Arquivo da tag: festas juninas

Receitas juninas para fazer em casa

As quadrilhas, correio elegante e, principalmente, receitas típicas despertam os corações para a época de celebrações. Entretanto, este ano as comemorações do mês serão um pouco fora do habitual, o que não significa que não se pode fazer algo especial. Pensando em levar as delícias juninas para casa, a Primor vai te ensinar o passo a passo de três receitinhas típicas para você preparar e festejar.

Cuscuz com Carne desfiada

cuscuz (002)

Ingredientes
• 8 colheres de sopa de Margarina Primor Todo Dia
• 500g de floco de milho
• 1 colher de Chá de sal
• 2 xícaras de água
• 1 quilo de coxão duro ou acém
• 3 unidades de dentes de alho
• 2 unidades de folhas de louro
• 1 sachê de caldo de carne
• 2 unidades de cebolas roxas cortadas em tiras finas
• 2 unidades de tomates sem pele e sementes
• coentro ou cheiro verde picado a gosto

Modo de Preparo
Carne:
Em uma panela de pressão, leve a carne com o alho, o louro e o caldo de carne para cozinhar, em fogo médio, por 30 minutos. Desligue o fogo, espere amornar, abra a panela e verifique se a carne já está bem macia. Deixe cozinhar com a panela aberta até que o caldo seque. Desfie a carne e reserve. Em uma frigideira funda e larga leve a margarina Primor todo dia para aquecer. Adicione a cebola e frite até ficar transparente. Junte a carne, os tomates, refogue por mais alguns minutos, acrescente as ervas e desligue o fogo.

Cuscuz:
Em um recipiente coloque o flocão, os demais ingredientes, misture bem e deixe descansar por 1 hora. Coloque água na parte inferior do cuscuzeiro até uma altura que não encoste na base com furinhos. Arrume a massa sobre a base, pressione um pouco a massa, tampe e leve para cozinhar, em fogo baixo, por 20 minutos ou até que se desprenda o odor característico de farinha cozida. Retire do fogo e reserve quente. Sirva o cuscuz em fatias adicionadas de margarina Primor todo dia e a carne desfiada.

Rendimento: 10 porções
Tempo de preparo: 60 minutos
Dificuldade: Fácil

Bolo Pé de Moleque

bolo de paçoca (002)

Ingredientes
• 1 colher de sopa de Margarina Primor Todo Dia;
• ¼ xícara de café coado forte e quente;
• ¾ xícara de açúcar mascavo;
• ¼ xícara de açúcar refinado;
• 200ml de leite de coco;
• 2 ovos pequenos;
• 300g de mandioca crua, ralada e escorrida:
• ½ xícara de castanha-de-caju torrada e triturada;
• 1 colher de café de cravo em pó;
• 2 colheres de chá de canela em pó;
• 1 colher de chá de erva doce em pó;
• ½ xícara de castanha de caju inteiras, para decorar.

Modo de Preparo
Em uma tigela, misture o café com a margarina e mexa até derreter. Junte os açúcares, o leite de coco, os ovos e a mandioca. Acrescente o restante dos ingredientes e misture bem. Coloque em uma fôrma redonda com cone central, medindo 18cm de diâmetro, untada com margarina e enfarinhada. Disponha as castanhas sobre a massa e asse no forno preaquecido, em temperatura moderada, por cerca de 50 minutos ou espete com um palito e veja se ele sai seco. Desenforme frio.

Pão de Mel ao Café recheado com beijinho

pão de mel (002)
Ingredientes
• 1 xícara de chá de açúcar mascavo
• 2/3 de xícara de chá de água
• 1 colher de sopa de café solúvel
• 2 colheres de sopa de cacau em pó
• 2 ovos separados em gemas e claras
• 2 xícaras de chá de farinha de trigo Primor
• 1 colher de café de cravo em pó
• 1 colher de café de canela em pó
• 1 colher de café de gengibre em pó
• ½ colher de sopa de bicarbonato de sódio
• ½ xícara de chá de leite
• 1 xícara de chá de mel
• Margarina Primor para untar

Beijinho
• ½ xícara de chá de coco seco ralado
• 2 colheres de sopa de margarina Primor
• 1 caixa de leite condensado

Decoração
• 1 ½ xícara de chá de chocolate derretido
• ¼ xícara de chá de chocolate branco derretido

Modo de Preparo
Massa:
Em uma panela, leve o açúcar e a água para ferver por 10 minutos ou até que a mistura se torne uma calda rala. Acrescente o café, as gemas peneiradas, as especiarias, o bicarbonato dissolvido no leite, o cacau e por último a farinha de trigo Primor. Ao final adicione o mel e as claras batidas em neve.  Em fôrma retangular de 20 x 30 cm, untada com margarina Primor, coloque a massa e leve para assar em forno preaquecido, a180ºC, por 20 minutos.

