Arquivo da tag: ficção

Em novo livro, Padre Fábio de Melo fala sobre viver e morrer

Em novo livro “A hora da essência”, ele analisa a importância de se reconciliar com si mesmo e valorizar a vida antes que seja tarde demais

Analisar a vida, a partir da perspectiva da morte, é o tema do novo livro do Padre Fábio de Melo. Publicado pela Editora Planeta, A hora da Essência sugere a importância de cuidar de si mesmo em toda a existência, e não somente quando se está prestes a morrer.

As reflexões surgem por meio da comovente história de uma paciente com câncer, Sofia, e suas conversas com uma das enfermeiras, Ana. Mesmo de férias, esta decide cuidar da recém-chegada ao hospital para tratamento, com um fim anunciado pelo diagnóstico médico. A partir deste encontro, entre sorrisos e lágrimas, uma nova perspectiva se apresenta para a paciente.

As mãos de Ana dançam delicadamente sobre a minha cabeça. O carinho me devolve ao tempo em que me deitava no colo de meu pai. Ele tinha o hábito de fazer carinho em mim, assim como agora Ana o faz. A ternura dos gestos ultrapassa o corpo que recebe. É na alma que ele derrama seus melhores efeitos. A mão que afaga acorda o que em mim é imaterial. (A hora da essência, p. 45)

A partir da percepção de Sofia sobre seu estado de saúde, a relação com a enfermeira e os diálogos entre as protagonistas, a narrativa aprofunda questões que antecedem a doença. Ao longo do livro, a paciente-narradora resgata também as dolorosas recordações sobre as escolhas feitas, principalmente em torno do filho e o abandono do ex-marido.

A hora da essência é prefaciada pela médica e também escritora Ana Cláudia Quintana Arantes, a quem o padre dedica a obra. Autora do best-seller A morte é um dia que vale a pena viver, Ana afirma que, diante da morte, não é possível viver a partir de teorias. “A verdade não é uma teoria, é uma experiência”. Tanto é que Sofia, antes de morrer, toma atitudes para recuperar o que havia deixado para trás.

De vez em quando a vida nos surpreende em absoluto desgoverno. Tudo fora, alheio, exilado. Mas há outros momentos em que nos surpreende em absoluta concordância. Tudo dentro, consciente e reconciliado. A hora da essência talvez seja isso. O turno da vida em que a liturgia das horas nos põe num caminho só: o que nos faz chegar a nós mesmos. (A hora da essência, p. 87)

Sinopse

A hora da essência relata a conversa de duas mulheres, uma delas em vias de morrer. Por meio da conversa entre as duas, padre Fábio propõe uma análise sobre a vida, o que podemos fazer para viver melhor e como é viver a essência – não deixando para cuidar da vida só às vésperas de morrer. Uma das mulheres descobre um câncer incurável, é hospitalizada e, no hospital, conhece uma enfermeira com quem conversa sobre a sua vida, escolhas, etc. Ainda antes de morrer, toma atitudes para recuperar o que havia deixado para trás ou perdido..

Sobre o autor

Foto: Kleber-Alepereira

Padre Fábio de Melo é mineiro da cidade de Formiga, graduado em Filosofia e Teologia, pós-graduado em Educação e mestre em Teologia Sistemática. Ele se dedica ao trabalho de evangelização pela arte em diversas áreas de atuação: padre, professor universitário, escritor, cantor e compositor. É autor de vários livros, entre eles: Tempo de Esperas, Orfandades, É sagrado viver, Quem me roubou

A hora da essência
Autor: Padre Fábio de Melo
Editora: Planeta
Páginas: 264 páginas
Formato: 16×23 brochura
Preço: R$ 54,90
Link de pré-venda: Livrarias Curitiba

Meu novo livro: O Fantasma do Rock

A maioria dos seguidores do blog deve saber que eu sou jornalista, porém, também já escrevi livros como ghostwriter (quando seu nome não aparece, pois você escreve para alguém que tem a história/ideia, mas não sabe ou terá tempo de escrever) e um outro de contos com mais duas pessoas. Nós o bancamos e a edição foi pequena. Hoje, só tenho um exemplar.

