Arquivo da tag: le manjue

Café Le Manjue, abre unidade no Itaim Bibi

Conceituado por oferecer uma gastronomia saudável com uso de ingredientes orgânicos, o restaurante Le Manjue conta com uma redes de cafés, que abre a sua quarta unidade na região do Itaim Bibi.

O Le Manjue Café Brascan Open Mall segue o projeto sustentável dos outros cafés, criado pela arquiteta Flávia Machado, que resgata a qualidade de vida através do contato com elementos naturais. Com conhecimentos baseados em neurociência e design biofílico, o espaço provoca sentimentos de acolhimento e bem estar.

Entre os materiais utilizados estão madeira de reflorestamento certificada, couro vegetal cor caramelo, plantas, palha, tinta orgânica à base de terra e iluminação com tons quentes. A cozinha está localizada logo na frente da loja e é toda aberta, atendendo à curiosidade dos clientes que, podem apreciar o preparo dos produtos.

O menu, assinado pelo chef Renato Caleffi, oferece diversidade para agradar todos os paladares, servindo bebidas e alimentos com alto valor nutritivo, privilegiando no seu preparo o uso de ingredientes locais e orgânicos com versões de receitas mais saudáveis. Entre os quitutes, que fazem sucesso está a Coxinha Fit, preparada com mandioca, cúrcuma e amaranto nas opções de sabores frango orgânico (R$ 10) ou jaca desfiada (R$ 12); ou ainda o Kibe de Cereais Ancestrais (R$ 28).

O Prato do Dia, é boa pedida para a hora do almoço, que traz uma opção diferenciada para cada dia da semana e oferece uma proteína e um carboidrato, acompanhados de uma salada (R$ 38). Já na parte doce, vale apostar na Torta Tropical com massa de amêndoa e tâmara, recheio de abacaxi com coco e cobertura de AMU chocolate saudável (R$ 14).

“Queremos democratizar e espalhar a gastronomia orgânica, saudável e funcional. O nosso café é pensado para agradar todos gostos e para quem tem restrições alimentares, proporcionando uma refeição saudável e prazerosa”, afirma o chef Renato Caleffi.

Com uma unidade localizada na academia Les Cinq Gym, nos Jardins, no Shopping JK Iguatemi, e agora no Itaim Bibi, os sócios Bruno Amaro, Renato Caleffi e Rafael Miranda buscam expandir e franquiar a rede de cafés e oferecer o melhor da culinária orgânica, saudável e funcional.

cafe le manjue

Le Manjue Café Brascan Open Mall: R. Joaquim Floriano, 462 – Loja 7 – Itaim Bibi, São Paulo – SP. Horário de funcionamento: de segunda a domingo das 10h às 22h.

Opções saborosas para aproveitar a “segunda sem carne”

Eliminar totalmente a carne das refeições não é uma tarefa fácil para a maioria das pessoas. Por isso, o movimento “Segunda sem Carne” vem ganhando cada vez mais adeptos. A campanha incentiva retirar a proteína animal pelo menos um dia na semana, além de conscientizar a população sobre o impacto do consumo de carne. Para os que entraram no movimento, há ótimas opções nos cardápios dos restaurantes de São Paulo. Confira:

Lolla.jpg

No restaurante Lolla, no Itaim, há entradas para compartilhar e pratos principais com um sabor único em sua maioria finalizados na parrilla e pit de defumação. Vale destacar a abóbora e cebola na brasa, hommus, dukka (R$ 25), a Tortilha de berinjela (R$ 18), servida em duas unidades com salsa de tahine, picles de couve flor, sumak e o Quiabo na brasa, missô e malagueta (R$ 17). De principal o chef prepara o arroz de cogumelos e ovo frito (R$ 49).

imakay.jpg

Para começar bem a semana, no Imakay – restaurante oriental com influência da cozinha peruana, também no Itaim – como prato principal, o tempura de vegetais (R$ 41) e a degustação de sushis (R$ 49) são apenas uma opção da sessão ”Go Veggie” que o endereço oferece.

