Arquivo da tag: chocolate amargo

Veja quais hábitos alimentares ajudam a manter a saúde e o bem-estar no outono

Nutricionista da Dietbox afirma que alimentos ricos em nutrientes e vitaminas tornam o organismo fortalecido, ficando menos suscetíveis aos resfriados

Outono, época de temperaturas amenas, das tradicionais folhas caídas ao chão, dias mais curtos e noites mais longas. Com temperaturas mais baixas, tornando propenso o aparecimento de resfriados, é importante alertar para os cuidados com a saúde e como fortalecer o sistema imunológico com uma alimentação balanceada, conforme ressalta Júlia Canabarro, nutricionista da Dietbox, software de nutrição.

“Doenças como gripes acometem as pessoas com sistema imunológico frágil e uma alimentação rica em nutrientes e vitaminas pode ajudar a reforçar as defesas do organismo. Opte pelo consumo de frutas, legumes, verduras, grãos e carnes magras para variar o cardápio e manter o organismo mais resistente”, pondera a especialista.

Nas estações mais frias, costuma-se ingerir alimentos ricos em calorias, uma vez que o corpo gasta mais energia para se manter aquecido. “Uma dica é preparar alimentos chamados comfort foods para aquecer o organismo, mas que não sejam necessariamente hipercalóricos”, orienta Júlia Canabarro.

A nutricionista da Dietbox lista dicas importantes para seguir na alimentação saudável e manter a saúde e o bem-estar no Outono:

=Consuma alimentos ricos em vitamina C: alimentos que possuem alta concentração dessa vitamina têm o poder de ajudar na prevenção de doenças infecciosas do sistema respiratório, podem reduzir as chances de anemia ao favorecer a absorção de ferro e aumentam a imunidade.

=Tente ingerir uma menor quantidade de produtos industrializados.

Foto: Pinterest

=Aposte em sopas com legumes, verduras e proteínas magras. É uma comida que vai aquecer o corpo e dar aquela sensação de conforto e saciedade.

=Evite alimentos calóricos e cheios de gorduras. O corpo pode pedir por alimentos calóricos para tentar se aquecer e manter a temperatura corporal. Nesses casos, procure por chás quentes e café com canela.

iStock

=Beba água: independente da estação e das temperaturas, a água é fundamental para o funcionamento do corpo. Mas, nessa época, o organismo também precisa de água para se manter hidratado, mesmo se não sentir sede.

=Para os chocólatras, é possível comer chocolate, mas investindo em um meio amargo ou no amargo – eles têm maior teor de cacau, dão energia e são fontes de gorduras boas. Consuma moderadamente.

Foto: California Avocado Comission

=Consuma alimentos que deem mais saciedade. Frutas com aveia ou farelo de aveia, abacate, batata doce e cereais integrais são ótimas opções.

Pixabay

=Para quem ingere bebidas alcoólicas, uma tacinha de vinho também está liberada. Vinhos são fontes de flavonoides e protegem a saúde cardiovascular.

Fonte: Dietbox

Alimentos que você acha que são ruins quando se quer perder peso, mas que podem ajudar

Você não precisa cortar um alimento de sua dieta, a menos que ele lhe faça mal, como no caso da intolerância à lactose. Porém, se a intenção é perder peso, tudo é uma questão de quantidade e de como preparar o que você irá comer.

Veja a seguir algumas dicas de como manter alguns alimentos que são vistos como vilões, sempre com parcimônia, confira:

Batatas

Pixabay

Batatas pontuam bem no topo do Índice de Saciedade, uma escala para medir o grau de saciedade dos alimentos. Mas a forma como você as prepara é importante: o cozido fará com que você se sinta satisfeito por mais tempo. Mas assadas, com uma cobertura saudável como brócolis salteado, é outra opção saborosa. Batatas têm uma má reputação, mas não têm glúten, oferecem mais potássio do que bananas e são boas fontes de vitamina B6 e vitamina C.

