Arquivo da tag: frutas

Ainda em clima de São João, Água Doce ensina quentão de frutas

Estamos em julho, e as festas julinas continuam pipocando em várias regiões do país. Para quem gosta de comemorar as melhores as festividades típicas, segue uma receita de quentão de frutas. A dica é da Água Doce. Confira:

Quentão de frutas

Ingredientes
½ xícara de (chá) de açúcar refinado
150ml de água
1 maçã sem casca picadinha
150g de abacaxi picadinho
1 colher (chá) de gengibre picadinho
4 unidades de cravo-da-Índia
3 rodelas de limão Taiti sem casca e sem sementes
1 anis-estrelado
200ml de cachaça neutra

Modo de preparo
Em fogo médio, coloque na panela o açúcar e a água até virar uma calda, tomando cuidado para não se queimar. Adicione a maçã, o abacaxi, o gengibre, os cravos, as rodelas de limão, o anis-estrelado e a cachaça. Depois que começar a ferver, conte dois minutos e, em seguida, desligue. Sirva quente.

Rendimento: 2 porções

Fonte: Água Doce Sabores do Brasil

Linha Multigrãos é novidade da Quaker

As novas versões Mix de Grãos e Granola são opções certeiras para um cardápio mais nutritivo

Uma alimentação balanceada e nutritiva é essencial para fortalecer e manter o bom funcionamento do organismo. Por isso, de olho nas necessidades dos seus consumidores e em seus novos hábitos de alimentação, Quaker lança a linha Multigrãos, nas versões Mix de Grãos e Granola – este último nos sabores cranberry/ maçã e banana/ maçã. Ambos os produtos são ideais para consumo com frutas, iogurte, leite, açaí, ou em complemento a outros lanches diários.

Os novos produtos da linha chegam neste contexto em que o consumidor preza cada vez mais por um estilo de vida balanceado. “Passando mais tempo em casa, os consumidores têm uma oportunidade de ter mais controle do que consomem e de como compor o cardápio diário. Assim como os outros produtos Quaker, os dois lançamentos chegam para somar versatilidade, sabor e nutrição para diferentes momentos de consumo, seja no café da manhã com frutas, no lanchinho com iogurte ou numa tigela de açaí de sobremesa”, comenta Cecília Dias, diretora de Marketing da PepsiCo Brasil Alimentos.

Nesse contexto, alimentos como os cereais integrais podem contribuir com uma grande variedade de nutrientes. A aveia, em especial, é conhecida pela sua alta concentração de fibras solúveis – as chamadas betaglucanas, que podem ajudar no controle e redução do colesterol. Além disso, é uma aliada para o bom funcionamento do intestino e pode contribuir para promover a sensação de saciedade.

Quaker Multigrãos Mix de Grãos, é composto pela aveia integral orgânica em flocos, flocos de cevada, centeio, e ganham um toque de textura e sabor com a presença da castanha de caju e da maçã desidratada. Essa mistura de ingredientes entrega proteína, fibras e minerais e é uma ótima oportunidade para enriquecer seu café da manhã, lanche ou até mesmo para incluir nas suas receitas.

Já Quaker Multigrãos Granola permite aos consumidores explorar sabores de Quaker em novas formas de consumo. O produto possui selo orgânico e também é composto pela aveia integral, flocos de arroz e milho, castanha e frutas secas e é também uma excelente opção para compor um cardápio nutritivo e equilibrado

A campanha de lançamento de Quaker Multigrãos, nas versões Mix de Grãos e Granola, contará com peças e ações diferenciadas nas redes sociais da marca, nos pontos de venda, além dos canais de e-commerce.

Além disso, para gerar experimentação nos consumidores, Quaker Multigrãos estará com uma campanha de Cash&Back no valor de até R$ 20,00 em créditos na compra de qualquer item da nova linha. A mecânica é muito simples! Após comprar qualquer produto da linha, o consumidor precisará apenas cadastrar a nota fiscal no site e receber 100% do dinheiro da sua compra de volta, em crédito, pelo App RecargaPay. A experiência estará disponível até dia 31 de agosto.

Os novos produtos serão comercializados, primeiramente, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Quaker Multigrãos Mix de Grãos está disponível na versão 148g, com preço médio sugerido de R$ 6,99; e Quaker Granola Multigrãos, na versão de 250g, com preço médio sugerido de R$ 13,99.