Beijinho:
Em uma panela, leve todos os ingredientes para misturar e cozinhar, em fogo médio, mexendo sempre, até que comece a aparecer o fundo da panela. Retire do fogo e deixe esfriar.

Montagem:
Corte o bolo em 15 quadrados, corte-os ao meio, recheie com o beijinho e banhe-os no chocolate meio amargo. Coloque o chocolate branco em um saquinho plástico, corte a ponta e pressionando decore com riscas sobre o chocolate escuro.

Fonte: Bunge

Tradicional Festa Junina Vegana da VegNice na Vila Mariana com entrada gratuita

Um ano é muito tempo para esperar por esse delicioso e saudável evento, não é verdade?  Você tem ainda duas oportunidades para aproveitar o maior arraial vegano de São Paulo com os quitutes típicos da festividade mais amada do Brasil (versões vegana, claro); se deliciar com outras opções de salgados e doces (inclusive sem glúten), e bebidas; adquirir peças de artesanato e cosméticos também veganos; e levar para casa um bichinho de estimação da feira de adoção de pets resgatados.

Tem mais: entre 15 e 18 horas há aulas de culinária vegana (rápida e fácil) gratuitas e bingo em prol do Abrigo Felino Menina de Jacareí (SP). E a criançada poderá se divertir na área de recreação infantil, das 12 às 18 horas, gratuitamente. Quer mais notícias boas? A sexta edição da Festa Junina Vegana ocorre em local maior, para receber o público com mais conforto, e contará com um fraldário para maior   comodidade aos pais.

Você vai encontrar nos cerca de 40 expositores. Entre as diversas comidinhas juninas, tem bolinho caipira (patrimônio cultural imaterial de Jacareí); cuscuz; lanche Buraco Quente com jaca louca; pamonha; canjica e arroz doce feitos com leite de amêndoas; milho cozido; doce de abóbora; pé de moleque; maçã do amor; bolos (fubá / aipim / batata / milho) quentão e vinho quente.

Os visitantes também encontrarão outros pratos como hambúrguer; salgados em geral; iguarias orientais e mexicanas; churros; sorvetes etc. Tudo na versão vegana, ou seja, sem lactose, e com várias opções sem glúten. Destaques para a participação da recém inaugurada lanchonete Estação Vegana, com sua feijoada caprichada e coxinha de jaca VegNice; o restaurante Dom Vegano e o Doum Culinária Inclusiva. Os preços variam entre R$ 5,00 e R$ 25,00.

Atividades paralelas

A Festa Junina Vegnice também oferece diversas práticas gratuitas para adultos e crianças, todos os sábados e domingos. Das 15 às 18 horas, quem quiser aprender alguns “segredinhos” da gastronomia vegana poderá participar das aulas que ensinarão a preparar diferentes tipos de leites vegetais, hambúrguer de grãos e docinhos; já aqueles que gostam de bingo, terão a oportunidade de brincar (R$2,00/cartela), ganhar prêmios e ainda ajudar o Abrigo Animal Felino Menina de Jacareí (SP), pois toda a renda arrecadada nessa ação será destinada à entidade.

E as crianças de 1 a 10 anos poderão se divertir na piscina de bolinha e cama elástica, das 12 às 18 horas. Será que seu bichinho de estimação estará te esperando no evento? Se você tiver intenção de adotar um animal resgatado, precisa levar um documento oficial com foto, passar por entrevista e assinar um termo de responsabilidade pelo pet adotado.

manteiga_vegana rama jonassabonetes_veganos - rama jonascosmA_C_ticos_veganos_ rama jonas

“A Festa Junina Vegana abre o portão e o coração a todos, veganos e não veganos. Tudo está sendo preparado com muito carinho, pois esse evento, alegre, informal e de qualidade é a ocasião perfeita para que as pessoas que não adotam o estilo de vida vegano experimentem novos sabores e descubram que alguns pratos ficam ainda mais gostosos sem ingredientes de origem animal. Ah, e ainda tem outros produtos, como os cosméticos, que não precisam da exploração animal para serem eficientes”, destaca Gopi Priscila, da VegNice.

