Arquivo da tag: Gastronomia

Sucesso no Rio, sanduíche de sorvete chega a São Paulo

Toutsie combinou três delicias da gastronomia internacional para criar uma sobremesa personalizada de sorvete, brownie e macaron

Após cair no gosto dos consumidores do Rio de Janeiro, a Toutsie chegou a São Paulo em setembro. A primeira unidade da marca na capital foi instalada no Shopping Pátio Paulista, na região da Avenida Paulista. E, agora em outubro, a marca ganha a segunda Shopping Vila Olímpia, na zona sul da Capital.

Inspirada nas delicadas confeitarias francesas e nas sorveterias americanas, a versão brasileira do sanduíche de sorvete permite que o consumidor personalize a própria sobremesa.

Toutsie

“O cliente escolhe os ingredientes do início ao fim da preparação. Essa liberdade e mistura, fazem com que cada pessoa crie seu sabor favorito”, explica Rodrigo Wanderley, diretor de expansão e cofundador da Toutsie, que conheceu o produto durante viagens ao exterior com a sócia.

Para chegar à receita ideal, os fundadores da marca fizeram testes ao longo de um ano. Os experimentos, com produtos de alto padrão, levaram a um equilíbrio entre diferentes sabores, texturas e temperaturas.

Toutsie

“Essa união harmônica e inédita entre sorvete, brownie e macaron permite uma experiência muito diferente, já que o nosso cliente consegue comer o sanduíche de sorvete na mão, sem que ele derreta rapidamente, além de poder da um volta ao mundo em uma mordida”, brinca Fernanda, diretora comercial e cofundadora da Toutsie.

Toutsie
Foto: Rodrigo Azevedo

Com a personalização, o cliente terá centenas opções de combinações diferentes. “Cada visita às nossas lojas, o consumidor terá uma experiência nova. Ou, se preferir, pode repetir sempre o seu próprio sanduíche”, finaliza Rodrigo.

sorvete macaron

A empresa foi criada no Rio de Janeiro, em 2017, e conta com três operações no estado fluminense. Sucesso entre os cariocas e turistas, a rede irá inaugurar quatro unidades ainda este ano em São Paulo e tem previsão para mais dez lojas no primeiro semestre de 2020.

Informações: Toutsie

Axado Bar tem drinques sem álcool para clientes que gostam de curtir de forma sóbria

Na tendência de consumir menos álcool, bar com sotaque português apresenta receitas caprichadas e saborosas

Para clientes com paladar refinado, mas que curtem se manter sóbrios, o Axado Bar, bar luso-brasileiro localizado em um charmoso sobrado centenário no bairro de Pinheiros, sugere duas opções de drinques sem álcool para seus clientes.

Criados pelo mundialmente renomado bartender Marcio Silva, os coquetéis de Suco de Tomate Temperado e Pink Limonade (foto acima), com limão, xarope de hibiscos e club soda, são destaque da carta. Além das duas opções sem álcool que custam, respectivamente, R$ 21,00 e R$ 15,00, a casa oferece ainda mais de 30 opções alcoólicas.

axado bar drinque

Axado Bar: Rua Deputado Lacerda Franco, 478 – Pinheiros – São Paulo. Horário de funcionamento: terça a quinta, das 18h à 1h. Sextas e sábados, das 18h às 2h. Domingos, das 15h30 às 23h

Wafu Number 1: sushi bar e izakaya em um único lugar

O Wafu Number 1 possui uma junção única em um ambiente intimista, dividido em duas partes: sushi bar e izakaya. A área do Sushi Bar conta uma linha de sushis especiais muito criativa liderada pelo chef Marcel Sasaki. O espaço externo izakaya dedica-se para os drinks e petiscos, com uma coquetelaria excepcional e variada, dividida entre clássicos e alguns drinks autorais assinados pelo barman Jackson Araújo.

O Massagô Spaghetti é apenas um dos diversos pratos inovadores do Wafu Number 1, uma releitura das tradicionais comidas servidas nas ruas do Japão. A versão da massa italiana no estilo japonês leva spaghetti italiano bavette, creme de leite, shitake, ovas de capelim (massagô), pingos de limão siciliano e nori, no valor de R$49,00. Uma explosão de sabores que vale a pena experimentar.

