Arquivo da tag: doghero

Conheça 6 plataformas digitais para resolver problemas do dia a dia

Conheça os apps que solucionam imprevistos de forma rápida e eficaz

É quase impossível que alguém não tenha passado algum momento de apuros na vida. Falta de dinheiro, viagem às pressas, precisar deixar o cachorro com alguém, não se sentir bem e precisar de remédios, ter o carro ou itens domésticos quebrados, perceber que esqueceu coisas quando já estava na rua ou até mesmo precisar de advogados ou despachantes para resolver problemas rapidamente são imprevistos comuns.

“É ainda mais importante considerarmos o momento que estamos vivendo, pois muitas pessoas ainda estão em casa de quarentena, trabalhando em home office, evitando ao máximo sair, e, com isso, buscam cada vez mais facilidades em plataformas digitais que possam suprir suas necessidades diárias”, diz Thaíne Clemente, Executiva de Estratégias e Operações da Simplic, fintech de crédito pessoal.

Aplicativos inovadores literalmente resolvem esses “pepinos” do dia a dia. Confira
6 soluções disponíveis no mercado:

Simplic
A primeira plataforma de crédito pessoal 100% online do Brasil disponibiliza crédito para negativados – que também estão sujeitos a análise de crédito – e para quem está precisando pagar uma conta com urgência. O processo é bem simples: o cliente faz a simulação de crédito no site pelo computador ou celular. O cadastro não leva nem cinco minutos. Ele fica sabendo na mesma hora se está pré-aprovado e pode receber o dinheiro na conta em menos de 24 horas.

Loggi
Para quem saiu de casa correndo e acabou esquecendo algo importante, pode contar com a Loggi, plataforma digital de entregas expressas que atua com motoboys cadastrados nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre. Com o aplicativo, é possível solicitar um mensageiro para entregar um pacote ou buscar um documento importante que você precisa naquele momento. Em parceria com restaurantes, a Loggi também faz delivery de alimentos com um sistema que avisa por SMS quando o pedido está chegando.

Dubbio
Plataforma para esclarecer dúvidas jurídicas diretamente com advogados. O site disponibiliza artigos escritos por profissionais cadastrados, de forma gratuita, para consulta dos usuários.

GetNinjas
Conecta clientes a prestadores de serviços. Conta com mais de 200 tipos de serviços organizados em categorias como Assistência Técnica, Reformas, Beleza, Saúde, Serviços Domésticos, entre outros. A plataforma ainda permite receber até 3 orçamentos gratuitamente antes da contratação.

GoPharma
App disponível para Android e iOS, que permite que o usuário consiga localizar a farmácia mais próxima e verificar se o medicamento ou produto que ele precisa está disponível naquele estabelecimento.

DogHero
A plataforma digital funciona como uma hospedagem domiciliar para cães, indicando anfitriões que recebem os animais para cuidar deles como se fossem hóspedes temporários. Esse tipo de hospedagem é em média 60% mais barata do que hotéis para pets, além de ser um serviço confiável onde o tutor recebe diariamente fotos da estadia do seu animal.

Pets x fogos de artifício: confira dicas para amenizar o medo dos animais

A passagem do ano é marcada por confraternizações com som alto e fogos de artifício. Para alguns, uma forma de celebrar o início de um novo período. Para muitos, um momento de preocupação com seus animais de estimação. A audição dos cães e gatos faz com que eles escutem quatro vezes mais que o homem. Esse fator, associado à não compreensão dos motivos dos fogos, gera medo nos animais e pode trazer consequências graves.

Estresse, traumas emocionais, quedas, fugas e, até mesmo, paradas cardiorrespiratórias são algumas consequências que podem afetar os pets durante a queima de fogos. “O tutor deve observar com antecedência a intensidade do medo do seu pet com sons altos e fogos de artifício e procurar auxílio profissional. O cuidado deve ser ainda maior com animais idosos ou cardiopatas”, aconselha o médico veterinário e responsável técnico do HiperZoo, Adolfo Yoshiaki Sasaki.

Um especialista em comportamento canino pode auxiliar os tutores com técnicas de dessensibilização. “O trabalho consiste em recriar os estímulos que deflagram o comportamento medroso, porém com baixa intensidade, evitando o aparecimento de estresse e medo. Gradativamente o estímulo é aumentado, buscando a não resposta do animal”, explica o comportamentalista canino do Meu Cão Companheiro, Rafael Wisneski. No entanto, essa técnica exige alguns meses de trabalho conjunto entre o profissional e o tutor.

cachorro natal fim de ano

Para o ajudar a amenizar o estresse e ansiedade dos animais no momento dos fogos, o veterinário sugere recursos como manter o animal em local onde se sinta em segurança, preferencialmente dentro de casa com janelas e portas fechadas. Também deve-se evitar deixar o animal acorrentado, já que ele pode se machucar ao tentar fugir ou se esconder com o barulho dos fogos.

