Arquivo da tag: frutas

Overnight Oats é opção para café da manhã nutritivo e barato

Ingredientes custam menos de três reais por porção e receita apresenta versão vegana

Assim como destaca o chef de cozinha Renato Vaiano, o café da manhã é a principal refeição do dia, afinal, ele dará o start e o gás para que todas as tarefas sejam realizadas ao longo das 24 horas.

Pensando nisso, o culinarista definiu a receita de Overnight Oats como seu desjejum. “Meu dia a dia é bem corrido, acabo dormindo tarde e acordando cedo no dia seguinte. E, além do sabor, a facilidade desse prato permite que eu não me preocupe com o café da manhã. É só pegar uma porção na geladeira para comer em casa ou até mesmo a caminho do trabalho”, explica.

O custo baixo é uma das principais vantagens do prato, além, é claro, de seu alto valor nutritivo que reúne vitaminas do completo B e E, fibras, manganês, fósforo, antioxidantes e ômega 3. Todos os ingredientes necessários somam um total de R$ 25,00 que rendem até 11 porções, sendo assim, cada café da manhã sai a menos de três reais.

Para fazer desta a principal receita do desjejum, é preciso dos seguintes ingredientes para preparar uma porção:

Overnight Oats

Ingredientes
• 2 colheres de sopa de aveia
• 6 colheres de sopa de leite
• iogurte grego light
• 1 banana picada
• 3 morangos picados
• 1 colher de sopa de chia
• 1 colher de sopa de granola
• pote de vidro ou taça para servir

Modo de preparo
De início, é preciso misturar a aveia com o leite e, depois, despejar no fundo do pote de vidro. Em seguida, cobrir com metade da banana e um morango já picados. Juntar o iogurte com a chia e colocar em cima das frutas. Logo após, acrescentar a outra metade das frutas picadas e levar à geladeira para descansar de um dia para o outro. Na manhã seguinte, colocar uma colher de granola por cima para tornar o Overnight Oats ainda mais saboroso.

“Cada porção rende, em média, 290 gramas e leva em torno de cinco minutos para montá-las. No entanto, são necessárias dez horas para que a receita descanse sob refrigeração”, esclarece Renato.

Para o chef de cozinha, o diferencial dos pratos está na variedade de texturas, por isso, como dica extra, Renato propõe que castanhas laminadas ou lascas de coco sejam acrescentadas por cima do Overnight Oats. Contudo, é preciso se atentar para que esses itens sejam colocados apenas minutos antes de serem servidos, dessa forma, a crocância e o sabor único estarão garantidos. Existe também a opção de usar outras frutas como manga, uva sem caroço ou kiwi.

É possível, ainda, fazer algumas pequenas modificações na receita para que ela se torne um café da manhã ideal para aqueles que são adeptos a alimentação vegana. “Basta substituir o leite e iogurte por leite de coco, leite de amêndoas, leite de arroz ou leite de soja, neste último caso, ao misturar com a chia, deixe descansar por aproximadamente dez minutos antes de colocar no pote”, sugere o chef.

Esta é uma opção muito recomendada para quem procurar balancear a dieta, já que, seus ingredientes são capazes de promover a sensação de saciedade por um longo período. Além disso, por ser uma receita fresca e refrigerada, seu consumo é indicado para os dias quentes, como os que logo virão.

Coco: versatilidade da fruta rende receitas saudáveis para o inverno

Leite vegetal, farinha low carb, docinho fit, brownie, shake de frutas e até mesmo um picolé natural são algumas das dicas da nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, para aproveitar as vantagens que o coco pode oferecer

Que o coco é o queridinho do verão, isso todo mundo sabe! Mas, a queda das temperaturas não é desculpa para deixar de aproveitar os inúmeros benefícios que a fruta pode proporcionar.

De acordo com a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, o coco é fonte de diversos nutrientes que contribuem para o organismo, como o ácido láurico e o monolauril, componentes que possuem propriedades antimicrobianas e que fortalecem o sistema imunológico, fator essencial para manter a saúde no inverno.

“Além disso, é rico em vitaminas do complexo B, que são importantes para o equilíbrio do sistema nervoso central, e vitaminas A e E, que possuem ação antioxidante e protegem as células do efeito dos radicais livres, afastando problemas como o envelhecimento celular precoce”, explica a profissional.

A fruta ainda é fonte de potássio, que regula a pressão arterial e protege o coração; e magnésio, que ajuda a fortalecer o sistema muscular. Esses dois minerais também ajudam a prevenir o aparecimento das temidas câimbras.

Para os preocupados com a boa forma, o coco também é indicado para fazer parte do cardápio, por possuir muitas fibras que auxiliam no funcionamento do intestino e promovem sensação de saciedade, o que é importante para quem deseja perder peso. “É uma das frutas com menor teor de carboidratos, o que também favorece o processo de emagrecimento”, acrescenta Renata.

Contudo, a nutricionista alerta: é necessário ficar de olho na quantidade, por se tratar de um alimento de alto valor calórico. Cuidado também com o açúcar de coco, embora tenha um menor índice glicêmico que os demais, ainda é um açúcar. Mas, ainda assim, o coco é indicado em estratégias nutricionais para emagrecimento saudável.

O melhor de tudo é que além da água e da fruta in natura, o coco pode ser usado no preparo de leite vegetal e de farinha, que por sua vez podem ser adicionados nos mais variados pratos.

