Arquivo da tag: feira livre

Você já ouviu falar sobre alimentação sazonal?

Prática auxilia no emagrecimento e na economia doméstica

Durante os próximos meses começa a época do mamão, das nozes, da uva e do rabanete. Além desses, outros inúmeros alimentos se tornam mais ou menos frequentes nas feiras livres de todo o país de acordo com a sua sazonalidade e região. Mas por que respeitar essa característica quando, dia após dia, os alimentos se tornam mais fáceis de serem encontrados durante todo o ano?

frutas

Entre os benefícios de priorizar o consumo dos alimentos de acordo com a safra, há o aumento da qualidade, os impactos na saúde e o baixo custo que essa prática pode oferecer. “Cada hortaliça, legume e fruta tem um período propício para o cultivo. Basicamente, há o que chamamos de início de safra, quando os alimentos começam a chegar aos balcões; safra, quando a oferta é abundante; fim de safra, quando encontrar aquele item começa a ser mais difícil; e, por fim, a entressafra, quando o alimento não é cultivado e vendido”, explica o Nutricionista do Vigilantes do Peso, Matheus Motta.

Durante o ápice da safra, os alimentos encontram condições naturalmente favoráveis para seu cultivo e colheita e se mostram maiores, melhores e em grande quantidade. “Essa qualidade vai além da fruta bonita e chega também no valor nutricional. Alimentos consumidos dentro do período da safra tendem a se desenvolver melhor, podendo conter mais vitaminas e minerais , já que a semente encontra solo e ambiente propícios para se desenvolver”, ressalta o especialista.

Quem já tentou comprar morango fora de época sabe que uma fruta também pode ser salgada. Isso acontece em função da oferta e da procura. A dificuldade em cultivar um alimento diminui a quantidade e afeta a qualidade do item ofertado. Matheus conta ainda que em função disso, conhecer e respeitar as safras também auxilia – além da manutenção da saúde, na economia doméstica.

alimentos frutas vermelhas

Luciana Daudt, gestora jurídica e Associada do Vigilantes do Peso, adotou a sazonalidade na alimentação depois de perceber que alguns itens da lista de compras estavam caros demais. “Fui procurar o porquê e descobri que o aumento nos preços era em decorrência da entressafra”, explica.

Alimento melhor significa saúde melhor? Para Luciana, sim. “Sou uma pessoa muito alérgica e a alimentação impacta bastante no funcionamento do meu organismo. Ingerir alimentos mais frescos e nutritivos, cultivados com respeito à sazonalidade, melhorou bastante as minhas crises de alergia na pele”.

De acordo com Matheus, a saúde é beneficiada porque há uma variação nas escolhas. “Se a pessoa segue a sazonalidade, ela passa a adaptar o cardápio mês a mês e, assim, consome uma maior variedade de alimentos  e, consequentemente, de nutrientes, vitaminas e minerais”, complementa.

verduras legumes frutas

“Para quem quer emagrecer, essa variação ajuda a deixar a alimentação mais leve e fugir da rotina, a probabilidade da pessoa enjoar de comer um único legume é menor, e, assim, o engajamento dela na reeducação alimentar também é beneficiado”, conclui.

Fonte: Vigilantes do Peso

Feiras livres, mercados e sacolões têm atendimento alterado durante 2º turno de eleições

Confira a programação dos equipamentos administrados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Mercados, sacolões e feiras livres administradas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SMDE), da Prefeitura de São Paulo, terão alterações no funcionamento nos dias 27 e 28 de outubro, devido o 2º turno das eleições. Visando facilitar o acesso de eleitores e dos profissionais envolvidos no processo eleitoral, 32 feiras livres não funcionarão nos dois dias. Já os mercados e sacolões terão agenda alterada somente no domingo (28).

As feiras Vila Santa Izabel, Aricanduva e Vila Itaim, localizadas na zona leste da capital, não funcionarão durante o fim de semana. Na zona sul, as feiras São José, Apace e Cocaia também estarão indisponíveis nas eleições.

No domingo, os mercados Kinjo Yamato, Lapa, Pinheiros, São Miguel e o famoso “mercadão” estarão fechados, enquanto os equipamentos localizados na região de Sapopemba, Guaianases, Ipiranga e Tucuruvi atendem o público das 8h às 13h.Os sacolões Butantã, João Moura, Jaguaré Bela Vista e Brigadeiro ficarão abertos das 7h às 13h. Na Lapa, Santo Amaro e São Miguel os sacolões ficarão indisponíveis na data.

O funcionamento dos equipamentos de abastecimento administrados pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico será normalizado na segunda-feira, 29 de outubro.

feira livre inarizoo

Abaixo, confira a programação das feiras livres, mercados e sacolões:

Feiras livres:

feiras.png

Mercados

mercados.png

Sacolões

sacoloes.png

 

Nutricionista dá dicas de como economizar ao fazer compras

Nos supermercados, em geral, as pessoas podem encontrar tudo o que precisam para a semana. Mas, para a nutricionista Sophie Deram, autora do livro O Peso das Dietas, o ideal é privilegiar as feiras livres, pois é bastante agradável conversar com os vendedores e clientes e ganhar dicas para escolher alimentos ou receitas.

Já se falta tempo durante a semana, vale à pena procurar uma feira próxima de casa no fim de semana. Talvez seja um pouco mais cara, mas também pode ser um passeio gostoso. É claro que vale fazer compras semanais para ter alimentos frescos e, desse jeito, melhorar a sua qualidade alimentar. Leve em conta as seguintes dicas na hora das compras:

1. Se possível, faça um cardápio antes. Ao planejar o cardápio e verificar todos os produtos que tem em casa, ficará mais consciente dos alimentos que precisa comprar.

anotar

2. Faça uma lista do que precisa comprar e leve-a com você. Com o cardápio planejado, você vai conseguir fazer uma lista de modo a não esquecer nada. Assim, não se deixará influenciar pela propaganda e não fará compras por impulso, e pode também economizar.

03. Não vá ao supermercado com fome. Isso vai fazer com que escolha produtos desnecessários e perca o foco do que realmente precisa comprar.

04. Varie! Tente não comprar tudo igual sempre que for ao supermercado. Quando tiver um pouco de tempo, vá às feiras e procure alimentos frescos. Divirta-se escolhendo novos alimentos.

]feira livre inarizoo

05. Compre alimentos da época e dos locais onde vive, pois eles são mais frescos e mais econômicos.

06. Prefira alimentos verdadeiros, em vez de alimentos processados ou pré-cozidos.

07. Cuidado com as promoções. Compare os preços entre os itens porque nem sempre compensa comprar algo em promoção e, na maioria das vezes, esses produtos estão próximos do prazo de validade.

08. Compre os alimentos refrigerados por último, para diminuir o tempo que eles ficarão fora da geladeira.

congelados produtos aimee law
Foto: Aimee Law

09. Procure fazer da sua ida às compras uma tarefa agradável e interessante, algo que você pode fazer com as crianças e, inclusive, pedir a ajuda delas.

Sobre a autora: Sophie Deram é nutricionista francesa e brasileira naturalizada, com doutorado em Endocrinologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Formou-se originalmente engenheira agrônoma na França e então estudou nutrição, primeiro na França e depois no Brasil. er dos alimentos verdadeiros para resgatar a saúde e chegar ao peso saudável.