Arquivo da tag: exercícios físicos

Detox no frio: dicas de como manter o corpo aquecido e em forma

Durante as épocas mais frias do ano, a briga com a preguiça e a vontade de fazer gordices são inevitáveis. Pensar em dieta é uma tortura. Mas, de acordo com Renata de Abreu, ao aderirmos uma filosofia de vida com a qual nos identificamos, a mudança se torna mais fácil, orgânica e consciente, inclusive nas temporadas mais geladas.

“Dietas mirabolantes que podem até levar à depressão tem curto prazo e efeitos colaterais que marcam para sempre”, conta a especialista em spas Renata de Abreu. Ela explica que a medicina ayurvédica acredita que a saúde é algo holístico, uma ligação estreita entre corpo e mente que começa na alimentação. Ou seja, saúde, beleza e vitalidade começam de dentro para fora.

Um dos princípios da Ayurveda é a alimentação limpa, que inibe processos inflamatórios e o estresse do organismo. A medicina ayurvédica oferece uma abordagem simples para perder peso, fácil de seguir e incrivelmente eficaz. O foco está no todo e ao seguir os conhecimentos da Ayurveda você também recuperará um senso de saúde e bem-estar que age fisicamente, mentalmente e emocionalmente.

Com isso tudo, emagrecer será apenas uma consequência de um estilo de vida que é, acima de tudo, sustentável, especialmente porque trata corpo e mente, independente da estação do ano. Afinal, sabe-se que existe um fator psicológico importantíssimo no sobrepeso.

Dicas de como manter o corpo aquecido no frio

Que tal um chá?

chá.jpg

Comece o dia com um chá de cúrcuma e limão. É alcalino, desintoxicante e anti-inflamatório. Prepare uma caneca de água quente, com uma colher de chá de cúrcuma e suco de meio limão. Tome uma xícara 15 minutos antes do café da manhã. Não utilize açúcar ou adoçante. Isso impulsiona todo o sistema digestivo, limpa as toxinas e ajuda a eliminar gordura.

Mexa-se

treino corrida inverno

Além de ser saudável e auxiliar na perda de calorias, fazer exercícios é um bom escape para fugir do frio e manter o corpo quente. Exercite-se o suficiente para suar pela manhã para ter perda saudável do peso. Uma média de 45 a 60 minutos é o tempo ideal, mas, mesmo 30 minutinhos já mostram resultados. Tente encontrar uma atividade que você realmente goste.

Prefira alimentos da estação

organicos

Coma produtos da estação e regionais. No outono e no inverno temos uma oferta maior de vegetais, raízes, nozes, sementes e frutas, carnes mais pesadas e queijos para nos isolar do frio. Quando comemos alimentos orgânicos, locais e sazonais, nossos corpos naturalmente digerem e assimilam os nutrientes. Faça três refeições por dia, sem lanches. A comida é um combustível de queima rápida, e quando seu corpo recebe combustível constantemente, se esquece de como queimar gordura. Que tal uma sopa? Evite o utilizar ou não exagere no creme de leite e queijos. Prefira os vegetais, abuse dos temperos naturais. Para a experiência ficar ainda melhor, que tal bater a sopa no liquidificador.

Mexa-se novamente

escadas mulher

Que tal chegar ao escritório de escada, ao invés de pegar o elevador? Exercite-se um pouco depois de cada refeição. Fazer caminhadas curtas após cada refeição estimula o movimento peristáltico e a digestão, especialmente após o almoço, de preferência por 10 a 20 minutos a um ritmo moderado. Se possível, deite-se no seu lado esquerdo depois de caminhar por 10 minutos para ajudar ainda mais na digestão.

Para um sono mais leve

mulher insonia sono horario de verao

Deite-se com o sol e levante-se com o sol. Olhar para as telas do computador, TV e smartphone à noite estimula o cérebro a nos manter acordados e conectados quando nosso corpo naturalmente quer diminuir a velocidade. Durma de sete a nove horas por noite. Isso dá ao corpo tempo para desintoxicar e redefinir a “programação” para o dia seguinte, além de manter níveis saudáveis de cortisol, um hormônio de resposta ao estresse que é decisivo para o ganho de peso.

renata de abreu

Fonte: Renata de Abreu é ex-triatleta e maratonista, carrega em seu currículo uma vasta imersão de estudos na área de terapias de tratamento corporal, incluindo o The Chopra Centre, escola de Depak Chopra, médico indiano reconhecido mundialmente por trazer para o ocidente os conhecimentos milenares da Ayurveda.

Cinco fatos que você precisa saber sobre hipertensão

Esta sexta-feira, 26 de abril, marca o Dia Nacional do Combate à Hipertensão, mal que afeta 36 milhões de brasileiros, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia. Frequentemente negligenciada, a hipertensão é uma doença silenciosa: a maior parte dos pacientes não apresenta sintomas até que um órgão, como coração, cérebro ou rim, seja lesionado.

O que muita gente não sabe é que a pressão alta, se não for tratada da forma correta, pode reduzir a expectativa de vida em até 5 anos3 e pode ter como consequência outras doenças cardiovasculares, como infarto e AVC. Segundo a Organização Mundial da Saúde, essas enfermidades representam a principal causa de morte no mundo2, por isso a conscientização é imprescindível. Luciana Abrahão, gerente médica de Cardiometabolismo da Sandoz, empresa do Grupo Novartis, comenta os principais fatos que você precisa saber sobre a hipertensão.

