Arquivo da tag: culinária

Manteiga com Flor de Sal é a novidade gourmet da Piracanjuba

A marca se antecipa às tendências do mercado para agradar consumidores que não abrem mão da qualidade e de sabores diferenciados

O termo gourmet, de origem francesa, passou a fazer parte do vocabulário e das escolhas dos brasileiros que, atentos às tendências da alta cozinha, se esmeram em criar e decifrar sabores. Nas degustações, os ingredientes de qualidade fazem a diferença. E quem entende desse assunto é a Piracanjuba que, desde 1955, seleciona o que há de melhor em matéria-prima para a manteiga de primeira qualidade, o produto número 1 do portfólio da marca. Utilizando creme de leite com baixa acidez e sabor suave, a marca aperfeiçoou o que os consumidores já aprovaram e agora, apresenta a Manteiga Flor de Sal Piracanjuba, em embalagem metálica de 200 gramas.

“Pensando em surpreender os consumidores, fomos atrás de uma opção refinada, que mantivesse as características de qualidade e tradição da Manteiga Piracanjuba e, ao mesmo tempo, tivesse a experiência gourmet. O resultado é um produto que permite a suave sensação de cristais de sais derretidos na boca, o que proporciona um sabor diferenciado, com tempero na medida do paladar”, descreve o Diretor de Refrigerados, Cláudio Henrique Sales Costa.

Os raros cristais de Flor de Sal são 100% naturais e artesanais. Sensíveis às condições climáticas, eles necessitam de muito sol, brisa suave e baixa unidade para se precipitarem. Depois disso, são coletados artesanalmente em períodos específicos nas superfícies das salinas, constituindo um produto natural da mais alta qualidade. Além de manter todo aroma do mar, a Flor de Sal contém mais de 80 minerais e oligoelementos. Ao mesmo tempo, o teor de cloreto de sódio, o principal componente do sal, é relativamente baixo.

“A Manteiga Piracanjuba de primeira qualidade, por ser um produto com umidade próxima a 16%, interage com os cristais de Flor de Sal, que proporcionam a experiência sensorial dos pontos de salmoura dispersos pontualmente no produto, sem, contudo, alterar o teor de sal”, reforça Cláudio.

A Manteiga Flor de Sal Piracanjuba está disponível para vendas e tem validade de 6 meses.

Informações: Piracanjuba – SAC 0800 722 1718

Dia do Sorvete: receitas fáceis e saudáveis para fazer em casa

No Dia do Sorvete, celebrado hoje, 23 de setembro, a sobremesa gelada aparece em versões práticas e nutritivas nas sugestões da nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau

Ninguém precisa de desculpas para apreciar um delicioso sorvete. Mas, com as temperaturas subindo e o Dia do Sorvete se aproximando, argumentos não faltam para se refrescar com a sobremesa gelada. Para quem não dispensa os cuidados com a saúde, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, sugere as opções caseiras e naturais – que são alternativas saudáveis para afastar o calor e, de quebra, beneficiar o organismo.

De acordo com a profissional, as versões naturais possuem maior teor de nutrientes, como vitaminas, minerais e fibras. Além disso, quando comparados com os sorvetes industrializados, os preparos feitos em casa apresentam gordura e carboidratos diferentes e menos gordura trans e sacarose.

“As receitas com frutas são práticas, saborosas e sempre a melhor escolha quando pensamos em saúde. O picolé de coco, por exemplo, é feito com apenas 4 ingredientes e contribui para a saúde intestinal, muscular, cardiovascular e ainda ajuda no controle dos níveis de colesterol e da glicemia, uma vez que o coco é fonte de potássio, gorduras boas e fibras”, explica a especialista.

Quer outro bom motivo para apostar no preparo caseiro da sobremesa? Existe uma infinidade de sabores que podem ser criados. Ingredientes como polpa de frutas, iogurtes, creme de leite, leite e leite vegetais são muito bem-vindos para as receitas.

“Outros alimentos, como cacau em pó, castanhas, nozes, amêndoas, amendoim, pasta de amendoim e água de coco também ajudam a variar as opções”, sugere a nutricionista.

Na hora de adoçar, vale usar frutas secas ou bem maduras ou então recorrer ao adoçante, açúcar mascavo, de coco ou demerara.

E, para quem quiser explorar ainda mais a criatividade na cozinha e surpreender o paladar, Renata também ressalta que é possível utilizar chás de ervas e ingredientes como hortelã, canela, manjericão, gengibre e baunilha para dar um toque especial.

