Arquivo da tag: Gastronomia

Linha de espumantes Henkell recebe certificação vegana

A União Vegetariana Europeia (EVU) concedeu à alemã Henkell a certificação V-Label. O título confirma que os espumantes da marca são veganos, ou seja, produzidos sem nenhum componente de origem animal.

A certificação oferece para Henkell o direito de usar em suas garrafas o selo V-Label, um símbolo registrado usado internacionalmente para identificar os produtos veganos e vegetarianos.

A marca solicitou a certificação para atender os consumidores que estão preocupados com a origem dos itens consumidos e se posicionar como uma opção para eles. No Brasil, Henkell está presente com o Henkell Brut, Blanc des Blanc, Trocken e o Zero Álcool.

“Nossos espumantes já eram veganos, e agora passam a ser certificados. Estamos crescendo no mercado nacional e investindo na comunicação da marca. Nosso Instagram já está no ar e até o final do ano também investiremos na ampliação de portfólio. Em 2021, a nossa meta é fechar o ano com 44.000 garrafas vendidas”, declarou Fabiano Ruiz, Diretor Executivo da Henkell Freixenet Brasil.

Fonte: Henkell Freixenet

Amazzoni ensina a preparar Fresco de Mel

O drinque é a pedida para celebrar a maior tendência de coquetelaria da década

Gim tônica tomou conta dos bares brasileiros na última década e, no último dia 19 de outubro, foi comemorado esse novo amor brasileiro. A receita, que é quadricentenária e criada pelos ingleses em suas colônias tropicais para amenizar o amargo gosto do chá de quinino, ingrediente principal do remédio contra malária, ao misturarem a ele gim, limão e outros temperos, ganha versão brasileira com o Amazzoni Maniuara com maracujá e mel.

O rótulo é o mais novo lançamento da destilaria premiada mundialmente Amazzoni – duas vezes homenageado no World Gin Awards como o melhor gim artesanal brasileiro. Caracterizado como o primeiro gim Old Tom nacional, categoria do destilado com sabor mais adocicado, e com o menor teor alcoólico do mercado, 38% ABV, traz entre os botânicos capim-limão, limão siciliano, maxixe, castanha-do-pará, rainha do lago (espécie de planta aquática como a vitória régia), cacau e louro.

Com delicado bouquet floral no aroma, tem coloração dourada e finalização de sabor apimentado com notas cítricas agridoces. E, o nome é uma ode à formiga Maniuara, elemento tradicional da gastronomia amazônica, de sabor apimentado e refrescante, similar ao gim.

Apesar de uma inovação, o novo rótulo mantém intocado o cuidado no artesanato, na qualidade das matérias-primas, na sustentabilidade e na paixão pelo terroir de cada nascente de gim Amazzoni: a floresta.

Confira a receita abaixo.

Fresco de Mel

Ingredientes:
50 ml de gim Amazzoni Maniuara
20 ml de suco de maracujá
20 ml de mel
10 ml de suco de limão siciliano
100 ml de água tônica
Folhas de louro
Sementes de pimenta rosa
Gelo

Utensílios:
Um copo alto

Modo de fazer:
No copo, coloque o Amazzoni Maniuara, o suco de maracujá, o mel e o suco de limão siciliano. Misture até que o mel esteja totalmente diluído. Adicione bastante gelo no copo e complete com a tônica. Misture e finalize com a folha de louro e as sementes de pimenta rosa.

Fonte : Amazzoni

Evino participa do 8º Bem da Moda, evento beneficente em apoio ao GRAAC

Em parceria com a ESPM Social, agência de voluntariado universitário, a Evino participa da 8ª edição Bem da Moda, evento beneficente que tem como objetivo levantar fundos para GRAAC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer) por meio de uma Bienal da Moda, Bazar, Leilão e Brechó. Este ano, o evento ocorre entre 18 e 22 de outubro.