Aprenda como preparar 6 delícias no qual o protagonista é o coco, em sugestões de receitas da nutricionista: leite vegetal, farinha low carb, docinho fit, brownie, shake de frutas e até um picolé natural, para quem não dispensa os sabores do verão em qualquer época do ano. Confira as receitas:

Leite Vegetal e Farinha de Coco

Ingredientes
2 xícaras de polpa de coco seco
3 xícaras de água

Preparo do leite vegetal
Bata no liquidificador por pelo menos 5 minutos, até triturar bem. Coe com a ajuda de um pano limpo, e pronto! Observação: conserve na geladeira por até 3 dias. O leite pode ser usado no preparo de bolos, sobremesas, bebidas e receitas salgadas ou veganas.

Preparo da farinha de coco
Separe a polpa do coco que sobra após coar. Aqueça a polpa em uma frigideira por cerca de 20 minutos, mexendo bem para obter uma farinha bem solta. Observação: a farinha pode ser usada no preparo de bolos, tortas, panquecas, entre outras receitas, substituindo a farinha banca, sendo uma opção low carb.

Docinho fit de Coco

Ingredientes
½ xícara de coco seco
1 banana média
2 colheres de sopa de pasta de amendoim

Preparo
Bata o coco no processador. Em uma panela, derreta a pasta de amendoim, acrescente o coco e em seguida a banana amassada. Cozinhe até soltar da panela. Deixe esfriar e modele no formato que desejar.

Brownie de coco

Ingredientes
1 xícara de coco seco
1 vidro de leite de coco
1 colher de sopa rasa de manteiga
1 xícara de farinha de coco
1 colher de chá de fermento em pó
2 ovos

Preparo
Em uma panela, derreta a manteiga, acrescente o leite de coco e deixe apurando por alguns minutos. Bata o coco no processador e misture ao leite de coco já fervendo. Cozinhe até começar a engrossar. Em uma vasilha, bata os ovos e o fermento em pó.
Em seguida, incorpore a farinha de coco e por último, o creme de coco cozido. Leve para assar por aproximadamente 30 minutos.

Shake

Ingredientes
250 ml de água de coco Oba Bem Querer
½ xícara de frutas vermelhas (morango, framboesa, blueberries)
½ banana nanica madura
Folhas de hortelã (opcional para decorar)

Preparo:
Bata tudo no liquidificador e consuma em seguida.

Picolé de frutas

Ingredientes
1 kiwi fatiado
4 morangos fatiados
Blueberries
200 ml de água de coco Oba Bem Querer ou leite de coco (para um picolé mais cremoso)

Preparo
Coloque algumas fatias de morango e as rodelas de kiwi, e algumas blueberries nas forminhas de picolé. Preencha o conteúdo com a água de coco ou com o leite e leve ao freezer.

Fonte: Oba Hortifruti

 

Prato colorido é mesmo sinônimo de alimentação saudável?

Nutricionista da Superbom desmistifica os conceitos da crença popular e explica os benefícios de uma refeição mais elaborada no dia a dia

Não é de hoje que o prato colorido é um dos conceitos mais discutidos na nutrição moderna. O incentivo à sua inclusão na alimentação das pessoas surgiu com força quando, em 1991, o programa “5 ao Dia” foi implementado nos Estados Unidos a partir da aliança de diversas instituições de saúde.

Apoiado pela Organização Mundial da Saúde, o programa que estimula o consumo diário de cinco porções de hortaliças, legumes e frutas de diferentes cores foi amplamente disseminado ao redor do mundo até chegar no Brasil, difundido pelo Instituto Brasileiro de Orientação Alimentar, é até hoje uma pauta em alta nos consultórios de nutricionistas.

Cyntia Maureen, nutricionista parceira da Superbom, marca alimentícia focada na produção de produtos saudáveis, explica que, quando fala-se em prato colorido, deve-se considerar principalmente os alimentos in natura como frutas, verduras e legumes. Segundo a profissional, além de nutrientes essenciais, esses alimentos contam também com compostos bioativos e fibras que são os responsáveis pela ação protetora do organismo, sendo ideal que em todas as refeições frutas ou vegetais crus tenham presença confirmada.

“Quando o prato é colorido naturalmente, e não com conservantes ou corantes alimentares, nós temos uma grande quantidade de nutrientes e substâncias funcionais que vão trazer diversos benefícios para nossa saúde. E isso inclui a prevenção do câncer e de doenças crônicas não transmissíveis, o aumento da imunidade e a melhora na qualidade de vida” explica Cyntia.

No entanto, ainda existe uma dúvida geral sobre quais alimentos de fato devem estar presentes em um prato colorido. Segundo a nutricionista, para que seja nutricionalmente equilibrado, ele deve conter vegetais crus ou cozidos e assados, carboidratos (de preferência os integrais) e proteínas animais e vegetais. No caso de uma alimentação vegetariana, é importante atentar-se ainda mais à inclusão de fontes de proteínas vegetais na dieta. As leguminosas como feijões, grão de bico, lentilha e ervilha são uma ótima alternativa para aqueles que não comem carne, proporcionando-os uma alimentação que favorece a saciedade e supre as necessidades do organismo.

Mas será que um prato tão elaborado e com tantos elementos é superior em valores calóricos? Segundo Cyntia, não necessariamente. Com mais vegetais e frutas, o prato colorido tende a ser até menos calórico, dependendo do que se coloca nele. Ela explica que folhas como couve e agrião, por exemplo, têm uma quantidade de nutrientes acima da média e valor calórico baixo, mas reitera a importância de não se prender apenas às calorias do alimento, mas focar principalmente nos nutrientes presentes nos mesmos.

