Arquivo da tag: fotografia

Prêmio Bem Envelhecer está com as inscrições abertas

Concurso intergeracional de fotografia e vídeo, o Prêmio Bem Envelhecer propõe um novo olhar sobre o envelhecimento populacional para combater o ageismo. Realizado pelo Projeto Velho Amigo, Hype60+ e Intemsa, a iniciativa chega à segunda edição que será viabilizada digitalmente pela plataforma @instamission. O prêmio conta também com o apoio de Virada da Maturidade, Instituto Jatobás, São Joaquim Apoio à Maturidade e Rede-Comunidade.

Pessoas de todas as idades podem participar, enviando fotos e vídeos com conteúdo que promova um novo olhar para a maturidade. A iniciativa acontecerá via o @instamission, um projeto sobre conexão – com você mesmo, com o outro e com o mundo – que ocorre por meio de missões e jornadas no aplicativo Instagram. Entre os prêmios do concurso, destaque para cursos online da Perestroika destinados aos três primeiros lugares. Mais informações pelo Facebook clicando aqui.

No Brasil, o cotidiano dos mais de 30 milhões de idosos é marcado pelo desafio de vencer o preconceito etário. Embora estejam vivendo intensamente e ocupando espaços significativos nas cidades, a sociedade consome e propaga uma visão estereotipada de que os maduros só vivem as perdas da idade; acreditam que os 60+ param de produzir, de ter satisfação em aprender e em viver experiências incríveis.

Para produzir um novo repertório sobre o envelhecimento, surgiu o Prêmio Bem Envelhecer – um concurso intergeracional de fotografia e vídeo. No cerne da iniciativa, a construção de pontes entre jovens e maduros para que as novas gerações passem a enxergar a maturidade pulsante que ocupa os quatro cantos do país.

A segunda edição do concurso acontecerá com o apoio do @instamission, um projeto sobre conexão – com você mesmo, com o outro e com o mundo – que acontece por meio de missões e jornadas no aplicativo Instagram. Mais informações pelo Facebook clicando aqui.

Para se engajar, basta seguir o perfil do Instamission no Instagram e participar da Jornada Bem Envelhecer, que acontece de 26 de março a 4 de abril de 2019. Todos serão convidados a mostrar em posts quem são os 60+ que nos inspiram a ser a nossa melhor versão em qualquer idade. As fotos e os vídeos podem ser postados na própria conta do participante, usando a hashtag #jornadabemenvelhecer. A hashtag poderá ser adicionada em fotos novas ou antigas. A curadoria irá classificar os vídeos e as fotos que estiverem de acordo com a proposta do concurso.

As fotos e vídeos selecionados estarão disponíveis no site do Prêmio Bem Envelhecer. Sobre o conteúdo, o fio condutor deve ser a quebra de estereótipos negativos associados aos idosos (inutilidade, improdutividade, incapacidade, passividade e falta de interesse), ou seja, construir uma narrativa que favoreça a redução da discriminação etária e mostre o potencial dos 60+. Entre os prêmios do concurso, destaque para cursos online da escola Perestroika.

Representatividade

De acordo com Regina Helou, vice-presidente do Projeto Velho Amigo e uma das idealizadoras do Prêmio Bem Envelhecer, a qualidade de vida da terceira idade pode depender diretamente da visão que a juventude tem dessa população.

“A interrelação das duas gerações vai contribuir significativamente para o bem envelhecer, tanto de quem já é idoso quanto do próprio jovem que um dia chegará à mesma condição”, conta a filantropa.

Para Fernanda Gouveia, uma das idealizadoras do concurso, discente do curso de graduação em psicologia da PUC-SP e idealizadora da Virada da Maturidade, a sociedade carece de iniciativas intergeracionais que permitam uma reflexão aprofundada sobre a relação que se estabelece com os idosos. “Estamos vivendo uma revolução do envelhecer, momento ideal para mostrar todo o potencial da maturidade e a importância de todos se prepararem para a etapa tardia da vida”, explica a especialista em envelhecimento.

Os maduros estão sendo protagonistas de uma grande revolução que não está sendo percebida, porque envelhecer é uma novidade. Segundo Layla Vallias, cofundadora da Hype60+ e coordenadora da pesquisa Tsunami Prateado, por mais que pareça uma contradição classificar a longevidade como uma novidade, o fato é que estamos vivendo mais e nos deparando com os desafios e paradigmas antigos sobre a idade.

“Hoje, a economia prateada movimenta globalmente US$ 7 trilhões, sendo a terceira maior atividade econômica do mundo. É notório que a sociedade tem que passar a enxergar a longevidade como oportunidade para fortalecer as sociedades e as econômicas, também. Nesse contexto, representatividade importa muito. Temos que ampliar e oxigenar o nosso repertório sobre o cidadão maduro; lançar um novo olhar e enxergar para além dos estereótipos. Por isso, o Prêmio Bem Envelhecer é tão relevante e repleto de significado”, afirma Layla, que também coordena a premiação.

O Prêmio Bem Envelhecer conta com a adesão de microinfluenciadores como Maya Santana, fundadora da página 50 e mais com mais de 100.000 seguidores no Facebook; Avós da Razão – programa no YouTube apresentado por Gilda, 76 anos, Sonia, 80 anos e Helena, 90 anos que respondem perguntas enviadas pelos internautas por meio de vídeos, áudios e mensagens mandados pelo WhatsApp; Rosangela Carvalho Marcondes, fundadora e blogueira da página Domingo Açucarado, no Facebook, com mais de 150.000 seguidores e It Avós, no Instagram; e Silvia Fernandes, fundadora e instagrammer do perfil @silviarumoaos60, com quase 40 mil seguidores.

