Arquivo da tag: Gastronomia

Pão de hambúrguer sabor Brioche é novidade Wickbold

Um pão de hambúrguer para quem cozinha mais em casa durante a quarentena e procura inovações para incrementar suas receitas. Com maciez diferenciada, toque gourmet e textura do tipo caseira, o Do Forno Brioche chega às gôndolas brasileiras como nova aposta da Wickbold, líder no segmento de pães especiais e saudáveis.

O lançamento atende duas tendências do setor alimentício brasileiro, segundo a pesquisa Food Trend Report 2021 desenvolvida pela Galunion. A primeira é a estima pela comida feita em casa, pois a novidade complementa a experiência do consumidor, que pode fazer um lanche artesanal do seu próprio jeito e gosto, com praticidade.

Outro ponto é que o produto está alinhado com a atratividade pela descoberta de novas culinárias. Isso porque, além do sabor diferenciado, ele é inspirado nas hamburguerias especiais, e possibilita a criação de inúmeras receitas.

“Esse lançamento vai de encontro a propósitos muito claros com a marca Do Forno: oferecer produtos de qualidade dentro de um portfólio cada vez mais amplo e diverso e ouvir o que o público nos pede em nossos canais de comunicação. A marca nos permite explorar o que há de melhor em termos sensoriais e de versatilidade”, conta Denise Pacheco, Gerente de Marketing e Sustentabilidade da companhia.

Ainda de acordo com a executiva, os consumidores e clientes enviaram muitas mensagens solicitando o lançamento do produto, cuja apresentação também conta com um diâmetro maior, favorecendo receitas e bons momentos em família – algo muito valorizado durante o isolamento social.

O lançamento pode ser encontrado nos principais pontos de venda do Brasil por um preço sugerido de R$ 8,99.

Informações: Wickbold

MMV distribui vinhos Viapiana, vinícola gaúcha com mais de 100 anos de história

Importadora passa a distribuir para todo o Brasil vinhos – com qualidade certificada – da vinícola localizada em Altos Montes (rota do vinho no Rio Grande do Sul)

O Brasil tem se destacado nos últimos anos não apenas como um país consumidor de vinhos, mas, também, como um produtor de excelentes vinhos. Segundo dados do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), hoje são mais de 1.200 vinícolas no país.

A maioria dessas vinícolas (61%) estão concentradas no Rio Grande do Sul, único estado que possui 3 regiões certificadas com o selo de Indicação de Procedência (IP), da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), que indica, com base na localização geográfica, clima e terreno, a procedência e a qualidade da produção vinícola a partir de critérios estabelecidos pela Organização Internacional da Uva e do Vinho (OIV).

A vinícola Viapiana é uma das produtoras de vinho que tem essa certificação. Ela faz parte do IP Altos Montes, região que fica localizada entre as cidades de Flores da Cunha e Nova Pádua e é a maior produtora de uvas e vinhos do Brasil, com destaque ao enoturismo também.

Assim como grande parte das vinícolas do Brasil, a história da Viapiana começa com a chegada de uma família italiana no país. Antonio Viapiana imigrou aos 10 anos de idade, de Sardenha, na Itália. Após se instalar em Flores da Cunha, foi na sua juventude que a vinícola teve início, no começo do século 20.

Em 1925, a Viapiana recebeu sua primeira certificação: como comemoração ao cinquentenário da imigração italiana no Brasil, o Consulado italiano de Porto Alegre promoveu uma feira agroindustrial com exposição e concurso de vinhos produzidos por imigrantes italianos no Brasil e a vinícola recebeu a medalha de prata.

Em 1999, veio o registro de rótulo do 1º vinho fino elaborado, um Cabernet Sauvignon. Atualmente, a Viapiana está na quinta geração de produtores de vinhos e, além de produzir vinhos finos e certificados, aposta também no enoturismo, com winebar próprio e uma cave de história, que liga exemplares de todos os vinhos já lançados pela vinícola.

Toda a história, a tradição e a qualidade chamaram a atenção de Jonas Martins, sommelier e gerente comercial da MMV Importadora de Vinhos, de Curitiba. A empresa, que traz ao mercado brasileiro vinhos da Argentina, Chile, Portugal e Itália, viu na Viapiana uma ótima parceira para agregar excelentes produtos ao seu portfólio.

