Arquivo da tag: grisalho

Por que o cabelo muda de textura com o tempo?

O cabelo muda de textura naturalmente algumas vezes ao longo do tempo. Porém, a mudança pode estar relacionada a diversos fatores. Kédima Nassif explica os casos mais frequentes e traz alguns conselhos

O tempo passa para tudo e todos, inclusive para os fios de cabelo. Por isso, com o passar dos anos, é comum notar mulheres que se queixam de que a estrutura do cabelo mudou, tornando-se mais ralo e sem forma.

cabelos longos mulher jovem

“O cabelo possui diversas fases. Quando nascemos, nossos primeiros fios são muito finos e sem pigmento. Ao longo do nosso crescimento, nossos fios geralmente passam a ter pigmentação e o nosso cabelo adquire maior volume. A partir dos 50 e 55 anos iniciam um processo de afinamento e após os 60 o cabelo retorna a sua origem, tornando-se cada vez mais ralo e sem volume”, explica Kédima Nassif, Dermatologista e Tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e da Associação Brasileira de Restauração Capilar.

Como sabemos, além do envelhecimento natural, as mudanças hormonais também influenciam na mudança das características dos fios; como exemplos, temos a puberdade e a menopausa.

“Na puberdade, devido ao estímulo dos andrógenos sobre as glândulas sebáceas, o couro cabeludo adquire maior oleosidade do que em qualquer outra fase da vida. Isso faz com que os cuidados com os cabelos nesse período tenham suas peculiaridades, dependendo do tipo, do estilo de vida e do estilo do cabelo. Já a menopausa é marcada pela redução da produção do hormônio estrogênio, o qual contribui para o crescimento do fio do cabelo e ajuda na hidratação e no brilho dos fios. Por isso, é comum nessa fase ficar com os fios mais finos, menos hidratados e, por consequência, quebradiços e mais opacos”, destaca Kédima.

mulher meia idade grisalho

Porém, além dessas mudanças inevitáveis, o estilo de vida também influencia. A mudança de textura das madeixas pode ser causada por motivos como calor, dieta e maus cuidados. “O calor excessivo aumenta a oleosidade e a exposição solar intensa pode fazer com que os fios pareçam mais secos e se tornem mais frágeis. Por isso, o ideal é, sobretudo nesse período do ano, hidratar o cabelo com frequência, evitar o uso contínuo de bonés e chapéus em lugares fechados, além de utilizar um protetor capilar”, afirma.

A dieta também pode desempenhar um papel na textura do cabelo, como explica a dermatologista e tricologista: “Como o cabelo é composto principalmente de proteínas e os aminoácidos são os blocos de construção de seus fios, não ingerir proteína suficiente pode causar temporariamente o crescimento de fios fracos e quebradiços. O ferro também é crucial para manter sua textura natural; um baixo nível do nutriente é um dos principais motivos do crescimento de fios curtos e finos, principalmente nas têmporas e laterais.”

Outro fator que agride os fios é o excesso de tratamentos químicos, como descolorações e alisamentos. “Esses procedimentos, feitos da forma incorreta, também podem alterar a estrutura dos cabelos de um modo negativo, causando ressecamento, quebra e opacidade a longo prazo. Além disso, a densidade dos fios também pode diminuir, fazendo com que os cabelos fiquem sem balanço ou movimento”, alerta.

Por fim, Kédima recomenda: “Ao lidar com qualquer problema de cabelo, lembre-se do essencial: cada cabelo possui suas particularidades. Para evitar um tratamento ineficiente ou que agrave os problemas dos fios, o ideal é buscar auxilio com um profissional capacitado. Ele saberá qual o tratamento ideal para o seu cabelo”, finaliza.

Fonte: Kédima Nassif é dermatologista e tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e da Associação Brasileira de Restauração Capilar. Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, possui Residência Médica em Dermatologia também pela UFMG; realizou complementação em Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal, transplante capilar pela FMABC e em Cosmiatria e Laser pela FMABC. 

De efeito duradouro, xampu para cabelos grisalhos neutraliza tom amarelado

O Shampoo Matizador da Biozenthi age diretamente no córtex capilar pata conferir aos cabelos um tom platinado bonito e saudável. Com extratos vegetais e silicones que hidratam, fortalecem e conferem ação anti-frizz aos fios, produto é livre de glúten e ingredientes animais

Características: desenvolvido com um pigmento azul violeta capaz de conferir aos cabelos uma coloração bonita de loiro platinado, já que age no córtex capilar para remover aquele tom amarelo ovo do cabelo comum em cabelos loiros e grisalhos. E o melhor é que, por agir diretamente no centro do fio, o shampoo possui um efeito mais duradouro e um resultado melhor. Além disso, o produto conta com uma formulação de tensoativos suaves que o tornam hipoalergênico.

Diferencial: com formulação livre de substâncias alergênicas, glúten ou ingredientes de origem animal, sendo assim seguro para veganos e celíacos, o shampoo é composto por extrato de jaborandi, que auxilia no fortalecimento dos fios, e óleo de abacate, um poderoso hidratante, além de contar com silicones que amenizam o frizz.

Modo de uso: aplique sobre os cabelos molhados, massageando suavemente, e deixe o produto agir de cinco a dez minutos. Em seguida, enxágue. Cuidado para não ultrapassar o tempo recomendado pois os cabelos podem adquirir um tom azulado.

shampoo_matizador.png

Shampoo Matizador da Biozenthi – Preço: R$ 28,00

Informações: Biozenthi – Site – SAC: (48) 4102-3322

Guia do cabelo grisalho: saiba como cuidar dos fios brancos

Os fios que perderam a coloração precisam de cuidados especiais por serem mais suscetíveis ao ressecamento, quebra e danos causados pela radiação ultravioleta, como o amarelamento

O envelhecimento é um processo natural que ocorre com todas as pessoas e que vêm acompanhado de uma série de mudanças em nosso corpo, incluindo em nosso metabolismo, anatomia, pele e até mesmo cabelos, com o surgimento dos temidos fios brancos.

