Arquivo da tag: envelhecimento

Dia Mundial da Visão: pesquisa aponta que metade dos brasileiros tem medo da cegueira

Entre pacientes com diabetes, 63% tem receio de perder a visão, sendo que 41% afirmam que esse é seu maior medo; dados fazem parte de uma pesquisa Ibope DTM encomendada pela Bayer

Metade dos brasileiros tem medo da cegueira. É o que aponta uma pesquisa do Ibope DTM encomendada pela Bayer. A pesquisa foi realizada online, com dois mil brasileiros, na faixa etária de 16 a 65+, de todas as regiões do país. Além disso, foi realizada uma etapa complementar telefônica para alcançar 315 casos de pacientes com diabetes. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para dois mil casos e de 6 pontos percentuais para 315 casos, considerando o nível de confiança de 95%.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que entre 60% e 80% dos casos de cegueira são evitáveis e/ou tratáveis2. A questão é que a falta de conhecimento sobre doenças que podem ocasionar a perda de visão ainda é uma grande ameaça à saúde ocular, já que compromete o diagnóstico precoce e tratamento adequado. Exemplo disso é o desconhecimento sobre a retinopatia diabética (RD), a principal causa de cegueira em pessoas com idade entre 20 e 74 anos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).

Cerca de metade (54%) dos participantes da pesquisa Ibope DTM que responderam ter diabetes, um dos principais fatores de risco para doenças da retina, nunca ouviram falar na retinopatia diabética – a porcentagem é de 63% no caso de pacientes que estão no sistema público de saúde. Com relação ao total de entrevistados, o desconhecimento sobre RD sobe para 71%.

Apesar disso, 41% dos pacientes apontaram a perda de visão como seu maior medo. Ou seja: apesar do conhecimento insuficiente sobre doenças da retina como a RD, há uma noção sobre os riscos que o diabetes – que já acomete cerca de 12,5 milhões de brasileiros, segundo o Ministério da Saúde – traz para a saúde dos olhos.

Diabetes e cegueira evitável

“A retinopatia diabética é geralmente causada pela glicemia mal controlada nos pacientes. Esse descontrole danifica os vasos sanguíneos da retina, o que estimula o crescimento desordenado de novos vasos, que podem se romper com facilidade e fazer com que o sangue vaze para a retina e para a parte interna do olho, afetando a visão. Na grande maioria dos casos, não existem sintomas na fase inicial da doença. Já em fases mais avançadas, os sintomas mais comuns são moscas volantes, borrões, áreas escuras na visão e dificuldade de distinguir cores”, explica o oftalmologista Emerson Castro, do Hospital Sírio Libanês. Outros fatores de risco da doença são hipertensão, colesterol alto, consumo de álcool, tabagismo e gravidez associados ao diabetes, além da apneia obstrutiva do sono.

O médico ressalta que “caso as alterações decorrentes da RD não sejam detectadas a tempo, podem atingir a área central da retina, a mácula, responsável pela visão de detalhes, causando o chamado edema macular diabético (EMD), que pode provocar visão embaçada, baixa da acuidade visual (capacidade do olho para identificar o contorno e a forma dos objetos), visão distorcida ou dificuldade para diferenciar cores. O tratamento precoce se faz necessário, pois as alterações, com o passar do tempo, podem ser irreversíveis, causando a temida perda de visão”.

O EMD afeta, em média, 10% dos pacientes com diabetes tipo 1 e 2 no mundo3. Mais de 90% dos pacientes com tipo 1 terão algum grau de retinopatia após 20 anos com a doença, enquanto naqueles com o tipo 2 a porcentagem é de 60%.

EMD – Ilustração Bayer

O acompanhamento médico e diagnóstico precoce são essenciais para o sucesso do tratamento e prevenção da cegueira. De acordo com a pesquisa, ¼ dos pacientes com diabetes nunca foram incentivados por seu médico a avaliar a retina. Além disso, apenas 66% disseram já ter realizado algum exame para a verificação de doenças dos olhos relacionadas ao diabetes – a maioria que deu resposta positiva se encontra na saúde suplementar (76%).

Para a detecção da RD e do EMD, existem exames que vão além do popular teste de refração, em que o paciente tenta enxergar figuras ou letras no fundo da sala. O exame mais utilizado especificamente para avaliação do fundo do olho com a pupila dilatada é o mapeamento de retina, mas outros complementam o diagnóstico e também podem auxiliar no acompanhamento do tratamento.

Alguns exemplos são: a angiografia, que identifica novos vasos, obstruções e outros problemas na retina; a tomografia de coerência óptica (OCT), que recria uma imagem 3D de estruturas como retina, vítreo e nervo óptico; a fundoscopia, que por meio de um feixe de luz no fundo dos olhos torna possível observar várias estruturas, como a retina; e o Phelcom Eyer, um retinógrafo portátil adaptável ao smartphone, que traz imagens de alta precisão da retina.

Algumas atitudes preventivas são a realização de atividades físicas, alimentação saudável, acompanhamento médico regular e controle do diabetes. Já o tratamento pode ser feito com laser, injeções antiangiogênicas, medicamentos corticoides e cirurgia – lembrando que o acompanhamento clínico, ou seja, controle do diabetes, hipertensão e outras doenças já existentes deve ser concomitante.

“Em alguns casos, a injeção, que interrompe o crescimento de novos vasos sanguíneos anormais e consequentemente impede o vazamendo de fluido e sangue para dentro da retina, consegue não só estabilizar a doença, mas também melhorar ou recuperar a visão que já havia sido perdida”, conta o médico.

Envelhecimento: outro fator de risco importante

Freepik

O envelhecimento também pode acarretar doenças da retina que levam à cegueira, como a degeneração macular relacionada à idade (DMRI), principal causa de perda visual na terceira idade. A pesquisa da Bayer alerta a população para a conscientização nesse sentido. Isso porque 74% dos entrevistados disseram que nunca ouviram falar em DMRI, sendo que desses, 65% tem 55 anos ou mais, faixa etária mais acometida pelo problema.

A degeneração macular relacionada à idade é causada pelo envelhecimento e desgaste natural dos tecidos. A forma mais comum é a seca, provocada por depósitos de resíduo celular na mácula (área central da retina), e a mais rara e agressiva é a úmida, que acontece com o surgimento de vasos sanguíneos frágeis, cujo sangue vaza e se acumula sob a retina, fazendo com que a visão fique embaçada, escurecida e/ou distorcida.