*Referente apenas aos produtos da linha Quaker Multigrãos participantes. Limitado ao valor de R$ 20,00 e a no máximo 2 produtos por CPF. Promoção válida até 31 de agosto de 2021.

Fonte: PepsiCo

Alimentação pode ajudar no controle dos sintomas de ansiedade

Nutricionista da Dietbox elenca grupos alimentares que aumentam a produção de serotonina, hormônio responsável pela nossa felicidade

A ansiedade pode não ser temida pelo público geral como a depressão – a chamada “doença do século” -, mas seu impacto negativo na vida daqueles que sofrem com ela não deve ser negligenciado, principalmente quando se observa um aumento no número de pessoas que sofrem com o transtorno.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 9,3% dos brasileiros foram diagnosticados com o distúrbio só em 2020, número impulsionado pela pandemia da covid-19 e o isolamento social, tornando a população do país a que mais sofre com o mal ao redor do mundo. Entre os principais sintomas da doença, pode-se elencar a preocupação e medo desmedidos, angústia, dificuldade de concentração e até mesmo sinais físicos como inquietação, enjoo e coração acelerado.

Pensando nisso, Bettina Del Pino, nutricionista da Dietbox, startup de nutrição, listou alguns alimentos ricos em propriedades e nutrientes, que convertidos em serotonina, geram a consequente diminuição da ansiedade. A profissional explica: “Acrescentar alguns alimentos na dieta pode ajudar no controle do transtorno, principalmente quando damos preferência àqueles ricos em probióticos, triptofano, magnésio, ômega-3, e vitamina C. Esses nutrientes ajudam a regular a flora intestinal e aumentam a produção de serotonina, hormônio conhecido por ser o responsável pela nossa felicidade”.

Abaixo, a nutricionista comenta em quais alimentos esses nutrientes podem ser encontrados:

Probióticos

Foto: BenefitsHeader

Podem ser encontrados em alguns iogurtes, leite fermentado, alguns queijos e kombucha. “Eles favorecem a saúde intestinal, melhorando a absorção de nutrientes”, declara Bettina Del Pino.

Triptofano

“O triptofano é um aminoácido essencial e, por não ser produzido pelo nosso organismo, precisa ser obtido pelos alimentos”. Exemplos se dão com ovos, leite e derivados, peixes, oleaginosas, cereais integrais, banana e cacau.

Magnésio

“O magnésio participa no processo que converte o triptofano em serotonina, e pode ser encontrado em alimentos como carnes, peixes, vegetais verde-escuros, leite, cacau, cereais e oleaginosas”.

Ômega 3

Pixabay

“Ele é um tipo de gordura benéfica para o nosso organismo e possui a capacidade de atenuar as respostas inflamatórias, por meio da redução da produção de citocinas”. Segundo a profissional, o Ômega 3 está presente em alguns peixes como sardinha, atum, salmão, e em alimentos como linhaça e chia.

Vitamina C

Essa vitamina possui propriedades antioxidantes que combatem o estresse oxidativo. “Mais popular na laranja, a vitamina C também está presente em frutas como tangerina, goiaba, acerola, e limão e algumas hortaliças como brócolis e pimentão”.

Bettina Del Pino, nutricionista da Dietbox, alerta que a dieta, apesar de amenizar os sintomas da ansiedade, não deve substituir o acompanhamento psicológico, e sim complementá-lo. É recomendável consultar um psiquiatra caso os sintomas persistam.

Fonte: Dietbox  

Alimentos indicados para ter um inverno mais saudável

Bio Mundo listou algumas opções para ajudar na manutenção do corpo durante a estação mais fria do ano; frutas, legumes e chás são recomendados

Com a chegada do inverno e a brusca mudança de temperatura, o corpo também sente a necessidade de se adaptar aos dias frios. Para isso, há alguns alimentos que podem ajudar e garantir o bom funcionamento do organismo. A Bio Mundo , franquia de alimentos naturais e saudáveis, separou alguns desses alimentos que são recomendáveis para proteger o corpo, ganhar energia e curtir as baixas temperaturas que estão chegando. Confira:

Frutas e legumes ricos em vitamina C

Como já diriam nossos avós, tomar suco de laranja previne a gripe, principalmente no inverno. Além da laranja, frutas como a mexerica, morango, carambola e alguns legumes, como abóbora, batata doce e brócolis, por exemplo, possuem propriedades antioxidantes, melhoram o sistema circulatório e fornecem energia.

