Arquivo da tag: gengibre

Sucos funcionais: conheça os benefícios de misturar frutas e verduras para fortalecer a saúde

Bebidas naturais podem ser incorporados na rotina alimentar para equilibrar a alimentação, sendo um substituto ao refrigerante

As bebidas funcionais são marcantes no cardápio de quem mantém uma alimentação equilibrada em prol da saúde. Isso acontece porque ao misturar as propriedades de diferentes alimentos como frutas, verduras e hortaliças o nosso organismo recebe um grande aporte de vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes essenciais para o seu bom funcionamento.

Inclusive a bebida é uma opção para quem deseja substituir ou diminuir o consumo de refrigerantes. A mistura de laranja, maracujá e couve, por exemplo, auxilia na eliminação de toxinas acumuladas no organismo. Já as bebidas com água de coco em sua composição ajudam a repor sais minerais contribuindo para o funcionamento do intestino e no combate ao colesterol ruim.

Abaixo, você confere os benefícios de alguns de mais alguns sucos funcionais. A sugestão é do Quitanda, mercado de produtos frescos localizado na rua Mateus Grou, em Pinheiros, que trabalha com diversos sabores diariamente. As bebidas, frescas e autorais, são sucesso no estabelecimento. Confira abaixo:

Maracujá, manga e laranja
Além de refrescante, ajuda a acalmar, hidratar e fortalecer a imunidade. A base da bebida que é o maracujá é rico em minerais como o potássio e magnésio, além de ter boas quantidades de fibras que promovem o controle dos níveis de glicose no sangue. Já a manga e a laranja ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

Açaí com banana
O açaí contribui para o fortalecimento do sistema imunológico por ter boas doses de vitamina C, vitamina E, o ômega-9 e as antocianinas. Já a banana é um alimento rico em vitaminas do complexo B, como B1, B2, B6 e B12 que auxiliam diretamente no sistema nervoso. A presença de ferro estimula a produção de hemoglobina, sendo indicada para o combate de anemia.

Pitaya, banana e morango
Também conhecida como fruta do dragão, a pitaya atua na prevenção de doenças crônicas, como diabetes e câncer, além de combater o envelhecimento precoce e auxiliar no funcionamento correto do intestino. Já o morango reforça a imunidade e contribui para a eliminação de toxinas, enquanto a banana fortalece os músculos e evita problemas como as cãibras.

Melancia
A fruta ajuda a desintoxicar o organismo após o consumo exagerado de guloseimas, petiscos e drinks que costumam trazer a sensação de estufamento quando passamos da conta. A melancia possui até 94% de água em uma porção de 100 gramas. Além de saboroso, o suco é excelente para limpar os rins, proteger o coração e desintoxicar o organismo.

Capim Santo, Pitaya, Abacaxi e Gengibre
O capim santo é muito usado para tratar gripes, além de ajudar a diminuir o colesterol ruim, controlar a pressão arterial e auxiliar no tratamento de problemas digestivos. Enquanto isso, o abacaxi apresenta propriedades anti-inflamatórias, boas doses de vitamina C, água e fibras que estimulam o funcionamento do organismo. Já o gengibre protagoniza muitas ações benéficas, como o fortalecimento do sistema imunológico. A raiz também apresenta ação anti-inflamatória que melhora os sintomas de artrite, dores musculares e doenças respiratórias, como asma e bronquite.

Fonte: Quitanda

Chás que auxiliam no aquecimento corporal durante o inverno e melhoram a imunidade

De acordo com a nutricionista da foodtech Raízs, gengibre, canela, limão, hortelã e alecrim são ingredientes essenciais para o cuidado com a imunidade do corpo

Além das baixas temperaturas, alguns sintomas característicos do inverno, como gripes, resfriados, e o aumento de problemas respiratórios. Além disso, a pandemia da Covid-19 ainda deixa mais um sinal de alerta, e por isso, os alimentos que ajudam na imunidade e defesas do corpo ganham cada vez mais espaço nas prateleiras.

Neste sentido, os chás naturais podem ser grandes aliados nessa época do ano, tanto para esquentar o corpo durante o inverno, mas também para melhorar a imunidade do organismo. A Raízs , foodtech que conecta pequenos produtores ao consumidor de alimentos orgânicos por meio de uma plataforma de vendas online, possui diversos ingredientes sem agrotóxicos e totalmente naturais para incrementar o delicioso ‘chazinho’. Veja a seguir algumas dicas da nutricionista da startup, Vanessa de Sá, para receitas incríveis e poderosas que irão auxiliar no sistema imunológico.