Ainda segundo a nutricionista, a variedade de alimentos é fundamental para criar novos estímulos ao organismo, fazendo com que ele trabalhe da forma mais eficiente e protetora possível.

“Não tenha medo de ‘comida de verdade’! Desfrute das cores que a natureza nos oferece e ganhe a vida que está contida nos alimentos vivos. Cuidado com os produtos ultra processados que encontramos nos mercados, pois muitos dizem ser saudáveis, mas na realidade, não são. Fique atento aos rótulos e prefira sempre aqueles que são feitos com produtos naturais, como é o caso da Superbom. Estes são feitos com base em alimentos de verdade para que você tenha uma alimentação equilibrada e saudável!”.

Sugestão de produtos disponíveis no catálogo da Superbom para turbinar suas refeições:

Frango Vegano em Pedaços à Base de Ervilha

O Frango Vegano à base de ervilha Superbom é uma inovação para o mercado vegetariano. Depois da versão ovolactovegetariana, demos um upgrade e apresentamos a versão de frango vegano que substitui o frango de carne animal. Enriquecido com vitaminas A, B9 e B12, bem como dos minerais ferro e zinco, o frango vegano pronto é prático e permite excelentes combinações na elaboração de diferentes receitas, como aperitivos, saladas ou pratos quentes. Com textura macia e sabor único, o frango sem carne animal vem em pedaços e está disponível em embalagem de 400g.

Suco de Uva Integral 1 litro

O suco de uva integral Superbom é um produto 100% natural, produzido a partir de uma única variedade de uva: a Isabel. Tendo características próprias e extremamente marcantes dessa uva, esse saboroso suco de uva tem um sabor único desde 1925. Excelente como acompanhamento para refeições, lanches, também é indicado para pré e pós treino, o suco de uva integral Superbom é uma bebida saudável que oferece muitos benefícios à saúde e também está disponível em 300 ML ou 1 L.

Suco de Tangerina Integral 1 litro

O Suco de Tangerina Integral da Superbom é um suco produzido 100% da fruta, feito especialmente para quem deseja ter uma vida mais equilibrada. Saboroso, o suco de tangerina é uma bebida saudável feita a partir de frutas selecionadas que oferecem a doçura característica da tangerina somada ao valor energético da vitamina C, ajudando a prevenir inflamações no sistema respiratório.

Geleia de Amora

Além da qualidade, a geleia de amora dá um toque especial aos pratos, é fonte de fibras solúveis, importante na atuação reguladora do intestino. E para aqueles que praticam atividades físicas, também são excelentes fontes de energia. Geleia 100% fruta de amora com sementes.

Geleia de Morango com Chia

Além da qualidade, a geleia de morango com chia dá um toque especial aos pratos, é fonte de fibras solúveis, importante na atuação reguladora do intestino. E para aqueles que praticam atividades físicas, também são excelentes fontes de energia. Geleia 100% fruta de morango com chia.

Fonte: Superbom

 

Morango: fruta da época, além de gostosa, traz benefícios surpreendentes

Do aumento da imunidade à regulação da pressão arterial, essa fruta é uma deliciosa fonte de vitaminas e minerais

Uma fruta universalmente amada, o morango encontra consumidores em todas as faixas etárias. Esta rainha de todas as frutas, é fonte de vitaminas e minerais como vitaminas K e C, potássio, folato e magnésio, além de compostos bioativos como flavonoides, antocianinas e ácidos fenólicos. Todos esses compostos exercem efeito sinérgico na promoção da saúde e no suporte a imunidade.

Congelados ou frescos, os benefícios para a saúde são muitos. O ideal é consumir uma porção três vezes por semana. Inclua no iogurte com aveia, smoothies, saladas ou em lanches com amêndoas ou nozes.

Confira algumas funções:

• Fortalece o sistema imunológico.
• O morango é fonte de vitamina C, um nutriente que desempenha papel fundamental no suporte a imunidade.
• Quando se trata de imunidade, a vitamina C é uma celebridade.

morango tabela

Melhora a função cardíaca

Segundo a nutricionista Adriana Stavro, morangos são fontes de antioxidantes saudáveis para o coração, como ácido elágico, flavonoides, antocianina, catequina e quercetina. Estudos mostram que esses compostos fenólicos diminuem o risco de doenças cardiovasculares, inibindo a formação de colesterol total e LDL (ruim). Além disso, uma extensa pesquisa comprova que, as mulheres que comem três ou mais porções de morangos por semana, têm 34% menos probabilidade de sofrer um ataque cardíaco. Isso foi atribuído aos altos níveis de antocianinas que relaxam os vasos sanguíneos, o que ajuda a diminuir a pressão arterial e evita problemas cardiovasculares. Além disso, o alto teor de fibras, vitamina C e folato, reduz efetivamente o colesterol nas artérias e vasos.

Previne o Câncer

Os morangos são um dos muitos alimentos associados à redução do risco de câncer. São ricos em antioxidantes, incluindo vitamina C e flavonoides. Os antioxidantes ajudam a reduzir o estresse oxidativo, reduzindo a inflamação e, portanto, reduzindo o risco de doenças inflamatórias, como câncer, doenças cardíacas e doenças autoimunes. Os flavonoides presentes nos morangos, assim como em outras frutas e legumes, não apenas ajudam a reduzir a inflamação, mas também se mostraram promissores na redução da proliferação celular associada ao câncer.

