Arquivo da tag: hidratação

TRESemmé amplia portfólio e traz novidades em linhas de tratamento

Máscaras e sérum multivitaminas são os destaques entre os novos produtos

TRESemmé, marca expert em cabelos da Unilever, traz para o mercado novidades em sua linha de Tratamentos Profissionais, tendo como diferenciais tecnologias e ingredientes inovadores em sua composição. Com isso, o portfólio ganha duas novas criações e reformulações em três produtos que foram totalmente repaginados.

De olho nos hábitos de consumo das brasileiras com os cuidados capilares, TRESemmé, reformulou sua linha de Tratamentos pensando na mulher que cuida dos cabelos em casa, sem abrir mão da qualidade profissional e também faz questão de uma variedade de produtos que atendam as diferentes necessidades que os fios apresentam.

Resultado da inovação e da combinação de novos ingredientes, TRESemmé apresenta as seguintes novidades:

Máscara de Tratamento Pro-Hidratação Ativa: indicada para a hidratação de cabelos ressecados. Contém a tecnologia Hydra-Resistance, composta por silicones que formam uma película protetora no fio e retêm a hidratação, promovendo mais maciez. Contém Biotina e Pantenol. Ela substitui a máscara Hidratação Profunda no portfólio.

Máscara de Tratamento Reconstrução Ultra-Intensa: destinada para a reconstrução de cabelos extremamente danificados, fragilizados e quebradiços. Com tecnologia Cortex-Repair, contém ativos que penetram nos fios e fortalecem a estrutura interna da fibra a cada uso, trazendo melhoria na força das madeixas, reconstruindo-o de dentro para fora e tornando-o mais macio e saudável. Contém Gluconolactona e Arginina. Ela chega para substituir a máscara Reconstrução e Força.

Máscara de Tratamento Cauterização Intra-Capilar: ideal para a regeneração de cabelos danificados. Feita com tecnologia Intra-Protein, possui ativos que penetram nos fios e fortalecem a estrutura interna, recuperando-o profundamente e trazendo mais alinhamento de cutículas, brilho e maciez. Conta com Niacinamida e Queratina Líquida na fórmula. Substitui a máscara Tresplex Regeneração.

Máscara de Tratamento Blindagem Antifrizz: pensada para todos os tipos de cabelos, para o alinhamento do frizz, a máscara chega para complementar a recém lançada linha Blindagem Antifrizz. Com tecnologia Pró-Ionica, uma combinação responsável por condicionar e reduzir a rigidez. A máscara de tratamento possui ingredientes de carga elétrica positiva, que se depositam nos fios, eletrizados negativamente pelo shampoo, tornando-os neutros, muito mais fáceis de pentear e com menos frizz. Contém ainda agentes que recobrem e selam as cutículas, criando uma barreira protetora contra umidade para controlar o frizz. Conta com Ácido Hialurônico e Lisina.

Sérum Multivitaminas: tratamento pré-lavagem para prevenir e reparar danos diários. Desenvolvido com complexo Multivitamínico formado por Biotina, Vitamina E e Pantenol, além de Nutri-Lipídeos, que nutrem os cabelos. Condiciona e hidrata a fibra capilar deixando os fios macios e sem frizz. É ideal para otimizar seu dia a dia: suas madeixas recebem um cuidado intensivo enquanto você usa seu tempo como preferir. O Sérum é uma grande inovação de TRESemmé e da categoria, sendo a primeira marca de massa a lançar um sérum pré-lavagem, em formato pump, queridinho das consumidoras, para uso fora do banho. Você deve aplicá-lo pelo menos 20 minutos antes de lavar os cabelos. A novidade chega para democratizar a tendência de salão a um preço competitivo.

A linha de Tratamentos conta ainda com as já conhecidas máscaras Detox Capilar e Baixo Poo + Nutrição.

Todos os produtos TRESemmé podem ser encontrados nos principais supermercados, farmácias e perfumarias do país.

