha-de-caju, uva passa, castanha-do-pará e amêndoa), de nozes e canela, sementes, coco e amêndoa, cranberry, e damasco e quinoa.

Outra opção da mesma marca e que representa uma alternativa aos que buscam uma barrinha mais natural, sem a adição de açúcar refinado, é a &JOY Natural Sugar, barrinhas feitas com as castanhas inteiras, porém, adoçadas com mel de abelha e açúcar de coco. Estão disponíveis nos sabores de gengibre com toque de laranja e amêndoas com semente de abóbora. Veja as opções abaixo.

Conheça oito motivos para incluir as castanhas na alimentação:

castanha do brasil

1. Assegura uma das sensações mais importantes para o controle de peso: a saciedade
Por conta da consistência mais dura (o que força maior tempo de mastigação) e a sua composição nutricional rica em gorduras insaturadas, fibras e proteínas, as castanhas são digeridas mais lentamente e estimulam a liberação de hormônios responsáveis pela sensação de saciedade.

mulher fita metrica shutterstock

2. Melhora o controle de peso e da glicemia
O tipo de gordura (mono e poli-insaturadas) encontrado nas oleaginosas é absorvido mais rapidamente pelo corpo e tem efeito no aumento do metabolismo, o que pode contribuir para o controle de peso. Elas também ajudam a controlar a glicemia, devido à associação entre o alto de teor de fibras, gorduras insaturadas e o baixo teor de carboidratos. Essa combinação estimula a liberação de uma quantidade menor de insulina (hormônio que leva à produção de gordura no corpo) e de forma mais sustentada, ou seja, trazendo menos fome, mais saciedade e, consequentemente, melhor controle da glicemia.

dentes lindos - j. durham
Foto: J. Durham

3. Fortalece os ossos e dentes
Devido ao alto teor de fósforo e magnésio presentes nas castanhas. O fósforo se une ao cálcio para tornar os dentes e ossos mais rígidos quando os níveis de magnésio estão equilibrados.

memoria mulher

4. Melhora a memória, aprendizado e concentração
As castanhas são ricas em vitamina E, selênio, magnésio e ômega-9 que agem no sistema nervoso, limpando as toxinas que levam a morte dos neurônios e contribuindo na prevenção de doenças cerebrais degenerativas como Alzheimer e Parkinson.

frutas e castanhas

5. Fornece uma barreira antioxidante aumentando a imunidade
Substâncias naturalmente antioxidantes como a vitamina E, selênio, zinco e compostos fenólicos que estão presentes nas castanhas são capazes de combater a produção de radicais livres pelo corpo.

castanha de caju pixabay
Pixabay

6. Reduz o mau colesterol
As castanhas têm baixo teor de gorduras saturadas e um elevado nível de gorduras insaturadas (as boas). Além disso, a presença de fitosteróis (extratos vegetais muito eficazes na redução dos níveis de colesterol) e antioxidantes também garantem a redução do mau colesterol.

coração

7. Previne doenças cardiovasculares
Por meio da ação sinérgica dos ácidos graxos e de compostos bioativos presentes nas castanhas, elas possuem ações antioxidante e anti-inflamatória relacionadas à prevenção de doenças cardiovasculares. Isso porque é capaz de reduzir a oxidação do colesterol ruim (LDL).

oleaginosas castanhas
Pixabay

8. Reduz o risco de desenvolvimento de alguns tipos de câncer
As oleaginosas têm componentes de ação antoproliferativa, como gorduras insaturadas e compostos antioxidantes (vitamina E, quercetina, resveratrol e polifenóis) que ajudam a inibir a proliferação de células cancerosas.

&JOY Mixed Nuts
· Feita com nuts inteiras
· Contém pelo menos 75% de ingredientes naturais
· Não contém glúten, lactose e também são vegetarianas
· Excelente fonte de fibras alimentares e proteínas, provocando maior saciedade
· Possuem gorduras boas que ajudam na produção de Ômega 3 e 6 que são essenciais para o organismo

&JOY Natural Sugar
· Feita com nuts inteiras
· Contém pelo menos 75% de ingredientes naturais
· Não contém glúten, lactose e também são vegetarianas
· Excelente fonte de fibras alimentares e proteínas, provocando maior saciedade
· Possuem gorduras boas que ajudam na produção de Ômega 3 e 6 que são essenciais para o organismo
· Excelente fonte de Vitamina E
· Adoçada com mel e açúcar de coco

Informações: &JOY