Arquivo da tag: inverno

Receita vegana para curtir o friozinho

O Chef Renato Amaral, do hotel Slaviero Baia Norte (Florianópolis) destaca uma receita vegana do  menu de sopas para ser feita em casa e curtida com o friozinho do inverno.

Creme de Espinafre com Cardamomo e Tofu

Ingredientes:
400ml de caldo de legumes
3 maços de espinafre (somente as folhas)
250g de batata-doce cozida (cozinhe no caldo de legumes )
15g de alho picado
50g de cebola picada
Azeite o suficiente para refogar
Sal e pimenta-do-reino moída na hora
3 cardamomos em grãos (abra os grãos e utilize apenas as sementinhas, descarte as cascas)

Modo de preparo:
Escalde as folhas de espinafre por 30 segundos em água fervente. Deixe escorrer e esfriar. Com as mãos, aperte as folhas para retirar o excesso de água. Pique grosseiramente. Refogue o alho e a cebola no azeite. Acrescente o espinafre e deixe refogar um pouco. Inclua a batata-doce, o caldo de legumes e as sementes de cardamomo. Tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar por cinco minutos depois que pegar fervura. Mexa durante o processo para não grudar no fundo da panela. Transfira a sopa para o liquidificador e bata até obter um creme liso e homogêneo. Volte para a panela e deixe cozinhar por mais dois minutos. Tempere a gosto.

Herbalife Nutrition dá dicas para manter a alimentação saudável no inverno

Com as escolhas certas, você consegue manter a saúde em dia e, de quebra, a balança sob controle

2020 parece ser mesmo o ano da mudança. Estamos vivendo um inverno bastante atípico com altas temperaturas e dias de sol intenso. Mas, segundo a meteorologia, este cenário deve mudar na próxima semana. Aquele friozinho característico da estação vai chegar e com ele a vontade de comer alimentos mais calóricos.

Você já percebeu que seu corpo sente mais fome nos dias mais frios? Isso realmente acontece porque as baixas temperaturas estimulam o cérebro a procurar alimentos para aquecer nosso corpo e que sejam capazes de fornecer energia rápida, como os carboidratos simples e as gorduras.

Para não cair em ciladas, o médico nutrólogo, Nataniel Viuniski, especialista em obesidade e Membro do Conselho para Assuntos de Nutrição da Herbalife Nutrition, dá dicas para manter uma rotina saudável mesmo nos dias mais frios, que também ajudam a manter a boa forma.

1- Coloque sopa no cardápio

Pen Ash/Pixabay

No inverno a sopa se torna a queridinha da estação. Escolha opções equilibradas, feitas com vegetais variados, ricos em fibras, e proteínas, que ajudam a aquecer e a controlar o apetite. Também vale apostar nos produtos substitutos parciais de refeição que oferecem calorias controladas e vitaminas e minerais essenciais para a saúde e o bom funcionamento do organismo.

2 – Pratique exercícios regulares

Freepik

As baixas temperaturas provocam uma queda nos níveis de serotonina, hormônio responsável por regular o sono, o humor e a saciedade. Por isso, mantenha sua rotina de atividade física. Além de espantar o frio, malhar vai fazer muito bem para o humor, para o metabolismo e até ajuda até a regular o apetite.

3 – Diferencie a gula da fome

Geralmente, a gula pode ser identificada pela vontade de comer alimentos mais gordurosos e calóricos. Ela acaba surgindo diante de uma situação que gera ansiedade ou simplesmente enquanto você assiste à televisão. Portanto, avalie qual é o caso. Muitas vezes você quer comer por pura vontade e não necessariamente por fome e é aí que mora o perigo, então, procure comer com consciência.

4 – Capriche na proteína

Se você não abre mão do carboidrato, a dica é combiná-lo com uma boa porção de proteína. Além de ajudar a reduzir o índice glicêmico total do prato, a proteína tem uma digestão mais lenta e, por isso, mantém a saciedade por mais tempo. Fora que a digestão das proteínas já faz seu corpo gastar mais calorias.

5 – Não esqueça a hidratação!

