Arquivo da tag: colageno

Nestlé traz para o Brasil linha Vital Proteins: suplementos de colágeno hidrolisado

Sempre atenta em oferecer produtos que vão além da nutrição, contribuindo também com o bem-estar dos brasileiros, Nestlé Health Science (NHSc), unidade da Nestlé voltada para o desenvolvimento de soluções de saúde e alimentação, traz para o Brasil a marca Vital Proteins – líder em produtos de colágeno nos Estados Unidos e uma plataforma de estilo de vida e bem-estar que oferece suplementos de colágeno, bebidas com colágeno e produtos alimentícios.

“Estamos inaugurando uma nova era de colágeno no Brasil, a era do colágeno não diretamente associado às rugas ou às dores articulares, mas associado ao bem-estar e como parte de uma dieta equilibrada e uma vida saudável. E para isso trazemos ao Brasil Vital Proteins, marca líder de suplementos de colágeno nos Estados Unidos. Em seus quase dez anos de existência, Vital Proteins tem se proposto a oferecer a melhor solução de colágeno, que se encaixe na vida das pessoas, ajudando-as a viver sua melhor versão. Nos Estados Unidos a linha já conta com mais de 150 produtos. Vamos iniciar as vendas no Brasil com uma parte deste portfólio, com os produtos que são os grandes campeões de vendas por lá”, diz Luciana Buzolin, Head de Marketing Consumer Care da Nestlé Health Science.

O colágeno é a segunda substância mais abundante no corpo humano, logo depois da água. É a proteína responsável por promover firmeza, elasticidade, força e estrutura ao nosso corpo. No entanto, a partir dos 25 anos há uma queda de 2% ao ano em sua produção e a suplementação é uma forma de repor esta perda, visto que com o passar do tempo a necessidade do corpo por esse nutriente só aumenta.

Extraído do tecido cartilaginoso de animais, como porco, boi, peixe e frango, o colágeno utilizado nos suplementos passa por um processo de hidrólise. Entre os tipos de colágeno mais utilizados estão os tipos I, II e III. O tipo I é destinado aos fins estéticos, como melhora da aparência dos cabelos, das unhas e da pele. Já o tipo II faz parte das articulações e tecidos, é destinado principalmente para fins ortopédicos, como no tratamento de artrites e outras doenças semelhantes. Por fim, o tipo III é encontrado nos vasos sanguíneos, nas artérias, músculo intestinal, útero e órgãos em geral, além de tendões e ligamentos.

“Os produtos da linha Vital Proteins se diferenciam por prezarem pela qualidade, simplicidade e naturalidade dos ingredientes. O carro chefe da linha, Collagen Peptides Original, colágeno puro, é feito com apenas 1 ingrediente! O DarkChocolate Blackberry e Matcha são feitos com pouquíssimos ingredientes e todos naturais. Os produtos não têm adição de açúcares ou aditivos de qualquer tipo. Possuem uso versátil, podendo ser consumidos com água, leite ou até mesmo em receitas, e são de fácil incorporação na rotina das pessoas: é necessário apenas uma colher medida do produto, 1 vez ao dia”, finaliza Luciana.

Collagen Peptides Original – sem sabor, feito 100% com colágeno hidrolisado e de origem bovina. Valor: R$ 175,00.

Matcha Collagen – com colágeno hidrolisado, cafeína e os benefícios do matcha (chá verde). Valor: R$ 225,00.

Collagen Peptides – Dark Chocolate Blackberry, com 10g de colágeno por porção feito com ingredientes naturais. Valor: R$ 225,00.

Informações: Nestlé

Borbulhas com colágeno

Duas mulheres do mundo do vinho se unem num projeto pioneiro e ousado e lançam de forma inédita o primeiro espumante do Brasil com a proteína para rejuvenescimento

Se o espumante brasileiro já era considerado o ‘queridinho’ entre a maioria das mulheres, agora ele vai ganhar ainda mais atenção do público feminino. A nova marca Bella Wines, das sócias Regina Vanderlinde e Patrícia Possamai, estreia no mercado com o lançamento do primeiro espumante brasileiro com colágeno.

É o Bella Collagen Sparkling Pink, um espumante que resulta do corte de quatro vinhos base elaborados com uvas cultivadas no Vale dos Vinhedos, sendo duas brancas, a Chardonnay e a Riesling Itálico, e as tintas Pinot Noir e Merlot. Além das uvas, peptídeos ativos de colágeno Verisol são inseridos no processo de elaboração da bebida.