Melhora a função cerebral

morangos maduros

Pesquisas mostraram que comer morango todos os dias é ótimo para o bom humor, pois ajuda na liberação dos neurotransmissores serotonina. “Além disso, o folato presente nos morangos melhora os níveis de memória e concentração.” Explica a nutricionista.

Ajudam a combater a inflamação

A ingestão regular de morangos pode reduzir o risco de inflamação crônica, de acordo com uma revisão de estudos publicados em 2016 no Journal of Agricultural and Food Chemistry . Para a nutricionista, para aumentar os benefícios, combine morangos com outros alimentos anti-inflamatórios como grãos integrais, folhas verdes e gorduras saudáveis como abacate, nozes, amêndoas e azeite.

Saúde dos olhos

Enquanto a maioria das pesquisas sobre saúde ocular se concentra na vitamina A (encontrada em abundância nas cenouras), o antioxidante (vitamina C) encontrado nos morangos demonstrou reduzir o risco de catarata, de acordo com a American Optometric Association.

Cuida da pele

morangos cortados pixabay
Pixabay

O ácido salicílico e o ácido elágico presentes nos morangos, ajudam a reduzir a hiperpigmentação, prevenir a acne e remover células mortas da pele. Como resultado, a pele fica clara e brilhante.

Aumentam a ingestão de folato

O alto teor de ácido fólico nos morangos pode contribuir significativamente para o bem estar da mulher, principalmente durante a gravidez, prevenindo carências e defeitos congênitos nos recém-nascidos. Muitas mulheres em idade fértil não atingem às suas necessidades diárias. Foi o que mostrou um estudo publicado em 2017 no Journal of Nutrition.

Propriedades antienvelhecimento

A exposição contínua ao sol e à poluição está acelerando o envelhecimento da pele. Os morangos minimizam esses danos, pelo poder antioxidante que combatem os radicais livres.

Evitam doenças como diabetes tipo 2

morango

A American Diabetes Association observa que os morangos e outras frutas são fontes de vitaminas, antioxidantes e fibras alimentares, o que significa que são bons para a saúde em geral e podem prevenir doenças. Comer alguns morangos na hora da refeição pode diminuir o estresse oxidativo, inflamação e resposta à insulina.

Fonte: Adriana Stavro é nutricionista funcional e fitoterapeuta, especialista em Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) pelo Hospital Israelita Albert Einstein – Mestranda do Nascimento a Adolescência pelo Centro Universitário São Camilo.

Delivery de cestas orgânicas: veja onde fazer a sua encomenda em São Paulo

Confira a seleção de cinco lugares que trabalham com a entrega de frutas, verduras, legumes e produtos não perecíveis

Em época de isolamento social quando a recomendação é sair de casa em casos de extrema necessidade, precisamos ter alternativas saborosas para continuar mantendo uma alimentação mais saudável. A entrega de cestas orgânicas com frutas, verduras, legumes e produtos não perecíveis pode ser uma ótima alternativa para continuar mantendo a quarentena e, consequentemente, evitar novas contaminações. A seguir, você encontra algumas opções que podem ser entregues em São Paulo.

SABT-photoshoot-2

A Boa Terra (@aboaterra)
Perto de completar 40 anos, o Sítio A Boa Terra sempre fez sucesso por ser pioneiro na produção e entrega de produtos orgânicos na porta de casa. É possível solicitar a entrega pelo site ou por mensagem no WhatsApp de cestas com verduras, legumes, frutas, laticínios e até itens de mercearia, são mais de 250 opções. Além da produção orgânica própria, o lugar possui parceria com diversos produtores também orgânicos para deixar a cesta ainda mais completa. O cliente pode personalizar a sua entrega, optar por uma das sugestões de cestas da semana ou fazer uma assinatura. O Sítio A Boa Terra fica meio no caminho das cidades de Casa Branca e Itobi, no estado de São Paulo, próximo à divisa com Minas Gerais. As entregas ocorrem na grande São Paulo, Ribeirão Preto, Holambra, Vargem Grande do Sul, Casa Branca, São José do Rio Pardo e Itobi.
Informações: WhatsApp (19) 99169-7729 ou organico@aboaterra.com.br.

Raizs (@raizsorganicos)
É uma plataforma que comercializa produtos orgânicos cultivados por pequenos produtores. Pelo site, o cliente pode escolher o que mais agrada entre verduras, legumes, frutas, ovos, queijo, manteiga e produtos não perecíveis. É possível obter uma assinatura com entregas semanais ou quinzenais. A preferência por alimentos deve ser indicada no início da compra, já que as entregas são personalizadas e atendem o gosto particular de cada um, sempre respeitando o que colhido na semana pelas famílias que trabalham com a empresa. Informações no site.

Santa Julieta Bio (@sta_julieta_bio)
A Fazenda Santa Julieta produz incentiva a economia compartilhada, já que as entregas são planejadas para grupos de consumidores em determinados pontos da cidade e dias pré-acordados da semana. Entre os pontos de entrega estão o Restaurante Mocotó na Vila Medeiros às segundas e quintas-feiras; a Escola Quintal do João Menino na Vila Madalena às segundas-feiras; e a região da Vila Olímpia, às segundas também. Informações: e-mail no tanaepoca@stajulieta.bio ou no site.

sabt-site-fotos-6

Santa Adelaide Orgânicos (@santa_adelaide_organicos)
A Fazenda Santa Adelaide produz e oferece entregas semanais de cestas médias ou grandes com produtos frescos da estação. O lugar com 15 hectares produz em média 80 tipos de verduras e legumes no decorrer de um ano. Entre eles, destaque para o brócolis romanesco, couve-flor roxa e a beterraba amarela que, por serem orgânicas, oferecem um sabor impecável. Informações: santa.adelaide.organicos@gmail.com

Site dos Orgânicos
No Site dos Orgânicos, o cliente pode realizar uma assinatura mensal ou escolher entre oito tipos de cestas recheadas com legumes, verduras e frutas. Há também a opção de itens de mercearia, como sucos, grãos laticínios, ovos e carnes que podem deixar o cardápio ainda mais rico em vitaminas e nutrientes. As entregas acontecem às terças, quintas e sábados. Informações no site.

