Arquivo da tag: comportamento

Smart Fit e Instituto Protea promovem ação de conscientização ao câncer de mama

O evento, que acontecerá no dia 24 de outubro, será realizado em todas as unidades dos studios em território nacional

No dia 24 de outubro, os studios Race Bootcamp, Vidya, Jab House e Tonus Gym, da rede de studios do Grupo Smart Fit, unem-se ao Instituto Protea para promover uma série de ações em apoio ao Outubro Rosa, mês de conscientização e prevenção ao Câncer de Mama. Atualmente, de acordo com dados do Inca, a doença é a segunda causa de todas as mortes de mulheres no Brasil, ficando atrás somente de doenças do sistema circulatório. Entretanto, se diagnosticado de forma precoce e receber o tratamento correto, as chances de cura são de 95%.

As ações acontecerão de forma simultânea em todos os studios e, terão a distribuição de laços rosas, que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e, um totem de comunicação com QR Code para que os visitantes possam fazer doações diretamente para o Instituto Protea, que tem como missão levar, de maneira rápida e com qualidade, tratamento contra a patologia para mulheres de baixa renda. Especialmente nas unidades do Jardins e Vila Nova Conceição, acontecerá um plantão de dúvidas do Protea sobre a prevenção e demais cuidados que podem ser adotados.

“Nossa missão é promover um evento de conscientização para levar até as mulheres mais informações sobre a importância do autoexame e do diagnóstico precoce. Os dois juntos são fundamentais para um tratamento menos invasivo e para uma maior chance de cura”, exalta Ana Carolina Corona, head da rede de studios de microgyms do grupo Smart Fit.

No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o tipo que mais acomete as mulheres no país. Os principais fatores para redução da mortalidade são possíveis por meio de exames de rotina, auto exame e diagnóstico precoce. Por isso, a prevenção e a conscientização sobre o assunto são de extrema importância na vida de todas as mulheres.

Outubro Rosa
Data: 24 de outubro de 2021
Local: Unidades dos Studios em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Cuiabá.
Horário: 9h às 13h
*Excepcionalmente, nas Unidades Jardins e Vila Nova Conceição em São Paulo, acontecerá um plantão de dúvidas.

Freepik

Endereço das unidades de microgyms:

Unidade Goiabeiras (Cuiabá)
Endereço: Av. José Monteiro de Figueiredo, 1909 – Duque de Caxias – Cuiabá/MT (Trevo do Santa Rosa)

Unidade Pátio Batel (Curitiba)
Endereço: Av. do Batel, 1868 – Batel – Curitiba/PR

Unidade Rio Design Leblon (Rio de Janeiro)
Endereço: Av. Ataulfo de Paiva, 270 – Leblon – Rio de Janeiro – RJ
Shopping Rio Design Leblon – Piso 3

Unidade Campo Belo (São Paulo)
Endereço: Rua Vieira de Morais, 963 – Campo Belo – São Paulo – SP

Unidade Jardins (São Paulo)
Endereço: Alameda Lorena, 1834 – Jardim Paulista – São Paulo – SP

Unidade Vila Nova Conceição (São Paulo)
Endereço: Rua Lourenço de Almeida, 805 – Vila Nova Conceição – São Paulo/SP

Unidade Vila Nova Conceição 2 (São Paulo)
Endereço: Rua Afonso Braz, 511 – Vila Nova Conceição – São Paulo – SP

Fonte: Smart Fit

Dia Mundial da Alimentação: o papel do plant-based para uma vida mais saudável

Nutricionista da Superbom explica os benefícios de uma alimentação livre de produtos de origem animal

No último sábado, 16 de outubro, comemoramos o Dia Mundial da Alimentação. E é importante notar que cresce cada vez mais no Brasil o número de adeptos a uma alimentação que prioriza a remoção total ou parcial dos alimentos de origem animal, como forma de zelar não somente pelo meio ambiente, mas também pela saúde.

Mesmo que para alguns pareça ser uma mudança muito difícil, sabendo fazer as adaptações de forma correta e mantendo um cardápio saudável e nutritivo, é possível introduzir o novo hábito alimentar de uma forma mais prazerosa e simples.