Se você gostou da ideia de comemorar o Dia do Sorvete com a mão na massa, confira as receitas separadas pela Renata: picolé de coco, sorvete de coco, de especiarias e de manga com abacaxi.

Picolé de coco

Ingredientes
½ xícara de coco seco ralado
200 ml de leite de coco
200 ml de água de coco
4 col de sopa de açúcar mascavo

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e coloque em forminhas de picolé. Leve ao freezer por pelo menos 2 horas e sirva em seguida.

Sorvete com Especiarias

Ingredientes 
1 xícara de chá de creme de leite fresco
3 col de sopa de leite em pó
1 col de chá de canela em pó
1 col de chá de cravo em pó
1 xícara de chá de açúcar mascavo
1 xícara de chá de água
1 col de café de essência de baunilha

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e leve ao freezer por 3 horas. Retire e bata o conteúdo na batedeira. Leve novamente ao freezer, por cerca de 30 minutos, e sirva em seguida.

Sorbet de Abacaxi com Manga

Ingredientes
2 xícaras de chá de abacaxi maduro picado
½ xícara de chá de coco ralado
1 xícara de chá de manga picada
O mínimo possível de água (só o suficiente para bater)

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e leve ao freezer por 3 horas. Retire e bata o conteúdo na batedeira. Leve novamente ao freezer, por cerca de 30 minutos, e sirva em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti

 

 

Dia do Sorvete:  dica de receita saudável e cremosa para fazer em casa

Na mesma época da chegada da primavera e das temperaturas mais quentes, também é comemorado o Dia do Sorvete, em 23 de setembro. A data foi criada em 2002 pela Associação Brasileira das Indústrias de Sorvete (ABIS), com o objetivo de expandir no país a visibilidade do produto, de modo a enfatizar os benefícios nutricionais do alimento e, ao mesmo tempo, estimular o aumento da sua produção em todo o território nacional.

O sorvete é uma das iguarias preferidas das pessoas no calor, e para celebrar a chegada das temperaturas mais altas neste ano de 2020, a professora Regina Costa, coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Gastronomia da Cruzeiro do Sul Virtual, mostra uma opção de receita caseira de sorvete cremoso, saudável e muito simples de fazer.

Então, que tal ir se preparando para comemorar a data? Confira o passo a passo da receita:

Sorvete Caseiro

Ingredientes:
• 2 bananas congeladas;
• 1 xícara de manga congelada picada;
• 1 maracujá;
• 1 xícara de leite de amêndoas, caju, leite de coco ou o leite da sua preferência.

Modo de preparo:
Bater no liquidificador a polpa de 1 maracujá com 1/2 xícara de leite. Bater bem e coar e com uma peneira. Levar novamente ao liquidificador e acrescentar as bananas, a manga e o resto do leite. Observação: não é necessário adoçar.

Rendimento: 1 porção

Fonte: Cruzeiro do Sul Virtual

 

Inove na cozinha: aprenda receitas saborosas e diferentes com a pera

Fruta da época pode ser utilizada em diversos pratos, desde entradas a doces

A pera é uma fruta versátil, que pode ser utilizada em diferentes preparos na cozinha. Inclusive, como é época desse ingrediente, há a oportunidade de pagar mais barato e aproveitar o que de melhor ele tem a oferecer. Confira abaixo como utilizar a pera em receitas que irão surpreender em sabor e apresentação do prato.

Para encantar seus amigos e familiares antes da refeição, as Bruschettas de Gorgonzola e Pera são uma ótima opção. Em 20 minutos, você prepara a entrada que une sabor e formato especiais. Receita de Edu Delfim.

Ingredientes
• 50 g de queijo tipo gorgonzola
• 1 pote de Iogurte Grego Tradicional
• 1 pera média em cubos pequenos
• 2 colheres (sopa) de cebolinha-verde picada
• 10 fatias finas de pão italiano (pequeno) ou ciabatta
• 1 dente de alho descascado
• 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
• 1 fio de azeite

Modo de preparo
Em um recipiente amasse o queijo gorgonzola e misture o Iogurte Nestlé Grego, a pera e a cebolinha verde. Reserve. Em uma assadeira grande espalhe as fatias de pão e leve-as ao forno médio (180°C), preaquecido, por cerca de 10 minutos, ou até que fiquem crocantes (sem dourar). Retire do forno e esfregue o alho sobre cada uma das fatias. Cubra com uma porção da pasta de gorgonzola reservada, polvilhe o queijo parmesão e leve novamente ao forno médio-alto (200°C), preaquecido, por cerca de 3 minutos. Sirva a seguir.

