Arquivo da tag: Gastronomia

Linha Polenghi Seléction: queijos que combinam com momentos especiais

Marca apresenta 20 tipos de produtos premium produzidos no Brasil e na Argentina

Polenghi Seléction é uma linha premium que traz queijos de alta qualidade para os consumidores, todos feitos por mestres queijeiros que utilizam ingredientes selecionados com técnicas especiais, resultando em sabores marcantes e sofisticados.

Os 20 tipos de queijos da Polenghi Seléction são produzidos no Brasil e na Argentina, respeitando as rigorosas tradições de cada receita. A matéria-prima principal é o leite de vaca, sendo que cada produto tem harmonizações específicas e notas sofisticadas, como aromas de champignon, frutado, caramelado, lático, especiarias, nozes, amanteigado, entre outras.

pategras__1_parmesao__1_

Entre as opções ideais para serem servidas como entradas e aperitivos estão o brie, camembert, sardo e reino. Para essa proposta, a marca oferece também algumas versões em formato apéritif (cortados no tamanho ideal para compor canapés). Para a harmonização com vinhos, destacam-se o camembert intense, com alta cremosidade e aromas picantes que pode ser servido com um Chardonnay, ou o parmentino – um clássico italiano que deve ser acompanhado de vinho tinto como Cabernet Sauvignon.

A linha também oferece queijos para serem usados no preparo de receitas como massas, pães, fondues e molhos. Para risotos mais cremosos, as dicas são reggianito, gorgonzola e brie supreme, já os quiches pedem queijos tradicionais franceses e suíços como o emental e o gruyère. Há ainda possibilidades de uso em saladas, como o grana ralado, e em vegetais grelhados, como o provolone curado.

file_de_tilapia_com_crosta_de_parmesao_ps__1_file_mignon_com_manteiga_de_gorgonzola_ps__1_

Entre as opções, o site da Polenghi traz uma ferramenta que chama Polenghi Seléction combina. É uma ferramenta para auxiliar na hora de escolher os queijos e melhores combinações conforme a ocasião de consumo e o tipo de bebida para harmonizar. Confira clicando aqui. 

Cervejaria de Ribeirão Preto amplia portfólio e lança lager com casca de laranja

Com mais de 20 anos de história, Colorado amplia seu portfólio. A cervejaria de Ribeirão Preto lança a Ribeirão Lager, para ajudar qualquer pessoa a “desibernar” e ainda deixar para trás o mito de que “uma cerveja artesanal não pode ser leve e fácil de beber”. A nova bebida, aliás, é ideal para todos os momentos.

Do estilo lager, com 4,5% de teor alcoólico e 20 IBU, a Ribeirão Lager tem amargor moderado, sendo fácil de beber, leve e refrescante. E para manter toda a brasilidade já conhecida na cervejaria do interior de São Paulo, o ingrediente brasileiro escolhido para complementar essa receita é a casca de laranja. Assim, o aroma não deixa escapar todo o aspecto frutado e cítrico.

Fundada em 1996, Colorado trouxe para as pessoas todo o sabor encontrado nas artesanais em outros cantos do mundo, mas com todo o toque brasileiro, com a adição de ingredientes diferenciados, enaltecendo a biodiversidade nacional.

“Temos cervejas de diversos estilos e com uma imensidão de ingredientes. Mas ainda nos faltava uma bebida caracterizada pela refrescância. A Ribeirão Lager é ideal para todos os locais e todas as ocasiões. Tudo isso com as reconhecidas propriedades de Colorado”, afirmou Guilherme Poyares, gerente de marketing de Colorado.

Se não bastasse, a Ribeirão Lager homenageia a cidade onde nasceu a cervejaria: Ribeirão Preto. Ela pode ser encontrada em garrafa e chope.

cerveja laranja 1

Informações sobre a cerveja:
Ribeirão Lager
Estilo: Lager
Teor alcoólico: 4,5%
IBU: 20
Cor: dourado intenso
Matéria-prima: laranja

Padoca Di Napoli lança caldos e cremes

É em Moema que os amantes de uma pausa prazerosa encontram na charmosa Padoca Di Napoli o refúgio ideal. A padaria gourmet do DPN Gastronomia, grupo gastronômico presente em São Paulo desde a década de 1980, acaba de criar um menu especial de caldos e cremes (R$ 17,90 cada) para aumentar a temperatura.Aos que preferirem, o combo (caldo ou creme com uma taça de vinho), sai a R$23,90.