Bebidas quentes
Muito procurados no inverno, os chás naturais, além de ajudarem na hidratação, também possuem propriedades antioxidantes que protegem o corpo de doenças. Vale ressaltar que no inverno, é muito comum a imunidade ficar mais baixa. Por isso, os alimentos antioxidantes são muito importantes nessa época do ano.

Chá de carqueja: ajuda na circulação

No inverno, é mais comum ficar sem coragem para ir treinar. Os reflexos de se movimentar menos podem prejudicar a circulação do corpo. Para evitar esse problema, o chá de carqueja ajuda a evitar o acúmulo de gorduras nas artérias, além de facilitar a digestão.

Chá de camomila com hortelã: para relaxar


O chá de camomila com hortelã pode ser um bom aliado na hora de relaxar. A combinação das duas ervas oferece uma boa dose de vitamina A e do complexo B, elementos antioxidantes naturais.

Chá de hibisco e gengibre: ajuda na retenção de líquidos

Cook Fot Your Life

Com a diminuição do consumo de líquidos em dias frios, o corpo retém mais o sal dos alimentos consumidos, por exemplo, fazendo com que as pessoas, principalmente mulheres, se sintam mais inchadas. O chá de hibisco e gengibre é diurético, combatendo a retenção de líquidos.

Lentilha

Livre de glúten e colesterol, sendo uma alternativa perfeita para os alérgicos e intolerantes aos ingredientes, além dos seus benefícios como melhorar a saúde do coração, faz bem para os ossos, aumenta a saciedade, previne a prisão de ventre, controla os níveis de açúcar no sangue e fortalece o sistema imune.

Alimentos integrais

Na hora de escolher os alimentos, como por exemplo, arroz ou biscoitos, prefira os integrais pois eles são ricos em fibras que deixam o corpo mais imune a doenças e melhoram o funcionamento do intestino.

Fonte: Bio Mundo

Inverno chegou: confira 7 dicas para criar uma rotina de alimentação saudável

A mudança de estação traz a possibilidade de inovar no cardápio sem prejudicar a saúde

Com a chegada do inverno, os descuidos com a alimentação começam a dar sinais. A explicação para as mudanças que ocorrem no nosso organismo nessa época do ano, segundo médicos, é que, com as temperaturas mais baixas, o corpo gasta mais energia para se manter aquecido, necessitando de uma quantidade maior de calorias. Mas, será que é possível manter uma alimentação saudável em dias tão gelados? A engenheira de alimentos Erika de Almeida garante que sim, e o melhor, sem abrir mão de comidas gostosas e, ao mesmo tempo, cuidando da saúde.

“Com o clima frio, é importante redobrar a atenção com o que comemos. Da mesma forma, cuidar para não cometer exageros nas refeições, pois no inverno ficamos vulneráveis a algumas doenças sazonais. E lembrando que manter uma alimentação saudável é fundamental para a preservação da saúde”, aconselha a analista de pesquisa e desenvolvimento da Jasmine Alimentos. Com a pandemia de Covid-19, se torna ainda mais vital tomar todos os cuidados para conservar a imunidade.

Confira abaixo sete dicas de alimentos que ajudam na diversificação do cardápio e na manutenção da saúde (e do peso) durante o inverno.

Frutas como doce

AlexasFotos/Pixabay

Esfriou e já dá aquela vontade de comer chocolates e doces variados? A engenheira de alimentos alerta que é preciso intensificar os cuidados com o consumo desses alimentos nos dias mais frios – que sempre “pedem” um docinho. Uma alternativa é trocar o doce por uma fruta da estação, como morango, maçã, pera, uva, laranja e outras, que pode ser consumida em qualquer momento do dia e saciar o desejo de comer doces. “É claro que é importante se conhecer e ter esses momentos de ‘flexibilidade’, mas vale salientar que é necessário ter equilíbrio e buscar sempre se alimentar da forma mais saudável possível”, destaca.

Varie nas sopas com ingredientes nutritivos

A estação mais fria do ano combina com sopas, caldos e cremes. Mas, embora possam ser muito saudáveis, dependendo dos ingredientes, podem surtir o efeito contrário e propiciar ganho de peso. Erika de Almeida orienta que, na hora do preparo, sejam evitados ingredientes ricos em carboidratos em uma mesma receita como, por exemplo, arroz, batata, mandioca e macarrão. Sendo assim, uma alternativa é acrescentar legumes e verduras nas sopas. Além de altamente nutritivos e saudáveis para a manutenção da imunidade, eles agregam mais sabor ao prato. Algumas opções são: brócolis, couve-flor, couve, acelga, cenoura e agrião.