Preços sugeridos:
Máscara de Tratamento Pro-Hidratação Ativa 400g: R$ 16,70
Máscara de Tratamento Pro-Hidratação Ativa 1kg: R$ 30,40
Máscara de Tratamento Reconstrução Ultra-Intensa 400g: R$ 16,70
Máscara de Tratamento Cauterização Intra-Capilar 400g: R$ 16,70
Máscara de Tratamento Blindagem Antifrizz 400g: R$ 16,70
Sérum Multivitaminas 170ml: R$ 18,90

Informações: TRESemmé – SAC: telefone 0800-707-4471, e-mail: tresemme@atendimentounilever.com.br

Melhore a saúde a partir de pequenas atitudes diárias

Renata Gorjão, vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde da Universidade Cruzeiro do Sul, orienta sobre os cuidados e indica pequenos hábitos que promovem qualidade de vida

Com uma rotina cheia de afazeres e obrigações, cuidar da saúde muitas vezes fica em segundo plano. Ao contrário do que muitos imaginam, ter uma vida mais saudável não é difícil, e para isso, pequenas atitudes diárias podem ser realizadas.

Renata Gorjão, vice-coordenadora do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde da Universidade Cruzeiro do Sul, separou algumas dicas para melhorar a qualidade de vida. Confira:

Alimentação

Uma boa alimentação pode ajudar diretamente nossa saúde, mas é importante dizer que nossa dieta não precisa ser restritiva, o ideal seria diminuir o consumo de comidas industrializadas e com muita gordura e açúcar. Optar por frutas, legumes e cereais.

Atividade física

A prática de atividade física está diretamente ligada à qualidade de vida e saúde. Prova disso é que a Sociedade Americana do Câncer (American Cancer Society), mostra que quando fazemos exercícios físicos em intensidade vigorosa pelo menos três vezes por semana ou moderada cinco vezes por semana, podemos diminuir as chances de câncer. “Para quem busca praticidade, indico as caminhadas, videoaulas de pilates ou yoga. O importante é fazer exercício por pelo menos 60 minutos, três vezes por semana”, destaca Renata.

Qualidade do sono

O sono tem um papel fisiológico muito importante. Este período de descanso, possibilita a recuperação do desgaste promovido pelas atividades desenvolvidas durante o dia (nosso período ativo). Mas além disso, nesta fase, ocorre a liberação de alguns hormônios importantes, como da melatonina. Este hormônio tem um papel muito importante não só na regulação do início do próprio sono, como também tem um papel antioxidante, combatendo radicais livres, dentre outros efeitos que têm sido estudados.

Hidratação

A ingestão de água é muito importante para o transporte de nutrientes, para o funcionamento do cérebro e do sistema renal. Quando o consumo de água é muito baixo, ocorrem sintomas como dificuldade de concentração nas atividades diárias. Além disso, a desidratação pode ser muito grave promovendo alterações musculares e cardíacas, visto que a água é o nosso principal solvente, sendo responsável por manter o equilíbrio dos eletrólitos no nosso organismo.

Pequenas pausas durante o trabalho

Shutterstock

Embora não existam estudos científicos descrevendo exatamente de que forma estas pausas durante o trabalho devem ser realizadas, é um consenso por exemplo, que aqueles que trabalham muito tempo no computador, devem fazer pausas ao longo do dia, longe da tela do computador. Além disso, a postura no trabalho também deve ser alterada, com pequenas pausas para realização de alongamentos, por exemplo. Isto pode melhorar a qualidade de vida e evitar sobrecarga de determinados grupamentos musculares.

Faça algo por você

O lazer é muito importante para a mente e o corpo. Fisiologicamente, atividades prazerosas liberam mediadores como a serotonina, que são importantes por aquela sensação de felicidade. “Em um estudo recente realizado por nosso grupo, no qual mulheres diabéticas participaram de um programa de aulas de dança, observamos que além da boa adesão ao programa de exercícios, devido à interação social que a atividade promove, elas apresentaram melhora da glicemia, de marcadores inflamatórios e do equilíbrio da resposta imunológica”, finaliza Renata.

Fonte: Renata Gorjão é graduada em Farmácia-Bioquímica; Doutora em Ciências. Com pós-doutorado na área de Fisiologia, com ênfase em Fisiologia Celular. Professora titular do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde da Universidade Cruzeiro do Sul.

Dermatologista ensina como diminuir impactos do tempo seco na pele

Tempo seco pode gerar ressecamento, dermatites e até infecções secundárias

Quando o assunto é pele, beleza e saúde é sinônimo de hidratação. Mas, em tempos de baixa umidade do ar e altos índices de poluição é mais difícil mantê-la hidratada e combater a agressão dos radicais livres (moléculas que danificam as células saudáveis do corpo e estão relacionadas ao envelhecimento).

