Arquivo da tag: LIGHT

Dia Mundial do Diabetes: você realmente sabe o que está comendo?

Hoje, dia 14 de novembro, marca o Dia Mundial do Diabetes e o tema continua sendo “Proteja a sua família”. A campanha no Brasil leva o nome Novembro Diabetes Azul, a ideia é conscientizar a população a reduzir os níveis de açúcar da dieta, a fim de evitar o diabetes. Em caso de existência da doença, a proposta é adotar medidas para cuidados eficazes.

Hoje existe no mundo cerca de 387 milhões de diabéticos (12.5 milhões no Brasil)* e as estimativas não são boas. De acordo com o Atlas do Diabetes, a previsão é que esse número chegue a 20.3 milhões até 2045. Além disso, o Brasil está em quinto lugar, com 5.7 milhões de indivíduos, entre os 10 países com mais pessoas sem diagnóstico.

diabetes-1327517

Os especialistas da Sociedade Brasileira da Cirurgia Bariátrica consideram que o Diabetes tipo 2, será a próxima epidemia global. Cerca de 90% das pessoas com diabetes têm o Tipo 2, caracterizada quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz; ou não produz insulina suficiente para balancear a taxa de glicemia.

María Teresa Onetto, Nutricionista do Departamento de Nutrição, Diabetes e Metabolismo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, destaca: “O ideal é que a dieta das pessoas com diabetes seja baseada nos parâmetros da alimentação saudável. Todos deveriam comer como as pessoas com diabetes, isto é, ter horários fixos, comer em porções, evitar gorduras e açúcares, comer alimentos altos em fibra. Recomendamos uma dieta o mais natural possível e que o consumo de alimentos processados como biscoitos, salgadinhos, sucos e bebidas seja com moderação”

E ela completa: “Existem certos produtos que contêm edulcorantes não calóricos, mas também ensinamos que o fato de um alimento ter rótulo de light ou dietético, ou conter estévia em vez de açúcar, não significa que não tenha carboidratos. Por exemplo: os biscoitos sem açúcar não contêm açúcar, mas contêm carboidratos que aumentam os níveis de açúcar no sangue. Nem tudo o que é light pode ser consumido livremente”.

Segundo a nutricionista, os edulcorantes contribuem com o sabor doce dos alimentos e preparações sem ter calorias nem aumentar a glicemia. Essas substâncias são essenciais para controlar o diabetes, manter níveis ideais de glicose no sangue, menor peso corporal e evitar ao máximo o açúcar, mel, sucos de frutas, geleias. “Graças aos edulcorantes, as pessoas com diabetes podem aderir melhor aos planos e tratamentos nutricionais. Os adoçantes não calóricos permitem tornar a dieta mais fácil de seguir e menos restritiva, pois podemos continuar desfrutando de sabores doces, mas sem os efeitos que o açúcar tem nas pessoas com diabetes”, apontou a nutricionista.

diabetes-alimentacao

Finalmente, é importante notar que todas as recomendações nutricionais devem ser individualizadas para cada paciente e sempre supervisionadas por um especialista em nutrição.

DIABETES.jpg

*Dados da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, novembro, 2019.

Muçarela fatiada 100% natural sem lactose, light e tradicional

Seguindo o compromisso de produzir apenas produtos 100% naturais, a Verde Campo traz ao mercado a Muçarela Fatiada livre de conservantes, corantes ou aromas artificiais. Em embalagens de 150g, os produtos estão disponíveis nos principais supermercados do país nas versões Lacfree, Light (com 31% a menos de calorias e 46% menos gorduras) e a versão tradicional.

Os novos produtos utilizam leite fresco recebido diariamente por fazendas certificadas em boas práticas produtivas e bem-estar animal. Os lançamentos seguem a tendência de Clean Label, isto é, utilizam poucos ingredientes e todos naturais. A Muçarela Verde Campo é feita apenas com Leite Pasteurizado, Sal, Coalho e Fermento Lácteo – a mesma receita dos queijos caseiros.