Entendendo a importância das ações sociais, a Evino, maior e-commerce da América Latina, participará da iniciativa no leilão do dia 21, disponibilizando 1 kit a partir de R$ 500,00 que inclui rótulos franceses premiados, do portfólio de Produtores Renomados, e uma degustação guiada com um sommelier da Evino. “É fundamental que as organizações com trabalhos tão importantes encontrem apoios. Nós da Evino sempre procuramos formas de contribuir com as iniciativas que atuam para o cuidado com o próximo, e ficamos felizes em poder participar desta edição do Bem da Moda”, conta Eduardo Souza, Co-CEO da Evino.

Desde a sua fundação, a ESPM Social realiza há 19 anos a consultoria para ONGs e OSCIPs (Organizações da sociedade civil de interesse público), já atendeu mais de 230 instituições sociais e recebeu mais de 900 alunos voluntários. Na última edição, realizada em 2019, o evento beneficente levantou R$ 160.000,00.

Fonte: Evino

BurgUP participa do Burger Gourmet by Restaurant Week com dois menus inéditos

Casa também passa a funcionar para almoço, exclusivamente aos sábados

Até 14 de novembro, acontece a 27ª edição do Restaurant Week e também a 3ª edição do Burger Gourmet. Para a edição deste ano, a organização do evento propôs como tema sabores da infância. Participando pela segunda vez do evento, a BurgUP, hamburgueria artesanal localizada no Butantã, oferece duas opções de menu, inspiradas no tema proposto.

O primeiro menu, é um hambúrguer de 180g recheado com queijo e presunto, no pão tradicional, maionese branca, ovo frito, tomate e alface, acompanhado de batata palito.

Já a segunda opção é um hambúrguer com blend de 180g, creme de cheedar, bacon crocante, crispy onion, barbecue, no pão australiano, acompanhado de batata palito. Ambos seguem como proposta a releitura de lanches clássicos dos anos 70 e 80. O valor de cada menu é R$34,90, com valores a parte para sobremesa e bebidas.

A casa também participa das ações de patrocinadores. Na compra de qualquer menu, o cliente recebe como cortesia no final de pedido uma lata do recente lançamento da Diageo – Gordon’s Gin & Tônica. Para completar a experiência, todos clientes que participarem consumirem um menu do evento também recebem o lançamento da Trident, o Trident Max. Os menus do evento estão disponíveis para consumo no salão, delivery e retirada.

A casa funciona todos os dias, das 17h30 às 23h30, mas devido ao evento, passou a operar também no período do almoço, a partir das 12h. O delivery da casa cobre o raio de 5km, abrangendo Butantã e região. Além dos menus, a BurgUP opera diariamente com o rodízio de mini burgers e um amplo cardápio de hambúrgueres, porções, drinks e milk shakes.

BurgUP: Av. Corifeu de Azevedo Marques, 1164 – Butantã, São Paulo – SP. Horário de funcionamento: de segunda a domingo – das 17h30 às 23h30. Sábados, das 12h às 24h.

Emagrecentro lança linha de bebidas alcoólicas livres de carboidrato e açúcar

A cerveja artesanal e as Hard Seltzer já estão à venda nas 240 unidades da rede e também de forma online

Manter a dieta nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente em momentos de lazer e descontração. Pensando nisso, a Emagrecentro, uma das maiores redes de emagrecimento e estética corporal do país, está lançando uma linha de bebidas alcoólicas zero carboidrato e zero açúcar.

Entre as novidades estão a Cerveja Best Shape, produzida de forma artesanal e com teor alcoólico de 4,8%, vendida em embalagens de 275ml preço sugerido de R$ 12,00. Sensação nos Estados Unidos, a Hard Seltzer, água com gás alcoólica saborizada, também passa a fazer parte do portfólio da rede no Brasil.

Disponíveis em dois sabores, limão e frutas vermelhas, a linha Best Drink é comercializada em long neck de 275ml e tem teor alcoólico de 4,5%, preço indicado para o consumidor final é de R$ 11,00. Os lançamentos estão à venda nas 240 unidades da marca.

