Arquivo da tag: Chanel

Privalia e Peguei Bode oferecem produtos de luxo com até 90% de desconto e frete grátis

Marcas como Chanel, Dior, Dolce&Gabanna, Gucci, Prada estarão disponíveis na primeira semana de agosto além de uma live hoje (2) às 19 horas

A Privalia, maior outlet online do Brasil, é conhecida por proporcionar experiências únicas para os seus clientes, com produtos das marcas mais desejadas a preços jamais vistos no mercado de moda. Por esse motivo, a companhia lança uma campanha exclusiva, com a curadoria da marca Peguei Bode, maior brechó de luxo online, que há mais de dez anos faz história com vendas de bolsas, roupas e acessórios de alto nível.

A campanha estará disponível no site da Privalia entre os dias 2 e 6 de agosto para todos os consumidores que amam ótimas oportunidades de compra, com descontos de até 90% e frete grátis para todo Brasil. Serão mais de 170 itens entre bolsas exclusivas (uma unidade de cada modelo), roupas, calçados e acessórios de marcas de alto luxo, em perfeito estado de conservação, como: Balmain, Bottega Veneta, Celine, Chanel, Dior, Dolce & Gabanna, Fendi, Gucci, Hermès, Louis Vuitton, MiuMiu e Prada. Todos os produtos passam por uma verificação de autenticidade rigorosa e recebem um selo de garantia Peguei Bode.

Para completar a programação da campanha, hoje também será realizada uma live às 1 9horas, no instagram da Privalia, com as duas fundadoras do brechó online, Gabriela Carvalho e Daniela Carvalho, dando dicas de moda e algumas revelações de itens que estarão disponíveis na campanha.

Além disso, os usuários da Privalia que possuem o serviço Premium terão acesso em primeira mão no dia 2 de agosto, às 20h, às ofertas (que estarão liberadas ao público geral às 7h do dia 3 de agosto). Para assinar o Premium da Privalia, que permite acessar com antecedência as campanhas por 3 meses, entre outros benefícios, basta fazer a compra do serviço diretamente no site da marca.

“Buscamos proporcionar experiências únicas para o nosso público, dando acesso às marcas que as pessoas achavam que não poderiam ter. Por isso, é com muito entusiasmo que lançamos campanha com a Peguei Bode. Essa iniciativa estimula o uso consciente de produtos, contribuindo para a economia circular e um futuro mais sustentável, e está alinhada às diretrizes de ESG, um dos nossos pilares estratégicos”, comenta Fernando Boscolo, CEO da Privalia.

“Por sermos o maior brechó online de luxo do Brasil, estamos muito entusiasmadas com a parceria com a Privalia. É a primeira vez que venderemos nossos produtos com descontos tão atrativos e uma curadoria única de bolsas, roupas, calçados e acessórios de alto nível”, comentam as fundadoras da Peguei Bode.

As vendas serão feitas na primeira semana de agosto, através do site e aplicativo Privalia, com parcelamento em até dez vezes sem juros e frete grátis para todo o Brasil (só enquanto a campanha durar).

Estratégia ESG Privalia

A iniciativa faz parte do foco da Privalia em ESG, um dos pilares estratégicos da empresa. Além dessa ação, a companhia implementou, em 2021, um projeto piloto de entregas sustentáveis, que consiste no uso de 30 bicicletas elétricas e 2 furgões, com zero emissão de carbono, para apoiar suas entregas. Além disso, o modelo de e-commerce, que é utilizado pela Privalia, por si só contribui para a redução de impacto ambiental, ao evitar a necessidade de deslocamento de pessoas para os centros de compras e evitando, dessa forma, o uso de transporte individual. Esse formato de atuação permite, ainda, reduzir o estoque excedente das marcas parceiras, contribuindo para evitar que essas peças sejam incineradas (caso não sejam vendidas), diminuindo a poluição que isso pode causar, e apoiar o crescimento sustentável do setor.