“A tradição da Serra Gaúcha, a certificação e, principalmente, a qualidade dos vinhos da Viapiana logo me chamaram a atenção e foi uma decisão muito acertada em colocar esses vinhos no nosso portfólio”, diz Jonas Martins.

A MMV, inclusive, passa a distribuir um dos vinhos mais refinados da Viapiana, proveniente de uma safra especial. O Viapiana Via 1986 Chardonnay tem uma produção limitada de apenas 800 garrafas e chegará ao mercado com o preço de R$ 500 a garrafa.

O valor um pouco mais elevado tem algumas explicações. Esse vinho estagia por 14 meses em barris de carvalho novo da Eslavônia (região que fica no nordeste da Croácia), com seis meses de bâtonnage (técnica de pegar uma “vara” e mexer o fundo da barrica de vinho, revolvendo as borras que se depositam com o tempo).

De cor brilhante, dourada, com reflexos verdes, é fino ao nariz, remetendo aos grandes Chardonnays do mundo, sendo cremoso e encorpado em boca, com alta maciez e um final bem longo. “Uma obra de arte”, exalta Jonas Martins.

Informações: MMV

Dia do Chef de Cozinha: profissão movida pela paixão entrou em novos lares e famílias

Pandemia transformou rotinas e trouxe gastronomia e culinária para mais perto dos brasileiros

Com 15 anos de idade, Ana Spengler já estava habituada com o ambiente de cozinha e se aventurava em pratos para a família, mas foi lendo uma reportagem de jornal sobre o curso de Gastronomia que viu ali uma porta para a vida profissional. Há 20 anos atuando na área, hoje Ana se intitula como cozinheira e ressalta que, muito mais do que o preparo do prato, a culinária é a degustação de uma experiência.

“A culinária, mais do que técnica, é uma linguagem de afetos. Cozinhar me dá um prazer enorme, degustar um prato bem feito também. Mas, nada se compara ao prazer do encontro, do servir, do partilhar estes prazeres que, de outra forma, seriam experiências individuais”, conta.

E, com a necessidade do isolamento social e o afastamento de atividades em grupo, as famílias precisaram inovar na forma de compartilhar momentos, principalmente cuidando uns dos outros.

“Muitas pessoas em isolamento tiveram que passar a pensar em cuidados para não adoecer física ou mentalmente. Eu acho que cozinhar é uma ótima forma de cuidar de si, porque você pode buscar uma alimentação saudável e ao mesmo tempo praticar uma atividade que desafia o intelecto, amplia seus horizontes culturais, instiga sua percepção e desperta sua criatividade”, explica Ana, que é responsável também por criar receitas usando os ingredientes das cooperativas que fazem parte da Unium e incentivar o gosto pela cozinha em mais pessoas.

Cozinhando em casa

E para quem passou a cozinhar, seja por hobby ou necessidade, Ana deixa claro que errar faz parte. “A técnica do cozinheiro não é feita apenas de acertos, mas principalmente dos erros. É preciso ter passado por momentos ruins para saber evitá-los”, conta. Por isso, é preciso manter o foco e não desistir da atividade nos primeiros desafios.

Além disso, aos que estão precisando inovar no cardápio, a cozinheira tem uma dica. “Explore várias possibilidades com um mesmo ingrediente, variando os preparos, para entender como um mesmo ingrediente muda de aspecto (sabor, cor , textura) dependendo da forma de preparo. Assim, dá aumentar tanto o repertório de receitas quanto explorar técnicas variadas”, ressalta.

E, claro, além das dicas e da história inspiradora, fica também uma sugestão de receita elaborada pela Unium e pela indústria de produtos suínos Alegra para a próxima refeição em família. Bom apetite e feliz Dia do Chef de Cozinha.