1. A pressão alta é uma doença comum e altamente negligenciada

hipertensao coração pressao alta pixabay
Dados do Ministério da Saúde apontam que 25% das pessoas diagnosticadas com hipertensão não aderem ao tratamento corretamente. O Brasil, em particular, tem vivenciado a ocorrência precoce do problema. “A maior parte dos hipertensos não adota hábitos saudáveis, tais como a prática de atividade física e uma dieta pobre em sal, o que agrava o cenário”, comenta Luciana Abrahão.

2. Quem tem pressão alta corre maior risco de infarto e outras doenças

eletrocardiograma saude coração pixabay
A pressão alta faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer com que o sangue seja distribuído corretamente no corpo. Se não controlada, é fator de risco para infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (AVC) e outras doenças cardiovasculares.

3. Hipertensos podem fazer atividades físicas…

The girl running in the park.
A atividade física regular, após avaliação e liberação médica, auxilia no controle da hipertensão arterial. O exercício ajuda na regulação do sistema nervoso simpático, responsável pelo ritmo da respiração e da pressão arterial.

4. … e devem diminuir drasticamente a quantidade de sal na alimentação

sal-medio
O sal contém sódio, uma substância que, em excesso, pode ter como consequência o aumento de pressão. O sódio obriga o corpo a reter mais líquidos, aumentando o volume de fluidos nos vasos sanguíneos. Com o volume aumentado, os vasos se contraem para equilibrar o fluxo. Luciana explica: “Vasos contraídos diminuem a quantidade de sangue circulando no organismo, mas a pressão de bombeamento do coração continua alterada”. Por isso, é importante que hipertensos controlem a ingestão de sal e de alimentos ricos em sódio.

5. Hipertensão não tem cura, mas há tratamento

coração médico
Hipertensão é definida como a medida da pressão arterial acima de 14 por 9 com o paciente em repouso. É possível controlar a pressão alta com mudanças no estilo de vida e com a administração medicamentos anti-hipertensivos por via oral. É importante frisar, porém, que a hipertensão arterial essencial, que acomete a maior parte dos indivíduos, não tem cura definitiva: “É preciso acompanhamento periódico e uso contínuo de medicamentos”, alerta Luciana Abrahão. Visite o médico de acordo com as recomendações para checar como anda a sua saúde e aferir a pressão.

Fonte: Sandoz

Sete atitudes para fugir dos bad-habits que ajudam a envelhecer sua pele

Diariamente, somos expostos a diversos agressores ambientais como os raios ultravioleta, a poluição, a fumaça e, além disso, alguns bad-habits como dormir pouco e fumar também colaboram para o envelhecimento precoce da pele.

“Alguns marcadores do processo de envelhecimento levam à desnaturação celular e aceleram o envelhecimento cronológico. Mas a partir do momento em que você diminui a exposição a esses agressores, mantém uma rotina skin-care adequada ao seu tipo de pele e modifica alguns hábitos, há uma profunda mudança na qualidade da pele”, afirma Valéria Marcondes, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. A médica propõe sete atitudes para renovar a pele:

Use filtro solar

protetor -solar- rosto

A exposição solar sem fotoproteção é o mais importante agressor da pele, que leva a um dano cumulativo, inclusive com a formação de dímeros de pirimidina, relacionados com mudança nas bases do DNA e que provocam reações de mutação celular, com consequente fotoenvelhecimento precoce, inflamação, melasma e um aumento do risco de cancerização, segundo a dermatologista. “O filtro deve ter proteção eficiente contra as radiações UVA e UVB, mas também deve proteger da luz visível e da Infrared – o filtro precisa fornecer uma proteção de amplo espectro”, explica a médica. “Esse protetor deve contar com filtros físicos, como o óxido de zinco e dióxido de titânio, associado a filtros químicos para aumentar o grau de fotoproteção. A exposição direta ao sol deve ser feita preferencialmente antes das 10 horas da manhã e após as 16 horas, para evitar o dano oxidativo e a produção de enzimas que degradam colágeno, resultando em uma pele mais flácida, com rugas e manchas”, diz a médica.

Crie uma rotina de cuidados com a pele

mulher lavando o rosto

Ter uma rotina de cuidados diários é muito importante para a beleza e saúde da pele. Os passos de limpeza, com higienização complementar com tônicos ou águas micelares, assim como hidratação e fotoproteção são essenciais para manter a pele cuidada e saudável. “Consulte sempre um dermatologista, para prescrição de substâncias rejuvenescedoras como alfa e poli-hidroxiácidos, retinoides, vitamina C, ácido ferúlico, Vitamina E, peptídeos, antioxidantes e fatores de crescimento”, explica. “Eles colaboram muito para a hidratação, luminosidade e textura da pele.”