A fruta da época também pode ser um dos protagonistas da sua farofa. A Farofa Panko com Frutas Secas e Amêndoas é prática, fácil de preparar e vai dar aquele toque especial e inovador na sua refeição. Receita de Iara Venanzi.

Ingredientes
• 1 pera picada
• suco de 1 limão
• 2 colheres (sopa) de manteiga
• 1 cebola roxa grande em meia-lua
• 1 e meia xícara (chá) de farinha panko
• 4 colheres (sopa) de uvas-passas pretas
• 2 colheres (sopa) de coco em lascas tostadas
• meia colher (sopa) de Maggi Fondor
• 2 colheres (sopa) de amêndoas em lascas tostadas
• 2 colheres (sopa) de cebolinha-verde

Modo de preparo
Em um recipiente, misture a pera e o suco de limão. Reserve. Em uma panela, aqueça a manteiga, junte a cebola e deixe refogar até que a cebola esteja macia. Junte a farinha panko, as uvas-passas, o coco e o Maggi Fondor e mexa bem, formando uma farofa úmida. Acrescente as amêndoas, a cebolinha, e as peras reservadas. Sirva.

Dica: se preferir, substitua a farinha panko por outra de sua preferência.

O Bolo de Pera e Calda de Caramelo Cremoso une sabor inesquecível com visual de arrasar, além de ser simples de fazer. É uma ótima opção para quem quer surpreender e arrancar elogios dos convidados. Receita de Iara Venanzi.

Ingredientes

Peras:
• 2 xícaras (chá) de suco de maçã integral
• 1 pedaço de canela em pau
• 2 cravos-da-índia
• 7 peras pequenas cortadas ao meio

Caramelo cremoso:
• 1 xícara (chá) de açúcar
• 1 caixinha de Nestlé Creme de Leite

Massa:
• meia xícara (chá) de óleo
• 1 xícara (chá) de Leite em pó Ninho Forti+ Instantâneo
• 3 ovos
• 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
• meia xícara (chá) de farinha de amêndoas
• 1 xícara (chá) de açúcar
• 1 colher (sopa) de fermento em pó
• 2 colheres (sopa) de amêndoas em lascas

Modo de preparo

Peras:
Em uma panela, junte todos os ingredientes e cozinhe em fogo baixo, por cerca de 5 minutos, mexendo de vez em quando. Deixe esfriar, separe as peras e reserve o líquido.

Caramelo cremoso:
Em uma panela, derreta o açúcar em fogo baixo. Quando estiver dourado, junte o líquido do cozimento da pera e deixe ferver até dissolver os torrões de açúcar. Desligue o fogo, junte o Nestlé Creme de Leite e misture bem. Reserve.

Massa:
Em um recipiente, junte todos os ingredientes, exceto as amêndoas em lascas, e misture até ficar homogêneo. Em uma forma redonda (24 cm de diâmetro), de aro removível, untada com óleo e forrada com papel manteiga, coloque as peras nas laterais, despeje a massa e cubra com as amêndoas em lascas. Asse em forno médio (180 °C), preaquecido, por cerca de 40 minutos. Polvilhe açúcar de confeiteiro e sirva acompanhado do caramelo reservado.

Por fim, para quem deseja fazer uma bebida diferente e super saborosa, pode apostar no Suco Verde de Pera, Couve e Gengibre. Rápido, fácil de fazer e refrescante. Receita de Sheila Oliveira.

Ingredientes
• 1 folha grande de couve manteiga
• 1 pera grande com casca
• 2 colheres (sopa) de suco de limão siciliano
• 1 fatia fina de gengibre
• 1 xícara (chá) de Nesfit para Beber Aveia Integral 1L gelado

Modo de preparo
Em um liquidificador bata bem todos os ingredientes. Sirva.

Dica: se preferir, você pode substituir a folha de couve pela mesma quantidade de folhas de espinafre, beterraba ou de nabo.