As mudanças climáticas podem afetar a saúde da pele de diversas formas e esses efeitos podem ser sentidos diretamente na sensibilidade, hidratação e capacidade de renovação celular. De lábios rachados até rosto com ressecamento intenso, esses sintomas são comuns durante esse período de tempo seco.

“Vermelhidão e coceira são sintomas de dermatite e acontecem devido ao ressecamento excessivo. No tempo seco, as impurezas presentes no ar podem gerar esse problema. Além disso, o organismo desidratado diminui a camada de gordura da pele, que funciona como uma barreira contra agentes externos”, explica Maria Paula Del Nero dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

A médica explica que doenças como a dermatite atópica e a psoríase também podem piorar, levando muitos pacientes aos consultórios dermatológicos com exacerbação das lesões. Tomar líquido e usar cremes hidratantes ajudam a evitar esses problemas, pois essas medidas favorecem a retenção de água. Reduzir a temperatura do chuveiro também ajuda!

A dermatologista lista abaixo medidas práticas para passar pelo período de estiagem sem prejudicar a saúde da pele.

=Evite banhos quentes e demorados;

=Use sabonetes líquidos com hidratante no banho;

=Ingerir no mínimo 2 litros de água por dia;

=Use cremes à base de ácido hialurônico;

=Aplique cremes hidratantes após o banho no corpo todo;

Shutterstock

=Ingerir cápsulas de ácido hialurônico e ômega 3 com indicação médica.

Fonte: Maria Paula Del Nero é formada pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-Unesp; Estágio em Dermatologia no Hospital Darcy Vargas; Título de especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia; International Fellow da Academia Americana de Dermatologia; Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica; Diretora da Clínica Healthy Dermatologia desde 2001.

Está difícil beber água? Conheça formas alternativas de se hidratar

Nem só de litros de água por dia a gente vive. Nutricionista ensina como driblar a dificuldade de ingerir água

Apesar da água ser necessária para a saúde física, para muitas pessoas pode ser um desafio ingerir os famosos dois litros por dia, e com as baixas temperaturas que vêm e vão em boa parte do país, beber diariamente essa quantidade necessária para o corpo humano fica ainda mais difícil. Mas engana-se quem pensa que somente a água pura conta para a hidratação do corpo.

A nutricionista Beatriz Fausto, da Clínica Corporeum, de Brasília, explica que para quem tem dificuldade, ou não gosta de beber água, algumas táticas podem ser usadas. “Uma sugestão é consumir água saborizada, basta cortar rodelas de limão, laranja ou abacaxi e hortelã, colocar dentro de uma garrafa com água e ir consumindo durante o dia. Assim o líquido fica com um gosto agradável e suave”, aconselha a especialista.

Chás e frutas também são excelentes alternativas para driblar a dificuldade de beber água. A melancia, por exemplo, é uma das frutas que mais hidratam, contendo cerca de 95% de água em sua composição, além de ser rica em vitamina A, B6 e C, potássio, ferro, cálcio, licopeno e ter baixo valor calórico. “As frutas são ótimas aliadas para os dias mais secos, pois são compostas por mais de 70% de água, além de serem ricas em vitaminas, antioxidantes, minerais e fibras”, alerta Beatriz.

As melhores alternativas

Algumas frutas, além da melancia, são mais indicadas para quem deseja ingerir água de uma forma diferente e saudável. A laranja ocupa o segundo lugar no ranking das frutas com mais água em sua composição, com 89,6%, além de ser rica em fibras, antioxidantes, vitamina C, cálcio, potássio, magnésio, fósforo e ferro.

Abacaxi, mamão e melão também estão na lista das frutas campeãs da hidratação. Mesmo assim, ainda acha difícil levar frutas para o trabalho, faculdade ou escola para consumir durante o dia? Então aposte nos chás!

Process brewing tea, tea ceremony, Cup of freshly brewed fruit and herbal tea, dark mood .Hot water is poured from the kettle into a cup with tea leaves.

Quentes ou frios, os chás têm incontáveis benefícios nutricionais. Aposte em chás de camomila, hortelã, frutas vermelhas, gengibre, erva doce, entre outros, mas fique de olho nos ingredientes do rótulo: os que contém cafeína devem ser consumidos com moderação.