Importante lembrar que, quanto mais colorida uma refeição, maior a variedade de nutrientes, vitaminas, minerais e fibras. Aplique isso à sua rotina sempre que possível para manter a saúde mais equilibrada.

Sobre A Boa Terra

fotos-cedo-SABT-3

O Sítio A Boa Terra é um dos pioneiros na agricultura orgânica no Brasil e na entrega de cestas orgânicas na porta de casa. Em 1981 os fundadores Joop e Tini seguiram o sonho de uma sociedade mais justa e uma agricultura também mais justa, mais em equilíbrio com a natureza, com o homem que produz e que se alimenta da terra. Tudo isso em uma época que a grande maioria das pessoas não sabia, nem nunca tinha ouvido falar o que era um alimento orgânico. Atualmente, centenas de famílias são atendidas por semana na grande São Paulo, Ribeirão Preto e algumas cidades mais próximas ao Sítio.

Shopping Garden dá dicas do que plantar no inverno

Com a produção de hortas caseiras em alta, não basta plantar, é preciso avaliar a diferença climática de cada região do país para saber o que e como plantar durante o inverno

Existe uma grande variedade de plantas, flores, hortaliças e árvores frutíferas no país, mas como há uma enorme diversidade climática no Brasil, o primeiro passo para saber o que plantar durante o inverno, é observar em qual região está a incidência do sol e também o frio da noite, para que possíveis geadas não frustrem o trabalho de ver crescer as sementes.

mostarda planta FotoRieth por Pixabay
Mostarda – Foto; Rieth/Pixabay

Para quem está produzindo hortas caseiras na região sul do país, local de frio mais intenso, a equipe de paisagistas do Shopping Garden indica o plantio de cebolinha, ervilhas, beterrabas, agrião, mostarda e radiche.

chicoria Andrew Martin por Pixabay
Chicória – Foto: Andrew Martin/Pixabay

Na região sudeste é momento de plantar chicória, couve-manteiga, salsas, rabanetes, mostarda e quiabos.

espinafre Maike Wilstermann-Hildebrand por Pixabay
Espinafre – Foto: Maike Wilstermann-Hildebrand/Pixabay

No centro-oeste abobrinha, pepino, espinafre, berinjela, tomate e melão, adaptam-se aos dias ensolarados e clima mais seco na parte da tarde.

coentro Hans Braxmeier por Pixabay
Coentro – Foto: Hans Braxmeier/Pixabay

No nordeste e norte do país, o inverno já não é tão acentuado, o sol aparece com frequência e o índice pluviométrico é mais baixo, plantar abóbora, salsa, alfaces, cenouras, espinafre, coentro, feijão e vagem é uma boa pedida para o nordeste, já no norte a hora é de plantar, melancia, moranga, cenoura, melão, morango, feijão, vagem e repolho.

pessegos Petra Šolajová por Pixabay
Pêssegos – Foto: Petra ŠolajováPixabay

“Em São Paulo, esse período do ano também é propício para o desenvolvimento de diversas espécies de frutíferas de caroço, maçã, pêssego e ameixa, são alguns exemplos de árvores que devem ser plantadas durante os meses de julho e agosto”, completa Rodrigo Xavier de Oliveira, gerente comercial do Shopping Garden Tatuapé, que também deixa claro que, nas regiões onde há geadas, esse plantio deve ser postergado para setembro.

manga arvore Bishnu Sarangi por Pixabay
Manga – Foto: Bishnu SarangiPixabay

Outras espécies resistentes e excelentes para se plantar no quintal são mangueiras, bananeiras, abacateiros e goiabeiras, lembrando sempre que os abacateiros devem ser plantados longe de telhados, garagens, ou locais que podem ser avariados com a queda das frutas. Já os vasos são uma ótima pedida para quem tem pouco espaço e ainda assim quer plantar frutíferas em casa, já que eles podem ser deslocados para ambientes com mais intensidade de luz.

amor-perfeito
Amor-perfeito

Os tipos de flores cultivadas também devem receber um cuidado especial durante a estação mais fria do ano, capuchinha, dália, gérbera, amor-perfeito, gerânio, begônias, lavandas e rosas podem ser plantadas, mas deve-se evitar os períodos de geadas.

Fertilizar e adubar a terra, escolher um local com mais incidência de raios solares, proteger as plantas de geadas e não exagerar na rega, já que o solo não fica tão seco, são alguns dos cuidados que a equipe do Shopping Garden mostra ser necessário durante o plantio de inverno, assim as plantas não serão prejudicadas pelas baixas temperaturas e estarão fortes para florescerem na primavera.