Pão de Batata com Linguiça

Ingredientes
450g de farinha de trigo tradicional Herança Holandesa
10g de fermento biológico seco
200g de batata cozida e amassada
250ml de água
50g de açúcar
10g de sal
50g de manteiga
2 gemas

Ingredientes para o recheio:
1 linguiça calabresa Alegra
1 talo de alho-poró
150g de cream cheese

Modo de preparo:
Ralar a linguiça calabresa, colocar em uma panela e dourar na própria gordura. Juntar o alho-poró cortado em rodelas finas e refogar até murchar. Desligar o fogo e misturar o cream cheese. Misturar o fermento com 100ml de água e 100g de trigo. Reservar por 30 minutos. Juntar os demais ingredientes (pode ser na batedeira, com gancho), até incorporar. Descansar por 10 minutos. Sovar na bancada por 15 minutos (ou 10 minutos na batedeira), moldar uma bola e cobrir com pano. Deixar fermentar por 1 hora. Dividir a massa em 12 pedaços, moldar bolinhas e achatar como minipizzas. Colocar uma colher de recheio e fechar como uma trouxinha, apertando bem. Colocar na forma, untada com óleo, lado a lado, com a emenda voltada para baixo. Cobrir com pano e deixar crescer de 45 minutos a 1 hora. Pincelar as gemas batidas. Assar por 35 a 45 minutos, em forno preaquecido em 180ºC até que estejam dourados.

Rendimento: 12 pães
Tempo de preparo: 120 minutos
Dificuldade: fácil

Fonte: Unium

Gelato a céu aberto: Bacio di Latte chega ao Parque Ibirapuera

Com quiosque vintage, gelateria marca presença em um dos cartões postais da cidade de São Paulo

Desde o dia 4 de maio, os paulistanos podem encontrar a Bacio di Latte, gelateria que nasceu em São Paulo, na rua Oscar Freire em 2011, em um dos principais pontos da cidade: o Parque Ibirapuera, atualmente sob gestão da Urbia. Com muito gelato e ar fresco, a Bacio di Latte apresenta sua nova unidade com uma proposta diferenciada. Trata-se do primeiro quiosque a céu aberto da Bacio di Latte, combinado à atmosfera descontraída de um parque ao ar livre e em sintonia com o meio ambiente ao seu redor.

“Escolhemos o Parque Ibirapuera por ser um dos lugares mais amados pelos paulistanos e um cartão postal da cidade. A Bacio di Latte nasceu em São Paulo e traz um pouco da cidade no seu DNA. Abrir um espaço novo em um dos ícones da cidade nos permite estar ainda mais próximos dos nossos consumidores”, conta Fábio Medeiros, diretor de marketing da marca.

O quiosque com ar vintage da Bacio di Latte leva ao ambiente do Parque um pouco das suas raízes italianas. A nova unidade serve os tradicionais gelatos feitos artesanalmente e com ingredientes de alta qualidade e de origem, como Pistaches da Sicília, Morangos do Sul de Minas Gerais, Avelãs de Piemonte e Cacau Amazônico. São dez sabores na unidade, entre eles, os carros-chefe, como Pistacchio e Bacio di Latte, assinatura da marca. Além dos gelatos, os consumidores poderão encontrar o pote de Doce de Leite – compota importada diretamente do Uruguai e Creme Bella – creme de avelã assinado pela marca.

A unidade da Bacio di Latte Parque Ibirapuera fica localizada no setor cultural do Parque, próximo ao Pavilhão das Culturas Brasileiras e da via central, e respeita todos os protocolos de segurança do Plano São Paulo. Além de demarcações sobre distanciamento entre os consumidores, será disponibilizado álcool em gel para o público.

Com o novo quiosque, o objetivo é marcar presença nos momentos de lazer dos paulistanos e tornar ainda mais prazerosos os passeios de bicicleta, corridas, caminhadas a céu aberto ou a mera contemplação da natureza do Parque. A unidade também se preocupa com o descarte adequado e uso sustentável do espaço a fim de contribuir para a preservação da natureza e da fauna urbana. A Bacio di Latte Parque Ibirapuera fica em espaço amplo e não possui mesas nem cadeiras, deixando livre o espaço para saborear os gelatos.

Bacio di Latte Parque Ibirapuera : Avenida Pedro Álvares Cabral, Moema – Próximo ao Portão 3 (para carros) e Portão 10 (para pedestres) – Perto do Pavilhão das Culturas Brasileiras e da via central
@baciodilatte
@ibirapueraoficial

Papila Deli agora também no Tatuapé

A Papila Deli iniciou as operações da nova unidade no dia 3 de Maio, na região do Tatuapé. A dark kitchen, que vem fazendo sucesso desde sua abertura em dezembro de 2019, chega à zona leste com a marca Papila Poke, com foco exclusivo nos pokes havaianos.