Entre as opções, estão: Sopa de Feijão; Creme de Mandioquinha; Creme de Palmito, Minestrone de Frango entre outras. Reconhecida por seu cardápio repleto de opções saborosas que garantem desde lanches simples até refeições completas e doces extremamente elaborados, a Padoca Di Napoli propõe a todos uma experiência inigualável na cidade. A decoração que remete aos cafés franceses foi pensada para que todos os clientes pudessem ter momentos de prazer.

sopa di napolipadoca di napoli22padoca di napoli

Padoca Di Napoli: Av. Rouxinol, 214 – Moema, São Paulo – SP. Horário: de segunda a segunda das 6 às 22 horas

Miolo é Campeã da Grande Prova Vinhos do Brasil 2019

Vinícola segue sendo a mais premiada da competição nacional, liderando as categorias Espumante Brut Rosé, Touriga Nacional, Rosé e Bag in Box, além de alcançar 92 pontos com três rótulos

Única campeã em quatro categorias, a Vinícola Miolo continua sendo a marca de vinhos e espumantes brasileiros mais premiada na Grande Prova Vinhos do Brasil (GPVB). A empresa saltou de 11 para 26 rótulos bem avaliados pela competição que reuniu, de 3 a 6 de junho, 25 especialistas no Hotel Vila Galé, no Rio de Janeiro. Os grandes vitoriosos foram o Terranova Brut Rosé, Miolo Single Vineyard Touriga Nacional 2018, Miolo Seleção Rosé 2019 e o Bag in Box Miolo Seleção Cabernet Sauvignon/Merlot 2017, campeões nas categorias Espumante Brut Rosé, Touriga Nacional, Rosé e Bag in Box.

A marca que possui o maior portfólio de rótulos nacionais – hoje com mais de 100 – mostrou não apenas a diversidade de sua produção como também a capacidade que o Brasil tem de elaborar vinhos e espumantes de alto nível, aproveitando o que cada região tem de melhor. Única a cultivar vinhedos e produzir em quatro diferentes terrois brasileiros – Vale dos Vinhedos (Serra Gaúcha), Seival/ Candiota (Campanha Meridional), Almadém / Santana do Livramento (Campanha Central) e Terranova / Casa Nova (Vale do São Francisco) -, a Miolo é a expressão mais autêntica da riqueza de solo e clima que o Brasil oferece.

“Apostamos nesse projeto de terroirs porque acreditamos no potencial de cada um deles. Respeitamos a natureza, entendendo suas potencialidades. Assim, criamos rótulos únicos que hoje são admirados pelo mundo inteiro. Receber mais esta distinção nos enche de orgulho e nos dá a energia de que precisamos para seguir adiante, conquistando novos paladares, gerando ainda mais prazer”, comemora Adriano Miolo, diretor superintendente da Miolo.

Além de ser campeã nas quatro categorias, a Miolo também se destacou na GPVB por alcançar 92 pontos com três rótulos, sendo eles: Terranova Brut Rosé, Miolo Single Vineyard Touriga Nacional 2018 e Miolo Lote 43 Safra 2012, mais um resultado que demonstra a qualidade da marca tanto em espumantes quanto em vinhos tranquilos. Os 26 rótulos com mais de 86 pontos contemplaram produtos de todas as regiões de atuação da Miolo.

A Campanha Meridional lidera com 11 destaques, seguida pelo Vale do São Francisco com nove, Vale dos Vinhedos com cinco e Campanha Central com um. Dos quatro Campeões, três são provenientes da Campanha Meridional, região que vem se destacando no cultivo de uvas propícias para a elaboração de vinhos diferenciados.

A GPVB reuniu 1.072 amostras inscritas por 122 vinícolas de oito estados brasileiros. A competição é uma realização do Grupo Baco Multimídia dirigido pelo jornalista Marcelo Copello, também presidente do júri. O resultado completo será publicado no Anuário Vinhos do Brasil 2019/2020, que será lançado no Rio Wine and Food Festival, em agosto. A cerimônia de entrega da premiação será durante a Wine South America, em setembro, em Bento Gonçalves (RS).