Gengibre com limão e canela

Segundo a nutricionista da Raízs, o gengibre tem ação antioxidante e anti-inflamatória. Além dele, o limão também é anti-inflamatório e abundante em vitamina C. Juntos eles poderão cuidar do sistema imunológico e fortalecer o organismo. “Para completar a união do gengibre e limão é recomendado incluir a canela, uma vez que ela tem ação antiviral, antifúngica e antibacteriana. Quando combinamos esses três alimentos em um chá, por exemplo, estamos ajudando nosso organismo a se fortalecer”, explica Vanessa.

Ingredientes
Meio gengibre picado;
1 limão espremido;
Canela a gosto;
100 ml de água.

Modo de preparo
Ferva o gengibre e a canela com a água. Adicione o sumo de limão e beba em seguida.

Hortelã


Além de ser refrescante e muito gostoso, fazer chá da planta de hortelã alivia problemas respiratórios, o que é muito recorrente no inverno, pelas baixas temperaturas e ambientes sempre muito fechados, seja em casa ou em estabelecimentos. Para incrementar a bebida, a nutricionista indica adicionar canela, limão e gengibre, que deixa a receita mais potente e deliciosa.

Ingredientes
15 a 20 folhas de hortelã
500 ml de água

Modo de preparo
Esquente a água até ferver, retire do fogo e acrescente as folhas de hortelã. Deixe macerar por 5 minutos (quanto mais tempo, mais forte o chá ficará).

Alecrim com limão

iStock

O alecrim é muito utilizado em receitas na cozinha, mas as folhas também podem ser usadas para um chá delicioso e potente para o combate do cansaço e dores de cabeça decorrentes de gripes e alergias. “A infusão das folhas do alecrim, juntamente com gotas de limão podem combinar em um importante aliado do nosso corpo. Por ter efeito anti-inflamatório, o alecrim pode auxiliar nos problemas causados pelo enfraquecimento do sistema imunológico”, comenta a nutricionista.

Ingredientes

1 colher de folhas de alecrim
1 limão
500 ml de água

Modo de preparo:
Esquente a água, sem deixar ferver. Em seguida, coloque o alecrim e deixe em infusão por cinco minutos. Coe, esprema o limão e beba.

No site da Raízs é possível encontrar todos os ingredientes naturais e sem agrotóxicos para um chá completo e delicioso. Além disso, há opções de frutas, verduras, pães, geleias, sucos, vinhos e muito mais.

Alimentos indicados para ter um inverno mais saudável

Bio Mundo listou algumas opções para ajudar na manutenção do corpo durante a estação mais fria do ano; frutas, legumes e chás são recomendados

Com a chegada do inverno e a brusca mudança de temperatura, o corpo também sente a necessidade de se adaptar aos dias frios. Para isso, há alguns alimentos que podem ajudar e garantir o bom funcionamento do organismo. A Bio Mundo , franquia de alimentos naturais e saudáveis, separou alguns desses alimentos que são recomendáveis para proteger o corpo, ganhar energia e curtir as baixas temperaturas que estão chegando. Confira:

Frutas e legumes ricos em vitamina C

Como já diriam nossos avós, tomar suco de laranja previne a gripe, principalmente no inverno. Além da laranja, frutas como a mexerica, morango, carambola e alguns legumes, como abóbora, batata doce e brócolis, por exemplo, possuem propriedades antioxidantes, melhoram o sistema circulatório e fornecem energia.

Bebidas quentes
Muito procurados no inverno, os chás naturais, além de ajudarem na hidratação, também possuem propriedades antioxidantes que protegem o corpo de doenças. Vale ressaltar que no inverno, é muito comum a imunidade ficar mais baixa. Por isso, os alimentos antioxidantes são muito importantes nessa época do ano.

Chá de carqueja: ajuda na circulação

No inverno, é mais comum ficar sem coragem para ir treinar. Os reflexos de se movimentar menos podem prejudicar a circulação do corpo. Para evitar esse problema, o chá de carqueja ajuda a evitar o acúmulo de gorduras nas artérias, além de facilitar a digestão.

