Arquivo da tag: extravirgem

Benefícios do azeite que farão você consumi-lo com frequência

Que é delicioso é inegável, mas além do sabor agradável o azeite traz diversos benefícios para a saúde. A Baskets, plataforma especializada em comidas e bebidas artesanais, focada em pequenos produtores, em parceria com a nutricionista Vitória Falcão, ressalta cinco pontos positivos que o azeite traz ao nosso corpo.

A Baskets traz uma variedade incrível da Oliq, produtora de azeite extravirgem da Mantiqueira, entre eles o delicioso e diferente azeite de abacate e limão siciliano. Confira:

Reduz o risco de diabetes
O azeite é uma gordura que auxilia na manutenção dos níveis de glicemia e insulina, prevenindo grandes picos e quedas e mantendo-as sempre estáveis.

Anti-inflamatório
Além de muito saboroso, contém alguns compostos que ajudam a reduzir inflamações e combater radicais livres, garantindo mais saúde e longevidade.

Amigo do coração
Sua boa quantidade de ácidos graxos ajuda na redução do LDL e aumenta o HDL, prevenindo formação de placas de gordura, que são as responsáveis por doenças cardíacas.

Foto: Oliva

Melhora desempenho cognitivo e protege o cérebro
A gordura nem sempre é inimiga, as gorduras do azeite, por exemplo, são amigas do cérebro e contém compostos que ajudam a impedir a degradação dos neurônios, mantendo a saúde mental e função cognitiva em dia.

Aliado no funcionamento do intestino
O azeite ajuda na emulsificação do bolo fecal e melhora todo o trânsito intestinal, ajudando aqueles que têm prisão de ventre.

Fonte: Baskets

Azeite extravirgem pode ser aliado do coração

Ouvir que o alimento tem gordura é um grande alerta para quem se preocupa com os níveis de colesterol no sangue. Mas, contrariando esse pensamento, o azeite de oliva é um bom exemplo de que é possível ter essa propriedade e trazer benefícios ao organismo, principalmente para a saúde do coração.

azeite-de-oliva-2

De acordo com o cardiologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Lucas Velloso Dutra, por ter em sua composição ácidos graxos monoinsaturados e polifenóis com propriedades antioxidantes, o azeite é capaz de diminuir o colesterol ruim, LDL, e consequentemente, diminuir o riscos de problemas cardíacos.

A recomendação para que essas propriedades, classificadas como gorduras monoinsaturadas, sejam eficazes é que, concomitantemente com a sua ingestão, seja feita a diminuição do consumo de gorduras saturadas de origem animal, geralmente encontradas em produtos industrializados.

“Essa substituição pode reduzir os níveis de colesterol ruim, LDL, e manter os de colesterol bom, HDL. Com isso há diminuição da oxidação do LDL que está envolvido na formação de placas de gordura nas artérias- aterosclerose, responsável por doenças cardiovasculares como o infarto agudo do miocárdio”, explica o médico.

Para garantir os benefícios do azeite, o primeiro passo é reparar nas informações do produto ainda no momento da compra. A dica é optar apenas pelos tipos extravirgem, que possuem acidez menor que 0,8. O segundo passo, fica para o momento da preparação, que segundo Lucas Velloso Dutra deve ser preferencialmente usado em sua forma natural para evitar que perca suas propriedades.

azeite-de-oliva-76
Foto: Oliva

“O azeite deve ser usado em quantidade moderada, com dose diária de 30g/dia e in natura, pois quando aquecido pode perder as propriedades que auxiliam na saúde. Uma boa opção é utilizar o produto para finalizar saladas e outros pratos”, recomenda.

Fonte: Hospital Edmundo Vasconcelos

Receita especial para café da manhã de Dia dos Pais

Nada melhor do que celebrar o Dia dos Pais preparando para ele uma receita que deixará o café da manhã muito mais saboroso, não é mesmo? Para ajudar os filhos nesse momento tão especial, Gallo sugere a receita de panquecas com mel e azeite, um prato delicioso que pode ser acompanhado com salada de frutas.

Aliás, você sabia que é sempre possível substituir o uso de óleos vegetais pelo azeite nas receitas? Uma troca que confere o mesmo resultado final ao prato, porém que agrega muito em sabor e saudabilidade. Todos os Azeites da Gallo podem ser utilizados na substituição. No dia a dia para o preparo de massas e tortas o mais indicado é o Azeite Extra Virgem Clássico e para frituras a indicação é o Azeite de Oliva Gallo.