Cinco livros para compreender Chanel

Chanel é um nome mundialmente conhecido tanto pela grife quanto pela grandiosa Gabrielle Chanel. Fundadora de uma marca atemporal e única estilista presente na lista das cem pessoas mais importantes da história do século XX da revista Time, Gabrielle já foi alvo de diversas homenagens, entre elas, muitas obras literárias.

Veja abaixo, cinco livros essenciais para entender por completo quem foi Coco Chanel:

O Evangelho de Coco Chanel | Editora Seoman

chanel 1

Chanel não foi somente a mulher que criou e imortalizou o “pretinho básico”, também popularizou as calças femininas e roupas fáceis e práticas que deixavam as mulheres chiques e confortáveis. Com sua personalidade forte e decidida, elegante e passional, de um jeito totalmente francês, Coco conduziu as mulheres diretamente para uma nova era. O Evangelho de Coco Chanel é um cativante olhar sobre o estilo, a fama e o talento de um dos maiores ícones da moda. Dividindo a biografia de Chanel em capítulos temáticos – como elegância, paixão, dinheiro, sucesso – que sutilmente ensinam lições de vida, com comentários divertidos e maravilhosas ilustrações, Karen Karbo irá inspirar os leitores com uma história impressionante de reinvenção, confiança e determinação.

Chanel: The Vocabulary of Style | Editora Yale University Press

vocabulario

O livro Chanel: The Vocabulary of Style pode ser visto como uma espécie de bíblia do estilo que consagrou Coco Chanel. Escrito por Jérôme Gautier, a obra não deve ser vista como um livro para ser lido do início ao fim de uma única vez. A ideia é curtir as páginas e ter realmente momentos de prazer com uma das histórias mais incríveis de todos os tempos no universo da moda.

Mademoiselle Chanel | Editora Tordesilhas

mademoiselle

Baseado em fatos reais, este romance narra um período fascinante e ainda misterioso da vida de Coco Chanel. E para o leitor entrar ainda mais no clima da história, a capa do livro traz uma deliciosa fragrância. Na efervescente Paris de 1919, no ápice de sua carreira, Gabrielle sofre um revés: seu amante morre num acidente. Muitos temem que ela não consiga mais produzir, mas Chanel se renova com um projeto que lhe devolve a vontade de viver: a criação de um perfume que sintetize uma fragrância misteriosa e moderna, a combinação de muitos elementos, o cheiro do amor. Em sua busca pelo aroma perfeito, ela se inspira no perfume de Catarina, a Grande, e conhece Dimitri Romanov, príncipe russo exilado na França. Ao mesmo tempo em que se abre novamente para a vida, Gabrielle cria o Chanel N° 5, que se tornará o perfume mais famoso do mundo.

A Era Chanel | Editora Cosac & Naify

chanel

Um dos maiores ícones da moda no século XX, Chanel (1883-1971) sempre se distinguiu por uma postura modernista e radicalmente inovadora. Em tempos de mulheres submissas, ela era a própria personificação da modernidade, relacionando-se intimamente com a vanguarda intelectual e artística de sua época. O sucesso de Chanel foi imenso: seu reinado sobre o mundo da alta-costura durou cerca de meio século. Entender o poder da imagem foi seu maior mérito. Com um estilo incomparável, era apaixonada pelo discreto charme do guarda-roupa masculino e inovou ao usar tecidos utilitários para fazer roupas chiques, jovens e casuais. Como mulher de negócios, provou ser igual ou superior aos homens. Porém, se a moda esteve no centro de toda sua vida, no amor era uma mulher vulnerável. Mais que um belo relato sobre uma vida e uma obra extraordinárias, este é um livro fascinante, que registra em cerca de quatrocentas fotografias, retratos e desenhos, a trajetória da maior personagem da moda de todos os tempos.

