Arquivo da tag: frutas

Safra do mês de outubro: nutricionista lista quais os alimentos saudáveis

Frutas e vegetais (FV) estão disponíveis durante o ano todo, mas você sabia que cada estação tem sua própria lista de frutas e vegetais?

Consumir alimentos da safra tem muitos benefícios dentre eles:

=São mais abundantes, portanto, custam menos.
=Comprar sazonalmente, garantirá o consumo de variedade, o que o ajudará a ter uma alimentação balanceada.
=Recebem menos pesticidas porque estão dentro do seu ciclo natural de cultivo
=São mais saborosos e nutritivos
=Têm aroma mais acentuado

Confira os alimentos da safra de outubro

Frutas

-Abacaxis são deliciosos, com poucas calorias e ricos em nutrientes e antioxidantes.

-Acerola é fonte de vitamina C e minerais importantes

-Banana-nanica: mais doce e muito aromática. É mais rica em potássio de todas as variedades de banana.

-Banana prata: não é tão doce quanto a maioria das outras bananas. É a variedade mais consumida no Brasil. Assim como a banana-maçã, é importante fonte de manganês além do potássio.

Foto: Giovanni42/Pixabay

-Cajus são ricos em fibras e gorduras saudáveis. Eles também contêm vitaminas e minerais benéficos à saúde

-Mangas contêm alto nível de vitamina C, fibras e pectina tornando-se uma fruta perfeita que ajuda no controle do alto nível de colesterol

-Caqui é uma fruta de clima tropical, e por isso é cultivado em praticamente todo o país. É uma excelente fonte de vitaminas C e E que, ambas auxiliam na defesa e no bom funcionamento do organismo. Além disso, possui um elevado teor de fibras, o que contribui para o bom funcionamento do intestino.

Pixabay

-Jabuticaba: fonte de fito químicos que ajudam a prevenir o câncer, ótimo para a saúde do fígado e previne o envelhecimento.

-Laranja lima é uma fruta para bebês e gestantes. É muito recomendada por ser menos ácida e com vitamina C em abundância, possuindo ainda antioxidantes e características com ação anti-inflamatória.

Legumes

-Alcachofra, aspargo, berinjela, beterraba, ervilha, fava, pepino, tomate caqui.

Verduras

-Almeirão, catalonha, cebolinha, coentro, espinafre, hortelã, mostarda.

É importante comer verduras e legumes pois estes alimentos fornecem nutrientes vitais para a saúde e manutenção do corpo:

-São naturalmente pobres em gordura e calorias e sem colesterol.

-Os vegetais são fontes de vitaminas e minerais.

-Dieta rica em verduras e legumes pode reduzir o risco de várias doenças, dentre elas, problemas cardíacas, derrame, diabetes, hipertensão e muitas outras.

Pescados:

Foto: Tarasov/Pixabay

Atum, bonito, corvina, lambari, linguado, pintado, robalo, salmão, tilápia.

O peixe é uma excelente fonte de proteína de alta qualidade. As espécies gordurosas também contêm ácidos graxos ômega-3 saudáveis para o coração e outros benefícios, incluindo proteção da visão e melhora da saúde mental. Além disso é fácil de preparar e muito gostoso.

Fonte: Adriana Stavro é Nutricionista Mestre pelo Centro Universitário São Camilo. Especialista em Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) pelo Hospital Israelita Albert Einstein, Pós-graduada em Nutrição funcional pela VP e em Fitoterapia pela Courses4U

Drinque de primavera: receita de bebida tropical para se refrescar durante a nova estação

Batidinha de Frutas é prática, deliciosa e fica pronta em apenas 5 minutos

Setembro é o mês da primavera, a estação mais charmosa do ano. Com os dias mais ensolarados e floridos, surge a vontade de saborear bebidas mais refrescantes para aproveitar todo o clima tropical da estação. Por isso, a Associação Brasileira de Embalagem de Aço (Abeaço), trouxe uma dica de drinque deliciosa e muito prática: batidinha de frutas.

O coquetel é ideal para aquele happy hour em casa com os amigos ou até mesmo em ocasiões mais especiais, como aniversários e datas comemorativas. As frutas trazem mais frescor, além de deixar o copo mais colorido e bonito.

