Arquivo da tag: juliana vieira

Aprenda a fazer nugget de couve-flor

Nutricionista Juliana Vieira também fala dos benefícios da hortaliça

Não são só as crianças, os adultos também adoram nuggets, mas ele não é nada saudável. A boa notícia é que dá para fazer uma versão em casa usando como ingrediente principal a couve-flor, que faz muito bem à saúde.

De acordo com a nutricionista Juliana Vieira, o alimento é muito versátil, contém nutrientes que deixam o nosso corpo mais resistente e menos suscetível a doenças. É uma ótima fonte de vitamina C, que ajuda na absorção de ferro pelo organismo e é também um ótimo antioxidante, evitando o envelhecimento precoce e ajudando a prevenir doenças como o câncer.

“A couve-flor também reduz o colesterol e protege o coração, graças às suas propriedades anti-inflamatórias. Tem função desintoxicante, que favorece a absorção de nutrientes essenciais para o nosso corpo. E, como se isso tudo já não bastasse, ela ainda é rica em fibras essenciais para regular o intestino e dar a sensação de saciedade, o que evita a compulsão alimentar”, completa a nutricionista.

O nugget de couve-flor é assado, não frito (como são geralmente os de carnes). A receita de Juliana é ainda vegetariana, muito saudável, saborosa e nutritiva.

Nugget de couve-flor

Ingredientes:

  • 1 cabeça de couve-flor cortada em pedaços de cerca de 4 cm
  • 3 ovos
  • 1/4 xícara de migalhas bem moídas de pão de trigo integral
  • Azeite ou óleo de abacate
  • 1/3 xícara de queijo parmesão ralado
  • Sal e pimenta preta moída na hora

Modo de fazer:
Unte uma assadeira grande e preaqueça o forno a 230° C. Bata os ovos e reserve. Em outro recipiente misture as migalhas de pão, o parmesão, o sal e a pimenta. Coloque as peças de couve-flor nos ovos e vire-as, para cobrir uniformemente. Escorra o excesso de ovo e polvilhe a mistura seca nos pedaços de couve-flor, até estarem uniformemente revestidos. Coloque-os na assadeira. Borrife um leve revestimento de azeite ou óleo de abacate nos nuggets de couve-flor. Asse por cerca de 20 minutos, virando na metade do tempo, até que os nuggets possam ser facilmente perfurados com um garfo. Sirva quente.

Esta receita rende 8 porções saudáveis e deliciosas, que vão surpreender você. Experimente.

Nutricionista lista benefícios do chocolate e ensina receita de brownie low carb

Juliana Vieira fala sobre o melhor momento para comer o alimento

Quem consegue resistir a um pedaço de chocolate? Com moderação, ele pode ser um alimento aliado da saúde e do bem-estar. A nutricionista Juliana Vieira elencou seis benefícios do alimento:

-Possuem propriedades antioxidantes, que servem para proteger as células.
-Aumentam a ação serotonina e dopamina , relacionadas ao relaxamento.
-Durante gravidez pode ajudar a prevenir a pré-eclâmpsia (hipertensão).
-Pode reduzir o risco de morte por problemas do coração.
-A distração de comer ou beber por prazer atuaria como um analgésico natural.
-Aliado da beleza, ela está presente em banhos de ofurô, massagens, máscaras e outros cosméticos.

Segundo a profissional, os benefícios do chocolate estão presentes especialmente na versão amarga e meio amarga. “Devido à maior concentração de cacau. Já os outros dão bastante energia por serem mais calóricos”, completa.

O melhor horário para comer

“Pela manhã e no máximo no almoço, pois à noite o corpo está em repouso. Por ser bastante calórico, as calorias do chocolate podem ser depositadas em forma de gorduras”, pontua a nutricionista, que diz que o ideal é consumir seis gramas por dia.

Então nem pense em comer uma caixa de bombom sozinho em um dia. O excesso pode provocar diversos males. “O doce, por ser rico em açúcares e gorduras, se consumido em excesso, pode ocasionar diarreia, refluxo, náuseas, dores estomacais, dor de cabeça e até desencadear um processo alérgico”, afirma.