Chanel: Collections and Creations

collection

Combinando de forma harmônica tradição, originalidade e estilo, a Chanel se consolidou com o passar dos anos em uma das marcas mais sedutoras da moda mundial. No livro Chanel – Collections and Creations a casa de moda abre alguns de seus arquivos exclusivos revelando projetos brilhantes desenhados por Coco Chanel a partir da década de 1920.

Saltos médios ditam a temporada de forma confortável 

Nem alto e nem flat, o salto médio reafirma a volta do combo estilo + confy. Muito elegante, já foi símbolo de looks para ambiente de trabalho e, neste inverno, se reinventa com um ar bem moderninho e democrático, para todas as ocasiões. A Piccadeilly traz em sua coleção inverno 2018 opções de calçados com altura entre 4cm e 8cm que ajudam a alongar a silhueta feminina.

Ele levanta uma combinação básica de camiseta e jeans com shape boyfriend, por exemplo, mas também eleva o estilo girly da saia ou vestido midi. O blazer junto ao salto médio é uma dupla clássica para reuniões e até mesmo festas.

Por ter um formato quadrado, os saltos com altura média dão muito mais segurança e conforto na passada. Além de detalhes em verniz, pérolas, laços e fivelas que garantem charme e classe à qualquer produção. Confira os modelos que já são sucesso nesta estação. Confira abaixo alguns modelos da  Piccadilly:

bota

Bota cano curto de veludo com detalhe dourado no salto. Preço sugerido: R$ 237,92

bota pelo

Bota Cano Curto com Fivela e Pelo. Preço sugerido: R$ 243,92

bota elastano

Bota Cano Curto com Elastano. Preço sugerido: R$ 235,92

chanel

Chanel com Salto Médio Quadrado e Enfeite. Preço sugerido: R$ 179,90

chanel vermelho

Chanel Salto Médio. Preço sugerido: R$ 159,90

sapato

Sapato salto grosso com fivela e stretch. Preço sugerido: R$ 234,90

scarpin

Scarpin com salto grosso e elastano. Preço sugerido: R$ 209,90

tamanco

Tamanco com detalhe dourado no salto e enfeite. Preço sugerido: R$ 199,90

Informações: Piccadilly

As bolsas de grife que os famosos adoram

Se você gosta de bolsas, com certeza costuma ficar de olho nos modelos que as celebridades estão usando, correto? Você não está errada, pois os famosos usam e abusam de modelos diversificados, já que hoje a bolsa também é composição de look. Pensando nisso, a Ella Parvati preparou um infográfico, no qual fala das bolsas de grife queridinhas das famosas.

As-bolsas-de-grife-queridinhas-pelas-famosas 11As-bolsas-de-grife-queridinhas-pelas-famosas22As-bolsas-de-grife-queridinhas-pelas-famosas 33As-bolsas-de-grife-queridinhas-pelas-famosas 44

As 10 bolsas mais caras do mundo

As bolsas, há muito tempo, deixaram de ser apenas úteis para guardar e levar objetos pessoais, em especial para as mulheres. Elas ganharam o status de itens de moda, tão essenciais quanto qualquer outro acessório para o dia a dia de cada mulher, em qualquer parte do mundo.

Elas podem variar de formas, tamanhos, estilos, cores e material, e já são tantas marcas que fica muito difícil escolher e ter apenas uma. Para você conhecer um pouco mais sobre elas, o Ella Parvati preparou esse infográfico com as 10 marcas que produziram as bolsas mais caras do mundo.

As-10-bolsas-mais-caras-do-mundo1As-10-bolsas-mais-caras-do-mundo2As-10-bolsas-mais-caras-do-mundo3As-10-bolsas-mais-caras-do-mundo4As-10-bolsas-mais-caras-do-mundo5As-10-bolsas-mais-caras-do-mundo6

 

 

Casa Hope arma bazar beneficente com grifes como Dior e Chanel

A Casa Hope, sob o comando de Cláudia Bonfiglioli, promove bazar beneficente com mais de 1200 peças, entre roupas, calçados e acessórios (cintos, bolsas e óculos), de grifes como Cris Barros, Miu Miu, Chanel, Hermés, Gucci, Dior, Louis Vuitton, entre outras.