Aposte na granola

Conhecidas por integrarem o café da manhã, as granolas são ótimas pedidas para o lanche da tarde e a refeição antes de dormir, de acordo com Erika. Com grãos que auxiliam o bom funcionamento do intestino, além de serem super saborosas.

Substitua o pão branco

Para acompanhar as sopas típicas do inverno, as torradas e o pão branco são os queridinhos de muitos. No entanto, a sugestão é a substituição pelo pão integral com grãos e pelo pão sem glúten, opções mais saudáveis.

Troque por integrais

Foto: Nudnik/Pìxabay

O consumo de produtos integrais propicia o aumento da sensação de saciedade por conta das fibras que, por sua vez, previnem os exageros. Além disso, auxiliam o organismo na redução dos níveis de colesterol e de açúcar no sangue, e não contém açúcares nem gorduras, portanto, não provocam aumento de peso.

De olho no açúcar


Basta cair a temperatura e logo o consumo de bebidas quentes, como café e chás, ganha destaque. Mas é preciso, segundo Erika, cuidar na hora de adoçar a bebida. “Hoje em dia, existem outros substitutos ao açúcar branco. O ideal é tomar o líquido sem nenhum aditivo químico, no entanto, para quem gosta da bebida mais doce, algumas opções são o Stevine Líquido, um adoçante natural e com zero caloria, Açúcar Mascavo e Calda de Agave”, sugere.

Alimentos com vitaminas

No inverno, a vitamina C é fundamental, reforça Erika, pois atua nas células de defesa do organismo, fortalecendo os anticorpos e prevenindo gripes e resfriados. É encontrada em alimentos como: laranja, limão, goji berry, acerola, morango, brócolis, couve e cenoura. Já a vitamina E age diretamente como antioxidante e fortalece o sistema imunológico. Castanha-do-pará, amêndoas e nozes, óleos vegetais, folhas verde-escuras, como rúcula, couve, agrião e espinafre são alimentos que contêm a vitamina.

Fonte: Jasmine Alimentos

Com a chegada do inverno, conheça cinco frutas ideais para consumir na estação

Nutricionista da Dietbox elenca as melhores escolhas na hora das compras para os dias mais frios do ano

Adobe Stock


O inverno se iniciou no Brasil na última segunda-feira (21) e, com a chegada da nova estação, uma dúvida paira no ar: quais frutas estão em seu melhor momento de plantação e colheita? Júlia Canabarro, nutricionista da Dietbox, startup de nutrição, explica que é nessa época que frutas como kiwi e morango – ricas em vitamina C – marcam presença nas feiras e mercados e escolher consumi-las em sua devida estação, além de beneficiar a saúde, garante alimentos mais saborosos e nutritivos.

“Durante os dias mais frios e secos do ano, é natural que nosso organismo fique mais suscetível a vírus como gripes, resfriados e outras doenças respiratórias. Para isso, nada melhor que priorizar o consumo de frutas que fortaleçam nossa imunidade. Vale deixar isso em mente: além de saudáveis, alguns alimentos estão em seu auge no inverno e podem ser encontrados com mais facilidade, a um preço mais acessível e, claro, com ainda mais sabor”, acrescenta a profissional.

Abaixo, Júlia elencou cinco opções que não podem ficar fora da lista de compras na hora de fazer a feira:

Avocado

Famoso por sua versatilidade, o avocado é rico em gorduras boas, como a ômega-3 e as vitaminas C, E e K. O fruto pode ser utilizado tanto em preparos de receitas salgadas – como a famosa guacamole – quanto doces, saladas de frutas e vitaminas. A nutricionista explica: “O avocado conta com propriedades antioxidantes perfeitas para o fortalecimento do sistema imunológico nos dias mais frios. Priorizá-lo no inverno, quando nosso organismo ‘pede’ por alimentos mais gordurosos, é uma ótima opção.”


Kiwi

O kiwi costuma ser consumido in natura no café da manhã, mas suas possibilidades vão além: sucos, vitaminas e até mousses podem ser preparados com a fruta. A nutricionista da Dietbox explica seus benefícios: “Assim como o abacaxi, laranja e limão, ele fortalece a imunidade por ser rico em vitamina C. É um bom aliado para ajudar a proteger o organismo nos três meses de inverno”.