Lojas:
Shopping Garden Vila Nova
Telefone e WhatsApp – (11) 5051 8263 / (11) 95581-6609
Horário de pedidos e retiradas: de segunda a sexta-feira das 9h às 17h30 e no domingo das 9h às 13h.
Shopping Garden Tatuapé
Telefone e WhatsApp – (11) 2227-8500 / (11) 95581-4489
Horário de pedidos: de segunda a sexta-feira das 9h às 17h30 e no domingo das 9h às 13h.
Shopping Garden Sul
Telefone e WhatsApp – (11) 5591-5555 / (11) 95582-1227
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira das 9h às 17h30 e no domingo das 9h às 13h

Nestlé traz dicas de ações e receitas para aproveitar melhor alimentos e reduzir desperdício

Utilizar cascas, sementes e outras partes de vegetais e frutas em receitas, reaproveitar itens e investir no congelamento podem ajudar a fazer render mais os alimentos

O momento atual é uma fase propícia para repensar com criatividade o uso de alimentos, já que com as pessoas mais em casa aumenta a tendência de cozinhar as próprias refeições, além da necessidade de restringir o número de saídas para compras. Utilizar cascas e sementes, reaproveitar grãos já cozidos para outros fins e congelar itens como frutas e legumes são medidas que podem contribuir para que os alimentos rendam mais.

“Além de trazer benefícios imediatos para o momento que vivemos, como reduzir o volume de compras e os gastos em casa, aproveitando melhor os itens que já se tem, um novo modo de pensar os alimentos pode também ajudar a reduzir o desperdício de comida, um problema mundial. Atualmente, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são desperdiçadas por ano no mundo, o que representa 30% de toda a comida produzida por ano no planeta. No Brasil, são mais de 26 milhões de toneladas perdidas por ano”, aponta a Head de Criação de Valor Compartilhado da Nestlé, Barbara Sapunar.

Algumas cidades e empresas apostam em Bancos de Alimentos que arrecadam comida em bom estado para doá-las para asilos, creches, entre outras instituições. A Nestlé é parceira, desde 2010, do Mesa Brasil SESC, uma rede nacional de bancos de alimentos contra a fome e o desperdício. Em 2019, foram mais de 400 mil quilos de produtos Nestlé doados para a iniciativa, beneficiando 5 mil instituições e mais de 1 milhão de pessoas.

Combatendo os motivos do desperdício

legume organicos raízes

Segundo levantamento realizado pela Nestlé nas redes sociais, com dados de mais de 18.400 postagem feitas entre janeiro de 2019 e fevereiro de 2020, os motivos mais relatados pelas pessoas para desperdiçar comida são alimentos comprados em grande quantidade, não consumidos e que estragam na geladeira; excesso de comida no prato; receitas que não deram certo; e sobras de comida do dia anterior que acabam descartadas .

Algumas medidas simples podem ajudar a prevenir isso, como planejar as compras em uma lista antes de ir ao mercado, evitando comprar itens desnecessários ou em quantidades maiores do que precisa. Organizar a despensa e colocar os itens que vão vencer primeiro na frente ou em uma parte onde consiga enxergá-los com facilidade também ajuda a lembrar de consumir os alimentos antes de seu vencimento. Ler o rótulo para ver a validade de cada alimento depois de aberto e escrever a data com uma caneta permanente na própria embalagem quando abrir algum produto pela primeira vez também é uma boa dica.

Já para evitar errar nas receitas ou na quantidade de comida, algumas medidas como conferir o rendimento de porções e seguir instruções de receitas confiáveis pode ajudar. Além disso, congelar adequadamente tanto alimentos in natura quanto comidas já prontas ajuda a aproveitar melhor os alimentos guardados na geladeira.

Receitas práticas, saudáveis e conscientes

Muitas vezes as principais propriedades nutritivas dos alimentos estão concentradas justamente nas partes que são descartadas pelas pessoas, como cascas e sementes. Elas costumam concentrar altos índices de vitaminas, por exemplo. Pensando nisso e também com foco em ajudar as pessoas a repensar o uso dos alimentos e evitar desperdícios, o time de Receitas Nestlé desenvolveu uma série de receitas que ensinam como aproveitar ao máximo grãos, legumes, vegetais e frutas.

Receitas para uso total da beterraba:

farofa

http://www.receitasnestle.com.br/receitas/farofa-super-rapida-de-beterraba

http://www.receitasnestle.com.br/receitas/salada-refrescante-de-abobora-com-folhas-de-beterraba

Receitas para utilizar sobras de arroz e feijão:

http://www.receitasnestle.com.br/receitas/tortilla-de-arroz

http://www.receitasnestle.com.br/receitas/farofa-de-feijao

Receitas com melão e sementes:

salada de rucula nestle

http://www.receitasnestle.com.br/receitas/salada-de-rucula

Receitas para aproveitar sementes:

http://www.receitasnestle.com.br/receitas/salada-de-frango-thai-com-mango-chutney

http://www.receitasnestle.com.br/receitas/petiscos-doce-de-sementes-de-abobora-noz-peca-e-frutas-secas

Receitas para utilizar brócolis com suas folhas:

arroz com brocolis

http://www.receitasnestle.com.br/receitas/arroz-com-brocolis-e-amendoas

O site da Nestlé, na parte de Receitas, conta com uma ferramenta chamada “O que tem em casa”, que ajuda o usuário a encontrar receitas com o que tem na geladeira, evitando compras desnecessárias. Ao informar de um a três ingredientes disponíveis em casa, a ferramenta apresenta um cardápio com sugestões de receitas.

Congelando itens para evitar perdas

Conservar os alimentos aptos para consumo por mais tempo também é uma boa medida para evitar desperdício, principalmente de frutas, vegetais, legumes e ervas, que podem estragar mais rapidamente. Para isso, Receitas Nestlé também criou dicas para congelar alimentos corretamente, garantindo que eles continuem nutritivos e com suas propriedades preservadas.