Dados divulgados pelo Índice de Alimentação Saudável (HEI-2010) apontam que a dieta vegana (ou plant-based) possui o melhor índice de valor nutricional dentre as analisadas. Já a onívora, que conta com a ingestão de carnes, por outro lado, foi a indicada com o menor valor nutricional. Os estudos mostram que as alimentações pescovegetariana – quando peixes e frutos do mar são as únicas proteínas animais consumidas -, vegetariana e especialmente a vegana geram um Índice de Massa Corporal (IMC) abaixo das onívoras, sendo ideais para o combate da obesidade e aos malefícios causados por ela. Quando questionada sobre táticas de aderir a uma alimentação plant-based, Cyntia Maureen, nutricionista da Superbom , marca pioneira na produção de alimentos saudáveis, explica:

“Uma opção para os que buscam dar início ao novo estilo de alimentação é começar de uma forma mais sutil, através da ‘segunda sem carne’, por exemplo. Esse movimento consiste em se alimentar apenas de alimentos vegetais ao menos uma vez na semana. A ideia é que, aos poucos, as pessoas aumentem o número de refeições sem derivados de origem animal até que, quando se perceba, tenham virado vegetarianas ou até mesmo veganas. Com uma introdução mais gradativa, fica mais fácil de não desistir”.

A profissional continua e explica que, ao retirar a carne da alimentação, é fundamental investir nas leguminosas – fontes de proteína vegetal. Feijões, grão-de-bico, lentilha, ervilha, além de hortaliças verdes escuras, como brócolis, rúcula, couve e espinafre, estão entre as opções que podem fazer parte do novo cardápio. “É muito importante experimentar e incluir de tudo um pouco. A alimentação precisa ser colorida com as cores da natureza. Sendo assim, a dieta também deverá ser preenchida com verduras e legumes, como couve, abóbora cenoura, alface, couve-flor e carboidratos, como cereais ou tubérculos. O céu é o limite”, pontua Maureen.

Por fim, a profissional explica que, além da transição ser feita de forma gradual, é muito importante o acompanhamento de um nutricionista: “ele poderá auxiliar para que sejam feitas as substituições adequadas, o que evita a deficiência de algum nutriente no organismo e, consequentemente, no desenvolvimento de alguma enfermidade”.

Os produtos Superbom presentes nas receitas podem ser encontrados no Mercado Livre, Magalu, Shopee e mais de 25 mil pontos de vendas físicos ao redor do Brasil.

Chegaram as máscaras da Galinhas Pintadinha

Galinha Pintadinha é a primeira marca infantil a lançar uma máscara descartável para crianças com produção nacional

Com o retorno gradual às aulas presenciais, as crianças precisam se adaptar ao uso da máscara por longos períodos nas escolas. Se unirmos proteção e eficácia ao personagem favorito dos pequenos, temos um produto para ajudar nos cuidados contra a contaminação por Covid-19. É exatamente assim que são as máscaras da Galinha Pintadinha produzidas pela SP Protection, diversão e cuidado garantidos.

A marca Galinha Pintadinha já está presente na vida das famílias brasileiras de diversas maneiras, com conteúdo na internet ou mesmo nos produtos licenciados. Como estamos passando pela pandemia e o uso de máscara é obrigatório, nada melhor que utilizar os vários modelos de máscaras da Popó que, por terem nas estampas nossos queridos personagens, prometem agradar aos pequenos.

É a primeira marca infantil a lançar uma coleção de máscaras descartáveis feitas totalmente no Brasil. Há vários modelos: a de tecido branco com a estampa da Popó; e a Galinha Pintadinha versão escolar, com mais cores e o mesmo conforto e proteção.

Há também as máscaras Galinha Pintadinha Mini, Pintinho Amarelinho Mini e Borboletinha Mini. Todas elas são cirúrgicas e têm proteção tripla camada com Índice de Eficiência de Filtração de Bactérias de até 98%, ou seja, elas são eficazes contra o vírus da Covid-19. As máscaras contêm clip nasal e três pregas horizontais, que as tornam práticas e confortáveis.

Além de proteger as crianças da Covid-19, as máscaras da Galinha Pintadinha protegem contra outros vírus e bactérias que ocasionam doenças, como amigdalite, pneumonia, sarampo e tuberculose.