O Prêmio Bem Envelhecer é organizado pelo Projeto Velho Amigo, Intemsa e Hype60+. A segunda edição do concurso acontecerá com o apoio do @instamission, um projeto sobre conexão – com você mesmo, com o outro e com o mundo – que acontece por meio de missões e jornadas no aplicativo Instagram. A iniciativa conta com o apoio da Virada da Maturidade, Instituto Jatobás e São Joaquim Apoio à Maturidade e Rede-Comunidade.

bem envelhecer.jpg

Projeto Velho Amigo

Projeto Velho Amigo é uma associação sem fins lucrativos que desde 1999 contribui para inclusão social do idoso, realizando ações de assistência, engajamento para valorização e inclusão dos idosos na sociedade e campanhas que protagonizam a causa da discriminação etária. A ONG atende 18 instituições filantrópicas e gerencia 1 núcleo de convivência de idosos na comunidade de Heliópolis atendendo 1700 idosos.

Hype60+

Consultoria de marketing especializada no consumidor sênior que ajuda empresas, marcas e organizações a criar melhores produtos, serviços e experiências, sempre pelo ponto de vista dos maduros. A trajetória da empresa começou com o Amo Minha Idade, uma comunidade digital com cerca de 9 mil seguidores seniores. Dessa vivência, nasceu o Hype60+, oferecendo serviços que vão da estratégia de comunicação ao desenvolvimento de produtos para empresas que desejam se relacionar melhor com o público sênior.

@instamission

Pioneiro na criação de missões fotográficas e de promoções comerciais no Instagram. Seu nome e marca registrados se transformaram em um sinônimo de ações em sua categoria e um case de sucesso nacional. Desde 2011, já foi patrocinado por mais de 200 das maiores marcas do Brasil e do mundo e já impactou positivamente a vida de milhares de pessoas. É um projeto da Contente, empresa que trabalha a serviço da conexão entre as pessoas e marcas, sempre com o objetivo de construir #ainternetqueagentequer.

Ainda dá tempo de participar das oficinas de férias do Supershopping Osasco

As férias acabaram, mas os clientes do shopping center ainda contam com 10 workshops gratuitos da programação especial

O SuperShopping Osasco está na reta final das Oficinas de Férias e os clientes têm até o dia 15 de fevereiro para participarem dos encontros sobre Artes, Beleza, Bem-Estar, Fotografia e Empreendedorismo. A agenda especial é realizada em parceria com o Senac e traz professores especializados em cada área para o shopping center.

“Convidamos toda a família para desacelerar um pouco da rotina de volta aos estudos e ao trabalho e se divertir com mais uma semana de atividades para relaxar, aprender e aproveitar cada momento juntos”, convida Carolina Bonafé, gerente de Marketing do SuperShopping Osasco.

As oficinas são para todas as idades. Jovens e adultos descobrem os benefícios da aromaterapia, além de aprenderem as principais tendências de maquiagem para a temporada, enquanto as crianças criam esculturas com balões coloridos e ganham pinturas artísticas nos rostos.

Os últimos dias de workshops também são perfeitos para colocar no papel todas as ideias empreendedoras antes de abrir o próprio negócio ou para encontrar o fotógrafo que há em cada um com a câmera do próprio celular. Para participar, basta escolher o tema desejado e fazer uma inscrição prévia no espaço Senac Service Store, no 2º Piso do shopping center, mas atenção porque as vagas são limitadas.

Confira abaixo a programação final das Oficinas de Férias:

Data Tema Horário
Quinta-feira, dia 7 Escultura com balões (a partir de 8 anos) das 14h às 16h
Sexta-feira, dia 8 Tendências de maquiagem para 2019, automaquiagem das 14h às 16h
Enrolando seu brigadeiro das 18h30 às 20h30
Segunda-feira, dia 11 Empreendedorismo: criando o seu próprio negócio das 14h às 17h
Terça-feira, dia 12 Oficinas de biojoias: sustentabilidade e empreendedorismo social das 16h às 18h
Quarta-feira, dia 13 Empreendedorismo: trabalhe, divirta-se e ganhe dinheiro das 14h às 17h
Oficina de fotografia mobile das 19h às 21h
Quinta-feira, dia 14 Escultura com balões (a partir de 8 anos) das 14h às 16h
Sexta-feira, dia 15 Pintura artística infantil das 14h às 16h

senac3.jpg

Oficinas de Férias no SuperShopping Osasco
Data: até 15 de fevereiro
Horário: de acordo com o cronograma acima
Local: Senac Service Store, 2º Piso, ao lado da loja Amplexo
Endereço: Av. dos Autonomistas, 1.828 – Osasco – esquina com a Av. Maria Campos
Oficinas gratuitas com vagas limitadas. Necessária a inscrição antecipada

 

 

Mostra fotográfica traz famosos simulando o sofrimento de animais

Até o dia 6 de março, o Jardim Pamplona Shopping recebe a primeira exibição de Sinta na Pele, exposição gratuita promovida pela ONG Ampara Animal. Lançada no último domingo, em São Paulo, a mostra reúne 13 painéis clicados pelo fotógrafo Jacques Dequeker.

Nomes como Bruno Gagliasso, Thaila Ayala, João Vicente de Castro, José Loreto e Rômulo Arantes Neto posaram como animais vítimas de maus-tratos, fazendo com que os expectadores se coloquem no lugar dos animais e, de fato, reflitam e sintam na pele o descaso e negligência vividos diariamente por diversas espécies domésticas e silvestres. As telas serão exibidas diariamente, no segundo piso do empreendimento.

“Diferente de todas as nossas produções anteriores, que sempre foram suaves e buscavam conscientizar pelo amor, dessa vez a Ampara vem com uma abordagem mais direta e polêmica, mostrando explicitamente diversas formas de exploração às quais os animais são submetidos diariamente”, destaca Declara Juliana Camargo, CEO da Ampara Animal.