Em novembro de 2018, a Verde Campo anunciou o compromisso público de produzir apenas lácteos 100% naturais e reformular todo seu portfólio até o final de 2019. Iniciou a transformação pelas linhas de iogurtes e já levou ao mercado o Queijo Minas Padrão 100% natural.

Para além de seus muros, a empresa envolveu pecuaristas, fornecedores de fermentos e outros ingredientes para garantir que nada na elaboração dos produtos tenha origem artificial. A retirada de conservantes e aromas só foi possível devido a melhora do leite fornecido. Há cinco anos, a Verde Campo iniciou um programa de capacitação, acompanhamento, certificação e bonificação de 180 produtores do Sul de Minas para que fornecessem um leite de qualidade muito superior à média nacional.

“Estamos liderando uma mudança na indústria de laticínios no Brasil. Somos a primeira empresa do setor a modificar seu portfólio completo, e não apenas uma linha, porque esse é o nosso compromisso: oferecer apenas comida de verdade para os consumidores” – explica Arlindo Curzi, presidente da Verde Campo.

21396-MOCKUP - COCA COLA - QUEIJO MUSSARELA FATIADA - 150G_A01 (002)

Queijo Muçarela Fatiada Verde Campo – Tradicional
Ingredientes: leite integral pasteurizado, cloreto de sódio, cloreto de cálcio, coalho, fermento lácteo.
Preço médio sugerido: R$ 6,99

muzarela fatiada queijo fatias.png

Queijo Muçarela Light Fatiada
Ingredientes: Leite semidesnatado pasteurizado, cloreto de sódio, cloreto de cálcio, coalho, fermento lácteo.
Preço médio sugerido: R$ 6,99

19998-MOCKUP - COCA COLA - QUEIJO MUSSARELA LACFREE - 220G-A03 (002)

Queijo Muçarela Lacfree Fatiada
Ingredientes: Leite integral pasteurizado, cloreto de sódio, enzima lactase, cloreto de cálcio, coalho, fermento lácteo.
Preço médio sugerido: R$ 8,99

Informações: Verde Campo

 

Receitas de delícias juninas em versão light

É difícil resistir a tantas delícias que fazem parte da mesa das festas juninas. Uma opção para não sair tanto da dieta é apostar nas versões lights, que não deixam nada a dever para as tradicionais. As receitas a seguir são indicadas pela Hikari. Confira:

Cuscuz Junino Light Hikari

Cuscuz-Junino-Light.png

Ingredientes:
3 colheres (sopa) de óleo
1 cebola média picada
4 tomates sem sementes picados
2 colheres (sopa) molho de tomate
1 xícara (chá) de vagem picada
½ pimentão amarelo picado
½ pimentão verde picado
½ pimentão vermelho picado
1 lata de milho
2 xícaras (chá) de água
1 lata de atum light
4 colheres (sopa) de Salsa Desidratada em Flocos Hikari
½ xícara (chá) de Azeitonas Verdes Hikari picadas
½ lata de palmito picado
½ lata de ervilha
4 xícaras (chá) de Farinha de Milho Amarela Hikari
Sal a gosto

Modo de preparo:
Em uma panela, frite a cebola no óleo. Adicione os tomates, o molho de tomate e deixe ferver até desmanchar. Junte a vagem, os pimentões, o milho e acrescente a água. Cozinhe até que os legumes fiquem ligeiramente macios, porém firmes. Coloque o atum, a salsa, as azeitonas, o palmito, a ervilha, e acrescente a farinha de milho aos poucos. Acerte o sal e mexa por aproximadamente 3 minutos ou até formar uma massa homogênea. Unte uma forma com azeite, coloque o cuscuz e aperte bem. Desenforme frio e sirva em seguida.

Rendimento: 25 porções
Dica: Acrescentar 1 colher (sobremesa) de Pimenta Calabresa em Flocos Hikari durante o preparo (opcional).