Azeite Gallo Extra Virgem Clássico é uma combinação balanceada de sabores e aromas. Sabor original do Azeite Gallo. Uma criação que se tornou clássica e atemporal.

Panquecas com mel e azeite, acompanhada de salada de fruta

Ingredientes

· 250g farinha
· 2 ovos
· 300ml leite
· 75ml azeite Gallo Extra Virgem Clássico
· 25g mel
· 300g salada de frutas

Modo de preparo

Em uma tigela misture os ovos, o mel, o Azeite Gallo Extra Virgem Clássico, o leite e a farinha. Bata tudo até obter uma massa homogênea. Aqueça a frigideira antiaderente, coloque um fio de azeite e com auxílio de uma concha despeje uma porção da massa. Espalhe de forma uniforme por toda a superfície da frigideira. Quando ficar com uma textura mais consistente, vire de lado. Assim que ficar dourada, retire da frigideira e reserve. Repita o preparo com o restante da massa. Na hora de servir, regue a panqueca com um fio de mel e coloque a saladinha de frutas ao lado.

pancakes-with-honey-and-olive-oil (2).png

Dica do chef: regue a salada de frutas também com fio de Azeite Gallo Extra Virgem Clássico e perceba como os sabores se intensificarão.
Tempo de Preparo: rápido
Custo: econômico
Porção: 2 pessoas

Fonte: Gallo

Azeite de oliva pode ser usado para tratar constipação?

A constipação é um problema digestivo comum que pode afetar pessoas de todas as idades. É definido por ter menos de três evacuações por semana ou movimentos intestinais secos, duros, pequenos ou difíceis de passar.

Embora algumas pessoas possam pensar que fazer uma evacuação diária é necessário, a Associação Americana de Gastroenterologia afirma que nem sempre é esse o caso. Algumas pessoas podem ter evacuações todos os dias e ainda ter constipação se as fezes estiverem secas e duras.

Outros podem ter apenas evacuações três vezes por semana, mas terem fezes regulares e moles. A dureza e consistência das fezes podem ser um melhor sinal de constipação do que a frequência de evacuações. Muitas pessoas experimentarão constipação em algum momento. Viajar, mudanças na rotina ou certos alimentos podem causar mais evacuações no curto prazo.

Embora a constipação geralmente não seja grave, muitas vezes é desconfortável. Pode causar dor de estômago, inchaço e náusea. A constipação a curto prazo geralmente desaparece sozinha após a pessoa retornar às rotinas normais e aos hábitos alimentares.

Em alguns casos, a constipação pode durar semanas ou mais. Isso pode levar a problemas de saúde a longo prazo, incluindo:

-Hemorroidas: veias dilatadas no ânus que podem causar dor, irritação, sangramento e coceira
-Pequenas fissuras no ânus que podem causar dor ou coceira
-Uma grande massa de fezes fica presa no reto
-Prolapso retal, onde o reto desliza para fora da sua posição normal

Tratando a constipação com azeite

azeite-de-oliva-5

O azeite pode ser uma maneira segura e saudável de fazer as fezes se moverem novamente. As gorduras no azeite podem ajudar a tornar o interior do intestino mais suave, tornando as fezes mais fáceis de passar. Também pode ajudar as fezes a manter mais água, mantendo-as mais suaves.

Uma colher de sopa de azeite, tomada com o estômago vazio pela manhã, pode aliviar a constipação para muitos adultos saudáveis. Tomar mais do que essa quantidade pode levar a diarreia e câimbras, por isso não é recomendado.

O azeite de oliva não é recomendado para bebês e crianças com constipação. A Academia Americana de Pediatria recomenda uma pequena quantidade de suco de maçã ou pera, xarope Karo ou purê de ameixas para bebês. Crianças pequenas e mais velhas podem obter alívio com alimentos ricos em fibras, como ameixas, damascos e cereais integrais. Se as mudanças na dieta não ajudarem, as crianças devem consultar um médico para tratamento adicional.

Outros benefícios do azeite para a saúde

azeite de oliva

O azeite de oliva não é apenas útil para a constipação, mas tem outros benefícios para a saúde também. É um alimento básico na dieta mediterrânea, que está ligada a um menor risco de certas doenças e uma vida mais longa.

O óleo tem efeitos anti-inflamatórios que podem reduzir o risco de diabetes, doenças cardíacas, certos tipos de câncer, artrite e doenças degenerativas, como Alzheimer ou  Parkinson. Também pode diminuir o risco de depressão de uma pessoa.