Todo acervo foi doado à Casa Hope pelos filhos de Artemisia B.V. Borba Papaiz, que batalhou contra o câncer, para que a renda seja revertida em prol da instituição. O bazar começou hoje (30) e vai até 1º de junho, na sede da Casa Hope, das 10 às 20 horas.

hope.png

Serviço:
Bazar Casa Hope
Local: Casa Hope
Endereço: Alameda dos Guainumbis, 1.027 – São Paulo (SP)
Data: 30, 31 de maio e 01 de junho
Horário: 10h às 20h

Conheça as marcas de luxo mais amadas pelos brasileiros

As marcas de luxo são legitimadas por sua qualidade, criatividade, originalidade, história, raízes e personalidade

As marcas, exclusivamente as de luxo, cada vez mais comunicam o sucesso de seu usuário. Os produtos de luxo são exibidos como uma extensão do self, uma expressão de um estilo de vida focado no trabalho e nas recompensas materiais obtidas com ele. As marcas de luxo cultivam sua tradição, destacando, em sua comunicação, os atributos simbólicos dos artigos que disponibilizam. De acordo, com a especialista no mercado de luxo, Carolina Boari, a marca constitui-se como um ativo bastante explorado para criar identificação com o consumidor e as campanhas publicitárias. O uso de personalidades, cenários envolventes e a construção de uma comunicação persuasiva, alicerçam o posicionamento de cada grife.

O que faz uma marca de luxo se tornar amada?

A consolidação de uma marca de luxo é envolta por prestígio como um valor sociocultural positivo, diferenciação ou reconhecimento. Por isso, deve ultrapassar valores funcionais, adentrando a dimensão simbólica e intangível, através do uso das mais variadas expressividades, como, por exemplo, o nome, logotipo, mascote, slogan e embalagem. “As marcas devem ser perenes, por isso, é preciso definir um espaço social para seu desenvolvimento. O sucesso de uma organização depende do estilo de vida que a marca representa, devendo carregar características que a identifiquem nos produtos comercializados”, ressalta a especialista no mercado de luxo Carolina Boari.

Dolce & Gabbana
Vestido Dolce&Gabbana

Em um mercado cada vez mais acirrado pela conquista de consumidores, os produtos poucos se distinguem uns dos outros, fazendo com que as organizações se preocupem com a imagem da marca. Os artigos ofertados se estabelecem em esferas funcionais, o que cabe à marca explorar o aspecto simbólico. “Examinando uma bolsa, ela é somente um objeto utilizado para guardar pertences. Porém, se essa bolsa possuir o logotipo de uma marca de luxo estampado, torna-se uma mercadoria com aura, um objeto de diferenciação, um símbolo de ostentação”, explica Carolina.

As marcas estabelecem relações afetivas com os consumidores. No mercado de luxo, a marca é essencial para o sucesso do negócio, sendo assim, uma característica essencial de todo produto de luxo é possuir uma história, um passado, e dessa forma, as marcas representam o aval de qualidade de cada produto ofertado.

bolsa_gucci160418_114011
Bolsa Gucci

Segundo uma pesquisa realizada pela Officina Sophia, em 2016, as marcas de luxo foram menos apontadas, devido à crise econômica no Brasil. De acordo com o instituto, as marcas de luxo mais amadas pelos brasileiros são: Harley-Davidson (1º), Rolex (3º), Louis Vuitton (6º), Prada (8º), Land Rover (8º), Ferrari (9º), Dolce & Gabbana (9º), H. Stern (12º), BMW (13º), Dior (18º), Chanel (19º), Gucci (20º). O ranking também inclui marcas de massa, as chamadas marcas populares.