Morango

AlexasFotos/Pixabay

Além de fortalecer a imunidade por sua alta taxa de vitamina C, o morango ajuda na diminuição de inflamações, por ser rico em compostos anti-inflamatório. Por ser um “coringa”, adquiri-lo no inverno é o momento certo para morangos mais maduros, doces e saborosos. “O melhor de tudo é que, além de saudável, ele é o rei das receitas doces. Afinal, é difícil dizer não a sobremesas como tortas e bolos de morango. Mas, vale lembrar que equilíbrio é a chave para uma alimentação balanceada”, pondera Júlia.

Caqui

Foto: Ceeline/Pixabay

A fruta, rica em vitaminas A, C e fibras, se destaca por seu sabor adocicado. Bom para os dias frios por fortalecer a imunidade, o caqui também combate o estresse e é indicado para o bom funcionamento do intestino, pois evita a prisão de ventre. A nutricionista acrescenta: “o melhor de tudo é que, além de mais saborosa, seu preço durante o inverno é o mais baixo do ano. Junto disso, a fruta é rica em antioxidantes, auxiliando na diminuição de radicais livres.”

Carambola

Pixabay

Por último, conhecida por seu popular formato de estrela, a carambola conta com uma baixa quantidade de calorias sendo indicada para aqueles que desejam consumir alimentos mais leves. A fruta ainda é rica em antioxidantes, combatendo o envelhecimento e ajudando na proteção das células do corpo. “A carambola também auxilia na hidratação por seu alto teor de água, além de ser muito saborosa. Para os dias mais frios que nos esperam, ela é uma ótima pedida para compor uma salada de frutas por sua grande quantidade de vitamina C”, finaliza Júlia.

Fonte: Dietbox  

Aumento modesto no consumo de frutas, vegetais e grãos reduz risco de diabetes, aponta estudos

Dois estudos publicados em julho no British Medical Journal associam maior consumo de frutas, vegetais e alimentos integrais a um menor risco de desenvolver diabetes tipo 2. Acredite se quiser, o aumento no consumo pode ser até modesto para evitar o problema

Sabemos dos benefícios de frutas, vegetais e grãos para a nossa saúde, justamente por fornecerem macro e micronutrientes importantes para o funcionamento do organismo. Mas acredite se quiser, dois estudos recentes, ambos publicados em julho no British Medical Journal, relacionam um aumento, mesmo que modesto, na ingestão de frutas, vegetais e grãos inteiros a um menor risco de desenvolver diabetes tipo 2.

“Uma maior ingestão desses alimentos em um contexto de uma dieta saudável pode ajudar a prevenir o diabetes tipo 2 segundo os estudos”, afirma a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez, professora e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

No primeiro estudo, uma equipe de pesquisadores europeus examinou a associação entre os níveis sanguíneos de vitamina C e carotenoides (pigmentos encontrados em frutas e vegetais coloridos) com o risco de desenvolver diabetes tipo 2. Os níveis de vitamina C e carotenoides são indicadores mais confiáveis da ingestão de frutas e vegetais do que o uso de questionários dietéticos. As descobertas são baseadas em 9.754 adultos que desenvolveram diabetes tipo 2 de início recente e um grupo de comparação de 13.662 adultos que permaneceram sem diabetes durante o acompanhamento entre 340.234 participantes da Investigação Prospectiva Europeia sobre Câncer e Nutrição (EPIC) – Estudo InterAct em oito países europeus.

Segundo a médica, após o ajuste para estilo de vida, fatores de risco sociais e dietéticos para diabetes, níveis mais elevados de vitamina C e carotenoides no sangue e sua soma quando combinados em um “escore composto de biomarcador” foram associados a um risco menor de desenvolver diabetes tipo 2. “Os pesquisadores calculam que cada aumento de 66 gramas por dia na ingestão total de frutas e vegetais foi associado a um risco 25% menor de desenvolver diabetes tipo 2. Sabemos que as frutas e vegetais são ricos em fibras que diminuem a inflamação e estão relacionados à melhoria do metabolismo da glicose, lipídios e tecido adiposo em pesquisas experimentais em humanos e animais”, afirma a médica. “Sabe-se também que diferentes fibras alimentares têm diferentes efeitos na saúde”, diz.

