Arquivo da tag: frutas

Nutricionista orienta sobre o consumo de frutas para hidratar o corpo no verão

O verão está quase chegando. Aumentar o consumo de água e incluir mais porções de frutas na dieta ajuda a manter o corpo hidratado para a chegada da nova estação

O verão está quase aí. A estação mais esperada do ano é sinônimo de calor, praia, piscina e muita diversão. Com o clima quente e seco, manter a hidratação do corpo é essencial. Além de beber muita água, suco e afins é importante adotar uma dieta balanceada, e incluir frutas ao cardápio – uma forma saudável de também hidratar o organismo. Além de serem saborosas, ricas em vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes, elas auxiliam no bom funcionamento do intestino e fortalecem o sistema imunológico.

Frutas como abacaxi, ameixa, laranja, mamão, melancia, melão e pera, por exemplo, estão na lista das frutas que devem ser inseridas na rotina alimentar da estação, pois possuem mais de 70% de água em sua composição. “Recomenda-se consumir entre três e cinco porções de frutas por dia. Uma fatia média de melancia, duas de abacaxi ou três pedaços de melão, por exemplo, são ótimas opções de lanche da tarde e ajudam a manter o corpo hidratado devido à alta concentração de água que as compõem”, orienta a gerente de nutrição assistencial do HCor, Rosana Perim.

Suco ou a fruta inteira?

agua-pinterest
Pinterest

As duas formas são recomendadas para quem quer ter uma alimentação saudável. Tomar um suco natural nos dias quentes de verão é garantia de sabor e refrescância. Todos os nutrientes das frutas são mantidos quando batidas ou espremidas para o preparo do suco. Neste processo, destaca a nutricionista, apenas parte das fibras pode ser perdidas. “No entanto, é importante ressaltar que nada substitui a água e que o consumo de líquidos, ao longo de todo o dia, deve ser aumentado durante o verão”, explica.

As campeãs na hidratação

Rosana selecionou algumas opções de frutas que podem refrescar e hidratar seu corpo e ainda tornar sua alimentação mais saudável:

abacaxi pippalou - morguefile

Abacaxi: composto por vitamina C, ácido málico e bromelina, que auxilia na digestão, garante boa hidratação por possuir 87% de água em sua composição. Possui baixo valor calórico (48 calorias em 100 gramas).

ameixa-max-straeten

Ameixa: rica em potássio, vitamina A e E, e baixo valor calórico (46 calorias por 100g). Devido ao seu elevado teor de água e de potássio, produz um efeito diurético benéfico, além de ser ótima fonte de ferro, cálcio e fósforo.

laranjas pixabay

Laranja: Além da famosa vitamina C, também oferece cálcio, potássio, magnésio, fósforo e ferro. Composta por 89,6% de água contém fibras e antioxidantes.

papaya mamao maduro semente pixabay
Pixabay

Mamão: ótima fonte de vitaminas A e C, além de possuir 86% de água em sua composição. Recomenda-se consumir uma fatia pequena do mamão formosa ou uma metade do mamão papaya, diariamente, em qualquer horário do dia.

melancia

Melancia: uma das frutas que mais hidratam, por conter cerca de 90% de água em sua composição. Rica em vitaminas A, B6 e C, potássio, ferro, cálcio e licopeno. De baixo valor calórico, pode ser consumida mais de uma vez ao longo do dia. Uma boa dica é fazer suco da fruta, que não necessita adicionar açúcar ou adoçante.

melao

Melão: típica fruta do verão e de baixa caloria, fornece grande quantidade de líquido necessário para uma boa hidratação. Possui alto teor de cálcio, magnésio e vitamina C, que ajudam na recuperação dos sais mineiras perdidos no suor. Pode ser consumido também em saladas e sucos.

pera pippalou2

Pera: uma das frutas com maior teor de fibras (cerca de 2,5g por unidade), ajuda a regular o intestino. Possui zinco, vitaminas A e C e potássio. Por conter muitas fibras, aumenta a sensação de saciedade e pode ser consumida várias vezes ao dia.

Fonte: HCor

Predilecta lança geleias em embalagem stand up com bico dosador

Versão moderna da embalagem foi desenvolvida para otimizar o consumo do alimento

Com foco na versatilidade e praticidade para o dia a dia do consumidor, a Predilecta lançou a nova linha de Geleias Stand Up, com bico dosador. O alimento, que vem nos sabores de goiaba, morango e uva, foi desenvolvido para ser utilizado de maneira mais prática, evitando o desperdício e facilitando o armazenamento.