Harley-davidson-clipart-chadholtzrolex-logo-685x320pradacoco-chanel-fashion-logo

dior

As marcas de luxo realizam o papel de serem adoradas possuindo um valor de culto. O processo de mitificação de uma marca é vital para a obtenção do sucesso no mercado, sendo o responsável por sua longevidade. A constituição da imagem de uma marca requer um período longo de amadurecimento, alto investimento financeiro, em função da produção de bens diferenciados, serviço perfeito, bem como pontos-de-venda sofisticados e envolventes, fatos que inibem a entrada frequente de novos players nessa disputa. “O posicionamento de uma marca de luxo será definido em função dos investimentos realizados, uma forma de materializar a notoriedade da grife”, evidencia Carolina Boari.

carolina boari.jpg

Fonte: Carolina Boari é pesquisadora do mercado de luxo. Trabalha na divulgação de tendências nacionais e internacionais da área. Com larga experiência internacional, Carolina traz informações sobre o mercado do luxo para quem deseja estar por dentro das novidades e inovações e possui conhecimento em comunicação do mercado de luxo e o consumidor, com ênfase em teoria semiótica para análise de campanhas publicitárias, lojas, produtos, ações de marketing especificas desse setor. 

“Peguei Bode” promove novo evento de compras off-line em São Paulo

Depois de uma “boa limpa” no armário, as irmãs e empresárias Daniela e Gabriela Carvalho tiveram o insight de criar o e-commerce “Peguei Bode”. Com apenas 5 anos e meio no mercado, o site cresceu e hoje conta com um portfólio de 1000 produtos de marcas luxuosas semi-novas como Chanel, Givenchy, Valentino, Hermés, entre outras. E para comemorar este momento de sucesso, as irmãs promovem nova tarde de vendas off-line no Hotel Etoile, no Itaim Bibi, dia 28.09 (próxima quarta-feira).

Com mais de 250 peças vendidas na edição anterior, o evento se tornou um sucesso entre as consumidoras, que adotaram de vez este mercado de luxo rotativo. “Acreditamos que é possível renovar o armário sempre! Nós tiramos o que já não usávamos e tivemos uma surpresa com o resultado. As mudanças e o não acumulo de peças é saudável para todas as mulheres”, comentam Dani e Gabi.

chanel4chanel3chanel2chanelvalentino_

Para esta edição as empresárias trarão novidades como bolsas da Chanel de coleções especiais como Lego, versões funs em forma de leite, mochilas, uma bolsa Constance Hermes de crocodilo, entre outras. Ao todo, são mais de 550 peças seminovas de luxo em perfeito estado.

O evento acontecerá das 10 às 21 horas e o pagamento pode ser feito em até 4x sem juros nos cartões Visa ou Mastercard.

peguei-bode

Serviço:
Data: 28/09 (quarta-feira)
Local: Hotel Etoile – Rua Pedroso Alvarenga, Itaim Bibi, 610
Horário: das 10h às 21h
Telefone para contato: (11) 3704.0101

Especialista apresenta guia de autenticidade de bolsas

Patrícia Niemeyer Sardenberg, especialista em marcas de luxo, explica os detalhes que tornam as bolsas das marcas mais poderosas exclusivas

Devido à alta procura e desejo das consumidoras em adquirir uma bolsa de luxo, a revenda desses artigos seminovos se torna cada vez mais comum. Motivo pelo qual marcas como Chanel, Louis Vuitton, Gucci, Balenciaga, Jimmy Choo, Chloé, Dior, Fendi e Prada são alvos de produção de réplicas que são vendidas como originais. Porém, quem conhece a fundo o mercado de luxo sabe identificar os detalhes que tornam essas peças autênticas.

Quando montou o Etiqueta Única, com auxílio de sua sogra Cicila Street, ex-diretora da Chanel no Brasil e atual diretora da Dior no Brasil, Patrícia Niemeyer Sardenberg (ex-Daslu) se especializou em identificar artigos de luxo. Por isso, ela apresenta um guia para não cair em armadilhas, principalmente na internet.

