Arquivo da tag: espm

ESPM lança curso de beleza vegana

O que é beleza numa sociedade na qual o consumo consciente e a sustentabilidade são cada vez mais importantes? Como a indústria da beleza vem se adaptando a esses novos padrões?

cosmeticos naturais veganicos organicos

A ESPM SP, escola de negócios referência nas áreas de Comunicação, Consumo, Economia Criativa e Gestão, realiza, em 19 de outubro, o curso Beleza Vegana: O Novo Mercado, A Revolução das Marcas. Ministrado por Giuliana Sesso, ex-diretora de marketing da revista Vogue, e pela jornalista Renata Kalil, ex-editora de beleza de publicações como a própria Vogue e a Glamour, o curso vai discutir a chamada beleza ética e como a indústria da beleza, suas marcas e seus consumidores lidam com questões como o crescimento do consumo consciente e da importância da sustentabilidade.

“Vamos promover um dia de trocas de experiências e de informações sobre o mercado ético da beleza”, diz Giuliana. “Cada vez mais será preciso que as marcas aprendam com os consumidores, os consumidores aprendam com as marcas e as marcas aprendam com outras marcas.”

Uma das grandes linhas da beleza ética é o veganismo, cuja base é o não uso de ingredientes de origem animal na composição de alimentos e outros produtos, inclusive cremes, xampus e sabonetes.

“A beleza vegana é um gesto de generosidade”, afirma Renata Kalil. “É uma aposta em futuro mais ético. Consumo sustentável e com propósito é o maior sinônimo de luxo. Não há nada mais chique do que não compactuar com a crueldade animal.”

Entre os temas do curso está a identificação, por parte dos consumidores, de produtos realmente veganos, que não devem ser confundidos com os chamados produtos cruelty free (aqueles que foram produtos sem, por exemplo, uso de animais para testes de laboratório).

Os interessados devem se inscrever clicando aqui.

VEGAN KVD Hero - WVD
Foto de campanha da marca Kat Von D Beauty

Curso de Beleza Vegana: O Novo Mercado, A Revolução das Marcas
Data: 19 de outubro, sábado
Horário: das 10h às 17h
Investimento: R$ 590,00 ou 10 vezes de R$ 59,00
Local: ESPM Tech
Endereço: R. Joaquim Távora, 1240, Vila Mariana — São Paulo

ESPM, Revista Vogue e Suzana Pires fazem curso sobre empreendedorismo feminino

Curso apresentará técnicas para empreendedoras alcançarem objetivos pessoais e profissionais

Com o objetivo de estimular o protagonismo feminino com técnicas de marketing pessoal e empreendedorismo, a ESPM, escola de negócios referência nas áreas de Publicidade, Marketing, Consumo, Comunicação e Economia Criativa, realiza em 27 de setembro, o curso Dona de Si: Empreendedorismo e Marketing Pessoal para Mulheres. O curso é uma parceria entre a ESPM, a revista Vogue Brasil e a coluna Dona de Si, assinada pela atriz Suzana Pires.

O programa está dividido em cinco tópicos batizados de Tornando-se Dona de Si, Eu Sou Empreendedora de Mim Mesma, Eu não Quero Mais Minhas Crenças Limitantes, Eu me Conheço, Eu me Supero e Eu Assino um Compromisso Comigo Mesma, o workshop é ministrado pela atriz Suzana Pires, autora da coluna Dona de Si, publicada no site da Vogue e fundadora do Instituto Dona de Si, cujo objetivo é estimular, por meio de projetos regionais, o aumento do número de mulheres em cargos e carreiras nas quais são minoria.

sao-palestrante-suzana-pires

Para participar do workshop, que também conta com módulos sobre empreendedorismo e marketing pessoal, as interessadas devem se inscrever clicando aqui.

Curso de empreendedorismo e marketing pessoal para mulheres
Quando: sexta, 27 de setembro – a data limite de inscrições é 26 de setembro
Onde: Rua Joaquim Távora, 1240, Vila Mariana, São Paulo – São Paulo
Horário: das 9h às 17h30
Preço: R$ 699,00 ou 10 x R$ 69,90 (pode ser pago no boleto ou cartão)

Setembro Amarelo: suicídio é segunda principal causa de morte entre jovens no Brasil

Qual o papel das instituições de ensino no combate a esse problema?

O Setembro Amarelo, movimento de conscientização sobre a prevenção do suicídio, tem levantado a discussão mais aberta e profunda de temas como a depressão entre jovens. No Brasil, de acordo com dados da OMS – Organização Mundial da Saúde, o suicídio é a segunda principal causa de morte de jovens com idades entre 15 e 29 anos. Diálogo, inclusão e acolhimento estão entre os principais elementos para sua prevenção.

Mas como incorporar tudo isso no ambiente acadêmico?

O bem-estar dos alunos é uma preocupação da ESPM Rio desde a sua fundação em 1974. E atualmente a instituição oferece, ao longo do período de graduação, atividades de extensão para que os alunos troquem experiências, identifiquem seus desejos, expressem e entendam seus sentimentos e desenvolvam a individualidade e a convivência em grupo. São oficinas, workshops, semanas profissionais e de talentos, projetos de pesquisa e núcleos estudantis. Com a supervisão de professores mentores, os alunos escolhem as atividades com as quais tenham mais afinidade e manifestam suas emoções por meio do engajamento e da criatividade. Os alunos têm acesso também a serviços que ajudam na compreensão do momento e das emoções e que prestam apoio acadêmico e social.

depressaohomem

São eles:

Papo – Programa de Acolhimento Psicológico e Orientação — atende alunos e, quando necessário, seus familiares, para que possam repensar seus conflitos, angústias e ansiedades diante dos impasses vividos fora e nas atividades acadêmicas, além de oferecer oficinas para o desenvolvimento pessoal e profissional dos estudantes.

Carreira – Tem o objetivo de levar o aluno a entender seus dilemas, aptidões e habilidades para que ele próprio estabeleça sua escolha profissional. Analisa o currículo do estudante, orienta sobre uma melhor postura em entrevistas e dinâmicas de seleção, orienta em casos de conflitos no ambiente e trabalho e na reflexão sobre dilemas éticos profissionais.

Pipa – Programa de Intervenção Pedagógica no Aprendizado — acolhe e orienta estudantes que apresentem laudo de necessidades específicas. O atendimento elabora um plano de acompanhamento para cada aluno, juntamente com seus professores e coordenadores de curso.

tristeza-ansiedade-depressao

“O companheirismo e o senso de coletividade amparam aqueles que apresentam dificuldades na vida. Queremos que jovens que passam por momentos de sofrimento sejam acolhidos pelos colegas, amigos e professores”, diz Maria Cláudia Tardin, professora da ESPM e coordenadora do Papo, Programa de Acolhimento Psicológico e Orientação.

Fonte: ESPM

II Fórum de Economia Colaborativa e Afetiva na Prática

A economia colaborativa é uma maneira inovadora de fazer negócios trocando talentos e serviços, economizando, promovendo a sustentabilidade, estreitando relacionamentos e criando oportunidades de mercado.

Um novo jeito de fazer negócios vem chamando a atenção e aumentando a cada dia no país e é por meio da economia colaborativa. Esse formato, no qual a moeda não é uma troca convencional, conecta pessoas ou empresas que podem oferecer o que o outro necessita.

Atualmente, diante do cenário de transformação das relações de consumo, sai na frente aquele que tem um olhar criativo e consegue enxergar oportunidades na crise. A economia colaborativa e afetiva contribui para que isso aconteça.

O conceito é simples: “Em primeiro lugar estar aberto para sentir, em seguida, disposto a colaborar com o outro através de seus talentos”, diz Regina Watson, fundadora do grupo Escambo de Luxo, pioneiro em economia colaborativa no Brasil.

Regina Watson criou o grupo em 1990, em São Paulo. Inicialmente, as reuniões eram presenciais, com participantes das áreas de comunicação, cultura, ciências sociais e empresários.

As reuniões aconteciam na maioria das vezes em forma de pequenos jantares em sua casa, como alternativa para estreitar relacionamentos mais seguros e confiáveis.

A partir daí, consequentemente, o grupo foi se propagando e disseminando para outras tecnologias, passando pelo fax, e-mail, orkut e migrando para o Facebook, onde continua ativo até hoje e segue em busca de investidores para atuarem por meio de uma plataforma.

A rede colaborativa Escambo de Luxo conta com quase 12.000 pessoas selecionadas dentro do Facebook e somente madrinhas ou padrinhos podem indicar novos membros.

I Fórum Escambo de Luxo - Foto Leilane Trombeti (1)
Foto: Leilane Trombeti

Regina idealizou o grupo apostando sempre na contribuição de sanar a dor do outro em primeiro lugar e, consequentemente, os negócios acabavam sendo gerados, ora por conta de reputação e referências, ora por afinidade imediata nos posts. As trocas não são medidas por valor, tempo ou graduação. Esse é o grande diferencial da rede afetiva e genuinamente colaborativa.

Para divulgar, propagar e exercitar o tema, o grupo Escambo de Luxo promove no dia 15 de agosto, na ESPM, em São Paulo, o II Fórum de Economia Colaborativa e Afetiva na Prática.

O evento busca disseminar a cultura de doação e colaboração, inspirando com histórias reais de pessoas que doaram e receberam afetividade, e geraram negócios doando ou trocando seus talentos e serviços de maneira inovadora.

A entrada é gratuita.

II Fórum de Economia Colaborativa e Afetiva na PráticaII Fórum de Economia Afetiva e Colaborativa na Prática - Imagem Divulgação

Cronograma:
l) Painel no formato tradicional de conferência
ll) Painel no formato desconferência
lll) Momento conexão

*14:00 – Início do credenciamento presencial
*14:15 – Abertura da lista de espera dos pré-inscritos presencial
*14:30 – Abertura do evento
*15:00 – Início Painel l – Conferência
*16:30 – Coffee break
*16h45 – Início Painel II – A caminho da desconferência
*18:20 – Início Painel lll – Conexão 360º (com coffee break)
*19:30 – Encerramento

Informações: Facebook