Com 35 anos de experiência, o médico, fundador e CEO da Emagrecentro, Edson Ramuth, comenta sobre os lançamentos. “Investimos continuamente em pesquisas, inovação e tecnologia para sempre oferecer aos nossos clientes o que há de mais atual e moderno quando se fala em saúde, estética e bem-estar. Chegar ao corpo desejado não precisa ser algo sofrido e agora a barriguinha de cerveja virou algo do passado”, comemora.

Sobre a Emagrecentro

Referência nas áreas de emagrecimento e estética corporal, a Emagrecentro foi fundada pelo médico, Edson Ramuth, em 1986 e entrou para o franchising em 1994. A rede que oferece tratamentos a preços acessíveis, atualmente conta com 210 operações no Brasil e cinco nos Estados Unidos com a bandeira de Best Shape.

Starbucks Brasil convida todos a desfrutarem Halloween com retorno do icônico Pumpkin Spice

Bebida que é sucesso entre clientes no mundo todo estará disponível em lojas* da marca no país a partir do dia 19 de outubro e por tempo limitado

O Halloween, época mais assustadora e divertida do ano, está chegando. Ao redor do mundo, essa comemoração tem sido celebrada por diferentes culturas, entrando no calendário de comemorações anuais e, no Brasil, não tem sido diferente. Para marcar a data, a Starbucks® traz ao país a linha icônica de bebidas Pumpkin Spice, por tempo limitado.

“Essa é uma bebida icônica e um dos sabores mais aguardados entre os lançamentos anuais da Starbucks. No Brasil, escolhemos trazer o Pumpkin Spice de volta para o nosso menu sazonal, especialmente quando celebramos nosso aniversário de 15 anos no país. Neste ano tão marcante para nós, quisemos proporcionar aos nossos clientes esse sabor que é tão tradicional da Experiência Starbucks no mundo todo”, disse Sedenir Junior, gerente de marketing da Starbucks no Brasil.

A bebida é inspirada no produto mais típico das festividades de Halloween, a abóbora, e com toques de especiarias. Por tempo limitado no mês de outubro, poderá ser preparada pelos baristas apaixonados da Starbucks em diferentes versões e ser apreciada do jeito preferido de cada um, incluindo as versões:

Pumpkin Spice Latte – a famosa combinação de espresso, leite vaporizado, calda de abóbora com especiarias, finalizada com chantilly de baunilha e especiarias em pó.

Iced Pumpkin Spice Latte – versão da bebida gelada com café espresso, leite frio, uma calda de especiarias com toque de abóbora, gelo, coberto com chantilly de baunilha e especiarias em pó.

Pumpkin Spice Cold Brew Cold Foam – Disponível em lojas selecionadas – Cold Brew (bebida extraída da infusão fria de café com água por 20 horas) com gelo, coberto com Cold Foam (espuma de leite, creme de baunilha e calda de especiarias com toque de abóbora, batida em alta velocidade), coberto com especiarias em pó.

Pumpkin Spice Frappuccino – o delicioso sabor de abóbora com as tradicionais especiarias, batido com café, leite, gelo e coberto de chantilly de baunilha e especiarias em pó.

O Pumpkin Spice já se tornou uma tradição que marca o menu da Starbucks em diversos países nesta época do ano, por isso a marca aposta nessa linha para proporcionar experiências deliciosas e únicas para seus clientes, seja em suas lojas físicas, seja em suas casas. O produto poderá ser encontrado por tempo limitado nas lojas da marca, no app Starbucks Brasil ou por delivery no aplicativo Rappi (a depender da disponibilidade do serviço na região).

*Em Florianópolis (SC), o produto ficará disponível a partir de 21 de outubro de 2021.