Além da faixa etária acima dos 50 anos, outros fatores de risco são o tabagismo, sedentarismo, obesidade, olhos claros e histórico familiar. O tratamento preconizado para a forma úmida é com injeções de medicamentos antiangiogênicos, com a possibilidade também de indicação de suplementação com minerais e antioxidantes para a forma seca da doença.

Fonte: Bayer

Confira os cinco mitos mais comuns sobre cuidados com a pele

Muitas informações sobre cuidados com a pele circulam na internet e são amplamente disseminadas por pessoas influentes nas redes mas, é importante saber o que é verdade e o que é mito, de acordo com a medicina, para não correr nenhum risco e conseguir cuidar da saúde da sua pele. A dermatologista Simone Stringhini, líder da clínica Stringhini Dermatologia Avançada, Membro da Academia Americana de Dermatologia e com 30 anos de experiência, listou os cinco principais mitos e informações equivocadas que circulam por aí.

1- Hidratantes repõe a água da pele

É até equivocado utilizar o termo “hidratar a pele” porque, na verdade, o hidratante não vai repor água, ele vai adicionar óleo na pele para reforçar a barreira cutânea e evitar a perda de água que já está no corpo. A dermatologista alerta que, a única forma de hidratação do corpo é ingerindo água. Por isso que, em alguns casos, pessoas com pele oleosa não tem a necessidade de passar hidratante, mas isso vai depender de cada caso e o dermatologista é que poderá indicar o que é mais recomendado.

2- O colágeno ingerido vai para a pele

O colágeno é uma proteína que nós temos em todo o corpo humano e, na pele, ele é o responsável por garantir a firmeza. A medida que vamos envelhecendo, o corpo vai perdendo a capacidade de produzir colágeno e, consequentemente, diminui a concentração em todo o corpo, o que causa a flacidez. Ele pode ser encontrado em diversos alimentos derivados dos animais, como carnes, peixes, ovos, queijos, leite, entre outros. Mas, com o passar dos anos, o organismo também vai perdendo a capacidade de absorver colágeno desses alimentos e é importante suplementar para diminuir a velocidade do envelhecimento. Mas, o colágeno que é ingerido em forma de cápsula ou pó não é absorvido diretamente pela pele. O que acontece é que, primeiramente, essa molécula irá ser degradada em aminoácidos, que são absorvidos pelo estômago e, posteriormente, serão utilizados para várias funções no organismo e, uma delas, será para a síntese de colágeno pela pele. Caso o médico opte por recomendar o colágeno, o horário mais indicado, segundo Simone, é antes do café da manhã, em jejum, pois depois das refeições, com o estômago cheio, a absorção pode ser menor.

3- Ginástica Facial rejuvenesce

Esse talvez seja o mito mais popular. A ginástica facial vem ganhando muitos adeptos, nos últimos tempos. Mas é importante entender que a ginástica atua diretamente nos músculos faciais e não na pele. Então, esses movimentos repetitivos não rejuvenescem e, podem até causar rugas, dependendo da intensidade e da frequência com que são feitos, pois a maior parte do envelhecimento facial é causado pela perda de elasticidade e, consequente, flacidez da pele. Os músculos também envelhecem, mas eles não são os maiores responsáveis pelo aspecto de envelhecimento facial. Então, quando é praticada a ginástica facial os músculos estão sendo estimulados à hipertrofia, assim como o corpo durante a musculação na academia, por exemplo. Mas isso não trará resultados no aspecto de rejuvenescimento e, pior, esses movimentos repetitivos juntamente com as expressões faciais feitas durante a ginástica podem acabar marcando a pele, causando rugas e trazendo o efeito de envelhecimento. A dermatologista diz que não existe uma ginástica para pele, apenas tratamentos dermatológicos avançados é que trarão o resultado do rejuvenescimento. Além disso, ela sugere ter bastante cautela com a ginástica facial, que pode acabar tendo efeito contrário ao esperado.

4- Cremes faciais tratam rugas e flacidez

Os cremes faciais são ótimos aliados do skincare e de uma pele saudável, mas a função deles é de hidratar e prevenir, então eles podem clarear manchas, melhorar o aspecto de cicatrizes e até prevenir rugas. O que não são capazes de fazer efetivamente é tratar as rugas e flacidez, reverter os sinais de envelhecimento que já surgiram. Para isso, são necessários tratamentos em consultório com o dermatologista, que pode fazer uso de injetáveis e equipamentos, como o laser, de acordo com o caso.

5- Pele negra não precisa usar filtro solar

ThatSister

Isso é um mito muito perigoso. Todos os tipos de pele necessitam de filtro solar para proteger dos raios ultravioletas (UV), prejudiciais à saúde. Além disso, a pele negra é mais propensa a manchas, e o protetor solar ajuda a evitar o aparecimento delas, assim como do melasma. Para facilitar o dia a dia, uma opção é utilizar base de maquiagem com filtro solar, o que ajuda na praticidade da rotina. Esse tipo de produto contém a proteção necessária, assim como o filtro solar normal e funciona como base com cor, um produto dois em um.

Fonte: Simone Stringhini é formada em medicina pela UFRJ, tem especialização em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, foi a pioneira na área de estética, dentro da dermatologia, no Brasil; tendo sido a primeira dermatologista a fazer o procedimento de peeling no país.

Harmonização facial: a ressignificação da beleza

Os cuidados com a aparência dos famosos levaram pessoas comuns a quererem saber o que é harmonização facial: um conjunto de procedimentos, na maioria das vezes não cirúrgicos, que equilibra as proporções do rosto e ajuda a rejuvenescer, promovendo maior atratividade.

A harmonização facial traz alguns atributos práticos e outros subjetivos que elevam o nível dos procedimentos estéticos a um outro patamar. Os resultados naturais obtidos sem cirurgia podem ser os primeiros a serem notados, mas o mais importante talvez seja o novo conceito de beleza trazido pelo procedimento.

Partindo da avaliação geral do rosto, a harmonização tem como referência os traços e proporções faciais do próprio paciente. O que além de significar risco reduzido de uma aparência artificial ou exagerada, coloca atributos da verdadeira beleza, como autoestima e bem-estar, à frente de qualquer estereótipo.