festa vegana.jpg

Festa Junina VegNice
Datas: 22 e 23 / 29 e 30 de junho
Horário: das 12 às 21h
Endereço: Rua Dr. José de Queiroz Aranha, 92 (pertinho do metrô Ana Rosa)
Entrada gratuita
Organização: VegNice Eventos Veganos & Ações Solidárias

Festa Junina com influência peruana

Até o dia 30 junho, o restaurante QCeviche! São Paulo (com unidades na Faria Lima e Barra Funda) entrará no espírito das festas brasileiras, unindo sabores da cozinha do Peru aos clássicos juninos nacionais. O chef Rolando Limo preparou um minicouvert, com pipoca e quentão de pisco, para receber os clientes. Também duas sobremesas ‘juninas’ foram incorporadas ao cardápio neste mês: sorvete de milho-roxo e arroz de leche com mazamorra morada.

chicha
Chicha morada (bebida), arroz de leche, mazamorra e arroz de leche com mazamorra

Assim como no Brasil, o arroz de leche (nosso arroz doce) é um clássico da culinária peruana. É bastante comum que venha acompanhado da mazamorra morada, um doce feito à base de milho roxo, frutas secas, abacaxi, especiarias e farinha de batata-doce. Juntos, formam uma das sobremesas mais populares do Peru, encontradas em barracas de rua em várias cidades do país.

quentao de pisco.jpg

Além das novas sobremesas, o QCeviche! também incluiu ao seu cardápio de bebidas a chicha morada natural, refresco feito a partir do milho roxo (morado) peruano, e que agora é produzido pela equipe do restaurante e servido gelado.

QCeviche!
Faria Lima – Rua Tavares Cabral, 61
Barra Funda avenida Marquês de São Vicente, 1619
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 12h às 15h e das 19h às 22h30; sábados, domingos e feriados, das 12h30 às 15h e das 19h às 22h30. 

 

 

Fazenda Santa Vitória dedica junho às festas caipiras

Junho chegou e, com ele, as comemorações de Santo Antônio (15.06), São João (24.06) e São Pedro (29.06). A fazenda Santa Vitória, localizada em Queluz, no interior de São Paulo, abre suas portas para receber seus convidados com uma verdadeira celebração junina durante todos os finais de semana do mês (dias 7, 8 e 9; 14, 15 e 16; 21, 22 e 23 e 28, 29 e 30). Haverá extensa programação, com direito a comidas típicas, quadrilhas e fogueira para comemorar o festejo popular.

O pacote para os finais de semana já inclui a festa caipira, programada para acontecer nas noites de sábado. O evento é um dos mais importantes, pois é um momento de confraternização entre os funcionários, colaboradores e moradores da fazenda produtiva e os seus hóspedes. Ao todo, cerca de 100 pessoas – entre adultos e crianças – se reúnem para o festejo caipira. Na gastronomia da festa típica, farão parte: pipoca, arroz doce, caldinhos e milho cozido, entre outros.

faz santa vitoria 2faz santa vitoria 23fazenda santa vitoria 2faz santa vitoriafazenda santa vitoria 1faz santa vitoria arroz doce

Acomodações

A fazenda tem seis suítes coloniais na sede centenária, que levam os nomes de Araucária, Cedro, Jacarandá, Manacá, Paineira, Quaresmeira, e Ipê. Uma outra está pronta para receber famílias (um casal com até três crianças), com quartos conjugados com camas de casal e solteiro, banheiro compartilhado, espaço e todo o aconchego das suítes da sede. Além dessas, há quatro suítes quintal (com decoração contemporânea, dedicadas exclusivamente a casais), chamadas de Flamboyant, Aroeira, Mulungu e Sibipiruna. Todas possuem quintal privativo, com rede e espreguiçadeira em contato direto com a natureza. Por fim, as duas casas nas montanhas.

Afastadas da sede, contrastam com o estilo colonial, aliando privacidade e modernidade. Foram projetadas para proporcionar uma experiência única de hospedagem. Cada unidade (chamadas Bem-te-vi e Sabiá) possui duas suítes completas, ampla sala, fogão a lenha, cozinha de apoio e varanda com uma vista para a serra. Exclusivo para um ou dois casais ou um casal e um adulto em cada casa – não são recomendadas a idosos e crianças..