 

Receitas com bacalhau da Noruega têm até 30% a mais de sabor

No Brasil, o bacalhau é bastante consumido em épocas festivas, como a Páscoa e o Natal, mas este peixe pescado nas águas frias e cristalinas dos mares que circulam o Polo Norte, na Noruega, é muito mais versátil. Existem diversas possibilidades de receitas, muito além das tradicionais. Tanto o autêntico Bacalhau da Noruega, o Gadus morhua, quanto os peixes da mesma família (Gadidae) – Saithe, Zarbo e Ling – rendem até 30% a mais após o dessalgue, ou seja, eles retornam o volume que perderam durante o processo de salga e secagem, totalmente livre de conservantes.

Se a ideia é ter esse peixe sempre pronto para o preparo em qualquer época do ano, é importante se atentar quando for comprar e armazenar em casa. Na hora da compra, é vale checar a origem do produto. Busque pelas etiquetas e pela logomarca, e pergunte ao vendedor para se certificar que o produto é realmente exportado da Noruega. Para armazenar em casa, é preciso seguir os quatros passos:

1º – Ao comprar o bacalhau na bandeja, retirar o filme plástico, fazer o mesmo no caso de comprar no saquinho, e colocar em vasilhame bem limpo, seco e com tampa.
2º – Mantenha sempre em local frio. O bacalhau salgado e seco deve ser mantido em refrigerador (nunca manter em temperatura ambiente, em armários, prateleiras, etc).
3º – Se você já fez todo o processo de dessalgue, basta armazenar no freezer por até oito meses (observando sempre a data de validade) e pincelar com azeite para evitar o ressecamento.
4º – Nunca congele o bacalhau ainda salgado.

Para inovar no preparo dos peixes, o Conselho Norueguês da Pesca, em parceria com a influenciadora Natália Palmegiano, do Cook’n Enjoy, lançou uma série de receitas exclusivas, disponibilizadas semanalmente, no perfil do Bacalhau da Noruega no Instagram e Facebook.

Receitas parceria Bacalhau da Noruega e Cook’n Enjoy

Bolinho de Bacalhau da Noruega com pimenta-dedo-de-moça recheado com queijo

Ingredientes:
300g de postas finas de Saithe salgado seco da Noruega, após dessalgar
300g de batata asterix descascada
1 gema
2 colheres de sopa (10g) de salsinha picada
2 colheres de chá (6g) de pimenta-dedo-de moça bem picada
100g de queijo muçarela em cubinhos
Óleo vegetal para fritura

Modo de fazer:
Colocar bastante água em uma panela de tamanho médio e levar ao fogo alto, quando formar as primeiras bolinhas no fundo, abaixar o fogo e colocar as postas finas de peixe salgado seco Saithe. Deixar cozinhar em fogo brando por 3 minutos. Retirar com uma escumadeira e deixar o Saithe escorrer bem. Nessa mesma panela (não descartar a água) acrescentar a batata e deixe cozinhar até ficar bem macia. Depois de retirar da água, escorrer e amassar a batata ainda quente. Com o Saithe já mais frio, retirar a pele, as espinhas e desfiar com um pano limpo. Em uma tigela, acrescentar a batata amassada, o Saithe desfiado, a gema, a salsinha e a pimenta-dedo-de-moça e misturar muito bem.
Pegar cerca de 1 colher de sopa de massa, abra um buraco com o dedo e rechear com o queijo muçarela em cubinhos. Fechar com mais massa de bolinho e modelar com o auxílio de 2 colheres de sopa. Fritar em óleo quente até dourar.

Nível de dificuldade: Fácil
Tempo: 1 hora
Rendimento 20 bolinhos

Empadinha de Bacalhau da Noruega

Ingredientes:

Recheio
250g de Saithe salgado seco da Noruega, após dessalgar
1 colher de sopa (20g) de manteiga
1 colher de sopa (13 ml) de azeite de oliva
1 cebola picada
2 dentes de alho picado
2 colheres de sopa (28g) de farinha de trigo
1 xícara (240 ml) de leite
Sal a gosto
¼ de xícara (25g) de azeitona picada
3 colheres de sopa (15g) de salsinha picada

Massa
2 xícaras e ½ (300g) de farinha de trigo
7 colheres de sopa (140g) de manteiga gelada
3 colheres de sopa (30g) de creme de leite
½ colher de chá (2,5g) de sal
1 ovo