“Muitas vezes precisamos de um choque de realidade para mudar nossas ações. Causar incômodo e reflexão é a nossa intenção. Fazer com que as pessoas se coloquem no lugar dos animais e se tornem mais humanas”, completa.

A exposição Sinta na Pele, que busca conscientizar e educar o público ao inverter os papéis, apresenta uma realidade hipotética com o sofrimento do ser humano em evidência.

engaiolados (1)abandonados_rgb (1)acorrentadosconfinadosescalpelados (1)encarcerados (1)

Os temas de maus-tratos retratados na mostra fotográfica são: animais explorados, animais encarcerados (Lea T), animais abandonados (Thaila Ayala), animais acorrentados (Bruno Gagliasso), animais humanizados (Giovanna Ewbank), animais torturados (Laura Neiva), animais confinados (Ellen Jabour), animais traficados (João Vicente de Castro), animais depenados (Fernanda Paes Leme), animais escalpelados (Fernanda Tavares), animais engaiolados (Luan Santana), animais violentados (José Loreto e Rômulo Arantes Neto) e animais caçados (Fiorella Mattheis).

Exposição ‘Sinta na Pele’
Local: Jardim Pamplona Shopping
Endereço: Rua Pamplona, 1.704, 2º piso, Jardim Paulista – São Paulo (SP)
Data: de 06/02 a 06/03
Horário: de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 14h às 20h
Entrada: gratuita

Sugestões de livros para presentear no Natal

Com a chegada do Natal, a lista de presentes para os amigos e a família começa a aparecer. Acertar no gosto de todos e surpreender é uma tarefa difícil. Que tal uma lista com diversos títulos para todos os tipos de leitores? Confira:

Amantes de bebidas

Os segredos da cachaça | Editora Alaúde

segredo da cachaça

Em Os Segredos da Cachaça, os autores João Almeida e Leandro Dias homenageiam a bebida que é quase tão antiga quanto o próprio Brasil: a cachaça. Em uma obra amplamente ilustrada, incluindo fotos de época e imagens de alambiques de todo o país, o objetivo foi cobrir diversos aspectos da cadeia de produção, distribuição e consumo da bebida. A obra é ideal tanto para quem está descobrindo o valor da cachaça quanto para os tradicionais apreciadores da bebida mais popular do Brasil.

Larousse da Cerveja | Editora Alaúde

larousse da cerveja.jpg

Larousse da Cerveja traz tudo o que o leitor gostaria e precisa saber sobre a bebida alcoólica mais consumida no mundo. Ao longo de suas centenas de páginas, o livro apresenta um panorama completo sobre a cerveja com curiosidades e informações sobre as bebidas produzidas no Brasil e no mundo. O livro também traz os detalhes das diversas etapas de fabricação e disseca quais as matérias-primas que servem de base para se obter uma bebida de qualidade. No âmbito da degustação, o livro descreve em detalhes as características e as propriedades de cada um dos mais de 100 estilos de cerveja conhecidos, indicando exemplos brasileiros e estrangeiros para que o leitor possa perceber as sutilezas de cada estilo pelo próprio paladar.

Devoradores de biografias

Vira-lata de raça | Editora Tordesilhas

vira lata de raça

Em “Vira-lata de raça”, Ney Matogrosso, um dos artistas mais respeitados do país, lembra momentos marcantes de sua trajetória pessoal e profissional, dos anos 1970, quando despontou com a banda Secos & Molhados, até agora. A obra contou com a pesquisa e organização do poeta e escritor Ramon Nunes Mello e possui 70 fotos históricas de diferentes épocas, preto e brancas e coloridas, além de um anexo com a discografia completa do autor.

Dizendo a que veio| Editora Tordesilhas

dizendo a que veio

Soninha Francine, atrevida, feminista, jornalista, ex-VJ da MTV, budista, se apaixonou por um morador de rua, e por essa paixão foi até o fim! A história desse amor tão improvável, entre uma mulher de classe média e um sem-teto alcoólatra da cidade de São Paulo, é um dos relatos do livro Dizendo a Que Veio, da Editora Tordesilhas. Com uma narrativa leve e fluída, que prende a atenção do leitor do começo ao final do livro, a obra apresenta à essa forte personalidade que ficou marcada por fatos polêmicos como, por exemplo, quando foi capa da revista Época com a manchete “Eu fumo maconha”, mas que também é extremamente humana, capaz de se apaixonar pelo homem mais improvável.

Apaixonados por clássicos automobilísticos

Corvette | Editora Alaúde

corvette

Abrindo as portas da coleção Clássicos Esportivos, uma nova série automotiva da Editora Alaúde, o volume Corvette homenageia um dos carros mais cobiçados do mundo. Ricamente ilustrado com fotos raras dos arquivos da própria General Motors e, ainda, com imagens deslumbrantes dos modelos mais modernos, esta obra nos leva por uma incrível viagem por toda a história desse clássico do automobilismo, correndo ao lado de ícones como Porsche e Ferrari.

Corcel | Editora Alaúde

corcel

No volume Corcel da coleção Clássicos do Brasil, os autores Rogério de Simone e Fábio Pagotto contam a história completa do veículo que foi lançado no Brasil, no fim da década de 60, e que até hoje é considerado como um dos carros mais importantes da história brasileira. Com riquezas de detalhes, os autores trazem curiosidades, dados técnicos e toda a evolução dessa linha que conta, ainda hoje, com exemplares conservados que rodam por todo o país.

Fotógrafos de plantão

Bicho Brasil | Editora Tordesilhas Click

bicho brasil araquem

Em Bichos do Brasil, Araquém Alcântara, fotógrafo de natureza mais importante do Brasil, reúne em um só livro as suas melhores fotos de animais, feitas nos mais distantes rincões e assombrosas florestas do Brasil.