Canjica Light Hikari

Canjica-Cremosa-Light.png

Ingredientes:
1 xícara (chá) de Canjica Branca Hikari
1 litro de água
1 xícara (chá) de leite desnatado
1 colher (sopa) de leite em pó desnatado
3 colheres (sopa) de coco ralado
1 colher (sopa) de açúcar refinado light
½ lata de leite condensado light
1 Canela em Casca Hikari
1 caixinha de Creme de Leite Light
1 colher (sopa) de Canela em Pó Hikari

Modo de preparo:
Lave o milho para canjica e deixe de molho por 1 hora na água quente. Leve ao fogo numa panela de pressão com a água e cozinhe por 50 minutos (após pegar pressão).
Junte o leite desnatado, o leite em pó, o coco, o açúcar, o leite condensado e a canela casca. Deixe ferver por aproximadamente 10 minutos. Desligue o fogo e acrescente o creme de leite e misture. Despeje numa tigela e sirva polvilhada com canela em pó.

Rendimento: 10 porções
Tempo de preparo: 2 horas

Bolo de Amendoim Light Hikari

Bolo-de-Amendoim-Light.png

Ingredientes:
3 ovos
½ xícara (chá) de margarina light
1 xícara (chá) de açúcar refinado light
1 xícara (chá) de Farinha de Rosca Hikari
1 colher (sopa) de Baunilha Hikari
½ xícara (chá) de leite desnatado
3 xícaras (chá) de Amendoim Branco Hikari torrado, sem pele e moído
1 colher (sopa) rasa de fermento em pó
3 Paçocas Rolha Hikari

Modo de preparo:
Bata as claras em neve e reserve. Numa batedeira, bata as 3 gemas, a margarina e o açúcar por 10 minutos. Acrescente aos poucos a farinha de rosca, a baunilha, o amendoim e bata por mais 3 minutos. Desligue a batedeira, junte as claras e o fermento e misture levemente. Unte uma assadeira retangular (22 cm x 35 cm), despeje a massa e asse em forno pré-aquecido 180ºC por aproximadamente 30 minutos ou até assar por completo. Polvilhe as paçocas moídas sobre o bolo e sirva a seguir.

Rendimento: 20 porções
Tempo de preparo: 1 hora e 30 minutos

Fonte: Hikari

Conheça todos os tipos de chocolate e escolha o melhor para você

O período de Páscoa costuma servir de pretexto para que a gente coma mais chocolate do que o normal, sem aquele incômodo do sentimento de culpa. Para você não se deparar com resultados desagradáveis depois do feriado, a nutricionista Paula Castilho, dá dicas e alerta sobre o consumo deste saboroso alimento.

De acordo com ela, o chocolate é considerado saudável e nutritivo, mas deve-se ter cuidado com a quantidade. Pesquisas mostram que para se obter os benefícios nutricionistas, a quantidade ingerida não deve ultrapassar de 38 gramas por dia.

Na hora da compra, Paula recomenda optar pelos que têm maior teor de cacau e, consequentemente, menos açúcar. As opções com menor quantidade de gordura saturada e trans também devem ser priorizadas.

O chocolate mais escuro contém mais cacau e menos açúcar do que o ao leite. Há pesquisas que indicam que o leite e o alto teor de açúcar, normalmente adicionados aos chocolates mais claros, reduzem a capacidade do organismo de absorver antioxidantes. Dentre os tipos de chocolate que existem no mercado, deve-se dar preferência ao chocolate amargo, pois traz benefícios à saúde, desde que consumido com moderação. Isto porque ele é feito com o cacau puro e sem adição de gorduras do leite, contém alto teor de flavonoides, antioxidantes que combatem os radicais livres.

Para quem tem Alergia à Proteína do Leite de Vaca (APLV), uma doença atinge cerca de uma a cada 20 crianças no Brasil, algumas marcas já produzem ovos de Páscoa isentos de proteínas e traços do leite. Porém, a alfarroba pode ser uma ótima alternativa ao chocolate. Os produtos feitos com ela são nutritivos, com sabor de chocolate, mas isentos de lactose, glúten e açúcar, podendo ser consumidos por quem tem alergia ao leite.

O ideal é consumir 30 gramas por dia. Essa quantia é equivalente a dois bombons ou um tablete pequeno. No caso do chocolate amargo (70% cacau), que é rico em substâncias que atuam prevenindo ou controlando a hipertensão, a indicação é ingerir de 3 a 4 quadradinhos diários do chocolate, pois ele é muito calórico e pode causar ganho de peso. Além disso, a ingestão em excesso pode provocar irritações no estômago e na mucosa intestinal.