Em cada garrafa de 750 ml, 2,5 g de colágeno, justamente a dose diária recomendada para as mulheres. Além do prazer que alguns goles do espumante oferece, benefícios comprovados pela medicina incentivam ainda mais o consumo moderado da bebida, entre eles a prevenção contra o aparecimento da celulite e o envelhecimento precoce da pele, reduzindo o volume de rugas; o tratamento contra a flacidez, favorecendo a elasticidade; a melhora no aspecto da pele com uma melhor hidratação; o fortalecimento de unhas e cabelos; a proteção contra os desgastes das articulações e também o tratamento da osteoporose. Isso porque o colágeno é uma proteína de rápida absorção, naturalmente encontrada no organismo, mas que precisa de reposição conforme a idade. Pesquisas apontam que com apenas quatro semanas de utilização deste tipo de colágeno é possível perceber propriedades antienvelhecimento. O mesmo não pode ser afirmado para o restante dos colágenos hidrolisados.

Doutora em Enologia pela Universidade de Bordeaux (França), Regina acumula uma experiência que ultrapassa o Atlântico. Como presidente da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), acompanha de perto tudo o que acontece no mundo em torno do setor, o que lhe dá uma visão ampliada do mercado, permitindo conciliar sua expertise com o amor pelo vinho.

“A minha dedicação ao vinho nunca foi somente uma questão profissional, sempre foi uma grande paixão. A beleza do vinho me encanta e me inspira leveza, diversão e imaginação. A ideia de criar o Bella surgiu da vontade de juntar o prazer com a beleza e poder compartilhar este sentimento materializado na forma desta bebida”, destaca. A enóloga e sommelière, Patrícia Possamai, acredita que todo enólogo sonha em elaborar um vinho para chamar de seu. “Sempre fiz vinho e testei técnicas para eu mesma beber. Hoje, com o lançamento do Bella, acho que consegui transcender o conhecimento acadêmico para ajudar a levar felicidade – sim, vinho é felicidade – para o mercado”, celebra.

O espumante

O Bella Collagen Sparkling Pink, que passa por um período médio de maturação de sete meses em tanques de aço inox, apresenta delicada coloração rosa salmão com reflexos dourados, realçados pelo perlage fino, longo e persistente. Seu aroma é fino com toques frutados que nuances de morango e framboesa, harmonizando com as notas de frutas tropicais. Em boca, destaca-se pela leveza e resfrescante acidez, revelando um agradável retrogosto frutado. O espumante, elaborado pelo método Charmat, tem 10,5% de graduação alcoólica, sendo indicado para consumo com temperatura entre 6°C a 8°C.

Versátil, o Bella Collagen Sparkling Pink harmoniza muito bem com carpaccio, lombo suíno ao molho agridoce, risoto de camarão, salada caprese, tomates recheados com salmão, sushi e sashimi, além de ser perfeito como aperitivo e para ser degustado na praia ou na beira da piscina.

O espumante está disponível na VinhosWeb.

As sócias

Regina e Patrícia

Regina Vanderlinde é formada em Farmácia Bioquímica – Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal de Santa Catarina, é Doutora em Enologia pela Universidade de Bordeaux (França). É proprietária da Vanderlinde Assessoria e Comércio de Vinhos – e sócia da Bella Wines. É presidente da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), a mais importante instituição mundial do vinho, com sede em Paris.

Patrícia Possamai é enóloga formada pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, é Diretora Técnica da VinhosWeb Comércio de Bebidas e Alimentos. Sommelière pela ICIF – Itália, onde também se tornou Chef Master em Enogastronomia Italiana. Hoje é Diretora de Produção da Pimentaria Dedo de Moça Indústria de Alimentos e sócia na Bella Wines.

Fotos: Jeferson Soldi

Confira os cinco mitos mais comuns sobre cuidados com a pele

Muitas informações sobre cuidados com a pele circulam na internet e são amplamente disseminadas por pessoas influentes nas redes mas, é importante saber o que é verdade e o que é mito, de acordo com a medicina, para não correr nenhum risco e conseguir cuidar da saúde da sua pele. A dermatologista Simone Stringhini, líder da clínica Stringhini Dermatologia Avançada, Membro da Academia Americana de Dermatologia e com 30 anos de experiência, listou os cinco principais mitos e informações equivocadas que circulam por aí.