Consagrado em mais de 75 exposições nacionais e internacionais, foi o primeiro fotógrafo a produzir um trabalho sistemático sobre os ecossistemas do Brasil. Nesse livro, Araquém construiu um retrato impressionante da fauna brasileira, com fotografias das mais diferentes e raras espécies dos animais típicos do nosso país.

Loucos por alimentação saudável

Quase vegetariano | Editora Alaúde

Capa-QuaseVegetariano-Alta

O livro “Quase Vegetariano” apresenta, de modo gradativo, uma alimentação com menos carne e mais legumes. A obra é ideal para quem quer seguir uma alimentação mais saudável e sustentável. Recheado de receitas que vão desde pratos com pouca carne até totalmente veganos, o livro ensina aos leitores como fazer essa transição gradual e de forma saborosa, deixando qualquer um com água na boca pelas fotos que ilustram cada prato apresentado.

A obra ainda traz todas as variações que o movimento vegetariano possui: flexitarianos, pescetarianos, ovovegetarianos, lactovegetarianos e os próprios veganos, mostrando que o importante mesmo é se sentir confortável com a sua opção de alimentação e aprender a comer bem a partir dela.

Receitas para esportistas | Editora Alaúde

receitas para esportistas

Uma alimentação balanceada é o segredo para uma vida mais saudável, mas para os esportistas também pode significar resultados melhores dentro das quadras, pistas de corrida, piscinas e academias. O livro Receita para Esportistas, da nutricionista Bruna Pavão, chega com o objetivo de ampliar a diversidade de opções de receitas para os atletas de todos os níveis.

São 60 receitas distribuídas ao longo de 7 capítulos, cada um dedicado a uma fase da prática: antes e após o treino, preparação para provas de longa distância, períodos de recuperação e até mesmo para os days off e o dia a dia.

Concentrados e focados

Cérebro e meditação | Editora Alaúde

cerebro e meditação

Matthieu Ricard é monge budista há mais de quarenta anos, vive no Nepal, onde se dedica aos projetos humanitários e é considerado o homem mais feliz do mundo. Wolf Singer é neurocientista, diretor emérito do Instituto de Pesquisas Cerebrais Max Planck e diretor fundador do Instituto de Estudos Avançados de Frankfurt (Alemanha). A filosofia se une à ciência em Cérebro e meditação, num diálogo leve que percorre por seis capítulos sobre tópicos como: controle cognitivo, processos inconscientes e livre arbítrio, sempre balanceando os conhecimentos milenares com estudos científicos.

Pequenos leitores

O segredo do anel | Editora Tordesilhinhas

o segredo do anel

Com autoria do jornalista Lauro Henriques Jr. e ilustrado por Ionit Zilberman, O segredo do anel e outros contos do bem-viver, da editora Tordesilhinhas, apresenta onze contos inspiradores que, além de prenderem a atenção dos pequenos, também agradam aos adultos. São histórias surpreendentes e, sobretudo, instrutivas. Isso porque, embora aconteçam em épocas e com personagens diferentes, elas tratam de coisas que fazem parte de nossa própria experiência como seres humanos. Os contos são como um espelho onde podemos enxergar todo o leque de vivências e emoções que tocam a cada um de nós: desde questões envolvendo amizades, brigas e a superação de desafios até valores tão essenciais como o respeito, a confiança e a solidariedade.

Leporim | Editora Tordesilhinhas

leporim

Leporim é um livro de histórias infantis que também é uma coleção de receitas para crianças. Ilustrado e lúdico, a obra reúne personagens mágicas e docinhos veganos que vão agradar tanto aos pais – pela praticidade das receitas – quanto aos pequenos – pela beleza das ilustrações e pelo sabor dos pratos. Os doces também são ideais para adultos ou crianças com restrições alimentares, como intolerância a lactose. A autora, Eliana Trujillo, se inspirou nos próprios sobrinhos que amam os bichinhos e não querem comer alimentos de origem animal para criar um mundo repleto de feitiçaria e muito sabor.

Orquestra Jazz Sinfônica realiza concerto pelos animais em SP

A Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo realizará no dia 1º de dezembro o espetáculo musical “Animais em Concerto”, em comemoração aos 10 anos da ANDA, primeira agência de notícias do setor no mundo.

O evento é uma parceria entre o Governo do Estado de São Paulo, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Instituto Eu Causo e a ANDA. A orquestra apresentará músicas de filmes famosos protagonizados por animais que emocionaram plateias em todo o mundo. O público terá a oportunidade de relembrar temas de filmes como O Rei Leão, Free Willy, Babe, Beethoven, Marley e Eu, Hachiko: Sempre ao Seu Lado, entre outros.

o rei leao
Cartaz da animação O Rei Leão

O maestro Fábio Prado irá reger os arranjos produzidos pelos musicistas Rodrigo Morte, Douglas Fonseca, Ruriá Duprat, Tiago Costa, Yuri Prado e Nelson Ayres.

Exposição

cachorro morador de ruacachorro com morador de ruamorador de rua e cachorro

Antes do início do evento, no foyer, haverá a exposição do ensaio de fotos “Sem casa mas não sem amor”, assinado pelo fotógrafo Alexandre Suplicy. As imagens retratam a relação de cumplicidade existente entre moradores de rua e seus cachorros.

“A minha ideia é mostrar que essas pessoas, mesmo não tendo quase nada, compartilham o que tem com seus companheiros peludos. Não só comida, mas cuidado e amor também. É incrível como o homem e o cão, mesmo na miséria, constroem uma relação verdadeira” conta o fotógrafo.