kibe vegano.png

Conhecido pelos seus pratos orgânicos, o Le Manjue possui uma parte do cardápio somente com sugestões Plant Based, conceito usado para dietas baseadas em vegetais, grãos e alimentos na sua forma de origem. A sugestão é o Kibe vegano que é preparado com quinoa, painço e sorgo, envolvidos em biomassa de banana verde, suco de cambuci, cebola, hortelã, salsa e especiarias, servido com bionese de avocado e alecrim. Acompanha salada de folhas verdes com molho de cebola confit em caramelo de balsâmico, legume da estação ralado, tomatinhos frescos e amêndoas (R$ 50).

nobu.png

No icônico restaurante Nobu, nos Jardins, a chef Leticia Shiotsuka criou opções como Couve Flor Jalapeño, Salsa e Soy Salt (R$ 34); Nasu Misu (R$ 34), feito à base de berinjela e missô, produzido a partir da fermentação de arroz, cevada e soja com sal; New Style Sashimi de Tofu (R$ 26) e Vegetais da Estação com Spicy Garlic (R$ 38).

Bruno Lima – Palmito Pupunha
Foto: Bruno Lima

Localizado no Bixiga, o Jamile, uma das casas de Henrique Fogaça, prepara para o dia do detox as carnes, um palmito pupunha assado com óleo de castanha do Brasil e manjericão (R$ 28), para começar. O prato principal fica por conta do risoto de cogumelos com azeite e couve crocante (R$ 75).

noma sushi

O Noma Sushi desembarcou em São Paulo diretamente de Florianópolis trazendo em sua bagagem um menu diferenciado, com ingredientes da Ilha. As apostas são o Shimeji ou Shitake Vegano, feito com cogumelos salteados no óleo de coco, shoyu e sake (R$38); o Temaki Vegano, com brócolis, shimeji, edamame e tofu (R$ 36), além do Roll vegetariano, com shimeji e aspargo, laminados com abacate (R$ 32). Para finalizar, o Petit Gateau Fit para sobremesa, elaborado com chocolift Essential, cacau 100% puro barry callebaut, whey protein isolado, óleo de coco, adoçantes 100% naturais e 12% de proteína (R$ 22).

su restaurante
Inaugurado há poucos meses no Shopping Pátio Higienópolis, o restaurante Su também oferece opções sem carne em seu cardápio: o tradicional Aguêdofu – tofu empanado (R$ 19) e gunkans veganos de brócolis (R$ 16), edamame (R$ 16), shimeji (R$ 28) e wakame (R$ 29), entre outros.

Estrogonofe vegano.png

Se for ao Santo Grão, a sugestão é experimentar o menu assinado pela influencer Roberta Ferraz que possui alguns pratos veganos. De entrada, a sugestão é a salada Thai de legumes, que leva spaghetti de cenoura e abobrinha ao molho de shoyu de coco (R$ 33). Para o principal, vale apostar no estrogonofe vegano de palmito e cogumelos, com arroz de couve flor e chips de batata doce (R$ 47), livre de proteína animal. Para a sobremesa, o pavê na taça granola low carb é uma boa pedida e leva creme branco, morango e ganache de chocolate (R$ 28). O cardápio está disponível apenas na unidade do Itaim.

tadeu brunelli Ummi Finnest Sushi
Foto: Tadeu Brunelli

Aberto recentemente no bairro do Itaim Bibi, o Ummi Finnest Sushi também é opção para quem procura pratos sem carne. Em seu cardápio, o Shoujin Auge, o tempurá vegetariano (R$ 38) é a opção para quem quer aproveitar o movimento.