1- Hidratantes repõe a água da pele

É até equivocado utilizar o termo “hidratar a pele” porque, na verdade, o hidratante não vai repor água, ele vai adicionar óleo na pele para reforçar a barreira cutânea e evitar a perda de água que já está no corpo. A dermatologista alerta que, a única forma de hidratação do corpo é ingerindo água. Por isso que, em alguns casos, pessoas com pele oleosa não tem a necessidade de passar hidratante, mas isso vai depender de cada caso e o dermatologista é que poderá indicar o que é mais recomendado.

2- O colágeno ingerido vai para a pele

O colágeno é uma proteína que nós temos em todo o corpo humano e, na pele, ele é o responsável por garantir a firmeza. A medida que vamos envelhecendo, o corpo vai perdendo a capacidade de produzir colágeno e, consequentemente, diminui a concentração em todo o corpo, o que causa a flacidez. Ele pode ser encontrado em diversos alimentos derivados dos animais, como carnes, peixes, ovos, queijos, leite, entre outros. Mas, com o passar dos anos, o organismo também vai perdendo a capacidade de absorver colágeno desses alimentos e é importante suplementar para diminuir a velocidade do envelhecimento. Mas, o colágeno que é ingerido em forma de cápsula ou pó não é absorvido diretamente pela pele. O que acontece é que, primeiramente, essa molécula irá ser degradada em aminoácidos, que são absorvidos pelo estômago e, posteriormente, serão utilizados para várias funções no organismo e, uma delas, será para a síntese de colágeno pela pele. Caso o médico opte por recomendar o colágeno, o horário mais indicado, segundo Simone, é antes do café da manhã, em jejum, pois depois das refeições, com o estômago cheio, a absorção pode ser menor.

3- Ginástica Facial rejuvenesce

Esse talvez seja o mito mais popular. A ginástica facial vem ganhando muitos adeptos, nos últimos tempos. Mas é importante entender que a ginástica atua diretamente nos músculos faciais e não na pele. Então, esses movimentos repetitivos não rejuvenescem e, podem até causar rugas, dependendo da intensidade e da frequência com que são feitos, pois a maior parte do envelhecimento facial é causado pela perda de elasticidade e, consequente, flacidez da pele. Os músculos também envelhecem, mas eles não são os maiores responsáveis pelo aspecto de envelhecimento facial. Então, quando é praticada a ginástica facial os músculos estão sendo estimulados à hipertrofia, assim como o corpo durante a musculação na academia, por exemplo. Mas isso não trará resultados no aspecto de rejuvenescimento e, pior, esses movimentos repetitivos juntamente com as expressões faciais feitas durante a ginástica podem acabar marcando a pele, causando rugas e trazendo o efeito de envelhecimento. A dermatologista diz que não existe uma ginástica para pele, apenas tratamentos dermatológicos avançados é que trarão o resultado do rejuvenescimento. Além disso, ela sugere ter bastante cautela com a ginástica facial, que pode acabar tendo efeito contrário ao esperado.

4- Cremes faciais tratam rugas e flacidez

Os cremes faciais são ótimos aliados do skincare e de uma pele saudável, mas a função deles é de hidratar e prevenir, então eles podem clarear manchas, melhorar o aspecto de cicatrizes e até prevenir rugas. O que não são capazes de fazer efetivamente é tratar as rugas e flacidez, reverter os sinais de envelhecimento que já surgiram. Para isso, são necessários tratamentos em consultório com o dermatologista, que pode fazer uso de injetáveis e equipamentos, como o laser, de acordo com o caso.

5- Pele negra não precisa usar filtro solar

ThatSister

Isso é um mito muito perigoso. Todos os tipos de pele necessitam de filtro solar para proteger dos raios ultravioletas (UV), prejudiciais à saúde. Além disso, a pele negra é mais propensa a manchas, e o protetor solar ajuda a evitar o aparecimento delas, assim como do melasma. Para facilitar o dia a dia, uma opção é utilizar base de maquiagem com filtro solar, o que ajuda na praticidade da rotina. Esse tipo de produto contém a proteção necessária, assim como o filtro solar normal e funciona como base com cor, um produto dois em um.

Fonte: Simone Stringhini é formada em medicina pela UFRJ, tem especialização em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, foi a pioneira na área de estética, dentro da dermatologia, no Brasil; tendo sido a primeira dermatologista a fazer o procedimento de peeling no país.