Chá de camomila com hortelã: para relaxar


O chá de camomila com hortelã pode ser um bom aliado na hora de relaxar. A combinação das duas ervas oferece uma boa dose de vitamina A e do complexo B, elementos antioxidantes naturais.

Chá de hibisco e gengibre: ajuda na retenção de líquidos

Cook Fot Your Life

Com a diminuição do consumo de líquidos em dias frios, o corpo retém mais o sal dos alimentos consumidos, por exemplo, fazendo com que as pessoas, principalmente mulheres, se sintam mais inchadas. O chá de hibisco e gengibre é diurético, combatendo a retenção de líquidos.

Lentilha

Livre de glúten e colesterol, sendo uma alternativa perfeita para os alérgicos e intolerantes aos ingredientes, além dos seus benefícios como melhorar a saúde do coração, faz bem para os ossos, aumenta a saciedade, previne a prisão de ventre, controla os níveis de açúcar no sangue e fortalece o sistema imune.

Alimentos integrais

Na hora de escolher os alimentos, como por exemplo, arroz ou biscoitos, prefira os integrais pois eles são ricos em fibras que deixam o corpo mais imune a doenças e melhoram o funcionamento do intestino.

Fonte: Bio Mundo

Kombucha Supernova é lançamento da Interfood

Importadora investe em bebidas funcionais e naturais

Atendendo a demanda do mercado e a mudança no perfil de consumo, a Interfood ingressa no negócio de bebidas funcionais com o lançamento da marca de kombuchas Supernova, chá fermentado probiótico que ficou famoso entre os amantes de alimentos naturais e saudáveis.

Esta bebida originária da China tem como base o chá verde com adição de frutas, especiarias, flores e/ou outros chás e probióticos. Ela é fermentada na presença de leveduras e bactérias chamadas Scoby. É considerada uma bebida funcional, faz muito bem para a saúde, é detox e antioxidante, além de ser livre de glúten, lactose e alergênicos. A Supernova é encontrada em embalagem PET livre de BPA, reciclável e que se decompõe em até seis anos.

Bebidas funcionais exercem alguma função extra no organismo como a melhora na saúde ou prevenção de doenças. Alguns exemplos são águas especiais (adicionada de sais ou saborizadas), bebidas fermentadas como kombucha e kefir, cafés distintos como o cold brew, chás, leites vegetais, probióticos (iogurtes) e sucos prensados a frio. Desta forma, a Supernova ingressa em um mercado bastante variado, natural, focado em saúde e no meio ambiente.

Disponível em dois sabores – Hibisco com maracujá e Mate com limão e gengibre – as garrafas de 300 ml estão à venda na rede Pão de Açúcar, na loja digital Todovino e em lojas naturais por todo o país.

Fonte: Interfood

Aprenda a preparar Ginger: drinque feito com gim e brotos de poejo

A bebida é do premiado restaurante D’autore, de Campinas (SP)

Que tal aprender um drinque novo? Ginger é a dica do D’autore, casa especializada em alta gastronomia, localizada em Campinas, interior de São Paulo. A bebida é perfeita para saborear no verão, além ser sofisticada e refrescante.

O drinque leva gim, água tônica, suco de limão siciliano, gengibre, zimbro e refrescantes brotos de poejo, uma planta da família das plantas mentoladas como o hortelã. Confira a receita:

Ginger do D’autore

Ingredientes
50 ml de gim
110 ml de água tônica;
10 ml de suco limão siciliano;
3 fatias de gengibre;
4 bagas de zimbro;
2 brotos de poejo.

Modo de Preparo
Em uma taça de vinho coloque os brotos de poejo, as bagas de zimbro, o suco de limão siciliano e as fatias de gengibre picadas. Encha de gelo, acrescente o gim e a água tônica. Com uma colher bailarina, mexa para misturar os ingredientes. Decora com hortelã ou alecrim.

D’autore: Rua dos Bandeirantes, 313, Cambuí, Campinas (SP). Horário de funcionamento: terça a quinta: das 12h às 15h / das 19h às 22h; sexta: das 12h às 15h / das 19h às 22h; sábado: das 12h às 15h / das 19h às 22h e domingo: das 12h às 16h. Reservas: (19) 3307-3921.