Foto: chamomileteaonline

“Já foi provado que a camomila, por exemplo, ajuda a evitar problemas cardiovasculares e fortalece o sistema imunológico. O chá de gengibre alivia enjoos, o de erva doce ajuda com as gases e assim por diante. Além de serem uma ótima alternativa para ajudar na hidratação, trazem outros benefícios para o corpo”, explica Beatriz.

Aos amantes de suco, podem incluí-los na rotina. Os sucos naturais, feitos, de preferência, com a fruta in natura, são excelentes aliados. Mas a nutricionista da Corporeum recomenda: “dê preferência aos sem açúcar!”. Além do mais, uma dieta rica em vegetais contribui para a saúde, emagrecimento e consumo diário de água.

Pixabay

Alguns alimentos são compostos, em sua maioria, por água, sendo ótimas opções na missão de consumir o mínimo indicado de líquidos diários. O alface, por exemplo, possui cerca de 96% de água em sua composição, enquanto o pepino tem 95%. O leite também entra na lista de parceiros, com cerca de 91%.

Indispensável para a saúde

A pergunta que pode ficar é: por que a água é tão importante? Mais de 70% do corpo humano é composto por água, ela ajuda a levar nutrientes como oxigênio e sais minerais até as células, além de expulsar as substâncias tóxicas do corpo por meio do suor e da urina. Por isso é indicado que, de acordo com as recomendações gerais, cada indivíduo consuma de 30 a 40ml de água por quilo, então uma pessoa com 70kg deve consumir cerca de 2L por dia.

A nutricionista separou 10 ganhos da ingestão de água, para incentivar o consumo: regula a temperatura do organismo; ajuda a eliminar toxinas por meio da urina; ajuda a prevenir infecções urinárias; lubrifica articulações; favorece o funcionamento do intestino; melhora a absorção de nutrientes; auxilia na digestão; favorece o emagrecimento; ajuda no controle da pressão arterial e favorece uma melhor aparência da pele.

“Para não esquecer de ingerir água, ande sempre com uma garrafinha e conte com a ajuda de aplicativos que emitem notificações para lembrar de beber água durante o dia. Isso ajuda a beber mais líquidos e sem sofrimento!”, finaliza a nutricionista.

Fonte: Clínica Corporeum

Tempo seco: como se cuidar de maneira natural

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o nível ideal de umidade relativa do ar varia entre 40% e 70%. Nos últimos e nos próximos dias, o país todo enfrenta estado de atenção – já que a umidade do ar tem se mantido baixa.

E com um tempo muito seco, seguido ainda de oscilações de temperatura, é hora de tomar alguns cuidados para a saúde não sair prejudicada. O farmacêutico naturopata Jamar Tejada, da capital paulista, deixa algumas dicas.

Hidrate-se

Adobe Stock

Para aumentar o consumo de água – que é essencial para manter o nível de hidratação corporal adequado nesses dias – os chás podem ser uma boa solução para variar nos sabores e consumir ainda mais líquidos.

Tenha plantas por perto

As plantas fazem o papel de umidificador caseiro já que liberam vapor no ar. Alguns exemplos são a aloe vera, palmeira de jardim e ficus e diversas outras espécies de philodendron e dracena que através das folhas, flores e caules deixam o ambiente mais úmido.

Umidificador caseiro

Para fazer um umidificador caseiro basta ferver duas xícaras de água em uma panela e colocar no ambiente ainda quente. Repetir a ação sempre que a água esfriar.

Homeopatia

A homeopatia ajuda a manter suas mucosas nasais saudáveis. A hydrastis ou paris quadrifólia são algumas utilizadas no trato respiratório e assim ajudam a restabelecer o equilíbrio. Ainda dentro da homeopatia podem ser utilizados os próprios tecidos da mucosa nasal, pulmão, laringe e faringe, chamados nosódios que quando indicados restabelecem a energia e integridade vital desses órgãos. Outro exemplo são as tinturas de algumas plantas como o eucalipto, que ajuda a expectorar e evita quadros de infecção que são tão comuns em clima seco.

Solução simples e natural

Foto: iStock

Para fazer uma solução nasal salina natural basta uma simples mistura de água com sal para ajudar a irrigar as mucosas. Para preparar o soro adicione 1 colher de chá de bicarbonato de sódio e 2 colheres de sal marinho em 250 ml de água fervida. Utilize um conta-gotas, uma seringa ou uma caneca para lavar narinas de 2 a 3 vezes ao dia . Isso ajuda a dispensar o uso de fluidificantes, vasoconstritores e descongestionantes nasais medicamentosos.