Bag in Box premiado

Atenta as mudanças no comportamento do consumidor de vinho, a Miolo é exemplo de inovação. Há mais de 10 anos, a empresa aposta no Bag in Box como alternativa para quem aprecia degustar apenas uma taça de vinho nas refeições, por exemplo, ou até mesmo levando em consideração a crescente consciência sobre o consumo moderado. O conceito vem ganhando espaço no mercado e a preocupação com a qualidade do produto é permanente.

“Todos nossos vinhos Bag in Box são os mesmos dos que são embalados em garrafa. A alternativa e a inovação do Bag in Box é apenas mais uma opção de atendimento das várias oportunidades e demandas do mercado. Ser Campeão na categoria Bag in Box da maior competição às cegas do Brasil é quebrar o paradigma de que vinho bom é somente aquele envasado em garrafa”, ressalta Adriano Miolo.

Campeões Miolo Grande Prova Vinhos do Brasil 2019

Categoria: Espumante Brut Rosé Charmat

Terranova Brut Rosé
Terranova Brut Rosé (Miolo Terranova – Vale do São Francisco, BA)

Categoria: Tinto Touriga Nacional

Miolo Single Vineyard Touriga Nacional 2018b
Miolo Single Vineyard Touriga Nacional 2018 (Seival/Candiota – Campanha Meridional, RS)

Categoria: Rosé

Miolo Seleção Rosé
Miolo Seleção Rosé 2019 (Seival/Candiota – Campanha Meridional, RS)

Categoria: Bag in Box

Miolo Seleção Bag in Box
Miolo Seleção Cabernet Sauvignon / Merlot 2017 (Seival/Candiota – Campanha Meridional, RS)

Jurados
Presidente do Júri: Marcelo Copello, Grupo Baco Multimídia
Sérgio Queiroz – Grupo BACO Multimídia
Alexsander de Oliveira – sommerlier chefe do Grupo Claude Troisgros
Beto Duarte – jornalista e diretor de documentários
Bruno Vianna – presidente SBSomm e Dip WSET
Danio Braga – chef e sommelier, fundador da ABS Brasil
Deise Novakoski – jornalista e consultora em vinhos
Ed Arruda – sommelier chefe do Copacabana Palace
Fernando Lim -, blogueiro e diretor da ABS-Rio
Gilvan Passos – WSET, consultor e autor de livros e DVDs sobre vinho
Homero Sodré – consultor de vinhos
Jéssica Marinzeck – sommelier, Dip WSET
João Pedro Lamonica – sommelier campeão do RWFF 2013
Jocelyn Sodré – professora de vinhos da Universidade Estácio de Sá
Joseph Morgan Jr. – presidente da ABS-Rio
Luiz Nunes – diretor e ex-presidente da ABS-Rio
Marcelo Copello – Grupo Baco Multimídia
Marcelo dos Santos – sommelier do Mr Lam
Marcelo Rebouças – proprietário da Cave Nacional
Maria Helena Tahuata – diretora da ABS-Rio
Rafael Puyau – WSET, embaixador Enocultura RJ
Raphael Zanon – sommelier chefe do restaurante Satyricon
Ricardo Farias – diretor e ex-presidente da ABS-Rio
Rodrigo Machado – Wset e colunista de vinhos na Band News FM/RS
Rodrigo Moura – sommelier e diretor de profissionais da ABS Rio
Wandyr Hagge – WSET, enólogo e produtor

Desemprenho dos produtos Miolo

CATEGORIA PRODUTO/SAFRA ORIGEM PONTOS CLASSIFICAÇÃO
Espumante Brut Rosé Charmat Terranova Brut Rosé Vale do São Francisco (BA) 92 Duplo Ouro

Campeão

Tinto Touriga Nacional Miolo Single Vineyard Touriga Nacional 2018 Campanha Meridional (RS) 92 Duplo Ouro

Campeão

Tinto Super Premium Miolo Lote 43 2012 Vale dos Vinhedos (RS) 92 Duplo Ouro
Rosé Miolo Seleção Rosé 2019 Campanha Meridional (RS) 90 Ouro