Há três anos comecei a escrever um romance de ficção. Agora, só meu. Escrevia quando conseguia um tempo, por isso, demorou mais do que eu desejava. Em seguida, revisei e demorei – de novo – um pouco para registrá-lo, o que é importante para evitar plágios, por exemplo. E a maioria das editoras exige isso para avaliar a obra.

E eu enviei para algumas editoras, claro, pois quem não sonha em ver sua obra em grandes livrarias? O que só é possível quando uma editora está por trás para distribuir. Como não tive nenhum retorno, a não ser de algumas que se ofereciam para imprimir, mas comigo bancando, o que eu não tenho condições neste momento, resolvi publicá-lo em versão digital na Amazon.

yin yang gatos.jpg

O tema? Bem, o título já entrega algumas coisas: O Fantasma do Rock. A trama mostra um vocalista de banda de rock que é encontrado morto e o ambiente e as condições levam a crer que ele tenha sofrido uma overdose. Porém, seu espírito não parte. Assim, ele acaba ficando “preso” em sua casa e tem a chance de descobrir o que as pessoas pensavam dele realmente ao ouvir suas conversas e comentários.

Graças a um casal de gatos, com o tempo, as pessoas mais próximas percebem que “ele continua” por por lá e, de alguma forma, buscam um jeito de se comunicar. Enquanto isso, ele relembra sua história com várias mulheres, a perda do filho, as mortes de pessoas queridas e seu relacionamento com os demais integrantes da banda.

É um livro para quem gosta de cultura pop, com muita, mas muita citação musical, e outras cinematográficas. Cada capítulo e subcapítulo traz como título o nome de alguma canção de rock. A história também tem alguns toques de espiritismo, apesar de eu não seguir essa religião. Portanto, espero não ter cometido alguma heresia.

o fantasma do rock.jpg

O Fantasma do Rock está à venda na Amazon e se você se interessar, clique aqui e irá para a página do site correspondente. 

Editora Novo Século lança Kerata – O colecionador de cérebros

A obra retrata a história de Kerata, um dos serial killers mais procurados do mundo, que é vítima de um desejo peculiar: matar pessoas com talentos específicos e colecionar seus cérebros

Amanhã, 29 de julho, às 15 horas, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, a Novo Século Grupo Editorial lança pelo selo Talentos da Literatura Brasileira, Kerata – O colecionador de cérebros, da publicitária Juliana Duarte.

Kerata, nome dado pela imprensa a um dos serial killers mais procurados do mundo, é um neurocientista, vítima de um desejo peculiar: matar pessoas com talentos específicos e colecionar seus cérebros.

Contudo, nesta incomum e intrincada trama, o leitor mergulha no desenvolvimento dessa mente doentia, na história da família de Kerata e na vida de diversos personagens que rodeiam e influenciam, direta e indiretamente, no desdobramento de sua personalidade cruel.

Presente e passado se entrecruzam de modo surpreendente; segredos perturbadores vêm à tona. Com isso, o leitor é condicionado a se questionar e a, quem sabe, compreender: como nasce um serial killer?

A autora

Juliana R. S. Duarte nasceu em setembro de 1987. Tornou-se redatora publicitária, atuando em grupos internacionais de propaganda. É poeta, compositora e violinista. Seu primeiro livro foi escrito aos sete anos de idade.

660956_kerata-o-colecionador-de-cerebros-766611_l1_636318192617452000

Título Kerata – O colecionador de cérebros
Autor – Juliana R. S. Duarte
Categoria Ficção – Literatura brasileira; Suspense; Ficção Policial.
Nº de Páginas 416
Formato 14×21
Acabamento Brochura
Preço R$ 39,90

Lançamento 
Data: 29 de julho de 2017
Horário: 15h
Local: Livraria Cultura – Conjunto Nacional
Endereço: Av. Paulista, 2073, Térreo