Vamos entender, então, um pouco mais sobre como funciona a harmonização facial. O primeiro passo é a avaliação presencial com o médico. A consulta é o momento para que você manifeste todas as insatisfações relacionadas à aparência do seu rosto. Durante a conversa o médico irá sugerir soluções para as queixas apresentadas mas também propor alternativas baseadas em uma avaliação global da face.

A experiência muitas vezes permite que o profissional enxergue além das evidências. E é esse conhecimento, tanto científico, quanto prático, que permitirá realçar determinadas características enquanto disfarça outras.

Mas calma, isso não significa que você precisa acatar todas as sugestões e muito menos realizar todos os procedimentos no mesmo dia, embora na maioria das vezes isso seja possível. Esse é outro ponto positivo da harmonização. Por ser um conjunto de procedimentos você pode escolher, com a ajuda do seu médico, quando e quais tratamentos deseja realizar primeiro, evitando desequilíbrios no orçamento.

Os procedimentos adotados dependem do histórico e das condições clínicas do paciente no momento da avaliação. Também são levados em consideração fatores como disponibilidade de agenda, sensibilidade do paciente, complexidade do procedimento e tempo de recuperação, entre outros.

Normalmente a primeira opção é o preenchimento, por ser um tratamento versátil que possibilita a rápida retomada da rotina. O preenchimento facial permite definir o contorno da testa, equilibrar as fossas temporais, corrigir um nariz adunco, projetar as maçãs do rosto, aumentar os lábios, sublinhar a linha da mandíbula e contornar o queixo, entre outras inúmeras possibilidades.

Um dos diferenciais da harmonização para uma aparência natural é a associação de técnicas para estimular outros atributos que influenciam no efeito final. Para um efeito sinérgico ou de manutenção podem ser indicadas sessões de ultrassom microfocado que ajudam a melhorar fatores de qualidade da pele como flacidez, brilho, hidratação, maciez e textura.

Se existirem, rugas menores como pés de galinhas ou entre as sobrancelhas podem ser tratadas com toxina botulínica. Por sua vez, sulcos profundos como bigode chinês ou linhas de marionete podem precisar de preenchimento. O rejuvenescimento é um objetivo secundário da harmonização facial, pois ela depende tanto do equilíbrio das proporções quanto da ausência de sinais de envelhecimento.

Na mesma sessão ainda é possível realizar aplicação de enzimas ou criolipólise para papada e laser co2 fracionado para manchas na pele, se houver indicação médica. Procedimentos mais complexos como fios de sustentação para flacidez avançada, jato de plasma para blefaroplastia sem cortes e bichectomia para redução das bochechas, geralmente são realizados em um segundo momento.

A maioria dos tratamentos é realizado no próprio consultório médico, com anestesia local e retorno à rotina no mesmo dia. O paciente pode sentir, vermelhidão, inchaço e sensibilidade no local. Analgésicos comuns ajudam a aliviar qualquer desconforto, no mais, vida normal, devendo ser evitada apenas a exposição solar, pois a pele sensibilizada é mais suscetível a formação de manchas. Uma consulta de revisão geralmente pe indicada após 30 dias, para acompanhar o tratamento e indicar novos procedimentos, se necessário.

Para sua maior segurança pesquise a experiência do médico, verifique se o registro no CRM é válido, se os produtos e tecnologias utilizadas são aprovadas pela Anvisa e se a clínica ou consultório possui condições ideias de higiene atestadas por alvará da vigilância sanitária.

E lembre-se, ao realizar uma harmonização facial você é a referência. Esqueça as comparações. O mais importante é a sua autoestima e bem-estar aos 50, 60, 70…

Fonte: Clínica Leger

Por que surge e como tratar o sorriso amargo, o famoso bigode chinês

O sulco nasogeniano é formado por linhas finas que surgem das asas nasais até a comissura dos lábios; problema pode afetar homens e mulheres

São vários os fatores que estão ligados ao aparecimento do famoso bigode chinês, que também é chamado de sorriso amargo. “O sulco nasogeniano é formado por finas linhas que surgem das asas nasais até a comissura dos lábios. São incômodos conhecidos entre homens e mulheres, mesmo sendo um sinal comum de envelhecimento”, afirma o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Segundo o médico, existem várias causas do seu aparecimento, além da flacidez da pele, e que influenciam na intensidade em que ele se mostra, como: tabagismo, exposição ao sol, má alimentação, poluição, baixa hidratação da pele. “Esses fatores podem ser controlados pelo paciente de maneira a suavizar o surgimento do bigode chinês. Porém, existem outros fatores que, infelizmente, não podemos controlar, como a predisposição genética, fatores raciais e condições de saúde”, diz o cirurgião plástico.

Enquanto estes fogem ao nosso controle direto, podemos focar naqueles que temos controle efetivo e garantir uma pele mais jovial por um tempo mais prolongado. “É claro, eventualmente os sinais de idade e a flacidez irão chegar, e você terá de buscar assistência médica especializada, caso deseje combater efetivamente esses sinais”, lembra o médico.

Existem três principais tratamentos para o problema e a boa notícia é que nenhum deles é invasivo. Esses procedimentos indicados costumam durar cerca de 30 minutos, com o número de sessões sendo indicado pelo especialista. “Na verdade, os tratamentos disponíveis são muito eficazes, podem ser feitos rapidamente e quase não possuem contraindicações”, diz o médico. Atualmente, as principais formas de se tratar o bigode chinês são três:

• Ácido Hialurônico – essa substância biocompatível (naturalmente produzida pelo corpo) é o principal composto utilizado em preenchimentos, devido a sua incrível capacidade de hidratação, retenção de água e de conferir volume aos tecidos. “Essas características tornam o ácido hialurônico uma excelente opção para quem busca não só resolver o bigode chinês como também fazer outros tipos de preenchimento”, enfatiza o médico.

Foto: University of Utah Health

• CO2 fracionado – o laser de CO2 serve para melhorar rugas mais finas, inclusive da região do bigode chinês, mas quando existe um sulco profundo, o laser não irá resolver e outros tratamentos são indicados. “A tecnologia provoca uma grande produção de colágeno que irá restituir a pele. Os efeitos da produção estimulada duram cerca de seis meses e costumam devolver o aspecto jovial da pele, nos casos em que o laser é indicado”, diz.

Pinterest

• Radiofrequência – indicado para quando o bigode chinês é causado por flacidez e rugas de excesso de pele. “Um aplicador irá emitir ondas de alta frequência, aquecendo as camadas profundas da pele e estimulando a produção de colágeno, consequentemente diminuindo a flacidez e melhorando as rugas. Este tratamento é praticamente indolor a recuperação é imediata”, afirma Farinazzo.

Apesar de satisfatórios, os resultados não são permanentes, exigindo que o paciente que deseja mantê-los realize novas sessões. Os tratamentos e a recuperação são rápidos e praticamente livres de efeitos colaterais, mas existem alguns pontos de atenção e cuidados a serem tomados.

Segundo o médico, após a aplicação do ácido hialurônico é comum que haja vermelhidão e o surgimento de pequenos hematomas e coceira, o que é normal e não deve causar preocupação: “No caso do CO2 fracionado e da radiofrequência, a recuperação é imediata, sendo recomendado apenas o uso de protetor solar 30 FPS e a higiene local com sabão neutro e aplicação de hidratantes”.

Qualquer orientação adicional deverá ser feita caso a caso e devidamente avaliada pelo médico responsável pelo tratamento. Por fim, o médico lembra que, apesar de existirem diversas clínicas de estética disponibilizando esses tratamentos, o ideal é fazê-los com um cirurgião plástico devidamente credenciado.

“Essa é a melhor forma de garantir a procedência dos produtos e equipamentos, preservando a sua segurança de alguma eventual negligência. Também é importante para a indicação precisa do tratamento”, diz o médico. “Quando for à clínica converse com seu médico e ele irá tirar suas dúvidas e na eventualidade de existir algum problema específico com o seu caso, ele estará apto a te orientar sobre quais ações devem ser tomadas e quais as alternativas disponíveis”, finaliza.

Fonte: Mário Farinazzo é cirurgião plástico, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Formado em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o médico é especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Professor de Trauma da Face e Rinoplastia da UNIFESP e Cirurgião Instrutor do Dallas Rinoplasthy e Dallas Cosmetic Surgery and Medicine Annual Meetings. Opera nos Hospitais Sírio, Einstein, São Luiz, Oswaldo Cruz, entre outros. 

 

TheraSkin lança nova vitamina C, desenvolvida com inteligência artificial

Com fórmula inédita, produto da farmacêutica brasileira apresenta ação oxicontrol devido a combinação dos componentes

A vitamina C é um dos itens obrigatórios na rotina diária de cuidados de quem procura minimizar os efeitos do tempo e da poluição na pele. Pensando neste produto essencial, a TheraSkin, farmacêutica brasileira, apresenta o Euryale  C, vitamina C com formulação única e o primeiro dermocosmético desenvolvido com o apoio da inteligência artificial.

Para criar o produto, os pesquisadores da companhia utilizaram uma plataforma que os auxiliou na consulta a papers científicos, permitindo estudar a fórmula que apresentaria os melhores resultados na pele. “O uso da inteligência artificial ajudou a levar ao mercado um produto com diferenciais cheios de inovação. Foi possível mapear, acessar e interpretar informações científicas em um tempo muito menor que o habitual, pois em questão de minutos nossos pesquisadores processaram uma enorme quantidade de dados”, explica Deli Oliveira, gerente de Pesquisa, Desenvolvimento e Qualidade.

Desta maneira, foram mapeadas as vias de sinalização dos processos biológicos e as potenciais moléculas envolvidas no envelhecimento cutâneo, permitindo trazer ao mercado um produto diferente do abordado até o momento pela indústria cosmética. “Foi identificada uma via pouco abordada até então, cujos dados científicos sinalizaram que a sua modulação seria muito promissora para o tratamento e prevenção do envelhecimento cutâneo”, complementa Oliveira.

Adicionalmente, foi selecionado para fazer parte da formulação do produto o ingrediente inovador denominado Topicaroteno, um carotenoide incolor que, além de possuir ação nessa via citada, traz o benefício adicional de auxiliar na estabilização e potencialização da ação da Vitamina C. Somado a isso, a TheraSkin desenvolveu um processo de produção dotado de tecnologia de ponta.

Formulação exclusiva

O Euryale C conta com a ação oxicontrol, tecnologia exclusiva que estabiliza e potencializa a ação da vitamina C na pele. O produto possui uma combinação única de quatro ativos:
● Vitamina C pura estabilizada (ácido L-ascórbico) – concentração de 10% do antioxidante que estimula a produção de colágeno, diminui linhas finas e auxilia na uniformização do tom da pele, sem deixá-la oleosa;
● Topicaroteno – ingrediente inovador com alto poder antioxidante. Fornece proteção contra raios UV por ser um carotenóide incolor. Além disso, potencializa e estabiliza a vitamina C, evitando a oxidação do nutriente (aspecto laranja), mantendo sua eficácia;
● Vitamina E – atua na regeneração celular, retardando os efeitos do envelhecimento, além de ter sinergia com a vitamina C, amplificando sua ação antioxidante e os resultados;
● Ácido hialurônico – com baixo peso molecular, seu tamanho garante maior penetração na pele, possuindo alto poder de hidratação e auxiliando na síntese de colágeno.

“Essa tecnologia exclusiva potencializa a ação antioxidante, neutralizando os radicais livres e proporcionando muitos benefícios comprovados, como redução de rugas finas e linhas de expressão, a melhora do viço, da luminosidade da hiperpigmentação da pele”, acrescenta Alexandre Narumia, Gerente de produto da marca. Os testes clínicos de eficácia percebida apontaram melhoras da textura, firmeza e estabilidade da pele, além do controle da oleosidade, após 28 dias de uso contínuo do produto. Euryale C possui ainda efeito uniformizador visível imediato e toque aveludado.

Outro diferencial da nova vitamina C é que pode ser utilizada em todos os tipos de pele, inclusive as mais sensíveis, oleosas e com tendência à acne. Além do rosto, também é indicado para uso diário no colo e no pescoço.

Embalagem airless

A embalagem do produto da TheraSkin foi pensada para impedir o contato com o oxigênio durante todo o uso. Desta forma, o dermocosmético não sofre oxidação, não cria o aspecto alaranjado e mantém a eficácia em todo o conteúdo. “A vitamina C é uma molécula que se degrada facilmente e, portanto, a sua estabilização é essencial para garantir a ação do produto. Por isso, ter um frasco adequado evita que o nutriente perda seus benefícios e, ao ser aplicado, possua a sua capacidade máxima de ação antioxidante”, finaliza Narumia.