Drinques sem álcool e frapês são opções para uma alimentação mais saudável em 2021

Cozinha experimental de União ensina bebidas saborosas e com baixas calorias que são ótimas opções para quem quer finalmente cumprir as promessas de ano novo

Uma das promessas mais clássicas de fim de ano é estar firme na dieta, e até mesmo tirar a bebida alcoólica do cardápio. E no verão a vontade por bebidas refrescantes naturalmente aumenta. Mas por 2020 ter sido um ano em que as pessoas não puderam frequentar com assiduidade bares, restaurantes e até mesmo a casa de amigos, algumas tendências e até preferências pelas bebidas mudaram.

Adicionando estas mudanças às já conhecidas promessas de ano novo, muitas pessoas procuram opções saborosas e mais saudáveis de drinks para 2021. Seguindo o conceito de inovação e saudabilidade, a Cozinha Experimental de União desenvolveu duas opções, uma de drink e uma de frapê, saborosas e ótimas pedidas para quem não quer sair da linha. Além de serem alternativas de bebidas para se fazer em casa e curtir com família e amigos de convívio contínuo. Confira:

Frapê de Frutas Amarelas e Gengibre com União Fit

Ingredientes
• 1 e 1/2 xícara (chá) água gelada (300ml)
• 2 xícaras (chá) Manga congelada e picada (340g)
• 1/2 xícara (chá) Polpa de maracujá (100g)
• gengibre fresco a gosto
• 2 e 1/2 colheres (sopa) rasas de União FIT (25g)

Modo de preparo
No liquidificador, adicione a água, a manga, o maracujá, o gengibre e o União FIT. Bata até ficar homogêneo e sirva em seguida.

Dica: experimente trocar a água gelada por suco de laranja.
Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 10min

Drinque de Uva Verde e Romã com União Sucralose

Ingredientes
• 1 e 1/2 xícara (chá) sementes de romã (198g)
• 1 e 1/2 xícara (chá) suco de uva verde sem açúcar (300ml)
• 1 e 1/2 xícara (chá) água com gás (300ml)
• 12 gotas adoçante líquido União Sucralose (8.4ml)
• gelo a gosto

MODO DE PREPARO
Em uma jarra, coloque as sementes de romã e macere levemente. Adicione o suco de uva, a água com gás e o adoçante líquido União Sucralose e o gelo e misture bem. Decore com sementes de romã no fundo de cada copo, adicione a bebida e sirva em seguida.

Dica: se preferir você pode trocar o adoçante líquido União Sucralose por 2 sachês de Adoçante União Sucralose.
Rendimento: 3 porções

Fonte: União/Camil Alimentos

Piracanjuba Whey ganha novos sabores

Produto também pode ser encontrado nos sabores Batata Doce com Gengibre e Pasta de Amendoim, com 23g de proteínas e 5g de BCAAs

Logo após o lançamento, em 2018, o Piracanjuba Whey passou a fazer parte da rotina de muitos consumidores que, além de apostar em uma vida saudável, buscam praticidade e sabor. Com 23g de proteínas e 5g de BCAAs, o produto contém colágeno, é rico em cálcio, fonte de fibras, baixo em gorduras, zero açúcar e ainda, zero lactose.

Todas essas prerrogativas reunidas em uma dose de 250ml e em quatro versões: Banana, Baunilha, Cacau e Frutas Vermelhas. Atendendo a inúmeros pedidos e, para ofertar ainda mais opções aos consumidores, a Piracanjuba apresenta dois novos sabores: Batata Doce com Gengibre e Pasta de Amendoim.

“O Piracanjuba Whey se tornou o queridinho do mundo fitness. Além da rotina de treinos, os consumidores estão conscientes da importância da alimentação adequada e, especialmente, da ingestão de proteínas. Afinal, elas são fundamentais para o bom funcionamento do organismo e contribuem para a formação dos músculos. Por isso, fizemos questão de aumentar a família, oferecendo novos sabores e mantendo todos os benefícios”, explica a Gerente de Marketing, Lisiane Guimarães.

Os consumidores do Piracanjuba Whey apostam no aumento da massa magra e, ao mesmo tempo, na redução do percentual de gordura, afinal, o produto não tem adição de açúcares e possui baixos índices de gorduras. Pode ser consumido antes ou após a atividade física e ainda, no lanche da tarde e ao acordar, a fim de obter mais energia.