Juliana também ensina uma receita saudável. Confira:

Brownie Low Carb

Ingredientes

3 xícara de chá de pasta de amendoim sem açúcar
2 ovos
2 colheres de manteiga sem sal ou óleo de coco
1/2 xícara de farinha de amêndoa ou outra oleaginosa (castanhas)
4 colheres sopa cacau em pó (reserve um pouco para polvilhar a forma)
6 colheres sopa xylitol ou outro adoçante
1 xícara de chocolate 70% picado
1 pitada de sal marinho

Modo de preparo

Em uma travessa ,coloque a manteiga de amendoim, ovos, leite, manteiga ou óleo de coco e misture bem. Adicione a farinha de amêndoas, cacau em pó, xilitol e uma pitada de sal marinho, misture. Adicione o creme de ovos com as farinhas misturando bem, ao final adicione o chocolate picado. Unte uma assadeira com o óleo de coco ou manteiga e polvilhe cacau em pó nela. Coloque a massa e leve ao forno 200C por 15 minutos. O interior deve ficar molhadinho.

Páscoa: nutricionista lista benefícios do chocolate e ensina receita de brownie low carb

Juliana Vieira fala sobre o melhor momento para comer o alimento

Quem consegue resistir a um pedaço de chocolate? Ainda mais na Páscoa que ele vira uma tradição. Com moderação, o chocolate pode ser um alimento aliado da saúde e do bem-estar. A nutricionista Juliana Vieira elencou seis benefícios do alimento.

  • Possuem propriedades antioxidantes, que servem para proteger as células.
  • Aumentam a ação serotonina e dopamina , relacionadas ao relaxamento.
  • Chocolate durante gravidez pode ajudar a prevenir a pré-eclâmpsia (hipertensão)
  • O chocolate pode reduzir o risco de morrer por problemas do coração.
  • A distração de comer ou beber por prazer atuaria como um analgésico natural.
  • Aliado da beleza, ela está presente em banhos de ofurô, massagens, máscaras e outros cosméticos.

Segundo a profissional, os benefícios do chocolate estão presentes especialmente no chocolate amargo e meio amargo. “Devido à sua maior concentração de cacau. Já os outros dão bastante energia por serem mais calóricos”, completa

O melhor horário para comer

“Pela manhã e, no máximo, no almoço, pois, à noite o corpo está em repouso. Por ser bastante calórico, as calorias do chocolate podem ser depositadas em forma de gorduras”, pontua a nutricionista, que diz que o ideal é consumir seis gramas por dia.

Então nem pense em comer uma caixa de bombom sozinho em um dia. O excesso pode provocar diversos males. “Por ser rico em açúcares e gorduras, se consumido em excesso, pode ocasionar diarreia, refluxo, náuseas, dores estomacais, dor de cabeça e até desencadear um processo alérgico”, afirma.

Juliana também ensina uma receita saudável de doce para a Páscoa.

Brownie low carb

Ingredientes
3 xícara de chá pasta de amendoim sem açúcar
2 ovos
2 colheres de manteiga sem sal ou óleo de coco
1/2 xícara de farinha de amêndoa ou outra oleaginosa (castanhas)
4 colheres sopa cacau em pó (reserve um pouco para polvilhar a forma)
6 colheres sopa xilitol ou outro adoçante
1 xícara de chocolate 70% picado
1 pitada de sal marinho

Modo de preparo
Em uma travessa ,coloque a manteiga de amendoim, ovos, leite, manteiga ou óleo de coco e misture bem. Adicione a farinha de amêndoas, cacau em pó, xilitol e uma pitada de sal marinho, misture. Adicione o creme de ovos com as farinhas misturando bem, ao final adicione o chocolate picado. Unte uma assadeira com o óleo de coco ou manteiga e polvilhe cacau em pó nela. Coloque a massa e leve ao forno 200ºC por 15 minutos. O interior deve ficar molhadinho.

Verão: nutricionista dá dicas de alimentação em dias muitos quentes

Juliana Vieira fala o que devemos evitar e o quais alimentos devemos consumir na estação

Verão e os termômetros estão nas alturas em grande parte do Brasil. Com alguns ajustes, a alimentação pode ajudar, e muito, a lidar com as altas temperaturas.