LOUIS VUITTON

lui_vuitton160418_112351

Materiais e estampas
– Couro legítimo – O couro utilizado para fabricação das bolsas Louis Vuitton são de excelente qualidade, apresentando um envelhecimento específico e maravilhoso com o uso;
– Canvas – Muitas bolsas da Louis Vuitton são fabricadas com um tecido produzido a partir do algodão. O canvas (lona em inglês) passa por diversos processos de tratamento para fortalecer a durabilidade e garantir a impermeabilidade;
– Mesmo nas peças produzidas com o canvas, alças e acabamentos são apresentados em couro legítimo;
– Cada peça tem o monograma formando uma estampa, que sempre está alinhada e simétrica. Verifique o encontro das estampas nas costuras e aplicação de bolsos.

Metais e fechos
– Verifique se os fechos e puxadores dos zíperes possuem inscrição com a logomarca;
– Atente-se ao funcionamento dos zíperes presentes na bolsa. A marca realiza teste com maquinários que abrem e fecham os zíperes cinco mil vezes para garantir o padrão de qualidade do material;

lui_vuitton_simbolo160418_114057

Costura
– Os pespontos nos produtos da marca são impecáveis e possuem o mesmo número de costuras dos dois lados das alças;

Código de autenticidade e etiquetas
– Os códigos de autenticidade das bolsas Louis Vuitton, presentes no interior dos produtos, possuem letras e números. Podem ser apresentado de diferentes formas: em uma etiqueta interna ou gravado diretamente no forro, seja ele de couro ou outro material;
– Atualmente, produtos Louis Vuitton são fabricados na França, Estados Unidos, Itália, Espanha e Alemanha. Atente-se à inscrição do local de fabricação e certifique se apresenta um desses países.

CHANEL

channell_simbolo160418_114048.jpg

Materiais
– As bolsas da Chanel são produzidas com couro de carneiro ou couro caviar;
– Se encontrar resíduos de cola no couro da bolsa, atenção! As réplicas são coladas, enquanto as originais são todas costuradas;

Metais e fechos
– Modelo 2.55: o fecho é retangular (sem o logotipo da marca) e a alça é uma corrente composta por três elos metálicos entrelaçados;
– Modelo Flap clássico: possui fecho com a logomarca – dois C’s sobrepostos, e alça de corrente com couro entrelaçado;
– Logotipo: observe a sobreposição dos C’s no fecho da bolsa. As originais apresentam o C da direita sobre o C da esquerda na parte superior e, na parte inferior, o C da esquerda sobre o C da direita;
– Na parte de trás do fecho, no interior da bolsa, encontram-se duas palavras: Chanel (à esquerda) e Paris (à direita);

Relevos
– Relevo matelassê: nota-se o encaixe perfeito dos padrões em todos os ângulos – no encontro da aba da bolsa com o corpo, nas laterais e na aplicação de bolsos;

Etiqueta interna
– Na parte interna da bolsa, a logomarca da Chanel encontra-se centralizada e gravada em folha de alumínio da cor dos metais;

etiqueta_chanell160418_114020

Holograma
– A etiqueta, o adesivo e o design do holograma variam de acordo com a data de fabricação.As produções mais recentes, a partir do ano 2000, contam com adesivo revestindo a etiqueta. Esse adesivo possui um leve brilho (como purpurina), corte nas transversais e o número de série, que varia entre sete e oito dígitos. Esse número é exatamente o mesmo do cartão de autenticidade que vem acompanhando a bolsa.

GUCCI

bolsa_gucci160418_114011

Materiais
– Couro: todos os produtos da Gucci são fabricados com tiras de couro legítimo;
– Costuras: os pespontos devem estar alinhados e perfeitos;
– Ícones impressos no material: os G’s que formam o padrão das peças da Gucci devem estar visíveis e padronizados, e não borrados ou cortados. As bolsas em couro possuem o GG marcado no couro, formando uma estampa, nunca impressos em cima da superfície do produto.