“O ambiente fechado ajuda a reduzir o ruído dos fogos e também protege contra eventuais tentativas de fuga. Além disso, nunca devemos esquecer de manter os animais com coleira, placa de identificação e microchip, para que sejam facilmente identificados caso consigam fugir”, alerta Sasaki. Música suave também ajuda a acalmar e disfarçar os ruídos, assim como a utilização de pequenas bolas de algodão nos ouvidos.

No pet center também é possível encontrar diversas opções de produtos como florais, homeopáticos e calmantes naturais, palitos com ingredientes calmantes e feromônios sintetizados que promovem o bem-estar e induzem o animal a relacionar o ambiente a uma área de proteção e conforto. Outra dica é manter o pet distraído com brinquedos que podem ser recheados com petiscos e alimentos úmidos, mantendo a atenção do animal no objetivo de retirar o alimento. Quanto antes esses recursos forem inseridos na rotina dos pets, melhores serão os resultados.

“O ideal é buscar orientação do médico veterinário, que conhece o perfil e saúde do animal, para indicar as melhores alternativas e doses adequadas. E não fazer uso de dicas e medicamentos sugeridos por conhecidos ou na internet sem antes consultar seu veterinário”, alerta Sasaki.

Final do ano: como proteger o cachorro dos fogos de artifício?

Para ajudar pais e mães de cachorro a deixarem os pets mais confortáveis durante as festas, Amanda Peres, veterinária da DogHero, aplicativo de hospedagem e passeios para cães, levantou algumas dicas. Confira:

Como identificar o medo?

A man snuggling and hugging his dog, close friendship loving in studio background

A reação do cãozinho aos sons permite identificar se ele se incomoda ou lida bem com o barulho. Veja como:

=O primeiro sintoma entre os cachorros que têm medo é adotar uma postura mais alerta. Eles evitam fazer coisas que o deixem “vulnerável”, como comer, beber água, dormir, ou mesmo fazer suas necessidades com tanta frequência quanto costuma;

=Cães mais ansiosos podem se esconder ou ficar pedindo colo, pulando e chorando;

=Posturas curvadas, com as orelhas abaixadas, pupilas dilatadas, rabo abaixado ou entre as patas traseiras são sinais de que o cãozinho está assustado, com medo ou estressado;

=Ficar “lambendo o focinho” e mostrando os dentes também representam desconforto;

=Os sintomas mais extremos são salivação excessiva, batimento cardíaco acelerado, respiração ofegante e tentar fugir. Alguns cães podem também ficar agressivos.

Como ajudar o pet?

Algumas atitudes podem ajudar a deixar o cãozinho mais confortável durante a virada do ano. Conheça algumas delas:

=Feche portas e janelas, principalmente de vidro, para evitar fugas e acidentes perto da hora da virada. Muitos cães, quando estão assustados ou se sentem ameaçados, reagem tentando fugir do ambiente.

Dog watching TV
Foto: K9 of Mine

=Coloque algum som no ambiente que consiga ser mais alto ou que seja o suficiente para distrair o cãozinho dos fogos. Pode ser o barulho da TV, de alguma música ou até o barulho do ventilador ligado. O importante é que o volume seja confortável e não cause mais medo a ele;

=Enquanto isso, ofereça petiscos ou brinquedos que ele adora, com animação e sorrindo. É um ótimo jeito de fazê-lo perceber que está seguro, já que cães entendem muito bem nossas expressões faciais;

=Muitos cães em situações de medo procuram esconderijos para se protegerem. Por isso, é válido o preparo de um local seguro e silencioso da casa para eles. Muitas vezes, a própria caixa de transporte, uma caixa de papelão ou até mesmo o espaço debaixo da cama, já basta para ele se sentir protegido. Ofereça comida e água para ele e deixe-o ficar ali até o momento que ele se sinta confortável e seguro para sair.

cao-medo-estrondos

=Não pegue o cãozinho no colo, mesmo que ele peça. Isso é entendido por ele como sinal de insegurança e o nervosismo dele vai continuar ou até piorar;

=Evite posições curvadas. Esse também é visto pelo pet como um sinal de insegurança;

=Lembre-se de mostrar a ele que você está no controle da situação e assegurar que está protegido.