Nhá Benta Dragê : sabor de inovação Kopenhagen

“A nova versão do doce vem turbinada em sabor, cor e textura”

A Nhá Benta há 71 anos é um dos chocolates mais consumidos no país e um dos clássicos mais icônicos da Kopenhagen, além de ser uma das grandes plataformas de inovação da marca que sempre a reinventa como forma de surpreender o consumidor.

E seguindo essa esteira, a Nhá Benta está de cara e sabor novos, ela ganhou a crocância, a diversão e a cor do Dragê Kopenhagen.

Nessa nova versão a textura aveludada do marshmallow ganha a explosão de crocância do dragê, assim como a cobertura de chocolate ao leite que também ficou mais colorida e crocante, graças a essas bolinhas que explodem e se transformam em uma experiência sensorial totalmente diferente.

“A Nhá Benta tradicional é um dos nossos campeões de venda em todo o país há mais de sete décadas, no entanto, os consumidores apaixonados pelo doce já se acostumaram com as inovações que implementamos todos os anos e virou tradição recriar a Nhá Benta sempre com um toque a mais de sabor ou textura. Dessa vez surpreendemos com os dois, o sabor está mais intenso e a textura nunca esteve mais atrativa”, explica o gerente executivo de marketing Kopenhagen, Felipe Diniz.

A Nhá Benta Dragê já está disponível nas mais de 400 lojas Kopenhagen espalhadas pelo Brasil, no ecommerce da marca e também nas principais plataformas e aplicativos de delivery.

Mitos sobre o azeite: nutricionista explica sobre funcionalidade do produto

Aquecimento, cor e acidez ainda deixam consumidores em dúvida na hora de escolher ou preparar receitas com o famoso suco das azeitonas

O azeite de oliva é uma gordura proveniente da azeitona, o fruto da oliveira. Florescendo na primavera, as azeitonas passam pelo processo de maturação até ao outono, época em que acontece a colheita. A azeitona é um alimento presente em grande parte das cozinhas e o azeite é um dos elementos base da dieta mediterrânica, considerada uma das mais saudáveis do mundo.

Segundo um estudo realizado pela Fiesp o consumidor brasileiro busca cada vez mais por uma alimentação balanceada e saudável e, por esse motivo, o interesse pelo azeite cresce a cada ano no Brasil. Uma gordura rica em vitaminas e substâncias antioxidantes, o azeite é subdividido em três tipos:

Azeite Extravirgem

Nesta categoria, o produto deve ter até 0,8% de acidez e sem defeito organoléptico/sensorial, sendo este o tipo de azeite que tem melhor preservadas as suas qualidades de aroma e sabor. A acidez de até 0,8% é um indicativo de que todas as etapas de processamento (maturação da azeitona, colheita do fruto, limpeza, extração e embalagem) foram realizadas de forma adequada.

Azeite Virgem

Azeites que apresentam algum defeito sensorial e/ou com acidez acima de 2% são denominados azeite virgem. Azeites com acidez acima de 2% não são adequados para o consumo, sendo que estes produtos são submetidos a um processo químico denominado refinamento, o qual se reduz a acidez do produto adequando-o ao consumo.

Azeite de Oliva

O processo de refinamento nos azeites virgens remove, além da alta acidez, as substâncias aromáticas e de sabor, bem como os antioxidantes naturais, pigmentos de cor e as vitaminas do azeite. Nesta fração refinada do azeite, normalmente se adiciona uma pequena quantidade de azeite extra virgem para repor um pouco de sabor, aroma e cor ao produto final. Estes azeites, então, são denominados comercialmente como “Azeite de Oliva” e sua acidez é de até 1%.

Mas com tantas informações disponíveis atualmente sobre o produto, surgem também alguns mitos que permeiam o uso do azeite. Pensando nisso, a Andorinha, marca pertencente ao grupo Sovena e que importa para o Brasil os azeites e azeitonas do seu olival próprio em Portugal, nos ajuda a desmitificar quatro mitos sobre o azeite.