Em contrapartida, o cacau possui uma substância denominada feniletilamina que ajuda a melhorar o humor. Uma dica é ingeri-lo no período da tarde que é quando o cortisol, o hormônio do estresse, está mais elevado.

Confira os benefícios de cada tipo de chocolate:

chocolate

Ao leite – possui menos gordura hidrogenada na sua composição e, portanto, é menos calórico (com exceção daqueles que contêm nozes, cremes, frutas cristalizadas, entre outros). Inclui cacau sólido, manteiga de cacau, mais de 12% de leite e açúcar. Um dos mais doces que existem, portanto representa um incremento bem grande de calorias na dieta, provenientes principalmente do açúcar, mas também da gordura do leite, da manteiga de cacau e de outras gorduras adicionadas. Aumenta as chances de engordar, se consumido em grande quantidade, ainda mais se sua dieta já for rica em outros carboidratos.

chocolate branco pixabay
Pixabay

Branco – produzido a partir da manteiga de cacau, é o que possui menor quantidade de propriedades benéficas à saúde. Além disso, são ricos em gorduras saturadas, que colaboram para a elevação do peso. Seus componentes principais são: leite, manteiga de cacau e açúcar. E, muitas vezes, a manteiga de cacau é quase totalmente substituída por gordura vegetal hidrogenada (a de pior qualidade biológica). Sendo assim, não traz benefícios relevantes para a saúde e deve ser consumido com bastante moderação.

chocolate cacao amargo summa pixabay

Amargo – fabricado com grãos torrados de cacau, ele contém pouco açúcar e não tem acréscimo de leite na composição. É considerado um dos mais benéficos à saúde, já que é rico em flavonoides, substâncias que agem melhorando a circulação.

 

ovo de pascoa choco amargo Her.ie
Foto: Her.ie

Meio amargo – possui composição bem diversificada, conforme a marca do chocolate, mas é comum conter bastante açúcar, a exemplo do chocolate ao leite, e gordura. No entanto, é uma opção muito boa para aqueles que não apreciam o sabor forte do extra-amargo e do amargo.

chocolate cacau

Extra-amargo 90% cacau – contendo também a manteiga de cacau. Existem opções sem ou com pouquíssimo açúcar. O cacau possui propriedades que beneficiam as funções cardíacas, equilibram o colesterol bom e ruim e aliviam o estresse. Contém teobromina que melhora o humor e funciona de forma semelhante à cafeína (é devido a esta substância que o chocolate é tão viciante), e também apresenta antioxidantes, que previnem doenças e o envelhecimento precoce, além de fibras. É por este motivo que quanto mais cacau, maiores serão os benefícios do chocolate. Já as opções com percentual menor de cacau, em geral, contêm grandes quantidades de açúcar e gordura, o que diminui sua qualidade e traz inclusive efeitos contrários aos do cacau. Portanto, consuma todas as modalidades com moderação.

chocolateeee

Diet – é aquele que não contém algum nutriente. Usualmente, os chocolates diets são assim chamados por não possuírem o açúcar, mas cuidado. Muitas vezes, eles têm uma quantidade elevada de gordura. Outro fator a ser considerado, se você não é diabético, é que cada vez que sua boca sente o sabor doce, o corpo inteiro se prepara para receber o açúcar, só que neste caso o açúcar não vai chegar, então a vontade de comer o chocolate pode só aumentar. É isto o que acontece com os chocolates que contêm adoçantes. Porém, se ele não tiver adoçante e nem mesmo açúcar, e ainda for amargo, pode ser considerado.

chocolate

Light – aquele que contém algum nutriente em menor quantidade. Sua composição pode variar muito, por isso, fique atento ao rótulo, e veja qual nutriente ele tem menos, e se possui algum em altas quantidades, em comparação à um chocolate normal.

