Arquivo da tag: comida

Nutricionista dá dicas para evitar a intoxicação alimentar em dias quentes

Os maiores vilões são a água, maionese, frango, carne bovina, ovos e, principalmente, a ostra. Se forem mal preparados ou indevidamente manuseados, esses produtos ficam suscetíveis a contaminações. Quando ingeridos, esses agentes podem causar diversos problemas

Com as altas temperaturas aumentam os casos de intoxicação alimentar, como é popularmente chamada a gastroenterocolite aguda, causada principalmente pela ingestão de água ou alimentos contaminados por micro-organismos. Nesta época do ano, grande parte da população frequenta praias e clubes, lugares bastante propícios para contrair uma intoxicação alimentar. Por isso, é preciso ficar atento. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, janeiro e fevereiro são os meses em que há mais notificações de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA’s).

A principal causa do aumento de intoxicação alimentar são as altas temperaturas da estação que podem comprometer a conservação de alimentos e favorecer a proliferação dos microorganismos nocivos à saúde, entre eles bactérias (salmonela e estafilococos) e vírus (rotavírus).

De acordo com a nutricionista do Clinic Check-up do HCor, Maria Fernanda D’Ottavio, essa ocorrência está ligada à temperatura mais alta nesse período, o que favorece a proliferação de micro-organismos nocivos à saúde. “Nessa época, temos que ter mais cuidado com o que comemos e onde comemos”, alerta a nutricionista.

Fique atento aos vilões!

Ostra_3

Os maiores vilões são água, maionese, frango, carne bovina, ovos e, principalmente, a ostra. Se forem mal preparados ou indevidamente manuseados, esses produtos ficam suscetíveis a contaminações. Quando ingeridos, esses agentes podem causar diversos problemas. “De modo geral, os sintomas mais comuns são vômito, diarreia, náuseas, dor abdominal e cólicas, às vezes com presença de febre, ou até mesmo paralisia, se for caso de botulismo. A manifestação dos sintomas, após a ingestão, pode variar de horas (no caso da salmonela) até semanas (hepatite A)”, esclarece Maria Fernanda.

Cuidado redobrado com a alimentação no verão

Para a nutricionista do HCor, poucos casos exigem internação, mas é importante que um posto médico seja procurado assim que os sintomas se manifestarem. Para amenizar o mal-estar, o ideal é muito repouso e hidratação. “Os cuidados que temos usualmente com os alimentos devem ser redobrados, principalmente ao nos alimentarmos fora de casa. Na praia, os cuidados devem ser ainda maiores, já que além do calor intenso, vários alimentos são vendidos sem os devidos cuidados com a higiene”, recomenda.

Dicas da nutricionista do HCor para evitar a intoxicação alimentar no período de altas temperaturas:

sashimi peixe cru pixabay
Pixabay

=Evitar alimentos crus ou malcozidos. Prefira alimentos que passem por altas temperaturas para serem preparados;

geladeira cheriedurbin morguefile
Morguefile

=Atente-se à temperatura dos refrigeradores onde os alimentos são armazenados. Temperaturas inferiores a 4ºC são mais seguras para evitar a proliferação de micro-organismos;

geladeira aberta

=Consuma imediatamente os alimentos cozidos. Caso sobre, guarde-os em recipientes na geladeira;

carne

=Mantenha os alimentos crus longe dos cozidos;

comida estragada mulher.jpg

=Não consuma alimentos com alteração de odor, cor e sabor;

palmito.JPG

=Evitar alimentos em conserva como palmito e molhos caseiros como maionese;

lata amssada

=Não ingira alimentos em embalagens danificadas;

mesa jantar comida pixabay

=Evitar porções feitas com excessiva antecipação;

mulher meia idade tomando agua

=Consuma apenas água potável;

restaurante praia mar.jpg
Pixabay

=Evite o consumo de alimentos em ambulantes. Prefira quiosques, lanchonetes ou estabelecimento com estrutura e higiene adequada;

quiosque praia mar férias

=Atente-se a higiene do local, desde higiene pessoal dos funcionários e também dos utensílios e local.

Fonte: HCor

Mesa florida, perfumada e mais saudável

Flores comestíveis podem fazer parte da culinária e deixar tudo mais alegre

Flores trazem beleza para qualquer jardim e perfumam o ambiente, mas o que pouca gente sabe é que é possível levar essa beleza para a mesa, inclusive com muitas vantagens. Em saladas, sobremesas ou até no prato principal, as flores transformam o trivial em algo curioso e diferente e somam vantagens para a saúde.