Sobre a ANDA

A ONG Agência de Notícias de Direitos Animais (ANDA) foi fundada em 2008 pela jornalista Silvana Andrade e revolucionou a forma como os animais são tratados pela imprensa tradicional e por todas as instituições da sociedade. Nesses 10 anos, a agência publicou mais de 90 mil matérias e reportagens exclusivas e trouxe à luz histórias emblemáticas como o caso da serial killer de animais Dalva Lina, o desaparecimento do cão Pinpoo pela companhia aérea Gol e o assassinato da yorkshire Lana.

orquestra anda

Evento: Animais em Concerto: 10 anos da ANDA
Onde: Memorial da América Latina, auditório Simon Bolívar
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda, SP.
Quando: Sábado, 1º de dezembro de 2018
Hora: 20h30
Quanto: inteira (R$ 20,00), meia (R$ 10,00)
para comprar, clique aqui

 

Salvar

Morumbi Town Shopping recebe exposição “Somos Todos Silvestres”

Campanha traz famosos pintados como animais silvestres para alertar sobre o risco de extinção das espécies

Vai ficar na cidade de São Paulo durante o feriado prolongado? Que tal conferir uma linda exposição fotográfica, gratuita? O Morumbi Town Shopping recebe uma exposição especial como forma de conscientização à proteção de animais silvestres.

A campanha “Somos Todos Silvestres”, em parceria com a ONG Ampara Silvestre, leva ao público informações sobre espécies ameaçadas de extinção a partir de fotografias que retratam artistas caracterizados como bichos da fauna brasileira.

Divulgação - Morumbi Town Shopping (2)

A campanha é estrelada por personalidades como Sophie Charlotte, Astrid Fontenelle, Luísa Sonza, Paloma Bernardi, Derrick Green, entre outras, que apoiam a causa animal e o trabalho desenvolvido há oito anos pela instituição. A ideia é chamar a atenção para as causas do extermínio da biodiversidade, que ameaça o equilíbrio do planeta. O objetivo é ajudar no salvamento de diversas espécies de animais.

Divulgação - Morumbi Town Shopping (4)
A apresentadora Astrid Fontenelle é o mico-leão-dourado

“É cada vez mais necessário pararmos para uma profunda reflexão sobre o que está acontecendo com a nossa natureza. Nosso objetivo é levar essa mensagem de conscientização ao nosso público, convidando a todos a pensar nos animais silvestres e na importância em cuidar e proteger nossas espécies mais raras”, comenta Gabriel Lima, Coordenador de Marketing do Morumbi Town Shopping.

A atriz Sophie Charlotte na pele de onça
A atriz Sophie Charlotte na pele de uma onça

A Ampara Silvestre visa salvar espécies ameaçadas apoiando projetos de reintrodução para equilíbrio da biodiversidade e também oferecer condições adequadas aos animais que estão condenados ao cativeiro. A exposição ficará no Morumbi Town Shopping até 21 de outubro.

Divulgação - Morumbi Town Shopping (1).png
A atriz Paloma Bernardi de arara azul

“Somos Todos Silvestres”
Data: até 21 de outubro
Horário: horário de funcionamento do Shopping (de segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h)
Local: Morumbi Town Shopping – 1º Piso
Endereço: Av. Giovanni Gronchi, 5930 – Vila Andrade, São Paulo/SP

Samsung ensina a registrar a primavera com câmeras inteligentes dos smartphones

Com algumas das câmeras mais inovadoras lançadas ultimamente, os smartphones da Samsung Galaxy S9, S9+ e Galaxy Note9 são os dispositivos perfeitos para registrar a primavera.

A primavera, que começou em 22 de setembro no Hemisfério Sul, oferece um verdadeiro banquete aos olhos dos que apreciam a beleza e a natureza. E ainda mais em um país tropical, cujas paisagens ganham o colorido de gérberas, girassóis, cerejeiras, azaleias, entre outras. Floradas coloridas e exuberantes, que podem ser ainda mais destacadas pelas lentes das câmeras inteligentes da Samsung.

Veja a seguir quatro dicas para tirar o melhor proveito da primavera com os Galaxy S9, S9+ e Note9:

=Capte as cores reais das floradas

FLOR SAMGUNG.png

Graças à Inteligência Artificial da câmera traseira, o Galaxy Note9 é capaz de identificar os objetos, cenários e elementos no quadro da câmera.

O aparelho consegue captar dentre 20 tipos de cenas que têm a capacidade de reconhecer, incluindo “flores” e “paisagens” – e nas quais aplica automaticamente o tom da cor, seguindo essa classificação*.

A função ainda corrige a saturação, o balanço de branco, o brilho e o contraste para fornecer a melhor imagem possível. Resultado: cores reais e fotos incríveis, de flores e paisagens.

=Invista na composição da imagem

FLOR SAMSUNG 2

Algumas das imagens mais famosas de flores são feitas quando o fotógrafo as coloca em primeiro plano e desfoca o cenário ao fundo. Uma sugestão é buscar essa composição e apostar no Foco Dinâmico, recurso encontrado em smartphones como os Galaxy S9+ e o Note9.

Com ele, o usuário consegue reproduzir o chamado efeito bokeh, que ajusta a profundidade de campo da imagem e permite, em um só comando, desfocar o fundo das fotos, antes ou após o clique, fazendo a alteração na própria galeria de imagem.

=Aproveite a luz do início e do final do dia

Os melhores momentos para fotografar a primavera são o início da manhã e o final da tarde quando há um equilíbrio entre luz e sombra.

As câmeras traseiras dos Galaxy S9, S9+ e do Note9 trazem abertura dupla, que se adapta de maneira inteligente à luz disponível no ambiente. Quando há pouca luz no ambiente, como durante a noite, a abertura acionada é a F1.5; enquanto quando há muita luz disponível, a abertura requerida é F2.4, que ajuda as cenas muito brilhantes a se tornarem mais nítidas.