Marcio Shaffer - Gunkan de shimeji, edamame e brócolis
Foto: Marcio Shaffer

O restaurante Kitchin, com unidades no Itaim e no Shopping JK, oferece um menu vegano com diversas opções. Para começar, salada preparada com mix de legumes, mix de folhas, tofu e moyashi (R$ 25). Nos temakis, a sugestão é o de shitake (R$ 20). Grande variedade de niguiris integram o cardápio, como o de cenoura (R$ 12), de milho (R$ 15) e de aspargos (R$ 16). Para completar, a sobremesa fica por conta da Mousse de Chocolate Vegano, feita à base de tofu (R$ 21).

 

Restaurantes apostam em receitas especiais para semana santa e domingo de Páscoa

Para a semana santa, do dia 15 ao dia 21 de abril, diversas casas elaboraram pratos especiais para celebrar o feriado de acordo com a crença de cada um. Seja com receitas sem carne vermelha ou sobremesas especiais, selecionamos os restaurantes com os melhores cardápios de Páscoa:

brownie jamile

Para celebrar a Semana Santa, o restaurante Jamile preparou duas receitas exclusivas. Como prato principal, a pedida é o “Bacalhau confitado” acompanhado de farofa de azeitona e purê de couve-flor (R$ 80). Para a sobremesa, a pedida é o “Brownie de castanha de baru” com sorvete de canela e calda de amora (R$ 25). Os pratos estarão disponíveis durante o período do almoço e jantar entre os dias 19 a 21/04.

ganachew la manjue

Referência na culinária orgânica, o Le Manjue criou dois menus para celebrar a Semana Santa e reunir familiares ao redor da mesa. Na “Páscoa Clássica”, destaque ao “Bacalhau low carb” feito com posta de bacalhau assada sobre folha de couve, brócolis tomate, ovo cozido, azeitonas pretas, pétala, cebola e maionese de coentro (R$ 99). Já no cardápio Plant-Based, inspirado no estilo de vida em que a refeição é à base de plantas e prioriza os alimentos que vêm da terra, a dica é o “Kafta de jaca e quinoa” que acompanha homus e tahine artesanal e é servido na versão mijadra da casa com arroz integral com lentilha, canela e cebola caramelizada (R$ 72). Para terminar a refeição sem culpa, a pedida é o “Ganache cake”, um bolo de cacau sem açúcar, glúten ou lácteos que acompanha calda quente de ganache de chocolate e sorbet de frutas vermelhas (R$ 38). O cardápio criado pelo chef Renato Caleffi será servido até o dia 21, no almoço e jantar.

bacalhau santo grao

Do dia 19 ao 21, as unidades do Santo Grão dos Jardins, Itaim e Cidade Jardim vão servir uma receita exclusiva, o “Bacalhau Santo Grão”, feito com posta de bacalhau, shitake, brócolis, batata bolinha, ovo cozido e azeitonas pretas. A pedida, para manter a tradição, acompanha uma taça de vinho branco ou o Nubu Living Drink (kombucha de gengibre com chá verde, morango com hibisco ou maçã verde com cardamomo), além de um espresso (R$ 75).

tre bicchieri

Os renomados restaurantes italianos Tre Bicchieri e Tre JK oferecem um cardápio especial para a comemoração da Semana Santa. O menu elaborado pelo chef Rodrigo Queiroz é composto por couvert, entrada, prato principal e sobremesa. Para começar, há fatias de “Haddock defumado” acompanhado de vinagrete de palmito pupunha, alcaparras e azeite extravirgem. Como prato principal, a pedida é o “Baccalá alla Tre” feito com lombo de Gadus Morhua assado e servido com batatas, brócolis, cebola, pimentão e azeitonas pretas. Para finalizar em grande estilo, destaque à “Babá di Pasqua” com frutas cristalizadas ao Limoncello. O menu estará disponível do dia 19 ao 21 pelo valor de R$ 185 por pessoa.