A embalagem moderna, em formato de stand up e com bico dosador, conserva melhor o produto, devido ao seu sistema que evita a entrada de ar, prolongando a vida útil da geleia. A preocupação com o meio ambiente também é um dos diferenciais desta nova embalagem, uma vez que ela utiliza menos matéria-prima do que outras embalagens em sua produção. E, em conjunto com o bico dosador, o novo modelo permite que todo o alimento seja consumido, sem desperdício e também sem sujeira.

“Estamos sempre atentos às necessidades do consumidor e na busca pela melhoria contínua de nossos produtos. Esta nova embalagem permite que a geleia seja consumida direto da embalagem, sem o uso de um recipiente, o que certamente é relevante para quem tem uma vida agitada e busca praticidade” – conta Kleber Almeida, Diretor de Marketing da Predilecta.

morangouvagoiaba

As geleias com bico dosador da Predilecta podem ser encontradas em lojas, mercados e supermercados.

Informações: Predilecta

A importância da vitamina C e em quais alimentos a encontramos

Muita gente usa vitamina C na prevenção de gripes e resfriados. Porém, segundo a nutricionista Juliana Vieira, estudos comprovaram que a substância tem pouco ou nenhum resultado para prevenir esses males. Apesar disso, ela auxilia o bom funcionamento do organismo e até combate o envelhecimento.

“Ela ajuda a melhorar a imunidade, estimula a produzir colágeno e combate o envelhecimento. Além disso, fornece um fortíssimo poder antioxidante para fortalecer o sistema imunológico, combatendo também os radicais livres”, afirma a nutricionista.

laranjas pixabaylimaoacerolacamu-camu-vitamina-c

Segundo a profissional, a laranja, o limão, a acerola e o o camu-camu, são muito ricos em vitamina C. Juliana também alerta que o organismo consegue absorver em média 90 gramas por dia e o excesso da substância pode fazer mal.

“Excesso pode provocar diarreias, cólicas, dor abdominal e dor de cabeça e até cálculo renal , devido ao oxalato de cálcio (composto químico inorgânico)”, alerta a nutricionista. De acordo com ela, aqueles tubinhos efervescentes de vitamina C vendidos em farmácias não devem ser consumidos diariamente.

“Eles contêm sal e precisam ser tomados adequadamente, pois a vitamina C aumenta os níveis plasmáticos da aspirina, por exemplo. Além disso, aumentam os riscos do surgimento de trombos nos vasos sanguíneos. Então, nada de tomar como se fosse suco”, finaliza.

Fonte: Juliana Vieira é nutricionista graduada pela Uninove, pós-graduada em fitoterapia e suplementação nutricional clinica e esportiva pela Universidade Estácio.

Boali lança suco funcional feito com superfibra prebiótica

A bebida, que regula a função digestiva, o funcionamento do intestino e equilibra o apetite, passa a integrar o cardápio da rede

Há algum tempo os sucos funcionais entraram na rotina saudável dos brasileiros, seja para melhorar o metabolismo, diminuir a ansiedade, aumentar a disposição, saciar a fome e, tantos outros benefícios para ter corpo e mente sãos. A Boali,  rede de alimentação saudável, é a primeira empresa a desenvolver uma opção de suco ultrafuncional feito com a superfibra solúvel e prebiótica, Sunfiber.

O Suco Sunfiber, como foi batizado, é feito com manga, limão, água de coco e cúrcuma, acrescido desta poderosa fibra extraída da semente da planta guar, uma leguminosa de origem indiana. Entre os maiores benefícios da bebida estão: regular a função digestiva e o equilíbrio do apetite, além de estimular o funcionamento do intestino passando intacta pelo estômago. A bebida também ajuda a dar mais viscosidade à pele e auxilia no tratamento da obesidade, diabetes, redução do colesterol e, emagrece. Uma fibra invisível com efeitos saudáveis visíveis.

Ao longo de todo século XX, os cientistas de nutrição dedicaram-se a entender a relação existente entre dieta e saúde e, concluíram que a fibra solúvel desempenha um papel fundamental na digestão e na saúde humana, diferente das fibras insolúveis, como os farelos de cereais, que não são completamente digeridos pelo organismo.