Modo de fazer:
Recheio: levar uma panela com água ao fogo alto, quando formar as primeiras bolinhas no fundo, abaixar o fogo e colocar o Saithe após dessalgar. Deixar cozinhar em fogo brando por 3 minutos. Retirar com uma escumadeira e deixar escorrer bem.  Quando estiver mais frio retirar a pele e espinhas e soltar as pétalas. Colocar em uma panela em fogo médio a manteiga, o azeite, a cebola e o alho e refogar. Acrescentar a farinha de trigo e mexer rapidamente. Adicionar o leite aos poucos sempre mexendo e manter no fogo por mais 2 minutos. Colocar as azeitonas e o Saithe em pétalas e ir misturando bem (ele irá desfiar de forma irregular). Deixar cozinhar por 1 minuto. Desligar o fogo e colocar a salsinha picada e sal (se necessário). Deixe esfriar enquanto prepara a massa.

Massa: em uma tigela colocar a farinha, a manteiga, o sal, o creme de leite e o ovo batido, misturando tudo com a ponta dos dedos até ficar homogêneo.

Montagem: pegar um pouco de massa abrir com a ponta dos dedos e forrar as forminhas de empada com a massa. Colocar o recheio frio na massa. Colocar mais massa por cima para fechar a empada. Caso queira uma empadinha brilhante e mais dourada pincelar um ovo batido. Levar ao forno pré-aquecido a 200ºC por aproximadamente 30 minutos. Rende 10 empadinhas médias.

Nível de dificuldade: média
Tempo: 1 hora e 30 minutos
Rendimento 10 empadinhas médias

Creme de Palmito com pétalas de Bacalhau da Noruega

Ingredientes:
200g de Gadus morhua da Noruega, após dessalgado
1 colher de sopa (13 ml) de azeite de oliva
1 cebola picada
1 vidro de palmito (270g)
2 colheres de sopa (28g) de farinha de trigo
2 xícaras (480 ml) de leite
Sal a gosto
Noz moscada a gosto
1 colher de sopa (5g) de cebolinha picada

Modo de fazer:
Colocar bastante água em uma panela e levar ao fogo alto, quando formar as primeiras bolinhas no fundo, abaixar o fogo e colocar o bacalhau. Deixar cozinhar em fogo brando por 3 minutos. Retirar com uma escumadeira e deixar o bacalhau escorrer bem. Com o bacalhau já mais frio retirar a pele, espinhas e soltar as pétalas. Em outra panela colocar o azeite e a cebola e refogar até que a cebola fique transparente. Em seguida, acrescentar o palmito e a farinha de trigo e mexer um pouco. Acrescentar o leite e manter no fogo por mais 2 minutos. Desligar o fogo e transferir toda a mistura da panela em um liquidificador e bater bem. Transferir de volta o creme para a panela e levar ao fogo novamente. Temperar com sal e noz moscada a gosto. Após levantar fervura cozinhar por 3 minutos.
Desligar o fogo e acrescentar as pétalas de bacalhau e a cebolinha picada. Manter a panela tampada por 2 minutos e sirva em seguida.

Nível de dificuldade: fácil
Tempo: 20 minutos
Rendimento 2 porções

Bacalhau da Noruega com páprica picante grelhado na manteiga com legumes

Ingredientes:
2 lombos de Gadus morhua da Noruega, após dessalgado
1 colher e 1/2 de sopa (30g) de manteiga
1 colher de sopa (13ml) de azeite de oliva
1 colher chá (2g) de páprica picante
2 folhas de louro
150g de brócolis em floretes cozidos e al dente
100g de cenoura em cubos cozida e al dente
2 colheres de sopa (10g) de cebolinha picada

Modo de fazer:
Colocar bastante água em uma panela e levar ao fogo alto junto com as 2 folhas de louro, quando formar as primeiras bolinhas no fundo, abaixar o fogo e colocar o bacalhau e deixar cozinhar em fogo brando por 3 minutos. Retirar com uma escumadeira e deixar o bacalhau escorrer bem. Com o bacalhau já mais frio retire as espinhas. Em uma frigideira em fogo baixo coloque o azeite de oliva e a manteiga e deixe aquecer. Coloque os lombos de bacalhau e vire a cada 2 minutos. Quando grelhar de todos os lados, retire da frigideira.
Acrescente nesta frigideira os cubinhos de cenoura e os brócolis e refogue até ficarem macios. Sirva junto com o bacalhau e decore o prato com cebolinha picada.