nobu

O restaurante Nobu, considerado o novo hotspot de São Paulo, também apresenta um menu exclusivo para o feriado. Para o prato principal, a dica é o “Combinado especial do chef” com sushi de salmão, atum e yellowtail jalapeño; niguiri de salmão new style, peixe branco dry miso e bluefin trufado; e maki shrimp tempura (R$150,00). Para sobremesa, há o “Choco Hashi”, uma criação em forma de ponte de chocolate com esponja de shiso, mousse de chocolate branco, creme sabayon com mascarpone e sorbet de lichia (R$35,00). Os pratos serão servidos do dia 19 a 26 de abril.

jangada espeto

O Jangada, especialista em peixes e frutos do mar, é o local adequado para quem passa o feriado sem comer carne vermelha. A dica é o “Espeto à moda da casa”, que serve duas pessoas e é feito com lombo de pintado marinado em tempero especial, assado na churrasqueira e acompanhado de arroz à grega e farofa, sendo que também pode levar batatas fritas caseiras, pirão ou legumes (R$ 125,90). Outro sucesso da casa é o “Salmão Vó Xica”, que também serve duas pessoas e leva salmão grelhado na costa de castanha de caju com molho maracujá e acompanha arroz branco (R$ 129,90).

uramaki kitchin

Para aqueles que ficam sem comer nenhum tipo de proteína animal, o restaurante Kitchin oferece um menu especial vegano, com destaque ao “Uramaki especial vegano” feito com aspargos, manga, pepino, cenoura e lâminas de abacate (R$ 32). Para a sobremesa, vale apostar no “Bolo de chocolate vegano” com calda e farofa (R$ 27).

Dicas de hábitos e ingredientes para um cardápio saudável e saboroso

Professor do curso de Cuisine Santé do Centro Europeu de Curitiba, Renato Caleffi mostra como tornar a alimentação do dia a dia mais saudável

É notável que a relação de muitos brasileiros com a alimentação tem mudado muito nos últimos anos. A busca por um estilo de vida mais saudável e a preocupação com a procedência dos alimentos ingeridos no dia a dia tem se tornado cada vez mais evidente, dando um espaço cada vez maior para o consumo de produtos naturais e orgânicos e para a adoção de práticas mais sustentáveis na hora de cozinhar.

comida_saúde legumes

Pensando nisso, o chef Renato Caleffi, responsável pelo renomado restaurante paulista Le Manjue e professor no Curso de Especialização Cuisine Santé do Centro Europeu, uma das principais escolas de gastronomia do país, apontou alguns hábitos indispensáveis para ele no cotidiano da profissão e que tornam o preparo diário das refeições mais saudável e natural.

Pioneiro na aplicação, gestão e consultoria da gastronomia saudável e orgânica no Brasil, o chef garante que um dos costumes fundamentais para um cardápio com menos elementos prejudiciais à saúde é o uso de alimentos orgânicos. “Alimentos que foram cultivados com recursos mais naturais, sem o uso de fertilizantes artificiais ou pesticidas, são sempre a melhor opção para a qualidade do prato, para a saúde do consumidor e para o meio ambiente”, afirma.

Além disso, usar o mínimo de produtos industrializados também faz toda a diferença. “O ideal é montar e preparar as receitas com o máximo de ingredientes frescos, deixando os industrializados e segundo plano, como por exemplo substituir o molho de tomate pronto embalado, por um caseiro feito na hora com tomates frescos”, explica Caleffi.

Outra dica que agrega saúde e sustentabilidade ao cardápio é substituir as fontes de proteína de origem animal por opções menos agressivas ao meio ambiente. “As opções alternativas à carne estão cada vez mais acessíveis, basta pesquisar e encontrar novas fontes de proteína e sabores que encaixe melhor em cada dieta”, comenta o especialista.

comida_ alimentacao prato

O aproveitamento total dos alimentos também é essencial para quem preza por um estilo vida saudável. “É muito pertinente praticar o hábito de aproveitar o alimento em sua totalidade, buscando formas e receitas de utilizar também a casca e o caroço, não somente a polpa”, declara.