A Gerente de Marketing conta ainda que, “as interações com o público renderam ao Piracanjuba Whey uma página exclusiva no Instagram: o @pirawhey. Hoje, o perfil conta com milhares de seguidores e, em 2019, teve o ator Caio Castro como embaixador oficial nas redes sociais”.

A linha de produtos, somando agora seis sabores, possui embalagem moderna, chamada prisma, que facilita a ingestão até a última gota do conteúdo. A tecnologia é da Tetra Pak, que leva a sério a questão de acondicionamento do conteúdo, sem perda de propriedades, e ainda, tem responsabilidade ambiental.

As duas novas opções de sabores já estão disponíveis nos supermercados, hipermercados, padarias, farmácias, lojas de conveniência, academias e empórios de todo o Brasil. Além das opções de compra pelos sites de e-commerce parceiros da Piracanjuba.

Fonte: Piracanjuba

Cinco alimentos que fortalecem o sistema respiratório

Nutricionista explica quais nutrientes atuam no bom funcionamento pulmonar

Com o atual cenário do novo coronavírus, somado à queda de temperatura, que favorece o aparecimento de alguns problemas respiratórios como sinusite, rinite e gripes, é preciso ficar ainda mais atento quanto à saúde pulmonar. “Poucos sabem, o bom funcionamento do pulmão está fortemente ligado a uma boa alimentação e outros hábitos saudáveis”, explica Jessica Santos, nutricionista da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis.

Pesquisas realizadas pela Universidade de Harvard, apontam que as pessoas mais afetadas por problemas respiratórios possuem deficiências de determinados nutrientes, como vitaminas C e E, além de ácidos graxos. Por isso, a especialista selecionou alguns alimentos que agem no fortalecimento do sistema respiratório. Confira abaixo:

mel pexels
Pexels

Mel: o alimento apresenta vários nutrientes como vitaminas e minerais, além de ter flavonoides, que produzem ações antioxidantes e anti-inflamatórias no organismo, amenizando a tosse e irritação na garganta. “Apesar de seus inúmeros benefícios, pessoas com diabetes precisam consumir com cautela por ser calórico e rico em glicose”, afirma.

gengibre

Gengibre: a raiz é eficaz no combate aos vírus e às bactérias de gripes e resfriados por possuir propriedades anti-inflamatórias eficazes na “limpeza” pulmonar, aliviando os sintomas de doenças respiratórias leves e facilitando a respiração. “O gengibre pode ser incluído em sucos e chás, para potencializar os benefícios para a saúde e ter ao mesmo tempo bebidas saborosas”, sugere.

tangerina pixabay
Pixabay

Tangerina: a fruta cítrica é rica em vitamina C, responsável pelo aumento da imunidade e fortalecimento dos alvéolos pulmonares. Além da fruta in natura também é possível apostar no suco de tangerina.

linhaça

Linhaça: tem ação emoliente sobre as mucosas, aliviando sintomas de problemas respiratórios, como nariz entupido e coriza. “Pode ser usada em diversas receitas, desde sucos até bolo”, esclarece.

3d9ee-alho-gadini-pixabay

Alho: rico em vitaminas do complexo B e sais minerais antioxidantes, como zinco e selênio, age na prevenção de infecções por bactérias, fungos e vírus, por isso é um poderoso aliado para evitar doenças respiratórias e aliviar os sintomas.

Sugestão de produtos

Méis Superbom

mel

Linha de méis da Superbom, disponíveis no tipo orgânico (330g), tradicional (330g) e composto em tubetes (200g) de eucalipto, geleia real e própolis. Ricos em nutrientes que trazem benefícios para a saúde, todos ajudam a fortalecer o sistema respiratório.

Suco de tangerina

tangerina

O suco de tangerina da Superbom Integral é um suco 100% fruta, por isso conservar o sabor da fruta tem o valor energético da vitamina C, que ajuda a prevenir inflamações no sistema respiratório.