A American Heart Association (AHA) recomenda tomar azeite para melhorar a saúde do coração, devido às suas gorduras monoinsaturadas saudáveis. Pessoas saudáveis com mais de dois anos de idade devem receber 25% a 35% de suas calorias diárias de gorduras monoinsaturadas ou poli-insaturadas, segundo a AHA. Consumir principalmente gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas e limitar as gorduras saturadas e trans pode ajudar a melhorar os níveis de colesterol.

O azeite de oliva também contém vitamina E, um nutriente importante que está faltando na dieta de muitas pessoas.

Embora diferentes tipos de azeite estejam disponíveis nas lojas, o extravirgem pode oferecer mais benefícios para a saúde. Quando um óleo é rotulado de “extravirgem”, significa que o fruto foi simplesmente pressionado para extrair o óleo.

Outros tipos, como o azeite “light”, podem ter sido extraídos com produtos químicos ou em processos diferentes. Isso pode refinar e filtrar alguns dos compostos naturais da azeitona.

Outros óleos que podem ser usados no tratamento da constipação

colher de remedio shutterstock
Shutterstock

Usar óleos para alívio da constipação não é uma nova tendência. O óleo de mamona tem sido usado há anos para tratar a constipação, embora sua ação seja diferente dos efeitos suaves do azeite. O óleo de rícino afeta os músculos do intestino, fazendo com que eles se contraiam e se movam. Isso muitas vezes estimula as fezes a passarem pelo intestino.

Às vezes, as mulheres grávidas são aconselhadas a tomar óleo de mamona para induzir o parto em uma gravidez a termo tardia, pois isso pode causar a contração do útero. As mulheres grávidas devem discutir o uso do óleo de mamona ou quaisquer medicamentos ou suplementos com seu médico antes de tomá-los.

O óleo mineral ajuda a amolecer as fezes de maneira semelhante ao azeite. Um estudo no Journal of Renal Nutrition sugere que o azeite de oliva funcionou tão bem quanto o óleo mineral para pacientes submetidos à diálise que sofrem de constipação. Os pacientes tomaram quatro mililitros de azeite por dia.

Outros tratamentos

Para casos leves de constipação, as mudanças no estilo de vida, como beber mais água, fazer mais exercícios e comer mais fibras, são frequentemente recomendadas. Se essas medidas não fornecerem alívio suficiente, os laxantes podem ajudar. Eles devem ser usados ​​com moderação, a menos que um médico diga o contrário. Isso porque o intestino pode se tornar dependente deles para estimular seus músculos.

Muitas opções de tratamento estão disponíveis e funcionam de diferentes maneiras para aliviar a constipação:

colher remedio mel laxante

=Suplementos de fibra adicionam volume às fezes e facilitam a passagem. Exemplos: Citrucel, FiberCon, Metamucil.
=Amaciadores de fezes ajudam a obter fluido para as fezes e são frequentemente recomendados após cirurgia ou parto. Exemplos: Colace, docusate.
=Os laxantes osmóticos ajudam o intestino a manter mais fluido, em vez de absorvê-lo. Isso ajuda a suavizar as fezes. Exemplos: Leite de Magnésia, Miralax, Sorbitol.
=Os lubrificantes ajudam a tornar as fezes mais escorregadias para que possam passar facilmente do cólon. Embora o óleo de oliva seja considerado um lubrificante quando tomado como um laxante, outros lubrificantes estão disponíveis. Exemplos: óleo mineral, frota, zymenol.
=Os laxantes estimulantes causam contrações e movimentos no intestino. Em geral, eles só devem ser usados ​​com casos mais graves de constipação e sob orientação médica. Exemplos: Correctol, Dulcolax, Senocot.

Quando ver um médico

homem banheiro constipação diarreia SII

Algumas pessoas podem se tornar dependentes de laxante se o usarem por muito tempo, especialmente os estimulantes. As pessoas que sentem que não podem ter uma evacuação sem tomar um laxante primeiro devem conversar com seu médico. Com essa ajuda, podem ser desmamadas ou encontrar outras maneiras de aliviar a constipação.

Tratar constipação ocasional com azeite ou outro produto pode ajudar a evitar desconforto e tem benefícios para a saúde.

