Arquivo da tag: cozido

5 formas diferentes de preparar ovos

Se você também adora comer ovos, mas está cansado de prepará-los sempre da mesma forma, vou te dar uma mãozinha e te ensinar a prepará-los de 5 diferentes maneiras. Confira!

O ovo tem ótimas quantidades de vitamina A, vitamina E e vitaminas do complexo B, além de minerais, como selênio, zinco, cálcio e fósforo. Com isso, ele oferece benefícios para a saúde, como, prevenção da diabetes e de doenças cardiovasculares, bem como diminuição do risco de osteoporose.

Por ter boas quantidades de antioxidantes, os ovos ajudam na prevenção do envelhecimento precoce. Além disso, por ser rico em proteínas, o ovo também ajuda na produção de músculos, favorecendo o ganho de massa muscular.

E como você prefere consumir seus ovos? Confira:

Ovo cozido

Stocksy

Talvez este seja o jeito mais fácil, porém é preciso dominar o tempo, já que alguns minutos a mais ou a menos podem mudar radicalmente o resultado. Basta colocar o ovo numa panela com espaço suficiente e com água cobrindo por alguns centímetros. Leve para ferver em fogo médio. Assim que a água ferver, comece a contar o tempo.

Confira o tempo de cozimento após o início da fervura:
3 minutos: ovo quente com a clara e gema moles
5 minutos: ovo mole com a clara cozida e gema mole
7 minutos: clara cozida e parte da gema cozida
8 minutos: ovo cozido com toda a gema cozida
10 minutos: ovo cozido duro

Ovo frito

Um clássico, principalmente se vier em cima de um suculento bife e acompanhado de batatas fritas. Seu preparo também é bem simples.

Ingredientes
1 ovo
Azeite a gosto
Sal
Pimenta a gosto

Modo de preparo
Leve uma frigideira antiaderente ao fogo baixo e regue com um fio de azeite. Coloque o ovo na frigideira. Tempere com sal e pimenta e deixe fritar por 3 minutos, sem virá-lo, até que a clara esteja cozida, mas a gema ainda mole.

Ovos mexidos

Cookidoo

Os ovos mexidos são a melhor alternativa quando se está com fome e nenhuma imaginação. Perfeito no lanche depois da academia, no café da manhã ou quando se chega cansado em casa depois do trabalho.

Ingredientes
4 ovos batidos
1 colher de sopa de manteiga
Sal
50ml de leite

Modo de preparo
Bata os ovos e tempere com o sal e adicione o leite. Em uma frigideira, derreta a manteiga e coloque a mistura por cima. Deixe em fogo baixo e mexa até ficar uma mistura cremosa.
Servir em seguida.

Ovo mollet

Foto: Continente feed


Este modo de preparo é um pouco mais elaborado. Nesta receita, que é tradicionalíssima francesa, empanamos um ovo cozido para ser frito em imersão. Eu nem preciso falar que fica divino, não é mesmo?

Ingredientes
2 ovos cozidos com gema mole
1/2 xícara farinha de trigo
1 ovo batido temperado com sal
1/2 xícara de farinha panko ou farinha de rosca

Modo de preparo
Cozinhar os ovos por 7 minutos, já que o ideal é deixar a gema mole. Jogar na água fria e descascá-los. Passar no ovo batido e depois empanar na farinha panko ou de rosca. Fritar em óleo quente até dourar.

Omelete

Food52

A omelete também é sinônimo de prato fácil e versátil. Ele salva muita gente na hora da fome e pode ser feito de muitas maneiras. E aqui, ensinamos a versão básica com presunto e queijo.

Ingredientes
2 ovos
1 pitada de sal
1 fatia de presunto
2 fatias de queijo
Tempero verde a gosto

Modo de preparo
Bata os 2 ovos numa tigela. Coloque-os na frigideira já untada com óleo, acrescente o sal, o presunto picado em quadradinhos e as duas fatias de queijo. Coloque os temperos a gosto. Espere ficar firme e fritadinha, e vire a omelete. Sirva a seguir.

E para mais dicas e informações sobre gastronomia, acompanhe o Instagram @achefemcasa! Você vai gostar e ficar com água na boca!

Não sabe fazer ovo? Aprenda a usar o ingrediente de forma correta

Chef Melchior Neto dá dicas para acertar no preparo

Cozinhar tem sido uma alternativa para muitas pessoas durante o período de isolamento. Os novos cozinheiros estão cada dia mais ousados e criativos em seus preparos, mas antes de se jogar nas receitas mais elaboradas que tal arrasar no básico?