O professor e fitoterapeuta Daniel Alan Costa dá aulas de fitoterapia e aponta algumas flores PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais), que ajudam no funcionamento do organismo. “O importante é lembrar que essas flores devem ser próprias para consumo, ou seja, serem cultivadas no próprio jardim ou de um fornecedor que produza para alimentação, sem agrotóxicos. As flores de floricultura não são comestíveis por crescerem com o uso de produtos químicos”, alerta o especialista.

hibiscus pixabay
Pixabay

O hibisco e a capuchinha são exemplos de flores funcionais que podem ir direto do jardim para a mesa. Elas ajudam na prevenção de doenças por serem ricas em vitaminas A e C. Além disso, são formas naturais que ajudam a reduzir a gordura corporal e a retenção de líquidos. “O hibisco também é antioxidante e retarda o envelhecimento precoce e a capuchinha melhora o funcionamento do fígado”, explica Daniel. A capuchinha apresenta coloração amarela, laranja ou avermelhada, e confere um sabor levemente apimentado, já o hibisco tem o sabor adocicado.

girassol

Para abusar da cor e deixar todos curiosos para experimentar, a sugestão é usar pétalas de girassol. “Não têm sabor, por isso podem ser usadas tanto em pratos doces quanto em salgados”, conta Daniel. São ricas em vitamina A, além de betaína e fitosterina, que funcionam como enzimas e ajudam na digestão. O professor dá dica de cobrir o arroz integral com as pétalas, o que colore e enfeita, além de acrescentar essas propriedades ao prato simples.

rosa vermelha flor pixabay
Pixabay

Além de um belo buquê, a rosa e a minirrosa também rendem pratos lindos. Com gosto adocicado, a pétala de rosa pode ser usada para fazer azeite e o botão da minirrosa pode ser servido na salada, acompanhado de tomate cereja e minimussarela de búfala. “Fica um prato lindo, com bolinhas brancas, pétalas e botão de minirrosa, além de ser uma opção relaxante já que a rosa tem propriedade calmante”, brinca Daniel.

calendula flor pixabay
Pixabay

A calêndula apresenta tom amarelado ou laranja, por conta disto, tem um teor maior de carotenoides. Suas pétalas podem ser usadas para compor receitas variadas, indo de pratos quentes como omeletes e arroz, até preparos frios como iogurtes e frozen. Segundo Daniel, essa flor tem alta propriedade anti-inflamatória e ajuda no processo digestivo também.

dandelion-dente de leao pixabay
Pixabay

Outra flor facilmente encontrada e muitas vezes considerada até como mato é o dente-de-leão. Tanto na salada quanto no suco ele pode ser usado para dar o efeito detox, além de deixar o prato com mais vida pela sua coloração amarela bem viva.

A salada de flores do Restaurante Casa Bela é outro lançamento gastronômico.
Salada de flores da Casa Bela

Com pratos cheios de cor e com funções nutricionais, é só usar a imaginação para criar receitas diferentes e alegres. Além dessas, Costa dá dicas de outras flores que são comestíveis e deixam qualquer mesa mais atraente. Amor-perfeito, borago, brinco de princesa, crisântemo, lírio, erva-doce, cravo da índia, alcaparra, flor de abóbora, maria sem vergonha, primavera e tulipa são outros exemplos de flores para a culinária. “É preciso ter muito cuidado com a procedência das flores para saber se são realmente próprias para o consumo”, ressalta o professor.

Cosméticos em formato de comida para rotina skincare completa

Brownie Sabonete, Creme de avelã com efeito anti-idade, requeijão hidratante, farofa esfoliante são só alguns dos produtos que compõem a linha Food Cosmetics, que, apesar de dar água na boca, deve ser utilizada topicamente

Ingredientes provenientes de alimentos sempre estiveram presentes na formulação de cosméticos para garantir os mais diversos benefícios para a pele. Agora, a Consulfarma, pensando em uma forma de levar o conceito de alimentos nos cosméticos para um novo nível e revolucionar o nécessaire, apresenta uma linha de produtos de dar água na boca.

Trata-se do Food Cosmetics, um kit com sete produtos em texturas e embalagens alimentícias, como requeijão hidratante; geleia hidratante de rápida absorção; sorvete de açaí com ação antioleosidade e protetora contra radiação; máscara de creme de avelã com efeito anti-idade; farofa esfoliante; brownie sabonete; e molho de pimenta anticelulite.

De acordo com Lucas Portilho, farmacêutico e diretor científico da Consulfarma, apesar de dar água na boca, os Food Cosmetics tem ação eficaz na rotina skincare. Ele explica a ação de cada produto abaixo:

food_cosmetics___requeijao_hidratante.jpg

*Requeijão hidratante: com efeito super-hidratante, possui cinco mecanismos diferentes para manter nossa pele bem hidratada e protegida: reforça a barreira cutânea, evitando a perda de água em excesso; melhora a distribuição de água na derme e epiderme; e contém ativos que repõe os lactatos, ureia, aminoácidos e ceramidas da pele. Ideal para usar pela manhã nas regiões muito ressecadas.

food_cosmetics___geleia_hidratante

*Geleia hidratante: com uso perfeito para o dia-a-dia, o produto tem rápida absorção e proporciona hidratação sem deixar pele muito melada e oleosa. Ideal para levar na bolsa e usar sempre que sentir a pele ressecada.

food_cosmetics___sorvete_de_acai

*Sorvete de açaí: ideal para o verão, protege a pele da radiação UVB, UVA e luz visível. Possui micropartículas que absorvem a oleosidade e ainda disfarçam as imperfeiçoes como poros dilatados e rugas finas.