Sobre a Fazenda

Propriedade centenária, a fazenda Santa Vitória une o charme de uma herdade ao conforto da atualidade, além de ser um destino romântico, de ecoturismo e de quem gosta de pedalar. Aberta em 2016, posiciona-se como uma fazenda produtiva em que é possível se hospedar. É um lugar para se desconectar das tecnologias, pois não há televisão nem internet nos quartos, apenas uma sala de TV na sede, onde também tem um ponto de wi-fi.

Entre as atividades, há passeios a cavalo, salão de jogos, piscina, sauna à lenha, caldário, bicicletas e quadra de tênis. Plantações, pastos, florestas e um riacho formam a moldura ideal para um momento a dois ou em família, saboreando a rica gastronomia da região do Vale do Paraíba. Recebidos como amigos, os hóspedes desfrutam de momentos de aconchego e tranquilidade em contato com a natureza. As suítes da sede, quintal e as casas da montanha comportam até 30 pessoas por vez.

O projeto de revitalização do lugar e abertura das novas áreas é assinado pela arquiteta Fernanda Sarkis. É possível chegar à fazenda de carro (pela via Dutra) ou de helicóptero (há um heliponto credenciado pela ANAC dentro da propriedade).

Festa Caipira na Fazenda Santa Vitória: pacotes para duas pessoas a partir de R$ 2.800 (pensão completa)

Fazenda Santa Vitória: Rodovia João Batista Melo Souza, km 5 – Queluz, SP – Tel.: (12) 3147-1563 (atendimento em horário comercial). WhatsApp: (12) 99784-2568 ou e-mail: reservas@fazendasantavitoria.com.br.

Cuidados com a alimentação nas festas juninas

Junho é mês de festas e, é claro, de mesa farta. Com o período junino, a variedade de pratos típicos aumenta nos restaurantes, lanchonetes e supermercados em todo o Brasil. Pensando nisso, a nutricionista Talitta Maciel, do canal de Assinaturas Nutriflix, fez uma lista de substituições inteligentes para comidas juninas. Confira:

Piores alimentos das festas juninas

1. Quentão

quentão_
Além do alto valor calórico devido ao álcool, o quentão é uma bebida que pode prejudicar a saúde. Se consumido em excesso pode deixar uma pessoa embriagada e com sérios problemas no fígado, como uma inflamação tóxica, também por causa do álcool.

2. Cocada

cocada2
Além de rica em óleo, devido aos triglicerídeos existentes no coco, a cocada leva muito açúcar e, por isso, pode gerar problemas como a descompensação do diabetes.

3. Pastel

Pastel de Carne
Vilão já bem conhecido, este quitute tem excesso de gorduras saturadas e uma quantidade muito grande de carboidratos refinados. É uma bomba calórica para quem deseja perder gordura corporal e uma granada para quem tem problema com o excesso de açúcar no sangue.

4. Canjica

canjica com amendoim
Se não levasse tanto açúcar, seja refinado ou mascavo, esta preparação seria ideal, pois tem grande quantidade de proteínas e exerce efeito na diminuição do apetite. Mas, como é adoçada, entra na lista dos alimentos menos recomendados.

5. Arroz doce

arroz doce pinterest
Como se não bastasse o refino do arroz, levando-o a ser um alimento que libera grandes quantidades de açúcar no sangue de uma só vez, este é um prato preparado também com açúcar refinado. É determinantemente proibido para quem está no estado de pré-diabetes ou de diabetes.

Melhores alimentos das festas juninas

1. Cuscuz

Cuscuz-Paulista2-659x371
Feita de milho, esta preparação não precisar ser adoçada. É gostoso por natureza e rico em vitaminas do complexo B. Se vier com ovo, raspa de coco e leite, fica rico em proteína e melhora a velocidade com que a glicose entra no corpo.

2. Batata doce assada

batata doce szafirek
Foto: Szafirek/Morguefile

Ideal para os diabéticos. Este alimento tem um baixo índice glicêmico, ou seja, uma baixa velocidade de entrada do açúcar no sangue. Gera uma saciedade prolongada e é o mocinho do dia da festa.

3. Milho cozido

milho alvimann
Foto: Alvimann/Morguefile

Rico em fibras. Este alimento tem efeito moderador no apetite e o carboidrato presente no grão tem vitaminas que ajudam a ativar o metabolismo. Tem valor calórico baixo se comparado com grande parte das preparações da festa junina.