No segundo estudo, pesquisadores nos Estados Unidos examinaram associações entre a ingestão total e individual de grãos integrais e diabetes tipo 2. As descobertas são baseadas em 158.259 mulheres e 36.525 homens que estavam livres de diabetes, doenças cardíacas e câncer e participaram do Nurses ‘Health Study, Nurses’ Health Study II e Health Professionals Follow-Up Study. Após o ajuste para estilo de vida e fatores de risco dietéticos para diabetes, os participantes da categoria mais alta para o consumo total de grãos inteiros tiveram uma taxa 29% menor de diabetes tipo 2 em comparação com os da categoria mais baixa. “Para alimentos de grãos inteiros individuais, os pesquisadores descobriram que consumir uma ou mais porções por dia de cereais matinais de grãos inteiros frios ou pão integral estava associado a um risco menor de diabetes tipo 2 (19% e 21% respectivamente)”.

Foto: Jules -Stonesoup

Para outros grãos inteiros, o consumo de duas ou mais porções por semana, em comparação com menos de uma porção por mês, foi associado a um risco 21% menor no caso da farinha de aveia e 12 % menor risco de desenvolver diabetes para arroz integral e gérmen de trigo. “Ambos os estudos são observacionais, portanto, não podem estabelecer a causa, e há uma possibilidade de que alguns dos resultados possam ser devido a fatores não medidos. No entanto, ambos os estudos levaram em consideração vários fatores de risco de estilo de vida bem conhecidos e marcadores de qualidade da dieta, e as descobertas confirmam outras pesquisas que relacionam uma dieta saudável com uma saúde melhor”, afirma a médica nutróloga.

Dessa forma, ambas as equipes de pesquisa dizem que suas descobertas fornecem mais suporte para as recomendações atuais para aumentar o consumo de frutas, vegetais e grãos inteiros como parte de uma dieta saudável para prevenir o diabetes tipo 2. “E para frutas e vegetais, as descobertas também sugerem que o consumo mesmo de uma quantidade moderadamente maior entre as populações que normalmente consomem baixos níveis pode ajudar a prevenir o diabetes tipo 2, portanto incluir esses alimentos na rotina é fundamental por todos os seus benefícios”, finaliza a médica.

Fonte: Marcella Garcez é médica nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da Abran. Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologia do Hospital do Servidor Público de São Paulo.

Conheça os malefícios do refrigerante e entenda como consumi-lo pode afetar a saúde

Cyntia Maureen, nutricionista da Superbom, aponta como a bebida prejudica o corpo e destaca os benefícios do consumo de sucos naturais

Comumente conhecido pelo excesso de açúcar, o refrigerante é uma bebida que dificilmente desagrada o paladar. Seja nas refeições diárias, em grandes festas ou pequenas confraternizações, ele sempre se faz presente pelo prazer gerado a cada gole. De acordo com o IBGE, no Brasil, o refrigerante foi responsável por 71,6% das vendas de bebidas não alcoólicas no ano de 2019.

Esses dados devem ser considerados alarmantes, tendo em vista que seu consumo traz diversos malefícios à saúde, como retenção de líquidos, aumento de peso, distensão abdominal, enfraquecimento dos ossos, aumento de processo inflamatório e até câncer.

Segundo Cyntia Maureen, nutricionista da Superbom, refrigerantes são compostos por uma grande quantidade de açúcar, sódio e conservantes, grandes vilões da saúde. Ela explica que sua ingestão pode trazer diversas consequências ao corpo de uma só vez. “Devido aos elementos presentes em sua fórmula, a bebida não possui nenhum valor nutricional, a famosa caloria vazia. Pelo contrário, seus ingredientes são capazes de provocar doenças a longo prazo”, afirma.

Antes de evidenciar quais são seus malefícios, a especialista aponta o motivo das pessoas não conseguirem se manter longe da bebida. “Ao ingerir açúcar, é ativado um sistema de recompensa no cérebro, que gera satisfação pelo que está sendo consumido. Além disso, a cafeína também gera um efeito de dependência”, relata. Uma lata de refrigerante seria capaz de causar vômitos se não fosse a presença do ácido fosfórico, que reduz a percepção do dulçor do líquido. Graças ao componente, o cérebro reage bem e o paladar se torna cada vez mais viciado.

A nutricionista destaca que os altos níveis de sódio e açúcar presentes no refrigerante prejudicam a circulação, diminuem a ação da insulina e desequilibram os níveis de sódio no organismo. “Ele pode até causar aumento da pressão arterial ou diabetes tipo 2”, destaca. Além disso, seu consumo diário favorece a retenção de líquido, provoca inchaço e deixa o sangue mais denso, favorecendo a formação de coágulos.