O ovo, embora simples, é um ingrediente muito versátil e saboroso, mas um grande desafio para muitas pessoas. Pensando nisso, o chef Melchior Neto preparou um manual com dicas para o preparo dessa iguaria que está presente em todas as gastronomias pelo mundo.

alimentacao ovo

Ovo frito – talvez seja a versão mais conhecida do ovo. Com um bom pão e um café quente, pode ser uma ótima opção no café da manhã. No almoço, com arroz e feijão é tradição. Para conquistar o ovo perfeito, você precisa de uma boa frigideira com antiaderente. Em fogo médio, quase para baixo, inicie o preparo adicionando a gordura de sua preferência (óleo, azeite, manteiga etc). Não é necessária uma quantidade grande, pois o ovo não deve ser frito em imersão. Em seguida adicione o ovo e, assim que a clara começar a cozinhar, tempere com sal e pimenta. O ponto do ovo perfeito é quando a clara fica completamente branca, o que significa que o ovo já está cozido e com a gema cremosa. Para quem prefere a gema mais firme, a dica é utilizar uma espátula para virar o ovo e cozinhar um pouco mais a gema. “Para ficar ainda mais saboroso, você pode colocar o sal e a pimenta antes de adicionar o ovo na frigideira, garantindo a distribuição do tempero de forma uniforme”, ensina o chef.

ovos sanduiche saudavel

Ovo cozido – esse clássico está presente em diversos pratos da gastronomia mundial, mas ainda gera muitas dúvidas e erros. O primeiro passo é sempre colocar os ovos em água fervente. É importante ficar atento, pois se água estiver com uma temperatura muito alta os ovos podem se bater e formar rachaduras na casca interferindo no ponto do cozimento. O ovo deve ficar no fogo por pelo menos 5 minutos, tempo necessário para cozinhar a clara e deixar a gema mole e cremosa, ponto conhecido por muitos como ovo mollet. Para os que gostam da gema mais firme, o ideal é cozinhar por sete minutos. Passando desse tempo, o ovo começa a ficar esverdeado, duro e com textura muito seca.
“O segredo é transferir o ovo para uma tigela com água gelada assim que atingir o tempo determinado para interromper o cozimento e garantir que você consiga descascar o ovo sem quebrar”, alerta o Neto.

ovos mexidos pao fruta cafe da manha
TheSpruceEats

Ovos mexidos – queridinho do brunch e do café da manhã, o ovo mexido é muito temido entre os cozinheiros iniciantes. “Um erro recorrente é deixar os ovos por muito tempo no fogo e eles se transformarem em uma omelete”, explica o chef. Para isso não acontecer o preparo deve ser feito sempre em fogo baixo. Em uma panela adicione a gordura de sua preferência (óleo, azeite, manteiga etc) e os ovos, e com a ajuda de uma colher mexa sempre até a mistura começar a cozinhar. Tempere com sal e pimenta e mexa devagar, isso garante a cremosidade do prato. O ovo mexido está pronto assim que começar a desgrudar da panela.

ovo poche e pao Marina Davydenko por Pixabay
Foto: Marina Davydenko/Pixabay

Ovo pochê – considerado o pavor da cozinha, é um dos mais fáceis de preparar. “A dica é mergulhar o ovo, ainda com a casca, em água fervente por apenas 10 segundos para manter a clara mais firme”, ensina Neto. Quebre o ovo em uma vasilha e reserve. Enquanto isso, ferva (sem deixar borbulhar) água com um pouco de vinagre branco e, com uma colher, faça um redemoinho e jogue o ovo com cuidado bem no centro, sem que a gema fure. “A dica é abaixar o fogo e deixar por quatro minutos exatos até a clara cozinhar e a gema permanecer molinha. Aí é só temperar do jeito que quiser: com sal, molhos, ervas, etc. e comer com torradas, brioches ou waffle”, finaliza Neto.

Gema Restaurante – Rua das Paineiras, 378 – Jardim, Santo André– SP
Telefone: 4436-3773 – funcionando em esquema de delivery

Ingerir um ovo por dia traz benefícios à saúde e não aumenta risco de doenças

De acordo com estudo realizado por pesquisadores da universidade McMaster e publicado em janeiro no The American Journal, a ingestão de um ovo por dia não aumenta o risco de doença cardiovascular ou diabetes.

Afinal, o ovo faz bem ou mal à saúde? Este é um alimento que gera bastante controvérsia; você já deve ter ouvido (ou lido em algum lugar) alguma opinião de especialista dizendo para ter cuidado com a ingestão excessiva de ovos, assim como, provavelmente, já escutou o contrário.

ovo

“De fato, o ovo possui propriedades muito benéficas, pois é uma ótima fonte de proteína de alta qualidade, minerais e possui vitaminas A, D e B12. No entanto, devido ao alto índice de gordura, alguns estudos já apontaram que o alimento pode estar relacionado ao aumento de colesterol no sangue, o que levaria a problemas cardíacos”, explica Marcella Garcez, médica nutróloga e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

Ocorre que, de acordo com um novo estudo, publicado em janeiro e conduzido na Universidade McMaster, a ingestão moderada de ovos – aproximadamente um por dia -, não aumenta o risco de doença cardiovascular ou de diabetes, nem mesmo para pessoas que já possuem histórico dessas doenças.