Boali

Com a adição de apenas 5 gramas deste novo ingrediente nas bebidas, a Boali disponibiliza os benefícios que os clientes tanto desejam, sem causar-lhes qualquer tipo de efeito colateral indesejado. A Sunfiber é uma fibra realmente reguladora e pode ser adicionada em todos os sucos servidos na rede, por um preço adicional de R$ 2,00.

Informações: Boali

 

Pavê é sobremesa que não pode faltar nas festas de fim de ano

Pavê é um doce clássico da época de fim de ano. Combina com o calor brasileiro. Aqui, uma receita de pavê de bolo com frutas, dica de sobremesa da Água Doce Sabores do Brasil. A seguir o passo a passo.

Pavê de Bolo com Frutas

Ingredientes:

Bolo
200g de bolo de laranja cortado em fatias
1 manga sem casca e caroço, picada em cubos
1 bandeja de morangos, limpos, e cortados em cubos
10 uvas sem semente cortadas ao meio

Creme
3 colheres de sopa de manteiga sem sal
8 colheres de sopa de leite em pó integral
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite sem soro

Modo de preparo:
Creme: em uma batedeira, bata todos os ingredientes. Reserve. Em um pote de vidro fundo monte o pavê começando por uma camada de creme, depois uma de frutas e uma de bolo esfarelado. Repita a operação terminando com o creme. Decore com as frutas e sirva bem gelado.

Pave-Frutas.jpeg

Rendimento:10 porções

Fonte: Água Doce

Chef Cecília Victorio sugere bolo com frutas caramelizadas para o Natal

Sugestão à base de maçãs é opção prática para presentear ou incrementar a renda

Natal é tudo de bom e também a oportunidade de preparar receitas especiais para deixar a Ceia mais gostosa, dar de presente ou até comercializar e ganhar um dinheiro extra no final de ano.

Para quem gosta da ideia de preparar uma receita prática e deliciosa, a Chef Cecília Victorio, criou o Bolo Natalino com Frutas Secas Caramelizadas, feito com mix de frutas frescas e secas que tem o sabor do Natal.

Confira a sugestão e aproveite para surpreender a família e os amigos com esse bolo muito saboroso.

Bolo Natalino com Frutas Secas Caramelizadas

Ingredientes da massa:
240g de ovos
90g de margarina sem sal
150g de açúcar refinado
100ml de leite integral
1 colher de sopa de canela em pó
220g de farinha de trigo

Modo de preparo da massa:
Bata na batedeira a margarina e o açúcar até ficar numa cor esbranquiçada e fofa. Com a batedeira ligada, acrescente os ovos, um a um. Bata pelo menos 5 minutos. Junte a farinha e a canela alternando com o leite. Adicione o fermento e mexa com o fuê somente para incorporar. Reserve.
*Para massa de chocolate, retire 20g de farinha e adicione 20g de chocolate em pó 50% cacau.

Ingredientes do mix de frutas:
40g de castanhas-do-pará picadas
40g de nozes picadas
40g de amêndoas picadas
40g de castanhas de caju picadas
40g de ameixas picadas
40g de uvas passas brancas
40g de damascos picados
40g de cranberries
40g de tâmaras picadas
2 maçãs médias sem o miolo cortadas em meia lua (fatias não muito finas)
80g de açúcar refinado
100ml de água fria potável
* Se quiser substituir as maçãs por peras, use as Williams

Montagem:
Unte com margarina uma forma redonda de 20cm. Espalhe o mix de frutas secas no fundo da forma. Sobre o mix, espalhe o açúcar. Sobre o açúcar espalhe a água. Forre com as maçãs cortadas, fechando os espaços. Por último, coloque delicadamente a massa com colheradas. Leve ao forno por 45 a 50 minutos a 180º C. Desenforme morno.

bolo_1_natal_cecilia

Informações: Bolo da Cecília

 

 

Escola Sorvete ensina a fazer picolés

Trocar frutas por sorvete sem causar transtorno à saúde é o lema da Escola Sorvete

Abacaxi com chá preto - picole

Cuidar do corpo e da saúde deixou de ser uma preocupação rotineira para a ser um modo de vida. Seria possível, a partir deste estilo, trocar a maçã, as castanhas e o suco de couve por sorvete ligados à esses ingredientes?

Existem sorvetes que podem suprir frutas e verduras sem perder as fontes de vitaminas existentes nos alimentos, como também, existem outros modismos que fazem o bem, que são: picolé de colágeno, de proteína, ajudando a fortalecer células do corpo, tornando um hábito mais prazeroso no dia a dia.