Foto: Arker

O ácido fosfórico também impede o corpo de absorver o cálcio necessário para fortalecer os ossos, desenvolvendo problemas como cáries e osteoporose. “Por conta da acidez, o organismo utiliza o cálcio dos ossos e dentes para neutralizar os efeitos da bebida”, informa a nutricionista. Esse ácido também se encontra no gás do refrigerante, responsável por dilatar o estômago e prejudicar a absorção de nutriente dos alimentos. “A gaseificação ocasiona mais acidez no sistema digestivo, causando gastrite, azia e flatulências. Além disso, também gera a falsa sensação de saciedade e provoca fome em menores intervalos de tempo, por isso o aumento de peso é estimulado”, explica.

Cyntia ainda ressalta que optar por refrigerantes lights ou diets não traz nenhum benefício. “Em suas novas versões, a indústria exclui o açúcar, mas acrescenta, componentes ricos em sódio, o que dobra a quantidade de sal presente no líquido, que segue fazendo mal ao corpo”, descreve. Sem nenhum valor nutricional à saúde, seu consumo é diretamente ligado as taxas de obesidade e facilita o desenvolvimento de tumores. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), a comorbidade mencionada está associada a 13 tipos de câncer, como o de estômago e intestino.

Freepik

Como forma de reduzir os efeitos da bebida, Maureen indica que a melhor opção é evitar o refrigerante e substituí-lo por água e sucos de frutas naturais. “Optar por sucos integrais é uma ótima escolha, pois além de serem ricos em água, também são fontes de fibras, vitaminas e minerais, que colaboram para o bom funcionamento do intestino, controlam os níveis de glicemia e colesterol, auxiliam no funcionamento dos rins e favorecem a digestão. Assim, é possível continuar saboreando cada gole e, melhor ainda, trazendo benefícios ao corpo”, finaliza.

Confira abaixo algumas opções disponíveis no catálogo da Superbom ideais para substituirem o refrigerante no seu dia a dia:

Suco de Uva Tinto Integral 1l

O suco de uva integral Superbom é um produto 100% natural, produzido a partir de uma única variedade de uva: a Isabel. Tendo características próprias e extremamente marcantes dessa uva, esse saboroso suco de uva tem um sabor único desde 1925. Excelente como acompanhamento para refeições, lanches, também é indicado para pré e pós treino, o suco de uva integral Superbom é uma bebida saudável que oferece muitos benefícios à saúde e também está disponível em 300 ML ou 1 L.

Suco de Tangerina Integral 1l

O suco de tangerina da Superbom Integral é um suco 100% fruta, feito especialmente para quem deseja ter uma vida mais equilibrada. Saboroso, o suco de tangerina é uma bebida saudável feita a partir de frutas selecionadas que oferecem a doçura característica da tangerina somada ao valor energético da vitamina C.

Suco de Maça Integral 1l

O suco de maçã Superbom é um suco 100% natural, produzido a partir das mais selecionadas frutas. Dentre os nutrientes deste produto, destacamos a quercetina, antioxidante que melhora a função cerebral bem como age como um anti-inflamatório natural.

Fonte: Superbom

Cestas de produtos orgânicos é opção diferente para presentear no Dia das Mães

Diante da pandemia que ainda estamos enfrentando, mais uma vez o Dia das Mães será um pouco diferente do comum. E para não deixar de tornar este dia incrível, a Raízs , plataforma que conecta consumidores de alimentos orgânicos aos pequenos produtores de todo o Brasil, acaba de lançar duas opções de cestas somente com produtos orgânicos para presenteá-las com muito amor e responsabilidade sustentável.

São duas opções de cestas que contêm alimentos, produtos para a pele e flores para este dia tão especial. A primeira opção é a cesta Amor & Sabor, traz produtos como manteiga hidratante; vinho orgânico Chadornay; mel cremoso; café orgânico; chocolate agroecológico 60%; e frutas como melão, mamão, atemoia, além de uma porção de maçã Fuji, além de um buquê exclusivo 100% aromático, que leva flores secas como eucalipto silver, alecrim fresco, trigo verde e bananas. O ramo de flores conta com parceria da Existe Flor e a previsão é agradar mais de x mães na cidade de São Paulo. O preço da cesta será de R$ 270 + frete.

A segunda opção, também com um buquê aromático com eucalipto silver, alecrim fresco, trigo verde, urucum verde e um abacaxi ornamental, é a cesta Carinho & Delícias, que contém geleia de manga, ubá orgânica; doce de umbu orgânico; limonada com framboesa orgânica de 1L; Chá Mate Hibiscus Lime; chocolate agroecológico 60% Cacau; creme de mãos feito com produtos orgânicos; sabonete esfoliante; frutas orgânicas como melão, mamão, atemoia e uma porção de maçã fuji. O valor proposto é de R$ 170 + frete.