É fundamental que as crianças utilizem máscaras, já que a pouca idade não as impede de transmitir ou receber o coronavírus. É essencial reforçar que se trata de um vírus que circula principalmente pelo ar. Então, com o uso da máscara, as chances de infecção e transmissão vão ser reduzidas. Na volta às aulas, vamos preservar nossos pequenos e suas famílias, estando em dia com os cuidados sanitários indicados pelas autoridades. Entretanto, não é porque o uso é obrigatório que a máscara tem que ser básicas, não é mesmo? Com as máscaras da Galinha Pintadinha, as crianças ficam protegidas e charmosas, pertinho dos personagens que elas adoram.

Rever os amigos, reencontrar professores e funcionários da escola, voltar a brincar pelo pátio, as crianças estavam esperando ansiosamente por tudo isso. Com máscaras feitas especialmente pensando nelas, elas estão prontas e mais seguras para o retorno ao convívio social, respeitando o distância.

Informações: Galinha Pintadinha

Saúde mental e intestino: conexão pode provocar alterações no sistema digestório e pede atenção

Ontem, 10 de outubro, comemoramos o Dia Mundial da Saúde Mental e já está demonstrada a importância do eixo intestino-microbiota-cérebro. Afinal, o intestino é nosso segundo cérebro, portanto, a saúde mental e o intestino estão mais interligados do que você pode imaginar.

A conexão entre o cérebro e o sistema digestório é considerada uma via de mão dupla e, por isso, quando há alterações em algum deles, é possível observar reflexos tanto mentais como intestinais. Para explicar esta ligação, a proctologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Maristela Gomes, adianta que todo este processo é complexo e envolve alimentação, qualidade de vida, sistema nervoso, flora intestinal e enzimas.

Para facilitar a compreensão, vale destacar que o intestino apresenta uma grande quantidade de neurônios e responde a estímulos do cérebro. Em casos de estresse, ansiedade e depressão, por exemplo, há uma redução de oxigenação e até mesmo do fluxo sanguíneo para o órgão, o que leva a mudanças significativas em seu funcionamento.

“Nestas situações, o organismo reduz a oxigenação e prioriza o fluxo sanguíneo para algumas partes específicas. Isso interfere na digestão e na absorção de nutrientes, traz mudanças para a flora intestinal e promove o aumento de substâncias deletérias”, explica a médica. Segundo Maristela Gomes, essas alterações podem resultar em sinais como o aumento de gases e de diarreia durante o período em que houver a alteração emocional.

Na contramão, alterações na flora intestinal podem sinalizar tendência a doenças como Alzheimer, depressão e autismo. “Sabemos que existem alguns tipos de flora intestinal que aumentam a chances do desenvolvimento destas doenças. Apesar de ser algo individualizado e que ainda não é completamente esclarecido, é muito importante manter essa região equilibrada”, comenta a proctologista.

Para conquistar esse equilíbrio, é preciso manter uma dieta saudável, rica em fibras, com pouca gordura e evitar a ingestão de alimentos condimentados. Outra indicação é incluir o consumo de prebióticos, praticar regularmente da atividade física e manter o cuidado com a saúde mental. “A flora saudável é essencial para garantir que a troca de informações do intestino com o cérebro ocorra com menos interferências, além de garantir melhores condições metabólicas e imunológicas”, ressalta a especialista.

Como avaliar alterações do sistema digestório?

Foto: News Medical

Apesar da conexão entre saúde mental e intestino, não se deve generalizar problemas intestinais e tratar todos como resultado de ansiedade, depressão ou quadros de estresse. De acordo com a proctologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Maristela Gomes, o surgimento de algum tipo alteração intestinal deve ser um sinal de alerta para procurar um especialista e afastar a possibilidade de doenças graves.

“Nem toda alteração é ocasionada por estresse, ansiedade e depressão e essas doenças não podem retardar a investigação de problemas como intolerâncias, retocolite, doença de Crohn e até mesmo o câncer de intestino”, conclui.