Sobre o Wafu Number 1

Wafu Number 1, localizado no bairro de Pinheiros, é a nova casa dos sócios do Restaurante Dô Culinária Japonesa, que são os 3 sushiman que estão no dia a dia Osmar Tanaka e Kazuo Ozaki (vieram do Dô Pinheiros), Marcel Sasaki (do Dô Jardins); e Marcelo Tanaka, que cuida da operação do Jardins.

Wafu significa: wa = japanese e fu = style. A cozinha moderna e efervescente do Japão oferece a mesma relação de sushis especiais do Dô, no entanto com uma pegada mais criativa e fusion, porém com opções diferentes, como com wagyu de Kagoshima, foie gras com figo, entre outras iguarias do Japão etc.

massago spaghetti.jpg

Conta também com a inserção de pratos quentes inovadores, como WAFU Spaghetti, que são versões da massa italiana com estilo japonês, que levam ovas, algas, massagô, shisso, missô, ebi, cogumelos, carne de porco etc – que foi uma inspiração de uma viagem ao Japão. O Wafu em a liberdade criativa de inserir pratos da Ásia inteira, como por exemplo o prato coreano Kimchi Bokkeum – Bap.

Wafu Number 1 (Japanese Style) – Rua Ferreira de Araujo, 323, Pinheiros, São Paulo.  Horários: segunda a sexta das 12h às 15h / 18h30 às 24h. Sábado: 13h às 16h / 18h30 às 24h. Domingo: fechado.

Secretaria de Agricultura dá dicas para evitar a compra de azeites fraudados

Você sabe o que analisar na hora de comprar azeite de oliva extravirgem? Consegue reconhecer se o azeite está fraudado ao prová-lo? Sabe armazenar o produto de forma correta? A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo mantém o grupo Oliva SP que desenvolve pesquisas multidisciplinares na área de produção de azeite de oliva.

Coordenado pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), o grupo busca incentivar a produção paulista de azeites de alta qualidade e conscientizar os consumidores sobre as características de um bom produto. Pesquisas desenvolvidas pelo Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital-Apta) e Unicamp mostra que o produto fraudado além de doer no bolso do consumidor, também traz prejuízos para a saúde.

De acordo com a pesquisadora do Ital, Ana Maria Rauen Miguel, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estabeleceu em 2012 legislação que traz as características de classificação do azeite de oliva em extravirgem, virgem e lampante, este último considerado inadequado para o consumo humano.

azeite

“O azeite extravirgem não pode ter a mistura de outro tipo de óleo, porém, uma fraude comum que ocorre no Brasil é a mistura de óleo de soja ao azeite, já que este é o mais barato dos óleos vegetais e tem sabor e odor neutros que não modificam o cheiro e o gosto do azeite. Na Europa é muito comum também a fraude com a mistura de óleo de amêndoas”, explica.

Além de doer no bolso do consumidor, o azeite fraudado também pode causar impacto na saúde. Pesquisa desenvolvida pelo Ital, em conjunto com a Unicamp, mostrou que os contaminantes ésteres de monocloropropanol e glicidol, cuja formação é induzida pelo calor, foram encontrados em azeites comercializados como extravirgens. Essas substâncias, porém, são formadas durante o refinamento de óleos vegetais sob alta temperatura e não deveriam ser verificadas em azeites sem a mistura desse tipo de óleo.

Além de identificar um novo método para verificação de fraude, o trabalho prova que o produto adulterado pode causar prejuízos para a saúde do consumidor. Essas substâncias são consideradas carcinógenas e algumas delas podem levar à supressão da função imunológica.

Segundo a pesquisadora da Apta, Edna Bertoncini, que coordena o Oliva SP, a grande dica para os consumidores é preferir os produtos brasileiros, que passam por um processo de logística mais rápido do que os produtos importados. “Diferentemente do vinho, um bom azeite de oliva precisa ser novo. Quanto mais novo, melhor. O Brasil – e São Paulo – produzem ótimos produtos, muitos deles premiados em concursos internacionais”, conta.

Edna explica que a melhor forma para identificar a fraude e a qualidade dos azeites é a realização de análises sensoriais. “O consumidor precisa aprender a degustar o produto. Com técnicas simples ele descobre com facilidade os produtos fraudados”, afirma.

Confira algumas dicas na hora de comprar e armazenar os produtos.

Supermercado

azeite

– Compre azeites envasados em embalagens bem escuras. A luz é um dos fatores que prejudicam a qualidade dos azeites.

– Produtos envazados em embalagens de metal (lata) podem ser uma boa opção.

– Verifique se os produtos estão expostos no supermercado em locais frescos e sem a incidência direta de luz.