Campeão

Tinto Tannat Miolo Reserva Tannat 2017 Campanha Meridional (RS) 90 Ouro
Branco Gewurztraminer Almadén Gewrztraminer 2018 Campanha Central (RS) 89  
Espumante Brut Rosé Charmat Almadém Brut Rosé Vale do São Francisco (BA) 89  
Tinto Merlot Miolo Merlot Terroir 2015 Vale dos Vinhedos (RS) 89  
Espumante Brut Branco Charmat Terranova Brut Vale do São Francisco (BA) 89  
Tinto Cabernet Sauvignon Quinta do Seival Cabernet Sauvignon 2015 Campanha Meridional (RS) 89  
Doces e Fortificados Miolo Late Harvest 2012 Campanha Meridional (RS) 89  
Espumante Brut Branco Champenoise Miolo Millesime Brut 2015 Vale dos Vinhedos (RS) 89  
Branco Sauvignon Blanc Seival by Miolo Sauvignon Blanc 2018 Campanha Meridional (RS) 89  
Tinto Pinot Noir Miolo Single Vineyard Pinot Noir 2017 Campanha Meridional (RS) 89  
Bag in Box Tinto Miolo Seleção Cabernet Sauvignon/Merlot 2017 Campanha Meridional (RS) 89 Campeão
Espumante Moscatel Branco Terranova Moscatel Vale do São Francisco (BA) 88  
Branco de Outras Castas e Cortes Terranova Reserve Verdejo 2019 Vale do São Francisco (BA) 88  
Branco Sauvignon Blanc Seival by Miolo Sauvignon Blanc 2019 Campanha Meridional (BA) 88  
Espumante Brut Branco Charmat Almadém Brut Vale do São Francisco (BA) 88  
Branco Chardonnay Miolo Reserva Chardonnay 2017 Campanha Meridional (BA) 87  
Tinto Syrah Testardi Syrah 2017 Vale do São Francisco (BA) 87  
Tinto Tempranillo Miolo Reserva Tempranillo 2017 Campanha Meridional (BA) 87  
Espumante Demi-Sec Branco Charmat Terranova Demi Sec Vale do São Francisco (BA) 87  
Branco Chardonnay Miolo Cuvée Giuseppe Chardonnay 2017 Vale dos Vinhedos (RS) 87  
Espumante Demi-Sec Branco Charmat Almadém Demi Sec Vale do São Francisco (BA) 86  
Tinto Cortes Miolo Cuvée Giuseppe Merlot/Cabernet Sauvignon 2017 Vale dos Vinhedos (RS) 86

 

Tres lança café espresso assinado por Alex Atala

Embaixador da marca, chef assina cápsulas de café cultivados na Fazenda Sequoia, que esto à venda no e-commerce da Tres

A Tres, solução de cafés espressos e multibebidas do Grupo 3corações apresenta novo café espresso: Espresso Tres por Alex Atala, à venda no e-commerce da marca e nos restaurantes Dalva e Dito e D.O.M., em embalagens que trazem uma imagem real do grão, clicada por Sérgio Coimbra em 2018. A novidade chega ao varejo em meados de setembro.

Cultivados na Fazenda Sequoia, localizada na Chapada de Minas, a 1.200 m de altitude, os grãos, 100% arábica da variedade catuaí vermelho, sob orientação do chef Alex Atala, passaram por uma criteriosa seleção, que resultou em um espresso com aroma floral e notas frutadas e de cacau, com acidez brilhante e corpo licoroso.

capsula-de-cafe-espresso-tres-ed--limitada-alex-atala---8g_172797370_12151054

“A Fazenda Sequoia está localizada no município de Angelândia, entre a Mata Atlântica e o Cerrado Mineiro, e é um lugar perfeito para garantir o sucesso desse espresso. O clima ameno da região, com madrugadas úmidas e sol nas encostas das suas serras nas primeiras horas do dia, torna o local um verdadeiro paraíso para a produção de cafés especiais”, conta Lauro Ré, especialista em cafés do Grupo 3corações.

Para potencializar toda a complexidade de sabores e aromas do Espresso Tres por Alex Atala, os grãos passaram, no pós-colheita, pelo sprouting process, método introduzido no Brasil pelo barista Leo Moço, pioneiro em aplicar o processo em cafés, que consiste em aumentar a maturação do grão depois de colhido, o que proporciona ao café maior densidade e o transforma em um produto exótico e exclusivo.