Além dos hábitos e formas de preparo, alguns ingredientes também podem adicionar mais sabor e saúde as refeições feitas na cozinha de casa, como o mel de abelha nativa e o vinho natural. Para finalizar o chef Renato Caleffi aponta qual é o ingrediente indispensável para ele em grande parte das receitas de casa e do restaurante.

biomassa banana verde shutterstock

“Sem dúvida, o que não pode faltar é a biomassa de banana verde, que além de funcional oferece inúmeros benefícios para o organismo, como controlar a glicemia, reduzir o colesterol e melhorar o funcionamento intestinal e fortalecer a imunidade”, completa o especialista.

Fonte: Centro Europeu

Dia da Sobremesa: confira opções deliciosas para todos os gostos

Essencial na hora da refeição, a sobremesa é quem dá a última nota. Para celebrar a explosão de sabores e texturas, hoje, 9 de outubro, é comemorado o Dia da Sobremesa. Veja algumas opções para comer no restaurante, encomendar ou ainda fazer sua própria receita.

Confira as sugestões dos restaurantes Modern Mamma, Rubaiyat, Vista, Le Manjue, Ghee Banqueteria e do chef Lucas Corazza.

Onde comer

Modern Mamma Osteria

MOMMA – Modern Mamma Osteria
Foto: Ligia Skowronski
MOMMA – Modern Mamma Osteria
Foto: Ligia Skowronski

A premiada osteria dos chefs Paulo Barros e Salvatore Loi, localizada no Itaim, serve a clássica sobremesa com mascarpone, o Tiramisu: para compartilhar (R$ 25) serve até 4 pessoas. Outra sugestão da casa é a Meringata de morango – (R$ 25).

Le Manjue

www.tbfoto.com.brLE MANJUE - Sao Paulo/SP, BRASIL - 13/05/2016
Foto: Tadeu Brunelli

Com objetivo de promover uma boa alimentação, o chef Renato Caleffi, elaborou uma receita de sobremesa com Massa de cacau, recheio de brigadeiro da casa, cobertura de ganache Le Manjue e nibs de cacau. Acompanhado de geleia de pimenta a sobremesa leva o simpático nome de Bolo de Aniversário em fatia (R$ 38)

Rubaiyat

torta_nemesis
Foto: Julia Guedes

As três casas do grupo, Rubaiyat (Faria Lima e Alameda Santos) e A Figueira Rubaiyat oferecem a clássica Torta Nêmesis de chocolate belga com sorvete de gengibre e nozes caramelizadas (R$ 25)

Vista Restaurante

torta_de_caramelo_com_sorvete_de_castanha_do_para__rubens_kato
Foto: Rubens Kato

No Vista Ibirapuera, localizado no rooftop do MAC USP, faz sucesso a Torta de Caramelo com sorvete de castanha-do-pará (R$ 29). A criação do sous chef Pedro Frade valoriza os ingredientes brasileiros, mesclando o frescor do sorvete com a doçura do caramelo

Torero Valese

www.tbfoto.com.brTORERO VALESE - SP/SP - 02/08/2018
Foto: Tadeu Brunelli
ATENCAO: Toda foto deve ser publicada com o credito do autor, na sua integra sem cortes ou modificacoes, de acordo com a Lei Nº 9.610 de 19/02/1998.
Foto: Tadeu Brunelli

O restaurante espanhol do chef Juliano Valese serve um delicioso Bolo de chococolate com muiiita calda de chocolate (R$ 19,90)

Para encomendar:

Ghee Banqueteria

pecan_pie_divulgacao
Pecan Pie – Foto: Divulgação

Ótima sugestão para receber em casa, o chef Paulo Neves sugere duas ótimas opções para uma ceia perfeita. Os pedidos podem ser entregues ou retirados no local.
– Terrine de chocolate chocolate com crocante de castanha de caju e calda de frutas vermelhas (R$ 180) 1 unidade
– Pecan Pie (R$ 190) 1 unidade

Para fazer em casa:

O chef, confeiteiro e jurado do Programa Que Seja Doce da GNT, Lucas Corazza, sugere uma receita com a fruta da estação, a jabuticaba.