– Analisar o índice de acidez não ajuda muito na compra do azeite, isso porque o produto é analisado no momento do envase e na logística de transporte até chegar a mesa do consumidor os índices de acidez podem não ser aquele expresso na embalagem.

– Opte por produtos com data de envase mais recente e só consuma azeites dentro do prazo de validade. A pesquisadora da Apta ressalta, porém, que a data de envase do azeite nem sempre corresponde ao dia em que ele foi extraído. É sabido que algumas empresas demoram muito a fazer o envase após a colheita das azeitonas.

 

– Prefira comprar embalagens menores do produto, assim é possível consumi-lo de forma mais rápida e dentro do prazo de validade.

– Desconfie de produtos muito baratos. Um litro de azeite extravirgem produzido na Europa custa de 6 a 10 Euros, ou seja, de R$ 30 a R$ 50, isso sem as taxas de importação e lucro do importador e revendedor. Produtos importados da Europa e vendidos no Brasil com preço abaixo disso, podem não ter a qualidade esperada. Os azeites da América do Sul podem chegar a preços menores no mercado brasileiro, em função da redução de impostos para o Mercosul.

– Observe o rótulo. Evite comprar azeites que foram produzidos e envasados em locais diferentes. Apenas a informação do local de envase não é suficiente para identificar a procedência do produto.

– Fique atento as pequenas letras do verso da embalagem. Alguns azeites são propagandeados como extravirgens na frente da embalagem e atrás, com letras pequenas, é explicado que o produto é refinado, ou seja, possui mistura de óleo.

Em casa

oleo de oliva

As análises degustativas ou sensoriais, segundo a pesquisadora da Apta, são as mais eficientes na hora de identificar se um azeite é mesmo extravirgem. Assim que comprar o produto, faça alguns testes para identificar seus defeitos:

– Coloque um pouco de azeite em um copo plástico. Ao cheirá-lo verifique se sente odor de ranço (de óleo velho, manteiga estragada), aquecimento (cheiro de azeitona em conserva), acético (cheiro de vinagre) e mofo. Esses odores ou defeitos não podem ser encontrados em azeites extravirgem. Se sentir algum desses odores, mesmo que em intensidade baixa, o azeite não é mais classificado como extravirgem.

– Os azeites extravirgens possuem os odores de frutado verde como folha verde, grama recém-cortada ou de frutado maduro, como banana e maçã. Lembre-se, a azeitona é uma fruta, então quanto mais cheiro de fruta verde o azeite tiver, melhor será sua qualidade.

– Após sentir o odor do azeite verificando se não há defeitos (ranço, aquecimento, acético, mofo) e se há qualidades (frutado verde ou maduro), deve-se colocar uma pequena quantidade do óleo na boca, rodá-lo pela boca e sentir se é amargo (percebido na lateral da língua) e picante (picadinhas sobre a língua e na garganta). Quanto mais amargo e picante for o azeite mais benefícios trará para a saúde, pois terá maior quantidade de polifenóis.

– Caso tenha comprado um azeite e ele apresentar defeitos e não ter as qualidades de frutado verde ou maduro ou o amargor e picância, não compre mais esta marca. Denuncie o produto e o seu lote para o supermercado, Procon e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Assim estará contribuindo para a seleção de bons azeites no mercado brasileiro.

azeite-de-oliva-76
Foto: Oliva

– Fique tranquilo se ao consumir o azeite perceber que o óleo não está translúcido. Essa é uma característica comum nos azeites e não é indicativo de fraude ou má qualidade. Fique atento, porém, se o produto não está fora da data de validade. Se tiver, não o consuma.

Armazenamento

azeite de oliva

Não adianta comprar um bom produto e armazená-lo de forma incorreta. O melhor azeite do mundo ficará rançoso um dia e, se mal conservado, esse dia será breve. Deixe o azeite sempre longe de locais quentes. Opte por guardá-lo em armários frescos e longe da luz. A temperatura correta de armazenagem é menor que 15ºC.

Outra coisa importante: não guarde o produto destampado.

Fonte: Apta

Conheça três drinques autorais Ferra Jockey

Ferra Jockey Bar e Lounge possui uma carta de drinques dividida em clássicos e autorais. Apesar dos primeiros serem os queridinhos do público, misturas inusitadas e surpreendentes estão ganhando destaque. Dentre as oito opções de assinatura da casa, confira três que esbanjam sabor e refrescância:

Screenshot-2019-08-26-Recentes---Google-Drive-4-
Ferra – blend de runs, suco de grapefruit, calda artesanal de maracujá, angostura bitter e perfume de priprioca – Valor: R$3 6,00

Screenshot-2019-08-27-Recentes---Google-Drive
Botanic – vodca, manjericão, lima-da-pérsia, limão siciliano, açúcar orgânico e espuma de jambu com cardamomo – Valor: R$ 35,00

Screenshot-2019-08-26-Recentes---Google-Drive-3-
Royals – gin, pitaya rosa, calda de baunilha, limão siciliano, espumante rosé e perfume de laranja – Valor: R$ 37,00

ferra jockey fachada

Ferra Jockey: Av. Lineu de Paula Machado, 1263 – Jardim Everest, São Paulo – SP. Horário de funcionamento: de segunda e terça-feira, fechado (para eventos). Quarta a sexta-feira; almoço, das 12h às 15h; jantar – das 19h às 23h. Sábado, das 12h às 24h. Domingo: almoço, das 12h às 20h

Primavera colore cardápio do Arabesco

Restaurante árabe destaca sobremesas com calda de rosas, essência milenar que promove aroma e sabor diferenciados na estação mais florida do ano

Estamos na primavera e, com ela,  sensações como o frescor, as cores e a alegria, inspiram o Arabesco em seu cardápio. Entre os variados pratos típicos árabes, conhecidos não só pelo sabor como também pela beleza e multicolorido, o restaurante sugere as sobremesas com calda de rosas.

A milenar culinária árabe trouxe para o ocidente mais do que kibes, esfihas e outras guloseimas. A água de rosas, utilizada pelo império árabe há mais de 12 mil anos, é extraída da pétala da flor.

Seguindo a tradição, a água é transformada em uma calda transparente e perfumada. Durante toda a primavera, o restaurante Arabesco destaca as tradicionais sobremesas árabes que levam a iguaria.

ninho arabesco

Arabesco – Rua Doutor Homem de Mello, 494 – Perdizes – São Paulo

Dia Mundial do Pão: aprenda a preparar o tostex de pão de semolina da rede Frango Assado

Hoje, 16 de outubro, comemora-se o Dia Mundial do Pão. Um dos mais tradicionais é justamente o pão de semolina, criado há 65 anos, produto ícone da rede Frango Assado que está presente nas principais rodovias de São Paulo. Para a data especial, a marca compartilha uma das suas principais receitas: tostex de pão de semolina.

Repleto de sabor e cheio de história, o pão de semolina é produzido com a mesma receita há mais de seis décadas. Em três versões – tradicional, calabresa e torresmo (R$ 18,50) – o tostex pode ser preparado com qualquer um dos sabores e ser reproduzido em casa. Confira a abaixo como fazer a receita, ensinada pelo chef Daniel de Ugarte.

Tostex de pão de semolina

Ingredientes:
2 fatias grandes de Pão de Semolina
2 fatias de queijo muçarela
2 fatias de presunto
Manteiga

Modo de preparo
Comece passando a manteiga dos dois lados do pão. Na sequência, leve à sanduicheira ou frigideira. Sem pressionar o pão, deixe um lado de cada fatia ficar dourado e reserve. Sobre a parte tostada, adicione as fatias de presunto e queijo e cubra com o outro pão. Se estiver na sanduicheira, feche a tampa, de maneira que o sanduíche fique levemente prensado, até derreter o queijo e o pão ficar tostadinho. Já na frigideira, vire o pão, de tempos em tempos, para derreter o queijo e ficar dourado. Depois disso é só servir.

TOSTEX FRANGO ASSADO.jpg

O tostex de pão de semolina é servido nas 26 lojas localizadas nas principais cidades do interior de São Paulo: Aparecida, Atibaia, Caieiras, Cajamar, Cesário Lange, Cubatão, Cambuí, Campinas, Cravinhos, Itu, Itupeva, Jacareí, Jaguariúna, Louveira, Mogi Guaçu, Roseira, São José dos Campos, São Sebastião, Sorocaba, Sumaré e Taubaté.

Fonte: Frango Assado

Doktor Bräu cria cervejas exclusivas para Festival de Microcervejarias do Pão de Açúcar

A marca mais vendida e a mais votada em pesquisa do grupo estará nas prateleiras das lojas da rede em 2020

Cinco rótulos para fazer a alegria dos cervejeiros iniciantes e experientes

Session Neipa, Irish Red Ale, Pilsen, American IPA, APA são as cervejas da Doktor Bräu no Festival que acontece de 03 a 30 de outubro . As duas primeiras foram desenvolvidas especialmente para a ação, já as receitas das outras três, que fazem parte do portfólio da Doktor Bräu, foram modificadas e serão encontradas apenas no Pão de Açúcar.

“Decidimos fazer cervejas mais leves e suaves, com menos amargor, porém com muito aroma e sabor tanto para conquistar o público que está entrando no universo das cervejas artesanais quanto surpreender os cervejeiros experientes”, explica Nuberto Hopfgartner, sócio da Doktor Bräu.

As bebidas exclusivas do Pão de Açúcar foram criadas com a intenção de atrair o público habituado às cervejas convencionais para as artesanais. Hopfgartner acredita que o consumo dos rótulos da Doktor Bräu – 16 da linha regular – em empórios e bares especializados vai aumentar com a ação, baseado na sinergia: quando o cliente descobrir que nesses estabelecimentos ele encontra outras cervejas da marca que conheceu no supermercado, vai pintar curiosidade, interesse em outros estilos, vontade de partir para novas experiências.

Importante ressaltar que as bebidas do Festival e as dos bares e empórios especializados em cervejas artesanais não são concorrentes. Enquanto as do Pão de Açúcar são de transição, mais leves, as outras são encorpadas, com maior teor alcoólico, amargor acentuado e notoriedade de maltes, entre outras características, dependendo do estilo. “Mas todas têm algo em comum: o nosso compromisso de elaborar cervejas com qualidade inquestionável para proporcionar a cada gole, uma experiência única e inesquecível”, destaca Hopfgartner, o próprio Doktor.

E se estiver em dúvida sobre o que combina bem com as cervejas exclusivas do Pão de Açúcar, seguem algumas sugestões que valorizam tanto as bebidas quanto os pratos. Mas você pode fazer as próprias combinações e extrair grande prazer das experiências de degustar uma boa cerveja artesanal.

Os cinco rótulos exclusivo da Doktor Bräu para o Pão de Açúcar

Pilsen (lata 473ml): pastel de pizza, escondidinho de carne seca; bisteca com feijão tropeiro; copa lombo defumada; fraldinha na brasa; lombo de porco com laranja; camarão na moranga; brandade de bacalhau gratinado.

Irishi Red Ale (garrafa 500ml): feijoada; linguini com molho sugo de tomates pelados; tambaqui na brasa; bruschetta caprese com manjericão, queijo gruyere ou brie e geleia de pimenta; javali ao molho de açaí.

APA (lata 473ml): quibe cru com azeite extravirgem, cebolinha e hortelã; costela no bafo com sal grosso defumado; mariscos ao vapor; pasteis apimentados; pizza de calabresa; costelinha de porco ao molho barbecue.

American IPA (lata 473ml): picles; frango ao alho e legumes salteados com manjerona; carré de cordeiro; comidas tailandesas, indianas ou com toque generoso de curry.

Session Neipa (garrafa 500ml): maminha na manteiga; hambúrgueres 30/70 de carne/gordura; batata rústica com cheddar; moqueca de peixe apimentada; peixe branco na brasa; salmão ao molho tarê; carré de cordeiro com geleia de hortelã; bobó de camarão; picanha com alto marmoreio; prime rib.

Ao final do festival, duas cervejarias estarão no portfólio do Pão de Açúcar durante o ano de 2020: a mais vendida durante o evento e a mais votada na pesquisa. Então se você quiser continuar a encontrar as cervejas da Doktor Bräu nas prateleiras do Pão de Açúcar, não deixe de votar aqui.

Jangada oferece novos pratos individuais de camarão e frutos do mar

O restaurante Jangada, com 55 anos de história e tradição em receitas que levam peixes e frutos do mar, preparou novidades exclusivas para seu cardápio.

camarão atlantico.jpg

Entre elas, prometem agradar todos os paladares, o Camarão Atlântico, prato que leva camarões grelhados com molho de limão siciliano, acompanhado com risoto de parmesão (R$ 59,90). O queridinho dos brasileiros, strogonoff, também ganha espaço no menu, preparado com camarões e acompanhado de arroz branco e batata palha caseira (R$ 54,90).