Fonte: Hospital Edmundo Vasconcelos

Intimissimi e Biossance se unem pelo terceiro ano para ajudar no combate ao câncer de mama

Em mais uma edição, as marcas doam parte das vendas do mês de outubro para a ONG Américas Amigas e para o projeto De Peito Aberto, que auxiliam no diagnóstico, conscientização e combate ao câncer de mama

A marca italiana de lingerie e nightwear Intimissimi e a Biossance, pioneira no conceito de clean beauty no Brasil, se unem pela terceira vez na luta contra o câncer de mama – tipo de câncer que mais atinge mulheres no país. Durante o mês de outubro, as duas marcas destinarão parte das vendas para a campanha Outubro Rosa, por meio da parceria com a ONG Américas Amigas e com o projeto De Peito Aberto. A iniciativa tem como objetivo ajudar no diagnóstico, na conscientização e no combate ao câncer de mama por meio de arrecadação de verba para procedimentos como mamografia e outros exames que auxiliam na detecção e tratamento da doença. 

Na Intimissimi, a Linha Rosa terá 10% da venda revertida para a ONG, em mais de 120 produtos que incluem sutiãs, calcinhas e homewear, que podem ser encontrados no e-commerce e em todas as lojas físicas da Intimissimi no Brasil. Outra novidade é que a cada R$390 em compras, o cliente ganha um Hidratante Labial Vegano com Rosas e Esqualano da Biossance (full size).  

Já o Kit Rosa da Biossance (R$ 297,00), terá 50% da venda destinada à campanha e é composto por Óleo Facial de Vitamina C com Extrato de Rosas (travel size), Hidratante Labial Vegano com Rosas (full size), Guachá de Quartzo-Rosa (acessório para massagem facial) e nécessaire. E, em todas as compras acima de R$ 499,00 no site da marca, o cliente ganha um robe da Intimissimi.  
 
Desde 2019, a Intimissimi doa 10% das vendas de seus artigos na cor rosa durante o mês de outubro para a instituição Américas Amigas – até agora, mais de 2 mil exames de diagnóstico foram realizados, impactando a vida e colaborando com a possibilidade de cura de mais de 2000 mulheres. E ao lado da Biossance desde 2020, pretende arrecadar um valor que em 2021 será revertido em aproximadamente em 1.200 exames de diagnóstico. 

Paralelamente à campanha de doação, a Intimissimi e a Biossance ainda promovem uma série de vídeos com depoimentos de 10 mulheres que foram diagnosticadas com câncer de mama, em exames realizados na Carreta da ONG Américas Amigas, espaço itinerante da ONG que circula em áreas de vulnerabilidade social oferecendo mamografias gratuitas para diagnóstico precoce e orientações preventivas. A ação tem o intuito de conscientizar sobre a importância do autoexame, além de transmitir uma mensagem de positividade a quem está passando pelo tratamento no momento. As histórias de superação dessas mulheres podem ser vistas nas redes sociais da Intimissimi e da Biossance

“Quando a gente pode ajudar outras pessoas, você não empodera somente as outras pessoas, você empodera a si mesma. É uma via de mão dupla”  – Daniela Terena, 45 anos, administradora e diagnosticada em 2020 com um tumor maligno 

Também visando conscientizar de forma humana sobre o câncer de mama, pelo terceiro ano consecutivo, a Biossance apoia o projeto sociocultural De Peito Aberto, idealizado desde 2006 pela jornalista e escritora Vera Golik e pelo fotógrafo e sociólogo Hugo Lenzi. O projeto traz uma exposição fotográfica contando a história de luta de mais de 300 mulheres que enfrentam ou enfrentaram a doença que afeta os principais símbolos femininos, como os seios, os cabelos, a fertilidade e a libido.

Ao longo do mês, a  Biossance oferecerá ao público a possibilidade de ver a exposição, que ressalta como a abordagem humanista pode transformar a maneira de lidar com a doença, destacando cada fase: a descoberta, o processo, o apoio e a superação. A exposição será no Hotel Canopy (Rua Saint Hilaire, 40 – Jardim Paulista), em São Paulo, com entrada gratuita.  
 