No frio, geralmente, sentimos menos sede e acabamos reduzindo o consumo de líquidos e de água, o que é um grande erro. No entanto, a recomendação no inverno continua a mesma: consumir 2 litros de água por dia, em média. Para ajudar, você pode optar também pelas bebidas quentinhas, como os chás. Dá também para substituir o tradicional cafezinho, por um café proteico que, além de sabor ofereça sensação de saciedade.

Fonte: Herbalife Nutrition

Mercearia do Francês oferece deliciosas sugestões para esquentar o inverno

No coração de São Paulo, mais precisamente no charmoso bairro de Higienópolis, está a Mercearia do Francês. Com 15 anos de tradição e entrega da mais perfeita combinação entre pratos dos típicos bistrôs parisienses com temperos e ingredientes brasileiros, a casa comandada pelo chef e sócio José Luiz Balon possui opções para todos.

Soupe L’Oignon – um clássico da Mercearia do Francês – João Erbert

Para os dias frios, as sugestões do chef são La Soupe de L’Oignon (a inigualável sopa de cebolas francesa com uma torrada de parmesão) e o Casoulet Maison com Confit de Canard (Tradicional prato de inverno francês do sul da frança: cozido de feijão branco,com linguiça paio, costelinha de porco e uma coxa de pato confitada), além de outras muitas opções do menu, que vai de entrada a sobremesa, passando por pratos com frutos do mar, snacks e risotos.

Cheesecake du Chef com calda de frutas vermelhas

Para acompanhar, a Mercearia do Francês é possível apreciar vinhos dos mais diversos países, além de espumante Chandon Reserve Brut e champanhe francesa, além de bebidas não-alcoólicas.

Crepe de Nutella com banana e sorvete de creme

Aos que preferem pedir em casa, a casa possui opção de delivery via iFood, na qual há destaques como Menu Premium Mercearia do Francês (entrada + tornedor grelhado com risotto à milanesa, molho roquefort e rolinhos de berinjela + sobremesa) e escalopes de filé mignon ao molho rôti (serve 2 pessoas e acompanha risoto à milanesa, salada e 2 minipastéis de brie e tomate seco).

Mercearia do Francês: R. Itacolomi, 636 – Higienópolis – Tel. (11) 3214-1295. Horário do salão e delivery: segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h às 22h. Domingos, das 12h às 18h (somente almoço). Nestes horários também é possível realizar pedidos via iFood, telefone e take away, além de reservas.

Cinnamon Roll para aquecer seu lanche da tarde

Chef Andrea Follador ensina como preparar o famoso pãozinho de canela

O inverno chegou e os dias mais gelados, devagarzinho, também estão aportando pelo país. Uma sugestão para dar aquela aquecida é um pão quentinho. O Cinnamon Roll é um sucesso nos países mais frios e combina muito bem com um café fresquinho no fim da tarde. A chef pâtissier e Cake Designer Andrea Follador preparou um passo a passo pra você acertar no queridinho pão de canela.

Cinnamon Roll – pela Chef Andrea Follador

Ingredientes
1 kg de farinha de trigo
500 ml de água
5 gemas
15g de fermento biológico fresco
80g de açúcar refinado
100g de manteiga
6g de sal

Recheio
300g de açúcar refinado
250g de manteiga
10g de canela em pó

Modo de Preparo

Recheio
Misture todos os ingredientes e reserve.

Massa
Em uma tigela dissolva o açúcar no fermento, adicione os ingredientes líquidos e depois acrescente o sal e a farinha, e deixe descansar por 1 hora.

Montagem
Com o auxílio de um rolo abra a massa, espalhe o recheio na massa e enrole como rocambole. Corte em fatias e pincele com gema. Deixe descansar por mais 30 minutos e leve ao forno pré-aquecido a 180º por 30 minutos ou até dourar.

Tempo de preparo: 1h30min
Rendimento: 20 porções

Sopas, chás, frutas e oleaginosas são opções para incluir no cardápio na estação mais fria do ano

Tire os agasalhos do armário, a estação mais fria do ano finalmente chegou. E com a temperatura baixa, uma grande oportunidade de variar o cardápio do dia a dia. São muitas opções de sopas e caldos, massas deliciosas e bebidas quentes, que entram com mais frequência na dieta de algumas pessoas. Mas o inverno também requer alguns cuidados especiais com a alimentação.