Confira abaixo algumas dicas:

http://www.receitasnestle.com.br/dica/2017/03/24/como-conservar-ervas-frescas-para-usar-na-cozinha

http://www.receitasnestle.com.br/dica/2017/02/13/como-cozinhar-e-conservar-vegetais

Além dessas dicas, também pode ser uma boa medida congelar em pequenas porções as refeições já prontas para poder comer em um outro dia, evitando que estraguem.

Saiba mais sobre os nutrientes das frutas que estão na época em junho

Alimentar-se com frutas da época é mais fácil, econômico e saudável, pois os alimentos são mais facilmente encontrados nos estabelecimentos comerciais com preço bem acessíveis. Além disso, frutas como caqui, tangerina poncã e mamão papaia são saborosas e muito ricas em diversos nutrientes que fortalecem nosso corpo.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro) traz informações sobre os nutrientes encontrados em diversas frutas que estão na safra em junho:

Caqui

caquis
O caqui é fonte de vitaminas E e C e minerais, como fósforo. Além disso, é rico em betacaroteno, precursor da vitamina A, um importante antioxidante que auxilia na visão e na manutenção da pele e das unhas saudáveis. A época dessa fruta é de março a maio, e, nesse período, o preço é mais acessível e a qualidade nutricional é melhor, então, que tal aproveitar e incluir esse delicioso alimento no seu cardápio?

Carambola

carambola pippalou
Foto: Pippalou/MorgueFile

A fruta é rica em fibra, que auxilia na boa digestão e evita a absorção do colesterol ruim pelo intestino, além de conter antioxidantes naturais, principalmente vitamina C, que ajudam a desenvolver resistência contra agentes infecciosos e combatem os radicais livres que causam envelhecimento precoce. É fonte de vitaminas do complexo B, como tiamina, riboflavina e piridoxina, que ajudam no metabolismo, de potássio, fósforo, zinco e ferro, auxiliando no bom funcionamento do organismo. Pode ser consumida in natura, em bolos, tortas, saladas entre outras preparações.

Limão

limao Shutterbug75 por Pixabay
Shutterbug75/Pixabay

O limão é uma fruta cítrica que contém vitaminas do complexo B e vitamina C, através disso têm propriedades antioxidantes e anticancerígenas. Auxilia também no fortalecimento do sistema imunológico. Toda a fruta, polpa, suco, casca e raspas, são utilizados para fins culinários de diversas formas.

Maçã

maças A maçã é uma fruta rica em antioxidantes, água e vitaminas. Pode ser consumida in natura, salada de frutas, pães, bolos, tortas, sucos e vitaminas, de preferência com casca. Possui pectina, uma fibra solúvel que auxilia na diminuição do colesterol sanguíneo e no bom funcionamento intestinal, além de apresentar baixo índice glicêmico.

Mamão Papaia

papaya mamao maduro semente pixabay
Pixabay

É rico em vitaminas, principalmente a vitamina C que é antioxidante, auxilia no combate aos radicais livres e fortalece o sistema imunológico e a vitamina A, que é importante para a saúde da pele e da visão. As fibras encontradas em grande quantidade, ajudam no bom funcionamento intestinal. O mamão pode ser consumido in natura ou em vitaminas, bolos e doces.

Tangerina Poncã

tangerina ponca

A fruta é rica em vitamina C, que auxilia no fortalecimento do sistema imunológico e combate aos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce. É fonte de fibras, que ajudam a manter o bom funcionamento intestinal. A tangerina também contém minerais como ferro, cálcio, magnésio e potássio. A fruta é versátil e pode ser utilizada na culinária em bolos, tortas, saladas e, na sua melhor forma, in natura.

Tortinhas diet de maçã

tortinha de maçã cozinha travessa
Foto meramente ilustrativa /Cozinha Travessa

Ingredientes
3 maçãs vermelhas (400g)
1 xícara (chá) de água (200ml)
1 colher (sopa) de suco de limão (10ml)
1 xícara (chá) de adoçante granular (25g)

Modo de Preparo
Descasque as maçãs e corte em fatias finas. Coloque-as em uma tigela com água e suco de limão. Acrescente o adoçante e leve ao fogo baixo até que amoleçam. Escorra-as, reservando ½ xícara (chá) do caldo de maçãs.

Creme

Ingredientes
2 colheres (sopa) de farinha de trigo (20g)
½ xícara (chá) de caldo do cozimento das maçãs (100ml)
2 colheres (sopa) de adoçante granular (10g)
1 lata de creme de leite light (290g)

Modo de Preparo
Dissolva a farinha de trigo no caldo das maçãs. Adicione o adoçante e leve ao fogo até engrossar. Por último, acrescente o creme de leite light e as maçãs reservadas.

Farofa

Ingredientes
1 xícara (chá) de farinha de trigo (120g)
½ xícara (chá) de adoçante granular (15g)
2 colheres (sopa) de margarina light (40g)
½ colher (sopa) de fermento em pó (5g)
1 colher (sopa) de canela em pó (10g)

Modo de Preparo
Misture em uma tigela todos os ingredientes e mexa com os dedos até obter uma farofa. Reserve.

Montagem
Unte com margarina forminhas de empada. Espalhe uma camada de farofa, uma do creme com as maçãs e termine com a farofa. Leve ao forno médio (180°C) por 30 minutos ou até que dourem.