Fonte: Jamar Tejada é farmacêutico graduado pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica pela Universidade Luterana do Brasil, RS (Ulbra), Pós-Graduação em Gestão em Comunicação Estratégica Organizacional e Relações Públicas pela USP (Universidade de São Paulo), Pós-Graduação em Medicina Esportiva pela (Fapes), Pós-Graduação em Ciências Homeopáticas pelas Faculdades Associadas de Ciências da Saúde. Proprietário e Farmacêutico Responsável da Anjo da Guarda A Farmácia de manipulação e homeopatia desde agosto 2008.

Nivea oferece produtos para uma hidratação profunda da pele neste inverno

A marca, número 1 em cuidados com a pele, reforça sua linha de hidratantes corporais como fundamentais para se sentir bem, além de garantir hidratação por 48 horas

Sim, já sabemos que o inverno deixa a pele muito mais ressecada que o normal! O corpo, na maioria das vezes, fica coberto com várias peças de roupas e acabamos esquecendo de cuidar do nosso bem mais precioso: a pele.

A Nivea faz um convite para retomar a rotina de hidratação corporal após o banho e traz seus hidratantes corporais best-sellers como protagonistas na estação mais fria do ano.

O dia a dia por si só já provoca muitas alterações na pele. Mudanças de clima, como as caídas bruscas de temperatura e até mesmo o nosso estado emocional, são alterações significativas que acabam impactando na pele. O prazer de, ao fim do dia, tomar um banho relaxante faz parte do que a NIVEA acredita para se sentir bem e renovar as energias para as tarefas que estão por vir.

Aliar o banho à hidratação corporal é uma prática que, além de favorecer o autocuidado, promove também a sensação única de acolhimento e bem estar físico e emocional. Com a pele ressecada, sentimos “repuxar” e nem sempre sabemos o quanto é simples acabar com esse desconforto em poucos minutos.

A linha de hidratantes corporais Nivea oferece imediatamente um toque sedoso, hidratação com maciez prolongada e aconchegante. A fragrância icônica da marca, completa o ritual de cuidado, principalmente nos dias de baixas temperaturas.

Os produtos

A linha de hidratantes corporais possui três versões: a Loção deo-Hidratante Nivea Milk, Soft Milk e Lotion Express. Elas definitivamente não podem faltar na sua casa. Todas possuem hidratação por 48h, mas algumas particularidades que você poderá escolher de acordo com sua pele:

A Loção deo-Hidratante Nivea Milk traz a queridíssima fragrância icônica de Nivea , além de proporcionar uma hidratação intensa ao longo de 48 horas. Sua fórmula age instantaneamente e foi desenvolvida para a pele seca e extrasseca, com óleo de amêndoas e complexo de hidratação Nivea. Esses componentes hidratam, desodorizam e proporcionam um intensivo cuidado diário, deixando a pele visivelmente macia e sedosa.

A Loção deo-Hidratante Soft Milk possui 48 horas de hidratação e ingredientes cuidadosamente selecionados, incluindo manteiga de karité, que protege a pele contra o ressecamento, deixando-a desodorizada e com uma sensação de suavidade. Indicado para peles secas.

A Loção deo-hidratante corporal Lotion Express tem dentre seus muitos benefícios a textura ultraleve, que garante uma absorção imediata, 48 horas de hidratação, uma fórmula enriquecida com minerais do mar e atende a todos os tipos de pele.

Informações: Nivea

Dermatite, secura e irritação das mãos cresce na pandemia com abuso de higiene e álcool

Nova pesquisa apresentada no começo de março no Simpósio da Academia Europeia de Dermatologia e Venereologia destaca que a dermatite das mãos cresce e já atinge duas em cada 3 pessoas

O impacto dermatológico do Covid-19 é um tema que vem sendo estudado mundialmente e uma nova pesquisa apresentada no começo de março no Simpósio da Academia Europeia de Dermatologia e Venereologia destacou que a higiene rigorosa das mãos durante a pandemia fez aumentar os casos de dermatite, secura e irritação no local.

“Tanto os profissionais de saúde quanto o público em geral neste estudo afirmaram que a irritação e ressecamento da pele eram a principal barreira para a prática consistente de higiene das mãos”, destaca Letícia Bortolini, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “A pele das mãos é naturalmente mais espessa, mas possui menos glândulas sebáceas, sendo assim a alta concentração de álcool na fórmula desse produto pode facilmente desidratar o tecido cutâneo da região, contribuindo também para o envelhecimento acelerado da pele dessa região”, afirma.