“Estamos muito felizes em trazer essa novidade para os brasileiros diretamente da nossa fazenda, e que veio assinada por um grande chef, para agradar aos amantes do café. É um espresso único e marcante”, comenta Renata de Stefano, head da Tres.

capsula-de-cafe-espresso-tres-ed--limitada-alex-atala---8g_172797378_12151054

Preço: Caixa com 10 cápsulas: R$ 18,90

Informações: Loja Escolha Três

Vinhos: saiba como escolher os rótulos para o clima ameno

Durante o verão, os amantes do vinho preferem rótulos com aromas de frutas, de características ácidas e refrescantes. O inverno requer vinhos mais intensos, para acompanhar pratos mais pesados e consistentes. E para o outono? Qual vinho perfeito para harmonizar com a meia estação?

Como estamos entrando no inverno hoje, os dias ainda não estão gelados, mas, sim, frescos e agradáveis. Para os amantes do vinho, este clima ameno é ideal para apreciar os tintos, brancos e espumantes, harmonizando com pratos leves e saborosos.

A redução de temperatura na maioria dos estados brasileiros permite que escolher vinhos mais encorpados. O sommelier da Decanter, Sidney Lucas, explica que os tintos de médio corpo são a escolha certa para a estação. “As uvas, Garnacha, Syrah, Carménère e Merlot são as mais indicadas, já que, além de características mais fortes e marcantes, também são macias, com taninos discretos”, comenta.

INTIS_SHIRAZ_LAS_MORAS_2016_750ML_

A primeira sugestão do sommelier é o tinto Las Moras Intis Shiraz 2018. Ele explica que o vinho é equilibrado no paladar, com taninos discretos, bom frescor os e boa persistência na boca. “Para acompanhar a bebida, a dica é apostar em um delicioso rosbife ao molho barbecue, pato assado com batatas rústicas ou uma incrível seleção de queijos”, acrescenta.

terranoble

Os brancos encorpados com madeira, também fazem parte da seleção de vinhos para a estação. Atendendo a estes requisitos, o Terranoble Estate Chardonnay 2018 é macio e prazeroso no paladar. A indicação do sommelier é optar por pratos que contenham carnes brancas, como um linguado grelhado ao molho de alcaparras ou uma deliciosa massa envolvida com iscas de frango salteadas no azeite e sálvia.

Seja como aperitivo ou acompanhamento de algum prato, os espumantes vão desde opções para elegantes e charmosas festas e recepções até pequenas reuniões em casa, como aperitivo para noites agradáveis, rodeadas de boas conversas e amigos.

ophicus

A dica do sommelier é apostar em vinhos aromáticos, com aromas de frutas e especiarias. O espumante Bodegas Lozano Ophicus Brut Cuvée, por exemplo, atende aos requisitos para a meia estação. “Com aromas de flores brancas, pera e maçã verde, o rótulo é perfeito para festas e recepções, acompanhadas de saladas e entradas delicadas à base de peixes e frutos-do-mar”, observa Sidney.

bella conchi

Já para os que preferem degustar aperitivos aliados a um bom espumante, o Bellaconchi Brut Seleccion é perfeito para a ocasião. O sommelier sugere pratos como as tapas espanholas variadas ou um filé de linguado frito, servido com maionese cítrica.

Fonte: Decanter

 

Santo Grão tem novidades vegetarianas, veganas, sobremesas e drinques

Reconhecido por seus cafés especiais, o Santo Grão também conta com um menu diferenciado para almoço e jantar, que ganhou novas receitas nas unidades dos Jardins e Itaim. Entre as novidades trazidas pela chef de criação Marcela Neily, há opções vegetarianas e veganas, sobremesas e drinques.

burrata.jpg

Como entrada, a dica é a “Burrata com figos caramelizados”, uma opção vegetariana com muçarela de búfala, figos caramelizados, tomates assados com ervas e tuille de pão naan (R$ 58).

fajita vegana

Para o prato principal ou até um lanche de final de tarde, destaque às “Fajitas veganas” feitas a partir de inspirações mexicanas com vegetais assados, aioli vegano, cogumelo Portobello, avocado, salsa picante e acompanhamento de tortilhas de trigo. Há como acrescentar ovo poché – nesse caso, a receita deixa de ser vegana e vira vegetariana (R$ 39).

dupla sem culpa.jpg

Para adoçar, há duas novas criações de sobremesas. A “Dupla Sem Culpa”, criada para aqueles que estão em uma pegada fitness, acompanha dois bolinhos: um de matcha com cacau de néctar de coco e castanha de caju e outro de caramelo salgado, cacau, ameixa e maple (R$ 28). Outra pedida de sobremesa é o “Minipudim de maracujá” com calda de frutas vermelhas (R$ 17).

rosé fizz

Como as novidades não se limitaram ao cardápio de comidas, há duas novas opções refrescantes na carta de drinques. Para os amantes de gin, a pedida é o “Rosé Fizz”, que leva gin rosé, Chandon rosé, tônica, morango e manjericão (R$ 43).