Nível de dificuldade: fácil
Tempo: 25 minutos
Rendimento 2 porções

Fonte: Bacalhau da Noruega

Overnight Oats é opção para café da manhã nutritivo e barato

Ingredientes custam menos de três reais por porção e receita apresenta versão vegana

Assim como destaca o chef de cozinha Renato Vaiano, o café da manhã é a principal refeição do dia, afinal, ele dará o start e o gás para que todas as tarefas sejam realizadas ao longo das 24 horas.

Pensando nisso, o culinarista definiu a receita de Overnight Oats como seu desjejum. “Meu dia a dia é bem corrido, acabo dormindo tarde e acordando cedo no dia seguinte. E, além do sabor, a facilidade desse prato permite que eu não me preocupe com o café da manhã. É só pegar uma porção na geladeira para comer em casa ou até mesmo a caminho do trabalho”, explica.

O custo baixo é uma das principais vantagens do prato, além, é claro, de seu alto valor nutritivo que reúne vitaminas do completo B e E, fibras, manganês, fósforo, antioxidantes e ômega 3. Todos os ingredientes necessários somam um total de R$ 25,00 que rendem até 11 porções, sendo assim, cada café da manhã sai a menos de três reais.

Para fazer desta a principal receita do desjejum, é preciso dos seguintes ingredientes para preparar uma porção:

Overnight Oats

Ingredientes
• 2 colheres de sopa de aveia
• 6 colheres de sopa de leite
• iogurte grego light
• 1 banana picada
• 3 morangos picados
• 1 colher de sopa de chia
• 1 colher de sopa de granola
• pote de vidro ou taça para servir

Modo de preparo
De início, é preciso misturar a aveia com o leite e, depois, despejar no fundo do pote de vidro. Em seguida, cobrir com metade da banana e um morango já picados. Juntar o iogurte com a chia e colocar em cima das frutas. Logo após, acrescentar a outra metade das frutas picadas e levar à geladeira para descansar de um dia para o outro. Na manhã seguinte, colocar uma colher de granola por cima para tornar o Overnight Oats ainda mais saboroso.

“Cada porção rende, em média, 290 gramas e leva em torno de cinco minutos para montá-las. No entanto, são necessárias dez horas para que a receita descanse sob refrigeração”, esclarece Renato.

Para o chef de cozinha, o diferencial dos pratos está na variedade de texturas, por isso, como dica extra, Renato propõe que castanhas laminadas ou lascas de coco sejam acrescentadas por cima do Overnight Oats. Contudo, é preciso se atentar para que esses itens sejam colocados apenas minutos antes de serem servidos, dessa forma, a crocância e o sabor único estarão garantidos. Existe também a opção de usar outras frutas como manga, uva sem caroço ou kiwi.

É possível, ainda, fazer algumas pequenas modificações na receita para que ela se torne um café da manhã ideal para aqueles que são adeptos a alimentação vegana. “Basta substituir o leite e iogurte por leite de coco, leite de amêndoas, leite de arroz ou leite de soja, neste último caso, ao misturar com a chia, deixe descansar por aproximadamente dez minutos antes de colocar no pote”, sugere o chef.

Esta é uma opção muito recomendada para quem procurar balancear a dieta, já que, seus ingredientes são capazes de promover a sensação de saciedade por um longo período. Além disso, por ser uma receita fresca e refrigerada, seu consumo é indicado para os dias quentes, como os que logo virão.

Receita de Creme de Abóbora com Crispy para o jantar

A Flormel, que oferece uma série de produtos veganos, zero açúcar, sem glúten ou lactose separou uma receita de creme de abóbora com crispy de ervilha azeite e alho.

O crispy de ervilha azeite e alho é um snack vegano de ervilha assada temperada com alho e sal rosa, com um toque de azeite extravirgem. Crocante, delicioso e muito nutritivo, o produto fornece 9,5 gramas de proteínas, além de ser rico em fibras e formulado com apenas quatro ingredientes naturais.

O crispy pode ser consumido puro ou como complemento de sopas ou saladas, inclusive. Confira a receita abaixo:

Creme de Abóbora com Crispy

Ingredientes:
• 2 colheres de azeite de oliva;
• 1 cebola picada pequena;
• 2 dentes de alho picados;
• 1 xícara de leite vegetal;
• 1 kg de abóbora em cubos;
• 4 xícaras de caldo de legumes;
• 150g de tofu em cubos;
• 1 crispy de ervilha azeite e alho;
• Sal a gosto.