Diminua o açúcar

chocolates doces bombons sweetlouise pixabay
Foto: SweetLouise/Pixabay

A ingestão de açúcar em excesso na dieta colabora para um processo de glicação, que é quando as fibras de colágeno e elastina endurecem por reagirem com esses açúcares. “Com isso, elas perdem a questão da maleabilidade, da flexibilidade, da sustentação e ancoragem da pele. O açúcar também está ligado, segundo estudos, ao aparecimento de manchas”, explica a dermatologista Dra Valéria. O acúmulo de AGEs (espécies avançadas de glicação) gera ação inflamatória e envelhecimento precoce de todo o sistema. “Para reverter esse quadro, é necessária a aplicação tópica e o uso de produtos via oral com ação antiglicante e desglicante. Mas a diminuição do açúcar na dieta é necessária”, explica. Atenção também aos carboidratos, que viram açúcar no fim da digestão!

Controle o estresse

mulher estresse trabalho

O estresse também afeta nossa pele de maneira importante, segundo a dermatologista, na medida em que descargas constantes de adrenalina e outros hormônios (como cortisol e prolactina) potencializam o estado inflamatório persistente no tecido cutâneo e reduz o tempo de vida e a atividade das células. “A acne também é uma manifestação comum que tem relação com pacientes que sofrem com o estresse”, afirma a médica.

Pratique exercícios físicos

Outdoor Running Series

Durante a atividade física, toda a circulação é estimulada. “O sistema arterial (sangue que “alimenta” os músculos em movimento, por exemplo) aumenta seu fluxo, e consequentemente, o aporte de nutrientes e oxigênio para todos os tecidos, inclusive a pele. Os sistemas venoso e linfático também aumentam a velocidade de drenagem, retirando toxinas e diminuindo a retenção de líquidos. Isso se reverte na pele deixando-a mais hidratada, corada e mais viçosa”, explica a médica. “Com a melhora da oxigenação das células, isso contribui também para uma aparência mais saudável da pele”, completa.

Durma melhor

dormir sono despertador relogio

A falta de sono diminui todo o metabolismo do ciclo circadiano, o que compromete o tempo necessário para que ocorra o reparo e regeneração durante o período noturno. “Então isso afeta a produção natural de melatonina que também é parte da defesa antioxidante primária do nosso organismo”, explica a Dra Valéria. Nessa questão, outro ponto também deve ser analisado: a forma como dormimos. “O fato de dormir com o rosto de lado ou de bruços ajuda a formar rugas de dinâmica importantes, e que muitas vezes nos faz envelhecer mais assimetricamente com demarcações mais profundas das linhas e das rugas. O ideal é dormir com a barriga para cima”, conta.

Pare de fumar

cigarro parar fumar tabaco pixabay

O consumo de cigarro induz ao envelhecimento, já que as substâncias tóxicas presentes estão associadas à vasoconstrição periférica por um período de dez minutos, o que diminui o fluxo sanguíneo para o tecido cutâneo e cabelos. “Isso traz consequências na perda da viço e luminosidade da pele além de favorecer o amarelamento do tecido; também há uma perda de firmeza por conta da oxigenação e nutrição diminuídas”, comenta.

Por fim, a médica lembra que a consulta com um dermatologista é sempre importante a fim de indicar os melhores produtos e tratamentos para manter a saúde da pele.

Fonte: Valéria Marcondes é dermatologista da Clínica de Dermatologia Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia. Foi fundadora e é membro da Sociedade de Laser.

Cinco movimentos para transformar o corpo

Dia Mundial da Atividade Física será comemorado amanhã, 6 de abril: conheça exercícios poderosos que podem ajudar a melhorar a sua saúde

O sedentarismo é um dos principais fatores para doenças vasculares, obesidade, diabetes e doenças crônicas. Segundo dados recentes divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), um a cada quatro adultos no mundo são sedentários e o compromisso da instituição é diminuir esse número em 15% até 2030.

A prática esportiva é importante não só para os benefícios físicos do corpo, mas também é fundamental para a sociabilidade e mente – já que fazer exercícios libera a serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Para incentivar aqueles que ainda não praticam nenhuma atividade, o Master Trainer de Strong By Zumba, Giuliano Cangiani, elencou cinco exercícios que trabalham o sistema cardiovascular e tonificam a musculatura do corpo todo.

“O objetivo desse treino, que usa apenas o peso do próprio corpo, é manter o batimento cardíaco elevado, otimizando a queima de calorias. Ele também gera o efeito EPOC, quando o organismo continua queimando calorias após a atividade, por conta da alta intensidade. Tudo isso em apenas 60 minutos de treino, ideal para aqueles que possuem uma rotina agitada. Não tem mais desculpa!”.

1. Squat ou agachamento

zumba1

O exercício é muito eficaz para trabalhar os membros inferiores, em especial coxas e bumbum. “É importante atenção na execução: pés alinhados com os ombros, tronco reto ao agachar, sempre olhando para a frente, mantendo o peso nos calcanhares sem deixar que os joelhos ultrapassem a linha do pé”, explica Giuliano.

2. Lunge ou avanço

zumba2

Também é focado nos membros inferiores. É um exercício intensivo para quadríceps, gémeos, glúteos e bíceps femorais. “Erros comuns são quando o aluno leva o joelho à frente do pé, curva a coluna e traz o joelho para dentro”, alerta o Master Trainer.