Pesquisadores do Father Muller Medical College, da Índia, analisaram a perda de água transepidérmica (TEWL – um parâmetro essencial para medir a função de barreira da pele) de 582 pessoas (291 profissionais de saúde e 291 indivíduos saudáveis da população em geral). Os resultados indicaram que a dermatite das mãos estava agora presente entre 92,6% dos profissionais de saúde e 68,7% da população em geral, apesar de apenas 3% dos profissionais e 2,4% do público em geral no estudo ter relatado um histórico prévio de dermatite das mãos.

“Foi observada também uma maior média de pele mais seca em mulheres e profissionais de terapia intensiva, que foi associada à alta frequência de lavagem das mãos e uso de gel para as mãos à base de álcool”, explica a dermatologista.

Segundo a médica, esta pesquisa demonstra verdadeiramente o impacto do aumento da lavagem das mãos e do consumo de produtos à base de álcool na saúde da pele das mãos dos profissionais de saúde e do público em geral. “Além disso, agora sabemos que é necessário alertar a população sobre os meios de prevenção do eczema das mãos”, explica Letícia.

Após o uso do álcool em gel, é recomendável, segundo a médica, que se aplique um cosmético específico para as mãos, que deve ser formulado com ativos de alta propriedade hidratante, como ureia e ácido hialurônico. “O mesmo vale para a higienização das mãos com água e sabão, já que quando realizada com frequência, o que é necessário nesse momento, também pode favorecer o ressecamento da região”, alerta.

“Por isso, além de também utilizar um hidratante para as mãos após lavar a região, vale a pena apostar no uso de sabonetes menos agressivos, dando preferência a fórmulas mais hidratantes”, finaliza.

Fonte: Letícia Bortoloni é dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. À frente da clínica Enlapy, em Cuiabá, a médica é formada em Medicina pela Universidade de Cuiabá, com especialização em Dermatologia pela Fundação Souza Marques (São Paulo/SP) e em Clínica Médica pelo Hospital Guilherme Álvaro (Santos/SP).

Seis dicas para evitar o ressecamento da pele durante o inverno

Dermatologista membro da Doctoralia explica o que se pode fazer para cuidar da pele na época mais fria do ano

Há quem ame ou deteste o inverno, no entanto, quando se fala de pele, o ressecamento está entre os principais problemas das pessoas nessa época do ano. Isso ocorre porque a temperatura cai, assim como a umidade relativa do ar, já que chove consideravelmente menos do que no verão.

“Desta forma, o frio leva as pessoas a tomarem banhos mais quentes e a beberem menos água, uma vez que suam menos. Em decorrência disto, o manto lipídico, uma camada de gordura que cobre a nossa pele, faz a proteção e mantém a hidratação, é danificado”, explica a dermatologista, especialista em Dermatologia, Medicina Estética e membro da Doctoralia, Annie Levy Benzecry Szerman.

Pensando nisso, a Doctoralia e a especialista levantaram algumas dicas para evitar o ressecamento da pele no inverno. Confira:

1. Na hora do banho

O principal dano da pele no inverno é justamente o banho mais quente, que danifica o manto lipídico, principal responsável por preservar a hidratação do corpo. Além da água quente, o próprio sabonete também é um problema, pois a maioria das pessoas têm o hábito de tomar banho com muito produto, o que é um prato cheio para tirar essa capa de proteção, já que ele tende a desidratar a pele. Sendo assim, o primeiro passo para evitar o ressecamento é se adaptar ao banho morno e, para amenizar ainda mais os danos, “os sabonetes devem ser usados nas regiões íntimas, axilas, além de mãos e pés, apenas para limpar onde suamos e sujamos, mas não no corpo todo”, pontua Dra. Annie Levy. Uma outra opção para aqueles que não querem abrir mão do uso do produto no corpo inteiro são os óleos de banho, opções menos agressivas à pele.