Modo de preparo:
Em uma panela, aqueça o azeite, doure a cebola e alho. Ponha a abóbora e refogue por dois minutos. Junte aos poucos o caldo de legumes e deixe a abóbora cozinhar até ficar macia. Espere amornar e bata no liquidificador. Desligue o fogo, junte o tofu e salpique a salsa. Sirva com crispy de ervilha azeite e alho.

O crispy de ervilha azeite e alho pode ser encontrado nas principais gôndolas dos principais supermercados ou pelo site da Flormel.

Quais os cuidados com a alimentação em casa?

Nos últimos meses temos vivido uma reviravolta com a pandemia e nos vimos obrigados a passar mais tempo dentro de casa. Isso trouxe à tona uma questão muitas vezes deixada de lado pelas pessoas: a alimentação. Agora observamos o que estávamos comendo e nem sempre consideramos todos os hábitos adequados, bem como, a preparar o próprio alimento.

Para alguns, o estresse aumentou e levou ao maior consumo de alimentos prontos, ricos em açúcares, gorduras e sódio. Para outros, a pandemia oportunizou a criação de uma melhor relação com a comida, com maior tempo para planejar as compras e preparar os alimentos com todo o cuidado necessário.

Mas o que é necessário para ter uma alimentação adequada?

Confira sete itens para te ajudar:

1. Primeiro temos que evitar o consumo de comidas ultraprocessadas e processadas, ou seja, aquelas que normalmente estão prontas, cheias de ingredientes e ao nosso fácil alcance como bolachas, salgadinhos, refrigerantes, chocolates, bolos e alimentos congelados prontos para o consumo. Esses alimentos, normalmente, em uma pequena porção ofertam elevada quantidade calórica, além de açúcares, gorduras e sódio em excesso.


2. Em seguida, devemos substituir os alimentos mencionados acima por alimentos saudáveis que tragam saciedade. É o caso de preferirmos frutas, salada de frutas, cookies integrais e refeições equilibradas. Esses alimentos conferem boa quantidade de vitaminas, minerais e compostos bioativos que são essenciais à nossa saúde.


3. Outro ponto importante na alimentação diz respeito a oferta de fontes de alimentos proteicos magros. Temos cortes de carnes vermelha magras como patinho, coxão mole e lagarto, mas também opções de frango (sem pele), porco, peixe e ovos. Tirar a gordura aparente das carnes antes de cozinhá-las ou assá-las também é importante. Para diminuir o tempo na cozinha, prepare quantidades para congelar em pequenas porções. Opções vegetarianas proteicas interessantes são feijão, grão-de-bico, lentilhas, ervilhas e soja. As leguminosas conferem diversidade na alimentação e oportunidade de congelamento de preparações prontas como hambúrguer de lentilha, bolinho de soja, almôndegas de feijão, e podem enriquecer saladas e sopas. Proteínas devem compor todas as refeições principais.


4. Outra questão fundamental diz respeito ao consumo de verduras e legumes duas vezes ao dia. Estas conferem baixo teor calórico e são riquíssimas em vitaminas, minerais e fibras, conferindo grandes benefícios à saúde. Como sugestão, deixe as folhas lavadas e escorridas em um pote com tampa. Assim você terá salada limpa para várias refeições. Legumes cozidos (beterraba, chuchu, vagem, brócolis, couve-flor, etc) podem ser preparados em maior quantidade para o almoço e jantar. Aproveite para adicionar sementes ou frutas em suas saladas. Esta é uma forma de adicionar nutrientes às preparações.


5. Também precisamos falar sobre o método de preparo dos alimentos: as frituras, por serem mais práticas, rápidas e palatáveis, acabam se tornando hábito na cozinha. Por isso, o ideal é evitar, deixando para apenas alguns momentos do mês. Frituras podem ser substituídas por preparações assadas ou cozidas.

Pixabay

6. Outro ponto importante: evite o uso exagerado de manteiga, creme de leite, e outros molhos nos alimentos. Assim suas preparações ficam mais saudáveis e com menor teor calórico.


7. E por fim crie ou inove nas preparações. Converse com seus amigos, teste novas receitas com ingredientes saudáveis. Isso lhe ajudará a se alimentar melhor e manter a saúde em dia.

Fontes: Thais Mezzomo é coordenadora e Alisson David Silva é professor do curso de Nutrição do Centro Universitário Internacional Uninter

Mundo Verde ensina a preparar receitas sem glúten, açúcar e lactose

O Mundo Verde, rede de produtos naturais e orgânicos, tem três dicas de receitas para preparar no fim de semana.