Fonte: Superbom

Festa junina em casa: aprenda a preparar quentão com a Água Doce

Estamos em uma época muito esperada do ano, especialmente por aqueles que adoram uma culinária caseira e interiorana. Em tempos normais, estaríamos participando de várias festas juninas, espalhadas por aí. Porém, mesmo em casa, não há motivo para deixar a tradição morrer. E a Água Doce ensina a preparar um clássico junino, o quentão. Confira abaixo como preparar:

Quentão da Água Doce

Ingredientes:
1 xícara de açúcar refinado
50g de gengibre cortado em rodelas
10g de cravo-da-índia
10g de canela em pau
Casca de 1 limão siciliano
3 laranjas cortadas em rodelas
250ml de água
150ml de cachaça neutra
150g de chocolate em gotas
2 anis estrelados

Modo de Preparo:
em uma panela, coloque o açúcar e deixe dar uma leve caramelizada. Acrescente o gengibre, o cravo, a canela, as cascas de limão siciliano e as laranjas em rodelas, deixe apurar o aroma. Coloque a água e deixe ferver. Em seguida, adicione a cachaça. Coe o líquido, volte para a panela e, por último, acrescente o chocolate em gotas. Deixe ferver por alguns minutos. Decore com cascas de limão, cravo, canela e o anis estrelado.

quentao
Foto: Bruno Marconato

Rendimento: 2 porções.
Tempo de preparo: 40 minutos.

Fonte: Água Doce Sabores do Brasil

 

Alimentos termogênicos: auxílio para uma dieta saudável

Em um momento em que a adoção de uma alimentação saudável se tornou uma questão de saúde pública, para que as pessoas possam ter a sua imunidade reforçada, principalmente aquelas que fazem parte de grupo de risco para a Covid-19, como idosos, hipertensos e diabéticos, conhecer novos alimentos e suas funções pode ser um grande auxílio neste contexto.

“Cuidar da nossa saúde por meio da alimentação deveria ser uma rotina, assim como escovar os dentes e lavar as mãos – ato que se tornou símbolo de saúde neste momento -, pois muitas doenças crônicas da atualidade, como diabetes e hipertensão, podem ser adquiridas devido a uma má alimentação”, avalia Beatriz Cantusio Pazinato, nutricionista da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, que atua na Divisão de Extensão Rural (Dextru) da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS).

Outra questão levantada pela nutricionista – em tempo de isolamento social no qual as pessoas estão em casa, muitas vezes sem uma rotina diária de exercícios físicos -,está relacionada a manutenção do peso.

“Muitas pessoas estão em casa, trabalhando em sistema de home office, em que ficam horas sentadas, ou estudando de forma on-line, restritas em espaços menores; a tendência é diminuir as atividades físicas e, muitas vezes, ampliar a ingestão de alimentos industrializados, muitas vezes de elevada densidade calórica. Com isso, uma das consequências pode ser o aumento de peso, que pode levar à piora ou ao desenvolvimento de doenças”, diz a nutricionista.

pexels-especiarias temperos

Nesse cenário, ganham destaques os alimentos termogênicos que, segundo a literatura especializada, são aqueles que demandam maior energia para que sejam digeridos pelo organismo, fazendo com que o gasto calórico durante a digestão seja maior.

“Todos os alimentos, ao serem digeridos, demandam gasto energético desde a etapa da mastigação, até a absorção final dos seus nutrientes, inclusive elevam a temperatura corporal durante esse processo. Estudos apontam que aos alimentos conhecidos como termogênicos são atribuídas propriedades que aceleram o metabolismo e, consequentemente, favorecem o gasto calórico”, explica Beatriz, salientando que “a ingestão desses alimentos de forma isolada não será suficiente para garantir a perda de peso, pois requer também a prática frequente de atividade física e o consumo de alimentos equilibrados, de acordo com as necessidades nutricionais de cada indivíduo. Para conseguirmos emagrecer, precisamos gastar mais calorias do que ingerimos”, esclarece.

Existe pouca literatura científica disponível sobre esses alimentos, no entanto sabe-se que podem apresentar não apenas as propriedades de aceleração do metabolismo, como também ação antioxidante, melhorias na imunidade, diminuição da flatulência (gases), entre outras.

Plantas termogênicas: cultivo

Segundo Maria Cláudia S. G. Blanco, engenheira agrônoma da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, que atua na Dextru/CDRS, dentre as plantas consideradas termogênicas, encontram-se muitos temperos e especiarias. “O que é um presente ao paladar e torna a alimentação nutritiva ainda mais saborosa e convidativa. Temos como exemplos dessas plantas as pimentas em geral, o cravo, a canela, o gengibre, o cominho, o cardamomo e a mostarda; plantas ricas em óleos essenciais, os quais são constituídos por compostos que atuam favorecendo a saúde, além de conferirem sabor e aroma aos alimentos”.