A constipação a longo prazo pode ser um sinal de outro problema de saúde ou pode ser uma reação a certos medicamentos. As pessoas que acham que seus movimentos intestinais são consistentemente duros, secos ou dolorosos devem consultar seu médico para aconselhamento.

Causas

A constipação pode ser causada por uma grande variedade de fatores. Alguns dos mais comuns incluem:

-Alterações hormonais, incluindo gravidez ou após o parto
-Certos medicamentos, incluindo pílulas de água, antiácidos, analgésicos receitados, antidepressivos e suplementos de ferro
-Demasiada pouca fibra na dieta
-Falta de exercício
-Alguns problemas de saúde, como tireoide subativa e diabetes
-Problemas com o sistema digestivo, como a síndrome do intestino irritável
-Cirurgia recente
-Quando se ignora ou adia a vontade de usar o banheiro

Às vezes, uma pessoa pode ter constipação sem uma causa clara. Os adultos mais velhos e as mulheres são mais afetados que outros grupos.

Por Jennifer Berry – Medical News Today

 

 

 

“Ouro líquido”: azeites italianos ricos em nutrientes

 

As terras italianas são responsáveis em grande parte pela produção dos azeites de alta qualidade em todo o mundo, sempre selecionando as melhores azeitonas e tendo os mais elevados processos de fabricação, onde extraem o melhor dos frutos e garantem a conservação dos muitos benefícios naturais que o azeite extra virgem contém , a Itália vem crescendo e hoje é um dos países que mais exportam o produto.

Diferentemente de outros países, as oliveiras italianas não se encontram apenas em uma única região (praticamente toda a Itália possui produção de azeite), e com isso, é o país com mais variedades de azeitonas, são mais de 400 tipos.

Olitalia-Chef-Selection-500ml.png

No Brasil algumas marcas comercializam azeites originalmente italianos e de ótima qualidade. A marca Olitalia é a principal delas. Líder em todo o mundo, a Olitalia exporta azeites italianos para mais de 140 países, garantindo que produtos autênticos e de qualidade cheguem às mãos de chefs e amantes da culinária.

Com um plantio sustentável, respeitando o meio ambiente e com um processo de conversação perfeito, a Olitalia garante a excelência na cozinha, satisfazendo a demanda e os gostos para cada país em todo o mundo.

azeite azeitona

O “Il Tradizionale” Azeite Extravirgem de Oliva Olitalia é um dos produtos mais vendido no Brasil, com um valor acessível e de alto desempenho, o Azeite Extravirgem Il Tradizionale de Olitalia é um ingrediente fundamental para cozinha do dia a dia, ideal tanto para receitas simples quanto nas mais elaboradas.

Informações: Olitalia

Azeite não filtrado é muito rico em antioxidante e vitaminas

A diferença de um azeite não filtrado, é o seu poder de trazer para o consumidor a preservação dos nutrientes encontrados nas azeitonas. Um bom azeite é, segundo especialistas, aquele que tem uma boa procedência, origem, acidez agradável e que traga benefícios aos consumidores.

Conhecidos por conter uma quantidade de antioxidantes maior que os azeites extravirgens clássicos (os antioxidantes protegem as células de lesões, interceptando os radicais livres que atacam as bases do DNA), os azeites não filtrados também são procurados pela grande fonte de vitaminas. Esse tipo de azeite, diferente do que muitos consumidores acreditam, por não serem filtrados, contêm minúsculos resíduos de azeitonas, onde estão armazenados a maior parte das substâncias nutritivas.

Uma das maiores e mais importantes produtoras de azeite da Itália, Olitalia, exporta para mais de 140 países (incluindo o Brasil), uma linha completa de azeites extravirgem, e nessa linha se encontra o azeite de oliva extravirgem não filtrado Verdenso, que além de preservar todos os nutrientes, também conserva algumas substâncias indispensáveis.

verdenso

*Outro produto da linha Olitalia com grande número de nutrientes é o Selezione Oro que é obtido exclusivamente de azeitonas italianas, vale a pena ressaltar que toda a cadeia produtiva é controlada em todas as etapas, desde o fruto na oliveira até a garrafa.

Por ter um sabor intenso e raro, o Verdenso da Olitalia, é aconselhado a ser usado no tempero de saladas e torradas, também pode ser usado como condimento juntamente com sal e a pimenta-do-reino ou pode ser utilizado para finalizar pratos de massas ou de carnes. Verdenso é o único não filtrado da Olitalia e é vendido em formatos de 500ml e 1 litro.

Informações: Olitalia