Etiquetas e número de autenticidade
– O número de cada peça da Gucci está na parte de trás da etiqueta interna, o número superior indica o código do modelo da bolsa. Para os modelos atuais, esse número possui 6 dígitos. A logo da Gucci deve ser limpa e precisa, e possuir o inscrito “Made in Italy” embaixo.

Metais e fechos
– Os metais e fechos dos produtos da Gucci devem ser pesados e muito bem feitos, e normalmente possuem a logo da marca inscrita. Os zíperes podem ser feitos tanto em metal quanto em plástico. Se for de metal, eles devem ter o nome da Gucci gravado.

Acessórios
– Quando o vendedor da peça nos disponibiliza, nós também inspecionamos a embalagem e os livretos, que devem ser também impressos. As embalagens antigas eram pretas e pratas, depois foram trocadas para cor de mel e, agora, as mais recentes possuem tom de marrom escuro.

Fonte: Etiqueta Única 

Bolsas, malas e carteiras de luxo serão leiloadas com preços até 70% abaixo do mercado

Mais de 500 itens de marcas como Louis Vuitton, Chanel e Michael Kors serão leiloadas pela Dedalo nos dias 15 e 16 de setembro

Esta é para quem quer ter peças de grifes internacionais sem pagar uma fortuna por elas. E também para quem não se importa em consumir produtos com couro ou pele de animais, o que não é meu caso.

A Dedalo Leilões promove leilão de acessórios de marcas luxuosas. São 506 itens como bolsas, malas de viagem, carteiras e pastas de segunda mão que terão lances finais nos dias 15 e 16 de setembro. Com curadoria Maria Angélica Izar de Almeida Prado, são mais de 50 marcas, com lances iniciais que variam de R$ 50 a R$ 30 mil reais. Para aqueles que quiserem visualizar os produtos, pode-se visitar o showroom na sede da Dedalo Leilões todos os dias da semana (incluindo finais de semana) até o dia 14/09, das 10h às 19h, na Rua Oscar Freire, 246.

Os lances já podem ser feitos pela internet, no site da Superbid (www.superbid.net). Os interessados também podem comparecer ao leilão presencial, que acontece na Dedalo. Os produtos terão o martelo batido em dois dias. No primeiro (15/09), às 20h30, encerram os 251 produtos de 38 de marcas como Louis Vuitton, Chanel, Dior, Hermès, Kate Spade e Michael Kors. Já no dia 16, terminam os 255 itens restantes. Serão 33 marcas, entre elas: Giorgio Armani, Gucci, Prada, Fendi e Salvatore Ferragamo.Os preços praticados contam com valores de até 70% abaixo do mercado.

leilaooOportunidades

Entre os destaques, uma Louis Vuitton com lance inicial de R$ 50 reais, feita em couro Epi na cor caramelo. Um outro lote da mesma marca está a bolsa do modelo Brea, feita em couro de crocodilo na cor roxa, metais e adesivos protetores da base e alça removível. Esta última tem como base R$ 30 mil reais. Ambas foram fabricadas na França.

O leilão conta também com um exemplar da Fendi, modelo vintage circa de 1970, feita em couro de crocodilo na cor marrom, trunk com cinco compartimentos e fechamento com segredo. A peça foi fabricada na Itália. O lance inicial é de R$ 6.500 reais. Outra oportunidade é a bolsa modelo Bolide, da Hermès, feita em couro Togo na cor laranja com valor de venda a partir de R$ 10.500 reais.

Serviço
Leilão: 15 e 16 de setembro de 2015, até 20h30
Exposição: até 14 de setembro de 2015, das 10h às 19h
Onde: Exposição ou leilão presencial na sede da Dedalo Leilões (Rua Oscar freire, 246, Jardim Paulista, São Paulo/SP)
Lances online para o primeiro pregão (15.09) – Clique aqui para acessar o leilão on-line
Lances online para o segundo pregão (16.09) – Clique aqui para acessar o leilão on-line
Informações: 11 3061-5921/ 11 3062-7954 | contato@dedaloleiloes.com
Site