Durante os dias mais frios, o corpo precisa aumentar o consumo de energia para manter a temperatura corporal, o que faz com que as pessoas comam mais e optem por refeições mais calóricas. A nutricionista Ellen D’Arc da Bio Mundo, rede de lojas que busca gerar saúde e bem-estar por meio de produtos saudáveis, alerta para os possíveis problemas nos excessos que o inverno pode trazer e dá algumas dicas para conservar a saúde durante essa estação.

“Nesse período é importante redobrar a atenção com o que comemos. Ficamos propensos a cometer exageros nas refeições, ao mesmo tempo que ficamos vulneráveis à algumas doenças sazonais. Manter uma alimentação equilibrada será um bom aliado para evitar esses problemas”, comenta a nutricionista.

1 – Aproveite para variar nas sopas

Caldos e sopas são pratos típicos do inverno e ótimas opções para incluir no cardápio. Podem ser muito nutritivos e excelentes aliados da saúde quando bem preparados. “O uso de produtos integrais vai aumentar a sensação de saciedade, por causa das fibras, e evitar exageros. Além disso, o recomendado é combinar vegetais e legumes para deixar a refeição ainda mais nutritiva”, aconselha a especialista.

2 – Se beneficie das gorduras boas nas pequenas refeições

Lena Volkova/Unsplash

Um excelente item para incluir nas pequenas refeições do dia são as oleaginosas. São ricas em nutrientes e auxiliam no controle do nível do colesterol ruim e bom. “As vantagens dessas sementes são muitas. Por serem práticas vão ajudar a diminuir o consumo de doces e de salgadinhos que aumentam o nível do colesterol ruim”, destaca Ellen.
As formas de utilizar esses grãos e sementes nas refeições são muitas. “Salpique grãos sobre saladas de frutas, vitaminas, iogurtes, caldos e sopas, chia e linhaça são excelentes opções, tornando sua refeição mais saudável e nutritiva” sugere a nutricionista.

3 – Frutas são ótimas opções também

Pixabay

Para as refeições intermediárias, a especialista ainda sugere o consumo de frutas da estação. “Uma boa alternativa é optar por frutas secas e cristalizadas, elas são mais práticas para carregar e não vão deixar você perder os nutrientes e as vitaminas que elas oferecem”, diz a nutricionista.

4 – Não esqueça da hidratação no dia a dia
Com o clima frio a vontade de beber água pode não aparecer tanto quanto no verão, mas isso não quer dizer que no inverno diminui a necessidade de se manter hidratado. “Independentemente da estação do ano, a água desempenha um importante papel no organismo. Além de regular a temperatura corporal, auxilia no transporte de nutrientes, na digestão e em muitas outras reações do corpo humano. Por esses motivos, mesmo quando não sentimos sede, devemos nos hidratar durante todo o dia”, comenta.

5 – As bebidas são aliadas no inverno

A nutricionista destaca que esse é um período para aproveitar e beber chás e sucos de frutas naturais, principalmente as que são fonte de vitamina C, mas alerta sobre o uso do açúcar refinado. “Algumas dessas bebidas podem ajudar a reforçar o sistema imunológico, por serem ricas em vitaminas e nutrientes. Os chás ainda podem exercer a função de auxiliarem o sistema digestivo e no controle do peso. Mas é importante ficar atento na hora de adoçar e não cometer exageros, uma boa opção é o uso do açúcar de coco ou mascavo”, sugere a especialista.

6 – Substituir alguns alimentos


A nutricionista sugere a substituição de alimentos comuns por integrais. Eles são ricos em fibras e promovem benefícios como o bom funcionamento do intestino, controle de açúcar no sangue e colesterol. Também prolonga a sensação de saciedade. “Investir na qualidade das refeições e não somente na quantidade é uma dica valiosa para manter a saúde e o bem-estar em dia no inverno. Substituir alguns alimentos vão ajudar no dia a dia, como por exemplo, escolher uma massa integral quando bater aquela vontade de uma macarronada, ou optar pelos chocolates mais amargos ou alfarroba, um excelente substituto para o doce”, completa Ellen.