E para completar, o “Royal Tea Aperol” com Aperol, chá preto, tônica e laranja desidratada (R$ 35). Se preferir bebidas sem álcool vale apostar na outra novidade da rede Nubu Living Drink, Kombucha nos sabores gengibre com chá verde, morango com hibisco ou maçã verde com cardamomo (R$ 15).

Santo Grão
Jardins: Rua Oscar Freire, 413 – Cerqueira César – São Paulo – Horário de funcionamento: segunda, das 9h às 24h. Terça a quinta, das 7h30 às 24h. Sextas e sábados: das 7h30 à 1h30. Dominfo: das 7h30 às 24h.
Itaim: Rua Jeronimo da Veiga, 179 – Itaim Bibi – São Paulo – Horário de funcionamento: segunda, das 9h às 24h. Terça e quarta, das 7h30 à 1h. Quinta, Sexta e Sábado, das 7h30 às 2h. Domingo, das 7h30 às 24h.

Tradicional Festa Junina Vegana da VegNice na Vila Mariana com entrada gratuita

Um ano é muito tempo para esperar por esse delicioso e saudável evento, não é verdade?  Você tem ainda duas oportunidades para aproveitar o maior arraial vegano de São Paulo com os quitutes típicos da festividade mais amada do Brasil (versões vegana, claro); se deliciar com outras opções de salgados e doces (inclusive sem glúten), e bebidas; adquirir peças de artesanato e cosméticos também veganos; e levar para casa um bichinho de estimação da feira de adoção de pets resgatados.

Tem mais: entre 15 e 18 horas há aulas de culinária vegana (rápida e fácil) gratuitas e bingo em prol do Abrigo Felino Menina de Jacareí (SP). E a criançada poderá se divertir na área de recreação infantil, das 12 às 18 horas, gratuitamente. Quer mais notícias boas? A sexta edição da Festa Junina Vegana ocorre em local maior, para receber o público com mais conforto, e contará com um fraldário para maior   comodidade aos pais.

Você vai encontrar nos cerca de 40 expositores. Entre as diversas comidinhas juninas, tem bolinho caipira (patrimônio cultural imaterial de Jacareí); cuscuz; lanche Buraco Quente com jaca louca; pamonha; canjica e arroz doce feitos com leite de amêndoas; milho cozido; doce de abóbora; pé de moleque; maçã do amor; bolos (fubá / aipim / batata / milho) quentão e vinho quente.

Os visitantes também encontrarão outros pratos como hambúrguer; salgados em geral; iguarias orientais e mexicanas; churros; sorvetes etc. Tudo na versão vegana, ou seja, sem lactose, e com várias opções sem glúten. Destaques para a participação da recém inaugurada lanchonete Estação Vegana, com sua feijoada caprichada e coxinha de jaca VegNice; o restaurante Dom Vegano e o Doum Culinária Inclusiva. Os preços variam entre R$ 5,00 e R$ 25,00.

Atividades paralelas

A Festa Junina Vegnice também oferece diversas práticas gratuitas para adultos e crianças, todos os sábados e domingos. Das 15 às 18 horas, quem quiser aprender alguns “segredinhos” da gastronomia vegana poderá participar das aulas que ensinarão a preparar diferentes tipos de leites vegetais, hambúrguer de grãos e docinhos; já aqueles que gostam de bingo, terão a oportunidade de brincar (R$2,00/cartela), ganhar prêmios e ainda ajudar o Abrigo Animal Felino Menina de Jacareí (SP), pois toda a renda arrecadada nessa ação será destinada à entidade.