Segredo Dela doará parte das vendas de outubro para a Rapunzel Solidária

A marca que vem conquistando as brasileiras com uma linha completa de secadores, modeladores, chapinhas e escovas secadoras também doará mil toucas, necessárias para a confecção das perucas que a ONG destina a quem está em tratamento de câncer

Companheira das mulheres em todas as horas, a Segredo Dela não podia ficar alheia ao outubro rosa. Assim, no mês mundialmente conhecido por ações de conscientização, prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, parte da renda gerada com a venda de seus produtos será revertida para a Rapunzel Solidária, ONG que recebe doações de cabelos de todos os lugares do Brasil e do exterior e os transforma em lindas perucas para crianças, jovens e adultos que estão em tratamento de câncer e outras doenças que causam a perda dos cabelos.

“A Segredo Dela se encantou por esse projeto. Resolvemos apoiar a ONG que restabelece a autoestima das mulheres e apoiar as causas do outubro rosa”, diz Ilana Kriger, CEO da Segredo Dela, marca de eletroportáteis para cabelos como secadores, modeladores, chapinhas e escovas secadoras. Além de parte da renda, a Segredo Dela irá doar mil toucas, necessárias para confeccionar as perucas da Rapunzel Solidária.

Fundada em janeiro de 2014 por Elizabeth Lomaski, a Rapunzel Solidária recebe mais de 25 mil doações de cabelos por ano e mais de 8.600 pessoas já foram atendidas. Por mês, são produzidas de 150 a 240 perucas. Nas redes sociais, são mais de 163 mil seguidores que interagem diariamente com a marca.

“Eu tive câncer de mama e recebi de presente de uma amiga uma madeixa. Não sabia o que fazer com aquilo. Daí surgiu a ideia de fazer as perucas. Os primeiros fios a gente nunca esquece”, conta Elizabeth. Ao lado de dez pessoas, ela organiza todo o recebimento, produção e logística de entrega das perucas. “Nosso propósito é levar alegria, autoestima e esperança para as pessoas em tratamento de câncer e outras doenças que causam a perda do cabelo”, completa Elizabeth.

Apadrinhada pela atriz Rosi Campos e pelo ator Alexandre Borges, a ONG Rapunzel Solidária também é abraçada pelas atrizes Juliana Paes, Adriana Esteves, Karina Bacchi, Sabrina Sato e Monica Iozzi, pela apresentadora Lydiane Shayri e pelo cantor sertanejo Luciano, entre tantas outras celebridades einfluenciadores .

Mais informações sobre a Segredo Dela clique aqui
Mais informações sobre a Rapunzel Solidária estão disponíveis aqui

Boteco em Casa: Piraquê dá dicas para garantir experiência no fim de semana

Divirta-se no conforto do seu lar de um jeitinho diferente e aprenda como fazer o petisco de Iscas de Salmão com Molho de Queijo

Bateu aquela vontade de se divertir no bar? Traga todo o espírito alegre e divertido do boteco para dentro de casa no fim de semana! A Piraquê, marca de biscoitos e massas da M. Dias Branco, dá dicas para ajudar você a viver uma experiência diferente e animada para relaxar no conforto do seu lar de maneira original.

De boteco, a Piraquê entende. Lembrada há mais de 70 anos pela originalidade de seus produtos icônicos, a Piraquê sugere como entrada os salgadinhos Comida Di Buteco. A novidade leva para dentro de casa sabores irresistíveis, como pão de alho, pimenta e calabresa na versão de 90g. A marca indica ainda uma receita especial de petisco e dá dicas para você entrar no clima.

Confira:

Crie uma playlist com as suas músicas prediletas
Samba, forró, rock ou MPB. Independentemente do estilo, a música é sempre uma das protagonistas na hora da diversão. Para curtir um boteco em casa, crie playlists animadas com melodias dos seus artistas favoritos.

Faça chamadas de vídeos com os seus amigos
A happy hour fica ainda melhor em boa companhia, não é mesmo? Para agitar o clima, convide seus amigos para se reunirem online. Veja algumas dicas de aplicativos que possibilitam chamadas de vídeo e você pode baixar em seu computador ou smartphone: Zoom, WhatsApp, Instagram, FaceTime, Google Hangouts ou Meet e Skype.

Decore o ambiente
Inspire-se na tradicional decoração dos bares na hora de decorar o ambiente. Aposte em toalhas, copos decorados, canecas de chope, baldes de gelo ou outros acessórios que possui em casa. Separe os Snacks de Batata ou Comida Di Buteco Piraquê em bowls para melhorar a experiência.