Fonte: Bio Mundo

O frio chegou e, com ele, as dores nas articulações

Frio e dores articulares, entenda a relação

Você já percebeu que as dores nas articulações pioram bastante no frio? Sim, e não depende da idade. Quem tem problemas nas articulações sabe que no inverno, naqueles dias mais frios, as articulações ficam mais doloridas e mais sensíveis.

Porque isso acontece e como temos que lidar com isso para minimizar as dores?

Em primeiro lugar, precisamos entender o que são dores articulares. São dores nas juntas. Pode ser no ombro,  no joelho, no quadril, no tornozelo e nos punhos. As causa são diversas, entre elas, as mais comuns são: artrose, artrite, doenças reumatológicas, históricos de lesões traumáticas e fraturas.

Na verdade, existe uma infinidade de doenças ~que pode causar dores nas articulações e, quando chega o inverno, nesses dias mais frios, os consultórios de especialistas ficam lotados de pacientes reclamando que as dores pioraram.

“O motivo mais comum dessas dores articulares no frio se deve, em primeiro lugar, ao fato de ficarmos mais parados no inverno, mais imóvel e mais contraídos e, com isso, a musculatura também fica mais enrijecida e a articulação acaba sentindo essa rigidez da musculatura e da articulação. Isso gera mais dor”, explica o ortopedista, especialista e referência em cirurgias do joelho e trauma do esporte Samuel Lopes.

“Existem também duas questões mais técnicas que podem explicar o porquê da pior das dores articulares com a chegada do frio. A primeira delas é que o líquido sinovial, que fica dentro das articulações para ajudar a lubrificá-las, fica um pouco mais espesso e a alteração da viscosidade deste líquido gera mais rigidez na articulação, causando, naturalmente, mais dor”, explica o especialista.

A segunda questão são as alterações de circulação. Na circulação periférica, mãos e pés principalmente, são os locais que mais sofrem com essas alterações, pode existir uma diminuição da circulação periférica e isso vai gerar mais dor.

Lopes conta que isso ocorre com poucos pacientes, que podem ter alterações circulatórias e, em alguns casos, com portadores da doença de Renault, que não é muito comum, mas que causa alteração da circulação periférica e gera dedos roxos, por exemplo, o que é um alerta para que as pessoas observem se podem estar diante deste problema.

E o que fazer para minimizar as dores articulares no frio?

#1 – Movimentar-se e manter a rotina de exercícios

Pixabay

Para minimizar essas dores que pioram com o frio, o primeiro ponto é procurar não ficar parado o tempo todo e se movimentar. Fazer algum tipo de exercício físico, um alongamento, uma caminhada, mesmo que dentro de casa e manter uma rotina de exercícios de preferência, orientada por um profissional.

#2- Mantenha-se agasalhada, hidratada e consuma alimentos quentes


Mantenha-se sempre agasalhada nos dias nos dias mais frios e procure consumir alimentos mais quentes. E não se esqueça de manter o corpo hidratado. Beba bastante líquido, mesmo os quentes, porque eles também vão ajudar no controle da dor.

#3- Não pratique a automedicação.

FreeGreatPictures

Não podemos falar de dor sem lembrar de algumas coisas muito importantes, e a primeira delas é não fazer a automedicação. Tomar remédios anti-inflamatórios pode ser a pior decisão que você pode tomar, segundo Lopes, pois você corre o risco de ter os efeitos colaterais e criar outros problemas até mais sérios. Contudo, se você sente que não está conseguindo, não tente ficar lidando com a dor. Procure um profissional. Se você tem dor e se é persistente, se já está incomodando há algum tempo, procure um especialista para que ele possa avaliar e dar o diagnóstico e tratamento corretos. É necessário identificar a origem e a causa e, aí sim, atacar a origem do problema e não só ficar lidando com a dor. Mas, isso, somente um profissional poderá fazer.