4. Curau

curau
Este quitute é derivado do milho e também leva leite, uma fonte de proteína. Combinação ideal para uma pequena refeição. Para quem precisa perder peso e não consegue resistir aos doces, vai bem como uma sobremesa, mas também deve ser consumido com moderação.

5. Bolo de fubá

bolo de fubá
É uma excelente preparação. Leva ovo, leite e é rico em fibras. O carboidrato do bolo de fubá, por ser misturado a esses produtos, tem índice glicêmico melhorado. Cuidado com a adição de açúcar e com a quantidade ingerida. Minha sugestão é comer uma ou duas fatias

Dicas para não enfiar o pé na jaca na festa junina:

1. Escolher uma ou duas fontes de carboidratos e comer como se fosse uma refeição. Não sair beliscando todas as preparações e alimentos.
2. Planeje o que você realmente gosta de comer, e sempre coma uma proteína, como um churrasquinho, juntamente com a preparação mais doce.
3. Não beba mais que 100 ml no momento em que estiver se alimentando. Beber mais pode acabar com a sua festa devido a uma possível indigestão, com sintomas que vão desde um desconforto no estômago a uma diarreia.
4. Não tempere muito os alimentos, ainda mais quem está com o estômago mais sensível.
5. Coma, preferencialmente, sentada(o) em uma mesa. Assim focará mais a atenção no que come e, possivelmente, comerá menos.
6. Deixe o doce para o final. Principalmente se for mulher. Deixe o sabor doce ficar na boca por mais tempo. Isso evitará o excesso do açúcar.
7. Não beba álcool demasiadamente.

Armadilhas

=Pipoca: rica em manteiga e sal – 50g de pipoca salgada, feita com óleo e sal, contém, em média, 200kcal.
=Paçoca: rica em açúcar de rápida absorção.
=Milho verde: fonte de carboidrato, na festa junina ainda carrega excesso de sal e muitas vezes manteiga.
=Pé de moleque: rica em açúcar e calorias, contem gordura.

No frio a fome aumenta e a pessoa pode engordar ainda mais se comer este tipo de comida? Sim, quando ingerimos mais calorias do que gastamos, aumentamos nossos estoques, o nosso balanço energético fica positivo e ganhamos peso.

Trocas Inteligentes: 

Arroz doce (100g = 160 calorias): o arroz é rico em carboidratos e tem elevado teor energético. Fonte de cálcio, o arroz doce pode ter seu valor calórico reduzido para 87 calorias (100g) através da troca de alguns ingredientes, como leite integral pelo desnatado e açúcar por adoçante artificial.

Bolo de fubá (100g = 350 calorias): rico em carboidratos e com elevado teor energético, o milho ainda é boa fonte de fibras e vitamina A. As calorias podem ser reduzidas para 222 (100g) optando por leite desnatado e adoçante artificial para forno. A mesma substituição pode ser feita para o bolo de milho, reduzindo as 311 calorias para 178 (100g) e para a canjica, diminuindo de 226 para 165 calorias (100g).

Pamonha (100g = 171 calorias): de preferência para adoçante artificial, leite desnatado e margarina light no preparo do prato, o que reduz para 162 calorias a cada 100g.

Pipoca: pode ser preparada sem óleo ou manteiga. Na hora de salgar, utilize sal em spray. Além de temperar por igual, essa salmoura hidrata a pipoca, corrigindo o ressecamento causado pela ausência de gordura.

maria tapioca3

Tapioca: rica em carboidratos e com elevado teor energético, a tapioca é produzida a partir da mandioca. Porém, o valor calórico varia de acordo com o tipo de recheio.
Deste modo, a dica é optar por recheios de frutas, evitando combinações com muito açúcar, leite de coco e leite condensado.

Pé-de-moleque (100g = 487 calorias); paçoca (100g = 484 calorias): o amendoim é classificado como uma semente oleaginosa, rica em potássio, magnésio, ferro, cálcio, zinco, fibras e gordura. Devido ao alto índice de gordura, tem elevado teor calórico e, por isso, deve ser consumido com moderação.

Pinhão (100g = 174 calorias): fonte de carboidratos, o pinhão tem um significativo teor de proteínas, minerais e vitaminas do complexo B. Suas propriedades auxiliam no aumento de anticorpos no organismo.

Vinho quente

Vinho quente (100ml = 120 calorias): por ser proveniente da uva, o vinho possui substâncias antioxidantes como os flavonoides – que combatem os radicais livres – e o resveratrol – que possui efeito cardioprotetor. Devido ao seu teor alcoólico, deve ser consumido com moderação.