“A temperatura corporal eleva e nosso corpo pede alimentos e ingredientes saudáveis. Também devemos optar por modos de preparo mais magrinhos . Na hora de preparar os pratos, ao invés de frituras , opte por grelhados”, pontua a nutricionista Juliana Vieira

A profissional afirma que frutas, verduras, legumes e cereais podem e devem ser consumidos em abundância e, de preferência, crus.

“Saladas de frutas coloridas enriquecem o organismo e equilibram o corpo, e podem ter a receita incrementada com cereais. Esses alimentos auxiliam na hidratação corporal e reposição de sais minerais que foram eliminados com a sudorese e muita água para manter a hidratação”, pondera.

Em dias muito quentes, feijão não é uma boa pedida

“O feijão puxa muita energia do seu corpo. Em dias de calor, ingerir alimentos com alta densidade energética costuma reduzir a disposição e gerar maior cansaço, além de não repor adequadamente a quantidade de líquido e sais minerais perdidos diariamente”, explica a nutricionista.

Alimentos para incluir no cardápio alimentar no calor:

Melancia, é uma das melhores frutas para consumir no verão devido ao seu alto poder de hidratação.

Água de coco

Foto: Uwe Tuchen / Pixabay

Tomate

Foto: Kariatx/Morguefile

Saladas de folhas

Pixabay

Frutos do mar

Frutas

Peixes

Carnes magras

Sorvetes e picolés de fruta

Quais evitar :

Preparações gordurosas (feijoada, maionese e frituras).

Sorvetes e picolés cremosos

E quando vamos encarar aquele sol forte, seja na praia, na piscina ou até mesmo a trabalho, o que comer ?

“Cenoura, mamão, abóbora, beterraba, acerola e folhas verdes escuras, como rúcula, couve, espinafre, agrião, brócolis. Se quiser ficar bronzeado, o consumo de alimentos ricos em betacaroteno ajuda a manter o bronze por mais tempo”

Se quiser levar um lanche de casa é bom evitar são alimentos que necessitam de refrigeração, como queijos, iogurtes e carnes. “Eles devem ficar o menor tempo possível expostos à temperatura ambiente”, afirma Juliana.

Para quem quer perder peso, o verão pode dar uma ajudinha

“No verão é mais fácil perder peso, pois as temperaturas altas favorecem a perda de líquidos por meio do suor e, com isso, comemos menos . É também um período em que não sentimos tanta fome, já que não precisamos de energia extra para nos manter aquecidas”, finaliza a nutricionista.

Fonte: Juliana Vieira

A importância da vitamina C e em quais alimentos a encontramos

Muita gente usa vitamina C na prevenção de gripes e resfriados. Porém, segundo a nutricionista Juliana Vieira, estudos comprovaram que a substância tem pouco ou nenhum resultado para prevenir esses males. Apesar disso, ela auxilia o bom funcionamento do organismo e até combate o envelhecimento.

“Ela ajuda a melhorar a imunidade, estimula a produzir colágeno e combate o envelhecimento. Além disso, fornece um fortíssimo poder antioxidante para fortalecer o sistema imunológico, combatendo também os radicais livres”, afirma a nutricionista.

laranjas pixabaylimaoacerolacamu-camu-vitamina-c

Segundo a profissional, a laranja, o limão, a acerola e o o camu-camu, são muito ricos em vitamina C. Juliana também alerta que o organismo consegue absorver em média 90 gramas por dia e o excesso da substância pode fazer mal.

“Excesso pode provocar diarreias, cólicas, dor abdominal e dor de cabeça e até cálculo renal , devido ao oxalato de cálcio (composto químico inorgânico)”, alerta a nutricionista. De acordo com ela, aqueles tubinhos efervescentes de vitamina C vendidos em farmácias não devem ser consumidos diariamente.

“Eles contêm sal e precisam ser tomados adequadamente, pois a vitamina C aumenta os níveis plasmáticos da aspirina, por exemplo. Além disso, aumentam os riscos do surgimento de trombos nos vasos sanguíneos. Então, nada de tomar como se fosse suco”, finaliza.

Fonte: Juliana Vieira é nutricionista graduada pela Uninove, pós-graduada em fitoterapia e suplementação nutricional clinica e esportiva pela Universidade Estácio.