SHUTTERSTOCK_chocolate
Sem glúten – o chocolate puro é naturalmente sem glúten, já que esta proteína está presente em alguns cereais (centeio, cevada, triticale, trigo etc). O que ocorre com os chocolates é que muitas vezes eles sofrem contaminação cruzada, por passarem pelos mesmos recipientes e equipamentos nos quais alimentos que contêm glúten são processados. Sendo assim, é ideal para quem necessita de uma alimentação livre de glúten, esta modalidade de chocolate apresenta uma garantia maior da sua ausência, já que se pressupõe ter passado por cuidados especiais que evitassem a contaminação.

sem lactose

Sem lactose – a lactose é um carboidrato presente no leite, com perfil inflamatório e bastante alergênico. Portanto, os chocolates “lactose free” são feitos para pessoas  intolerantes à lactose, que seguem uma dieta sem lactose por outros motivos de saúde ou até estéticos, para veganos, ou que seguem alguma tradição alimentar. Em geral, o leite é substituído pelo leite de soja, ou algum outro isento de lactose. Neste tipo de chocolate, a contaminação cruzada com alimentos que contenham leite, também deve ser uma preocupação.

Perfis_variados_-_soja_na_alimentacao_baixa160704_191211

De soja – são fabricados com leite de soja, usualmente não contendo lactose. Os chocolates de soja com qualidade, que mantêm condições de processamento e temperatura adequadas, possuem as isoflavonas e fitoestrógenos intactos para benefício da saúde (efeito estrogênico). Cuidado: alérgicos à soja devem evitar, assim como homens e crianças, já que há estudos científicos que declaram a soja como um agente que desequilibra a função hormonal deles.

whey

Chocolate Proteico (com Whey Protein) – este tipo de chocolate sacia muito o apetite, em comparação aos tradicionais, e ainda incrementa o aporte proteico do dia. Isto se deve ao Whey Protein que é adicionado, também ajuda a tonificar a musculatura. Mas, cuidado: muitas vezes eles têm uma quantidade grande de gorduras, o que acaba anulando seus efeitos positivos. Por isto, fique atento sempre ao rótulo dos chocolates.

alfarroba-1 carbo

Alfarroba – não é chocolate, apesar de seu gosto e aparência serem iguais. É utilizado como substituto do cacau. Os produtos feitos com alfarroba normalmente não possuem glúten, lactose e cafeína, e são ricos em vitaminas e minerais.

Se você exagerar na Páscoa, Paula recomenda que, na semana seguinte, coma alimentos mais leves, como frutas ricas em fibras, e beba bastante água para hidratar o corpo. Além disso, deve-se dar preferência a refeições com carne branca, legumes e saladas.

Outras dicas são fazer atividades físicas, acompanhadas de um profissional de saúde especializado e, se a “culpa” for muito grande, procurar um nutricionista para saber se não é o caso de fazer uma dieta de desintoxicação.

Fonte: Paula Castilho- Nutricionista

Requeijão: origem + receita de creme de mandioquinha gratinado

requeijões tirolez

Saboroso, suave e muito cremoso. Essas são características dos requeijões Tirolez. Criado na década de 1950 pelo mineiro Moacyr de Carvalho Dias, após 600 tentativas para encontrar a receita perfeita, o requeijão hoje é um dos produtos mais queridos entre o público brasileiro. Seja na mesa do café da manhã, no lanche da tarde ou como ingrediente de receitas deliciosas, é o tipo de produto que não pode faltar na geladeira.

Produzido com base láctea, o requeijão Tirolez acompanha torradas, pães, lanches e ainda pode agregar sabor, cremosidade e prazer em diversas preparações culinárias, como tortas, massas, carnes, doces, entre outros. Além da versatilidade, o consumo de requeijão, dentro de uma alimentação balanceada, oferece diversos nutrientes importantes para o organismo, pois é uma ótima fonte de proteínas, fósforo e principalmente cálcio.

As embalagens copo, com 200g, podem ser encontradas nas versões tradicional, light, zero lactose e a + Fibras, que oferece maior teor de fibras, ajudando no funcionamento do intestino e no controle da saciedade. O produto, assim como a versão light, ainda apresenta redução de 64% de gorduras e 52% de calorias.