E as crianças de 1 a 10 anos poderão se divertir na piscina de bolinha e cama elástica, das 12 às 18 horas. Será que seu bichinho de estimação estará te esperando no evento? Se você tiver intenção de adotar um animal resgatado, precisa levar um documento oficial com foto, passar por entrevista e assinar um termo de responsabilidade pelo pet adotado.

manteiga_vegana rama jonassabonetes_veganos - rama jonascosmA_C_ticos_veganos_ rama jonas

“A Festa Junina Vegana abre o portão e o coração a todos, veganos e não veganos. Tudo está sendo preparado com muito carinho, pois esse evento, alegre, informal e de qualidade é a ocasião perfeita para que as pessoas que não adotam o estilo de vida vegano experimentem novos sabores e descubram que alguns pratos ficam ainda mais gostosos sem ingredientes de origem animal. Ah, e ainda tem outros produtos, como os cosméticos, que não precisam da exploração animal para serem eficientes”, destaca Gopi Priscila, da VegNice.

festa vegana.jpg

Festa Junina VegNice
Datas: 22 e 23 / 29 e 30 de junho
Horário: das 12 às 21h
Endereço: Rua Dr. José de Queiroz Aranha, 92 (pertinho do metrô Ana Rosa)
Entrada gratuita
Organização: VegNice Eventos Veganos & Ações Solidárias

Festival na Ceagesp tem até Sopa de Pedra nesta primeira semana de inverno

Quem for ao Festival de Sopas Ceagesp nesta semana de início de inverno vai experimentar um sabor bem diferente: Sopa de Pedra. O clássico da culinária portuguesa fica no cardápio do Festival de Sopas Ceagesp até domingo (23). Nesta sexta semana do evento (quarta a domingo), o público tem ainda Creme de Pinhão com Cream Cheese, Sopa de Bacalhau à Portuguesa, Caldo de Quenga e Caldo Verde. Isso sem contar a famosa Sopa de Cebola, nas versões gratinada e sem gratinar, que faz sucesso na Ceagesp há mais de 50 anos.

Ao longo do evento, que vai até 25 de agosto, o festival oferecerá mais de 60 sabores de caldos e cremes. Toda semana, novas sopas entram para o cardápio, substituindo as anteriores. Mas as sopas de cebola ficam fixas no cardápio até o final do festival.

O Festival de Sopas Ceagesp foi criado em 2009, durante as comemorações dos 40 anos da Ceagesp. Desde então, tornou-se um evento anual que atrai milhares de pessoas todos os anos ao terceiro maior entreposto de alimentos do mundo. Nesta temporada, a estimativa dos organizadores é de receber um público superior a 70 mil pessoas, exclusivamente, para tomar sopas.

Funcionamento

O Festival de Sopas Ceagesp funciona de quarta a domingo no Espaço Gastronômico Ceagesp. O horário de quarta, quinta, sexta e domingo é das 18 horas até meia-noite. Aos sábados, o festival se estende até uma hora da manhã.

Por R$ 43,90 por pessoa, dá para tomar todas as sopas, o quanto quiser (não há cobrança de taxa de serviço). Bebidas, sobremesas e os itens da mesa de antepastos são cobrados à parte. Crianças de até cinco anos não pagam. De seis a dez, pagam metade do valor.

A entrada é pelo Portão 4 da Ceagesp, que fica na avenida Dr. Gastão Vidigal, altura do nº 1.946, na Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo. O estacionamento fica no mesmo local e tem preço fixo especial para quem for ao evento.

História da Sopa de Pedra

sopa

“Um frade português que andava em peregrinação, orgulhoso demais para implorar por comida, chegou a uma casa e pediu aos donos que lhe emprestassem uma panela com água para ele preparar uma sopa de pedra. Curiosos, lhe emprestaram a panela.

O frade retirou uma pedra que guardava em seu bornal, colocou-a na panela, acrescentou água e iniciou a fervura no fogo. Então, disse que era preciso temperar a sopa. A dona da casa lhe trouxe sal. Mas ele sustentou que, se houvesse um bocado de chouriço, o caldo ficaria ainda melhor. Acrescentado o chouriço, o frade perguntou se não havia algo para engrossar a sopa. Trouxeram-lhe batatas, assim como vários outros ingredientes que tinham em casa.

Naturalmente, a mistura resultou numa excelente sopa, que comeram juntos. No final, o frade retirou cuidadosamente a pedra da panela, lavou-a e voltou a guardá-la para a sua próxima refeição.”