Bolo De Chocolate e Jabuticaba (sem glúten)

bolo_de_chocolate_sem_gluten

Utensílios necessários:
– formas quadradas de 20cms
– Batedeira
– Panela
– Bowl
– Forno
– Sacos de confeitar
– Bicos de confeitar perle e frisado em diferente tamanhos
– papel manteiga

Ingredientes do bolo
6 ovos (claras e gemas separadas)
300 gramas de açúcar
450 gramas de chocolate Unique 53%
240 gramas de manteiga sem sal
90 gramas de cacau em pó

Método de preparo
Unte a forma com desmoldante ou manteiga e cacau. Preaqueça o forno a 170 graus.
Derreta o chocolate meio amargo com a manteiga em banho maria. Bata as gemas com metade do açúcar ate esbranquiçar e ficar fofa. Bata as claras com a outra metade do açúcar até picos firmes. Misture as gemas a mistura de chocolate derretido.
Adicione metade das claras e misture enquanto polvilha o cacau. Adicione o restante das claras. Coloque na forma e leve para assar a 170 graus por 15 a 25 minutos. Remova do forno e deixe esfriar.

Recheio de Jabuticaba
10 gramas de pectina
140 gramas de açúcar refinado
300 gramas de polpa de jabuticaba congelada
50 gramas de suco de limão tahiti
8 gramas de gelatina em pó hidratada – (8 gramas gelatina + 30 gramas de água)

Modo de preparo
Leve ao fogo a polpa até que atinja 40ºc. Misture o açúcar com a pectina. Sempre misturando, adicione o açúcar com a pectina as frutas que estão no fogo. Espere levantar fervura e cozinhe por 3 a 5 minutos. Remova do fogo e adicione a gelatina.
Despeje sobre o bolo dentro de um aro, para que não escorra. Leve à geladeira até que fique firme.

Chantily de chocolate branco
320 gramas de creme de leite fresco
raspas de ½ limão
2 gramas de gelatina em pó sem sabor hidratada com 12 gramas de água potável
180 gramas de chocolate branco 35%
Corante lipossolúvel na cor lilás

Modo de preparo
Aqueça o creme de leite com as raspas de limão. Coe e despeje sobre o chocolate.
Adicione a gelatina hidratada e misture com um mixer, evitando formar bolhas.
Divida em três partes. Adicione o corante lipossolúvel até atingir as cores desejadas.
Deixe descansar por pelo menos 12 horas antes de usar. Na hora de usar, basta bater na batedeira com o globo até o ponto de chantilly.

Rendimento: 2 formas quadradas de 20x20cms
Validade: 6 dias

Pinheiros ganha o primeiro Café Le Manjue

Referência em gastronomia saudável com uso de ingredientes orgânicos, Pinheiros ganhou o primeiro Café Le Manjue em abril. Localizado no Civi-co, um co-working voltado para empreendedores cívico-sociais, cujos projetos geram transformações positivas para sociedade, o novo espaço serve criações assinadas pelo chef Renato Caleffi, que desde 2007 está à frente do restaurante.

O menu do café Le Manjue traz receitas exclusivas, como a Coxinha Fit, preparada com mandioca orgânica, frango natural, cúrcuma, farinha de arroz e flocos de amaranto (R$ 10,00); o Kibe de Painço, feito com cereal ancestral, limão, biomassa de banana verde, tomate, cebola, azeite, hortelã e especiarias (R$13,00); oTostex de Pesto de manjericão, muçarela de búfala e geleia de tomate (R$ 19,50); e a Torta de palmito com azeitonas e tomate, que leva massa de grão de bico, tahine com recheio de creme de palmito, leite de castanha de caju e biomassa de banana verde (R$20,00).