Atualmente a startup atua em toda a capital paulista, Alphaville, Guarulhos, Osasco, Granja Viana e região do ABC, acaba de chegar em cidades do interior e litoral, como Campinas, Baixada Santista até Maresias.

Os pedidos podem ser feitos aqui .

Informações: Raízs

Exótica, carambola pode integrar receitas de sobremesas e saladas

Azedinha e de cor amarela, a carambola pode ser utilizada para dar um ar diferenciado nas refeições. Fruta da época, ela também oferece diversos benefícios, como sabor, textura e cor, a um bom custo. Veja abaixo como aproveitar o ingrediente em receitas diversas e que darão cor ao seu dia a dia.

Para acompanhar de uma forma diferente sua receita de carne preferida, o Chutney Tropical é a sugestão perfeita para sua refeição. Além de aromático, o sabor é surpreendente. Receita de Iara Venanzi.

Ingredientes
• 1 colher (sopa) de manteiga
• 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
• 1 cebola média picada
• 2 xícaras (chá) de abacaxi em cubos (400 g)
• 1 carambola média picada
• meia xícara (chá) de suco de laranja
• meia xícara (chá) de vinagre de maçã
• meia colher (chá) de Maggi Fondor
• 1 colher (chá) de fécula de batata
• 3 colheres (sopa) de hortelã picada

Modo de preparo
Em uma panela, aqueça a manteiga e o açúcar e deixe caramelizar. Acrescente a cebola e refogue até dourar. Junte o abacaxi, a carambola, o suco de laranja, o vinagre e o Maggi Fondor e deixe cozinhar em fogo baixo, por cerca de 10 minutos após levantar fervura. Adicione a fécula de batata dissolvida em 2 colheres (sopa) de água. Misture bem e deixe cozinhar por cerca de 2 minutos ou até engrossar levemente. Salpique a hortelã e sirva.

Se você precisa de uma salada com cores atrativas, sabor diferenciado e super-rápida de fazer, a Salada de Rúcula Especial pode te ajudar. Leva apenas cinco minutos para preparar. Receita de Sheila Oliveira.

Ingredientes

Salada:
• 2 maços de rúcula
• 1 xícara (chá) de carambola picada
• 1 pote de queijo cottage (220g)

Molho:
• 1 stick de Maggi Meu Segredo
• meia xícara (chá) de vinagre
• 4 colheres (sopa) de azeite
• 1 colher (chá) de pimenta rosa triturada

Modo de preparo

Salada:
Em uma saladeira, distribua as folhas de rúcula, a carambola e o queijo cottage.

Molho:
Em uma tigela, misture os ingredientes e regue a salada no momento de servir.

Apostar em uma sobremesa com frutas é tendência para quem deseja aliar prazer e alegria. E a carambola pode ser aproveitada para fazer uma deliciosa Torta de frutas. Receita de Marcelo Resende.

Ingredientes

Massa da torta:
• 1 xícara (chá) de farinha de trigo
• meia xícara (chá) de Aveia Flocos Finos Nestlé
• 4 colheres (sopa) de manteiga
• 4 colheres (sopa) de Leite Líquido Ninho Forti+ Integral

Recheio da torta
• 2 xícaras (chá) de Leite Líquido Ninho Forti+ Integral
• 2 gemas
• 2 colheres (sopa) de mel
• 2 colheres (sopa) de amido de milho
• meia colher (chá) de essência de baunilha

Montagem da torta
• 2 kiwis em fatias
• 3 morangos em fatias
• 1 carambola em fatias
• 1 colher (sopa) de mel

Modo de preparo

Massa da torta:
Em um recipiente, misture bem todos os ingredientes até formar uma farofa úmida. Forre o fundo e as laterais de uma forma com fundo removível (25 cm de diâmetro) e leve ao forno médio (180°C), preaquecido, por cerca de 10 minutos. Reserve.

Recheio da torta
Em uma panela, misture todos os ingredientes e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até engrossar. Cubra com plástico-filme e reserve.

Montagem da torta
Coloque o Creme sobre a Massa reservada, cubra com as frutas, regue com o mel e leve para gelar por cerca de 1 hora. Sirva.

Fonte: Nestlé