 

Para facilitar o uso em produções culinárias, a Tirolez também disponibiliza embalagens pouch, de 250g e 400g, e a bisnaga, de 1.8kg. Perfeitas para receitas, possuem sabor intenso, textura mais consistente e são capazes de resistir a altas temperaturas sem que a composição seja alterada.

Cremoso e muito saboroso, o requeijão Tirolez não tem adição de amido ou gordura vegetal, deixando o produto ainda mais leve, e com ótimo rendimento. Ele é o segredo de diversas receitas e ainda pode substituir outros ingredientes, como o creme de leite, no preparo de um strogonoff, ou até a maionese, em patês e molhos.

Que tal aproveitar para se deliciar com uma receita feita com o requeijão culinário Tirolez? Confira abaixo.

Creme de mandioquinha gratinado

Ingredientes
– 500 g de purê de mandioquinha (cozida e passada na peneira)
– 1 xícara (chá) de Creme de Leite Fresco Tirolez (200 ml)
– 1 colher (chá) de sal (4 g)
– ½ xícara (chá) de Queijo Parmesão Tirolez ralado (55 g)
– noz-moscada (preferencialmente ralada na hora)
– 6 colheres (sopa) de Requeijão Cremoso Tirolez (78 g)
– 1 colher (sopa) de açúcar (13 g)
– 1 cebola média em tiras finas (140 g)

Modo de fazer
Preaqueça o forno a 180 ºC. Em uma tigela, misture bem a mandioquinha, o creme de leite, o sal e 2 colheres (sopa) de queijo parmesão e adicione noz-moscada a gosto. Distribua metade da mistura em 6 tigelas refratárias individuais (9 cm de diâmetro x 4 cm de profundidade). Coloque 1 colher (sopa) de requeijão cremoso no centro de cada tigela, cubra com o restante do creme de mandioquinha e alise a superfície.
Em uma frigideira pequena, leve ao fogo o açúcar, mexendo sempre, até começar a caramelizar. Adicione a cebola e mexa até que fique levemente murcha e caramelizada. Distribua as cebolas nas tigelas e polvilhe com o restante do queijo parmesão. Coloque as tigelas em uma assadeira e leve ao forno por 15 minutos, ou até gratinar. Sirva quente como entrada ou acompanhando um filet mignon grelhado.

creme de mandioquinha gratinado

Rende de 4 a 6 porções.
Temos total de preparo = 30 minutos.

Dicas
– Se preferir, faça essa receita sem a cebola caramelizada.
– Utilize uma travessa de 30 cm x 20 cm.

Fonte: Tirolez

Aprenda a fazer a escolha ideal entre açúcar e adoçante

Decidir entre açúcar ou adoçante é uma grande dificuldade para quem busca reeducar a alimentação ou perder peso. Pensando nisso, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), preparou algumas dicas para ajudar a entender a diferença entre os dois.

De acordo com a nutricionista da Pasta, Sizele Rodrigues, que atua no Centro de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Cesans), os brasileiros consomem três vezes mais açúcar que a média mundial. “Prestar atenção nos ingredientes dos produtos industrializados e reduzir o consumo de açúcar são hábitos essenciais para quem busca uma melhor qualidade de vida”, disse.

No entanto, os adoçantes também devem ser consumidos com moderação, para isso, é importante respeitar seus limites diários de consumo. Confira as dicas abaixo para fazer a escolha ideal:

Açúcar

açúcar refinado (1)

