Arquivo da tag: Curitiba

Maior rede de café “to go” do Brasil prepara chegada à cidade de São Paulo

Considerado o maior produtor e exportador de café do globo, o Brasil é o segundo país do mundo no consumo da bebida, atrás apenas dos Estados Unidos. Com a alta demanda, um novo modelo de cafeteria, o de café “to go”, ganhou força na cidade de Curitiba e está se espalhando por todo o país.

A rede Mais1 – Café, grande fenômeno e referência do segmento, nasceu na capital paranaense, em dezembro de 2019, e acaba de atingir a marca de 100 franquias comercializadas nas cinco regiões do país. Desde o início do mês de julho, foram negociadas 60 novas unidades. A marca iniciou, também, sua entrada no mercado de São Paulo, com 11 unidades na capital paulista e mais 8 espalhadas pelo interior.

A primeira unidade da Mais1 na cidade de São Paulo será inaugurada no dia 4 de setembro, no Jardim Paulista. De acordo com o sócio fundador e diretor de marketing da Mais1 – Café, Gare Marques, ao contrário de outras companhias, o modelo de negócio da empresa surgiu para ser franqueado e não conta com lojas próprias. “É bem diferente de quem fez um estabelecimento funcionar e gostaria de replicar. Às vezes, funciona para ele, mas não para os demais”, destaca.

Essa expansão audaciosa planejada e colocada em prática neste ano de 2020, mesmo durante a pandemia, se baseia em quatro aspectos: a praticidade do formato, com lojas entre 12 e 20 m2; um plano de negócio voltado para o franqueado; a possibilidade de administrar o negócio de forma simples, mesclando com um outro emprego ou empreendimento; e a queda da taxa básica de juros, que fez com que muitos brasileiros buscassem investimentos fora do mercado financeiro.

“Nosso projeto encanta pela tendência de praticidade. Além disso, foi desenhado para o franqueado, de modo a simplificar a forma de operar, retirando o pagamento em dinheiro, automatizando tudo e limitando o número de funcionários em um espaço enxuto. Dessa forma, o franqueado não precisa sair da sua profissão, tendo um segundo negócio”, explica Marques, também sócio da PDMG, empresa que administra as franquias Sniper Airsoft, The Door Burguer e Novo de novo, ao lado de Alan Parise, Hilston Guerin e Vinicius Delatorre.

Conforme Marques, a pandemia não afeta as estratégias da empresa no longo prazo e ajudou formatar um novo perfil consumidor. “Logico que a pandemia nos assustou bastante no início, mas hoje vemos que acabou conscientizando as pessoas a consumir no formato ‘to go’, sem a necessidade de se aglomerar”, ressalta Alan Parise. Além da cidade de São Paulo, a Mais1 abrirá as portas de uma ou mais unidades em cidades como Belo Horizonto (MG), Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE), Teresina (PI), Porto Alegre (RS) e Florianópolis (SC).

Formato do negócio

Com investimento inferior a R$ 110 mil e um mês para implantação, o franqueado recebe o suporte na área comercial, nos treinamentos, no controle, na engenharia e arquitetura do ponto comercial, no marketing. “Nossa estimativa é que o payback esteja em torno de 15 meses. A expectativa é de que cada unidade fature em torno de R$ 30 mil ao mês, com margem de lucro que varia de 15% a 20% para o franqueado”, ressalta Vinicius Delatorre.

Com cardápio enxuto – cinco opções de drinques frios com café, três de drinques quentes, duas bebidas quentes sem café e três cafés quentes, além de uma pequena variedade de salgados, doces e cafés moídos –, a empresa selecionou um café produzido na região da Alta Mogiana, em Minas Gerais, com processo de secagem natural, notas de chocolate, encorpado e levemente cítrico. O café utilizado pela rede é produzido pela fazenda ganhadora do prêmio de melhor café do Brasil em 2019.

Informações: Mais1 – Café

Rede de fish & chips brasileira é primeira a vender “peixe” vegano no Brasil

O “Fakie Fish”, do Sirène Fish & Chips, é feito a partir da proteína texturizada de soja e está disponível nas lojas da rede nas cidades de Balneário Camboriú, Curitiba e São Paulo

Receita típica da Inglaterra, o fish n’ chips está conquistado o paladar dos brasileiros e, agora, ganha uma versão vegana na descolada rede Sirène Fish & Chips. O “Fakie Fish” é a incomparável e surpreendente aposta da rede para os clientes que reduziram ou não consomem proteína animal. Feito à base de soja não transgênica, o preparo utiliza técnicas chinesas aprimoradas pelos séculos.

Fakie and Chips (2) (002)

Dados da última pesquisa Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística), divulgada em 2018, apontam que cerca de 30 milhões de brasileiros já se declaram vegetarianos, cerca de 14% da população. Segundo a mesma pesquisa, nas regiões metropolitanas de São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro, esse valor sobe ainda mais, chegando a 16%.

A releitura do fish n’ chips, intitulada “Fakie n’ Chips”, leva o “Fakie Fish” acompanhado pelas deliciosas batatas do Sirène. O preparo exclusivo será comercializado nas unidades da rede espalhadas pelo Brasil com preços a partir de R$ 33,00. “É a nossa manobra para a galera que não curte muito carne voltar a se sentir em casa no Sirène”, comenta o sócio fundador da rede Sirène, Alexandre Lopes. Além do “Fakie n’ Chips”, entram no cardápio molhos, também veganos, e o Sandufish, tradicional sanduíche do empreendimento que ganha uma versão vegetariana.

“Estamos confiantes, pois além de resgatar clientes antigos que deixaram de frequentar o Sirène por falta de opção vegana/vegetariana (mas que ainda gostam da nossa atmosfera), também poderemos atender outros tipos de público que talvez nunca chegassem a conhecer nosso empreendimento. Nos tornaremos, assim, um lugar ainda mais democrático e aumentaremos a diversidade”, complementa Lopes.

Fakie and Chips (4) (002)

A origem do “Fakie”

Nos esportes de prancha, a palavra “fakie” significa andar para trás com a cauda ou “rabeta” voltada à direção da viagem. Comumente usada em conjunto com o nome de uma manobra, como “fakie ollie” ou “fakie to fakie 900”, o termo dá a entender que a manobra foi realizada de forma correta, porém com sentido contrário. As manobras realizadas de fakie geralmente recebem uma maior pontuação nos campeonatos por conta do grau de dificuldade elevado.

No universo do skate, a palavra dá sentido ao que não é normal, que não é usual ou que é incomum, ou seja, algo autêntico. Além disso, a palavra “fake”, de grafia similar, significa “falso” em inglês e, atualmente, é usada para denominar contas ou perfis usados na internet para ocultar a identidade real de um usuário.

Fakie and Chips (3) (002)

Dessa forma, o peixe vegano do Sirène foi batizado de “fakie” para fazer essa conexão com o universo do skate que a marca já está inserida e, também, dar sentido ao peixe que não é proveniente do animal, podendo ser entendido como um “peixe falso”.

“Identificamos a necessidade de oferecer ao nosso público alguma outra opção vegana além de apenas batatas fritas. Percebemos que, a cada dia que passa, temos mais pessoas adeptas ao vegetarianismo e veganismo que deixam de frequentar o Sirène por um tempo, por falta de opções. Nós já tínhamos essa vontade, mas levamos cerca de dois anos para encontrar substitutos ideais de proteína não animal, que atendessem as nossas exigências de qualidade. Agora, em parceria com a Germinou, incluímos esse surpreendente alimento feito de à base de soja não transgênica ao nosso cardápio”, finaliza Lopes.

Fakie and Chips (1) (002)

O “Fakie n’ Fish” está disponível nas unidades de Balneário Camboriú (SC), Curitiba (PR) e São Paulo (SP).

Informações: Sirène

Aprenda a fazer cookie vegano

Procurando uma receita especial, saborosa e saudável para os dias de quarentena? A chef Camila Camargo, da Cookie Stories, de Curitiba (PR), ensina a preparar um incrível doce vegano: o Cookie Dark Vegan. Abaixo o passo a passo da receita:

Cookie Dark Vegan

Ingredientes
500g farinha de trigo
190g açúcar refinado
220g açúcar mascavo
120ml óleo de coco
120ml leite de soja
20ml essência de baunilha
12g bicarbonato de sódio
100g cacau 100%
300g chocolate meio amargo (vegano)
150g castanha-de-caju

Modo de preparo
Preaqueça o forno a 180°c. Em uma tigela grande, misture os açúcares, o sal e o óleo de coco até ficar bem incorporado. Adicione à mistura o leite de soja e a baunilha e misture até o açúcar dissolver e formar um creme liso. Adicione a farinha, o bicarbonato de sódio e o cacau mexendo delicadamente com uma espátula. Em seguida, acrescente o chocolate e as castanhas-de-caju. Leve para geladeira por 30 minutos coberto com um filme plástico. Depois, forme bolinhas iguais com a ajuda de duas colheres de sopa e disponha em uma assadeira com papel manteiga deixando uma distância de 10cm entre elas. Asse por, aproximadamente, 12 minutos. Quando sair do forno, deixe esfriar em uma grade e sirva.

cookie vegan

Que tal preparar um drinque que é a cara do verão?

O bartender da Garden HamBargueria, em Curitiba, Hallac Silva, preparou uma receita especial: Lemon Weed. Drinque que combina muito com estes dias de muito calor. Confira:

Lemon Weed

Ingredientes:

1 e ½ de Jagamaister
1 e ½ de Martine Rosso
40ml de limão siciliano espremido
Gelo

Modo de preparo:

Coloque o gelo, os destilados e o limão siciliano. Bata tudo. Está pronto. É só servir em um copo baixo. Se quiser, use uma rodela de limão para decorar.

Lemon Weed (1)

Garden HamBargueria: Avenida Jaime Reis, 22 – Largo da Ordem – Curitiba (PR). Horário de funcionamento: de segunda a quinta, das 17h às 24h; sextas, das 17h às 2h, sábados, das 11h às 2h e aos domingos das 11h à 24h

Porks também tem hambúrgueres vegetarianos

O burguer, que pode ser adicionado em três preparos, é desenvolvido com nove ingredientes e está disponível em todas as unidades da rede

Tem novidade na rede Porks: um dos principais fenômenos da gastronomia curitibana, que nos últimos meses começou a se espalhar pelo Brasil, ganhou opções vegetarianas. O burguer vegetariano do empreendimento, que poderá ser adicionado em três preparos, conta com uma receita especial, desenvolvida com nove ingredientes: feijão fradinho, grão de bico, cenoura, abobrinha, berinjela, pimenta dedo de moça, curry, louro, tomilho e páprica defumada.

Para saborear o novo preparo do Porks, basta solicitar a versão vegetariana no momento da compra de três hambúrgueres tradicionais da casa: o Porks Bacon Burger (R$ 10), que acompanha creme de cheddar; o Oldwest Burger (R$ 12), que leva queijo canastra, geleia de pimenta e rúcula; e o Pururuca Burger (R$ 12), feito com molho BBQ e queijo mozzarella. Propondo uma harmonização completa, a rede também oferece diversas opções de chopes artesanais com preços a partir de R$ 8.

“O número de pessoas que não consomem carne cresce consideravelmente em todo o planeta, e nós precisamos atender este público. Pensando nisso, desenvolvemos vários testes até chegar em uma receita exclusiva e mega saborosa, que vai surpreender quem ama hambúrguer. Unimos ingredientes de qualidade com o nosso histórico de excelência. O resultado foi extremamente satisfatório e agora poderá ser saboreado em todas nossas unidades no país”, conta José Araújo Netto, fundador da rede Porks – Porco & Chope.

PORKS_VEG_BURGER.png

As opções vegetarianas da rede Porks estão disponíveis em todas as unidades nas cidades de Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Piracicaba (SP) e Brasília (DF). Mais informações nas redes sociais do empreendimento.

Receita diferente de peru para o Natal

O chef e sommelier de cervejas Guilherme De Rosso, proprietário do Boteco Simples Assim, e supervisor do curso de Beer Sommelier do Centro Europeu, ambos de Curitiba (PR), preparou uma receita especial para o Natal: Peru Beer de Natal, que leva cerveja e dá um gostinho ainda mais especial ao prato.