“Surgindo geralmente entre 35 e 45 anos de idade em homens e mulheres, mas podendo aparecer até mesmo aos 20 dependendo da predisposição genética de cada pessoa, os fios brancos são causados pela queda da produção de melanina que ocorre naturalmente quando envelhecemos devido a um processo chamado de apoptose, ou seja, a morte dos melanócitos, células produtoras de melanina. Além disso, fatores como estresse, deficiências hormonais e nutricionais também podem contribuir para o surgimento precoce dos fios brancos”, explica Mabe Gouveia, médica tricologista da Clínica Valéria Marcondes.

Logo, o aparecimento dos fios brancos é inevitável. Por isso, quando surgem, a melhor estratégia não é combatê-los e sim entender como tratá-los para que se mantenham saudáveis e bonitos, já que estes têm propriedades diferentes dos cabelos que ainda possuem cor.

mulher meia idade grisalho

“A melanina que dá cor aos fios é importante para proteção direta e indireta das proteínas capilares. Sendo assim, o cabelo branco tende a sofrer mais com os efeitos nocivos da radiação UV, além de ser mais ressecado, mais poroso, com mais tendência a ficar amarelado e mais suscetível a ação dos radicais livres, exigindo assim maiores cuidados”, afirma Mabe.

E, segundo a dermatologista Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, o primeiro e principal cuidado que devemos ter ao reparar no aparecimento dos fios grisalhos é não os arrancar.

“Apesar de ser tentador, arrancar os fios brancos pode, em alguns casos, levar a uma inflamação da raiz do cabelo, causando danos ao folículo e, consequentemente, o afinamento do fio”, alerta. “Outro motivo para não arrancar os cabelos brancos, principalmente quando estão curtos, é o fato de que o ato pode causar traumas, cicatrizes e infecções que vão bloquear o folículo piloso, aumentando o risco de os pelos encravarem no futuro.”

Além disso, arrancar os fios brancos não muda nada, já que o folículo piloso, que continuará no couro cabeludo, logo vai produzir outro fio no lugar. Por isso, se você decidir assumir seus brancos, o primeiro passo é esperar. Isso por que não existem maneiras de tornar seu cabelo completamente grisalho do dia para a noite.

Mas se você quer acelerar o processo, uma boa dica é apostar em um corte curto, o que evita o incômodo do contraste na cor e textura entre a raiz e as pontas enquanto os fios brancos estão crescendo. Entretanto, para quem quer manter as madeixas longas, a alternativa é visitar um cabeleireiro para ir ajustando o tom dos fios gradualmente até que os cabelos brancos se tornem maioria em sua cabeça.

Além disso, é importante você alterar um pouco a sua rotina de beleza para cuidar dos fios brancos, adicionando, por exemplo, o uso de shampoos e condicionadores violetas, que vão ajudar a manter seus cabelos brilhantes e a evitar o amarelamento causado pelo sol.

“Porém, tome cuidado para não utilizar estes produtos em excesso, já que eles podem deixar seu cabelo oleoso, sem brilho e com uma coloração arroxeada. O melhor então é não arriscar e utilizá-los apenas uma vez por semana. Nos outros dias é importante que você utilize shampoos e condicionadores que contenham ativos de alta ação hidratante e antioxidante”, recomenda a dermatologista.

De acordo com Mabe, outros cuidados importantes para se ter com os brancos tem relação com a hidratação e proteção da haste capilar para combater o ressecamento, o amarelamento e os danos causados pelo sol. “Para amenizar o ressecamento e a quebra, o ideal é realizar uma reconstrução capilar através de hidratações semanais com máscaras concentradas. Já para proteção contra os raios UV é necessário o uso de produtos capilares com FPS, além de chapéus com proteção UV, óleos e brumas”, completa.

“Porém, se os fios brancos começaram a aparecer e você ainda não quer assumi-los não é necessário mudar sua rotina de beleza com os cabelos. Já com relação a coloração para cobrir os grisalhos, o ideal é que seja feita quando seu cabelo está cerca de 30% branco”, destaca Valéria. Depois, se decidir por cobrir os brancos, é fundamental escolher o tipo correto de tinta.

Se seus cabelos já estão predominantemente brancos, a coloração permanente é a ideal. Já se você conta com uma quantidade menor de fios grisalhos, a coloração semipermanente já é o suficiente. Mas é importante ressaltar que ambas as opções têm os seus problemas. Enquanto a tinta permanente irá deixar uma linha mais distinta quando seus cabelos estiverem crescendo, a tinta semipermanente vai sair aos poucos quando seus cabelos forem lavados e logo não vai mais cobrir os brancos tão bem.

grisalho mulher cabelo

Outra alternativa então é fazer uma balayage, o que vai camuflar os fios brancos e fazer com que pareçam luzes, tornando o visual do cabelo mais natural. “Por fim, é importante lembrar que assumir os cabelos brancos ou não é uma escolha sua. Apenas saiba que você tem opções, afinal, ao contrário do que pensam, é possível sim que os fios brancos cresçam saudáveis, bonitos e com aparência chique”, finaliza Mabe.

Fontes:
Valéria Marcondes é dermatologista da Clínica de Dermatologia que leva seu nome, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia. Foi fundadora e é membro da Sociedade de Laser.
Mabe Gouveia é graduada em Medicina pela Universidade de Uberaba , Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica, Membro da International Dermoscopy Society, Membro da Sociedade Brasileira de Laser e tricologista da Clínica Valéria Marcondes