· Açúcar refinado: procure substituí-lo. Ele perde mais de 90% de seus nutrientes no processo de refinamento e contém substâncias químicas para que fique branco e fino

açucar
· Açúcar cristal: também perde praticamente todos os seus nutrientes, mesmo não possuindo tantos aditivos químicos quanto o refinado

açúcar mascavo max straeten
Foto: Max Straeten / Morguefile

· Açúcar mascavo: não passa pelo processo de branqueamento, cristalização e refino, por isso contém maior concentração de nutrientes, com destaque para os minerais cálcio e ferro

mel pixabay
· Mel: contém cálcio, fósforo, potássio, sódio e manganês, vitaminas C e B e proteínas, além de possuir nutrientes funcionais como FOS (frutooligossacarídeos), importantes para o intestino

demerara
Açúcar demerara

· Açúcar demerara: passa por um leve processo de refinamento, porém, não recebe nenhum aditivo químico, preservando melhor seus nutrientes

organic-sugar
· Açúcares orgânicos: não possuem nenhum tipo de ingrediente artificial, são mais grossos e mais escuros do que o refinado, porém, com o mesmo poder adoçante

xicara açucar adoçante cafe cha pixabay
Pixabay

· Açúcar light: é a combinação entre o açúcar refinado comum e adoçantes artificiais, deixando-o com maior poder adoçante

mel - scott liddell
Foto: Scott Liddell/Morguefile

· O ideal: é preservar o gosto naturalmente doce dos alimentos e fazer uso moderado das substâncias
· Atenção: açúcar mascavo e mel são mais saudáveis por conterem mais nutrientes, mas, assim como o açúcar branco, aumentam a glicemia e favorecem o ganho de peso · ·Lembre-se: o consumo excessivo de açúcar refinado pode causar hiperatividade, inflamações, acne, lipogênese (acúmulo de gordura corporal) e risco de desenvolvimento de diabetes.

Adoçante

adocantes.png

· São compostos por edulcorantes, que são substâncias que apresentam um poder adoçante muito superior ao da sacarose (açúcar refinado) e, por isso, devem ser utilizados em quantidades bem menores
· Entre os edulcorantes estão os naturais e os artificiais
· Edulcorantes naturais: frutose, sorbitol, manitol e steviosídeo
· Edulcorantes artificiais: aspartame, ciclamato, sacarina, acessulfame-K, sucralose
· O uso de adoçantes artificiais pode ser uma alternativa para pessoas que fazem controle de peso ou para diabéticos
· Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD), cerca de 35% da população em geral consomem algum tipo de produto dietético, sendo o campeão de consumo o refrigerante zero
· Alguns refrigerantes alternativos são feitos com adoçantes, no entanto, é recomendável beber com moderação devido à quantidade de sódio na bebida
· Para que os adoçantes não tragam risco à saúde é preciso conhecer os limites recomendados de consumo diário e não os ultrapassar. Para ajudar nas suas escolhas, clique aqui e veja a tabela para evitar excessos.

Por Larissa Vidal – Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo 

 

Receita light: cheesecake com iorgute

Que tal aprender a preparar um clássico da culinária: cheesecake com iogurte. Saudável e fácil de fazer, a receita rende até oito porções e leva apenas alguns minutos para ficar pronta. Confira:

Ingredientes para a massa
100g de torradas
3 colheres de sopa de margarina light

Ingredientes para o recheio
3 ovos
2 potes de iogurte natural light (160g cada)
300g de ricota
4 colheres de sopa de adoçante em pó
1 colher de chá de aroma de baunilha
½ colher de chá de raspas da casca de limão

Ingredientes para a cobertura
1 vidro de geleia diet (210g) sabor morango*
3 colheres de sopa de água
* Caso prefira, substitua por geleia de framboesa, amora ou uva

Preparo da massa
No Miniprocessador Black+Decker, triture as torradas até formar uma farinha grossa. Despeje em uma tigela e junte a margarina derretida. Misture até obter uma farofa úmida. Em uma forma média, com aro removível, forre o fundo e as laterais com a mistura. Reserve.

Preparo do recheio
Coloque todos os ingredientes no copo do Liquidificador Black+Decker e bata por, aproximadamente, cinco minutos.

Preparo da cobertura
Leve a geleia e a água ao fogo baixo e mexa sempre, até amolecer. Desligue o fogo e deixe esfriar.