Serviço: Talitta Maciel, nutricionista do canal de Assinaturas Nutriflix

Site calcula quantidade de quitutes para festas juninas

A época das celebrações mais queridas pelos brasileiros chegou. A festa junina é sempre lembrada, principalmente, por suas comidas típicas. Afinal, quem não gosta de um bolo de fubá quentinho, paçoca fresquinha e um quentão para acompanhar? E ninguém melhor que a Yoki, embaixadora da Festa Junina há 31 anos, para ajudar a organizar o melhor “Arraiá”.

A marca disponibiliza, online e gratuitamente, a Calculadora Junina, que determina automaticamente a quantidade de salgados, doces e bebidas de acordo com o número de confirmados de cada celebração. A calculadora está disponível aqui.

calculadora festa junina.jpg

Afinal, em uma verdadeira Festa Junina não pode faltar nada!

Fábrica de Bolo Vó Alzira tem bolo de paçoca para Festas Juninas

As Festas Juninas chegaram com suas guloseimas típicas e a Fábrica de Bolo Vó Alzira não podia ficar de fora desse arraiá. A rede de bolos caseiros lança um novo sabor perfeito para aquela mesa de doces pelo país: a paçoca caseira. A novidade poderá ser degustada em todas as lojas da marca.

O bolo é feito com massa desta paçoca e cobertura de doce de leite com farofinha de paçoca caseira (R$ 28,00). Os clientes ainda poderão encontrar outras delícias no cardápio “junino” da Fábrica de Bolo Vó Alzira, tais como: Bolo de Aipim (R$ 30,00), Bolo de Milho (R$ 28,00) e Bolo de Fubá (R$ 25,00).

Bolo de Paçoca - Claudio Azevedo
Foto: Cláudio Azevedo

Informações: Fábrica de Bolo Vó Alzira

Receita Junina: curau sem glúten e sem lactose

Doce típico é ideal para dietas restritivas ao leite e derivados de trigo e outros cereais

Com a chegada das festas juninas, período marcado pelos pratos típicos, nós que temos restrições alimentares precisamos tomar cuidado, pois nem sempre podemos comer as delícias oferecidas. Porém, há como não abrir mão desse prazer.

A Suprasoy tem opções para quem quer aproveitar todas as delícias das festividades sem ingerir glúten e lactose. E uma das mais tradicionais receitas juninas é o curau. Confira a seguir uma receita indicada para quem possui restrições alimentares, como os celíacos ou intolerantes à lactose, ou a quem simplesmente prefere evitar o consumo de glúten e lactose.

Curau Sem Glúten e Sem Lactose

curau.png

Ingredientes
9 espigas de milho (2kg)
1 xícara (chá) de açúcar (160g)
½ xícara (chá) de SupraSoy Sem Lactose Original (65g) dissolvido em 500 ml de água
Açúcar e canela para polvilhar

Modo de preparo
Retire os grãos de milho da espiga com uma faca e bata-os no liquidificador com 500ml de água, utilizando a tecla ‘pulsar’. Passe pela peneira, apertando bem com uma colher para retirar todo o suco. Coloque o suco de milho em uma panela, junte o açúcar e SupraSoy e leve ao fogo médio, mexendo sempre, por cerca de 25 minutos ou até engrossar. Despeje em pequenas tigelas, deixe esfriar e polvilhe açúcar e canela.

Dica: Aproveite o bagaço do milho e faça um bolo com ovos, SupraSoy Sem Lactose Original, açúcar e farinha.

Valor calórico por porção (1 tigela pequena)

Valor calórico: 212,6kcal
Carboidratos: 46,7g
Proteínas: 5,6g
Lipídios: 3g
Fibras: 5,9g
Desenvolvido por: Suprasoy
Tempo de preparo: 30minutos
Serve: 12 pessoas

Fonte: Josapar

Mais receitas para entrar no clima das festas juninas

Para entrar no clima de São João, esta semana, decidimos separar algumas receitas especiais para inovar o cardápio durante as festas juninas. A Bunge Brasil apresenta: Pipoca junina com amendoim e caramelo, Mungunzá com mocotó e linguiça, Bolo pé de moleque.