food_cosmetics___mascara_de_creme_de_avela

*Máscara de creme de avelã: com forte ação de renovação celular química, basta aplicar à noite, deixar agir por 10 minutos e remover com água. Contém três tipos de vitaminas (E, B3 e A) e cinco tipos de ácidos (salicílico, mandélico, glicólico, ferúlico e ácido ascórbico), a máscara exerce forte ação anti-idade e antioxidante.

food_cosmetics___farofa_esfoliante

*Farofa esfoliante: ajuda a eliminar células mortas e promove renovação celular física.

food_cosmetics___brownie_sabonete

*Brownie sabonete: além de limpar a pele, contém óleos vegetais para evitar o ressecamento da pele.

food_cosmetics___pimenta_anti_celulite

*Molho de Pimenta anticelulite: loção desenvolvida com ativos anticelulite, cafeína e substâncias que aumentam a permeação dos ativos, pois sabemos que para um ativo chegar até as células de gordura não é uma missão fácil.

Todos os cosméticos da linha têm embalagens e texturas próximas aos produtos alimentícios e podem ser encontrados em farmácias de manipulação.

Informações: Consulfarma

 

Festas julinas: especialistas alertam para o risco de brincadeiras com fogo

Ter conhecimento de primeiro socorros ajuda a evitar transtornos para as crianças neste período; veja cinco dicas essenciais

O tradicional dia de São João já passou, mas a folia das festas juninas e julinas ainda continua. Porém, entre as comemorações, é preciso ter prudência, principalmente com as crianças. Após alerta da Sociedade Brasileira de Dermatologia, especialistas de saúde estão prevenindo as famílias sobre os riscos de algumas brincadeiras comuns nesse período, como as bombinhas e as fogueiras. Não deixar que crianças menores de 2 anos manuseiem estalinhos e orientar os pequenos sobre os cuidados gerais podem fazer a diferença para passar as festividades com segurança.

A pediatra e pneumologista Natália Barbosa Gomes, do Grupo Prontobaby, orienta que os cuidados devem ser redobrados nessa época, pois é comprovado o aumento de casos de queimaduras. “A queimadura deve sempre ser considerada como grave, sempre sendo indicada a avaliação médica. Antes de se encaminhar para uma unidade hospitalar deve ser feita a lavagem com água corrente, sem utilizar água fria ou gelo, ou soluções caseiras”, orienta.

Veja cinco dicas de ouro para evitar os acidentes mais comuns entre as crianças.

chama gás fogão cozinha pixabay
Pixabay

Comidas – grande parte das queimaduras tem associação com a preparação de comidas. Podem ocorrer acidentes quando é acesa a churrasqueira ou colocado o alimento para cozinhar, porém, principalmente naqueles alimentos cozidos na água, que por algum descuido, a criança poderá puxar a panela e derrubar o líquido em sua pele, levando a uma queimadura por escaldadura;

pegadinha pinterest
Pinterest

Estalinhos – podem parecer inofensivos, porém são feitos de pólvora e podem causar acidentes como queimadura. Principalmente em menores de 1 ano e 6 meses até 3 anos, que são aqueles que estão na fase oral, sempre levando tudo a boca, o que pode ocasionar a ingestão do mesmo;

fogueira Duttasum
Foto: Duttasum/Morguefile

Fogueiras – são chamativas para os pequenos, e apenas um descuido é o suficiente para acontecerem queimaduras. Podem ser classificadas em 1, 2 e 3 graus. A queimadura de primeiro grau é a mais superficial, pois atinge somente a primeira camada da pele, gerando vermelhidão e dor local, não sangram e apresentam aspecto seco. Já as de segundo grau, apresentam bolhas e são bem doloridas, se caracterizam por aspecto úmido. No caso das de terceiro grau, há um acometimento das camadas mais profundas da pele como músculos e ossos, são indolores e podem causar deformidades;

balão criança pixabay
Pixabay

Balões – além de representarem um perigo para a nossa natureza, são um perigo importante para nossos filhos. Podem provocar graves acidentes e incêndios florestais, além de proibido, é considerado crime ambiental;

fogos
Foto: DuBoix / Morguefile

Fogos de artifícios – nunca devem ser manuseados por crianças. Mantenham-se alertas e orientem seus filhos, pois as queimaduras de fogos de artifícios são os mais graves (queimaduras de 3° grau), podendo causar lesões irreversíveis.

Fonte: Grupo Prontobaby

Site calcula quantidade de comida e bebida para festa junina

Quem não gosta de festa junina? Entre as mais brasileiras e queridas festas populares, as celebrações juninas são lembradas principalmente por suas comidas típicas. E quando se fala de comidas de Festa Junina, é impossível não pensar na Yoki.

É por isso que a marca, embaixadora da Festa Junina há quase 30 anos, disponibiliza online e gratuitamente a Calculadora Junina, que determina automaticamente a quantidade de salgados, doces e bebidas de acordo com o número de confirmados de cada Arraiá.

Decoração de festa infantil junina vilamulher.terra Foto Catch My Party
Foto Catch My Party/Pinterest

Para acessar a calculadora é só clicar aqui. Afinal, em uma verdadeira festa junina não pode faltar nada!