Capriche nas bebidas
Em um bom boteco, não podem faltar drinks ou a sua bebida favorita. Pode ser cerveja, caipirinha, gim tônica, tequila, Amarula, piña colada ou saquê. Você também pode optar por coquetéis sem álcool, como Pink Lemonade, sucos e refrigerantes.

Se você quiser degustar um petisco mais elaborado, a dica de Piraquê é a Isca de Salmão com Molho de Queijo. A receita é uma delícia, fica pronta em 40 minutinhos e rende 25 porções. Veja abaixo o modo de preparo:

Iscas de Salmão com Molho de Queijo

Ingredientes:
½ embalagem de Biscoito Água e Sal Piraquê picados em pedaços pequenos
3 colheres de sopa de linhaça
500 g de iscas de salmão
2 colheres de sopa de azeite
3 dentes de alho picados
Suco de 1 limão
2 claras de ovo
1 colher de sopa de margarina
Ervas picadas a gosto (alecrim, tomilho, salsinha, endro, entre outras)
Sal a gosto

Molho de Queijo:
200 g de queijo cremoso
50 g de queijo provolone ralado
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de maionese
Sal a gosto

Modo de Preparo:
Comece temperando as iscas de salmão. Em uma tigela pequena, junte as iscas de salmão, azeite, dentes de alho, suco de limão, as ervas, misture bem, acerte o sal e reserve. Bata as claras e reserve. Misture bem o biscoito com a linhaça e reserve. Passe as iscas de salmão pela clara de ovo e empane com a mistura de biscoito com linhaça. Unte uma assadeira média com margarina, acomode as iscas de salmão empanadas, cubra com papel-alumínio e leve ao forno preaquecido a 180ºC por 20 minutos. Após os 10 minutos, retire o papel-alumínio e vire as iscas, cubra novamente e deixe por mais 10 minutos.

Prepare o molho de queijo: em uma tigela pequena, junte o queijo cremoso, o queijo provolone, o azeite, a maionese e misture até envolver bem. Acerte o sal e sirva as iscas de salmão com o molho de queijo.

Rendimento: 25 iscas de salmão
Tempo de Preparo: 40 minutos

Fonte: Piraquê

Em apoio ao Outubro Rosa, Aneethun lança campanha “Beleza e Autoestima salvam vidas”

Incentivando o autocuidado, marca estabelece parceria com o Instituto Quimioterapia e Beleza, além de promover a construção de uma rede de apoio à superação da doença

O Outubro Rosa é um mês inteiramente voltado para a conscientização do diagnóstico precoce do câncer de mama, promovendo atenção especial às mulheres e incentivando o autocuidado. Em apoio a causa, a Aneethun, marca especialista em produtos de alto padrão direcionados para o segmento profissional de beleza e home care, quer inspirar positivamente as mulheres que passam pelo tratamento da doença através da campanha “Beleza e Autoestima Salvam Vidas”.

O objetivo é ressaltar a importância do amor próprio como uma ferramenta fundamental para enfrentar a batalha contra o câncer de mama. Para reforçar esse compromisso, a marca estabeleceu uma parceria com o Instituto Quimioterapia e Beleza, uma organização social que atua como banco de lenços e oferece suporte as pacientes em tratamento quimioterápico. “A Aneethun sabe que o câncer de mama pode gerar grandes mudanças físicas e alterar a visão das mulheres sobre si. Por esse motivo, vamos contribuir com as ações do Instituto Quimioterapia e Beleza, como forma de estimular o trabalho com a feminilidade, a vaidade e o autocuidado das pacientes”, destaca Jessica Marques, coordenadora de marketing da marca.

Além disso, a empresa desenvolve outras ações no decorrer do mês, construindo uma rede de apoio para a superação do diagnóstico. Sabendo que as redes sociais são um grande instrumento de interatividade, a marca postará videosrrelatos de mulheres, com idades diferentes, compartilhando sua luta contra o câncer, com o propósito delas servirem de inspiração e convidarem suas seguidoras a dividirem sua história. Ainda seguindo essa linha motivacional, a playlist “Levante da cama e veja como você é linda” exalta a beleza, que está presente em cada detalhe, mesmo em meio as fases mais difíceis da vida.