Euryale C pode ser encontrado nas principais redes de farmácia, e-commerce e lojas de dermocosméticos do Brasil.

Preço sugerido: R$ 179,00, embalagem de 50 gramas 

Avon e dermatologista Jardis Volpe explicam como estimular o colágeno da pele do rosto

Entenda a importância do colágeno e saiba como identificar o melhor tratamento para estimular essa importante proteína em diferentes idades

Os últimos tempos nos levaram a dar uma pausa na nossa rotina. Neste contexto, os rituais de beleza e de bem-estar ganharam um novo valor, inclusive o skincare. Além da alimentação e de um estilo de vida saudável, um bom creme facial é um importante aliado nesse processo de autocuidado. Mas, para identificar o tratamento adequado, é preciso estar atento ao processo de mudança da pele em cada fase da vida.

Sabemos que o colágeno compõe quase 80% da pele e, consequentemente, é a proteína estrutural mais crítica, no entanto, diminui cerca de 1% ao ano a partir dos 30 anos. Para estimular a produção do colágeno, a Avon traz um tratamento revolucionário em skincare com o lançamento da exclusiva tecnologia Protinol. Primeira solução tópica do mercado capaz de impulsionar a produção de dois tipos de colágeno ao mesmo tempo: o tipo I e tipo III.

A inovação que já estava disponível na forma concentrada em ampolas de tratamento, agora passa a integrar os cremes diários de Renew. Foram enriquecidas as tradicionais linhas Reversalist, Ultimate e Platinum dia e noite – indicadas para as faixas etárias de 30+, 45+ e 55+, respectivamente. Renew Reversalist é ideal para vitalidade e renovação após a aparição dos primeiros sinais, enquanto Renew Ultimate entrega firmeza e restauração para rugas moderadas e Renew Platinum promove elasticidade, definição e contorno para peles mais maduras e com rugas profundas.

Para entender um pouco mais sobre como estimular o colágeno por meio dos cuidados de skincare, a Avon convidou o dermatologista Jardis Volpe para falar sobre o tema:

Skincare: um momento de autocuidado

Para o ritual de cuidados com a pele do rosto, a dica é reservar um horário especial para esse momento. Transformando em uma experiência positiva, um momento de autocuidado e de prazer. “Cuidar da pele é como cultivar uma planta. É um processo contínuo e os resultados são percebidos aos poucos. Assim, é preciso manejar as expectativas, celebrando as pequenas mudanças diárias que surgem como resultado desse carinho dedicado para o momento”, explica Volpe.

Identifique os sinais dados pela pele sobre o processo de perda de colágeno

Ao longo dos anos é comum a pele perder a capacidade de produção de colágeno, proteína responsável por dar mais firmeza e sustentação a ela. De acordo com o dermatologista, o processo de perda de colágeno se inicia na faixa dos 30 anos e vai aumentando com o tempo. Na faixa dos 50, durante os anos da menopausa, esse movimento se acentua. Assim, é essencial prestemos atenção na nossa pele para que possamos identificar os sinais que ela emite para nos alertar sobre a perda de colágeno, como por exemplo, a flacidez e a perda de viço. A partir do momento em que constatamos essa deficiência, é importante utilizarmos tratamentos que estimulem a produção de colágeno para a reposição deste nutriente. Mas, mesmo antes dos 30 anos, são indicados os rituais preventivos. Quanto mais cedo incorporamos o cuidado com a pele, maior é o benefício percebido em longo prazo. Para tanto, existem três passos diários básicos: limpeza com um produto indicado para a região, aplicação de tratamento indicado para a faixa etária, e por último, o uso de protetor solar.

Utilize um tratamento específico para a sua faixa etária

Depois de identificar as demandas da pele, é importante buscar um tratamento com produtos específicos para cada idade. “Em cada momento da vida a nossa pele possui uma necessidade diferente, que exige um tratamento específico. É indicado que seja utilizado um produto que corresponda a nossa faixa etária, pois ele terá a formulação ideal para atender as demandas da nossa pele”, alerta Volpe. “Na faixa dos 30 anos, nós precisamos de soluções que entreguem vitalidade e renovação, a partir dos 45 anos, o foco é estimular a firmeza e restauração e, depois dos 55 anos, os tratamentos devem ajudar na elasticidade, definição e contorno facial” reforça o dermatologista.

Dicas para cuidar da pele

No dia a dia, muitas vezes, deixamos de lado alguns hábitos para cuidar da nossa pele e da nossa saúde, por isso, vale reforçar algumas dicas importantes. “Todas as peles, em todas as idades, precisam de um ritual de cuidado de três passos: limpeza, tratamento e proteção. Além disso, é importante beber água regularmente e manter uma alimentação mais saudável, evitando alimentos industrializados e com alto teor de açúcar. Outra dica é incorporar durante o ritual de skincare massagens faciais, realizando movimentos ao aplicar os produtos, facilitando a absorção dos ativos pela pele”, finaliza Volpe.

Todos os produtos Avon podem ser adquiridos por meio das revendedoras Avon ou pelo e-commerce. SAC: 0800 708 2866, de segunda a sábado das 8h às 20h.

Menopausa: entenda os efeitos para a pele desta fase da vida

Com a chegada da menopausa, as mulheres sentem muitas mudanças físicas e também emocionais. Devido à diminuição dos hormônios femininos e colágeno, nesta fase o aparecimento de rugas e manchas é acelerado. Além das mudanças, é preciso também estar atentas a cada tipo de pele e o que cada uma necessita. O ideal é seguir um tratamento de acordo com as particularidades de cada pele.

Segundo Karla Lessa — médica e proprietária do Instituto Lessa, em Vitória (ES) —, após os 50 anos, a mulher começa a deixar de ovular, por isso os sintomas da menopausa e as alterações hormonais importantes começam a ocorrer. “Aos poucos, a produção de estrogênio e progesterona cai, diminuindo também a produção de fibras de elastina e colágeno. Isso gera um aumento da flacidez, perda de elasticidade e tônus”.

Essas mudanças resultam em uma pele mais fina, frágil e ressecada, devido a diminuição da renovação celular e da secreção sebácea. No entanto, mantendo uma boa rotina de saúde e beleza você pode diminuir a intensidade desses efeitos, para que a pele permaneça bonita por mais tempo.