=Registre momentos quase imperceptíveis a olho nu

Com a função Super Câmera Lenta, esses smartphones têm capacidade de capturar vídeos em até 960 quadros por segundo, o que possibilita gravar de forma quatro vezes mais detalhada que a câmera lenta tradicional. O recurso cria sequências interessantíssimas em um jardim, captando, por exemplo, o pouso das abelhas, ou de beija-flores, para sugar o néctar, quase imperceptíveis a olho nu.

Preço e disponibilidade

Os Galaxy S9 e S9+ estão disponíveis nas cores cinza-titânio, ultravioleta, preto e azul e possuem preço sugerido de R$ 4.299,00, para o Galaxy S9, e R$ 4.899,00, para o Galaxy S9+.

Já o Galaxy Note9 pode ser encontrado nas versões nas cores azul e preto, com 128 GB de armazenamento interno e 6 GB de RAM, nas lojas e e-commerce, com preço sugerido a R$ 5.499,00. A edição na cor cobre, com 512 GB e 8 GB, está em pré-venda até o dia 28 de setembro e deve estar disponível nas lojas no dia 29, com sugestão de preço a R$ 6.499,00.

*A precisão pode variar de acordo com as configurações e condições do ambiente.

Informações: Samsung

Filhotes viram modelos em exposição Newborn Pet

Depois da febre dos ensaios de newborn com bebês recém-nascidos é a vez dos pets entrarem em cena. Até 30 de setembro o Santana Parque Shopping recebe a exposição fotográfica de Newborn Pet.

Quem passar pelos corredores do empreendimento poderá conferir a mostra com imagens de 1m75 de altura que enchem os olhos de tanto encanto e ternura. É difícil não se apaixonar por cada detalhe das fotos que trazem filhotinhos de cães e gatos após poucos dias do nascimento.

Os cliques, feitos pelo fotógrafo Murilo Martinez, mostram os filhotes em ambientes aconchegantes com cenários e elementos inspirados nos ensaios para bebês como mantas, cestos e flores. Na maior parte aparecem dormindo. É uma fofura só!

“Somos um shopping totalmente pet friendly e por isso sempre buscamos atrações diferenciadas para nossos visitantes que amam tanto animais quanto a gente”, afirma o gerente de marketing Marcos Maltez.

A exposição é gratuita e pode ser conferida no 2º piso do Santana Parque de segunda a sábado das 10h às 22h e aos domingos das 14h às 20h.

newborn pet 2.png

Exposição Newborn Pet – Santana Parque Shopping
Quando: De 17 a 30 de setembro
Horário: De segunda a sábado das 10h às 22h. Domingos das 14h às 20h
Local: 2º piso do Santana Parque Shopping
Endereço: Rua Conselheiro Moreira de Barros, 2780 – Santana – São Paulo – SP
Informações: (11) 2238-3002 ou WhatsApp: (11) 94595-8270

Encuentros Abiertos – Festival de la Luz: fotógrafos do mundo em Buenos Aires

Por Fabiano Ferreira

Em seu 30º aniversário, o evento reúne artistas de 30 países, com 160 amostras distribuídas em 90 espaços, em 36 cidades da Argentina e uma entrevista exclusiva com a diretora geral falando sobre a participação de brasileiros

fabiano_ferreira - centro de la memoria haroldo conti 01
Centro de la Memória #01 – Foto: Fabiano Ferreira

Os Encuentros Abiertos – Festival de La Luz é um dos maiores eventos de fotografia da América Latina e celebra mais um ano com a participação de 350 artistas estrangeiros, entre convidados e selecionados pela convocatória, com destaque para a importante atuação do Brasil. O evento teve início oficialmente no dia 1º de agosto e se encerra no próximo dia 28 de setembro, com exposições, projeções, leituras de portfólios, workshops e palestras realizadas em diversas salas de artes, galerias e espaços culturais na Argentina.

aleksandr rodchenko
Russia – Foto: Aleksandr Rodchenko

A cada edição do festival é sugerido um tema e neste ano foi escolhido “Celebração pela Vida”, um resgate da união entre os seres humanos para que se identifiquem através de questões sociais ou pessoais. Para as diretoras do Festival de La Luz, Elda Harrington e Silvia Mangialargi, o propósito deste tema foi buscar estórias que façam a vida encontrar caminhos que valham a pena ser percorridos e outras que nos recordem de acontecimentos que não devemos permitir que se repitam.

fabiano_ferreira - centro de la memoria haroldo conti 02
Centro de la Memória #02 – Foto: Fabiano Ferreira

Entre as exposições, destacam-se a mostra Fotografias de la VKhUTEMAS do fotógrafo russo Aleksandr Ródchenko, no CCK, Suturas de Adriana Groisman, sobre a guerra das Malvinas, Retratos de 108, do coreano Jinhyun Cha, e Comfort Women, do holandês Jan Banning, ambas sobre as escravas sexuais do exército japonês na segunda guerra mundial, no Centro Cultural de la Memoria Haroldo Conti.

adriana groismann - suturas
Suturas – Foto: Adriana Groisman – Argentina

Brasileiros participam com mostras em diversos espaços, entre elas, Gabriela di Bella e Guilherme Christ (Marrocos), Cassio Vasconcellos (Coletivos), Lucas Lenci (Cidades Alpha), Helena Ríos (Tudo Flui), Roberto Urtado (Uma vida ordinária), Ilana Bar (Transparências de Lar), Lu Berlese (Relicário) e Clovis Dariano (Paisagem) e as projeções dos trabalhos de Edu Simões (59), Francisco Santos (Cotidiano), Ana Rovati (Sala de Não-Estar), Mateus Sá (Lugar das Incertezas) e Elaine Pessoa (Paysages).