Festival de Sopas Ceagesp 2019
· Quando: até 25 de agosto (de quarta a domingo)
· Horários: quarta, quinta, sexta e domingo, das 18h à meia-noite. No sábado, das 18h à 1h
· Quanto: R$ 43,90 por pessoa (bebidas, sobremesas e itens da mesa de antepastos são cobrados à parte)
· Onde: Espaço Gastronômico Ceagesp
· Endereço: Portão 4 da Ceagesp (av. Dr. Gastão Vidigal, altura do nº 1.946 – Vila Leopoldina)

Pratinha revoluciona mercado com lançamento de cerveja instantânea

Para chegar ao resultado, foram 9 meses de pesquisa e investimento total de R$ 9 milhões

Superpremiada mundialmente e já reconhecida por sua identidade disruptiva, a cervejaria Pratinha, de Ribeirão Preto, sacude o mercado com mais uma inovação: a primeira cerveja instantânea do mundo. O produto foi lançado oficialmente no Mondial de La Bière, em São Paulo no início deste mês.

Como assim, cerveja instantânea?

Trata-se de uma cerveja artesanal ultraconcentrada e que fica pronta com a adição de um copo de água com gás gelada. O resultado são 250ml de cerveja artesanal pronta para beber. O produto será comercializado em uma versão de bolso (pocket), sachês individuais ideais para serem preparados em qualquer lugar. Testes com cápsulas também estão sendo feitos para o uso em equipamentos domésticos. A cerveja está em versão beta e ainda deve ganhar novidades.

A cerveja instantânea faz parte da linha Magic Booze, projeto startup da Pratinha. Foram nove meses de pesquisas capitaneadas no Beer Hack Lab, espaço de inovação e experiências da cervejaria, e cerca de R$ 9 milhões investidos no projeto inteiro da cervejaria para chegar até aqui.

cerveja pratipa.jpg

Para José Virgílio Braghetto Neto, sócio/diretor da Pratinha, o produto traz uma quebra de paradigmas no mercado e abre novas experiências para o consumidor. “Ficamos muito felizes quando alcançamos o resultado desejado com a Magic Booze e a expectativa é que outros estilos sejam desenvolvidos na sua versão instantânea em breve”.

Como a cerveja instantânea é feita?

A produção da cerveja é feita normalmente. Depois da receita pronta, o produto passa por um processo de congelamento a baixíssima temperatura e redução da pressão, o que faz com que a parte líquida passe pela fase de sublimação. Na etapa seguinte, a cerveja ganha uma nova adição de maltes e lúpulos de perfis aromáticos. Alguns dos equipamentos estão sendo desenvolvidos e testados em um projeto de pesquisa dentro do Beer Hack Lab. A fórmula e o processo já foram patenteados. O registro no MAPA é de “bebida alcoólica mista”, já que a cerveja é desconstruída e depois reconstituída.

Economia na logística e armazenamento

Desde o século XV, o armazenamento de cervejas em barris é utilizado, mas com a Magic Booze o volume pode ser drasticamente diminuído. Com uma proporção de 10:1, a bebida pode ser armazenada e transportada em embalagem Post Mix e Kegs. Uma novidade interessante é que qualquer máquina de refrigerante pode ser usada para servi-la, isso tende a reduzir drasticamente os custos com logística e infraestrutura que em geral é utilizada.

A fórmula base é de uma cerveja artesanal e não tem adição de nenhum ingrediente artificial. O produto continua sendo artesanal, vestido com alta tecnologia.

magic booze.jpg

Mais inovação

Outras inovações também foram apresentadas pela cervejaria no Mondial de La Bière: o B33R3D (Beered), uma plataforma inovadora para impressões 3D, com um viés cervejeiro. De um lado o site com modelos tridimensionais cervejeiros (gadgets) que podem ser baixados gratuitamente e estão prontos para serem usados em impressoras 3D, e do outro, o Beer Hack Lab da Pratinha desenvolveu um filamento biodegradável para as impressões 3D, feito com resíduos da fabricação da cervejaria, adicionados ao P.L.A (ácido poliláctico, um polímero feito de amido de milho).

E, por fim, as novidades no aplicativo, agora com versão em inglês e português. Dentro do aplicativo, o “Como Servir” disponibiliza vídeos nos quais o processo de serviço é explicado quando a câmera do celular é direcionada para a garrafa e o rótulo se transforma em uma tela; e também o Tour Virtual Pratinha, no qual os visitantes poderão conhecer a fábrica em 360º através de óculos de realidade virtual.

Informações: Magic Booze