3. Plank ou Prancha

zumba3

Focado na concentração de força isométrica – sem movimentos – que envolve manter-se em uma posição por um longo período. “Esse é um dos exercícios mais eficazes para quem deseja definir o abdômen. É importante sempre ter em mente durante a execução, que o esforço deve estar todo concentrado nessa região”, explica Giuliano.

4. Pushup ou flexão de braços

zumba4

Nada mais é do que o simples movimento de se empurrar do chão. Giuliano explica a importância do exercício “ele é um dos mais completos pois trabalhamos além da parte superior – braços, peito e ombros – a musculatura do abdômen”.

5. Jumping Jacks ou polichinelos

zumba5

Os polichinelos são extremamente importantes para aquecer o corpo. “Muitos costumam subestimar a importância desse exercício e o relacionam a uma atividade puramente aeróbica. Eles aumentam a frequência cardíaca e fazem os músculos trabalharem bastante”, finaliza o Master Trainer.

Informações: Strong By Zumba

Dicas para continuar a rotina de treinos após o verão

Há quem diga que o ano só começa após o carnaval. Depois da maratona de festas, férias, feriados e folias nos bloquinhos, recuperar a rotina fitness pode ser uma tarefa desafiadora.

Dependendo dos exageros, pode ser que alguns quilinhos tenham sido acrescentados na balança. Para quem deseja espantar a preguiça e continuar a rotina de treinos e hábitos saudáveis, o Master Trainer de Strong By Zumba, Giuliano Cangiani, dá algumas dicas:

Xô preguiça!

insonia cama mulher sono cansaço pixabay
“Recomece o quanto antes. Não vale a pena ficar lamentando os dias que não treinou, os quilos que engordou. O importante é o que você vai fazer a partir de hoje”, afirma Giuliano.

Pegue leve

corrida shutterstock
Foto: Shutterstock

Não é porque você já treinava antes da folia e das férias, que você deve voltar do ponto em que parou. É preciso respeitar o seu corpo. Giuliano recomenda “no começo é sempre bom começar mais leve, e a intensidade vai aumentando gradativamente. É possível encontrar aulas nas academias que, em um mesmo exercício, podemos dar diferentes tipos de intensidade: leve, moderada ou intensa”.

Desafie-se

getty_rm_photo_of_woman_running_with_dog
Um novo desafio ou meta, é sempre estimulante para criar uma rotina de treinos. “Aposte em um treino novo, estipule uma meta de mudança no corpo e não desista. Essas atitudes aliadas a uma alimentação saudável, darão resultados”, afirma o Master Trainer.

Treine em grupo

corrida
Se está se sentindo desmotivado e treinar sozinho não está funcionando, aposte em aulas em grupo. Os treinos com esse perfil motivam os praticantes. Giuliano explica: “um aluno se sente desafiado quando vê um colega tendo as mesmas dificuldades, porém conseguindo superar os seus limites”.

Treine com música

shutterstock mulher corrida inverno
Shutterstock

Uma boa playlist pode salvar o seu treino. Estudo publicado recentemente no Internacional Journal of Psychophysiology revela que uma trilha sonora adequada na hora do treino ativa uma parte do cérebro responsável por retardar a fadiga causada pelo exercício intenso. “As músicas de Strong By Zumba® foram desenvolvidas a partir dos movimentos já criados, ou seja, cada mínimo detalhe da aula foi estrategicamente pensando para que o aluno tenha uma boa experiência e bons resultados na prática dessa modalidade. Temos parceria com DJs e produtores como Steve Aoki e Timbaland”, revela Cangiani.

strong by zumba.png

Strong by Zumba não é uma aula de dança, mas sim uma aula de treinamento intervalado de alta intensidade conduzida pela música, que reúne exercícios de peso corporal, condicionamento muscular, cardio e movimentos pliométricos. As sequências foram criadas primeiro e as músicas passaram por um processo de engenharia reversa para acompanhar perfeitamente cada movimento, garantindo um treino exclusivo que ajuda o praticante a ultrapassar seus limites. Com esse novo conceito, que usa a música como principal fator motivacional, é possível queimar mais calorias enquanto tonifica os braços, glúteos, pernas e abdômen. Roupas esportiva e tênis complementam o treino de Strong by Zumba. Os instrutores podem optar por receber músicas exclusivas, materiais de marketing e suporte afiliando-se à SYNC Network, comunidade do Strong by Zumba.

Informações: Strong By Zumba, Facebook e Instagram

Dez dicas para o pós-carnaval, por Giulliano Esperança

O diretor técnico da Sociedade Brasileira de Personal Trainers, Giulliano Esperança, dá dez dicas de pós-carnaval para voltar à rotina de exercícios físicos e manter a forma. Confira:

1. Inicie com atividades leves:

Walking in nature
Quantas vezes você iniciou um programa de treinamento físico e, após uns dias, ficou resfriado, com gripe ou dor de garganta? Esse efeito é devido ao impacto negativo que a intensidade alta do exercício físico exerce sobre o sistema imunológico, exercícios de alta intensidade deprimem o sistema imunológico. Inicie com exercícios leves e moderados, que ao contrário do exercício de alta intensidade, eles melhoram o sistema imunológico. Por isso, comece após o carnaval literalmente de leve.