fabiano_ferreira - foro de portfolios
Foro de Portfólios – Foto: Fabiano Ferreiura

O Foro Internacional de Portfólios é um dos pontos altos do evento e durante uma semana, curadores, diretores de museu, galeristas e críticos especializados do mundo inteiro compartilham dos encontros individuais para avaliação de trabalhos fotográficos. Nesta edição, as leituras contaram com os curadores brasileiros Joaquim Paiva e Eder Chiodetto. Paiva, que também é colecionador e detém o maior acervo de fotografia no Brasil, levantou uma questão importante ao sugerir que quando esses eventos forem realizados no Brasil, deveriam propor a participação de artistas estrangeiros. “Eu acho que essa é uma oportunidade de participarmos mais ativamente sobre um diálogo internacional de fotografia. Precisamos nos tornar mais internacionais, para que a gente abra mais espaço e tenhamos maior presença da fotografia brasileira no exterior”, completa.

lu berlese - relicario
Relicário – Foto: Lu Berlese

A fotógrafa curitibana Lu Berlese participou da revisão na edição anterior (2016) e ganhou, junto com a franco-argentina Eva Fischer e o chileno Andrés Figueroa, o Prêmio outorgado aos três melhores portfólios apresentados, o que rendeu uma exposição no Centro Cultural San Martín, aberta desde o dia 3 de agosto. Já o fotógrafo argentino Abraham Votroba, vencedor do Foro de Portfolio Interfestival 2017, além de expor em Buenos Aires, também foi convidado pelo Museu da Fotografia Cidade de Curitiba para expor seu trabalho Viaje Interior, no dia 7 de novembro, como forma de intercâmbio cultural.

abraham votobra - viaje interior
Viaje Interior – Foto: Abraham Votroba

Na sexta-feira, 17 de agosto, saiu o resultado do Foro deste ano, que premiou mais dois artistas brasileiros, Ilana Bar (São Paulo) e Paulo Coqueiro (Bahia), além do uruguaio Federico Ruiz Santesteban, que desse modo já têm exposição agendada para a próxima edição do festival, em 2020.

ilana bar - transparencias de lar
Transparências de Lar- Foto: Ilana Bar

Confira entrevista exclusiva com a diretora geral do evento, Elda Harrington, concedida no Museu de la Cárcova, durante a abertura de uma das mostras do evento.

elda_harrington por fabiano_ferreira
Elda Harrington – Foto: Fabiano Ferreira

Repórter: Hoje o Encuentros Abiertos está consolidado como o festival de fotografia mais importante da América Latina. Você poderia nos contar como o evento chegou a essa envergadura no decorrer do tempo?

ELDA: O Festival começou há 30 anos e durante dez anos, aconteceu apenas em Buenos Aires. Ampliando o número de lugares a cada ano, até que em 1989, para celebrar os 150 anos do advento mundial da fotografia, o evento transformou-se em bienal. Em 1998, nos associamos a 21 outros festivais de 16 países, quando criamos o FOL – Festival of Light. No início, não havia mostras de fotografia na cidade. O único que havia era para especialistas em galeria de fotografia, encontros apenas para fotógrafos, os museus ainda não nos tinham aberto as portas. Não conhecíamos artistas estrangeiros, apenas os famosos que já haviam publicado algum livro, que há 30 anos, era muito pouco. Quando começamos, decidimos que nosso objetivo era difundir não apenas fotografia argentina, mas à fotografia latino- americana, a internacional, de maneira a intercambiar olhares com outras latitudes, para que nos conheçam.

fabiano_ferreira - galeria nuevo mundo
Galeria Nuevo Mundo – Foto: Fabiano Ferreira

Repórter: Qual a proposta do festival para que esse intercâmbio realmente aconteça?

ELDA: Para que isso aconteça, temos o Foro de Portfolios, que é uma atividade muito importante que promovemos ao longo desses anos, para que as grandes figuras do mundo, como diretores de museu, diretores de festivais, grandes colecionadores de fotografia, editores de fotografia, venham e conheçam nossos artistas. Quando digo nossos, não me refiro apenas aos argentinos, porque os brasileiros participam mais que os argentinos e ultimamente os chilenos também. Pois temos conseguido romper a cordilheira e atravessá-la, coisa que nos custou muitíssimo. Com o Brasil foi diferente porque começamos na mesma época. Nunca deixei de ir à Curitiba nos anos 90, na época das bienais internacionais de fotografia. Depois apoiei muitíssimo o Milton Guran para que fizesse o Festival do Rio (hoje, FotoRio Resiste), o Carlos Carvalho para que fizesse o Festival de Porto Alegre (FestPoA), dentre muitos outros fotógrafos brasileiros. Tenho amizade com vários deles e na medida do possível vamos nos encontrando e vamos convidando-os para participar do evento aqui em Buenos Aires. Tem uma mostra brasileira no Palácio Pereda, na Embaixada do Brasil em Buenos Aires, com vários artistas que vão ficando conhecidos aqui. É a terceira vez que a embaixada expõe nestes 30 anos as maravilhas que vocês fazem. Ali está Helena Ríos, Lucas Lenci, com “Cidades Alpha”, está Roberto Urtado, Ilana Bar com seu trabalho intimista sobre a família, que sugiro visitá-lo até o final de agosto e está muito linda. Também tem uma projeção de Elaine Pessoa, com a curadoria de Eder Chiodetto, um trabalho muito interessante. Para continuar falando dos brasileiros também temos uma projeção de nossa curadoria, com os trabalhos que foram chegando pela convocatória e se apresentam em várias províncias argentinas. Portanto temos brasileiros da Quiaca ao Ushuaia – de norte ao sul – como costumamos falar aqui, são 5.800 quilômetros de projeção, (risos). Em Buenos Aires a projeção estará no Centro Cultural de la Memoria Haroldo Conti, no Museu de Arte Decorativo, no Centro Cultural San Martín, na Casa Rodolfo Walsh e Aliança Francesa.

francisco santos - cotidiano
Cotidiano – Francisco Santos

Repórter: Voltando a falar do Foro de Portfolios, o que é exatamente essa atividade? Acontece desde o surgimento do evento? É aberta a qualquer fotógrafo que queira participar?