2. Consumo de água

Pode parecer besteira, mas essa segunda dica também é vital quando o assunto é o cuidado com a pele. No Brasil, a população está habituada a tomar mais água no verão do que no inverno, principalmente nas regiões sul e centro-oeste, onde o frio afeta mais, fazendo com que a sede seja menos intensa. No entanto, a pele, assim como o restante do organismo, precisa que o consumo de água seja constante. “Se você consome pouca água, menos recursos o seu corpo terá para hidratar a sua pele. Por isso, a dica no inverno é beber mais líquido, não necessariamente só água, podendo também optar por bebidas quentes como os chás, da maneira que for mais conveniente.”

3. Hidrate-se

Pinterest

Outro ótimo aliado aos efeitos do frio é, sem sombra de dúvidas, o hidratante corporal, principalmente em balm, uma textura mais potente e com uma camada de óleo que além de hidratar, vai evitar a perda de água pela pele. O terceiro passo, então, é adotar o uso de hidratantes logo após o banho: balms e cremes para aqueles com pele seca e hidratantes em gel, com textura matte ou sérum para aqueles que possuem uma pele mais oleosa. Ativos interessantes para se procurar nesses hidratantes são: ureia, lactato de amônia, glicerina, óleo de semente de uva e o óleo de amêndoas.

4. Cuidados com o rosto

O rosto também sente os efeitos da estação e pede por cuidados especiais. Então, no inverno, é necessário hidratar, mas com atenção para cada tipo de pele. Para as secas ou sensíveis, é importante dar preferência a hidratantes mais cremosos e potentes, para garantir a saúde da pele, sem o risco de cravos ou espinhas. Já naquelas pessoas com peles oleosas, o ideal é optar por produtos com textura de sérum, gel ou loção oil-free, que tendem a ser mais leves e não gordurosos, evitando assim a formação de cravos e espinhas.

5. Esfoliação

Foto: LiveAbout

Para os fãs de esfoliação, a boa notícia é que ela pode ser mantida no inverno, mas apenas em áreas menos sensíveis do corpo e que precisam de regeneração constante, como pernas, pés, cotovelos e joelhos. Essas áreas não possuem grande quantidade de glândulas sebáceas, responsável por produzir o óleo que protege a pele, por isso, a esfoliação regular pode ser aliada para que as células mortas sejam eliminadas, aumentando a permeabilidade dos ativos hidratantes. Logo após o banho, lembre-se de hidratar o local, já que a pele está mais propensa a receber os ativos até três minutos após o banho.

6. Atenção às doenças de pele

Foto: Belgravia Centre

Grande parte das pessoas possui alguma doença de pele não considerada grave, mas que causa incômodos, como rosácea, caspa, dermatite seborreica ou eczema. Geralmente, elas pioram no inverno e, com isso em mente, a dermatologista destaca que os tratamentos não devem parar, principalmente nesta época. “O principal ponto é a continuação do tratamento da doença com o dermatologista de confiança, ou seja, adequá-lo à estação, já que os cuidados podem variar a depender do quadro e do período do ano”, completa Annie Levy.

Fonte: Doctoralia

Inverno: Nivea dá dicas de hidratação profunda para pele

A marca, número 1 em cuidados com a pele, reforça sua linha de hidratantes corporais como fundamentais para se sentir bem, além de garantir hidratação por 48 horas.Ok, já sabemos que o inverno deixa a pele muito mais ressecada que o normal! O corpo, na maioria das vezes, fica coberto com várias peças de roupas e acabamos esquecendo de cuidar do nosso bem mais precioso: a pele.

A Nivea faz um convite para retomar a rotina de hidratação corporal após o banho e traz seus hidratantes corporais best-sellers como protagonistas na estação mais fria do ano.

O dia a dia por si só já provoca muitas alterações na pele. Mudanças de clima, como as caídas bruscas de temperatura e até mesmo o nosso estado emocional, são alterações significativas que acabam impactando na pele. O prazer de, ao fim do dia, tomar um banho relaxante faz parte do que a Nivea acredita para se sentir bem e renovar as energias para as tarefas que estão por vir.

Aliar o banho à hidratação corporal é uma prática que, além de favorecer o autocuidado, promove também a sensação única de acolhimento e bem estar físico e emocional. Com a pele ressecada, sentimos “repuxar” e nem sempre sabemos o quanto é simples acabar com esse desconforto em poucos minutos.

A linha de hidratantes corporais Nivea oferece imediatamente um toque sedoso, hidratação com maciez prolongada e aconchegante. A fragrância icônica da marca, completa o ritual de cuidado, principalmente nos dias de baixas temperaturas.

Os produtos

A linha de hidratantes corporais possui três versões: a Loção deo-Hidratante Nivea Milk, Soft Milk e Lotion Express. Elas definitivamente não podem faltar na sua casa. Todas possuem hidratação por 48h, mas algumas particularidades que você poderá escolher de acordo com sua pele:

A Loção deo-Hidratante Nivea Milk traz a queridíssima fragrância icônica de Nivea, além de proporcionar uma hidratação intensa ao longo de 48 horas. Sua fórmula age instantaneamente e foi desenvolvida para a pele seca e extrasseca, com óleo de amêndoas e complexo de hidratação NIVEA. Esses componentes hidratam, desodorizam e proporcionam um intensivo cuidado diário, deixando a pele visivelmente macia e sedosa.

A Loção deo-Hidratante Soft Milk possui 48 horas de hidratação e ingredientes cuidadosamente selecionados, incluindo manteiga de karité, que protege a pele contra o ressecamento, deixando-a desodorizada e com uma sensação de suavidade. Indicado para peles secas.

A Loção deo-hidratante corporal Lotion Express tem dentre seus muitos benefícios a textura ultraleve, que garante uma absorção imediata, 48 horas de hidratação, uma fórmula enriquecida com minerais do mar e atende a todos os tipos de pele.

Informações: Nivea

Cinco dicas para cuidar da pele no inverno

Especialista dá dicas para manter a pele saudável também em dias mais frios; é importante não esquecer do filtro solar

Com a proximidade do inverno, que inicia em meados de junho, os cuidados com a saúde da pele também precisam de atenção. Desde banhos mais quentes a mitos envolvendo o protetor solar podem levar as pessoas a agirem incorretamente e até prejudicarem a derme nesse período do ano. E para não deixar que isso aconteça, a esteticista Cleide Lima, da Singu, marketplace de beleza e bem-estar, que é especialista em limpeza de pele, aponta cinco dicas preciosas para seguir nos dias mais frios do ano. Confira:

Evite banhos muito quentes

MyMedicineBox


O calor excessivo causa uma desidratação na pele, o que a faz produzir ainda mais óleo, ficando mais propícia a acnes, por exemplo. Então, em dias mais frios, além de evitar banhos muito quentes, uma dica é não lavar o rosto no chuveiro e deixar para realizar a skin care após o banho, na água fria.

O protetor solar não é feito só para dias ensolarados

Shutterstock


Esse mito já está praticamente sendo extinto, mas é sempre bom reforçar que o protetor solar também é necessário em dias frios, chuvosos e nublados. E mais: ele é necessário até mesmo sem sair de casa. Com o home office, modalidade em que muitos estão inseridos atualmente, a exposição à luz dos eletrônicos, como o computador ou notebook, também agride a pele. E nesse caso, a exigência é ainda de um protetor com base. Existem diversas texturas: creme, gel aquoso, mousse e até pó, se adaptando a diversos tipos de pele e necessidades.

Hidratação e nutrição


Em dias mais frios, a pele tende a ressecar, e por isso a necessidade de hidratação e nutrição é ainda mais forte no inverno. Mas, sempre lembrando que existem tipos diferentes de peles e, portanto, é necessário usar aquele que é ideal para a sua. Se ainda não tem um hidratante ideal, procure um dermatologista. Aqui é importante derrubar um mito: peles oleosas também precisam de hidratação, existem produtos que cumprem esse papel enquanto controlam a oleosidade.

Faça limpeza de pele com hidratação

Para manter a saúde da pele, é recomendado fazer uma limpeza mensalmente – com uma profissional, nada de tentar fazer em casa! Durante o inverno, é importante fazer o procedimento seguido de uma hidratação, de forma a não deixar a pele tão ressecada.

Reponha Vitamina C

É muito comum a necessidade de reposição de Vitamina C durante os dias mais frios do ano, isso porque o período causa mais ressecamento, fazendo com que a pele demande mais nutrição. Então, além de hidratar, é importante investir tanto em alimentação rica em vitamina C, como, principalmente, na aplicação de produtos com a vitamina como principal fonte, diretamente sobre a pele. Além de ser um importante antioxidante, a vitamina C contribui para a potencialização do protetor solar e, ainda, traz um glow saudável para a pele. Lembrando que o produto ideal sempre será aquele recomendado pelo dermatologista, de acordo com as características da sua pele.

Fonte: Singu