A agrônoma informa que esses alimentos estão disponíveis no mercado, cultivados por agricultores que trabalham arduamente para a população ter segurança alimentar. “No entanto, neste momento em que muitos estão em distanciamento social, existem plantas termogênicas que podem ser cultivadas em casa, seja no jardim, no quintal ou mesmo em vasos ou jardineiras, plantas úteis para a nossa alimentação. Selecionamos aqui três culturas herbáceas e anuais para a descrição do cultivo, pois estas podem ser produzidas de forma caseira. Além da propriedade termogênica, elas possuem atributos que conferem sabor, aroma e benefícios medicinais para diversas preparações culinárias”.

Cominho (Cuminum cyminum)

cominho savory spice
Savory Spice

Nativo do sul da Rússia, o cominho é uma erva aromática anual com cerca de 50cm de altura. Usada como tempero, é um dos componentes do famoso “curry”. É utilizada, também, em preparações medicinais, especialmente para combater distúrbios digestivos.
A parte usada é o fruto, denominado aquênio (popularmente chamado de semente). Trata-se de um fruto simples e seco, com uma semente aderida por um único ponto em sua parede, característica típica das plantas da família Apiaceae, entre elas a erva-doce e o funcho.

O cominho é uma planta de clima subtropical; a temperatura ideal de cultivo se encontra na faixa de 10°C a 26°C, não suportando clima muito quente e seco. Prefere solo arenoargiloso, com pH em torno de 6,2, rico em matéria orgânica e cálcio.
A propagação é feita por sementes em sementeira ou viveiro para formação de mudas. Ao atingirem entre 5cm e 10cm de altura, podem ser transplantadas em canteiros, sob espaçamento de 30cm a 40cm entre linhas e de 15cm a 25cm entre plantas.
Pode ser facilmente cultivado em vaso ou jardineira, utilizando-se composto orgânico e adubos orgânicos adequados para hortaliças, encontrados em bons estabelecimentos agropecuários. O solo deve ser mantido úmido, sem proporcionar encharcamento. O cominho precisa de algumas horas por dia de sol direto para seu bom desenvolvimento.

Cuminum cyminum

A colheita é feita de três a quatro meses após o plantio, quando as plantas começarem a secar e os frutos a mudar de cor (amarelecerem). Deve-se realizar o corte das plantas e posteriormente pendurá-las, invertidas; logo abaixo delas, colocar recipiente ou pano para receberem os frutos que caem do feixe após o término da secagem. Este procedimento pode ser feito à sombra, em temperatura ambiente ou em secador com temperatura máxima de 40°C. Os frutos do cominho podem ser usados inteiros ou moídos para preparação de chá medicinal, pães, carnes, sopas etc.

Gengibre (Zingiber officinale)

ginger gengibre

O gengibre, originário da Ásia, é uma planta perene rizomatosa que pode atingir um metro de altura. O rizoma carnoso é a parte comestível da planta, sendo utilizado na culinária; na agroindústria de bebidas e alimentos; na perfumaria; e na produção de medicamentos e cosméticos. Prefere clima quente e úmido com precipitação (chuvas) de no mínimo 1.500mm/ano. Exige solo fértil, leve, bem drenado e rico em matéria orgânica.

O plantio deve ser feito em local definitivo, por meio de rizomas que tenham de 5cm a 10cm de comprimento e com gemas túrgidas (em início de brotação). Os rizomas são colocados em sulcos de 10cm a 15cm de profundidade e cobertos com uma camada de 5cm a 10cm de terra. A adubação de plantio é feita com cinco toneladas de composto orgânico por hectare. Caso seja necessário o plantio em vaso, este deve ser grande e de boca larga, capaz de comportar os rizomas crescidos e facilitar a colheita. Utilizar composto orgânico e adubos orgânicos para hortaliças, como torta de mamona.
O gengibre deve ser plantado de setembro a novembro. A colheita se dá após sete até 10 meses do plantio, quando as folhas secam. O espaçamento recomendado é de um metro entre linhas e 40cm entre plantas.