Massa

Estudos em pessoas que consomem dietas de baixo índice glicêmico (alimentos que demoram mais para aumentar o açúcar no sangue) mostram que uma quantidade moderada de massa não é prejudicial. Na verdade, os participantes ainda conseguiam perder peso enquanto comiam macarrão. Resumindo: vise a massa de trigo integral – quanto mais al dente, menos aumenta o açúcar no sangue.

Nozes

Elas podem ser ricas em gordura e calorias, mas você não precisa evitá-las para perder peso. Na verdade, estudos dizem que mulheres que comem uma porção de nozes duas ou mais vezes por semana têm quase 25% menos probabilidade de ser obesas e ganhar menos quilos do que aquelas que evitam nozes.

Queijo

Se você está cortando calorias, não corte o queijo ainda. Um estudo sugere que incluir produtos lácteos com baixo teor de gordura e ricos em cálcio em suas refeições de baixo teor calórico pode realmente ajudar a perder um pouco de peso, ao mesmo tempo que protege a saúde óssea.

Café

Stocksy

Uma xícara de café sozinha não vai atrapalhar seus esforços para perder peso. Na verdade, os pesquisadores acreditam que a cafeína do café pode fazer você sentir menos fome e queimar mais calorias. Mas adicionar açúcar e creme pode torná-lo menos saudável.

Arroz

Foto: Jules -Stonesoup

Uma dieta que inclui grãos inteiros, como os do arroz integral, pode realmente ajudar a manter um peso corporal mais saudável. Além de fibras que o mantêm satisfeito, você também receberá vitaminas B1 e B6, magnésio, selênio, fósforo e manganês. E embora o arroz branco não tenha esses benefícios, com porções limitadas e razoáveis, você ainda pode apreciá-lo sem se preocupar com o ganho de peso.

Chocolate

A chave para comer chocolate é preferir os escuros e manter as porções pequenas. O chocolate amargo é rico em antioxidantes, e estudos relatam que ajuda a insulina a funcionar melhor no corpo, enquanto controla a sensação de fome. Isso o torna um doce ideal para finalizar uma refeição saudável.

Pipoca

Delgraphica

Vá em frente e diga sim à pipoca – mas segure o sal e a manteiga. A pipoca é uma ótima fonte de fibra e satisfaz a fome rapidamente, portanto, é menos provável que você coma demais depois.

Leite integral

Beber leite integral para emagrecer? Parece estranho, mas os especialistas acham que pode ser o caso. Estudos mostram que um copo de leite integral de vez em quando não aumenta o ganho de peso e pode até ajudar você a emagrecer. Embora eles ainda não tenham certeza de como isso ocorre, pode ser porque o alto teor de leite sacia rapidamente e impede que você exagere com outros alimentos.

Fonte: WebMD

Cinco alimentos que ajudam a diminuir os sintomas da ansiedade

Bio Mundo sugere opções naturais para regular os níveis de tensão e estresse que interferem nas sensações de relaxamento

Você sabia que os hábitos alimentares impactam diretamente na saúde mental? Segundo dados recentes da OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil é o país com o maior número de indivíduos que sofrem de ansiedade e, dentre os inúmeros motivos para esse quadro, a má nutrição se destaca.

Como a ansiedade é uma resposta natural ao perigo iminente e envolve diferentes hormônios e neurotransmissores, os níveis de tensão e estresse aumentam quando alimentos ultraprocessados, ricos em açucares, carboidratos e conservantes são consumidos em excesso.

Por isso, a Bio Mundo – rede de lojas que busca promover saúde e bem-estar por meio de produtos saudáveis – apresenta cinco opções naturais que interferem diretamente nas sensações de relaxamento e podem ajudar a regular os sintomas da ansiedade. Mas antes de aderir a qualquer dieta, a recomendação é ter o acompanhamento de um profissional de psicologia e de nutrição para tratar a ansiedade.

1- Aveia e grãos integrais

Pixabay

Podendo ser incluída logo no café da manhã, a aveia oferece vitaminas do complexo B e ácido fólico, importantes reguladores do sistema nervoso. Já os grãos, presentes em alimentos como pão, arroz e massas integrais, disponíveis na Bio Mundo, possuem ômega-3, selênio e triptofano, que melhoram as funções cerebrais e os quadros de depressão. E, de quebra, estimulam a saciedade, o que é ideal para quem é ansioso e acaba descontando na comida.

2- Chocolates amargos e com 70% de cacau


Capazes de reduzir a neuroinflamação e melhorar o fluxo sanguíneo, os chocolates são ótimos aliados para reduzir a ansiedade, especialmente os amargos ou com pelo menos 70% de cacau. Por ser rico em flavonoides, antioxidantes e triptofano, um aminoácido presente na produção de serotonina, o chocolate proporciona ao organismo enorme sensação de prazer, felicidade e euforia e são encontrados nas lojas da Bio Mundo de todo o país.

3- Chás


Quentinhos ou frios, os chás, como o de camomila e o verde, são saborosas alternativas naturais para aliviar o estresse. Com propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e calmantes, a bebida é rica em flavonoides e aminoácidos que estabilizam o humor e relaxam os músculos, contribuindo para um sono de mais qualidade. Os chás também ajudam na hidratação corporal e fazem parte do completo mix que a Bio Mundo oferece.

4- Iogurte natural


É consenso entre os especialistas que a inflamação crônica causa grande parte dos quadros de tensão nervosa, ansiedade e depressão. Por isso, compostos lácteos, como o iogurte natural, que faz parte da gama de produtos da Bio Mundo, contribuem para evitar esses problemas, uma vez que são poderosos anti-inflamatórios. Para as mulheres, ele é ainda mais benéfico, pois ajuda a regular os hormônios durante a menopausa e a repor a massa óssea.

5- Suplementos


O uso de suplementos naturais à base de zinco, vitaminas do complexo B, triptofano, magnésio ou canela é um importante aliado para combater os sintomas da depressão e da ansiedade. Nas lojas da Bio Mundo é possível encontrar diversas opções saudáveis para o consumo diário.

Fonte: Bio Mundo

Brownie do Luiz ganha versões geladas

Edição limitada em parceria com a rede San Paolo Gelato leva Brownie do Luiz para a região Nordeste

Em uma parceria inédita com a rede de sorveterias San Paolo Gelato, a marca carioca Brownie do Luiz lança uma edição limitada de gelatos artesanais. As novidades chegam às lojas da San Paolo Gelato a partir do dia 10 de janeiro, e trazem sabores exclusivos feitos para agradar em cheio os fãs de brownie e sorvete com receitas únicas.

san paolobrownie luizbrownie san

Preparados com a técnica da pedra fria que confere ainda mais sabor e leveza a massa da sobremesa, as novidades chegam em três sabores: Ninho San Paolo com Brownie do Luiz (Sorvete cremoso de leite em pó com farofa de Brownie do Luiz), Gelato Pistache (Sorvete cremoso de pistache com casquinhas de Brownie) e o Gelato de Chocolate Meio Amargo (Sorvete Cremoso com calda de marshmallow mesclada com o crocante do Brownie do Luiz).

Com a parceria o Brownie do Luiz será comercializado pela primeira vez na região nordeste, já que os novos sabores estarão presentes em 36 lojas da rede San Paolo Gelato nas cidades de Fortaleza, Recife, Teresina, São Luís, Salvador, além de São Paulo. Durante o período que serão comercializados os sabores da edição limitada, o público também poderá adquirir nas lojas o Brownie do Luiz no sabor tradicional.

Preços dos gelatos: a partir de R$ 11,90
Brownie do Luiz sabor tradicional:  R$ 6,90 – 60 gramas

Onde encontrar: todas as lojas nas cidades de Recife, Teresina, São Luís, Salvador, Fortaleza e São Paulo.

Informações: Brownie do Luiz / San Paolo Gelato

Escolhas corretas ajudam a controlar o apetite durante o inverno

Nutricionista indica as melhores escolhas para aproveitar a estação sem descuidar da dieta

Para muita gente manter a dieta nos meses mais frios é um grande desafio, afinal, basta a temperatura começar a cair para bater a vontade de ficar embaixo do edredom, assistindo filme e comendo guloseimas. No entanto, com escolhas corretas, é possível aproveitar a estação sem comprometer a balança.

“Além de trazer a sensação de conforto e aconchego, no inverno nosso corpo gasta mais calorias para manter a temperatura corporal estável. Para suprir esse gasto, sentimos mais fome, principalmente por alimentos mais calóricos, como carboidratos e gorduras”, explica Ione Leandro, nutricionista da Onodera Estética.

Abaixo, a especialista separou algumas trocas alimentares para aproveitar o inverno aquecido e, principalmente, com saúde.

Chocolate quente por cacau quente ligth ou chá

cha-alcacuz

Além de nos manterem aquecidos, as opções saudáveis como o cacau e chá são ótimos aliados para manter a forma. “Utilize as ervas que fazem bem ao aparelho digestivo como, por exemplo, chá de alcaçuz (1 colher de chá de alcaçuz para 300ml de água), chá de camomila, mulundu, melissa, jasmim e erva-cidreira”.

Massas por sopas

IG_KNORR_sopa_de_carne_com_legumes_3_baixa160620_150634

Os segredos das sopas estão na escolha dos ingredientes que serão usados. Evite preparos cremosos com adição de leite e queijos. Dê preferência a alimentos mais frescos e leves, utilizando legumes e verduras.

Chocolate ao leite por chocolate com maior quantidade de cacau

chocolate amargo cacau elsenaju

Dentro dos padrões nutricionais, o cacau é um alimento muito bem-vindo, pois é fonte de magnésio, manganês, potássio, ferro, cobre e vitaminas B e E. Em sua composição ainda encontramos antioxidantes que protegem os tecidos contra radicais livres e retardam o envelhecimento. “Para não sair da dieta, deve-se evitar os chocolates brancos e ao leite, que são repletos de açúcar, aditivos e gordura hidrogenada. Opte pelo amargo ou meio amargo e com maior quantidade de cacau”.

Cerveja por vinho

vinhos

“Apesar do vinho ser mais calórico, em seus componentes encontramos diversas substâncias benéficas para a saúde. Além disso, a tendência é beber menos que a cerveja, o que resulta em uma menor ingestão de calorias”, finaliza Ione.

Fonte: Onodera Estética

Cuore di Cacao tem ovos especiais para a Páscoa

Referência do mercado nacional, a chocolateria apresenta três sabores exclusivos para a data mais doce do ano. Os lançamentos trazem as coordenadas geográficas do cacau utilizado

Provocar o seu paladar. É esse o objetivo da chocolateria curitibana Cuore Di Cacao com os seus três lançamentos de ovos exclusivos para a Páscoa 2018. “Do cacau ao chocolate”, foi o nome escolhido pela marca para apresentar ao público criações tão especiais. Para que não conhece, a chocolateria trabalha com um processo chamado “Bean to Bar”, onde o cacau é selecionado e negociado direto com o produtor de cacau fino. Já a separação, torrefação, refinamento das amêndoas do cacau e preparo do chocolate é feito pela própria Cuore Di Cacao, dando origem a um chocolate único e exclusivo.

Ovo de chocolate ao leite 60%
A linha de Páscoa da Cuore di Cacao traz três lançamentos de ovos, que ganharam as coordenadas geográficas com a origem do cacau utilizado no seu chocolate. As novidades foram produzidas com cacau de diferentes fazendas do sul da Bahia. O primeiro é o “Ovo de chocolate ao leite com 60% de cacau” (S 14° 29’ 58” W 39° 19’ 12´´, Fazenda Leolinda, produtor João Tavares), um chocolate amargo e ao leite ao mesmo tempo.

Ovo de chocolate amargo recheado com ganache de polpa de cacau

O segundo é o “Ovo recheado com ganache de cacau”, produzido com chocolate amargo 70% (também com cacau da Fazenda Leolinda) recheado com ganache feita a partir da redução da polpa de cacau fresco.

Ovo de chocolate ao leite ON 42 com nibs de cacau

E a última novidade é o “Ovo de chocolate ao leite com crocante de nibs de cacau e melado de cana”, preparado com chocolate ao leite com 42% de cacau (produtor M. Libânio) e crocante de nibs de cacau e melado de cana.

Os ovos pesam 250g e ganharam embalagens charmosas e exclusivas, contendo 1 aquarela pintada pelo ilustrador Sampaio, que pode ser destacada da caixa e emoldurada. As três opções custam R$ 165,00 cada.

A Cuore di Cacao tem diversos pontos de venda espalhados pelo país. Além disso, pessoas de outras partes do Brasil podem fazer encomendas por meio do site da chocolateria.

Cuore di Cacao – Rua Fernando Simas, 347 – Batel – Curitiba

Veja como aproveitar a Páscoa de forma mais saudável

A Páscoa  chegou e com tantos ovos de chocolate disponíveis no comércio fica difícil resistir e não se deliciar com esses doces. Mas é importante consumir com moderação para não se arrepender depois que tiver ingerido tantas calorias de uma só vez e ganhado alguns quilos na balança. A coordenadora do programa Bio Nutri da Bio Ritmo, Fúlvia Hazarabedian, mostra como aproveitar o feriado mais doce do ano de maneira saudável.

Segundo a especialista, o segredo está na quantidade e no tipo de chocolate que é ingerido. Ela recomenda comer 30 gramas por dia no período da Páscoa, e optar pelos ovos sem recheio de trufa, mousse ou marshmallow, por exemplo, que possuem um teor muito mais elevado de açúcar e calorias.

ovo de pascoa choco amargo valentinobelgium
Foto: Valentino Belgium

“O consumo exagerado pode provocar ganho de peso, além de outros distúrbios, como aumento da glicemia, enxaqueca em decorrência da ação de substâncias vasodilatadoras e até risco de irritações na pele, estômago e mucosa intestinal”, explica Fúlvia.

Outra dica é escolher os chocolates “do bem”. Geralmente, as opções ao leite possuem mais manteiga de cacau, o que significa maior porcentagem de gordura e menor efeito benéfico para o corpo. O chocolate branco, por exemplo, não é uma opção recomendada. “Aposte nos amargos com 70% ou mais de cacau ou zero açúcar. Hoje em dia, existem ainda algumas opções enriquecidos com fibras, que são importantíssimas para redução da absorção de gorduras”, sugere a nutricionista da Bio Ritmo.

ovo de pascoa choco amargo Her.ie
Foto: Her.ie

Fuja dos excessos e evite consumir grandes quantidades na empolgação de abrir aquele delicioso ovo de Páscoa. Uma boa dica para quem tem dificuldade de controlar a compulsão por doces, é aproveitar a ocasião para compartilhar seus chocolates com amigos, familiares e colegas de trabalho. E para regular o consumo de calorias, mantenha a disciplina na sua dieta, assim é possível ter um controle de quantas vezes você está comendo doces e chocolates durante o feriado.

Fonte: Bio Ritmo

Por que o chocolate amargo é bom para o intestino

Amantes do chocolate, alegrai-vos; o doce não é apenas delicioso, mas estudos mostram que ele também pode promover bactérias amigáveis e reduzir a inflamação em nossos intestinos.

Primeiro, alguns antecedentes: trilhões de bactérias vivem em nossos intestinos. Eles contribuem para o nosso sistema imunológico, metabolismo e muitos outros processos essenciais à saúde humana.

Quando o delicado equilíbrio de micróbios em nossos intestinos é perturbado, isso pode ter sérias conseqüências. Síndrome do intestino irritável, síndrome da fadiga crônica, distúrbios do espectro autista, alergias, asma e câncer têm sido associados a microbiomas intestinais anormais.

Uma dieta saudável apóia a diversidade bacteriana e a saúde, mas o chocolate pode ser uma parte integral disso?

Benefícios do cacau

cacau grãos dghchocolatier pixabay

O cacau é o componente seco e não gorduroso preparado a partir das sementes do Theobroma cacao e é o ingrediente que dá o sabor característico ao chocolate.

Muitos benefícios para a saúde têm sido atribuídos ao cacau e às suas potentes funções antioxidantes. Estes incluem redução do colesterol, retardando o declínio cognitivo e mantendo o coração saudável.

O metabolismo do cacau é parcialmente dependente das bactérias que vivem nos nossos intestinos. Nossos corpos só são capazes de absorver alguns dos nutrientes do chocolate. Como tal, precisamos que nossos minúsculos passageiros microbianos quebrem moléculas complexas em componentes menores, o que, de outra forma, não poderíamos ter em nossos corpos.

Isso nos permite aproveitar ao máximo as muitas moléculas do cacau que promovem a saúde. E não para por aí. Os micróbios do intestino também se beneficiam desse relacionamento, o que, por sua vez, tem um efeito ainda maior sobre a nossa saúde.

Saúde e inflamação do intestino

intestino flora pixabay

Vários estudos mostram que o consumo de cacau aumenta os níveis das chamadas bactérias amigáveis ​​no intestino. Pesquisadores do Departamento de Ciências Alimentares e Nutricionais da Universidade de Reading, no Reino Unido, mediram níveis mais altos de espécies de Lactobacillus e Bifidobacterium nos intestinos de voluntários humanos que beberam leite achocolatado com chocolate durante quatro semanas.

A mesma equipe mostrou anteriormente que os componentes do cacau podem reduzir o crescimento de bactérias Clostridium histolyticum, que estão presentes nos intestinos de indivíduos com doença inflamatória intestinal.

Em porcos, níveis mais altos de espécies de Lactobacillus e Bifidobacterium também foram encontrados no cólon em resposta a uma dieta rica em cacau. Curiosamente, a expressão de marcadores inflamatórios conhecidos foi reduzida.

Bactérias amigáveis, incluindo Lactobacillus e Bifidobacterium, foram, de fato, implicadas na promoção ativa de processos anti-inflamatórios nos intestinos, mantendo-os saudáveis.

Chocolate como parte de uma dieta saudável

cacau

Apesar do fato de que esses estudos científicos apoiam a alegação de que o cacau pode ser benéfico para os microbiomas intestinais, o cacau não é igual ao chocolate. Os extratos de cacau usados em pesquisas não contêm os altos níveis de açúcar e gordura encontrados em nossas barras de chocolate todos os dias.

Cacau em pó sem açúcar ou chocolate amargo com alto conteúdo de cacau são as alternativas mais próximas do cacau usado nesses estudos. Consumido com moderação, o chocolate pode, portanto, promover bactérias amigáveis e, por extensão, um intestino saudável, mantendo a inflamação sob controle.

chocolate cacao amargo summa pixabay

Ao escolher seu próximo chocolate, opte por um bom pedaço de chocolate amargo.

Fonte: Medical News Today 

Com sabor exclusivo, caramelo promete agradar os paladares mais refinados

Fãs de chocolate amargo podem contar com uma guloseima a mais para se deliciar. A Arcor do Brasil, empresa de alimentos e uma das líderes nas categorias de Chocolates, Guloseimas e Biscoitos do país, apresenta Butter Toffees Chocolate Amargo.

Com capa e recheio de chocolate amargo, o novo sabor do caramelo mais vendido do Brasil incrementa a linha Chokko da marca e promete agradar aos paladares mais refinados. A novidade é exclusiva, sendo a única bala de chocolate amargo presente no mercado.

A Arcor admite que a ideia do novo sabor veio dos próprios consumidores que enviaram inúmeros pedidos via SAC, e também pelo nosso site, ou seja, é um produto que o público realmente estava esperando. Para ressaltar a nobreza do novo sabor, foi investido na combinação das cores dourado e preto para a embalagem do produto. A criação é assinada pela C-Borg.

toffer

Butter Toffees Chocolate Amargo está nos pontos de venda em duas versões: pacote de 600g e bolsa de 130g. A distribuição é nacional e o preço sugerido ao consumidor é R$ 5,99 para a embalagem de 130g e R$ 0,20 por a unidade.

Fonte: Arcor