De acordo com a nutricionista Maria Julia Coto “A inserção do azeite na alimentação todos os dias apresenta inúmeros benefícios à saúde devido à sua elevada densidade nutricional. Por isso, é essencial desmistificar algumas dúvidas comuns que surgem em torno desse alimento, para assim, proporcionar maior conhecimento sobre o impacto das escolhas alimentares em boas condições de saúde a curto e a longo prazo, assim como o azeite é capaz de proporcionar.”

O azeite não pode ser exposto a altas temperaturas

Esse é um dos mitos mais recorrentes entre os consumidores, e isso faz com que o uso do azeite fique restrito apenas à finalização de pratos e ao tempero de saladas. Segundo as pesquisas, 1/3 dos consumidores acreditam que, quando aquecido, o azeite perde suas propriedades benéficas e por esse motivo não esquentam o produto. Mas, ao contrário do imaginário comum, o produto aquecido se mantém estável e benéfico ao combate de colesterol ruim e aumento do bom. Usado corretamente, em média até 180ºC, o azeite de oliva pode fazer a diferença para manter uma alimentação de qualidade.

De acordo com a nutricionista Maria Julia Coto, “diversos estudos científicos já comprovaram que o azeite pode ser aquecido em condições de uso doméstico sem prejuízos. É um mito acreditar que vira ‘gordura ruim’, pois estes estudos demonstraram que o aquecimento não altera o perfil de ácidos graxos do azeite, comprovando que não há uma mudança no perfil de gorduras, que se mantém de boa qualidade. Isso ocorre devido ao alto teor de antioxidantes presentes no azeite, moléculas que protegem as células de reações oxidativas. Assim, o azeite é capaz de manter a sua composição estável frente à oxidação térmica, sem que haja a formação relevante de compostos tóxicos ou gordura trans.”

O azeite de cor verde é melhor do que o dourado.

A ideia generalizada diz que a cor do azeite é fundamental na escolha. “Muitos consumidores preferem comprar azeites em tons verdes-dourados. E quando, visualizam azeites com colorações diferentes, acreditam que o produto esteja estragado. A crença de que o azeite amarelo é ruim, não é verdadeira visto que, os diferentes tons de azeite estão relacionados a variedade, as condições climáticas, a região e o ponto de maturação das azeitonas colhidas para a extração do óleo é que determinarão a cor”, explica a especialista.

A cor do azeite indica a tonalidade da azeitona no momento de colheita e extração do azeite. A mudança na coloração deve-se ao processo de amadurecimento do fruto. Além disso, o estágio de maturação das azeitonas também interfere no sabor do azeite. No início da safra, normalmente as azeitonas estão mais verdes e, por isso, originam azeites mais amargos e picantes, já no fim da safra, normalmente os azeites são mais doces e suaves. O importante é saber o que diferencia um tipo de azeite do outro e como escolher o mais adequado para cada ocasião de uso, ou de acordo com a sua preferência particular de paladar.

O azeite é como o vinho do Porto, melhora com o tempo.


Diferentemente do vinho, as características e as intensidades de sabor e aroma se mantêm melhor preservadas e são mais bem percebidas quando o azeite é “novo”, ou seja, quando consumido em data mais próxima de sua fabricação. De acordo com a especialista, muitas propriedades do alimento são termo e fotossensíveis, ou seja, quando exposto constantemente a luz e ao calor, o azeite pode sofrer o processo de oxidação.

O azeite deteriora-se ao longo do tempo, estar exposto à luz ou ao ar e temperatura elevada provocam sua oxidação — por isso é melhor consumi-lo mais cedo do que mais tarde.
“Para manter por mais tempo suas propriedades o ideal fechar muito bem embalagem após o consumo, para evitar contato excessivo com o oxigênio, e guardar em um local fresco protegido de calor e luz excessiva”, complementa.

A acidez do azeite de oliva reflete no aroma e sabor.