O restaurante operará inicialmente de segunda a sábado, das 11h às 22h45, e oferecerá ao cliente um menu com nove combinações pré-definidas de pokes, incluindo opções low carb com base de quinoa ou arroz de couve-flor. Caso o cliente prefira, o restaurante também disponibiliza mais de 20 ingredientes para que o consumidor monte o poke a seu gosto, com opções diferenciadas como o tartar de salmão maçaricado e algas de wakame, uns dos mais pedidos da casa.

Com uma identidade visual colorida e despojada, a marca tem batido recordes de pedidos desde o seu lançamento: “Para nós, a expansão para mais regiões é um caminho natural e coincide com o desejo do público que sempre pediu para ampliarmos a área de entrega. Fizemos a lição de casa de estudar cada região, nos estruturamos internamente e estamos ansiosos para oferecer os pratos da Papila Deli no Tatuapé, que tem se mostrado um ótimo pólo gastronômico”, explica Bruno Kormes, um dos sócios-fundadores da marca.

A marca-mãe Papila Deli absorve em seu portfólio 3 cozinhas: Papila Poke, Papila Fresh, com saladas e sopas sazonais, e Papila Wok, com pratos quentes inspirados no leste asiático e sanduíches diferenciados como o de salmão maçaricado. Inicialmente a operação no Tatuapé contará apenas com a cozinha Papila Poke, com planos de expansão com o passar dos meses.

Papila Deli já tem planos de expansão em 2021 para além da unidade Tatuapé

Até o final do ano, os sócios pretendem inaugurar outras duas unidades e lançar duas novas marcas, totalizando 5 menus e 4 cozinhas.

“Entrar no setor do delivery, com diferentes culinárias e atendendo diferentes paladares, abriu inúmeras possibilidades e queremos explorá-las da melhor maneira possível. Além da nossa expertise no mercado gastronômico, temos 3 pilares que norteiam nosso trabalho: ingredientes de qualidade, agilidade de entrega e variedade de opções”, explica Alex Lewkowicz, um dos sócios-fundadores da Papila Deli.

Papila DeliInstagram
Unidade Tatuapé – Papila Poke: de segunda a sábado, das 11h às 22h45. Pedidos exclusivamente pelo aplicativo pelo Rappi.

Tardes quentes e noites frias: vinhos perfeitos para o outono

Muita gente associa vinho com inverno, lareira, queijinho e cobertas, certo? Mas estamos no meio do outono, outra estação que também pede vinhos específicos para momentos agradáveis nesta que é uma estação perfeita para apreciar belíssimos rótulos da milenar bebida.

É uma estação intermediária, misturando características do verão e do inverno, com um clima ameno que possui dias quentes com noites mais frescas – excelente para degustação de vinhos.

“Os pratos desta época se tornam mais fortes com ingredientes mais temperados, então os vinhos para acompanhamento precisam ser mais encorpados com uma boa presença no paladar. Vinhos frutados com taninos macios e um pouco de frescor são ideais para esta época” explica Ricardo Guira, sócio proprietário da Vinvino, e-commerce de vinhos especializado em garrafas para odas as estações do ano.

Claro que a degustação de vinho precisa considerar as preferências de cada pessoa e é essa variedade que traz excelentes momentos para tardes agradáveis e noites frias

Confira as dicas da Vinvino para o outono:

Pixabay


– Começando com um brasileiro, que é o Fabian Intuição Merlot. Um vinho de corpo médio, ideal para harmonizar com massas com molhos mais leves e pizzas.- Os vinhos do sul do Rhône são perfeitos para harmonizar com uma noite de outono. Eles preenchem todos os requisitos para a meia estação: têm aromas de frutas e especiarias, corpo médio, acidez e álcool bem integrados. A dica é Côtes-du-Rhône Abel Pinchard (Uva: Grenache, Syrah). Harmoniza muito bem com carnes vermelhas, aperitivos e queijos.

– Para quem gosta de Malbec a indicação é de dois vinhos para o outono: um rose e um tinto. Crios Rose Malbec: Vinhos argentino rosé com a assinatura da icônica vinícola Susana Balbo. Ideal para harmonizar com aqueles que ainda são um pouco mais quentes e com pratos à base de peixes e, também, sushis e sashimis.