Fonte: Samuel Lopes é médico ortopedista, especialista em cirurgias do joelho e trauma do esporte. Membro efetivo da sociedade Brasileira de Ortopedia (SBOT), Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ) e da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte. Chefe do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Santa Casa de Juiz de Fora – MG.

 

Sommelier Clara Phileto ensina receita de bebida alcoólica para os dias mais frios

A dica é uma receita com vinho quente perfeito para o inverno

O inverno chegou e nada melhor do que apostar em uma bebida quentinha para acompanhar esses dias mais frios, principalmente nesse momento de isolamento social. Pensando nisso a sommelier, influenciadora e advogada, Clara de Carvalho Phileto, ensina a receita de um delicioso de vinho quente que pode acompanhar os mais variados pratos.

Vinho quente

Ingredientes
1 garrafa de vinho tinto seco
1/2 xícara de brandy ou rum
2 xícaras de água
1 laranja
1 limão
1/2 xícara de açúcar
1 xícara de canela em pau
1/2 xícara de anis estrelado
1/3 xícara de cravos
Noz-moscada a gosto

Como fazer:
Numa panela em fogo médio, coloque o açúcar e a água. Junte as cascas do limão, laranja e o sumo da laranja. Adicione o cravo, as estrelas de anis, o pau de canela e a noz-moscada. Deixe ferver e coloque em fogo mais baixo durante mais ou menos uma hora para redução do líquido – isto permitirá liberar os aromas. Após este procedimento, acrescente um copo de vinho. Quando reduzir até uma espécie de xarope, baixe o fogo ao mínimo e junte a garrafa de vinho e o brandy/rum. Deixe borbulhar e mantenha quente por cerca de 5 minutos.

Atenção: quanto mais tempo deixar, mais o álcool se evapora.

Aprenda a preparar uma sopa de inverno da Água Doce Sabores do Brasil

Finalmente, o inverno chegou, e os próximos dias prometem ser os mais frios do ano. Que tal uma sopa para aquecer o corpo e o espírito? A receita é da rede Água Doce Sabores do Brasil. Confira:

Sopa de Inverno

Ingredientes:
50ml de azeite
50g de alho-poró
1 cebola média picada
150g de filé de frango
100g de brócolis
100g de tomate cereja inteiro
100g de cenoura ralada
½ colher de café de sal
½ colher de café de pimenta-do-reino branca
400g de capelete de frango
1,5 litro de água
2 tabletes de caldo de galinha
50g de queijo parmesão ralado

Modo de preparo:
Em uma panela, acrescente o azeite, o alho-poró e a cebola. Refogue com o frango, acrescente os legumes e a pimenta-do-reino branca. Coloque o caldo de galinha diluído na água e, em seguida, o capelete. Cozinhe por alguns minutos. Salpique com o queijo ralado e sirva.

Bruno Marconato

Rendimento: 10 porções.

Fonte: Água Doce Sabores do Brasil

Como harmonizar pratos típicos de inverno com diferentes estilos de cerveja

O beer sommelier da cervejaria Berggren, Robson Vergillio, explica quais são as combinações mais indicadas

No final do mês de junho começa o inverno, a estação mais fria do ano. Durante esse período, muitos aproveitam para saborear pratos típicos da estação. O que muitos não sabem é que uma bebida bastante popular no Brasil pode ser uma ótima opção para ser consumida nessa época: a cerveja. Sim, há estilos que combinam perfeitamente com climas mais frios e suas elaboradas refeições, vindo a proporcionar uma verdadeira experiência gastronômica. Para explicar como essas harmonizações podem ser feitas, o beer sommelier da cervejaria Berggren, Robson Vergillio, explica quais as combinações mais indicadas, confira:

– Sopasopa
Para se aquecer durante esse período, a sopa pode ser uma ótima opção de refeição. Apesar de parecer improvável, a sopa combina com cerveja. A bebida não precisa estar extremamente gelada, no rótulo é possível verificar qual a temperatura ideal. Há diversos tipos de sopa, como o caldo-verde, que combina com uma India Pale-Ale, justamente por suas notas florais e cítricas, além de corpo médio e amargor intenso.
– Fonduefondue
Não tem quem não se lembre do fondue quando o assunto é inverno. Atualmente é possível encontrar fondue dos mais variados tipos e sabores. O mais tradicional é o de queijo, que combina com o estilo de cerveja Strong Ale. Possui aroma marcante e intenso, textura licorosa e um toque de amargor mais pronunciado.
– Chocolatechocolate
Com cada vez mais apreciadores, as cervejas podem ser apreciadas também com sobremesas que levam chocolate em sua composição. Para experimentar essa experiência gastronômica única, o estilo que mais combina é o Porter. Com ampla variação de aromas torrados, permeando entre café, chocolate, biscoito e até o toffee, possui sabor e amargor equilibrado entre os lúpulos e maltes torrados presentes na receita.
– Feijoadafeijoada
Por ser um prato quente bastante encorpado, a feijoada costuma ser uma boa pedida durante o inverno. Para brindar, uma cerveja leve como a Witbier é uma boa opção para equilibrar. Além da semente de coentro, ela possui raspas da casca de laranja e limão, ingredientes que lhe conferem um toque de criticidade.
– Crème Bruléecreme (1)
Tradicional sobremesa francesa, o Crème Brulée é feito com gemas, creme de leite fresco e baunilha, e costuma ser uma ótima opção nessa época fria do ano. O estilo de cerveja pedida é a Weissbier. Como a cerveja não passa pelo processo de filtração, ela mantém parte das leveduras na garrafa conferindo aspecto turvo à cerveja. No aroma apresenta notas delicadas de cravo e banana, típicas do estilo, e no sabor um perfeito equilíbrio entre os ingredientes.
– Pratos apimentados pimenta
Durante esse período, os pratos mais apimentados ganham destaque como carne com chilli, taco e burritos. Uma cerveja que harmoniza muito bem com essas iguarias mexicanas é a Pale Ale. No aroma, o lúpulo surge em primeiro plano trazendo notas cítricas e, no sabor, o amargor é equilibrado pelo dulçor do malte.

Sobre a Berggren

cervejas

A Berggren é uma cervejaria que foi oficialmente inaugurada em novembro de 2015. Quem está à frente dos trabalhos é o Diretor Geral Lucas Berggren. A empresa teve seu projeto iniciado entre 2008/2009, quando a família Berggren começou a estudar o funcionamento dos equipamentos para a montagem da fábrica e entre 2013/2014 a família, que tem atuação na indústria têxtil, ganhou um fôlego financeiro e deu retomada definitiva ao projeto. Produzindo cervejas de estilo clássico, e outras inspiradas na Escola Americana, a Berggren Bier conta com uma fábrica piloto (com laboratório e estrutura de envase) para testar suas cervejas – algo presente em poucas cervejarias do país.

Sterna Café faz parceria de bebidas quentes com a Nestlé Professional

Cafeteria traz drinques feitos com KitKat e Moça Churros

A rede de Franquias Sterna Café acaba de obter licença da Nestlé Professional para desenvolver criações que não estejam relacionadas aos doces. Bebidas quentes feitas com KitKat e Moça Churros foram elaboradas para o cardápio de inverno da rede.

Para o fundador do Sterna Café, Deiverson Migliatti, conseguir o aval da Nestlé Professional para incorporar produtos da multinacional nas bebidas da franquia vem de longa data. “Fiquei muito feliz quando recebi a aprovação do meu pedido, pois as bebidas ficaram sensacionais e tenho certeza que será um grande sucesso em nossas unidades”, explica.

As bebidas Croc Blanket feita com KitKat e Calor feita com Moça Churros fazem parte do lançamento de inverno do Sterna Café, que tem como mote a frase: Neste inverno, viaje por novos sabores.

Além das delícias feitas com os produtos Nestlé, a linha traz o Marshmallow Dream. O cardápio ainda conta com bebidas quentes, como Cappuccino, Chocolate Quente Belga, Latte, Macchiato, ou os cafés especiais que são sucesso da marca.

STERNA

Por conta da pandemia, as unidades Sterna estão funcionando pelo sistema ‘take away’, onde o cliente compra e leva para consumir em outro local, ou pelo delivery.

Informações: Rede Sterna Café