Diferente do que muitos pensam, a “acidez” do azeite não está relacionada a sensação de sabor ácido que alimentos como, por exemplo, o limão proporciona. Segundo a nutricionista, “Não é possível sentir no paladar, o grau de acidez indicado na embalagem do azeite serve apenas para indicar a classificação do azeite”.

Além disso, está relacionada ao teor de ácidos graxos livres da azeitona e só pode ser detectada por meio de testes laboratoriais. A acidez pode ser influenciada por alguns fatores, como qualidade da azeitona, pureza, maturação, estocagem e transporte, estando associada ao grau de degradação e oxidação do azeite. Levando isso em conta, um azeite com maior acidez apresenta maior oxidação e é nisso que se deve prestar atenção. Isso porque alguns produtos da oxidação de óleo são prejudiciais à saúde. Um azeite de boa qualidade não possui acidez maior do que 2% o que é o caso do portfólio Andorinha. As informações sobre a acidez do azeite, geralmente, podem ser encontradas no rótulo do produto.

Fonte: Andorinha

Bia Hoi SP apresenta novidades de primavera

Pratos e petiscos de sabor forte e novos drinques que combinam com a estação são alguns dos lançamentos do pub vietnamita no Centro de SP

O Bia Hoi SP, primeiro pub vietnamita do Brasil, traz novidades para a primavera em seu cardápio. O novo menu da estação dá destaque a pratos e sanduíches mais carregados no tempero e na pimenta. Também ganham espaço petiscos fritos perfeitos para acompanhar um chope ou cerveja bem gelada. Para completar, a casa oferece novos coquetéis e uma cerveja própria.

Banh Bao Viet Cajun

Entre os sanduíches, as novidades são os Banh Bao: versão vietnamita do tradicional pão cozido no vapor. São cinco opções de recheio, quase todos com sabor picante. O Banh Bao Viet Cajun (R$ 33) é uma criação dos imigrantes vietnamitas no sul dos EUA que retornaram para o Vietnã e levaram a influência americana de volta à terra ancestral. Leva bolinho de carne de siri, saladinha vietnamita (repolho roxo, pepino, cenoura, hortelã e coentro) e molho cajun bem picante. O Banh Bao Tom (R$ 43) leva camarões grelhados picantes, amendoim moído e saladinha vietnamita. Banh Bao Panceta (R$ 26) é recheado com barriga de porco em caramelo picante e saladinha vietnamita. Banh Bao Ga (R$ 25) tem frango empanado e caramelizado com molho picante, maionese de coentro, cenoura, nabo, pepino, cebola, hortelã, coentro e molho de pimenta sriracha Huy Fong. E o Banh Bao Cà Tím (R$ 22) é a versão vegetariana, com berinjela à milanesa com maionese de coentro e saladinha vietnamita.

Para petiscar, entram no cardápio os Mexilhões Viet (R$ 29) – deliciosa porção de mariscos empanados com tempero vietnamita picante e fritos, acompanhados de maionese cajun. Seguindo a tradição vietnamita de sempre inventar novas formas e novos recheios para os pratos tradicionais, o Bia Hoi SP também apresenta uma nova opção de Goi Cuon, o rolinho e papel de arroz adorado pelos vietnamitas. A nova versão é o Goi Cuon Salmão Curado (R$ 44) que leva pedaços saborosos de salmão curados com vodca, açúcar mascavo e dill.

As novidades continuam nos pratos principais. São duas opções de Ca Ri, a versão vietnamita do curry. O Ca Ri Ga (R$ 39) leva aromático curry preparado na casa com a mistura de especiarias e outros temperos mais ácida, típica do Sul do Vietnã, que inclui tamarindo, capim limão, pimenta dedo de moça e limão kaffir. Completam o prato cubos de peito de frango e legumes do dia que podem incluir abóbora cabotiã, abobrinha, vagem, batata doce, brócolis, acelga chinesa e tomate. Muito picante, o prato já faz sucesso na casa e também faz alguns clientes chorarem com o ardor. Ca Ri Chay (R$ 34) é a versão vegana do prato, com os mesmos legumes do dia.