2. Mantenha o foco na hidratação:

Pouring water from bottle into glass on blue background
Estou falando sobre o elemento mais abundante em nosso corpo, água. Uma pessoa pode ter de 60% a 75% de água pelo corpo, que exerce funções primordiais em nosso corpo. Vamos para o extremo, a desidratação pode levar a graves efeitos sobre o corpo, como o mau funcionamento dos órgãos, principalmente do rim. E se tratando de uma desidratação leve, comprometemos o sistema circulatório, a queda de desempenho físico e até o aumento de risco de lesões musculares.

3. Evite o consumo de bebidas alcoólicas:

Friends toasting with beer
Bom, é muito provável que o consumo de muitas pessoas em relação ao álcool, foi alto. O corpo precisa se recuperar desse desgaste, o álcool afeta o funcionamento pleno do organismo, também atrapalhando muito a hidratação, além das toxinas que exigem o funcionamento saudável do fígado.

4. Escolhas alimentares saudáveis:

Frutas_Frescas181112_160641
Os músculo precisa de energia e suas células de nutrientes que são fornecidos pelos alimentos, assim sendo, calorias vazias, alimentos sem nutrientes construtores, prejudicam a desempenho e execução durante o exercício.

5. Defina uma meta:

seta alvo meta
Definir uma meta, alcançável, ajustada a sua vida pessoal e de trabalho, contribui para o seu sucesso diário, principalmente nos momentos decisivos que envolvem os hábitos de autocontrole alimentar e autogestão de estresse e ansiedade, pois com uma meta clara em mente, aumentamos de ter escolhas mais saudáveis.

6. Fique de olho na qualidade do seu sono:

dormir sono despertador relogio
Em meu trabalho, com meus alunos, monitoro diariamente a qualidade do sono. Como você acorda interfere diretamente em seu desempenho diário, tanto no esforço físico, como também na redução do estresse e ansiedade.

7. Monitore a sua disposição física:

mulher triste cansada
Ao final do dia, verifique como está a sua disposição física. Se você finaliza o dia esgotado, é importante verificar seu nível de aptidão física, se suas escolhas alimentares promovem disposição, se você está com um programa de treino compatível com o seu estilo de vida permitindo uma recuperação completa entre as sessões de treino.

8. Mensure a sua circunferência abdominal:

cintura abdomen cinta métrica emagrecer
A obesidade abdominal, é um promotor de um estado de inflamação crônica de baixo, traduzindo, é berço praticamente de todas as doenças. Para homens, a cintura abdominal deve estar abaixo de 102 cm e mulheres abaixo de 88 cm. Mais importante que o peso corporal, é reduzir a gordura abdominal, indicador fiel de resultado em relação ao emagrecimento.

9. Desafie-se:

guarda roupa duvida
Escolha uma roupa que você sonha usar, mas que não está servindo, algo que está ao seu alcance e que agora não está nem um pouco confortável. O desconforto é um ponto importante de mudança, afinal nada é pior que a sensação de colocar uma roupa e não ficar legal, é uma dor emocional que vai lá na alma. Uma dica: quando ficar em dúvida e sem força para treinar, lembre desse momento e dessa roupa.

10.É um excelente momento para agendar um check-up:

medico shutt
Foto: Shutterstock

Realmente aqui no Brasil, o ano começa após o carnaval, então é hora de blindar a nossa saúde. É o momento de preparar o planejamento pessoal para agendar as consultas preventivas, cardiologista, urologistas, ginecologista, endócrino, dentista e especialistas que fazem parte da sua necessidade para construir uma saúde 100%.

giuliano esperança

Giulliano Esperança é Professional Trainer, Diretor Técnico da Sociedade Brasileira de Personal Trainers, Personal Trainer e Diretor Executivo do Instituto do Bem-Estar em Rio Claro/SP, Bacharel em Educação Física UNESP/Rio Claro, Especialistas em Fisiologia do Exercício Unifesp/SP, Especialista em Marketing – Madia Marketing School, Master Coach Sociedade Latino Americana de Coaching, Conselheiro Executivo da Sociedade Brasileira de Personal Trainers, Premiado pela Sociedade Brasileira de Personal Trainers em Excelência pelos serviços prestados como Personal Trainer.

O que acontece com seu corpo quando você toma litros de água

Histórias e conselhos milenares nos fazem acreditar que beber uma tonelada de água por dia resolverá todos os problemas que temos – da perda de peso ao antienvelhecimento. Mas isso é um mito? Não posso imaginar que ajudaria muito mais do que a frequência de minhas idas ao banheiro. Então, antes de tentar eu mesma e, posteriormente, carregando uma garrafa de água de 4 litros do meu lado o dia todo, decidi perguntar a especialistas em fitness, nutrição e pele o que a água realmente afeta.

Acontece que não é uma cura para todos e quaisquer problemas relacionados ao corpo. Mas há algumas coisas surpreendentes que ajudam na hidratação. Abaixo, top trainers, esteticistas e nutricionistas discutem a verdade por trás da garrafa de água.

1. Sua taxa metabólica irá aumentar

agua com alecrim feedfeed
Foto: FeedFeed

Heidi Powell, treinadora de celebridades e blogueira de fitness afirma: “Existe uma única enzima – chamada lipase – que deve ser ativada em seu corpo para mobilizar gordura (ou seja, livrar-se dela). A água é um dos muitos componentes necessários na ativação da lipase.”