PIPOCA JUNINA COM AMENDOIM E CARAMELO

pipoca.jpg

Ingredientes

– 1/2 Xícara de Delícia Supreme
– 1 Xícara de milho para pipoca
– 2 Xícaras de amendoins torrados, grosseiramente picados
– 1/2 Xícara de açúcar refinado
– 1/2 Xícara de açúcar mascavo
– 1 Colher de Sobremesa de sal
– 1/4 Xícara de xarope de milho
– 1 Colher de Chá de essência de baunilha
– 1/2 Colher de Sopa de bicarbonato de sódio
– 1/4 Xícara de chocolate branco, picado, derretido

Modo de preparo

Coloque os grãos de milho em uma vasilha de vidro e leve-os para estourar em micro-ondas. Retire, adicione os amendoins picados e misture-os.
À parte, junte os açúcares com a canela e leve para derreter em forno de micro-ondas.
Misture bem, adicione a margarina Delícia Supreme em pequenas porções e por fim despeje o xarope de milho por cima de tudo. Retorne ao micro-ondas e aqueça em potência alta por 30 segundos. Retire, misture bem e volte ao micro-ondas por mais 2 minutos. Retire novamente, adicione a baunilha, o bicarbonato e torne a misturar até espumar. Despeje a mistura de caramelo sobre a pipoca e o amendoim e misture até juntar bem as partes. Em uma assadeira, forrada com papel manteiga, espalhe bem a pipoca e leve ao forno preaquecido, à temperatura de 150°C, para assar por 10 minutos. Em micro-ondas, leve o chocolate para derreter e com o auxilio de uma colher distribua-o sobre a pipoca. Espere endurecer e então, quebre em pedaços. Colocadas em um recipiente bem fechado, pode se conservar bem por vários dias.

Tempo de preparo: 40 min
Grau de dificuldade: fácil
Rendimento: 10 porções
Fonte: Delícia – Bunge Brasil

MUNGUNZÁ COM MOCOTÓ E LINGUIÇA

mugunza

Ingredientes
– 4 Colheres de Sopa de Margarina Primor Todo Dia
– 1 Colheres de Sopa de Óleo de Soja
– 1 Xícara de milho branco para mugunzá
– 1 Quilo de mocotó fatiado
– 1 Limão
– 1 e 1/2 Litro de água
– 1 Folha de louro
– Pimenta do reino em grãos a gosto
– 1/2 Colher de Chá de sal
– 1 Linguiça calabresa defumada e fatiada
– 1 Cebola média picada
– 3 Dentes de alho picados
– 1 Pimenta dedo de moça, sem sementes

Modo de Preparo
1- De véspera, cubra o milho com água e deixe de molho.
2- Lave bem os mocotós e raspe-os com uma faca, retirando eventuais pelos e resíduos.
3- Corte o limão e esfregue bem em cada pedaço. Esprema o caldo e misture bem.
4- Ferva água em uma panela de pressão e junte o mocotó. Espere levantar fervura e retire. Descarte a água.
5- Complete com a água solicitada na receita, junte o louro, a pimenta do reino e o sal. Tampe a panela e cozinhe por 25 minutos contados a partir do apito. Verifique se ficou bem macio. Retire e reserve.
6- Ainda na panela de pressão, aqueça a margarina PRIMOR com o óleo PRIMOR e doure a calabresa. Junte a cebola e o alho, frite até que fique transparente.
7- Acrescente o mocotó com o seu caldo, o milho sem a água, a pimenta dedo de moça e cozinhe por mais 25 minutos, ou até que o milho fique bem macio. Corrija o sal, se necessário.Sirva bem quente.

Dica: Se preferir, salpique coentro na hora de servir.
Em algumas regiões o mocotó também é conhecido como mão de vaca ou pata de vaca.]
Tempo de preparo: 120 min
Grau de dificuldade: médio
Rendimento: 6 porções
Fonte: Primor – Bunge Brasil

BOLO PÉ DE MOLEQUE

bolo pé de mole

Ingredientes
– 1 col. de sopa de Margarina Primor Todo Dia;
– ¼ xíc. de café coado forte e quente;
– ¾ xíc. de açúcar mascavo;
– ¼ xíc. de açúcar refinado;
– 200 ml de leite de coco;
– 2 ovos pequenos;
– 300 gr. de mandioca crua, ralada e escorrida:
– ½ xic. de castanha de caju torrada e triturada;
– 1 col. café de cravo em pó;
– 2 col. chá de canela em pó;
– 1 col. chá de erva doce em pó;
– ½ xíc. castanha de caju inteiras, para decorar.