bobo de camarao

Além das novas receitas, o Jangada incluiu opções de pratos individuais, que antes eram servidos apenas em versões para compartilhar. É o caso do Bobó de Camarão, que leva camarões rosa (médios) salteados no azeite de dendê, finalizados com creme de mandioca, leite de coco e caldo de camarão, acompanhado de arroz branco e farofa de dendê (R$ 69,90); o Camarão Maui, feito com camarões grelhados com molho especial de catupiry, na panela de barro, servido com arroz com brócolis e batata frita (R$ 69,90); a Lagosta à Thermidor, feita com molho branco, vinho branco e champignons, acompanha arroz negro e batata palha da casa (R$ 125); e a Paella à Mineira, as famosas lagostas grelhadas e gratinadas com molho branco, vinho branco e champignons, servidas com arroz negro e batata palha da casa (R$ 125).

camarao a grega.jpg

Para completar as novidades, o restaurante trouxe novas opções de tamanhos para o clássico Camarão à Grega, que leva grandes camarões recheados com muçarela, empanados e fritos, acompanhados de arroz à grega e batatas fritas caseiras, agora nas versões individual (3 camarões – R$ 79,90), para duas pessoas (6 camarões – R$149,90) e para três pessoas (9 camarões – R$ 209,90).

O Camarão Noronha, preparado com camarões recheados de catupiry empanados e fritos, servidos com arroz à grega e batatas fritas, também ganhou novos tamanhos. Agora está disponível na versão individual (3 camarões – R$ 79,90), para duas pessoas (6 camarões – R$ 149,90) e para três pessoas (9 camarões – R$ 209,90).

Informações: Restaurante Jangada

Women Wine Talks: mulheres falam sobre protagonismo e mercado na Provino 2019

Fabiana Bracco, Luciana Salton, Ana Paula Oliveira, Juciane Casagrande e Andreia Gentilini Milan estão confirmadas para o WWT

As mulheres têm conquistado cada vez mais reconhecimento no mundo do vinho, na liderança de empresas importantes do setor, encabeçando projetos mundialmente destacados e na gestão de marcas consolidadas.

Mulheres líderes em seus segmentos vão se reunir na Provino 2019 – Feira Profissional de Vinhos e Destilados para o fórum Women Wine Talks, que vai trazer para o primeiro plano a atuação feminina no mercado de vinhos, com a participação de nomes poderosos da indústria.

É o caso de Fabiana Bracco, que comanda a premiada vinícola Bracco Bosca, que se tornou referência na elaboração de vinhos e gestão de sua marca, assim como as brasileiras reconhecidas mundo afora, que completam o time do WWT: Ana Paula Oliveira, brand ambassador da Bodega Garzón, eleita a melhor vinícola do novo mundo pela revista norte-americana Wine Enthusiast; Luciana Salton, da vinícola Salton; e Juciane Casagrande e Andreia Gentilini Milan, que depois de atuarem na direção e gestão de importantes vinícolas e associações, agora encabeçam a Amitiè, uma marca própria de espumantes.

“O Women Wine Talks foi criado para enaltecer, valorizar e promover a participação das mulheres no mercado de vinhos através do diálogo com outras mulheres sobre o que é ser uma profissional de alto impacto”, resume Alessandra Casolato, da CH2A, idealizadora da inciativa. “A Provino apoia e abraça projetos que tragam olhares e experiências atuais sobre o nosso business”, finaliza Malu Slavieri, representante da Messe Düsseldorf, organizadora da famosa ProWein e da Provino.

Fabiana Bracco, Ana Paula Oliveira, Luciana Salton, Juciane Casagrande e Andreia Gentilini Milan vão falar sobre suas trajetórias, cases e os obstáculos em um setor primordialmente masculino. O Women Wine Talks acontece no dia 16 de outubro, às 17h30 e às 19h30.

Provino

A Provino é um projeto idealizado por Malu Sevieri, Rico Azeredo e Christian Burgos. Os dois primeiros possuem mais de 10 anos de experiência na organização de feiras profissionais e em representação da Messe Düsseldorf, organizadora da já famosa ProWein. Christian Burgos é presidente da Inner Group, reconhecido nome na indústria nacional e internacional de vinhos.

ViewImageCA72JK9S.jpg

Provino 2019 – Feira Profissional de Vinhos e Destilados
De 15 a 17 de outubro de 2019 (terça a quinta)
Das 13 às 20 horas
Transamerica Expo Center – São Paulo
Av. Dr. Mário Vilas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro
Informações: Provino – info@provino.com.br