Cookie de Limão com Chia – pela nutricionista Marcela Mendes

Ingredientes
• 1/3 Xícara de chá de Farelo de Aveia sem Glúten Mundo Verde Seleção
• 1/2 Colher de café de fermento em pó
• 1/2 Colher de café de sal
• 2 Colheres de sopa de adoçante eritritol
• 1 Colher de sopa de semente de chia
• Raspa de 1 limão
• Suco de 1 limão
• 2 Colheres de sopa de óleo de coco extra virgem orgânico
• 1 Colher de café de essência de baunilha (opcional)

Modo de preparo
Misture primeiro todos os secos. Em outra tigela misture todos os líquidos. Depois misture tudo, faça pequenas bolinhas e achate. Unte uma forma com óleo de coco, posicione os cookies e leve ao forno preaquecido a 180 graus por aproximadamente 20 minutos
ou até que estejam assados.

Rendimento: 8 Cookies
Receita: sem açúcar, sem lactose, sem glúten, vegana e rica em fibras

Muffin Salgado Low Carb – pel nutricionista Priscila Teles

Ingredientes
• 2 Colheres de sopa de farinha de amêndoas
• 2 Colheres de sopa de abobrinha ralada (fina)
• 1 Colher de sopa de Semente de Linhaça Dourada Mundo Verde Seleção
• 1 Ovo
• 1/2 Colher de café de sal rosa do Himalaia fino
• 1 Colher de chá de azeite de oliva extra virgem
• 1 Colher de café de fermento em pó
• Ervas a gosto

Modo de preparo
Em um liquidificador bata todos os ingredientes (menos o fermento e a abobrinha). Após formar uma mistura homogênea, desligue o liquidificador, leve a um recipiente e acrescente o fermento e a abobrinha e misture com auxílio de uma espátula. Distribua a massa em forminhas de silicone e leve ao forno médio preaquecido por cerca de 30 minutos.

Rendimento: 1 Unidade
Receita: sem lactose, sem glúten e low carb

Picolé de Coco Sem Açúcar – pela nutricionista Viviane Pereira

Ingredientes
• 300ml de Leite de coco em pó (conforme instruções da embalagem)
• 1/2 Xícara de coco ralado fresco
• 1 Colher de sopa de Eritritol Mundo Verde Seleção

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes em uma tigela, adicione nas formas de picolé e leve ao freezer por aproximadamente 6 horas, até congelar.

Rendimento: 5 Picolés de 60ml
Receita: low carb, vegana, sem açúcar, sem lactose e sem glúten

Fonte: Mundo Verde

 

Domingo é Dia do Amendoim, comemore com duas receitas

Não é atoa que o amendoim é uma das oleaginosas mais consumidas no Brasil, essa iguaria é muito versátil e pode ser consumida de diversas maneiras. Está presente em receitas doces e salgadas, que não podem faltar na mesa de quem gosta de um bom prato.

E o amendoim é tão importante que tem até uma data só para ele: 13 de setembro. A chef pâtissier e Cake Designer Andrea Follador separou duas receitas que fazem esta delícia brilhar, e nem precisa ser festa junina. Confira:

Pé de moleque – pela Chef Andrea Follador

Ingredientes
2 xícaras de amendoim torrado e moído
2 xícaras de amendoim torrado em grãos
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá ) de leite

Modo de preparo
Em uma panela adicione todos os ingredientes e leve tudo ao fogo, mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela. Despeje em assadeira untada e espere esfriar e endurecer. Quando estiver completamente frio corte pedacinhos.

Rendimento: 30 porções
Tempo de preparo: 40 minutos

Amendoim doce –  pela Chef Andrea Follador

Ingredientes
1 xícara (chá) de amendoim cru com pele
1 xícara (chá) de açúcar refinado
½ xícara (chá) de água
1 pitada de fermento em pó

Modo de Preparo
Em uma panela misture todos os ingredientes e leve ao fogo baixo. Deixe engrossar a calda até açucarar. Mantenha no fogo e mexendo sempre até que o amendoim seque por completo. Despeje sobre uma assadeira e deixe esfriar totalmente. Depois guarde fechado para mantê-lo sequinho.

Tempo de preparo: 30 minutos
Rendimento: 15 porções