Depois de preparar sua receita, não se esqueça de lavar a lata com um fio de água ou retirar os restos de alimentos com papel toalha e colocar no lixo de recicláveis. A lata de aço é 100% e infinitamente reciclável. Confira abaixo o modo de preparo:

Batidinha de frutas

Ingredientes
-1 xícara de cachaça, rum ou vodca de boa qualidade
-2 xícaras de polpa de fruta de sua preferência (abacaxi, morango, caju, acerola, pitanga, cajá, maracujá)
-2 xícaras de gelo picado
-1 lata de leite condensado

Modo de preparo
Basta bater todos os ingredientes no liquidificador e servir (observe se o gelo foi totalmente incorporado na bebida)

Rendimento: 6 porções
Dificuldade: fácil
Tempo de preparo: 5 minutos

Fonte: Abeaço – Associação Brasileira de Embalagem de Aço

Primavera: alimentos da estação e seus benefícios nutricionais

A primavera chegou. Os dias estão cada vez mais longos, o ar cada vez mais fresco e todos parecem estar de bom-humor. Esta mudança de estação marca um momento em que todas as coisas ganham vida e experimentam renovação. Na natureza, isso significa crescimento, flores e deliciosos produtos coloridos. E para nossos corpos, significa deixar para trás a alimentação pesada do inverno e iniciar um novo ciclo.

Na primavera, é a alimentação mais leve do ano e deve conter alimentos refrescantes como brotos, folhas verdes, grãos integrais, frutas, raízes em especial beterraba e cenoura. Sabores doces pouco concentrados e pungentes como mel, hortelã, manjericão, erva-doce, manjerona, alecrim, endro e louro podem criar uma primavera interna com muita proteção. Use cebola, alho e hortelã com arroz, Sopas leves de vegetais são preparações simples, que ajudam a limpar e refrescar o organismo. Esta ampla variedade de produtos frescos fará você se sentir nutrido, ao mesmo tempo que limpam e reconfiguram suavemente o sistema digestivo e imunológico evitando o aparecimento de doenças.

Para ajudá-lo a desfrutar esta estação maravilhosa, cheia de vida, a nutricionista Adriana Stavro fez uma lista dos alimentos da primavera e como usá-los.

Plooploe/Pixabay

Rúcula e outras folhas verdes como alface romana: rico em vitaminas A, K e ácido fólico, além de clorofila, fibra e água, essas folhas ajudam a reduzir inflamação, ao mesmo tempo que hidratam e desintoxicam o corpo.
Como comer: basta misturar as verduras cruas em uma tigela com outros vegetais e algumas nozes ou sementes. Regue com um pouco de azeite de oliva extra virgem e vinagre balsâmico ou suco de limão.

Djedj/Pixabay

Alcachofras: aproveitando um alimento da safra (de setembro a novembro), as alcachofras são ricas em ácido fólico, vitamina C, vitaminas do complexo B e muitos minerais. Esses nutrientes ajudam a diminuir o colesterol, garantem uma gravidez saudável e reduzem os radicais livres.
Como comer: há uma arte na forma básica de cozinhar e comer alcachofra. Eu gosto de fervê-las por + ou – cerca de 20 minutos com muito alho e cebola e um pouco de sal entre suas folhas. Depois sirvo uma inteira para cada convidado, é só descascar e comer a parte comestível do fundo do folhas.

Aspargos: abundante em vitamina K, fundamental para a coagulação do sangue, saúde do coração e dos ossos, bem como cobre, selênio, vitaminas B e muitos outros nutrientes importantes.
Como comer: são deliciosos salteados com um alho, sal e azeite. Fique atento para não cozinhar demais. + ou -10 minutos é o suficiente.

Anna Sulencka/Pixabay

Beterraba: são suculentos, adocicados, saboroso. Eles podem reduzir a pressão arterial, aumentar sua resistência e ajudar a desintoxicação devido seu fitonutriente chamado betaína.
Como comer: você pode adicioná-los a um smoothie, assá-los como acompanhamento, usar cru em saladas.

Cenouras: estamos todos familiarizados com este vegetal clássico, mas quando estão na estação, as cenouras são absolutamente deliciosas. Rico em vitamina A e outros antioxidantes, eles são ótimos para manter cabelos, pele e unhas saudáveis, portanto considerado um alimento antienvelhecimento, da beleza.
Como comer: são muitas maneiras diferentes de consumir, cru, cozido, assada, em sopas, picar, fatiar, usar em lanches, e até mesmo como uma alternativa à junto com a abobrinha para fazer macarrão.

Hortelã: esta erva tem propriedades curativas. A hortelã contém um antioxidante chamado ácido rosmarínico, que pode aliviar os sintomas da alergia sazonal. O mentol que contém é um descongestionante natural e também pode aliviar dores de estômago.
Como comer: a hortelã é delicada, por isso é melhor não cozinhá-la. Eu adoro adicioná-la à água ou ao chá gelado para um sabor natural refrescante, ela também é uma ótima guarnição comestível e pode ser picado e adicionado a saladas de frutas.

Morangos: ricos em polifenois vão apoiar a imunidade, renovação das células e muitas outras funções.
Como comer: poder comer cru, adicioná-los aos smoothies, pode colocá-los em pudim de chia, fazer uma geleia e muitas outras receitas

Alicja/Pixabay

Cebolinhas: a cebola contém grande quantidade de polifenois, principalmente, flavonoides, compostos que desempenham papel importante na prevenção de doenças e na redução do estresse oxidativo. Eles também são anti-histamínicos naturais e têm propriedades antibacterianas e antifúngicas.
Como comer: adicione cebolinhas cruas para finalizar preparações. Molhos, arroz, patês, arroz etc.

Alicja/Pixabay

Rabanetes: os rabanetes são ótimos para remover resíduos e toxinas do estômago e do fígado. Eles também são um diurético natural e ajudam a tratar problemas urinários e renais.
Como comer: o ideal é consumir crua. Fatiar em fatias finas para salada, adicioná-los a uma salada de quinua ou em outra salada de sua preferência.

Lembre-se, variedade maior que quantidade, e boa primavera para você.

Fonte: Adriana Stavro é nutricionista funcional e fitoterapeuta. Especialista em Doenças Crônicas não Transmissíveis – Mestre do Nascimento a Adolescência pelo Centro Universitário São Camilo.

Dia do Sorvete: comemore a data com duas receitas deliciosas

Hoje é comemorado o Dia do Sorvete, uma das delícias mais apreciadas no mundo inteiro. E a Bio Mundo ensina a preparar duas receitas de sorvetes, mais saudáveis, para comemorar à vontade. Confira:

Sorvete de frutas tropicais sem açúcar

Imagem meramente ilustrativa

Ingredientes
1 xícara de biomassa de banana verde
2 colheres de sopa de leite de coco light
1 xícara de manga, tangerina e laranja congelados

Modo de preparo:
Leve as frutas ao fogo com o leite de coco até criar uma mistura homogênea. Adicione a biomassa e mexa bem. Ela vai ficar aerada. Caso queira um sorvete mais cremoso, adicione mais uma colher de leite de coco. Espere esfriar e leve ao congelador.

Sorvete de chocolate vegano

Imagem meramente ilustrativa

Ingredientes
1 xícara (chá) de leite de coco
3 colheres (sopa) de açúcar demerara
2 colheres (sopa) de cacau em pó
1 colher (sopa) de amido de milho
1/2 colher (chá) de emulsificante

Modo de preparo:
Coloque em uma panela em fogo médio, o leite de coco, o açúcar demerara e o cacau em pó. Misture e deixe ferver. Quando estiver fervendo, abaixe o fogo, adicione o amido de milho misturado com 3 colheres (de sopa) de água, misture até engrossar e desligue. Assim que o creme estiver frio, cubra/tampe e leve ao freezer por cerca de 4 horas, até ficar bem duro. Retire, espere descongelar por cerca de 10 minutos e quebre em pedaços menores. Coloque em uma batedeira, adicione 1/2 colher (chá) de emulsificante e bata em velocidade rápida por cerca de 10 minutos, até obter um creme mais fofinho. Devolva à vasilha e retorne ao freezer por mais 2 horas antes de servir.

Fonte: Bio Mundo

Fast Escova lança máscara matizadora com açaí e mirtilo

Fast Matizze chega ao mercado para revolucionar o segmento

Com o intuito de sempre entregar os melhores produtos e serviços para suas clientes, a Fast Escova, rede especializada em escovas e penteados, está lançando um novo produto de tratamento para todas loiras que desejam ter cabelos com cores mais vivas e hidratados todos os dias.

A Fast Matizze é a evolução que todas loiras precisavam, o produto é uma máscara matizadora que hidrata, dá brilho e devolve a cor dos fios loiros naturais e tingidos. Diferente das outras máscaras presentes no mercado, a Fast Matizze, possui em sua composição açaí e mirtilo, que possuem diversos benefícios para a saúde do cabelo.

“Após uma extensa pesquisa para encontrarmos os melhores produtos para complementar a nossa máscara matizadora, chegamos até a fruta açaí, que possui polifenóis e antioxidantes que podem proteger os cabelos da abrasão causada por fatores externos como luz solar, poluição e umidade. E a fruta mirtilo, que possui proantocianidinas e vitamina B, que ajudam o cabelo na maciez, no brilho, no comprimento e na espessura”, comenta Michelle Wadhy, CEO da rede.

O açaí ainda combate o envelhecimento capilar, devolve o brilho e a vitalidade aos fios, promove nutrição, condicionamento e possui tantos antioxidantes, quanto os óleos capilares.

A Fast Matizze, pode ser usada tanto como uma máscara de hidratação como uma máscara matizadora para loiras. O produto está disponível em todas as unidades da rede pelo preço de R$ 59,00.

Informações: Fast Escova

Continental Shopping tem Feira de Orgânicos

Produtos selecionados podem ser conferidos toda quarta-feira e sábado

O Continental Shopping, em parceria com a Reflorestando a Vida, promove a feira de produtos orgânicos. A iniciativa é uma forma de trazer opções de alimentos mais saudáveis e livres de agrotóxicos para os moradores da região.

A feira de produtos orgânicos acontece todas as quartas-feiras e sábados, das 10h às 15:30h no piso Boulevard. No local é disponibilizada uma variedade de frutas, verduras e legumes que vão transformar a alimentação dos clientes.

Para a comodidade de quem deseja receber os pedidos em casa é possível realizar encomendas pelo WhatsApp (11) 95894-3877 e solicitar o delivery dos produtos.

Feira Orgânica – Continental Shopping
Data: Quarta-feira e sábado, das 10h às 15:30h
Local: Piso Boulevard
Endereço: Avenida Leão Machado, 100 – Jaguaré – São Paulo – SP
Contato: (11) 95894-3877
Mais informações: (11) 4040-4981

Problemas sérios que quem não consome frutas e vegetais pode ter (e dicas para inclui-los na dieta)

Não se engane: vegetais e frutas são componentes importantes da dieta humana, ricos em macro (carboidratos, gorduras e proteínas) e micronutrientes (vitaminas e minerais), e você pode ter sérios problemas ao optar por não consumi-los

Apenas um em cada três brasileiros consome frutas e vegetais regularmente, um número baixo. Mas ainda há aquelas pessoas que não comem esses alimentos de jeito nenhum, o que pode ser extremamente perigoso. “Frutas e vegetais contêm importantes compostos bioativos que demonstraram ter efeitos benéficos na saúde humana. Eles são fontes e ricos em vitaminas A, C, E e K e minerais como potássio, magnésio, cálcio. Além disso, também são uma boa fonte de fibras alimentares e possuem propriedades antioxidantes, além de fornecer também macronutrientes, como proteínas, carboidratos e gorduras boas”, explica a médica nutróloga Marcella Garcez, professora e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

“Sabemos que é impossível obter todos esses nutrientes de uma única fruta ou vegetal; portanto, é necessário incluir uma variedade de frutas e vegetais na dieta. Mas quem não consome frutas e vegetais está mais sujeito a deficiências e uma infinidade de doenças”, completa a médica.

De acordo com Marcella, algumas das doenças causadas pela deficiência de vitaminas incluem: escorbuto (causado pela deficiência de vitamina C), cegueira noturna (causada por deficiência de vitamina A), doença hemorrágica ou distúrbio hemorrágico (causado pela deficiência de vitamina K), anemia, osteoporose e bócio, que são doenças causadas pela deficiência de minerais (ferro, cálcio e iodo, respectivamente), entre outras.

Abaixo, a médica explica mais seis sérias consequências ao não consumir frutas e vegetais:

Problemas cardiovasculares: uma dieta rica em frutas e vegetais reduz o risco de problemas cardiovasculares e complicações futuras. “Estima-se que o risco de doenças cardíacas entre os indivíduos que ingerem mais de cinco porções de frutas e vegetais por dia seja reduzido em 20%, em comparação com aqueles que comem menos de três porções por dia”, afirma a médica. De acordo com a revisão Effects of Vegetables on Cardiovascular Diseases and Related Mechanisms, o consumo de vegetais está inversamente correlacionado ao risco de doenças cardiovasculares.

“Pesquisas de vários estudos epidemiológicos mostram que vegetais como aspargos, aipo, alface, brócolis, cebola, tomate, batata, soja e gergelim têm grande potencial na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares. Esses vegetais apresentam ação protetora do coração principalmente por seus efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios e antiplaquetários”, diz a médica nutróloga.

“Frutas e vegetais ajudam a regular a pressão arterial e a glicose no sangue; eles também têm um efeito favorável no perfil lipídico. Além disso, previnem danos ao miocárdio, modulam as atividades enzimáticas, regulam a expressão gênica e as vias de sinalização associadas a doenças cardiovasculares”, conta a médica.

Problemas digestivos: frutas e vegetais são uma boa fonte de fibras, o que estimula o bom funcionamento do intestino, melhorando a saúde imunológica, e ajuda na digestão adequada e fácil dos alimentos. “Frutas ricas em vitamina C e potássio, como maçãs, laranjas e bananas, são particularmente boas para a digestão. De acordo com um estudo publicado na revista Nature Chemical Biology, vegetais de folhas verdes contêm sulfoquinovose, um açúcar que atua como fonte de energia para a bactérias benéficas da microbiota intestinal, formando uma barreira protetora que impede o crescimento e a colonização por bactérias ruins, que podem causar constipações, distensões, dores abdominais e cólicas”, diz a médica.

Câncer: as evidências sugerem que a inclusão de frutas e vegetais na dieta reduz o risco de câncer. As bagas (uvas, pepino, abóbora, melão e melancia, por exemplo) contêm antocianina, que demonstrou um efeito inibidor no câncer de cólon. “Os vegetais crucíferos (brócolis, couve-flor, couve de Bruxelas, nabos e folhas verdes escuras) também demonstraram ter um efeito preventivo contra o câncer. Um estudo publicado no Journal of Food and Drug Analysis descobriu que o polifenol floretina presente nas maçãs inibe o crescimento das células do câncer de mama”, explica a médica.

Distúrbios metabólicos: segundo Marcella, a síndrome metabólica é caracterizada por glicose no sangue aumentada, pressão arterial elevada, dislipidemia e obesidade abdominal. “Uma dieta rica em frutas e vegetais está associada a um risco reduzido de diabetes mellitus, dislipidemia, hipertensão e obesidade. A ingestão de vitamina C, devido ao seu efeito antioxidante, demonstrou ter uma associação inversa com a síndrome metabólica. Alimentos ricos em fibras ajudam a reduzir a lipoproteína de baixa densidade e equilibrar os níveis de glicose no sangue”, diz a médica. Uma dieta que promove o consumo de vegetais e frutas para melhorar o controle da pressão arterial é particularmente útil na prevenção de doenças metabólicas.

Visão: vegetais de folhas verdes e frutas coloridas contêm carotenoides, que aumentam o desempenho visual do olho e ajudam a prevenir doenças oculares relacionadas à idade, segundo a médica nutróloga. “Os carotenoides luteína e zeaxantina têm ação protetora contra cataratas; também ajudam na prevenção de doenças oculares relacionadas ao envelhecimento e degeneração macular”, completa.

Depressão: numerosos estudos encontraram ligações entre o consumo de frutas e vegetais e a depressão. Estudos mostram que a depressão é menos provável em pessoas que consomem uma variedade maior de frutas e vegetais.

Como incluir na dieta?

Muitas pessoas simplesmente não gostam do sabor de frutas e vegetais, mas é improvável que elas não gostem de todos. “O ideal é tentar achar frutas e vegetais cujos sabores agradem ao paladar”, diz a médica. Abaixo, ela dá pequenas dicas de como adicionar mais vegetais e frutas à dieta:

*Experimente sucos de frutas com verduras (por exemplo morango com couve);
*Invista nas vitaminas de frutas, que podem ajudar a diversificar os nutrientes;

Foto: Cook For Your Life


*Inclua vegetais folhosos, como o espinafre, na omelete;
*Tente comer verduras e vegetais em sopas;
*Faça preparações em receitas que incluam vegetais, como o macarrão com brócolis ou couve;

*Refogue e acrescente mais temperos aos vegetais.

Por fim, a médica diz que em casos em que o paciente não consegue mesmo disfarçar o gosto das frutas e verduras, ainda é possível consumir alguns desses alimentos na forma liofilizada. “A liofilização ou criodessecação é um processo de desidratação em que o produto é congelado sob vácuo e o gelo formado, sublimado. Esse processo é utilizado em alimentos que apresentam um alto teor de água. O resultado é um pó que pode ser adicionado ao arroz, feijão, macarrão, molho e preparações caseiras, conferindo os nutrientes do alimento sem interferir no sabor”, diz a médica. “O mais importante é buscar um meio de incluir esses alimentos, que são fundamentais para a saúde”, finaliza.

Fonte: Marcella Garcez é médica nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da Abran. Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologia do Hospital do Servidor Público de São Paulo.

Ainda em clima de São João, Água Doce ensina quentão de frutas

Estamos em julho, e as festas julinas continuam pipocando em várias regiões do país. Para quem gosta de comemorar as melhores as festividades típicas, segue uma receita de quentão de frutas. A dica é da Água Doce. Confira:

Quentão de frutas

Ingredientes
½ xícara de (chá) de açúcar refinado
150ml de água
1 maçã sem casca picadinha
150g de abacaxi picadinho
1 colher (chá) de gengibre picadinho
4 unidades de cravo-da-Índia
3 rodelas de limão Taiti sem casca e sem sementes
1 anis-estrelado
200ml de cachaça neutra

Modo de preparo
Em fogo médio, coloque na panela o açúcar e a água até virar uma calda, tomando cuidado para não se queimar. Adicione a maçã, o abacaxi, o gengibre, os cravos, as rodelas de limão, o anis-estrelado e a cachaça. Depois que começar a ferver, conte dois minutos e, em seguida, desligue. Sirva quente.

Rendimento: 2 porções

Fonte: Água Doce Sabores do Brasil

Linha Multigrãos é novidade da Quaker

As novas versões Mix de Grãos e Granola são opções certeiras para um cardápio mais nutritivo

Uma alimentação balanceada e nutritiva é essencial para fortalecer e manter o bom funcionamento do organismo. Por isso, de olho nas necessidades dos seus consumidores e em seus novos hábitos de alimentação, Quaker lança a linha Multigrãos, nas versões Mix de Grãos e Granola – este último nos sabores cranberry/ maçã e banana/ maçã. Ambos os produtos são ideais para consumo com frutas, iogurte, leite, açaí, ou em complemento a outros lanches diários.

Os novos produtos da linha chegam neste contexto em que o consumidor preza cada vez mais por um estilo de vida balanceado. “Passando mais tempo em casa, os consumidores têm uma oportunidade de ter mais controle do que consomem e de como compor o cardápio diário. Assim como os outros produtos Quaker, os dois lançamentos chegam para somar versatilidade, sabor e nutrição para diferentes momentos de consumo, seja no café da manhã com frutas, no lanchinho com iogurte ou numa tigela de açaí de sobremesa”, comenta Cecília Dias, diretora de Marketing da PepsiCo Brasil Alimentos.

Nesse contexto, alimentos como os cereais integrais podem contribuir com uma grande variedade de nutrientes. A aveia, em especial, é conhecida pela sua alta concentração de fibras solúveis – as chamadas betaglucanas, que podem ajudar no controle e redução do colesterol. Além disso, é uma aliada para o bom funcionamento do intestino e pode contribuir para promover a sensação de saciedade.

Quaker Multigrãos Mix de Grãos, é composto pela aveia integral orgânica em flocos, flocos de cevada, centeio, e ganham um toque de textura e sabor com a presença da castanha de caju e da maçã desidratada. Essa mistura de ingredientes entrega proteína, fibras e minerais e é uma ótima oportunidade para enriquecer seu café da manhã, lanche ou até mesmo para incluir nas suas receitas.

Já Quaker Multigrãos Granola permite aos consumidores explorar sabores de Quaker em novas formas de consumo. O produto possui selo orgânico e também é composto pela aveia integral, flocos de arroz e milho, castanha e frutas secas e é também uma excelente opção para compor um cardápio nutritivo e equilibrado

A campanha de lançamento de Quaker Multigrãos, nas versões Mix de Grãos e Granola, contará com peças e ações diferenciadas nas redes sociais da marca, nos pontos de venda, além dos canais de e-commerce.

Além disso, para gerar experimentação nos consumidores, Quaker Multigrãos estará com uma campanha de Cash&Back no valor de até R$ 20,00 em créditos na compra de qualquer item da nova linha. A mecânica é muito simples! Após comprar qualquer produto da linha, o consumidor precisará apenas cadastrar a nota fiscal no site e receber 100% do dinheiro da sua compra de volta, em crédito, pelo App RecargaPay. A experiência estará disponível até dia 31 de agosto.

Os novos produtos serão comercializados, primeiramente, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Quaker Multigrãos Mix de Grãos está disponível na versão 148g, com preço médio sugerido de R$ 6,99; e Quaker Granola Multigrãos, na versão de 250g, com preço médio sugerido de R$ 13,99.

*Referente apenas aos produtos da linha Quaker Multigrãos participantes. Limitado ao valor de R$ 20,00 e a no máximo 2 produtos por CPF. Promoção válida até 31 de agosto de 2021.

Fonte: PepsiCo

Alimentação pode ajudar no controle dos sintomas de ansiedade

Nutricionista da Dietbox elenca grupos alimentares que aumentam a produção de serotonina, hormônio responsável pela nossa felicidade

A ansiedade pode não ser temida pelo público geral como a depressão – a chamada “doença do século” -, mas seu impacto negativo na vida daqueles que sofrem com ela não deve ser negligenciado, principalmente quando se observa um aumento no número de pessoas que sofrem com o transtorno.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 9,3% dos brasileiros foram diagnosticados com o distúrbio só em 2020, número impulsionado pela pandemia da covid-19 e o isolamento social, tornando a população do país a que mais sofre com o mal ao redor do mundo. Entre os principais sintomas da doença, pode-se elencar a preocupação e medo desmedidos, angústia, dificuldade de concentração e até mesmo sinais físicos como inquietação, enjoo e coração acelerado.

Pensando nisso, Bettina Del Pino, nutricionista da Dietbox, startup de nutrição, listou alguns alimentos ricos em propriedades e nutrientes, que convertidos em serotonina, geram a consequente diminuição da ansiedade. A profissional explica: “Acrescentar alguns alimentos na dieta pode ajudar no controle do transtorno, principalmente quando damos preferência àqueles ricos em probióticos, triptofano, magnésio, ômega-3, e vitamina C. Esses nutrientes ajudam a regular a flora intestinal e aumentam a produção de serotonina, hormônio conhecido por ser o responsável pela nossa felicidade”.

Abaixo, a nutricionista comenta em quais alimentos esses nutrientes podem ser encontrados:

Probióticos

Foto: BenefitsHeader

Podem ser encontrados em alguns iogurtes, leite fermentado, alguns queijos e kombucha. “Eles favorecem a saúde intestinal, melhorando a absorção de nutrientes”, declara Bettina Del Pino.

Triptofano

“O triptofano é um aminoácido essencial e, por não ser produzido pelo nosso organismo, precisa ser obtido pelos alimentos”. Exemplos se dão com ovos, leite e derivados, peixes, oleaginosas, cereais integrais, banana e cacau.

Magnésio

“O magnésio participa no processo que converte o triptofano em serotonina, e pode ser encontrado em alimentos como carnes, peixes, vegetais verde-escuros, leite, cacau, cereais e oleaginosas”.

Ômega 3

Pixabay

“Ele é um tipo de gordura benéfica para o nosso organismo e possui a capacidade de atenuar as respostas inflamatórias, por meio da redução da produção de citocinas”. Segundo a profissional, o Ômega 3 está presente em alguns peixes como sardinha, atum, salmão, e em alimentos como linhaça e chia.

Vitamina C

Essa vitamina possui propriedades antioxidantes que combatem o estresse oxidativo. “Mais popular na laranja, a vitamina C também está presente em frutas como tangerina, goiaba, acerola, e limão e algumas hortaliças como brócolis e pimentão”.

Bettina Del Pino, nutricionista da Dietbox, alerta que a dieta, apesar de amenizar os sintomas da ansiedade, não deve substituir o acompanhamento psicológico, e sim complementá-lo. É recomendável consultar um psiquiatra caso os sintomas persistam.

Fonte: Dietbox