“Queremos ajudar as mulheres a redescobrir e valorizar sua beleza a cada dia. Respeitando a singularidade de cada indivíduo, acreditamos que nossos produtos já colaboram com essa tarefa há anos. Agora, com a campanha do Outubro Rosa, esperamos promover uma reflexão profunda sobre o poder do autocuidado e estimular essa prática nos outros meses do ano”, conclui Jessica.

Fonte: Aneethun

Libbs lança Circuito pelo Coração para incentivar prática de exercícios físicos

Campanha de incentivo conta com aplicativo que vai contabilizar quilômetros percorridos e converter em doações

Para comemorar o Dia Mundial do Coração e incentivar o retorno e manutenção das atividades físicas, que estão entre as principais aliadas no combate às doenças cardíacas, a Libbs Farmacêutica lança hoje o Circuito pelo Coração, uma campanha que vai converter a distância percorrida a pé ou de bicicleta pelos participantes cadastrados em doações para quatro instituições sem fins lucrativos.

Para isso, a empresa criou um aplicativo de nome homônimo ao da campanha (Circuito pelo Coração) no qual o participante se cadastra e para cada quilômetro percorrido usando o App a Libbs faz uma doação de R$ 1,00. A campanha ocorre até 5 de outubro.

Como participar?

Para participar do Circuito pelo Coração basta fazer download do aplicativo da campanha, disponível nas principais lojas, fazer um cadastro simples e começar a usar. No programa é possível escolher o ambiente em que vai ocorrer a atividade (interno ou externo) e o tipo de atividade (caminhada, corrida ou pedalada).

O brasileiro e o coração

Hoje, quase 40% dos brasileiros falecidos antes dos 70 anos morre por doenças do coração¹. Somente este ano, de acordo com Cardiômetro da Sociedade Brasileira de Cardiologia foram quase 300 mil pessoas² (dados do cardiômetro), o que faz das doenças cardíacas a principal causa de morte no País.

“Nesse sentido é de grande importância incentivar nos pacientes a adoção e manutenção de uma rotina de atividades físicas”, salienta o cardiologista Jairo Lins Borges, pesquisador e professor da disciplina da Cardiologia da Unifesp e consultor científico da Libbs Farmacêutica.

De acordo com o médico, as atividades físicas regulares são um dos pilares para a manutenção da saúde cardíaca. “Juntamente com uma alimentação balanceada, boas noites de sono e evitar o uso de cigarro e consumo de álcool”, completa o especialista.

Para o especialista, a pandemia do novo coronavírus aumentou o nível de sedentarismo (dados) na medida em que a necessidade do isolamento social afastou as pessoas das academias e rotinas de exercícios. Com o avanço da vacinação o médico ressalta a necessidade de se retomar as práticas, sobretudo os pacientes que já possuem histórico cardíaco. “As atividades físicas auxiliam no controle da hipertensão, diabetes e colesterol elevado, principais comorbidades que afetam o coração. Portanto, elas devem fazer parte do tratamento desses pacientes”, defende.

Dia Mundial do Coração: cuidados com as doenças cardiovasculares não podem ser adiados

Em tempos de Covid-19, os pacientes enfrentam uma ameaça dupla, pois correm mais risco de desenvolver formas graves da doença, mas também não podem deixar de cuidar da saúde do coração

As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo, tendo sido responsáveis por, aproximadamente, 17,6 milhões de óbitos em 2016. Já no Brasil, de acordo com o cardiômetro, da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), ocorreram 1.100 mortes por dia desde o início de 2021. E para alertar a população sobre os cuidados em relação às doenças cardiovasculares, hoje, 29 de setembro, é comemorado o Dia Mundial do Coração, cujo objetivo é contribuir para a diminuição da triste estatística de mais de 380 mil mortes registradas por ano no Brasil*.

Com a pandemia da Covid-19 os pacientes com doenças crônicas ficaram mais inseguros e deixaram de buscar ajuda médica. O medo de serem infectados pelo coronavírus fez com que muitos colocassem de lado o acompanhamento dessas doenças. Dados mostram que houve uma diminuição de 15% no número de internações por doença cardiovascular entre março e maio de 2020, comparado ao mesmo período do ano anterior. Já a taxa de mortalidade cresceu em 9% na comparação com o mesmo período*.