A pesquisa utilizou dados de três outros estudos anteriores de longo prazo. Assim, os pesquisadores avaliaram cerca de 177 mil pessoas, distribuídas em 50 países dos seis continentes, e constatou que a ingestão moderada de ovos não aumenta o risco de doenças cardiovasculares (DVC) ou mortalidade entre aqueles com ou sem histórico de DCV ou diabetes. Além disso, não foi encontrada associação significativa entre a ingestão de ovos e colesterol na dieta e lipídios no sangue.

“Um fator muito interessante desse estudo é o fato de ter incluído informações do sul da Ásia, África, Oriente Médio e América do Sul, pois, geralmente, os estudos se concentram na América do Norte, Europa, China e Japão – países de alta renda. É importantíssimo, para uma investigação efetiva, que os estudos contemplem uma variedade maior de contextos culturais e socioeconômicos”, afirma.

Para chegar à conclusão, os pesquisadores revisaram todos os dados dos três estudos anteriores e observaram diversas discordâncias entre as pesquisas, o que evidencia a possibilidade de que os efeitos dos ovos à saúde possam depender, também, da dieta de fundo. Dessa forma, os ovos forneceriam efeitos diferentes, dependendo da qualidade da proteína na dieta.

Como exemplo: em regiões do mundo que consomem dietas ricas em carboidratos, principalmente carboidratos refinados, é menor a probabilidade de os ovos serem os alimentos prejudiciais e causadores de doenças cardiovasculares. Por isso, segundo a nutróloga, é ideal manter sempre a alimentação equilibrada e sob acompanhamento profissional.

ovo cozido Gimme Some Oven

Segundo Marcella, apesar de não haver consenso sobre a questão, é possível consumir o alimento de modo a minimizar os possíveis riscos: “O ideal é cozinhar o ovo da forma mais natural possível, com água, por exemplo, evitando fritá-lo com gorduras processadas como óleo ou margarina. Como não há consenso, o ideal é que, principalmente pessoas com diabetes e problemas cardiovasculares, consumam o alimento sob acompanhamento nutrológico e, além disso, tenham uma dieta balanceada e saudável elaborada pelo especialista”, destaca.

Fonte: Marcella Garcez é Médica Nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da ABRAN. A médica é Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologia do Hospital do Servidor Público de São Paulo.

 

Aprenda duas receitas para espantar o frio

Com as baixas temperaturas do outono, os cobertores e cachecóis saem do armário para ajudar a enfrentar o frio. As sopas e os pratos quentes ganham destaque no almoço e no jantar, sendo ótimas opções para manter o corpo aquecido. Pensando nisso, Knorr selecionou duas receitas quentinhas para espantar o frio dessa temporada.

Sopa de Carne Com Legumes

IG_KNORR_sopa_de_carne_com_legumes_3_baixa160620_150634

Ingredientes
1 embalagem de Sopão de carne Knorr
2 litros de água fria
Batata-doce
1 xícara (chá) de abóbora-pescoço cortada em cubos
meia xícara (chá) de vagem picada
1 colher (sopa) de cheiro-verde

Modo de Preparo
Em uma panela grande, coloque o sopão de carne Knorr e água, e misture até dissolver. Junte a batata-doce, a abóbora e a vagem, e mexa. Leve ao fogo médio, mexendo sempre, por 15 minutos, ou até ferver. Abaixe o fogo e cozinhe, mexendo de vez em quando, por 5 minutos, ou até os legumes estarem cozidos. Retire do fogo, salpique o cheiro-verde e sirva em seguida. Rendimento: 8 porções. Tempo de preparo: 20 minutos.

Cozido de Carne Com Legumes

cozido_de_carne_com_legumes_15_baixa160620_150634.jpg

Ingredientes
1 litro de água
3 cubos de caldo de picanha Knorr
1 quilo de carne bovina cortada em cubos grandes (músculo ou coxão duro)
2 espigas de milho verde cortadas em rodelas grandes
2 mandiocas pequenas cortadas em rodelas grossas
1 cenoura grande cortada em rodelas grossas
400 gramas de paio cortado em rodelas
3 cebolas pequenas cortadas em quatro
100 gramas de abóbora descascada e cortada em cubos grandes

Modo de Preparo
Em uma panela de pressão, ferva a água e dissolva os cubos de caldo de picanha Knorr. Junte a carne, tampe a panela e cozinhe em fogo médio por 30 minutos, contados a partir do início da pressão. Retire a panela do fogo, espere o vapor sair, abra a panela e junte o milho, a mandioca, a cenoura e o paio. Cozinhe sem pressão por 5 minutos. Junte a cebola e a abóbora, e cozinhe, em fogo médio, por 10 minutos sem pressão, ou até os legumes ficarem macios. Retire do fogo e sirva em seguida.

Dica: se preferir, troque a mandioca da receita pela mesma quantidade de mandioquinha. Rendimento: 6 porções. Tempo de preparo: 1 hora.

Fonte: Knorr