Peru Beer de Natal

Ingredientes marinada peru:
· 1 L de cerveja do estilo “Christmas Ale” ou Dubbel
· 1/4 de xícara de Sal Kosher ou do Himalaia
· 1/4 de xícara de açúcar mascavo
· 2 machos de tomilho
· 2 cabeças de alho esmagado
· 1 colher de sopa de pimenta do reino preta
· 1 colher de chá de pimenta chilli
· 4 cebolas médias em cubos
· 2 cenouras médias em rodelas
· 3 folhas de louro
· 1 laranja em rodelas
· 1 xícara de gelo

Modo de preparo:
Em uma panela coloque todos os ingredientes menos o gelo e a cerveja. Leve a fogo médio por aproximadamente 10 minutos ou até o sal e o açúcar dissolverem e os aromas se fundirem com mais facilidade. Separe e deixe esfriar. Após isso adicione p gelo e a cerveja.
Em um Ziploc grande ou num balde coloque o peru, já previamente limpo e a marinada. Deixe-o marinando por aproximadamente 24 horas. Virando a cada 3 horas, para que a marinada atue igualmente em todas as partes do peru. Após isso, tire o peru da marinada e seque a pele com pano ou papel toalha para que, no forno, forme aquela casquinha. Caso queira, abra pequenos cortes começando perto do pescoço, na pele e coloque entre a carne e a pele, fatias de bacon, para que a carne fique macia e a pele ainda mais crocante.
Amarre o peru com barbante para manter sua forma. Antes de colocá-lo no forno, deixe ele descansar em temperatura ambiente por 1 hora, para que asse de forma igual. Pré-aqueça o forno a 180C e coloque o peru. Caso tenha um termostato que vá no forno, espete-o na parte maior do peito, para que a carne chegue a aproximadamente 71C. Quando atingir essa temperatura tire do forno e deixe finalizar fora do forno para chegar a uma temperatura aproximada de 75C e deixar a carne macia, além de não perder seu suco interno, antes de servir. Caso não tenha o termômetro espeto, para um peru de 7 – 9 kgs, 3 a 3 1/2 horas, num forno a 180C, devem ser suficientes para atingir a temperatura interna desejada.

Ingredientes Recheio de Farofa:
· 250 g de farinha de mandioca ou de milho
· 200g de bacon
· 300g de miúdos de frango da sua preferência
· 1 xícara de marinada do peru
· 1 cenoura picada
· 1 cenoura em cubos
· Cebolinha
· Sal e pimenta do reino
· 200g de milho cozido

Modo de preparo:
Frite o bacon e acrescente os miúdos. Acrescente a cebola, a cenoura e o milho. Deixe dourar um pouco e acrescente a farinha. Aos poucos coloque a marinada do peru até deixar a farofa úmida. É importante deixar a farofa bastante úmida para que não roube suco ou umidade da carne, deixando-a seca. Por último acrescente a cebolinha e é só rechear o peru.

Peru Beer Natal (2)

Fonte: Centro Europeu

 

Ceia com sabores e comodidade: Empório Rosmarino oferece menu para Natal 2019

As opções exclusivas da boutique gastronômica curitibana prometem dar um toque especial e de excelência para a noite mais especial do ano

Uma ceia completa, da entrada até sobremesa, com pratos preparados por uma chef conceituada, servido no conforto de casa, com muita praticidade e sem preocupações. Com esses diferenciais, o Empório Rosmarino, boutique gastronômica comandado pela chef Solange Schneider, acaba de lançar seu cardápio para o Natal 2019.

Para começar, o empreendimento oferece duas opções de finger foods: Kit miniverrines, com 16 unidades de tacinhas gourmets (lentilhas com legumes e bacalhau, melão Orange e maçã verde ao gengibre com siri ao leite de coco, mousse de salmão ao dill, tartare de pepino e salmão defumado, camarão e abacate com maionese de curry); e 24 unidades de Mini vol-au-vents, folhados recheados com cogumelos cremosos, camarão e palmito pupunha, gorgonzola e damascos, fricassé de frango e aspargos.

canapes.jpg

Chegando nas entradas, destaque para o Folhado de Queijo Brie com damascos caramelizados; e para o Terrine de iogurte e ervas com endívias e gravlax de salmão. As opções de salada, oferecidas por quilo, são o “Salpicão Rosmarino”, preparado com Frango levemente defumado, maçã, abacaxi, uva passa branca, salsão e suave molho de maionese ao perfume de limão siciliano; e a Salada de quinoa com manga, cogumelos paris, alho poró e avelãs.

Peru_Natal.jpg

Como estrelas da noite, o Empório Rosmarino preparou versões deliciosas dos principais pratos natalinos: o clássico Peru Natalino, delicioso e suculento peru recheado com miúdos e maçãs marinadas ao vinho do Porto acompanhado por farofa de castanhas e pistaches/ frutas frescas, como uva Thompson, româ, cerejas, pêssegos, lichia e phisalis.

Pernil de porco com escamas de damascos caramelizados

O Pernil suíno com escamas de damascos caramelizados, guarnecido com couscous de legumes; os Escalopes de mignon ao molho de cogumelos ao vinho tinto ou mostarda dijon; o Bacalhau ao molho com natas e espinafre; e os Camarões grelhados com banana e gorgonzola ao molho cremoso de natas, servidas com pétalas de cebolinhas confit.

Para quem não abre mão de uma deliciosa massa ou de preparos especiais, o empreendimento trabalha com algumas opções imperdíveis: Mini-rondelle margherita; Mini-rondelle de strudel de maçã e passas com ricota cremosa ao molho Alfredo; Tortelloni de queijo camembert com confit de cebolas ao molho de natas; Tortelloni de queijo raclete com pistaches e cranberries ao molho de moscatel; Tortelloni de siri com queijo mascarpone e perfume de limão ao molho rústico de tomates; Fagottini de queijo canastra com banana da terra e castanha do Pará ao molho de açafrão; Fagottini de queijo reblochon com cogumelo portobelo trufado ao creme delicado de ervas; Arroz Natalino com açafrão, cranberries, pistache e amêndoas; Couscous de legumes; e Farofa rica de castanhas.

Para finalizar um jantar perfeito, não poderiam faltar opções de deliciosas sobremesas, desde as mais tradicionais a criações requintas, como: Tiramisú tradicional com calda de chocolate; Bolo trufado de gianduia; Bolo trufado de bicolor de chocolate amargo com tangerina e chocolate branco; Dôme trufada de chocolate 70% cacau e caramelo com flor de sal; e Semifreddo de especiarias com avelãs e uva passa e calda de frutas vermelhas.

As encomendas podem ser feitas até o dia 21 de dezembro, e estão sujeitas a disponibilidade de estoque. No momento da reserva deve ser feito pagamento de 30% do valor do pedido. As retiradas dos pratos devem ser realizadas no dia 24 de dezembro, em horários previamente agendados. Existem também a opção de entrega agendada, que custa R$ 70.

Informações: Telefone (41) 3324-3010 ou e-mail rosmarino@emporiorosmarino.com.br

Receita de sopa de batata baroa com carne de sol e queijo coalho

Um dos chefs da chácara Encanto das Areias, de Curitiba, Eudemar Cavalcanti, preparou uma receita especial: “Sopa de batata baroa com carne de sol e queijo coalho”, perfeita para os dias frios, como o de hoje em São Paulo, e fácil de preparar.

sopa 22

Sopa de batata baroa com carne de sol e queijo coalho

Ingredientes:

500g de batata baroa descascada
200g de carde sol desfiada
100g de cebola picada
80g manteiga
2 colheres de sopa de cebolinha picada
80g queijo coalho ralado
Sal e pimenta preta moída a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela colocar a batata baroa, cobrir com água fria e levar ao fogo alto, deixar cozinhar até estar bem macia. Em uma frigideira aquecida, colocar a metade da manteiga e cebola, deixar refogar até dourar, juntar com a batata baroa e processar com um mixer ou liquidificador junto com água do próprio cozimento, até obter um creme liso, devolver na mesma panela e reservar. Na mesma frigideira, colocar o restante da manteiga e refogar a carne de sol até que fique crocante. Voltar o creme ao fogo e misturar a metade da carne de sol no creme da batata baroa, acrescentar a cebolinha verde, mexer e colocar o restante da carne de sol sobre o creme, salpicar o queijo de coalho ralado e servir.

sopa

Tempo de preparo: 40 minutos

Rende: 5 porções

Chácara Encanto das Areias: Rua José Júlio Tortato, 20 – Campo do Santana, Curitiba/PR. 

Restaurante oferece café com aroma exclusivo por torra e moagem próprias

La Cecília Cantina & Café propõe experiência gastronômica completa e oferece opções diferenciadas de doces e cafés

Quem chega ao La Cecília Cantina & Café, espaço gastronômico localizado em um dos pontos mais charmosos do Alto da XV, em Curitiba, se apaixona pela vitrine de doces, repleta de delícias.

O restaurante, que foi aberto em março de 2019, funciona também como cafeteria e serve cafés variados e especiais de terça a sexta-feira, das 9 às 18 horas.

“Nós selecionamos grãos especiais, tipo exportação e acompanhamos de perto o processo de seleção dos cafés do nosso cardápio, além de fazermos nossa própria torra e moagem, deixando nosso café com um aroma sem igual. Além disso, servimos lanches saborosos”, conta um dos sócios da casa, Fernando Ilheo, que destaca o sanduíche de croissant – croissant, presunto royale, queijo mozzarella e tomate assado e, para acompanhar, um dos melhores cafés da casa, o Afogatto, expresso curto acompanhado por sorvete de creme.

Ilheo ressalta que a moagem do café é feita pelo próprio restaurante, o que torna a bebida mais saborosa e especial.

café mesa

São oito tipos de cafés, além de chás, smoothies e milk-shakes.

La Cecília Cantina & Café: Avenida Senador Souza Naves, 61 – Alto da XV – Curitiba-PR. Horário de funcionamento: de terça a sexta-feira, das 9h às 23h – almoço de terça a domingo, das 11h30 às 14h30, jantar, de terça a sábado, 19h às 23h; café, de terça a sábado, das 9h às 18h.

A hora do rum

A “bebida dos piratas” ganhou destaque na coquetelaria internacional e passou a figurar nas cartas de drinks de bares de todo Brasil

É impossível assistir um filme ou ler um livro que retrate o universo dos piratas sem se deparar com a bebida favorita dos aventureiros dos mares: o rum. Seca e com gosto que lembra uma cachaça mais rústica, a bebida, com origem na cana-de-açúcar, virou a “queridinha” de mixologistas de todo o planeta nos últimos anos, sendo utilizada nos mais variados coquetéis. Agora, o Rum é a aposta de especialistas brasileiros para assumir o posto de produto-tendência na coquetelaria nacional, sendo o “destilado da vez” no país.

Para o premiado mixologista Igor Bispo, um dos grandes destaques da coquetelaria brasileira, responsável por cartaz de bares e restaurantes como King Temaki e Sirène, o grande destaque do Rum é sua versatilidade. “O Rum é uma bebida de muita personalidade. Hoje, ele tem várias vertentes e diversos fabricantes em todo Planeta. Tanto o branco quanto o envelhecido, trazem notas muito peculiares, que combinam muito bem com coquetéis tropicais, muito comuns no Brasil. Além disso, é uma bebida que tem um preço interessante, que possibilita que empreendimentos de todos os portes apostem em suas características”, comenta o especialista.

Produzido a partir do melaço, diferente da pinga que é feita do suco da cana, o Rum passa por processos de fermentação e destilação, podendo ser amadurecido por anos em barris de carvalho e até receber especiarias. “Esse envelhecimento torna o rum ainda mais peculiar, adquirindo notas muito interessantes e marcantes, trazendo ainda mais potência para os coquetéis”, detalha Bispo.

rum 2.jpg

No Clube Inbox, casa de música eletrônica que abriu recentemente as portas na cidade de Curitiba, traz ótimas opções desenvolvidas com rum, entre elas o coquetel Synth, preparado com rum, suco de limão, xarope francês de frutas vermelhas e schweppes citrus, finalizado com hortelã e limão desidratado. O drinque, assim como toda carta do empreendimento, foi desenvolvido pelo mixologista Romero Brito, premiado como Melhor Bartender do Sul do Brasil no Concurso Diageo World Class, maior competição de bartenders do planeta.

rum'.jpg

Outro empreendimento que dedicou parte de sua carta de drinques ao rum é o bar O Barba, que atua há 10 anos no mercado com a temática pirata. Entre os destaques da casa estão o clássico Mojito, que leva rum, hortelã, limão, água com gás e xarope de açúcar; o Daquiri de Morango, desenvolvido com rum, limão, morango e xarope de açúcar com infusão de canela; o Dark’n’Storm, com rum, limão, gengibre e água com gás; o Mata’n’Rum, preparado com chá mate natural e rum; e o Caribean Martini-Rum, com rum, purê de abacaxi, limão, hortelã e xarope de açúcar.

Drinks - King Temaki-3 (002)

“O Barba sempre foi conhecido por sua temática pirata, e quando resolvemos reformular nossa carta de drinques, lançada no primeiro semestre de 2019, percebemos que era a hora certa de apostar em drinques com rum. Notamos que o público consumidor, após a consolidação da coquetelaria no Brasil, estava preparado para novas experiências, que com o rum vão dos coquetéis clássicos aos complexos com muita versatilidade”, completa Rafael Vetter, administrador do empreendimento.