Karla separou algumas dicas do que fazer neste período:

– Na higienização, opte por loções que proporcionam limpeza profunda, mantendo a umidade natural da pele;
– O uso de tônico facial ou água termal é importante. Eles equilibram o pH da pele além dos fatores antioxidantes;
– Os hidratantes devem ser em creme ou loção cremosa, de preferência associados a substâncias que tratem as principais necessidades: como agentes tensores, antioxidantes e clareadores;


– Os cremes para tratamento faciais nessa fase, devem conter elementos como: vitamina C e E, retinol, ácido glicólico, ácido lático, ácido hialurônico, fosfolipídios de caviar, niacinamida, pantenol, resveratrol, chá verde e coenzima Q10, que têm ação antioxidante ou provocam um efeito tensor e hidratante, melhorando também a textura da pele;
– Ativos específicos para a área dos olhos devem ser usados diariamente. A pele desta região é mais fina e delicada e, após os 50 anos, envelhece mais e precocemente, ficando mais flácida, menos elástica e com maior propensão às rugas;
– À noite, deve-se usar a água micelar como demaquilante diário;


– Sobre a proteção solar, os filtros solares com ação de barreira, preservando a nutrição da pele são os indicados.

Já os procedimentos complementares são: bioestimuladores de colágeno, peelings, toxina botulínica, preenchimento, fios de PDO, lasers e até cirurgia para lifting facial. A médica indica que eles podem ser recomendados com a finalidade de amenizar os sinais do tempo na pele e a flacidez.

Fonte: Karla Lessa é capixaba e especialista em saúde e beleza. Atualmente atende seus pacientes no Instituto Lessa, juntamente com seu marido, do qual é proprietária, em Vitória- ES.

Quatro passos para uma pele jovem e saudável

A pele é um órgão essencial de proteção contra agentes externos, como os micro-organismos, raios solares e poluição. É certo que cada vez mais as pessoas buscam manter a pele jovem e saudável, sem aparentar os terríveis danos causados pelo tempo e hábitos de uma vida intensa. Para que seja possível contornar essa situação, primeiro é necessário entender como a nossa pele envelhece.

Existem dois tipos de envelhecimento, o intrínseco, aquele que ocorre de dentro para fora, ou seja, não temos como escapar, pois, este está associado a idade, determinado principalmente pelos fatores genéticos de cada pessoa. Com o passar do tempo, nosso organismo vai perdendo a capacidade de renovação celular, perdemos as fibras de sustentação da pele que desempenham um importante papel na elasticidade, resistência e tônus, resultando no aparecimento da flacidez, linhas de expressão e pele cada vez mais fina.

O segundo tipo é chamado de envelhecimento extrínseco, e neste caso, ocorre de fora para dentro, associado ao estilo de vida. Alguns fatores externos podem causar danos a nossa pele e contribuir para o envelhecimento precoce, como o alcoolismo e o tabagismo, radiação solar, poluição, alimentação desequilibrada e movimentos de expressão repetitivos.

O mercado da beleza e cuidados pessoais do Brasil ocupa a posição de quarto maior mercado do mundo, com crescimento de 24,5% entre os anos de 2013 a 2018, de acordo com os dados da Associação da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). A indústria dos cosméticos busca intensamente trazer soluções para contornar os danos causados a pele, apostando em ativos inovadores que prometem minimizar ou até mesmo reverter os danos já causados.

O mercado da beleza que gira em torno das clínicas de estética também possui muitos recursos para tratar peles já danificadas pelos fatores intrínsecos e extrínsecos.

Mas você pode começar hoje mesmo a cuidar da sua pele em casa, inserindo apenas quatro passos simples na sua rotina de beleza diária.

Foto: wiseGEEK

1º Passo limpeza: a higienização é o passo mais importante de uma rotina de cuidados, isso porque ao longo do dia, nossa pele fica exposta a diversos tipos de impurezas e sujidades, como a maquiagem, poluição e células mortas. Se não retiramos essas impurezas da nossa pele elas irão obstruir os poros, deixando a nossa pele mais suscetível a oleosidade, cravos e acne. Para uma boa higienização é importante usar sabonetes apropriados para o seu tipo de pele. Também devemos lembrar de não lavar o rosto em excesso, o ideal é apenas duas vezes ao dia, muitas lavagens podem acabar desencadeando o famoso efeito rebote onde a pele tende a produzir mais oleosidade para proteger a pele.

2º Passo tonificação: a tonificação deve ocorrer após a limpeza da pele, sua função é retirar as impurezas que não saíram na lavagem e também restabelecer o pH da pele que pode sofrer alterações ao longo do dia, o tônico também deve ser escolhido de acordo com o tipo de pele e pode ser substituído pela água micelar, este passo além de finalizar a limpeza e conferir equilíbrio a pele também irá prepará-la para receber os demais tratamentos, pois desobstrui os poros facilitando a penetração de ativos.

3º Passo hidratação: quando a pele está desidratada ela possui um aspecto feio e quebradiço, os hidratantes ajudam a pele a absorver a água do ambiente e através da oclusão formam um filme protetor retendo a água do organismo. Hidratar a pele traz inúmeros benefícios, evitando o envelhecimento precoce e devolvendo viço, maciez e luminosidade à pele, além de atuarem contra danos causados pelo frio, exposição ao sol, uso de produtos agressivos à pele como os esfoliantes e exposição a água quente utilizada no banho.

4º Passo fotoproteção: sem dúvidas o maior vilão do envelhecimento é a ação dos raios solares, os raios UVA e UVB, que penetram na pele e causam o fotoenvelhecimento, podendo causar manchas e até mesmo o câncer de pele. Além de passar o protetor solar adequado ao seu tipo de pele é necessário reaplicá-lo ao longo do dia, os especialistas ainda alertam sobre os danos que podem ser causados pela luz visível, aquela emitida através de lâmpadas fluorescente e telas de computadores e televisões, neste caso é indicado o uso de filtro solar com cor que ajudam a disfarçar as imperfeições e ainda protegem contra a radiação solar e a luz visível.

Com estes quatro cuidados básicos realizados de forma regular e contínua, é possível obter uma pele saudável e bonita.

Fontes:
Patrícia Rondon Gallina é farmacêutica esteta, professora do curso de Farmácia do Centro Universitário Internacional Uninter.
Vinícius Bednarczuk de Oliveira é coordenador do curso de Farmácia e de Práticas Integrativas e Complementares do Centro Universitário Internacional Uninter.