Por isso, para colaborar com a população, especialmente pacientes com risco ou doença cardiovascular, sobre a importância de manter a rotina de acompanhamento de saúde, mesmo durante a pandemia, o Instituto Coalizão Saúde (ICOS) e a Boehringer Ingelheim desenvolveram a campanha De Todo Coração. A iniciativa conta com o apoio de diferentes entidades dos segmentos público, privado e terceiro setor, incluindo Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), Hospital Israelita Einstein, o Hospital Sírio Libanês, o SESI, o Grupo NotreDame Intermédica, Crônicos do Dia a Dia (CDD), InovaHC, Fundação Faculdade de Medicina da USP, ABRAMGE, Unidas, Fenasaúde, dentre outras.

Os óbitos por doenças cardiovasculares são causados por inúmeras causas, dentre as mais frequentes, estão: insuficiência cardíaca, hipertensão, infarto agudo do miocárdio, fibrilação atrial. Elas afetam o sistema circulatório e o coração e matam mais brasileiros do que quaisquer outras doenças. A insuficiência cardíaca está entre as condições que mais afeta a saúde do coração, além de ser a mais comum causa de hospitalização clínica em pessoas com idade acima dos 65 anos*.

Falta de ar ao realizar atividades simples como caminhada ou subir escadas, palpitação e inchaço nas pernas, sintomas que por vezes são negligenciados, podem ser um indício de insuficiência cardíaca, que ocorre quando o coração perde a capacidade de bombear a quantidade necessária de sangue para o corpo*. Além destes sintomas, é importante observar o aparecimento de: tosse seca ou associada a muco claro, aumento do volume abdominal, diminuição do volume urinário, tontura, cansaço ou fadiga, perda de apetite e ganho de peso desproporcional à ingestão alimentar.

Além disso, um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares é o diabetes. Estima-se que 16,8 milhões de pessoas tenham a doença no Brasil. O paciente com diabetes tem um risco de duas a quatro vezes maior de morte por doença cardiovascular7 e pode evoluir com acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico, insuficiência cardíaca (IC), doença arterial obstrutiva periférica (Daop) e doença microvascular.

As doenças cardiovasculares estão entre as comorbidades que podem agravar a situação clínica dos pacientes, especialmente os mais idosos, que forem acometidos pelo vírus SARS-CoV-2, causador da COVID-19*. Por isso, os pacientes com doenças crônicas devem manter o acompanhamento periódico. A orientação é manter as consultas e exames em dia, e também não começar ou interromper qualquer medicamento sem orientação médica.

“A melhor forma de evitar o surgimento dessas doenças é a prevenção. É necessário estarmos atentos à nossa saúde cardiovascular, principalmente se já temos algum fator de risco (sobrepeso, obesidade, hipertensão arterial, entre outros). O Dia Mundial do Coração tem por objetivo chamar a atenção da população e conscientizar sobre a saúde cardiovascular e sobre a importância da adoção de um estilo de vida mais saudável”, explica o presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, João Fernando Monteiro Ferreira.

“A melhor maneira de se prevenir é fazer exames regulares com o cardiologista. Além do tratamento medicamentoso, exercícios físicos e alimentação balanceada reduzem os riscos de desenvolver essas doenças e trazem vários benefícios. Descobrir uma doença cardiovascular precocemente aumenta as suas chances de tratamento e controle”, completa o presidente da Socesp.

Campanha De Todo Coração

As cantoras Zizi e Luiza Possi fizeram um vídeo explicando a importância do cuidado com o coração em todos os momentos da vida, fazendo um apelo para que as pessoas realizem exames preventivos e não interrompam o tratamento sem orientação médica. Além do engajamento das celebridades, a iniciativa também conta com mutirões de saúde para detecção de risco cardiovascular, seguindo todos os protocolos de segurança preconizados pelas entidades sanitárias.

Além da população em geral, a campanha também é voltada a profissionais de saúde, que recebem materiais de apoio para orientação dos pacientes sobre a importância da prevenção e do acompanhamento das doenças cardiovasculares e os cuidados de segurança relacionados à pandemia.

Fonte: Boehringer Ingelheim