www.tbfoto.com.br
LE MANJUE - SP/SP - 22/02/2018
Foto: Tadeu Bruwww.tbfoto.com.br
LE MANJUE - SP/SP - 22/02/2018
Foto: Tadeu Bruwww.tbfoto.com.br
LE MANJUE - SP/SP - 22/02/2018
Foto: Tadeu Bru

Há ainda pratos já conhecidos do público, como a Cestinha de frango thai, cuja porção é formada por 6 cestinhas de massa de harumaki assada com recheio de frango moído, pimenta, milho, leite de coco, shoyu e mascavo (R$ 20,00) e a Salada com de folhas e legumes da estação orgânica salpicada de sementes, muçarela de búfala e molho de mostarda dijon, vinagre de maçã e azeite,servida com acompanhamento de escolha do cliente (R$ 36,00). Entre os doces, os bolos que fazem sucesso na matriz, aparecem em versões naked (sem coberturas e acompanhamentos) e os sabores variam diariamente.

www.tbfoto.com.br
LE MANJUE - SP/SP - 22/02/2018
Foto: Tadeu Bruwww.tbfoto.com.br
LE MANJUE - SP/SP - 22/02/2018
Foto: Tadeu Brunelli
ATENCAO: Toda foto deve ser publicada com o credito do autor, na sua integra sem cortes ou modificacoes, de acordo com a Lei Nº 9.610 de 19/02/1998.

Para completar, a casa firmou parcerias com fornecedores de excelência. O pão de queijo (R$ 6,00), por exemplo, é da Quem Quer Pão 75 e é feito a partir de queijo curado e polvilhos mineiros, enquanto o café espresso é orgânico, fruto de uma parceria com a Três Corações; e o café coado é assinado pelo Café Dom Viçoso, que criará diferentes blends para a casa mensalmente.

As bebidas, aliás, merecem uma atenção à parte. Destacam-se na carta o Capunache, feito com café, leite de castanha de caju, creme de chocolate e canela (R$ 12,00) e o Chai Latte, com leite de castanha de caju, chá preto, especiarias. Receitas tradicionais, como Machiatto (R$ 5,50 / R$ 8,50) e Cappuccino (R$ 8,50), podem ser feitas com leite integral ou leite de castanhas. Aqueles em busca de refrescância também encontram sucos de frutas orgânicas prensadas a frio (R$ 13,00), kombuchas assinadas pelo próprio Le Manjue, criadas com a Puro Verde Sucos (R$ 15, 00) e a cerveja UMA, de autoria própria, artesanal, sem glúten e com capim-limão (R$ 16,00).

Assim como o restaurante que lhe deu origem, o Café Le Manjue tem projeto arquitetônico assinado pela arquiteta Flávia Machado, especialista em construções sustentáveis. Nessa empreitada, temperos e outras plantas aparecem suspensas, enquanto o mobiliário privilegiou fornecedores da região.

Le Manjue: Rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 445 – Pinheiros – Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9 às 19 horas

 

Le Manjue e Verde Campo realizam piquenique saudável no Ibirapuera

Evento contará com a presença dos sócios do Le Manjue, o ator Bruno Gagliasso e o chef Renato Caleffi; Personal trainer Chico Salgado comanda treino de funcional

Não existe nada mais natural e orgânico do que comer junto à natureza. E é exatamente com esse propósito que o Le Manjue e a Verde Campo se uniram para realizar a 4ª edição do Piquenique Le Manjue, dia 3 de fevereiro, às 10 horas, no Parque Ibirapuera. A proposta é proporcionar um momento especial para os apaixonados por natureza, boa gastronomia e qualidade de ida.

O Piquenique contará com a presença dos sócios do Le Manjue, entre eles o ator Bruno Gagliasso e o chef Renato Caleffi, referência nacional em gastronomia orgânica e funcional. Além disso, será realizado um treino funcional com o personal trainer Chico Salgado, conhecido por treinar artistas como Bruna Marquezine, Giovanna Ewbank e Carolina Dieckmann.