2. Seus treinos melhoram em nível celular

mulher meia idade tomando agua

“Em termos de condicionamento físico”, diz Kara Griffin, personal trainer, nutricionista holística e instrutora de saúde, “a água é a chave para células saudáveis e com bom funcionamento. Então, beber o suficiente vai ajudar com o exercício em um nível celular. Estudos mostraram que a desidratação afeta mais negativamente o exercício de resistência, por isso, certifique-se de que você está hidratada durante um longo período. Exercícios de força e potência (pense CrossFit) são menos afetados pela desidratação, mas estudos têm mostrado algum prejuízo ou falta de desempenho. Manter-se hidratada aumentará o desempenho em todas as formas de exercício, mas beber água antes de um treino pode não apenas deixá-la com cãibras, mas também pode fazer com que você se sinta mais lenta e menos concentrada na tarefa em questão. Beba um copo de água de 20 a 30 minutos antes do próximo treino e tome pequenos goles (se necessário) para chegar mais perto de seu pico de desempenho pessoal”.

3. Suas rugas não vão desaparecer

mulher-espelho-rosto-rugas

“Quando você bebe água, ela não vai diretamente para a pele”, diz a esteticista Renée Rouleau. “Ela corre pelos intestinos, é absorvida em sua corrente sanguínea e depois é filtrada pelos rins. Neste ponto, ela hidrata as células dentro do corpo. As rugas são causadas por danos no DNA provocados pela luz ultravioleta. Água potável não reverterá esse processo, e os níveis de hidratação na pele têm muito pouco a ver com a ingestão de água. Ao contrário, você trata a pele na superfície [é importante]. Por exemplo, se você estiver usando sabonetes em barra à base de detergente para lavar o rosto, eles terão um impacto maior na falta de hidratação da superfície da pele do que se você nunca bebesse água. Você pode suavizar as rugas e torná-las menos perceptíveis com o uso regular de esfoliantes, retinol, hidratantes reparadores de barreira e máscaras”.

4. Você vai parar de reter o excesso de fluido em volta dos olhos

olho inchado bolsa shutterstock

“Pela experiência pessoal, diz Renée, pode haver uma diferença muito perceptível na pele quando se trata de inchaço sob os olhos. Tanto comer alimentos com alto teor de sódio (especialmente à noite) quanto não beber uma quantidade adequada de água pode definitivamente fazer com que você retenha o excesso de líquidos ao redor dos olhos e sinta inchaços na região. Eu sei, em primeira mão, que quando não bebo água o suficiente durante o dia, na manhã seguinte sempre estarei mais inchada sob meus olhos do que o normal. Acrescente um jantar com alto teor de sódio, e não importa o quanto de água eu beba, sempre fico inchada”.

“O ponto de partida”, continua Renée, “beber água, é muito importante para manter o corpo hidratado, mas do ponto de vista da pele, pode melhorar muito mais o inchaço sob os olhos desnecessariamente do que manter a pele hidratada”.

5. Você corta calorias desnecessárias da sua dieta

melancia mulher foundry pixabay
Foto: Foundry/Pixabay

“Primeiro, beber muita água substituirá as bebidas açucaradas”, diz Kara. “Também é importante lembrar que a ingestão de água não vem apenas de beber água – ela também vem do que você come! Você naturalmente aumenta sua ingestão de água comendo frutas e vegetais limpos, não processados e inteiros”. Um exemplo fácil? Melancia é 93% de água.

Beber bastante água e comer frutas e vegetais inteiros também significa que você está cortando alimentos processados que geralmente têm alto teor de sódio. O sal estimula o apetite, mas também faz você reter a água, fazendo com que você coma mais e inche da água que você bebeu durante o dia. Sem o sal, a água ajudará na motilidade intestinal e na micção, duas maneiras pelas quais o corpo libera toxinas. Se você estiver tentando aumentar a ingestão de água, tente manter uma garrafa de 2 litros em sua mesa no trabalho, com o objetivo de recarregá-la uma vez.

por Hallie Gould – Portal Byrdie

Atividade física na prevenção e melhora do Alzheimer

Recentemente, cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) estabeleceram uma relação entre os níveis de irisina – hormônio produzido pelos músculos durante o exercício físico – e uma possível forma de estabilizar o avanço da doença de Alzheimer.

O teste, que foi feito em camundongos com a doença, comprovou que os níveis de irisina presentes no cérebro de pessoas com Alzheimer é baixo. Além disso, provou-se que a reposição do hormônio, seja por atividades físicas ou por doses manipuladas, foi capaz de reverter, em partes, a perda de memória.

 

alzheimer

Segundo Paulo Bertolucci, chefe do setor de Neurologia do Comportamento da Escola Paulista de Medicina (EPM)/Unifesp, desde que começaram a investigações sobre os aspectos que poderiam vir a proteger o cérebro do Alzheimer, o exercício físico foi identificado como um dos principais fatores. Isso porque ele é capaz de adiar o início da instalação da doença e, uma vez que o Alzheimer já tenha se instalado, pode estabilizar o avanço e até melhorar parcialmente o estado do paciente.

Além da atual descoberta, Bertolucci, que também é professor titular da disciplina de Neurologia da EPM/Unifesp, acrescenta que “o exercício é eficaz em diminuir a atividade inflamatória no cérebro e promover a atividade do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), que mantém a viabilidade dos neurônios. Ele ainda exerce importante trabalho estimulando a produção da enzima neprilisina, que inibe a deposição da proteína beta-amiloide, principal constituinte das placas de amiloide observadas em pacientes com Alzheimer, no cérebro”.

Com presença confirmada no XII Congresso Paulista de Neurologia, Bertolucci conta que assuntos como a fase primária da doença, o Comprometimento Cognitivo Leve (CCL) e o uso de novas tecnologias nos tratamentos devem ser abordados durante o evento. O professor da EPM ainda acredita que, para os próximos anos, o Brasil deve fazer sua “lição de casa” quando se fala em Alzheimer.

“A descoberta tardia ainda é um problema vigente no país. Precisamos ser mais eficientes no diagnóstico precoce para que seja possível adiar a instalação completa da doença. O ideal é descobrir antes mesmo do Comprometimento Cognitivo Leve, quando o paciente ainda nem apresenta lapsos de memória, e começar com a medicação. Assim, a pessoa poderá viver até idades bem avançadas sem ter desenvolvido a demência. Por isso digo que o Brasil deve fazer a lição de casa: precisamos educar os profissionais da saúde e a população sobre o que é envelhecimento normal e o que não é”, explica o especialista.

idosos

Ele ainda pontua que a cura está longe, mas deve se trabalhar no sentido da prevenção. Atividade física e intelectual socializadas, bom controle da diabetes e da hipertensão são grandes ações para precaução. “A prevenção deve estar em primeiríssimo lugar”, conclui Bertolucci.

Oito passos para adotar hábitos saudáveis

Janeiro é uma época marcada pelas resoluções de ano novo. Naturalmente somos instigados a refletir a cerca de muitas coisas e inclusive em relação aos hábitos de vida. Seja parar de fumar, começar uma dieta ou algum esporte novo, todos são passos importantes para quem busca uma boa qualidade de vida e prevenção de várias doenças.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Scranton mostrou que apenas 8% das pessoas atingem suas metas de ano novo, afinal, abandonar velhos hábitos pode não ser tão simples. O cardiologista Diego Garcia lista oito passos importantes para quem deseja cumprir as resoluções de ano novo e adotar práticas mais saudáveis.

anotar

1. Reconhecimento: trata-se de avaliar com cuidado a situação atual da sua vida, identificar hábitos prejudiciais e tomar ciência de quais praticas precisam ser adotadas. “Tome um tempo, fique sozinho, comece a pensar e anote tudo”, comenta Diego.

relogio triste tempo mulher

2. Prioridade: antes de tudo, é preciso definir se realmente a saúde é uma prioridade. Não adianta saber que precisa mudar, mas não tomar nenhuma iniciativa. Para mudar hábitos é preciso de tempo e esforço, se não for uma prioridade, ela será interrompida nos primeiros obstáculos. “Se, por exemplo, existe a vontade de praticar uma atividade física, mas a prioridade é o trabalho, você pode organizar melhor o tempo e começar a praticar um esporte próximo ao trabalho”, aconselha o cardiologista.

fitnees ginástica exercicio academia

3. Estabelecer metas reais e palpáveis: é difícil mudar um hábito  do dia para a noite. Para facilitar, é importante estabelecer um período de adaptação, de acordo com o desejo. “Se você não faz nada de atividade física há anos, começar a fazer Cross Fit 5x na semana pode ser complicado”, explica Garcia. Nesse caso, o ideal é começar uma atividade física leve a moderada intensidade e ir aumentado a intensidade e a frequência conforme tolerância.

mulher descansando meditando pixabay
Pixabay

4. Verificar seu mindset: de forma simplificada, trata-se de uma mentalidade (programação mental), ou seja, um conjunto de pensamentos e crenças que existem dentro da nossa mente e que determina sentimentos e comportamentos. O cardiologista diz que é preciso libertar-se de pensamentos limitantes baseados em experiências passadas que podem causar uma autossabotagem. “Precisamos nos livrar desse tipo de pensamento sabotador, acreditar que é possível mudar e nos abrir para a transformação, por mais difícil e doloroso que seja”, afirma o especialista.

getty_rm_photo_of_woman_asking_a_nutritionist_about_lactose_intolerance

5. Buscar ajuda especializada: após verificar o que precisa ser mudado, nem sempre dispomos de todo o conhecimento necessário para realizar a mudança que almejamos. Para isso temos que buscar ajuda de profissionais da área em questão para que estes nos auxiliem e nos deem orientações apropriadas. “Não temos que ser durões! Temos que pedir ajuda se necessário, pois isso não é fraqueza! É inteligência”, comenta Garcia.

indecisao-mulher-duvida

6. Organizar sua rotina: depois de decidir o que precisa ser mudado, é essencial parar um pouco e raciocinar como essa mudança entrará e/ou impactará na sua rotina diária. Por exemplo, decidir como começar a praticar atividade física de forma regular, mas como conciliar com o trabalho ou estudo? Qual o melhor horário?

cigarro2

7. Estabelecer data para o início: após todos os passos citados anteriormente, é preciso definir quando vai começar a mudança, estabelecer uma data, não muito longe é claro. Isso é importante para não postergar a mudança. “Se você decidiu parar de fumar, se organize para procurar ajuda do pneumologista e então estabeleça uma data exata para largar o tabaco”, indica o médico.

computador mulher pixabay

8. Monitoramento frequente e ajuste: com uma frequência regular, pense em como está a mudança do hábito, se você está atingindo seu objetivo ou se algo não está saindo como você esperava. Se necessário repasse os passos anteriores e ajuste o que for necessário.

Fonte: Diego Garcia é médico cardiologista com área de atuação em cardiologia geral, ecocardiografia, cardio-oncologia, medicina preventiva e medicina do estilo de vida.

 

SulAmérica oferece dicas para bem-estar e ressalta assistência especial para cães e gatos

Exercícios, alimentação adequada e consulta periódica ao veterinário contribuem para qualidade de vida dos pets; cobertura da SulAmérica complementa cuidados

Adotar hábitos de cuidados regulares com os pets é fundamental para garantir o seu bem-estar. SulAmérica, maior seguradora independente do país, dá dicas de atitudes simples que podem ser incorporadas ao cotidiano para que os animais domésticos tenham uma vida longa, saudável e equilibrada.

vacina gatos

Um dos primeiros cuidados com os cães e gatos é a correta vacinação do animal, que deve respeitar as suas características individuais, seguindo o calendário correspondente à idade. A vermifugação desde filhote é outra medida essencial para evitar que os pets tenham a saúde comprometida por parasitas, que podem causar queda de pelos, anemia e perda de peso.

cachorro brincando agility

Animais precisam se exercitar regularmente para a manutenção da saúde física e psicológica, evitando doenças como estresse e obesidade. No caso dos cães, passeios ao ar livre onde possa correr, socializar com outros cães, sentir cheiros e texturas diferentes são a melhor opção. Já no caso dos gatos, brincadeiras em casa com objetos indicados para esses animais, como bichinhos de feltro e arranhadores, são as ideais.

cachorro banho pethealthzone
Foto: Pethealthzone

A higiene adequada é outro cuidado que deve ser tomado para evitar diversas complicações na saúde animal. Cães devem tomar banho no máximo a cada quinze dias, intervalo que pode ser maior no caso dos gatos. Animais peludos devem ter a tosa realizada regularmente. Os produtos para limpeza devem ser específicos para pets, sem agentes agressivos que possam ocasionar alergia.

cachorrinho escova dente

O mesmo vale para a higiene bucal, que evita mau hálito e o aparecimento de lesões, e deve ser realizada com produtos adequados para pets. Além disso, é importante manter o ambiente onde o animal fica em boas condições de limpeza, utilizando produtos específicos que não contenham substâncias nocivas à saúde do pet.

Gatos_ração

Ainda, programar os horários de alimentação dos pets cria uma rotina e exclui possíveis excessos. O veterinário irá indicar os alimentos, quantidades e horários ideais de alimentação para cada raça, tamanho e idade. A água deve ser disponibilizada e trocada ao longo de todo o dia para mantê-los hidratados e deve ser limpa e fresca, de preferência filtrada ou mineral.

Cat at veterinarian

A visita ao veterinário deve ocorrer com frequência, sendo, pelo menos, anual. Problemas específicos exigem o olhar atento de um profissional apto a orientar os tutores sobre os cuidados que devem ser tomados e o tratamento mais indicado.

Assistência para pets em casa

sulamerica pet.png

Para que os tutores tenham mais comodidade e facilidade no cuidado com seus animais e para a execução das dicas apresentadas, a SulAmérica disponibiliza a Assistência Pet – voltada a cães e gatos que moram com o segurado, é uma das opções do Plano Superior de Assistência 24 horas, disponível no seguro SulAmérica Residencial. Esta assistência oferece uma série de serviços para complementar os cuidados com os animais domésticos ou para auxiliar em situações emergenciais.

Entre as opções estão o envio de ração, consulta veterinária, transporte veterinário emergencial, hospedagem de animais, aplicação de vacinas em domicílio e assistência funeral. Ao aderir, o cliente também poderá obter orientações por telefone, solucionar dúvidas em relação ao comportamento do animal e ser auxiliado em caso de pequenos acidentes domésticos com seu cão ou gato.

Além disso, o beneficiário também conta com um concierge que fornece informações sobre vacinas necessárias, pet shops, adestramento, laboratórios de análises clínicas, banho, tosa, e até onde encontrar reiki para pets.

Mercado em expansão

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem 132,4 milhões de animais de estimação no País – são mais de 52 milhões de cães e 22 milhões de felinos, considerando apenas os animais atendidos pelo serviço de Assistência Pet da SulAmérica.

O mercado pet cresceu 4,9% em 2017, na comparação com o ano anterior, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). Conforme a entidade, o Brasil já é o terceiro maior mercado neste segmento, depois de ter faturado mais de US$ 5 bilhões em 2017. Cerca de 70% do faturamento deste mercado é referente a gastos com alimentação.

Fonte: SulAmérica