ELDA: O Foro de Portfolios acontece há anos, desde 1995. É um estilo de conhecimento que se oferece aos fotógrafos e que as outras disciplinas não têm. Por exemplo, a Pintura, não tem e meus amigos pintores sempre comentam que bom seria se tivesse, porque é uma oportunidade para divulgar seus trabalhos. O festival convida curadores, diretores de museus, diretores de festivais, colecionadores, editores para que conheçam os nossos artistas. Então os participantes olham os currículos de cada revisor, que tipo de fotografia lhes interessa e se inscrevem previamente pela internet no foro de portfólios. São entrevistas privadas de 20 minutos, onde o fotógrafo pode mostrar seu trabalho. Despir-se, de certa maneira, porque o revisor diante da obra sabe com quem está falando, quem é a pessoa diante dele. Depois disso, pode haver um feedback, ou não, depende do que necessita cada fotógrafo. Também é uma oportunidade do revisor poder expor, publicar ou comprar a obra. Este tipo de intercâmbio é um invento do FotoFest Houston (bienal nos EUA), que propõe este formato há muitos anos, com o sistema de pré-inscrição. Para os fotógrafos que são muito tímidos, é uma maneira muito boa de apresentar o trabalho. Antes, o único jeito que existia era perseguir os revisores como fazíamos em Arles (França), há anos atrás e apenas os mais atrevidos conseguiam alguma coisa. Já os demais não chegavam a lugar nenhum por conta da timidez, apesar de ter uma obra maravilhosa. Em 95 estive em Houston e trouxemos esta fórmula para a Argentina. Foi um sucesso impressionante, porque sempre que viajo a um festival, ou a um evento e me encontro com fotógrafos, principalmente os latino-americanos, pergunto como eles chegaram ali e eles respondem: – “Como assim? Fui descoberto no Foro de Portfolios em Buenos Aires e me convidaram para expor aqui”. Aconteceu com dois fotógrafos brasileiros que encontrei na China. Então, é uma forma de difusão que logo se transformará numa rede e você perde o rastro, porque um vai recomendando ao outro. No fim, muitos artistas ficaram conhecidos através da revisão de portfólios de Buenos Aires ou de Houston, de Porto Alegre, do Rio que também está acontecendo por esses dias – e outras que existem na Europa. Para os artistas latino-americanos principalmente, foi muito importante ter a oportunidade de fazer-se conhecer, pois estamos longe dos centros de poder, então é uma forma de intercambiar nossos olhares.

andres figueroa - bailarines del desierto
Bailarines del Desierto – Foto: Andrés Figueroa

Repórter: E em que consiste o Prêmio Foro de Portfolios?

ELDA: No final do foro de portfólios, que dura uma semana, os revisores sempre votam nos três melhores trabalhos e, na edição seguinte, fazemos uma mostra com os premiados. Nesta edição estamos recebendo no Centro Cultural San Martín o resultado da premiação de 2016. Os fotógrafos selecionados foram a brasileira Luciana Berlese, a argentina Eva Fischer e o chileno Andrés Figueroa. Ficamos muito felizes pela coincidência, porque quando os revisores votam, não têm nem ideia de que país vem o escolhido. Então, esta coincidência de terem sido escolhidos três latino-americanos vizinhos nos deixou muito contentes. A mostra está linda e estará aberta até o final de agosto. Recomendo aos interessados que olhem o site do evento para conferir a programação, porque são tantas exposições que é impossível falar de todas. Estamos apresentando 160 mostras de 30 países, em 90 espaços diferentes, em 36 localidades do país.

fabiano_ferreira - sala roma
Sala Roma – Foto: Fabiano Ferreira

 

Mostra: celebridades viram animais silvestres em prol da fauna brasileira

Sophie Charlotte, Paloma Bernardi, Luisa Sonza e Derrick Green estão entre as estrelas que participam da exposição fotográfica “Somos Todos Silvrestres”.

Em cartaz no Santana Parque Shopping a partir de 24 de agosto, a atração é uma parceria com a ONG Ampara Animal e faz um alerta para as espécies de animais brasileiros que estão ameaçadas de extinção.

A atriz Sophie Charlotte na pele de onça
A atriz Sophie Charlotte na pele de uma onça

O maquiador Alisson Rodrigues representou na pele de cada famoso um animal como por exemplo a arara azul, tartaruga marinha, onça pintada, macaco, iguana, pantera negra, coruja, mico-leão dourado entre outros.

“Somos um shopping totalmente a favor das causas animais. Apoiar esta mostra é fundamental para que os nossos clientes e visitantes se atentem para a triste realidade da nossa fauna”, explica o gerente de marketing Marcos Maltez.

As imagens, captadas pelo fotógrafo Jacques Dequeker, além de ser um material totalmente artístico, faz um apelo à reflexão do desequilíbrio que acomete nosso planeta.

somos todos silvestres.jpg
Exposição Somos Todos Silvestres
Período: de 24 de Agosto a 16 de setembro
Local: 2º Piso do Santana Parque Shopping
Endereço: Rua Conselheiro Moreira de Barros, 2780 – Santana – São Paulo – SP
Entrada gratuita
Mais informações: (11) 2238-3002 ou WhatsApp: (11) 94595-8270