Avon reformula Renew e inicia nova era em cuidados com a pele do rosto

Renew Reversalist, Ultimate e Platinum ganham a exclusiva tecnologia Protinol, primeiro ingrediente tópico capaz de restaurar dois tipos de colágeno ao mesmo tempo

Em 2020, Renew dá mais um passo adiante na ciência pioneira em cuidados com o rosto e na tecnologia de ponta para ajudar mais pessoas a alcançar a sua melhor pele. Comemorando 28 anos de história, uma das linhas de skincare mais aclamadas do mundo ganha novas fórmulas enriquecidas com a tecnologia Protinol para estímulo do colágeno e uma linha completa que torna mais simples e assertiva a escolha do tratamento facial ideal para cada tipo de pele de acordo com a faixa etária.

Cremes-Diarios-Renew-Ultimate-com-Protinol---8190-cada

O Protinol concentrado, lançado no começo do ano para um time de influenciadores do mundo inteiro em seu centro de inovação em Suffern, NY, é um tratamento mensal que ajuda a restaurar 7 anos de perda de colágeno em 7 dias*. Agora, ela está acessível em uma concentração para uso diário nos cremes. Foram enriquecidas as tradicionais linhas Reversalist, Ultimate e Platinum dia e noite – que passam, a partir de agora, a atender as faixas etárias de 30+, 45+ e 55+, respectivamente, e a proporcionar benefícios já nas primeiras 48 horas baseado em testes in vitro. Renew Reversalist é ideal para vitalidade e renovação da pele após a aparição dos primeiros sinais, enquanto Renew Ultimate entrega firmeza e restauração para rugas moderadas e Renew Platinum promove elasticidade, definição e contorno para peles mais maduras e com rugas profundas.

Cremes-Diarios-Renew-Reversalist-com-Protinol---7790-cada

A reformulação de Renew também nasce como uma resposta a uma necessidade identificada pela Avon após falar com milhares de brasileiras: ajudá-las a ouvir o que a própria pele diz. Uma pesquisa feita pela Avon[i] em parceria com o Ibope Conecta para entender o comportamento delas em relação aos cuidados com a pele do rosto revelou que 6 em cada 10 estão insatisfeitas com a pele do rosto, mas quase 40% não sabem o cuidado que devem ter para tratá-la. Por isso, a reformulação de Renew traz a tecnologia exclusiva do Protinol que acelera a firmeza e o preenchimento da pele em todas as fases da vida. Desenvolvido em parceria com a Universidade de Manchester, a tecnologia é uma solução inédita no mercado, capaz de estimular a produção de dois tipos de colágeno que fortalecem a matriz da pele.

Cremes-Diarios-Renew-Platinum-com-Protinol---8590-cada

“A revolução do colágeno chegou com o Protinol, a primeira fórmula tópica do mercado capaz de impulsionar a produção de colágeno tipo I e tipo III. Também conhecido como colágeno de bebês, o tipo III fornece uma estrutura para o colágeno tipo I e, juntos, proporcionam uma pele firme e estruturada. Quando combinado com outros ingredientes específicos como nos novos cremes Renew, o Protinol é capaz de potencializar os resultados dos tratamentos faciais”, explica Denise Figueiredo, diretora executiva da categoria de Skincare da Avon Brasil.

“A Avon se concentra em estar um passo à frente quando se trata de inovações em cuidados com a pele. Nesse sentido, a renovação de Renew cumpre o objetivo de entregar soluções em skincare acessível para as brasileiras em todas as fases de vida. Acreditamos que cuidar da pele é, mais do que tudo, escutar o que ela diz. Para tanto, é preciso exercitar uma atenção mais gentil com a pele do rosto para que possamos entender o que ela realmente precisa naquele momento. E assim, aplicar tecnologia avançada para tratamentos eficazes, que dispensem procedimentos faciais invasivos”, complementa Denise.

Conheça cada uma das linhas:

Cremes Diários Renew Reversalist com Protinol: reformulada e enriquecida, a linha Reversalist ajuda a revitalizar a pele e reduzir a aparência de linhas finas, promover hidratação e maciez. O tratamento é indicado para os cuidados com rosto, colo e pescoço. O uso combinado dos cremes dia e noite proporciona vitalidade e renovação para a pele. A linha possui a exclusiva tecnologia Protinol, que estimula a produção de dois tipos de colágeno. Estudos clínicos demonstraram resultado já nas primeiras 48 horas de uso, além de redução das linhas finas e rugas nos primeiros 7 dias de tratamento. Com textura leve e dermatologicamente testada, a linha oferece um tratamento completo para mulheres a partir dos 30 anos.

Renew-Reversalist-FPS-25-Dia----7790Renew-Reversalist-Noite----7790

Preços sugeridos: Renew Reversalist Noite R$ 77,90. Renew Reversalist FPS 25 Dia R$ 77,90.

Cremes Diários Renew Ultimate com Protinol: reformulado e enriquecido, o tratamento combinado dos cremes dia e noite auxilia na firmeza e restauração da pele. A linha conta com a exclusiva tecnologia Protinol™, que atua na aceleração da produção do colágeno, suavizando as rugas. Instantaneamente, a pele interrompe a perda de colágeno e começa a produzir mais para restaurar até 83% em apenas 48 horas*. Dermatologicamente testado, o tratamento tem uso indicado a partir dos 45 anos para rosto, colo e pescoço.

Renew-Ultimate-FPS-25-Dia----8190Renew-Ultimate-Noite----8190

Preços sugeridos: Renew Ultimate Noite R$ 81,90. Renew Ultimate FPS 25 Dia R$ 81,90.
*Baseado em Teste in vitro.

Cremes Diários Renew Platinum com Protinol: a partir de agosto reformulada e enriquecida, a linha Platinum vem para tratar os sinais avançados da pele do rosto, colo e pescoço, e ainda proporcionar definição, contorno e elasticidade do rosto. A Avon apresenta a nova fórmula de Renew Platinum com a exclusiva tecnologia Protinol. Ajuda a aumentar a produção de elastina e colágeno em apenas 48 horas* de tratamento contínuo, proporcionando uma a pele definida com menos rugas profundas e flacidez. De acordo com estudos clínicos, 79% delas sentiram as linhas suavizadas, em apenas duas semanas de tratamento. A linha Renew Platinum é clinicamente testada. Indicado para o uso a partir dos 55 anos.

Renew-Platinum-FPS-25-Dia----8590Renew-Platinum-Noite----8590

Preços sugeridos: Renew Platinum Noite R$ 85,90. Renew Platinum FPS 25 Dia R$ 85,90.
*Baseado em Teste in vitro.

Escolha o tratamento ideal para você

O ritual de beleza iniciante é ideal para quem deseja um cuidado simples e prático. Com apenas dois passos, ele inclui 1- limpeza para a remoção de impurezas da pele e o passo 2- cuidado diário, com uso dos cremes de tratamento dia ou noite. Já o ritual de beleza intensivo é indicado para quem busca um tratamento concentrado para cuidar das regiões específicas. Com três passos, o ritual inclui 1- limpeza, 2- tratamento específico, que pode incluir as Ampolas Concentradas de Protinol, e 3- cuidado diário, com uso dos cremes de tratamento dia ou noite.

RENEW-7-DOSES-CONCENTRADAS-DE-PREENCHIMENTO-FACIAL---13990

Renew 7 doses concentradas de Preenchimento Facial: O tratamento mensal para rosto, colo e pescoço inclui 7 ampolas para usar durante 7 dias consecutivos. Ele deve ser aplicado após a etapa de limpeza, e antes do creme de tratamento Renew dia ou noite. Preço sugerido: R$ 139,90, embalagem com 7 ampolas de 1,3 ml cada.

Limpeza

Como primeiro passo de todo ritual de skincare, a limpeza é uma etapa indispensável em qualquer tratamento da pele. Ela ajuda na remoção das impurezas da cútis e garante uma boa absorção na pele dos demais produtos usados. Neste momento, é muito importante que sejam utilizados produtos específicos para a região, que é mais delicada do que a do corpo. Produtos como sabonetes em gel e água micelar são perfeitos para esta etapa.

RENEW-SABONETE-GEL-DE-LIMPEZA-FACIAL-150g

Renew Sabonete Gel de Limpeza Facial 150g (R$ 31,90) – especialmente formulado com ingredientes antioxidantes e carvão, ajuda a eliminar as impurezas, a oleosidade e a maquiagem da pele. Deixa a pele limpa e radiante, sem ressecá-la. Para todos os tipos de pele.
Agua-Micelar-Revitalizante-Renew-150-ml---3790

Água Micelar Revitalizante Renew 150 ml (R$ 37,90) –  revitalizante com ácido hialurônico e vitamina B3 para limpar e hidratar a pele. Limpa, remove a maquiagem e as impurezas, promove hidratação evitando a perda de umidade, suavizando e preenchendo a pele.

Todos os produtos podem ser adquiridos com uma revendedora Avon ou pelo e-commerce. SAC: 0800 708 2866, de segunda a sábado das 8h às 20h.

Você sabe o que é sarcopenia?

Pois é bom fazer uma poupança de massa muscular enquanto há tempo e garanta um envelhecimento saudável

O que é sarcopenia?

O termo vem do grego e significa perda ou pobreza de carne. Ou seja, perda significativa da massa muscular (massa magra), prejudicando muito a qualidade de vida da pessoa. Geralmente atinge idosos a partir dos 60 anos. Resumindo, é o resultado do processo de envelhecimento.

Sintomas

jardim jardinagem regar regador mulher idosa pasja1000 por Pixabay
Foto: Pasja1000/Pixabay

Os principais sintomas envolvem a perda da força, do equilíbrio e do desempenho físico para realizar atividades como caminhar, levantar da cama, subir escadas, carregar compras, trocar uma lâmpada, desequilíbrio ao andar em terrenos com desníveis, conferindo assim, maior risco para quedas, fraturas, incapacidade, dependência, hospitalização recorrente e mortalidade no idoso.

Causas

20170822_00_alimentacao_prato_comida1
Foto: Visual Hunt/CC

As causas são múltiplas, como as alterações hormonais e fisiológicas do próprio envelhecimento, sedentarismo, má alimentação, limitações físicas, depressão e falta de proteína. Em alguns casos, ela é decorrente de doenças como câncer, infecções e inflamações, traumatismos sérios e outros, que são fatores que levam à perda de massa muscular de forma rápida e muito mais grave do que a que ocorre no envelhecimento.

Prevenção

corrida caminhada inverno

A médica Bruna Marisa, Membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e com grande atuação na Medicina Esportiva aconselha: “O mais importante de tudo para prevenir essa perda é fazer uma poupança muscular durante a vida para garantir um envelhecimento saudável, com mais músculos, mais força e mais vitalidade”. Exercícios físicos de resistência também são fundamentais. Isso reforça a importância de se buscar massa magra enquanto se é jovem. Certamente isso ajudará e muito na sua qualidade de vida durante a terceira idade.

Hoje recomenda-se a ingestão de pelo menos 1g a 1,2 g de proteínas por quilo de peso corporal, ao dia.

Diagnóstico

desintometria mv imagem
MV Imagem

O diagnóstico é feito por um médico clínico geral ou geriatra através de testes simples para avaliar a força muscular e exames de tomografia nas regiões da perna e do abdômen para estimar o volume muscular. Pode-se pedir também exames de densitometria de corpo inteiro, ressonância magnética e ultrassom, embora sejam menos usuais.

Tratamentos

telemedicina nutricionista

“A dieta adequada, hormônios e equilíbrio na alimentação rica em proteínas acompanhada por um nutricionista são as melhores formas de prevenir e também amenizar os sintomas da sarcopenia durante o tratamento, o que envolve basicamente exercícios de resistência conforme as condições físicas de cada paciente, dieta com suplementação de proteína e, em casos mais avançados, pode se incluir também o uso de anabolizantes com acompanhamento médico”, avalia a médica.

casal idosos bicicleta Mabel Amber por Pixabay
Mabel Amber/Pixabay

Portanto, se você quer ter um envelhecimento saudável? Cuide hoje de sua saúde física agora. Seu corpo agradecerá.

Fonte: Bruna Marisa é médica, pós graduada em Endocrinologia, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, atua na área de Medicina Esportiva, Ortomolecular e é Especialista em Emagrecimento. Ela também é Médica do Complexo Hospitalar São Francisco e da Santa Casa De Misericórdia de BH.