O mestre sorveteiro e idealizador Francisco Santana, da Escola Sorvete, defende a produção de sorvetes com os nutrientes adequados “O sorvete é um alimento refrescante e tem vitaminas, minerais e cálcio, advindos principalmente das frutas 100% naturais dos brasileiros”, reforça o chef.

Um exemplo são as frutas vermelhas ativadoras de substâncias antioxidantes, prevenindo o envelhecimento precoce. Na manga há concentração de fibras que promovem o bom funcionamento do intestino, sendo uma ótima aliada à pele por ser rica em fontes de vitaminas e minerais.

Picolé de abacaxi com chá preto

Abacaxi com chá preto - picolé 2

Ingredientes:
1litro de água filtrada
6 sachês de chá preto
100 gramas de xilytol
1 abacaxi cortado em cubinhos

Modo de preparo:
Faça um chá com a água e sachês. Espere ficar morno e acrescente o xilytol, reserve.
Corte o abacaxi em cubinhos, disponha em formas de picolé e adicione o chá. Coloque os palitos e congele.

Tempo de preparo: 30min
Rendimento: 10 unidades

Picolé Diet de Manga

Picolé de Manga - CRÉDITO KAREN BATTISTINI (2)
Foto: Karin Battistini

Ingredientes:
700 g de manga
200 ml de xarope de agave
59 ml de frutose
400 ml de água
10 ml de suco de limão

Modo de Preparo:
Descasque a manga e reserve. Em um recipiente, misture a água com o xarope de agave e a frutose. Adicione a manga aos poucos. Com um mixer, homogeneíze (misture) até a textura ficar bem fina. Distribua o líquido em formas de picolé ou saquinhos para sacolé. Leve ao congelador por 60 minutos. Está pronto para servir.

Tempo de Preparo: 60 minutos
Rendimento: 30 porções
Grau de Dificuldade: fácil

Francisco Santana

Quando completou 32 anos mudou radicalmente de atividade, investindo em um curso no Italian Culinary Institute for Foreigners (ICIF) e na sequência partiu para confeitaria na Escuela de Pasteleros Mausi Sebess, de Buenos Aires. Mudou se mais tarde para a famosa Escuela Universitaria de Hotelaría y Turismo de Sant Pol de Mar, na Espanha. Além disso, passou por grandes instituições na França e na Itália. Francisco Santana é o único mestre sorveteiro no Brasil com ampla formação nas melhores escolas do segmento da confeitaria e sorvete do mundo. O especialista sentou se a banca como jurado em feiras e eventos na França, Itália e no Brasil. Hoje, é o único chefe de pâtisserie com especialização em sorvetes e convidado da marca belga Callebaut, como embaixador no Brasil, no quesito sorvete.

Escola Sorvete: Rua Iperoig, 56 – Sumaré – São Paulo

Carambola, fruto proibido para os doentes renais

Neurotoxina presente na fruta, muito consumida nas ceias de final de ano, pode provocar desde agitação e convulsões até ser fatal

A carambola, com seu formato de estrela e agradável sabor agridoce, está entre as frutas mais usadas em sobremesas, drinques, como acompanhamento e na decoração dos pratos típicos das ceias de Natal e Réveillon. Rica em vitaminas, sais minerais e antioxidantes, também é ingrediente para sucos, compotas e geleias. O que muitos ignoram é que ela possui uma toxina que pode ser fatal para doentes renais e trazer riscos, inclusive, para pessoas saudáveis.

carambola pippalou
Foto: Pippalou/MorgueFile

O médico Bruno P. Biluca, do centro de nefrologia Fenix Alphaville, explica que o perigo da carambola está na caramboxina, uma neurotoxina que age no cérebro, podendo provocar desde agitação, confusão mental, fraqueza e falta de sensibilidade nos membros até convulsões e mesmo levar ao coma e à morte.

“O consumo por pacientes com doença crônica nos rins é proibido. Não há quantidade segura. Quanto maior o nível de insuficiência renal, mais graves são as consequências, porém, seja qual for o grau, a recomendação é abolir a fruta da dieta”, alerta o nefrologista.

O perigo de intoxicação nessas pessoas é maior porque a caramboxina é eliminada pelos rins, órgãos responsáveis, entre outras funções, pela filtração de substâncias tóxicas do organismo. “Como os rins já têm uma deficiência nesse processo de limpeza, a toxina se acumula no sangue, causando danos ao cérebro”, afirma Biluca.

Embora, os doentes renais crônicos estejam no grupo de alto risco de apresentar problemas ao comer a carambola, há vários relatos de intoxicação em pessoas sem histórico de doenças nos rins. Em geral, esses casos estão associados a um consumo exagerado. Essas pessoas podem apresentar tanto sintomas neurotóxicos como insuficiência.

Isso acontece porque a fruta contém grande quantidade de oxalato, um tipo de sal que pode provocar lesões renais agudas. No entanto, na literatura médica, já foi identificado pelo menos um paciente que passou mal ao tomar apenas 300ml de suco puro em jejum.

Um dos primeiros sintomas que podem aparecer são soluços que não passam. Também podem surgir dores lombares, estados alterados de consciência, agitação, formigamento nos braços e pernas, queda na pressão, vômitos, fraqueza nos músculos, dificuldade de respirar, insônia e convulsões.

Esses sinais podem levar de uma hora até um dia para aparecer após comer a fruta. Em geral, ocorrem entre três e oito horas. “Nem sempre, a intoxicação por carambola é identificada imediatamente, especialmente nas pessoas que não são doentes renais, por isso, é importante relatar que comeu a fruta ao buscar ajuda médica”, orienta Biluca.

Em geral, o tratamento é feito com hemodiálise, para restabelecer o funcionamento dos rins. O número de sessões pode variar em pacientes sem doença renal anterior. “Quanto mais rápido o problema for diagnosticado, maiores são as chances de evitar o agravamento”, afirma o médico.

Saiba mais

carambola pixabay
Pixabay

A carambola (Averrhoa carambola L.) chegou ao Brasil no século 19, vinda da Malásia. A fruta pertence à família das Oxalidaceae e é comum em países tropicais. De baixa caloria, é rica em antioxidantes, minerais e vitaminas – para se ter uma ideia, tem metade da quantidade diária recomendada de vitamina C. A fruta, no entanto, tem grandes quantidades de oxalato, um tipo de sal que pode provocar desde pedras nos rins até a obstrução e lesões renais. Pacientes renais crônicos não podem comer carambola em hipótese alguma, pois ela contém uma toxina que afeta o cérebro e pode ser fatal.

O risco do consumo da carambola levou a cidade de Jaú a colocar em vigor uma lei que alerta a população. Sancionada em 2008, a Lei 4.152, conhecida como “Lei da Carambola”, determina que hospitais, postos de saúde, ambulatórios, bares, restaurantes, padarias, lanchonetes, sorveterias, supermercados e quitandas coloquem cartazes alertando sobre o perigo de intoxicação para os doentes renais. Quem desrespeita a legislação municipal, está sujeito a advertência e, no caso de reincidência, a pagar uma multa de 35 unidades fiscais do Estado (Ufesp), R$ 928,55 em valores de 2019.

Fonte:  Fenix Alphaville foi inaugurada em 2018 e é especializada em doenças renais, oferecendo uma experiência inovadora em hemodiálise e atendimento médico de excelência, em um ambiente hospitalar seguro e com padrão premium, de hotelaria 5 estrelas. Os tratamentos são orientados pelas mais modernas técnicas em nefrologia e prescritos de forma individualizada por uma equipe de médicos especialistas, com apoio multidisciplinar de psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais e fisioterapeuta. Entre os diferenciais, estão a hemodiafiltração, que reduz efeitos colaterais, suítes para o tratamento noturno, spa, lanche preparado por chef, transporte Leva e Traz e heliponto. A clínica faz parte da Rede Fenix de Nefrologia, que atua há 23 anos na área, e está localizada em Alphaville, Barueri-SP.

Quais fragrâncias remetem à infância? Confira quais são as notas clássicas

Uma fagrância pode despertar boas lembranças da infância e até render ótimas risadas: seja naquele produto muito usado quando criança, ou de cheiros naturais como o da terra molhada

Boas lembranças da infância são recordadas por aqueles já passaram pela melhor fase da vida. E para resgatar os bons momentos dessa época, a Ginger Fragrances, casa nacional de fragrâncias, apresenta as fragrâncias clássicas da infância, capazes de despertar na memória lembranças que ficaram marcadas e que, ocasionalmente, são recordadas com sorrisos e nostalgia.

Quando se fala em perfumes da infância, o cheiro vai muito além de um bom perfume ou creme usado. “Cada um de nós tem suas próprias memórias pessoais, que remetem à infância e a fases diferentes da vida. O bolo no forno, a terra molhada de chuva, o perfume que a nossa mãe usava”, explica Fernanda Faigle, perfumista da Ginger.

Lavanda com abelhas
Lavanda

Além disso, a profissional também explica que a lavanda, a camomila e a nota clássica de talco são perfumes que lembram a infância, pois são capazes de trazer sensação de conforto e segurança emocional. “O cheiro de caramelo, baunilha e chocolate também são relacionados a essa época, pois essas notas possuem uma ligação com cérebro que ativam sensações de prazer e autoindulgência, sendo desejados também nos perfumes adultos”, admite.

jasmim verão pixabay
Jasmim

Todos esses sentidos e emoções são traduzidos em notas delicadas em produtos para os bebês, muitas vezes seguindo o conceito care que traz lavanda, amêndoas, camomila, calêndula, leite, mel e algodão. Notas cítricas e florais como rosa, gerânio, lilás, flor de laranjeira, lírio e jasmim, com fundos transparentes de madeiras e musks leves também aparecem.

Já para crianças maiores, as fragrâncias se assemelham mais com as dos adultos, porém mais leves e menos marcantes. Muitas vezes são compostas por notas frutais como abacaxi, melão e pera; aquosas como notas de mar e cachoeira; cítricas como bergamota, limão e mandarina, ou herbais como alecrim, erva-doce e lavanda.

Vanilla sticks and flower on grey background
Baunilha

Segundo Fernanda, para as meninas as fragrâncias tendem a levar notas de baunilha, mel e caramelo, com estruturas florais, frutas vermelhas ou amarelas. Esses perfumes podem ser encontrados em colônias e cosméticos infantis, sachês para gavetas, aromatizadores de ambientes e até em lojas de roupa que tenham identidades olfativas. Para dar um toque especial durante o desenvolvimento desses produtos, a Ginger possui em seu catálogo notas de talco, camomila e mel voltados para os bebês.

Olfato dos bebê

mae e bebe.jpg

Desde bebê, o ser humano já começa desenvolver a memória olfativa, considerada, inclusive, a mais forte, capaz de despertar emoções e mais fáceis de reativar. Os recém-nascidos conseguem reconhecer a mãe e seu ambiente pelo cheiro, pois isso está ligado ao seu instinto de sobrevivência.

“Isso acontece porque na infância a maioria das situações têm grande relevância emocional para nós, pois a nossa percepção de mundo está em formação. E quando um cheiro é percebido dentro de uma situação de grande relevância emocional, ele fica muito marcado na nossa memória. Ao longo da vida, cada vez que sentirmos o cheiro, essa memória será reativada, desencadeando o mesmo tipo de emoções”, finaliza Fernanda.

Sobre a Ginger

Uma casa de fragrâncias 100% brasileira. Assim é a Ginger, que nasceu atendendo com exclusividade grandes empresas consolidadas do mercado, com produtos e serviços de alta qualidade. A Casa de Fragrâncias possui centro criativo, laboratório com cromatógrafo de última geração (GC-MS) e equipamentos para o desenvolvimento e aplicação de novas fragrâncias. Utiliza ingredientes de altíssima qualidade, incluindo especialidades da perfumaria e óleos essenciais 100% naturais, comprados diretamente dos principais fornecedores globais. A Ginger tem sede em Monte Mor, região metropolitana de Campinas, a 120 km de São Paulo, e filial no sul do país.

 

“Batidão” oferece mistura de açaí com outras frutas

Inspirado no smoothie, a Fast Açaí, única com polpa de açaí 100% orgânica, traz o Batidão, uma mistura de açaí e frutas. Com versões de 300ml e 500ml, o produto é mais um do mix com o conceito de healthy food, em que os clientes poderão acrescentar ao açaí frutas como: banana, manga, morango, kiwi, abacaxi, criando sabores únicos ao misturar até três opções.

“O Batidão é mais uma opção saudável que a Fast Açaí oferece. O produto chega para integrar nosso mix, que conta também com wraps, tapioca, suco de açaí e energético com açaí (parceria com a Red Bull)”, explica André Braga, gerente de operações da Fast Açaí.

açai.png

O produto pode ser encontrado nas unidades da marca em 12 estados e no Distrito Federal.

Fonte: Fast Açaí