Montagem
Despeje o recheio sobre a massa de maneira delicada. Leve ao forno baixo, preaquecido a 130º, por cerca de 40 minutos ou até que fique firme e dourado. Deixe amornar, retire da forma e passe para o prato de servir. Finalize com a calda e decore a gosto.

cheesecake black.png

Fonte: Black + Decker

Dia das Mães: três sobremesas para surpreendê-las

Para encantar as mães nesta data especial e incrementar a mesa de sobremesas, a Nutricionista da Magro, Cristiane Yamane, selecionou três receitas práticas, nutritivas e com poucas calorias. Pudim de Leite Zero Lactose, Panqueca de Maçã e Salada de Frutas com Chia são sugestões saborosas para quem quer aproveitar este dia sem se preocupar com a balança.

Confira as receitas e aproveite:

Pudim de Leite Condensado Zero Lactose

311825_703048_pudim_de_leite_condensado_integral_web_.jpg

Ingredientes:
Leite condensado:
1½ xícara (chá) de leite em pó zero lactose (150g)
½ xícara (chá) de Açúcar Light Magro (70g)
1 xícara (chá) de água (200ml)

Pudim:
2½ xícaras (chá) de leite desnatado zero lactose (500ml)
3 ovos (150g)

Calda:
5 colheres (sopa) de Açúcar Mascavo Light Magro (50g)
2 colheres (sopa) de água

Modo de preparo:

Calda:
Em uma forma de pudim de 18cm de diâmetro, coloque o mascavo e a água e leve ao fogo até caramelizar. Reserve.

Leite Condensado:
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até homogeneizar. Em seguida adicione o leite zero lactose, os ovos e bata por aproximadamente 3 minutos.

Montagem:
Coloque na forma, cubra com papel alumínio e leve para assar em banho-maria em forno pré-aquecido à 180°C por aproximadamente 50 minutos.

Rendimento: 26 porções de 40g
Calorias: 76kcal por porção de 40g
Dificuldade: fácil

Panqueca de Maçã Light

311825_703049_dia_das_mAes___panqueca_de_maCA_fit_magro__web_

Ingredientes:
1 xícara de (chá) farinha de trigo (120g)
½ xícara de (chá) farinha de aveia (50g)
1 colher (sopa) de linhaça (8g)
1 ¾ xícara (chá) de leite (350ml)
1 ovo (50g)
1 colher (café) de fermento químico em pó (3g)
1 colher (sopa) de Açúcar Mascavo Light (10g)
½ colher (chá) de óleo para untar (5ml)

Recheio:
5 unidades de maçã (maçã com casca picada em rodelas pequenas) (700g)
1 colher (chá) de canela em pó (5g)
1 embalagem de creme de leite light (200g)
½ xicara (chá) de Açúcar Mascavo Light (50g)

Modo de preparo:

Massa:
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata por dois minutos. Em seguida adicione 1 concha média de massa em uma frigideira antiaderente. Doure dos dois lados. Reserve.

Recheio:
Adicione todos os ingredientes em uma panela exceto o creme de leite e leve ao fogo até que as maçãs murchem. Acrescente o creme de leite e mexa até ficar consistente.

Montagem:
Coloque uma porção de recheio em cada panqueca e decore como preferir.

Rendimento: 24 porções de 60g
Calorias: 78 kcal por porção de 60g
Dificuldade: fácil

Salada de Frutas com Chia (Light)

311825_703050_dia_das_mAes___salada_de_fruta_com_chia__magro__web_

Ingredientes:
1 banana picada (100g)
1 ameixa descascada e picada (135g)
4 morangos picados (130g)
1 pêssego descascado e picado (145g)
1 goiaba descascada e picada (105)
1 fatia grande de mamão descascada e picada (100g)
2 kiwis descascados e picados (180g)
1 xícara (chá) de suco de laranja (200ml)
2 colheres (sopa) de chia (16g)

Creme:
1 colher (sopa) de Açúcar Light Magro (12g)
1 embalagem de creme de leite light (200g)

Modo de preparo:

Creme:
Coloque o creme de leite e o açúcar na batedeira e bata por aproximadamente quatro minutos. Reserve.

Montagem:
Coloque todas as frutas nas taças, adicione a chia e o suco. Finalize com o creme e decore com a chia.

Rendimento: 20 porções de 65g
Calorias: 70kcal por porção de 65g
Tempo de preparo: 25 minutos

Fonte: Lightsweet