Red wine

Já o Cadus Tupungato Appellation Malbec é um Malbec argentino encorpado. É um vinho de cor intensa e no nariz aparece uma combinação de frutas vermelhas com notas de mineralidade. Entre 60% e 80% do vinho amadurece por 12 meses em barricas de carvalho francês. Harmoniza muito bem com carnes vermelhas, massas com molho intenso, queijos curados e pratos condimentados.

O site da Vinvino está com diversos vinhos Malbec com preço especiais.

China in Box apresenta novidades no cardápio

Promoção Sabor in Box oferece 50% de desconto na segunda unidade do tradicional ‘poke’

Os amantes do China in Box têm motivo para comemorar. A maior rede de comida chinesa da América Latina reinventa a promoção ‘Sabor in Box’, e apresenta uma novidade no cardápio. O Poke, um prato tradicional havaiano que se popularizou e ganhou espaço em todo o Brasil, entra para os produtos da rede e conta com condições especiais em sua estreia.

Para a nova dinâmica, na compra de um Poke Salmão Grelhado ou Poke Camarão Crispy, somente nas bases ‘arroz’, o consumidor leva a segunda unidade – do mesmo sabor, pela metade do preço.

“Mesmo diante de um cenário adverso, a marca segue sua estratégia de aceleração no crescimento de franquias e entregas. “Enxergo o momento não apenas um aprendizado, mas como oportunidade para nos reinventarmos. Seguimos com o nosso planejamento de expansão e buscamos por alternativas que complementem esse movimento. A entrada do ‘poke’ no cardápio está entre as novidades que traremos para esse ano”, comenta Carlos Sadaki, presidente do Grupo TrendFoods, que detém as marcas China in Box e Gendai.

Os pratos estarão disponíveis nos canais de venda, site oficial, aplicativo oficial, salão (para as lojas que retornaram o atendimento no local), balcão (retirada na loja), delivery e iFood. A promoção não é cumulativa e vai até 31/05/2021.

Oito dicas para montar uma linda e deliciosa tábua de queijos + receitas de cremes

A Escola do Queijo, projeto no Youtube da Tirolez, ensina o passo a passo para uma tábua de queijos de dar água na boca, além de dois patês para o acompanhamento

As tábuas de queijos podem agradar diversos paladares pela variedade de sabores e texturas, portanto, são recomendadas para ocasiões diversas, atendendo como entrada ou petisco para receber amigos e familiares. Mas você sabe como montar uma tábua de queijos? Na Escola do Queijo, um projeto da Tirolez no Youtube, que visa tornar consumidores em especialistas em queijos, há uma videoaula mostrando todos os segredos para montar uma tábua de queijos perfeita.

Confira os oito passos para montar a sua tábua de queijos:

1º passo: é essencial que você pense na situação em que a tábua de queijos será servida, afinal, existem queijos para todos os momentos;

2º passo: escolha o prato que você mais gosta, uma tábua de mármore ou de madeira suficientemente grande para servir os queijos e os seus complementos;

3º passo: utilize de quatro a oito variedades de queijos, para que todos os queijos harmonizem uns com os outros e seus complementos;

4º passo: para não desperdiçar, separe de 150g a 200g de queijo, no máximo, por pessoa;

5º passo: agora é a hora de escolher os queijos para compor sua tábua de queijos. Abuse da criatividade e invista em diferentes combinações de sabores, diferentes texturas, tipos de cascas, maturação e intensidade. Outra dica importante é: nunca jogue fora as cascas dos queijos, pois acrescentam aromas e sabores que diferenciam um queijo do outro.

6º passo: cada queijo tem um tipo de corte, e as formas podem variar, como cubinhos, triângulos, fatias e até pedaços. Para uma experiência completa, vale o investimento em facas especiais para cada tipo de queijo, mas as facas multiuso são ótimas alternativas.

7º passo: agora é hora de montar. O comum é servir seguindo a ordem dos ponteiros do relógio, ou da esquerda para a direita se for um prato retangular. Você pode começar dos sabores mais suaves e deixar os mais fortes para o fim.

8º passo: inclua os acompanhamentos. Você  sabia que é possível suavizar um sabor ou até acentuá-lo ainda mais? Para o Queijo Brie, utilize mel e nozes; já o Queijo Gruyère e o Queijo Reino combinam com focaccia, frutas secas e frescas, como a uva. E para o Queijo Parmesão, o ideal é o acompanhamento com azeitonas e presunto cru.

Outra boa maneira de impressionar seus convidados de um jeito prático e delicioso é preparando Patês variados à base de Creme de Ricota Tirolez. Pensando nisso, que tal aprender a fazer dois patês de sabores diferentes? Veja como fazer um Creme de Ricota com Azeitonas Pretas e um Creme de Ricota com Ervas Finas. Assim, sua tábua de queijos ficará ainda mais apetitosa para receber quem você ama com muito sabor.

Creme de Ricota com Azeitonas Pretas

Food.com

Ingredientes:
1 embalagem de Creme de Ricota Tirolez
10 azeitonas pretas picadas
1 pitada de sal e pimenta-do-reino

Modo de Preparo:
Em um mixer, coloque as azeitonas, o Creme de Ricota Tirolez e uma pitada de sal e pimenta-do-reino e bata até que tudo esteja bem misturado. Sirva em seguida.

Creme de Ricota com Ervas Finas

Foto: GimasShipSupply

Ingredientes:
1 embalagem de Creme de Ricota Light Tirolez
2 colheres (sopa) de ervas finas picadas (dill, salsinha, cebolinha)
1 pitada de sal
1 pitada de pimenta-do-reino

Modo de preparo:
Em um mixer, coloque o Creme de Ricota Light Tirolez, as ervas picadas e uma pitada de sal e pimenta-do-reino e bata até que tudo esteja bem misturado e sirva em seguida.

Fonte: Tirolez

Seis tipos de mães e os drinques que combinam com elas

Que mãe só tem uma, a gente sabe. Mas há características típicas que fazem com que as identifiquemos prontamente. De clássicas às mamães irreverentes, descubra o drinque que irá agradá-la e proponha o brinde neste Dia das Mães

A mãe clássica: ela gosta de transmitir uma imagem tradicional, desde o corte de cabelo até as roupas que decide usar. Como tem preferência por símbolos atemporais, que não dão brecha a erros, brinde com ela com um Kir Royal, um drinque refrescante e elegante, que combina licor de cassis Gabriel Boudier com espumante e é sempre uma escolha certeira. Modo de preparo: coloque 50 ml do licor em uma taça do tipo flute, complete com espumante e decore com frutas vermelhas. Pronto, você terá um drink sofisticado e delicioso, que nunca sai da moda.

A mãe poderosa: ela é sofisticada, vaidosa e cheia de energia. Sua presença invade todos os espaços – é conhecida e admirada na escola, no parque, nas salas médicas – e seus filhos são motivo de orgulho. Quer surpreendê-la? Aposte do drinque Carajillo 43, a união do mítico Licor 43 com café, que resulta em uma harmoniosa mistura de sabores. Modo de preparo: coloque 3 pedras de gelo em um copo baixo, 50 ml de Licor 43 e adicione 50 ml de café espresso. Misture todos os ingredientes e complete com mais gelo. Para a versão batida, basta adicionar todos os ingredientes em uma coqueteleira e bater vigorosamente.

A mãe prática: a maternidade não é algo de outro mundo e, sim, ela mais aproveita o paraíso do que padece nele. A criança caiu? Levanta que sara, sem muito tempo para os dramas. Essa mãe procura equilibrar as dores e delícias do dia a dia na criação dos filhos. Se sua mãe tem esse perfil, ensine a ela um drinque fácil e rápido como o Fizzy Peachtree. Seu principal ingrediente, o licor de pêssego Peachtree, dá o toque especial ao coquetel. Modo de preparo: sirva em uma taça de vinho com gelo 50ml de Peachtree, 10ml de suco de limão e complete com água com gás.

A mãe fitness: ela ama esportes e incentiva os filhos a praticá-los desde cedo. Ioga, natação, futebol, dança ou o que for, o importante é movimentar o corpo. A alimentação saudável também é prioridade em sua vida, por isso para brindar o Dia das Mães com ela escolha um drink sem glúten como o Stoli Moscow Mule. Modo de preparo: você irá precisar de 60 ml da vodca Stoli Gluten Free, 45 ml de suco fresco de limão, 15 ml de mel agave, 5 folhas de hortelã, 1 pedaço pequeno de gengibre macerado e água com gás. Adicione os ingredientes, menos a água, em uma coqueteleira e bata. Coe e sirva sobre gelo moído em uma caneca. Finalize com água com gás.