Os principais cuidados são a manutenção da umidade do solo, mas sem encharcamento; a realização de amontoas (chegamento de terra no colo da planta) para cobrirem os rizomas superficiais, de três a quatro vezes durante o ciclo da cultura (no vaso, basta colocar terra a medida em que eles aparecerem na superfície); e a adubação de cobertura, a qual deve ser realizada em dois momentos usando-se cinco toneladas de composto por hectare antes da primeira amontoa (90 dias) e cinco toneladas de composto por hectare antes da terceira amontoa (150 dias).

ginger- gengibre 123RF

O gengibre pode ser consumido fresco ou desidratado e é utilizado em diversos produtos medicinais como xarope e pastilhas, em variadas preparações culinárias doces ou salgadas e em chás, sucos e outras bebidas como o quentão, típico das festividades juninas brasileiras.

Pimentas (Capsicum spp)

pimenta
Pixabay

Há vários tipos de pimentas, com diferentes formatos, cores, aromas e graus de pungência. Muitas são originárias das Américas, inclusive do Brasil. Ao escolher a variedade para plantio, selecione a que mais agrade o paladar, além de considerar a resistência da variedade às doenças que mais ocorrem nessa cultura. Dentre as mais cultivadas no Brasil, temos a dedo-de-moça, cumari, de cheiro, malagueta, biquinho e pimenta-de-bode.

Podem ser plantadas no campo ou em vasos, neste caso utilizar húmus de boa qualidade, sementes ou mudas de boa procedência e fertilizantes orgânicos para hortaliças como torta de mamona, geralmente encontrados em bons estabelecimentos agropecuários.
No campo, o plantio das mudas produzidas em viveiro é feito em sulcos de 30cm a 40cm de largura por 20cm a 25cm de profundidade, distanciados por 80cm ou em covas de 20x20x20cm, espaçadas de um a 1,5m entre linhas e de 0,5m a 0,9m entre plantas.
A adubação de plantio é realizada com 15 até 40 toneladas/ha de composto orgânico ou esterco de curral curtido. A adubação de cobertura, com 50g a 100g por planta de torta de mamona, deverá ser dividida em quatro aplicações, sendo uma delas no início do florescimento e outra na frutificação.

pimenta pimenteira pixabay
Pixabay

A pimenteira pode produzir por vários meses, por isso recomenda-se que seja tutorada com meia estaca (pode ser de taquara ou bambu) e feita uma poda após o término de cada colheita, estimulando a rebrota da planta. A colheita se inicia de 90 a 140 dias após o plantio, dependendo da variedade, do manejo etc. As pimentas são consumidas frescas, desidratadas ou em conserva. Compõem diferentes pratos salgados e doces, oferecendo-lhes um toque picante ou “de cheiro” que os tornam especiais e inesquecíveis.

Confira algumas receitas com os ingredientes acima:

Salada de couve com gengibre

salada gengibre repolho domesticate
Imagem meramente ilustrativa/Domesticate

Ingredientes:
1 pires de couve mineira cortada bem fininho;
1 pires de brócolis cozido al dente e cortado;
1 pires de beterraba ralada;
1 colher (das de sopa) de gengibre ralado, para temperar;
1 colher de sopa de vinagre de maçã;
½ limão;
1 “fio” de azeite;
sal a gosto.

Preparo:
Coloque a couve, o brócolis, a beterraba e o gengibre ralado em uma vasilha. Misture. Tempere a salada com sal, azeite, vinagre de maçã e limão. Sirva e bom apetite.

Sopa de abóbora com cominho

sopa abobora pinterest
Imagem meramente ilustrativa/Pinterest

Ingredientes:
1 quilo de abóbora ou moranga cortada em cubos sem casca e sem sementes;
1/2 maçã descascada e sem sementes;
1 batata pequena descascada e picada;
1 cebola picada;
1 cenoura cortada em rodelas;
2 dentes de alho;
2 colheres (chá) de cominho;
3 colheres (sopa) de cheiro-verde fresco picado (salsinha e cebolinha);
3 xícaras (chá) de caldo de galinha já preparado;
1/2 xícara (chá) de leite;
sal a gosto.

Preparo:
Colocar todos os ingredientes, menos o leite e o cheiro-verde, em uma panela grande. Cozinhar em fogo médio, com a panela tampada, até que os legumes estejam cozidos. Bater todos os ingredientes no liquidificador. Voltar à panela, juntar o leite, o cheiro-verde, mexer e acertar o sal, se necessário. Servir bem quente.

Rendimento: de 4 a 6 porções.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo