Arquivo da tag: hidratação

Máscara AquaHair promove hidratação e recuperação intensiva de cabelos danificados

Formulada com ativos naturais e livre de componentes tóxicos, a máscara AquaHair, da Éclairé, é capaz de hidratar, proteger e fortalecer os fios enquanto reverte os danos causados pelos agressores externos, tornando os cabelos mais saudáveis, bonitos e sedosos

Assim como a pele, os cabelos também sofrem com uma série de danos causados por fatores como a exposição ao sol, poluição e vento e o uso de químicas, tinturas, chapinha e secador. Como resultado, a saúde dos fios é prejudicada, o que faz com que se tornem mais fracos, quebradiços e sem brilho. Mas é perfeitamente possível prevenir e reverter tais danos por meio do cuidado diário dos fios, principalmente por meio do uso de máscaras capilares, que proporcionam um tratamento intensivo dos cabelos.

Um ótimo exemplo é a máscara de hidratação capilar AquaHair, criada pela Éclairé. “Desenvolvida a partir de mais de uma década de estudos e pesquisas sobre saúde capilar, a máscara AquaHair possui uma potente fórmula capaz de proporcionar altíssima hidratação, fortalecer os fios e restaurar a saúde capilar para tornar os cabelos mais bonitos, sedosos e revitalizados, sendo assim especialmente indicada para o tratamento de fios fracos, ressecados, opacos, quebradiços e porosos”, explica Lucas Fustinoni, médico divulgador científico nas áreas de Tricologia e Estética e membro da World Trichology Society.

Segundo o especialista, a ação do produto deve-se a sua composição exclusiva, que traz ativos naturais com eficácia cientificamente comprovada na recuperação dos fios danificados, como a Cera de Abelha Branca, que possui alta propriedade hidratante, a Manteiga de Castanha do Brasil, que estimula o crescimento dos fios e previne a queda, e a Queratina Hidrolisada, que, por possuir baixo peso molecular, é capaz de penetrar profundamente na fibra capilar danificada, protegendo-a das agressões externas enquanto repõe os aminoácidos perdidos.

“Outro ativo de destaque no produto é o Óleo de Macadâmia, que tem grande similaridade com o sebo humano, permitindo assim o controle da produção de oleosidade pelas glândulas sebáceas, além de estimular a circulação sanguínea do couro cabeludo, melhorar a elasticidade dos fios, proteger contra a radiação solar e a perda d’água, promover ação calmante e regenerar os danos na estrutura capilar”, destaca o tricologista. Como se não bastasse, a máscara AquaHair ainda traz Aloe Vera e Óleo de coco em sua composição.

“Enquanto o Aloe Vera promove uma limpeza suave e eficaz da haste do cabelo, preservando sua integridade e estimulando a renovação celular para promover crescimento acelerado dos fios, o Óleo de Coco melhora a textura do cabelo, confere ação anti-inflamatória e retarda o crescimento de bactérias e fungos nocivos”, completa o médico.

Por meio da combinação sinérgica destes ativos, a máscara de hidratação AquaHair é capaz de corrigir os danos causados na cutícula e restaurar as proteínas perdidas devidos às agressões do dia a dia, além de fornecer componentes emolientes fundamentais para tornar os fios mais saudáveis, macios e brilhosos.

“O produto é 100% natural e livre de componentes químicos, além de não ser testado em animais e não ter contraindicações, podendo ser utilizado por pessoas de qualquer idade”, ressalta o tricologista. Quanto ao modo de uso, Fustinoni recomenda que uma pequena quantidade da máscara AquaHair seja retirada da embalagem com o auxílio de uma colher de plástico, o que ajuda a manter a qualidade dos ativos, e, em seguida, aplicada no comprimento dos fios, evitando a raiz.

“Para maximizar os resultados, deixe o produto agir por cerca de 5 a 10 minutos, de preferência enquanto utiliza uma touca térmica, e enxágue abundantemente”, finaliza o médico.

Máscara de hidratação capilar AquaHair Éclairé – 500g – Preço: R$ 89,00

Informações: Éclairé – SAC: poderdabeleza@grupodenc.com.br

Álcool gel e doenças da pele: dermatologista dá dicas de como prevenir

A segunda onda do novo coronavírus chegou e é hora de redobrar os cuidados que já eram obrigatórios. Entre as principais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), está a higienização frequente das mãos por meio do álcool gel, o que acaba ressecando a pele. Além do ressecamento normal causado pela substância, a pele também pode apresentar coceira, descamação e até feridas.

Para ajudar prevenir essas doenças dermatológicas e minimizar desconfortos causados pelo álcool gel, a dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Nádia Bavoso, dá algumas sugestões:

=Sempre que possível, higienize as mãos com água e sabonete, de preferência produtos que tenham componentes com mais hidratação e menos detergentes (sabonetes neutros). Esses produtos costumam ter o pH mais equilibrado para a pele sensível. Deixe o álcool para situações na rua e para higienizar as compras, por exemplo;

Foto: Anastasia Gepp/Pixabay

=Use luvas sempre que for trabalhar com produtos de limpeza e até mesmo lavar a louça. O detergente é feito para tirar a gordura dos pratos, talheres etc., mas também acaba tirando um pouco da proteção da pele das mãos. Se a região está ressecada, as chances de irritação são bem maiores;

=Hidrate muito a região das mãos e braços (até perto do cotovelo). O álcool resseca, lavar excessivamente também pode ressecar e ainda tem o fator do clima que, em muitas regiões do Brasil, pode ser mais seco em determinadas épocas do ano. Prefira sempre cremes à base de água e emolientes como a ureia, o ácido hialurônico e o D-pantenol. Os produtos à base de óleo deixam a pele macia, mas não repõe água – e se a região já estiver irritada, pode piorar. Dica: lambuze as mãos com hidratante e coloque suas luvas descartáveis ou reutilizáveis e deixe por 15 minutos antes de dormir. Isso ajuda a intensificar a hidratação em um momento que a pele não será exposta e vai ficar algumas horas sem receber álcool ou água;

=Use protetor solar diariamente e reaplique toda vez que lavar as mãos e for se expor ao sol, mesmo que seja por poucos minutos. Com a pele mais sensível, a exposição solar, mesmo que por poucos minutos, pode causar queimaduras na região. Além disso, vale ressaltar que o câncer de pele atinge cerca de 200 mil brasileiros por ano e a principal forma de prevenção é com o uso correto de protetor solar;

By Pink

=Faça uma esfoliação suave nas mãos uma vez por mês. Isso ajuda a renovar as células e deixar a pele mais saudável. Você pode usar produtos específicos para a mão ou seguir essa receitinha:

  • Uma colher de sopa de aveia em flocos finos
  • Uma colher de sopa de mel
  • Misturar os ingredientes e aplicar sobre a pele fazendo movimentos leves. Deixar agir por 15 minutos e enxaguar apenas com água. O protetor solar deve ser aplicado em seguida.

“Essas dicas ajudam muito a prevenir o sofrimento da pele na região das mãos, uma área tão sensível. Mas vale reforçar que se a irritação, descamação ou feridas persistirem por mais de 15 dias, é importante buscar um Dermatologista de confiança para avaliação. Às vezes é preciso entrar com algum medicamento local para abreviar o desconforto. Mas isso só uma avaliação médica poderá definir. A automedicação não é uma opção”, explica Nádia.

Fonte: Nádia Bavoso é dermatologista, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), tem mestrado pela mesma instituição e faz parte do corpo docente da Unifenas (BH). É sócia da Clínica Eveline Bartels, uma das mais conceituadas em medicina estética de Belo Horizonte.

Alimentação ajuda a manter a saúde da pele no verão

A pele é o maior sistema orgânico do corpo humano e constitui uma barreira protetora do organismo contra agressões do meio externo. Aproximadamente 70% de sua composição é água e no verão ocorre grande perda de líquido corpóreo devido às altas temperaturas, portanto, manter a hidratação adequada é de extrema importância, principalmente nessa época do ano.

Nutricionistas da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, que atuam na Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), dão algumas dicas de como a alimentação pode ser uma aliada para manter a saúde da pele.

A exposição constante e excessiva ao sol é um dos principais responsáveis por acelerar o envelhecimento e causar doenças de pele. O uso de protetor solar é utilizado como barreira física, mas a fotoproteção interna, ou seja, o aumento do consumo de alguns nutrientes presentes nos alimentos, também é essencial. Uma dieta rica em alguns componentes, como o betacaroteno, o licopeno, e o ômega 3, pode contribuir para a proteção da pele, contra raios ultravioletas.

Alimentos como cenoura, pimentão, abóbora, mamão e manga fornecem boas quantidades de betacaroteno, um potente antioxidante, que auxilia na proteção das células do organismo contra a ação de radicais livres e ajuda a prevenir o envelhecimento precoce da pele.

Segundo as nutricionistas da Secretaria, para se obter um efeito antioxidante potencializado, basta combinar o betacaroteno com outros tipos de carotenoides como o licopeno, encontrado principalmente no tomate, pimenta, morango e melancia; a luteína, presente nos folhosos verde-escuros e no pimentão amarelo também é uma ótima combinação; já os micronutrientes como vitamina E, manganês, selênio e zinco, em quantidades adequadas, agem neutralizando os efeitos nocivos dos radicais livres.

Os peixes como a sardinha e o salmão são ricos em ômega 3, que além de contribuir para o equilíbrio da dieta, é também um anti-inflamatório muito útil na prevenção e tratamento de problemas da pele.

Como pode se observar, a alimentação tem uma forte influência sobre a saúde da pele. As melhores escolhas alimentares são essenciais para a redução do impacto solar e promoção do bem-estar na estação mais quente do ano. Siga as orientações e aproveite muito esse verão.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Alimentos leves são a pedida certa para o bem-estar e hidratação do corpo

Nos dias frios, o consumo de calorias do corpo é maior como forma de mantê-lo aquecido. Por isso, no inverno e outono, é natural sentir vontade de ingerir alimentos mais calóricos. Em contrapartida, no verão ocorre justamente o contrário: como o organismo não precisa gastar a mesma quantidade de calorias para conservar a sua temperatura – o equivalente a 36 º C -, as pessoas naturalmente se sentem mais atraídas por alimentos mais leves.

É nos dias quentes que o corpo precisa aumentar a circulação de sangue para que a pele troque calor com o ambiente e mantenha a sua temperatura interna estável. Quando se consome uma refeição mais pesada, um grande volume de sangue é direcionado ao aparelho digestivo para otimizar a digestão dos alimentos, o que pode levar a uma sensação de mal-estar, suor, cansaço e sono, pois o organismo não consegue gerenciar as duas altas demandas de circulação sanguínea.

Portanto, com a chegada verão, o ideal é dar preferência a certos alimentos como vegetais, legumes e frutas. Além de seus inúmeros benefícios ao organismo, eles são naturalmente ricos em água, um componente fundamental para a hidratação do corpo, ainda mais nos dias quentes. Cyntia Maureen, nutricionista da Superbom , empresa pioneira na produção de alimentos veganos e vegetarianos, explica que com as altas temperaturas, o corpo elimina mais líquido e sais minerais do que o normal e a hidratação deve ser uma prioridade na hora de escolher os alimentos a serem consumidos.

“O suor é composto basicamente por água e sais minerais. Quando o corpo perde essas substâncias, precisamos repô-las de alguma forma. Para a hidratação, o recomendado é beber muita água, cerca de 35ml por quilo de peso, mesmo quando não estamos com sede. Sucos naturais e chás fitoterápicos frios também são bem-vindos, mas não devem substituir a água. Já os sais minerais, nutrientes que fornecem substâncias importantes como sódio, potássio e magnésio, podem ser repostos com a alimentação. Enquanto o sódio está presente em alimentos que contenham sal e o potássio em frutas como laranja e uva, o magnésio é adquirido em grãos como o milho, lentilha, nozes e amêndoas. Muitos desses alimentos estão presentes em nossos produtos como sucos, snacks e até carnes vegetais à base de ervilha”, destaca Cyntia.

Segundo a nutricionista, alguns pratos são ótimas pedidas para a estação, como saladas, vitaminas, saladas de frutas e até mesmo massas integrais com molhos naturais e ingredientes leves. A profissional ainda complementa: “Para quem busca aquele bronzeado, cenoura, abóbora e beterraba são ótimas opções. Elas possuem betacaroteno, uma espécie de bronzeador natural, que além de ajudar no bronzeamento, também auxilia a ter uma pele mais saudável e protegida contra agentes nocivos do dia a dia “.

Freepik

Cyntia destaca que também é importante reduzir ou retirar os alimentos mais gordurosos e fritos do cardápio, substituindo-os por saladas, que atuam na homeostase térmica – mecanismo biológico pelo qual o corpo mantém sua temperatura natural. Na hora de temperá-la, uma boa opção são ervas, limão, pouco sal e azeite. “Vale lembrar que no calor, além de priorizarmos os alimentos leves, devemos nos atentar à conservação dos alimentos. As bactérias se proliferam mais rápido em ambientes quentes, então, tanto a higiene quanto a refrigeração são cuidados essenciais nessa época”, finaliza.

Confira opções de alimentos para o verão disponíveis no catálogo de produtos da Superbom:

Suco de Tangerina Integral 1l


O suco de tangerina da Superbom Integral é um suco 100% fruta, feito especialmente para quem deseja ter uma vida mais equilibrada. Saboroso, o suco de tangerina é uma bebida saudável feita a partir de frutas selecionadas que oferecem a doçura característica da tangerina somada ao valor energético da vitamina C.

Suco de Uva Branco Integral 1l


O suco de uva branco integral Superbom é um produto 100% natural, produzido a partir de um blend especial de uvas cultivadas na Serra Gaúcha, proporcionando um sabor único. Excelente como acompanhamento para refeições e lanches, esse saboroso suco de fruta também é indicado para pré e pós treino. O suco de uva branco integral é uma bebida saudável que oferece muitos benefícios à saúde, entre eles tem efeito antioxidante e previne o câncer.

Suco de Tomate Integral 1l


O suco de tomate integral da Superbom é um suco 100% natural e possui as mesmas características o ano inteiro, pois é processado em uma única safra anual. Saboroso, o suco de tomate é uma bebida saudável e possui propriedades antioxidantes.

Super Cookie Zero Sabor Banana com canela


O Super Cookie Zero sabor Banana com Canela da Superbom não contém glúten (apto para celíacos), sem leite, sem ovos, e sem qualquer traço de origem animal, o que atende a uma grande parte das pessoas com restrições alimentares. Sem adição de açúcar. Não contém corantes e não contém conservantes. Contém aromatizante natural.

Frutts Kroc Maçã Desidratada

Frutts Kroc é feito de maçã desidratada com casca e temperada com canela. Elaborado com a fruta in natura, da variedade gala ou fugi, esse petisco low carb é produzido a partir de processos de desidratação que mantém todo o sabor da fruta, além de ser muito crocante. A maçã desidratada em pacote é prática, sendo excelente como aperitivo e ideal para o consumo entre as refeições – um lanche saudável fácil de carregar e com baixo teor calórico.

Fonte: Superbom

Temporada de calor: nove fatos que você precisa saber para manter a pele saudável no verão

Especialistas dão dicas para você aproveitar a estação mais quente do ano sem se preocupar com o surgimento de problemas como queimaduras, manchas, rugas e até mesmo câncer de pele

O verão é a estação preferida de muitas pessoas, afinal, é marcada por sol, praia, piscina, calor e diversão. No entanto, esta época requer cuidados especiais com o organismo, principalmente com a pele, que é extremamente agredida durante este período.

“Isso porque no verão estamos mais expostos à radiação ultravioleta do sol, que é a principal agressora da pele, causando a alteração do material genético, degradando as fibras de colágeno e elastina, gerando radicais livres que destroem o tecido celular e estimulando a produção de melanina, pigmento que dá cor à pele, causando manchas”, alerta Lucas Fustinoni, médico divulgador científico nas áreas de Tricologia e Estética, Fellowship de Estética em Miami e membro da World Trichology Society.

“Como se não bastasse, a água do mar e da piscina a qual nos expomos mais no verão prejudicam a barreira cutânea, responsável por proteger a pele contra os agressores externos. Dessa forma, a pele fica mais suscetível aos danos da radiação UV”, diz Daniel Cassiano, dermatologista da Clínica Gru Saúde e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Tais fatores favorecem o surgimento de uma série de alterações no tecido cutâneo, como manchas senis, melasma, dermatites, alergias, queimaduras e até mesmo o câncer de pele, que representa 30% de todos os tumores malignos registrados no Brasil. E não para por aí, pois, além das condições de pele, a exposição à radiação solar durante o verão também pode acelerar o surgimento dos sinais da idade.

“As mudanças no DNA causadas pela radiação solar provocam reações de mutação celular, com consequente envelhecimento precoce, já que a exposição solar está ligada à inflamação, ao dano oxidativo e à produção de enzimas que degradam colágeno, resultando em uma pele mais flácida, com rugas e manchas”, afirma Claudia Marçal, dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. E algumas pessoas tendem a sofrer ainda mais com os danos do sol.

“O sol é responsável por cerca de 80 a 90% do envelhecimento da pele. Entretanto, alguns indivíduos apresentam ainda maior suscetibilidade ao fotoenvelhecimento, como aqueles que apresentam uma variante do gene MMP1, que promove uma degradação do colágeno oito vezes maior que o normal após a exposição solar”, destaca o geneticista Marcelo Sady, Pós-Doutor em Genética e diretor geral da Multigene, empresa especializada em análise genética e exames de genotipagem.

Todos esses fatos sobre o verão podem parecer realmente desesperadores. Mas fique tranquilo, pois é perfeitamente possível aproveitar a estação mais quente do ano sem prejudicar a saúde e a beleza da pele. Basta tomar alguns cuidados básicos. E, para te ajudar nisso, reunimos um time de especialistas para dar dicas sobre como tratar a pele no verão. Confira:

Aposte na fotoproteção: é o cuidado número um quando o assunto é rotina skincare no verão. “O uso diário de protetor solar é a única maneira de garantir que a pele esteja realmente protegida dos efeitos nocivos dos raios solares, que estão cada vez mais fortes. Mas é importante que o produto possua, no mínimo, FPS 30 e amplo espectro de proteção solar, para combater a radiação UVA e UVB, além de dever ser reaplicado a cada duas horas”, diz Isabel Piatti, Consultora Executiva em Estética e Inovação Cosmética e conselheira do Comitê Técnico de Inovação da Buona Vita. Invista também em um produto com proteção contra a luz azul do sol e dos dispositivos eletrônicos.

“A luz azul também penetra em nossa pele e aumenta a produção de radicais livres, o que favorece o surgimento e o escurecimento das manchas e a acelera o envelhecimento”, afirma o farmacêutico Maurizio Pupo, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Ada Tina Italy. Uma opção interessante para se proteger contra os malefícios da luz azul é o Biosole BB Cream FPS 60, da Ada Tina Italy, um protetor solar com cor e ação antioxidante que uniformiza o tom da pele com alta cobertura homogênea, reduz o surgimento de manchas e confere alta proteção contra UVA, UVB, Luz Azul e Luz Visível.

E a fotoproteção não consiste apenas no uso de protetor solar. Por exemplo, é recomendado também que se evite a exposição ao sol durante os horários com maior índice de radiação ultravioleta, isto é, entre 10 e 16 horas. “Aposte também na utilização de roupas com proteção UV, chapéus de aba larga e trama fechada, óculos de sol e sombras artificiais, como aquela oferecida pelo guarda-sol, para potencializar a proteção solar”, recomenda Cassiano.

Hidratação é indispensável: assim como a fotoproteção, a hidratação não deve ser deixada de lado no verão, pois a exposição direta e prolongada à radiação UVA e UVB também pode favorecer a desidratação do tecido e piorar o ressecamento. Mas, como no verão sofremos mais com a oleosidade, o ideal é optar por hidratantes que não deixem a pele oleosa, como os séruns. “Com rápida absorção e fórmula concentrada, sendo capaz de levar ativos de maneira mais eficaz para a pele, o sérum é especialmente interessante para ser usado no verão, pois, devido a sua textura leve e fluida, o produto não deixa a pele com aspecto brilhante ou pegajoso”, afirma a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. E o melhor é que os séruns podem conter uma diversidade de ativos.

Para o verão, o ideal é optar por produtos formulados com antioxidantes, como Alistin, Vitamina E e, principalmente, Vitamina C. “A Vitamina C é um poderoso antioxidante que confere ação reparadora, já que protege a pele contra os estragos da oxidação causada pelos radicais livres, ameniza rugas e linhas de expressão, visto que é um dos fatores essenciais na síntese de colágeno, e ainda é capaz de uniformizar o tom de pele, clareando e prevenindo manchas”, recomenda Fustinoni. Uma opção interessante para quem deseja apostar em séruns de Vitamina C é o sérum Antiox, da Buona Vita, que conta com 20% de Vitamina C para conferir função antioxidante, clareadora, antienvelhecimento e antiglicante (combate malefícios do açúcar na pele).

Não se esqueça da higienização: como a produção de oleosidade é maior no verão, a limpeza diária da pele é fundamental para prevenir a obstrução dos poros e o aparecimento de acne, devendo ser realizada duas vezes ao dia, pela manhã e à noite, com produtos específicos para o seu tipo de pele. “No verão, é especialmente interessante apostar em sabonetes adstringentes formulados com substâncias reparadoras capazes de combater os danos causados pelo sol ao longo do dia”, afirma Fustinoni. De uma a duas vezes por semana, dependendo do tipo de pele, é interessante também apostar na esfoliação para complementar a higienização.

“A esfoliação realiza uma leve abrasão na camada superficial do tecido cutâneo, que remove as impurezas e a oleosidade acumuladas, além de impulsionar a renovação celular e potencializar a capacidade de absorção dos cosméticos pela pele, deixando-a preparada para o uso de cremes”, indica Paola. Um produto interessante para essa etapa é o Esfoliante Facial Tribeca, da B.URB, capaz de remover impurezas e células mortas da pele, desobstruindo os poros e ajudando na renovação celular. Com sementes de Apricot (damasco) em sua composição, o produto é ideal para higienizar e hidratar o tecido cutâneo.

Atenção à maquiagem: o recomendando é evitar a maquiagem no verão. “Isso porque a maquiagem pode obstruir os poros, prejudicando a transpiração e a secreção de oleosidade pelas glândulas sebáceas, o que favorece o surgimento de cravos e espinhas”, aconselha Fustinoni. Mas, caso prefira utilizá-la, lembre-se de sempre removê-la no final do dia e de forma alguma substitua o filtro solar por uma maquiagem com FPS. “Geralmente, o FPS das maquiagens é muito baixo, sendo insuficiente para proteger a pele. Então, para quem usa maquiagem, o ideal é optar por um protetor solar com cor de alta cobertura, que, além de ser eficaz na proteção, também atua como base”, alerta Cassiano.

Bronzeie-se com segurança: o verão é a estação que muitas pessoas esperam para se bronzear e garantir uma cor. Mas, para evitar os danos do sol, é importante tomar alguns cuidados, como se expor ao sol de forma gradativa e apenas nos períodos seguros, além de utilizar o protetor solar. “É possível ainda consumir alimentos e suplementos ricos em betacaroteno, como cenoura, mamão, abóbora e acerola, que, além de acelerarem e prolongarem o bronzeado, ainda protegem o DNA celular dos danos causados pela radiação UVA e UVB”, aconselha Fustinoni.

Fique atento às queimaduras: a consequência imediata da exposição solar desprotegida são as queimaduras solares, que provocam eritema, sensibilidade ao toque, bolhas e, nos casos mais graves, descamação, dor de cabeça, febre, calafrios e fadiga. Por isso, o fotoprotetor deve ser utilizado. Mas, caso as queimaduras surjam, é possível tomar alguns cuidados para amenizar o problema, como o uso de hidratantes pós-sol. Mas preste atenção à formulação desses produtos. “Algumas fórmulas pós-sol possuem consistências espessas e oleosas, que criam uma barreira emoliente no topo da pele, aprisionando o calor na camada superior da epiderme e exacerbando a inflamação e a sensação de queimadura. Além disso, algumas fragrâncias e produtos químicos podem irritar a pele danificada”, destaca Paola. Então, dê preferência à produtos livres de etoxilados, óleo mineral e parabenos e que contenham ativos que ajudam a restabelecer as defesas naturais, possuam um sistema antioxidante avançado e confiram efeito calmante, como a Vitamina E, o Alistin, o Pro Barrier Repair e o GPS Trealose.

Cuidado com a depilação: a depilação é frequentemente realizada no verão para deixar o corpo pronto para a utilização de biquínis, sungas e outras roupas de banho. Mas é preciso tomar cuidado com esse tipo de procedimento durante a estação. “Isso porque a depilação com cera e lâmina pode causar microlesões na pele que a tornam mais suscetível aos danos solares, além de favorecer o surgimento de foliculite e irritação. Já a depilação à laser pode estimular o aparecimento de manchas na pele. Por isso, caso você se depile, o recomendado é evitar a exposição solar nos sete dias que procedem qualquer tipo de depilação”, recomenda Fustinoni .

A alimentação também é importante: além de cuidar da pele topicamente, é fundamental investir também em uma alimentação balanceada e rica em legumes, frutas e verduras, o que vai ajudar no tratamento do tecido cutâneo de dentro para fora. “Uma alimentação equilibrada está entre os principais itens que ajudam a deixar a pele bonita, jovem, protegida, saudável e hidratada. São os alimentos que você consome regularmente que definem a aparência e a qualidade do tecido cutâneo, não apenas em um mês, mas também em um ou dois anos”, explica Marcella Garcez, médica nutróloga e professora da Associação Brasileira de Nutrologia. No verão, aposte principalmente em alimentos que potencializem a fotoproteção, como as frutas vermelhas, que possuem antioxidantes e vitamina C, substâncias capazes de proteger a pele contra os danos do sol. “As uvas pretas também são uma excelente opção, já que, além de possuírem propriedades antioxidantes que ajudam a bloquear os prejudiciais raios UV, também contam como Vitamina E, que mantém a pele hidratada, Vitamina C, que auxilia na revitalização das células da pele, e resveratrol, um polifenol que tem ação anti-inflamatória, protetora do DNA celular e antioxidante”, recomenda a médica nutróloga. Não se esqueça também de ingerir bastante líquido para manter a hidratação do corpo e, consequentemente, da pele.

Invista nos procedimentos estéticos menos agressivos: no verão todos querem apresentar um corpo bonito e algumas alterações que afetam a pele podem atrapalhar esse objetivo, como a flacidez e a celulite. Mas existem tratamentos que podem ser realizados durante essa época e são muito eficazes no combate a essas alterações. Por exemplo, quem sofre com flacidez pode apostar em sessões com o Ultraformer III, um ultrassom micro e macrofocado capaz de combater a flacidez, recuperar o contorno facial e corporal e devolver firmeza à pele, além de também auxiliar na remoção de gordura localizada. “O Ultraformer III utiliza uma tecnologia que emite energia mecânica através das ondas de ultrassom, que fazem micropontos de coagulação sob a pele e na gordura para tonificar o tecido cutâneo, estimular a produção de colágeno e conferir efeito lifting, o que dá fim à gordura e flacidez presentes na área tratada”, explica a cirurgiã plástica Beatriz Lassance, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Isaps (International Society of Aesthetic Plastic Surgery).

Já quem sofre com celulite pode optar pela aplicação de bioestimuladores de colágeno. “A aplicação dos bioestimuladores, como a hidroxiapatita de cálcio ou o ácido L-poli-láctico, atua na produção do colágeno para promover uma reorganização das fibras responsáveis por sustentar adequadamente o tecido adiposo, o que melhora a celulite e o aspecto de casca de laranja da pele. Geralmente, recomenda-se de 2 a 3 sessões com intervalo mínimo de 30 dias entre cada uma delas, tempo que leva para os resultados aparecerem”, finaliza Paola.

Muito mais que hidratação: conheça diversos benefícios da ingestão de líquidos à saúde

Superbom destaca a importância de bebidas ricas em água para o bom funcionamento do organismo

O corpo humano é composto por aproximadamente 70% de água. Esse componente assume alguns papéis extremamente importantes para a manutenção da saúde e bem-estar do organismo, auxiliando na regulação da temperatura corporal e no funcionamento dos órgãos, eliminando toxinas, ajudando na lubrificação de mucosas e atuando como um condutor de nutrientes.

No entanto, mesmo com toda a sua relevância, a água é ingerida de forma insuficiente por grande parte dos brasileiros. Segundo um estudo realizado pela Danone Research, apenas 58,2% dos entrevistados cumpriram as recomendações da Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar (EFSA) para a ingestão total de líquidos – cerca de dois litros para homens e 1,6 litro para mulheres. Quando se trata das crianças e dos adolescentes brasileiros, essa porcentagem é ainda menor: mais de 30% não atenderam às indicações da EFSA.

Cyntia Maurren, nutricionista da Superbom , empresa pioneira na produção de alimentos saudáveis, afirma que as atividades cerebrais, intestinais e musculares apresentam melhor desempenho quando o corpo está devidamente hidratado. “Além do bom funcionamento do organismo, a hidratação também reflete na aparência e na textura da pele, sem contar na sua importante atuação para a execução das atividades físicas, que também são influenciadas pelo consumo de água”, complementa.

O cuidado com a hidratação deve ser ainda maior com a chegada dos dias mais quentes, afinal, é necessário repor o líquido que costuma ser perdido com o suor. A nutricionista reforça que mesmo que a recomendação mínima seja de dois litros de água por dia, cada pessoa apresenta uma necessidade diferente de hidratação. A especialista explica que existem alguns cálculos para saber o quanto de líquido é ideal para cada indivíduo.

“Isso é medido de acordo com a quantidade de energia que é gasta por dia. Por exemplo, uma pessoa que gasta uma média de duas mil calorias por dia, irá precisar de cerca de um ml de líquido por caloria ou para facilitar, você também pode fazer o cálculo de 35ml por quilo de peso. Isto lhe garantirá uma boa ingestão diária de água”, indica.

Sucos naturais, chás sem açúcar ou adoçantes e frutas também podem entrar na contagem de líquidos necessários, mas não se deve deixar de lado a água, ela ainda é a protagonista quando falamos em hidratação. “Quando bebemos somente sucos, além do líquido, também ingerimos calorias, açúcares e, dependendo das condições de saúde da pessoa, isso pode ser contraindicado”, pontua.

A falta de água e de eletrólitos pode trazer alguns prejuízos como: cansaço, fome anormal ou ganho de peso, falhas no sistema circulatório, constipação, retenção de líquidos, déficit de atenção e memória, mau hálito e baixo desempenho atlético. “A hidratação é um fator crucial para um corpo saudável. Algumas pessoas podem achar impossível ingerir dois litros de água em um dia, mas a dica é ir consumindo aos poucos e não grandes quantidades de uma vez. Comece seu dia sempre com um belo copo de água e distribua nos intervalos das refeições que você logo sentirá seus benefícios “, finaliza.

Fonte: Superbom

Veja dicas de como prevenir a infecção urinária durante o verão

Durante a época mais quente do ano, estima-se que problemas urinários, incluindo infecções, cresçam principalmente entre o público feminino

Para a maioria das pessoas, o verão é sinônimo de férias, sol, praia ou piscina e muita diversão. No entanto, este período também pode representar um grande desconforto, principalmente para as mulheres, provocado pela temida Infecção do Trato Urinário (ITU) ou apenas infecção urinária.

Nos meses de temperaturas mais elevadas, a desidratação é a principal causadora desse tipo da doença. Isso porque se perde mais líquidos com a respiração e o aumento da transpiração, e nem sempre essa água é reposta como deveria, gerando uma menor quantidade de urina.

“A micção é nossa principal forma de se proteger contra a infecção de urina. E temperaturas mais altas exigem um controle maior sobre nossa hidratação para que não se reduza muito nosso volume urinário”, explica Willy Baccaglini, médico urologista.

Outro fator que também corrobora para o surgimento da infecção é que nesta época do ano ocorre o aumento da umidade na região íntima e isso pode gerar um desequilíbrio no número de bactérias e germes presentes nessa área.

Mas, segundo Baccaglini, a bactéria Escherichia coli, que está naturalmente presente no intestino, está entre as principais inimigas do aparelho urinário. O fato é que a combinação entre a desidratação e o aumento da umidade vaginal são os principais causadores de infecções urinárias durante a temporada mais quente do ano.

Entenda por que as mulheres são mais suscetíveis ao problema

Dados do Ministério da Saúde indicam que cerca de 30% das mulheres vão apresentar infecção urinária leve ou grave pelo menos uma vez na vida, mas a questão não para por aí.

A mulher tem 50 vezes mais chances do que o homem de desenvolver a doença por uma questão simplesmente anatômica. “A uretra da mulher é muito mais curta do que a do homem, além de ser mais próxima do ânus, o que facilita que bactérias cheguem ao aparelho urinário”, esclarece Baccaglini.

Dicas de prevenção contra a infecção urinária

Como sempre, a prevenção é a melhor opção, ainda mais em época de férias, quando a prioridade é o descanso, mas, obviamente, sem deixar o cuidado com a saúde de lado. E algumas ações simples são primordiais para evitar o desconforto provocado pela doença. Confira as dicas do médico urologista para prevenir a infecção:

=Beba bastante água. O recomendado é pelo menos dois litros por dia. O hábito, além de manter a hidratação do corpo aumentar o fluxo urinário para a eliminação de bactérias, também traz diversos benefícios para a saúde como um todo.

=Redobre os cuidados com a higiene pessoal. Evite duchas vaginais e, quando for ao banheiro, usar o papel higiênico sempre da frente para trás.

=Não segure o xixi. Lembre-se que reter a urina da bexiga aumenta o número de bactérias no trato urinário.

Shutterstock

=Evite roupas íntimas apertadas e de tecido sintético. Elas retêm muito calor e aumentam a umidade da região.

=Troque os absorventes higiênicos com maior frequência. Assim, evita-se a proliferação de bactérias.

=Nada de ficar com o maiô ou biquíni molhados por muito tempo. Isso também aumenta a umidade da região íntima.

=Lave bem as mãos. Este é outro hábito que ajuda a prevenir a infecção urinária e outros tipos de doenças.

Entenda os diferentes tipos de infecção e se atente aos sintomas

É importante ressaltar que, dependendo da estrutura do trato urinário que for afetada, a infecção possui nomes diferente. “A uretrite, ataca diretamente a uretra, enquanto a cistite acomete a bexiga. A pielonefrite indica que a infecção já atingiu os rins e representa um caso mais grave”, explica o especialista.

Os casos mais comuns da doença são a uretrite e cistite, consideradas infecções do trato urinário baixo (ITU). Com maior incidência, estima-se que 50% a 80% das mulheres apresentarão ao menos um episódio de cistite ao longo da vida, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia.

“Para evitar o caso mais grave da infecção é imprescindível que a mulher, ao surgimento dos primeiros sintomas, procure o atendimento para que receba o tratamento de forma adequada”, alerta Baccaglini.

Fonte: Willy Baccaglini é especialista em uro-oncologia; mestre em Medicina Sexual pela FMABC; professor voluntário no curso de graduação de Medicina na FMABC. Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU); Membro da American Urological Association, da European Urological Association e da Confederación Americana de Urología. Membro do Corpo Clínico do Hospital Israelita Albert Einstein como uro-oncologista. Atua em outros conceituados hospitais como Oswaldo Cruz e São Luiz.

Cinco passos simples para adotar uma rotina skincare em 2021

Aproveite o início do ano novo para incluir uma série de cuidados em seu dia a dia que vão melhorar a aparência e a saúde da sua pele, tornando-a mais jovem, hidratada e bonita.

Um ano que começa é sinônimo de novas metas, novos sonhos e até mesmo um novo estilo de vida, afinal, não há momento melhor para mudar e adicionar hábitos em nossa rotina. Por exemplo, um ótimo hábito para adotar em sua rotina em 2021 é o skincare.

“Cuidar da pele diariamente é a melhor maneira de prevenir o envelhecimento precoce. Para se ter uma ideia, peles mais espessas tendem a demorar mais para apresentarem rugas, flacidez e linhas de expressão. Em contrapartida, peles ressecadas tem maior tendência a essas alterações”, explica a cirurgiã plástica Beatriz Lassance, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Isaps (International Society of Aesthetic Plastic Surgery).

Mas, caso você ainda não saiba como cuidar da sua pele, fique tranquilo. Reunimos um time de especialistas que apontaram as etapas que não podem faltar em sua rotina skincare. Confira:

Foto: wiseGEEK

Limpeza: comece a rotina skincare realizando a higienização da pele, o que deve ser feito com sabonetes específicos para o seu tipo de pele. “Por exemplo, quem possui pele oleosa deve optar por sabonetes líquidos formulados com ativos seborreguladores, enquanto quem possui a pele mais ressecada precisa realizar a limpeza com mousses mais hidratantes”, explica a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Uma excelente opção na hora da limpeza para diversos tipos de pele é a Acqua Micellare, da Ada Tina Italy, uma solução micelar com alto poder demaquilante e purificante, sendo capaz de remover com facilidade a maquiagem mais resistente, a oleosidade e os resíduos de poluição e outras impurezas que se aderem à pele ao longo do dia.

Pinterest

Esfoliação: de uma a duas vezes por semana, após a higienização, é interessante apostar na esfoliação da pele. “Além de retirar o excesso de sebo acumulado nos poros, ajudando a proteger a pele de cravos e espinhas, a esfoliação estimula a renovação celular e melhora a textura da pele. Como se não bastasse, essa etapa ainda potencializa a capacidade de absorção dos cosméticos pela pele, deixando-a preparada para o uso de cremes”, destaca Paola.

Tonificação: após a limpeza e, dependendo do dia, a esfoliação, é a hora de tonificar a pele. “As loções tônicas devem ser aplicadas com algodão por toda a extensão do rosto e pescoço. Esses produtos complementam a limpeza, desobstruindo os poros e ajudando a equilibrar o pH da pele, além de poderem possuir características hidratantes, seborreguladoras e calmantes, o que vai depender dos ativos utilizados na formulação”, diz o dermatologista Abdo Salomão Jr, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Com relação aos tônicos, é interessante investir em produtos como a Loção Tônica, da Buona Vita, que restabelece o pH da pele normal, mista ou seca, acentuando sua renovação, pois contém em sua formulação emolientes naturais.

Hidratação: é uma das etapas mais importantes da rotina skincare e, ao contrário do que muitos pensam, deve ser realizada por todos os tipos de pele. “A barreira cutânea é fundamental para preservar a saúde da pele, mantendo-a livre de infecções e inflamações. Além disso, uma pele bem hidratada envelhece mais devagar”, explica Daniel Cassiano, dermatologista da Clínica GRU Saúde e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. No entanto, cada tipo de pele deve receber hidratantes específicos. Por exemplo, quem possui pele oleosa deve optar por produtos mais fluidos em gel ou sérum, como o HydraGel, da Buona Vita, que hidrata, controla a oleosidade e reduz o brilho e a irritação, além de ajudar na renovação celular. Já quem tem a pele mais seca pode apostar nos produtos em creme, como o Compative Balm 10, da Ada Tina Italy, um potente hidratante capaz de proporcionar reparação profunda dos danos causados por agressores externos, além de possuir ação calmante, reduzindo a vermelhidão enquanto protege contra o ressecamento e o envelhecimento precoce.

Fotoproteção: para finalizar a rotina skincare, é indispensável a aplicação de um fotoprotetor. “O fotoprotetor é o creme antienvelhecimento mais importante, pois preserva as estruturas da pele por meio da proteção contra os danos cumulativos da radiação solar, que acelera o envelhecimento precoce, podendo causar manchas, rugas, flacidez e até doenças sérias como câncer”, destaca Daniel. Mas é importante que o produto possua, no mínimo, FPS 30 e amplo espectro de proteção solar, para combater a radiação UVA e UVB, além de dever ser reaplicado a cada duas horas. Além disso, o fotoprotetor também deve proteger contra a luz azul. “A luz azul também penetra em nossa pele e aumenta a produção de radicais livres, que geram um processo chamado de oxidação, favorecendo o envelhecimento da pele”, afirma o farmacêutico Maurizio Pupo, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Ada Tina Italy. A proteção contra a luz azul pode ser obtida através da escolha de produtos que contenham cor, que age como uma barreira física contra esse tipo de radiação, ou que sejam formulados com ativos antioxidantes, que vão atuar no combate aos danos causados pela luz azul. Uma ótima opção é o Biosole BB Cream FPS 60, da Ada Tina Italy, um protetor solar com cor e ação antioxidante que uniformiza o tom da pele com alta cobertura homogênea, reduz o surgimento de manchas e confere alta proteção contra UVA, UVB, Luz Azul e Luz Visível.

Por fim, lembre-se que, para garantir que os cuidados com a pele sejam realmente eficazes, o melhor é consultar um dermatologista. “O médico poderá realizar uma avaliação para identificar as principais necessidades e características da sua pele, indicado assim a rotina e os produtos mais adequados para você”, finaliza Abdo Salomão Jr.

Gift card da Doctor Feet é opção para presentear no Natal

Com valores a partir de R$ 129,00, rede oferece serviços de podologia para adultos e crianças, além de produtos para tratamento de beleza dos pés

O ano de 2020 está chegando ao fim, provando que cuidar de quem a gente ama é sempre o melhor presente. Pensando nisso, a Doctor Feet, maior rede de podologia do país, apresenta para o seu cartão presente, como opção de Natal para agradar amigos e familiares. O gift card oferece os serviços e produtos da rede para pessoas de todas as idades, com valor inicial de R$ 129,00, podendo chegar até R$354,00, voucher que dá direito ao tratamento tradicional completo, que envolve corte das unhas, desbaste de calos, assepsia e finalização com creme hidratante, e mais argiloterapia.

Confira abaixo outras opções de tratamento para presentear:

Tratamento Tradicional Completo + Argiloterapia = R$ 258,00
Tratamento Tradicional Completo + Reflexologia = R$ 250,00
Tratamento Tradicional Completo + hidratação = R$ 237,00
Reflexologia = R$ 129,00
Argiloterapia = R$ 139,00
Tratamento Tradicional Completo = R$ 129,00

*Preços válidos para o estado de São Paulo. O cartão presente da rede pode ser encontrado em todas as unidades e a validade é de um ano.

Informações: Doctor Feet

Pele saudável no verão: saiba quais os melhores alimentos para manter o rosto hidratado

Calor intenso pode causar aumento da oleosidade, perda de nutrientes e ressecamento severo da derme

O verão chega no fim deste mês, pouco antes do Natal. Trata-se da época do ano em que os dias são mais longos e as noites mais curtas. A exposição ao sol, porém, demanda cuidados redobrados com a pele.

A nutricionista Ellen D’arc, da Bio Mundo, indica alguns alimentos que promovem a manutenção da derme, uma vez que todos os tipos de pele estão sujeitos a alterações quando os termômetros marcam temperaturas altas. “O excesso de transpiração promove a perda de nutrientes importantes. Para repor, além da ingestão de alguns ingredientes naturais, eles também podem ser usados de forma tópica e trazer bons resultados”, afirma Ellen.

Para conter a oleosidade

Em dias mais quentes é comum que o corpo produza mais suor e o rosto fique com aquele brilho que incomoda muita gente. “Alguns ingredientes naturais encontrados na maçã en o pepino têm poderes adstringentes e oferecem limpeza para o rosto, além de serem extremamente benéficos para quem tem acnes, inclusive”, explica a especialista.

Além disso, a fruta promove a hidratação perfeita na hora de repor a água da pele e ficar longe dos óleos. Já o pepino tem propriedades clareadoras, ideal para diminuir a vermelhidão do sol e, de quebra, amenizar as olheiras. Ambos podem ser usados em rodelas ou terem extraídos o suco para aplicar com um algodão sobre a face higienizada.

Rosto seco nunca mais

Pexels

Se engana quem pensa que a pele seca leva vantagens diante do sol forte, isso porque, por ser mais sensível, há maior possibilidade de descamação, ressecamento acentuado e em situações mais graves até feridas. Para manter a cútis saudável e com um aspecto bonito, mel e aveia são bons itens para serem associados às máscaras faciais caseiras, já que suas propriedades altamente hidratantes atingem camadas profundas da derme.

“Outra vantagem é o poder anti-inflamatório, que ajuda na cicatrização de feridas e até a diminuir as linhas de expressão”. A hidratação do mel é proveniente das moléculas de açúcar, já a aveia possui grânulos perfeitos para uma esfoliação leve, podendo ser combinados entre si para potencializar os resultados.

Esfoliação natural

Uma superdica para limpar a pele é a esfoliação natural. A esfoliação com mel e açúcar além de limpar, promove a sua hidratação. Basta misturar uma colher de sopa de mel com uma colher de açúcar em um recipiente e depois aplicar no rosto em movimentos circulares suaves. Deixar agir por 10 minutos e remover com água.

Pele normal também precisa de cuidados

A pele normal também exige alguns cuidados e manutenções específicos. Mesmo que ela tenha um bom nível de hidratação, o uso de produtos inadequados pode causar alterações e desencadear aumento do suor ou ressecamento. O iogurte é um grande aliado nesses momentos por possuir ácido lático na fórmula. Ele é capaz de hidratar, combater os efeitos da poluição na pele e reduzir os poros.

“É um alimento abundante em proteínas essenciais, cálcio, vitamina B2, B12 e D” informa a profissional. Uma ótima dica é espalhar uma camada bem grossa sobre a pele limpa e deixar agir entre 15 a 20 minutos, isso irá promover uma limpeza suave e desobstruir os poros.

Fonte: Bio Mundo