Dry Martini – Imagem meramente ilustrativa – DroppedImage

A mãe obstinada: ela é exigente em sua maternidade e espera o mesmo dos filhos. Quer nota 10 porque acredita que sua prole é capaz de chegar ao nível máximo do que quer que seja. Experimente oferecer a esta mãe um potente Dry Martini feito com Elit by Stolichnaya, a vodca Ultra Luxury que foi consagrada com o prêmio ‘2020 Best Vodka’. Irá combinar perfeitamente com esta mãe. Modo de preparo: coloque gelo em uma taça Martíni, e em um mixing glass; adicione 10ml de vermute branco seco no mixing class e misture por 10 segundos com uma colher bailarina, até ficar bem gelado. Pegue o copo pela base, para não esquentar, e dispense o gelo derretido; em seguida acrescente 100ml de Elit e misture por 10 segundos. Volte à taça Martíni, dispense o gelo (que estava ali apenas para gelá-la) e transfira o drinque a ela. Por fim, decore com a azeitona ou um zest de limão.

A mãe irreverente: mente aberta, não tem assunto tabu que a deixe constrangida. Procura quebrar regras na educação dos filhos, claro que com responsabilidade. Quando as crianças crescem, quer buscá-las de madrugada nas festas, conhecer seus amigos e conversar de igual para igual. Está antenada aos drinques do momento, por isso uma taça de Gin&Tonic com MOM Love – o pink gim da mulher moderna infusionado com morangos – irá conquistá-la. Modo de preparo: ofereça uma dose de MOM Gin em uma taça baloon com morangos, folhas de hortelã e muito gelo.

Quinta do Olivardo celebra Dia das Mães com menu caprichado

A Quinta do Olivardo, tradicional restaurante Português, que retomou atendimento ao público no final de abril, se prepara para receber os apreciadores da boa culinária portuguesa com menu recheado de sabores para o Dia das Mães.

Para o domingo (9), a Quinta apresenta quais pratos estão disponíveis para celebrar essa data tão especial e afetiva. Tradicional em seu cardápio, as entradas de Bolinho de Bacalhau, Alheira Defumada e Sardinha Aperitivo, estão confirmadas. Já para os pratos principais, o famoso bacalhau poderá ser encontrado nas versões com Natas, Gomes de Sá, Moda da chef, Moda da casa, Moda do Valdir e Lagareiro, conquistando o paladar de todas as mães.

A Quinta do Olivardo São Roque e a Quinta do Olivardo Tasca Brooklin ainda contam com opções à base de carne como: Parmegiana à moda da Quinta, Picanha à moda do Oliveira, Espetada Madeirense e Bitoque, além disso, as opções veganas e vegetarianas são encontradas no prato Vegano da casa e também no Penne Vegetariano. Na Tasca Brooklin o menu inclui também o Polvo à Lagareiro. Em são Roque o destaque também fica para o famoso Leitão à Bairrada.

As entradas custam a partir de 9,90 reais. Já os pratos principais, que servem 2 pessoas e acompanham porção de arroz branco, saem a partir de 169,00 reais o à Parmegiana e 279,00 reais o bacalhau com natas. A casa ainda conta com uma repleta carta de vinhos ideais para harmonização com cada um dos pratos.

Por conta das medidas restritivas definidas pelo Governo Estadual as unidades localizadas na cidade de São Roque e no bairro do Brooklin em São Paulo, estão atendendo com limitações de espaço, sendo São Roque por ordem de chegada e a unidade da capital paulista mediante a reserva antecipada. Além do atendimento no local, ambas as unidades estão funcionando tanto no serviço de drive-thru, através de encomendas antecipadas, quanto para delivery no caso da Tasca Brooklin, através dos aplicativos iFood e Uber Eats.

Quinta do Olivardo Tasca Brooklin
Drive thru / retirada – Rua Arizona, 1.485 – Brooklin – São Paulo
Telefone para contato: (11) 94223-0195 (11) 5505-7305 (11) 99110-1777
Empório e Restaurante – segunda a domingo das 10h às 16h
Também nos aplicativos Uber Eats e iFood

Quinta do Olivardo – São Roque
Drive thru / retirada – Estrada do Vinho, km 4
Empório – segunda a sexta – das 9h30 às 17h30
Restaurante – segunda a sexta – das 11h às 17h / sábado e domingo – das 11h às 18h
Encomendas WhatsApp (11) 97088-5401