Tempo de preparo: 40 minutos
Rendimento: 18 porções
Peso da porção: 20g
Valor calórico por porção: 84,5Kcal

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo 

Consumo de legumes, frutas e hortaliças ganha ainda mais importância no inverno

De acordo com a nutricionista Angela Hayashi, a ingestão de vitaminas C, E e K auxilia na defesa do organismo, principalmente durante o isolamento social

As mudanças de hábitos durante o período de quarentena têm sido inevitáveis, ainda mais no que se refere ao consumo de alimentos . No entanto, é fundamental que as refeições do dia a dia sejam ricas em vitaminas para fortalecer o sistema imunológico, sobretudo, nessa época em que as pessoas estão buscando a preservação de sua saúde . Outro fator relevante para a adoção de hábitos saudáveis é o início do inverno, período que favorece o surgimento de algumas doenças, como as respiratórias, especialmente pela baixa umidade do ar, alterações bruscas de temperatura e ambientes fechados.

Mas, cuidar da alimentação é importante em qualquer época do ano e fase da vida, principalmente, durante este período de isolamento social, pois nosso cotidiano foi modificado, o que aumenta a importância do consumo de alimentos saudáveis.

organicos legumes

“É essencial cuidar do corpo e manter a imunidade alta e, por isso, é recomendável o consumo de vitaminas C, E e K, presentes em alimentos como abacaxi, laranja, cenoura, mamão, abacate, brócolis, espinafre, batata doce, mandioquinha, beterraba e oleaginosas. Eles auxiliam nas defesas para infecções e invasores como vírus e bactérias”, explica a nutricionista Angela Hayashi.

Especialista em nutrição clínica, funcional e pediátrica, ela reforça que o consumo diário de frutas (in natura ou não), hortaliças e legumes pode fortalecer o sistema imunológico. Segundo Angela, é importante ter, no mínimo, três refeições diárias bem equilibradas, considerando duas porções de legumes e hortaliças (almoço e jantar) e uma fruta para acompanhar.

frutass

O açúcar das frutas ajudará na manutenção da saciedade e reduzirá a vontade de consumi-lo além do necessário. “A ansiedade faz com que se consuma mais carboidratos do que seu corpo tem necessidade, manter uma dieta equilibrada ajudará a ter uma vida mais saudável”, explica.

banana-pixabay

Algumas empresas também têm olhado para o tema com atenção. A Yara, por exemplo, líder mundial em nutrição de plantas, iniciou no último mês a campanha “Nutrição para você”, com uma série de vídeos curtos voltados ao consumidor final, que incentiva o consumo de produtos de hortifrúti, explicando o benefício de cada alimento, como a banana, que é rica em potássio, um mineral crucial para a função cardíaca, que ajuda na digestão e nas funções musculares .

“Com o início da pandemia, temos visto uma baixa no consumo desses produtos, fator prejudicial não só para os agricultores, mas também para a população, dada a importância desses alimentos para a saúde. Um de nossos pilares na Yara é compartilhar conhecimento, e estamos usando essa ferramenta de informação para ajudar os dois elos dessa cadeia”, afirma Lucied Marques, diretora responsável pela área de Hortaliças, Frutas e Flores na Yara Brasil. Os vídeos estão disponíveis em todas as redes sociais da empresa. Para assistir, clique aqui.

Fonte: Yara

Comprou fruta verde? Aprenda como amadurecê-la mais rápido

Adria ensina como estimular o amadurecimento das frutas para aproveitar ao máximo a qualidade e o sabor que elas podem oferecer

A maioria das frutas é colhida e vendida antes de estar totalmente madura. Isso acontece porque durante o transporte e a chegada às feiras e aos supermercados, elas precisam estar conservadas e firmes. Cada fruta tem o seu ponto ideal de amadurecimento, ou seja, melhor fase do alimento, cujo sabor e textura estão adequados para o consumo.

Mas, em algum momento, é possível comprar frutas que ainda precisam amadurecer. Por isso, a Adria dá algumas dicas para reverter este cenário. Confira:

banana verde

• Mantenha as frutas com amadurecimento tardio em lugares quentes para acelerar seu metabolismo. Você pode embrulhá-las em papel ou sacos plásticos perfurados, se possível junto com um pedaço de fruta já madura, para concentrar o gás do amadurecimento, o etileno.
• Não deixe as frutas em embalagens fechadas, pois isso irá sufocá-las e prejudicar o amadurecimento adequado.

Viu como é fácil? Aproveite as frutas maduras e os dias em casa para preparar uma receita prática e econômica: Banana nutritiva empanada. Pronta em apenas 15 minutos, é ideal para deixar o dia de todos mais saboroso e equilibrado. Confira:

Banana Nutritiva Empanada

Banana-Nutritiva-Empanada

Ingredientes:
30 g de biscoito Adria Plus Life sabor Cacau e Cereais
2 bananas nanicas
2 colheres (sopa) de mel
1 colher de (sopa) de açúcar mascavo
10 g de aveia em flocos
10 g de castanha-do-pará triturada
10 g de gergelim

Modo de Preparo:
Em uma tigela funda, junte os biscoitos picados em pedaços bem pequenos, o açúcar mascavo, a aveia, a castanha-do-pará e o gergelim. Misture bem até envolver todos os ingredientes e reserve. Com a ajuda de um pincel, espalhe o mel nas bananas e empane-as com a farofa nutritiva. Unte uma assadeira pequena com margarina, acomode as bananas e leve ao forno preaquecido (180ºC) por 10 minutos. Retire do forno, regue mel e sirva a seguir.

Rendimento: 2 porções
Tempo de Preparo: 15 minutos

Fonte: Adria