Cuidado: medo e estresse podem gerar trauma

O trauma pode fazer mal para o cãozinho, porque a situação tende a se agravar com o tempo. Se for esse o caso do seu pet, procure um profissional para dar início ao tratamento. A superação de um trauma é quase sempre demorada e envolve recaídas, tentativas, erros e acertos. Por vezes, é necessário o acompanhamento de um adestrador, que pode identificar métodos mais eficientes para cada cãozinho a lidar da melhor forma com esse medo. Enquanto o cãozinho não estiver livre desse medo, é importante evitar que ele passe por uma situação crítica como durante os fogos de final de ano.

Mais dicas para proteger os animais de estimação dos fogos de artifício

Os cães têm uma audição aguçada, por isso detectam sons a longa distância. Durante a queima de fogos os animais ouvem o barulho alto e estridente dos fogos em uma frequência diferente e não conseguem identificar a origem do ruído, por isso, o interpretam como uma ameaça, isso causa pânico e medo. É comum que os cães se escondam, e em casos graves a fobia pode até mesmo provocar a fuga ou acidentes.

Por isso, é necessário investir em medidas que auxiliem os pets a lidarem com o problema. Pensando nisso, a médica-veterinária e Gerente de Produtos da Unidade de Pets da Ceva Saúde Animal, Priscila Brabec, preparou dicas que ajudam a melhorar o bem-estar dos cães durante a queima de fogos.

Não deixe o animal sozinho: é comum que o cão fique agitado. Alguns podem correr pela casa, outros podem tentar se esconder em locais perigosos. O ideal é que o animal não fique sozinho, pois ele pode se machucar ou até mesmo tentar fugir por conta do pânico. É indicado que o tutor deixe o cão em quarto preparado e aconchegante (veja dica 3) fique junto ao pet. Isso evita acidentes e muitas vezes serve como ferramenta para minimizar o medo do animal.

Algodão no ouvido: abafar o som é uma estratégia que pode auxiliar a diminuir o estresse do animal. A medida é simples, basta enrolar um chumaço de algodão e colocar no ouvido do pet. O item deve ficar firme para não cair da orelha durante o momento de agitação, porém é preciso tomar cuidado ao introduzir o algodão para não machucar o animal.

cachorro medo fogos lifewith dogs

Prepare o ambiente: para segurança do pet, prepare um quarto com os acessórios, brinquedos preferidos e comidas/petiscos que ele goste. Mantenha as janelas e portas fechadas (para abafar o barulho) e torne o momento agradável, oferendo o petisco preferido e brincando com ele. Como muitos animais se escondem por conta do barulho e podem acabar buscando abrigo em locais perigosos, a melhor saída é criar um refúgio em um ambiente seguro.

adaptil_difusor_48_ml_410_1_20170224144927

Adaptil difusor é uma opção: trata-se de uma ótima ferramenta para auxiliar os cães a lidarem com o desafio dos artefatos. O produto, um análogo sintético do odor materno canino, auxilia na adaptação dos cães em situações adversas do dia a dia, trazendo a sensação de segurança, conforto e bem-estar. O tutor deve plugar o Adaptil Difusor na tomada no ambiente onde o cão ficará durante a queima de fogos com pelo menos 3 dias de antecedência. O produto é espécie-específico, ou seja, só os cães conseguem identificar o odor no ambiente e tem a duração de 30 dias.

Nota da redação: quer evitar tudo isso? Não solte fogos com sons. O mais bonito são as luzes e as cores. Já há no mercado essa opção. A prefeitura da maior cidade do país, São Paulo, começará a troca neste réveillon. Espero que todas as cidades do país, quiça do mundo, um dia façam isso. Civilidade e respeito com nossos irmãos animais. 

 

Black Friday: DogHero dá desconto em estadia de fim de ano e semana de passeios grátis

Promoção inédita vale para clientes novos e antigos do serviço de hospedagem

A DogHero, aplicativo que conecta pais de cachorro a passeadores e anfitriões que hospedam cães em casa, lançou sua primeira campanha com a temática Black Friday — a Cherry Friday, em alusão à mascote Cereja. Clientes novos e recorrentes que anteciparem a reserva de hospedagem para as festas de fim de ano ganham R$ 100,00 de desconto. As reservas devem ser pagas até dia 30 de novembro. A DogHero conta com 15.000 anfitriões de cachorro em todos os estados brasileiros (são mais de 650 cidades).

Além do desconto em hospedagem, os clientes que participarem da Cherry Friday também ganham de presente uma semana de passeios de 30 minutos para um cachorro. O benefício é limitado a clientes que moram na área de cobertura do serviço de passeios: cidades de São Paulo, Santo André, São Bernardo, São Caetano do Sul, Osasco, e Rio de Janeiro (bairros da Zona Sul, Barra da Tijuca e Tijuca). . Por meio do app, os pais e mães de cachorro podem acompanhar em tempo real todo o caminho percorrido. Ao final do passeio, recebem um relatório completo do passeio com foto, quilômetros percorridos e até quantas vezes o animal fez as necessidades.

As regras para adquirir os descontos são as seguintes:

Promo R$ 100,00 de desconto em hospedagem

=Use o cupom CHERRY para ganhar R$ 100,00 de desconto ao fechar a reserva para as festas de final de ano. Insira o cupom na tela de pagamento;

=A reserva deve incluir a véspera de Natal (24/12) e/ou do Ano-Novo (31/12);

=O desconto é válido para clientes novos e recorrentes;

=É limitado a 1 uso por cliente, em reservas com valor mínimo de R$ 300,00;

=Válido para reservas pagas até 30/11;

=Caso o cliente cancele a reserva, perde o cupom de desconto.

doghero

Promo uma semana de passeios grátis:

O uso da promoção de passeios é limitada a moradores da área de cobertura atual do serviço: São Paulo; Santo André; São Bernardo, São Caetano do Sul, Osasco; e Rio de Janeiro (bairros da Zona Sul, Barra da Tijuca e Tijuca);

=Válido apenas para usuários que nunca fizeram passeios com a DogHero;

=O cliente pode marcar até 5 passeios de 30 minutos para um cachorro, em dias consecutivos, até o dia 21 de dezembro de 2018;

=Após fazer a reserva da hospedagem, o time responsável entrará em contato por e-mail para fazer o agendamento dos passeios.

46373910_1968280293248931_2098444596177534976_n.png

Informações: DogHero

Mitos e verdades sobre alimentação natural para cães

Assim como para os seres humanos, os cachorros também precisam de refeições equilibradas para manter a saúde em dia. A Alimentação Natural (AN) para cães é uma opção para quem deseja mudar os hábitos alimentares dos cães. Muitos tutores, porém, têm dúvidas sobre como oferecer dieta.

“A AN é uma dieta balanceada composta por ingredientes naturais e minimamente processados, diferente do que acontece com as rações”, explica Bárbara Freire, veterinária e anfitriã da DogHero, aplicativo que conecta pais de cachorros a anfitriões que hospedam os pets em casa. “O único tipo de tratamento que os alimentos sofrem ocorre dentro da nossa cozinha: o cozimento e o congelamento.”

Pensando em todas as questões que ainda existem sobre a AN para cães, Bárbara respondeu algumas delas. Confira:

O que é a Alimentação Natural para cães?

cachorro simple dog comida

Os cães são animais carnívoros por natureza e, por isso, seu organismo está preparado para receber dietas com maior percentual de proteína, o que não ocorre na maioria das rações O ideal é que a dieta do cão seja equilibrada e composta por proteínas, gorduras de boa qualidade, carboidratos vitaminas, minerais e água. “A composição nutricional da comida natural para cachorro deve ser feita sob a orientação de um médico veterinário nutricionista e de acordo com o estilo de vida do animal, idade, porte e nível de atividade”, explica Bárbara.

Comida natural para cachorro x ração

cão ração

As rações industrializadas surgiram no Brasil na década de 1970, ou seja, os cães passaram muito mais tempo consumindo alimentos naturais do que processados. A maior diferença é que a alimentação natural para cães busca adaptar o alimento para a melhor digestão e aproveitamento dos pets. Os dentes dos cães já indicam isso: são presas que servem para rasgar carnes e têm menor capacidade para triturar alimentos como vegetais, por exemplo.

Alimentação Natural funciona para todos os cães?

ração comida cachorro

Por ser feita de forma individualizada, a alimentação natural pode ser adaptada para todos os tipos de cães (jovens, adultos ou idosos), castrados ou não e também para portadores de doenças crônicas. Algumas das enfermidades que apresentam boas respostas à mudança de dieta para a alimentação natural para cães: obesidade, diabetes, alergias de pele e alimentar, doença renal crônica, cardiopatias, pancreatite, câncer, gastrite, doenças do trato intestinal e urinário.

Como introduzir a alimentação natural para cães?

what-standard-veterinary-care-do-dogs-need-576fd0e1cbc21

O primeiro passo é procurar um especialista no assunto. O veterinário vai pedir exames de rotina e complementares para que possa avaliar todas as necessidades nutricionais do cão. A partir daí, o tutor e o veterinário devem conversar sobre a rotina do animal para que possa ser estipulada a quantidade de calorias que devem ser ingeridas diariamente. Outro ponto importante é incluir na dieta alimentos que sejam fáceis de encontrar e cozinhar, para que não haja desistência do tutor no meio do caminho. Com o cardápio inicial em mãos, é hora de colocar em prática.

Principais alimentos usados na comida natural para cachorro

la-pet-cuisine-comida-natural-feita-por-uma-veterinaria-e-uma-chef-de-cozinha-para-agradar-ao-paladar-e-a-saude-de-gatos-e-cachorros

– Proteínas: peixe, frango, boi, ovos, cordeiro, porco, coelho, além de vísceras de animais (fígado, língua, coração, baço, rins, pulmão).
– Carboidratos e fibras: abobrinha, chuchu, vagem, rúcula, brócolis, cenoura, beterraba, inhame, batata doce, mandioca, ervilha, arroz integral, lentilha, psyllium, extrato de yucca, entre outros.
– Gorduras: óleo de coco, óleo de borragem, óleo de peixe, banha suína.

Já alguns alimentos devem ser evitados na dieta dos cães, por serem de difícil digestão ou potencialmente tóxicos, como carambola, cebola, chocolate, leite, pão, salsicha, uva, café, macadâmia, entre outros.

Fonte: DogHero

Briga entre cães: dicas para reconciliar os peludos

Cuidar de mais de um cachorro em casa nem sempre é uma tarefa fácil. São diversos os motivos que podem levar os peludos a brigarem entre si. Os mais comuns são: posse (do tutor, de comida ou de algum objeto) e estresse, que pode ser causado pela falta de socialização, de espaço, de interação com o tutor e de atividade física.

Muitas vezes é possível identificar antes mesmo da briga ocorrer e evitar o desastre. Mas quando a situação foge do controle é preciso tomar atitudes positivas para que este tipo de confronto não volte a acontecer. Pensando nisso, Ingrid Stein, da DogHero, plataforma que conecta mães e pais de cachorro a anfitriões que hospedam os pets em casa, separou algumas dicas. Confira:

1. Descubra o gatilho

Border Terrier bitch play-fighting with her grown up pup
Foto: Warren Photographic

Sabendo a causa das brigas, fica mais fácil modificar o ambiente e diminuir as chances de novos confrontos. “Isso é muito importante, porque quanto mais os cães brigam, maior será a tensão entre eles. E, conforme vão ficando “melhores” nas brigas, mais difícil será para eliminar esse comportamento”, explica Ingrid;

2. Coloque-os para gastar energia

cachorros brincando
Mantenha uma agenda regrada de exercícios diários com os cães juntos, um do lado do outro. É fundamental que a atividade seja suficiente para drenar a energia deles e que a atenção seja igual para todos;

3. Imponha limites

cão-obediente11 cachorro adestramento
Treinos de obediência e imposição de regras e limites são dois pilares fundamentais para o bom comportamento. Desse modo, você consegue ter o controle da situação e eles compreendem claramente como se comportar. Procure a ajuda de um adestrador profissional;

4. Fala associação positiva

cachorros-petfinder
Foto: Petfinder

É importantíssimo que você sempre associe a presença do outro cão a algo positivo. Não incentive disputas – inclusive por ciúmes do tutor. Se possível, o ensine um novo comportamento frente àquele agressor;

5. Aplique a técnica

adestrando cachorros
Fotos: Warren Photographic

Separe-os, ambos na coleira, com a guia curta e cada um controlado por uma pessoa – elas devem ficar lado a lado a uns três passos de distância, mantendo os cães nas laterais opostas. A ideia é mantê-los perto um do outro sem que fiquem se encarando. Sempre que estiverem calmos, sem rosnar ou se importar com o outro, ofereça petiscos e palavras de incentivo para frisar que a companhia do outro é positiva.

Após alguns minutos fazendo esse exercício, é possível caminhar com eles lado a lado, mantendo a mesma conduta de não deixar eles se olharem fixamente, até que a presença do outro cão não seja mais um incômodo.

O próximo passo é colocar um para cheirar o bumbum do outro. Segure a guia curta para que não briguem e ofereça petiscos para aquele que está sendo cheirado. Quando os animais estiverem à vontade com esses exercícios, tente deixá-los com a guia frouxa. Permita que eles se aproximem um do outro e se movam mais naturalmente.

Faça isso apenas se sentir seguro. Quando achar que estão prontos, coloque os cães para fazer atividades juntos: brincadeiras, passeios, natação. É importante que esse treino seja feito com muita segurança e consistência. Às vezes, essa aproximação pode levar semanas e, em alguns casos, é necessário contar com um profissional para guiar o processo.

6. Atenção à saúde

veterinario cachorro
Mudanças bruscas de comportamento nos cães, como ficar mais irritadiço, podem significar problemas de saúde. Cães com dor, por exemplo, tendem a ficar menos tolerantes à aproximação. Nesses casos, é fundamental a visita a um veterinário;

7. Castração

cachorro no veterinario warren
Foto: Warren Photographic

A castração pode ser uma boa opção para cães que brigam por disputa de território (machos) ou por cio (fêmeas). “A testosterona é produzida nos testículos e é um hormônio intimamente relacionado com a agressividade. Na castração é feita a retirada do testículo e portanto os níveis desse hormônio caem consideravelmente e os animais ficam menos agressivos”, finaliza Ingrid.

Fonte: DogHero

Dia do trabalho: quatro apps para ganhar dinheiro extra todo mês

Plataformas oferecem alternativas para que trabalhadores não tenham que abrir mão do seu trabalho fixo para garantir um incremento de renda

Para muitos brasileiros, fechar as contas do mês é sinônimo de preocupação e muita dor de cabeça. Para arcar com os custos mensais, que não são poucos, muitos transformam os dias de lazer em mais um dia de trabalho, gerando uma renda extra no final do mês. O Dia do Trabalho, apesar de ser um feriado, acaba sendo uma alternativa para quem quer monetizar.

Confira alguns apps que auxiliam você a conseguir um incremento na sua renda:

celular dinheiro internet

Freelancer.com – se você é designer e não se dá tão bem com o inglês, tem medo de se perder em sites de freelancers gringos, mas ainda assim quer aproveitar as oportunidades do mundo todo, o Freelancer.com pode te ajudar e lhe proporcionar aquela sonhada renda extra, afinal é a maior plataforma do mundo de freelancer e crowdsourcing do mercado em número de usuários e trabalhos publicados. Com mais de mil áreas de trabalho disponíveis, a plataforma dá a opção de escolher a língua que quiser, ou seja, você pode mudar o site para português, e isso com certeza vai te ajudar a aumentar suas chances de sucesso.

smartphone celular pixabay

FemiTaxi – que mulher não gosta de uma renda extra? O Femitaxi, app de transporte exclusivo para motoristas e passageiras mulheres, pode ajudá-la. Presente nas cidades de São Paulo, Rio de janeiro, Belo Horizonte, Santos, Campinas, Goiânia e Brasília, a plataforma dispõe também da funcionalidade de crianças desacompanhadas, que permite seguir ao vivo o transporte de crianças e adolescentes a partir de 7 anos de idade.

doghero

DogHero – para quem é apaixonado por pets, a DogHero é uma plataforma que liga o dono de um animal a um anfitrião que hospeda, na sua residência, cães com carinho e segurança. Para se cadastrar, basta ser maior de 18 anos e ter um lar de verdade onde o cachorrinho poderá seguir a sua rotina. Ter disposição para brincadeiras é algo bem importante, além da experiência pessoal com cachorrinhos. Nada de gaiolas, baias e casinhas do lado de fora, okay?

alooga camera

Alooga – existem diversas plataformas que conectam pessoas que precisam de um determinado item, na Alooga é possível alugar o que você tiver ou quiser. Os preços são definidos pelo próprio usuário. Um controle do XBox, por exemplo, é alugado por 7 reais, enquanto o aluguel diário de uma Canon 6D custa 160 reais. O site cobra uma taxa de 15% mais 0,30 centavos por transação. Que tal aproveitar o feriado do Dia do Trabalho para fazer um levantamento e descobrir o que você pode alugar da sua casa?

 

Conheça quatro aplicativos que vão te ajudar a cuidar dos cães


Do adestramento à hospedagem, serviços online facilitam a vida de quem precisa cuidar do pet

Quem decide incluir um cão no convívio de casa sabe que muitas vezes a rotina corrida não colabora na hora de dar todos os cuidados necessário ao bem-estar do pet. Isso inclui desde o passeio diário até o adestramento, ou mesmo o serviço de hospedagem em casos de viagens longas.

Atualmente, a tecnologia tem proporcionado diversas facilidades no dia a dia, não apenas em serviços para os tutores, como também serviço para os animais, que contemplam até mesmo facilidades no transporte.

O Brasil conta hoje com mais de 132 milhões de pets, sendo que 80 milhões são cães e gatos, segundo dados mais recentes do IBGE. As projeções da Euromonitor revelam ainda que a partir de 2019 o país irá superar os Estados Unidos e Reino Unido como o segundo maior mercado pet do mundo.

Segundo pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em conjunto com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, 89% dos donos de pets consideram seu animal de estimação um amigo e membro da família. Neste mercado em ascensão e apaixonado por pets, selecionamos 4 aplicativos essenciais para quem possui cães e quer oferecer o melhor cuidado para os amigos de quatro patas:

GetNinjas

obediencia caes

O aplicativo, que conta com diversos serviços para o lar, oferece também profissionais para cuidar dos cães. Por meio da plataforma, disponível pelo site e aplicativo, é possível encontrar adestradores e passeadores de cães, de acordo com a região do cliente. O tutor preenche um formulário com informações como idade do animal, raça e detalhes do treinamento que deseja, que vai desde socialização, ao controle do latido e educação sanitária, no caso de adestramento. Além disso, é preciso também informar o porte do animal, frequência e melhor horário para atendimento na hora da contratação do serviço de passeio. O tutor recebe por e-mail os contatos de até 3 profissionais interessados em atendê-lo e cabe a ele negociar e fechar diretamente com aquele que se sente mais à vontade.

Abrangência: todo território brasileiro. Disponível para Android e iOS.

DogHero

doghero3

Para quem tem cães e vai viajar para visitar a família ou se ausentar de casa por algum motivo, a DogHero é uma plataforma que conecta donos de cães e anfitriões com o objetivo de encontrar um lar para o pet na ausência dos tutores. Atualmente, o aplicativo conta com mais de 15 mil anfitriões em 650 cidades de todo o Brasil e mais de 1.500 na Argentina, que passam por um extenso e rigoroso cadastro e recebem um treinamento adequado.

Abrangência: em todo Brasil e Argentina. Disponível para Android e iOS.

PetLove

cachorro roupa

O aplicativo Petlove facilita – e muito! – a vida de quem tem um filho de quatro patas. São mais de 15 mil produtos à disposição do usuário, entre rações, medicamentos, itens de higiene, brinquedos, caminhas, etc. Além de comprar de onde estiver (e receber tudo em casa), também é possível cadastrar o pet no app para receber dicas de produtos e promoções de acordo com o perfil do bichinho. O aplicativo Petlove é gratuito e está disponível para os sistemas Android e iOS.

Abrangência: em todo Brasil. Disponível para Android e iOS.

PetDriver

Aplicativo-PetDriver.png

A PetDriver oferece um serviço especializado no transporte de animais domésticos através de uma plataforma que atende pessoa física (aplicativo) e pessoa jurídica (plataforma web), como hotéis, petshops e veterinárias. A plataforma conta com uma frota de motoristas treinados para fazer o transporte dos animais e todos os veículos são equipados com ar-condicionado, capa de couro sintético, coleira peitoral e um kit de higienização. Ao selecionar uma corrida, o usuário informa o porte, a quantidade de animais e se ele irá sozinho ou acompanhado. Facilidades como agendar um transporte a domicílio, acompanhar o motoristas em tempo real, SMS informando a chegada do motorista, histórico/relatório de corridas e pagamento facilitado via cartão de crédito são algumas das funcionalidades que disponibilizadas pela plataforma.

Abrangência: Rio de Janeiro. Disponível para Android e iOS.

Como a tecnologia está dando poder às mulheres

Aplicativos e plataformas auxiliam nesta profissionalização

São diversas as desigualdades existentes no mercado de trabalho e uma das mais evidentes está ligada à questão de gênero. Salários mais baixos para as mulheres, homens ocupando os cargos mais altos e divisão de tarefas. Ao longo dos anos, esse cenário vem mudando. Nas últimas décadas, cada vez mais as mulheres estão se profissionalizando e ganhando mais espaço, inclusive em aplicativos de economia compartilhada. Algumas startups, novas empresas inovadoras de tecnologia, são responsáveis por essa transformação histórica.

getninjas

O maior aplicativo para contratação de serviços da América Latina, o GetNinjas, possui números animadores em relação às mulheres. Segundo pesquisas realizadas por eles com uma base de 3 mil profissionais, em 2018, 56% dos profissionais cadastrados na plataforma são mulheres, dentre essas 42% ganham cerca de 1 a 3 salários mínimos por conta da plataforma. O estudo também apontou que elas realizam mais serviços que os homens. Cadastrada no Getninjas desde 2015, Manuela Marques é arquiteta e diz que conheceu a plataforma numa pesquisa sobre sites em que poderia anunciar seu trabalho. “A demanda faz com que a gente busque melhorar e se profissionalizar cada vez mais”, comenta a paulistana.

eduk

A startup brasileira especializada em cursos on-line que auxiliam no desenvolvimento de habilidades profissionais, eduK, faz parte da profissionalização de diversas mulheres que se especializam e descobrem novas habilidades na plataforma, com o objetivo de empreender e viver do próprio negócio. Essa aproximação com público feminino no geral, faz com que 90% das inscrições na plataforma sejam feitas por elas.

singu

O mercado de beleza, área majoritariamente feminina, foi outro setor tradicional da economia impactado pela tecnologia. O aplicativo Singu, que conecta clientes a profissionais de beleza e bem-estar para serviços delivery, é responsável por empoderar mulheres ao permitir que elas multipliquem sua renda em até 3 vezes. São cerca de 2.300 profissionais cadastradas na plataforma, a manicure Débora da Costa é uma delas, que começou a atender pela Singu após um caso de machismo sofrido na empresa em que trabalhava. “Eu encaminhava meus currículos e vendia brigadeiros quando uma amiga me apresentou a Singu. No ínicio, mal tinha dinheiro para o transporte e material. No segundo mês de trabalho já fiz um acordo e paguei todas as contas atrasadas”.

doghero

Na Dog Hero não é diferente. Na plataforma que conecta donos de cães a anfitriões com o objetivo de encontrar um lar para o pet, no Brasil, 80% dos cadastrados no aplicativo são mulheres, um total aproximado de 14.000. Considerada a anfitriã que mais faturou no mês de fevereiro, Sandra Moura, ganhou aproximadamente 7 mil reais cuidando diariamente de no máximo três cães. “Antes trabalhava com confeitaria, mas com a Dog Hero reconquistei minha cidadania como profissional e estou 100% satisfeita”.

influu.jpg

A influu, ecossistema de profissionalização de influenciadores, também possui a maioria de cadastros femininos. “O empoderamento feminino começa com a complementaridade entre os homens e mulheres. Deve sempre haver um equilíbrio entre ambos. Acredito que todos devem ser tratados igualmente, com as mesmas oportunidades e salários”, comenta Talita Lombardi, COO da influu.

 

A rotina ideal para o cachorro

Assim como as pessoas, os cachorros também necessitam de uma rotina e de uma vida regrada para viverem saudáveis e tranquilos. Os cãezinhos também se estressam e adoecem quando são sedentários, não têm uma boa noite de sono e não se alimentam bem. Além disso, atividades como jogos e brincadeiras são essenciais para manter o bom astral do bichinho.

Pensando nisso, a DogHero, plataforma digital de hospedagem domiciliar para cães com foco em manter a rotina do pet durante a ausência dos tutores, separou algumas dicas para organizar o dia a dia. Confira:

mulher cachorro passeio caminhada

=O ideal é que o cãozinho tenha o primeiro passeio do dia logo pela manhã. Acorde, faça um carinho e saia com ele. Se conseguir que seja sempre no mesmo horário, é ainda melhor.

cão ração

=Quando voltar, coloque a comida dele no potinho e faça companhia até que ele comece comer. Guarde o que sobrar e recolha o pote. O ideal é que ele faça as refeições sempre no mesmo horário. Portanto, veja como pode enquadrar a sua rotina na dele.

cachorro deitado

=Deixe-o descansar após fazer a refeição.

cachorro brincando mato bola

=Depois, brinque com ele. Pode ser com a bolinha preferida ou com qualquer outro brinquedo que ele adore.

cachorro bebendo agua gelo ibtimes
Foto: Ibtimes

=Troque a água dele pelo menos duas vezes ao dia. A água exposta, além de ficar morna, pode juntar sujeira e bichinhos.

cachorro entre arbustos

=Observe quanto tempo o cão leva para fazer as necessidades dele. Se ele terá hora certa pra comer, provavelmente será assim também quando for liberar a comida.

The-New-York-Dogs_ dogs care tapete
DogsCare

=Caso o cão não faça as necessidades na rua, o ideal é sugerir um canto no quintal para que ele faça sempre e não seja tão difícil de limpar. Se morar em apartamento, jornais e tapetes higiênicos, encontrados nos pet shops, facilitam bastante.

Woman and dog running on beach at sunset

=À tarde e à noite, passeie com ele mais duas vezes. Sempre no mesmo horário, quando conseguir. Depois de um tempo, ele saberá exatamente as horas de passear e ficará feliz quando isso acontecer.

leftovers-dog cachorro comida

=Depois, coloque a refeição noturna em um potinho e brinque com ele depois do descanso.

cachorro-banho-star-grooming

=O ideal é que ele tome banho uma vez por semana ou de 15 em 15 dias, no petshop ou em casa.

Fonte: DogHero

DogHero traça perfil dos tutores de cachorros em São Paulo

Para celebrar o aniversário de São Paulo, DogHero, aplicativo que conecta pais de cachorro a anfitriões que hospedam pets em casa, detalhou o perfil dos tutores paulistanos que usam a DogHero para hospedar os pets quando se ausentam.

Seguem os dados:

Hoje, são ceerca de 5.500 clientes em SP

mulher cachorro sofá pixabay

73% é mulher

cachorro casamento 2
64% é casado

casal e cachorro pixabay
17% está em um relacionamento sério

cachorro
14% é solteiro e 6% está noivo

mulher cachorro bicicleta
70% tem curso superior e 26% possui graduação

veterinaria
35% trabalha com saúde, 25%  com educação e 25% com gestão

Fonte: DogHero