Novos coquetéis e cerveja da casa

Pensando nos dias mais quentes da primavera, o Bia Hoi SP também apresenta novas opções de coquetéis. É o caso do Spice Gin (a partir de R$ 28 com gim nacional premium) – gim tônica com canela e anis estrelado que destaca as especiarias do oriente. Para quem está entre amigos, a novidade é a jarra de Clericot Cochinchina (R$ 88), preparado com vinho branco, Cointreau, água com gás, frutas da estação, canela e anis, que lembram as especiarias trazidas da Cochinchina (como os portugueses chamavam o Vietnã). A jarra tem 1,2 litro e serve até cinco pessoas.

Sobre o Bia Hoi SP

Inaugurado em novembro de 2017 na Vila Buarque, Centro de São Paulo, o Bia Hoi SP traz pela primeira vez à cidade a típica comida de rua do Vietnã. Inspirado nos bia hoi de Hanói – botecos simples onde o chope é a grande estrela – a casa oferece uma variada oferta de comidinhas vietnamitas. São porções para compartilhar e petiscos perfeitos para acompanhar um chope, as várias opções da carta de cervejas artesanais ou os coquetéis autorais ou clássicos da casa. Os pratos servidos são o resultado de vários anos de pesquisa e passagens dos sócios Dani Borges e Fernando Brito pelo Vietnã, além de um ano e meio de realização do Jantar no Centro, em que o casal recebia, duas vezes por mês, grupos de 20 pessoas para jantares vietnamitas.

Entre as receitas já clássicas da casa estão o Goi Cuon (rolinhos primavera vietnamitas, que são frescos e não fritos), feitos com verduras, ervas aromáticas e camarão no vapor, tudo enrolado em papel de arroz; o Thit Kho To, picadinho de filé mignon suíno em um perfumado molho de leite de coco queimado; e o tradicional Pho, o prato nacional do Vietnã, que consiste em um caldo de ossos de boi preparado por várias horas onde são acrescentadas especiarias, ervas aromáticas e finas fatias de peito de boi.

Bia Hoi SP – Vietpub: Rua Rêgo Freitas, 516, Vila Buarque – São Paulo. Telefone: (11) 3151-2508
Horário de funcionamento: de terça a quinta, das 12h às 15h e das 19h às 23h. Sexta e sábado, das 12h às 23h. Domingo, das 12h30 às 22h

Duckbill lança cardápio refrescante para a primavera

No início deste ano, a Duckbill Cookies & Coffee, rede de franquias especializada em cookies e coffee shop, passou a trabalhar com as campanhas anuais: Verão, Outono, Inverno, Primavera e Natal. Estamos na primavera e para comemorar a estação, a rede lançou um cardápio refrescante que está disponível em todas unidades da rede.

As novidades estão presentes nas mais de 100 unidades em funcionamento pelo Brasil e podem ser consumidas presencialmente ou através do pedido feito pelo iFood.

Duckbill Primavera Refrescante:

Violet Tea: base de limonada italiana e xarope de flor de violeta no shaken, chá de camomila e bastante gelo servidos de forma a criar um degradê de violeta para um leve dourado. Uma bebida refrescante, muito aromática e levemente cítrica.

Passion Lemonade: base de limonada italiana, xarope de maracujá vermelho, bastante gelo e um toque de caramelo servidos diretamente no copo para realçar suas cores vibrantes.

Freshen Pêssego: base de limonada italiana, xarope de pêssego, chá de capim cidreira e bastante gelo no shaken. Uma bebida bem suave, com uma doçura ímpar e um aroma inconfundível de cidreira bem presente.

Lemon Cold Brew: nosso maravilhoso café Duckbill infusionado por 12 horas. Com um paladar leve, refrescante, com doçura e acidez perfeitos misturados com nosso xarope de limão siciliano e muito, muuuito gelo!

Informações: DuckBill Cookies & Coffee