O evento será realizado para convidados e também aberto ao público, por meio da compra da cesta nas duas unidades do Le Manjue ou pelo site (vendas limitadas). A venda estará recheada de produtos saudáveis e gostosos, entre eles a Ganache de Cacau do Le Manjue e toda a linha de produtos Natural Whey da Verde Campo.

cesta180130_165440.jpg

Consciência social

A fim de promover uma ação com resultados positivos em projetos sociais, o piquenique realiza uma parceria com a ARCAH, instituição que promove a reintegração de pessoas em situação de rua na sociedade. A cada foto postada com as hashtags #ComerÉCelebrarAVida e #VidaLeve eles irão contribuir com a doação de um valor para a instituição.

27545622_868439259983572_5706235676164546583_n.jpg

Serviço:
Piquenique Le Manjue com Verde Campo
Data: 03 de fevereiro
Horário: 10h às 13h
Local: Portão 07 – Parque do Ibirapuera (Avenida Pedro Álvares Cabral, Vila Mariana – São Paulo)

Green Friday une Le Manjue e AMPARA

O restaurante Le Manjue está fazendo uma ação até hoje (25), será o Green Friday em parceria com a Ampara Animal, OSCIP que ajuda cães e gatos desamparados.

A ganache da casa, vendida normalmente no site, no restaurante e na bike, está com um preço promocional (R$ 23,80) e parte da renda arrecadada com essa venda na semana será revertida para a Ampara.

ampara-animal_evento-de-adocao-19-junho-32

São três pontos de venda:

site, com frete grátis para o Brasil

– no restaurante: Rua Domingos Fernandes, 608 – Vila Nova Conceição – São Paulo – Tel.: 11-3034-0631

– na bike da ganache: Shopping Ibirapuera, piso Jurupis

A ganache é vegana, sem glúten, sem lactose e açúcar, feita com biomassa de banana verde, cacau e leite de coco. Foi criado pelo sócio e chef Renato Caleffi, que é um dos pioneiros em gastronomia funcional no Brasil, e fez a receita para a sua avó que era diabética.

Sobre o Le Manjue:

O Le Manjue Organique tem como objetivo promover uma boa alimentação, sem perder em sabor e respeitando a sazonalidade dos ingredientes. No cardápio do restaurante, elaborado pelo sócio e chef Renato Caleffi – pioneiro em gastronomia e alimentação funcional – estão receitas com alguns ingredientes orgânicos e funcionais, sempre com um toque brasileiro. A ideia é que as pessoas entendam as substituições que podem fazer em seu dia a dia, por meio de pratos elaborados de forma despretensiosa e com um cardápio didático. Quem possui alguma restrição ao glúten e a lactose, por exemplo, encontra as indicações ao lado de cada ícone dos pratos. Hoje, 70% dos legumes e verduras servidos no restaurante chegam direto da horta orgânica Le Manjue, em Vinhedo.

Além de Renato, completam o time de sócios o empresário Bruno Fattori, o publicitário Rodrigo Rivellino e o ator Bruno Gagliasso, todos engajados no propósito de transmitir os benefícios de uma alimentação saudável. Por isso, a plataforma Le Manjue se relaciona com os público final por diversos meios, além do restaurante: site e redes sociais @lemanjue), livros escritos por Caleffi, eventos especiais, cursos e palestras.

Ampara Animal

ampara-animal-8-de-outubro-50

Ampara Animal – Associação das Mulheres Protetoras dos Animais Rejeitados e Abandonados – é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) – fundada em agosto de 2010 tem como missão transformar a realidade de cães e gatos desamparados no Brasil. Presidida por Juliana Camargo e Marcele Becker, a Organização atua de forma preventiva e ativa, por meio de projetos educativos, propagação da adoção e esterilização para controle populacional. Além disso, a OSCIP ajuda cerca de 10 mil animais mensalmente por meio da doação de alimentos, medicamentos, vacinas, atendimento veterinário e a organização de eventos de adoção.