Modo de Preparo
1- Em uma tigela, misture o café com a margarina e mexa até derreter. Junte os açúcares, o leite de coco, os ovos e a mandioca.
2- Acrescente o restante dos ingredientes e misture bem.
3- Coloque em uma fôrma redonda com cone central, medindo 18cm de diâmetro, untada com margarina e enfarinhada.
4- Disponha as castanhas sobre a massa e asse no forno preaquecido, em temperatura moderada, por cerca de 50 minutos ou espete com um palito e veja se ele sai seco.
5- Desenforme frio.

Tempo de preparo: 95 min
Grau de dificuldade: médio
Rendimento: 12 porções
Fonte: Primor – Bunge Brasil

 

Saiba quais são as alternativas saudáveis para as comidas típicas das festas juninas

As comidas típicas das festas juninas podem ser deliciosas, mas é preciso estar atento ao consumo de sódio, açúcar e gordura. Pensando nisso, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo recomenda alguns cuidados para consumir as receitas – e aproveitar melhor as festividades.

De acordo com Etelma Maria Mendes Rosa, nutricionista da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), o consumo desses pratos típicos deve ser moderado devido à quantidade calórica das preparações. “É preciso fazer uma restrição de consumo ou, se houver possibilidade, preparar as receitas em casa, reduzindo a quantidade de açúcar, de sal ou até mesmo de gordura, dependendo da preparação”, enfatizou.

Alternativas para preparações mais saudáveis e nutritivas:

Milho Verde: cereal fonte de carboidrato contém grande quantidade de fibras, vitaminas e minerais. Procure consumir com pouco sal e pouca manteiga.

milho alvimann
Foto: Alvimann/Morguefile

Pinhão: rico em fibras e minerais como cobre, zinco, manganês, ferro, magnésio, cálcio e fósforo. Possui também ácidos graxos como ômega 6 e 9. Além de ser naturalmente muito saudável, deve ser cozido somente em água.

Pinhao cunha tur
Foto: Cinha Tur

Cuscuz: preparado com farinha de milho, pode ser feito com legumes, ovos, atum, tornando-se um prato bastante nutritivo.

Cuscuz-Paulista2-659x371

Pipoca: cereal integral que, sem excesso de sal ou gordura, é rico em fibras, possui vitaminas E, B1, B2 e os carotenoides, considerados antioxidantes. Além disso, contém minerais como cálcio, sódio, iodo, ferro, zinco, manganês, cobre, selênio, crômio, cobalto, cádmio e fósforo. Em casa, prepare-o no micro-ondas para evitar o uso de óleo; coloque o milho da pipoca dentro de um refratário; leve ao micro-ondas com a tampa própria do aparelho doméstico; deixe de 2 a 4 minutos em potência alta; acrescente pouca quantidade de sal.

PIPOCA

Batata doce: fonte de carboidratos contém magnésio, fósforo, potássio e vitaminas A, B, C, K e E. Pode ser assada no forno, basta embrulhá-la, depois de lavada inteira e com casca, em papel alumínio e levá-la para assar por 50 minutos aproximadamente.

batata doce szafirek
Foto: Szafirek/Morguefile

Arroz doce e Canjica: cereais com fonte de carboidrato. Se preparados com menos açúcar e sem leite condensado, são bem nutritivos. Algumas alternativas para conferir mais sabor são queimar o açúcar no momento do preparo e adicionar raspas de laranja ou canela.

arroz doce tape

Curau e pamonha: fontes de carboidratos. Normalmente levam na composição leite e açúcar. Evite incluir no preparo manteiga, gordura vegetal e leite de coco, pois deixam a preparação ainda mais calórica.

pamonha

Bolo de milho: fonte de carboidrato, leva na composição ingredientes proteicos como leite e ovos. No caso de preparações caseiras, experimente prepará-lo com metade do açúcar da receita e utilize óleos vegetais no lugar da gordura vegetal, da margarina ou mesmo da manteiga.

Receita-Bolo-de-Milho

Vinho quente e quentão: são calóricos por conter álcool e grande quantidade de açúcar, por isso, vale a pena moderar o consumo. Nos preparos caseiros, existem opções sem álcool, utilizando gengibre, casca de laranja, sucos de frutas como laranja, maçã, abacaxi, maracujá, suco de uva integral e as especiarias como, canela e cravo-da-índia.

vinho quente sem vinho

Por Larissa Vidal – Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo