Arquivo da tag: limpeza

Produto promete higienizar máscaras de proteção para uso prolongado

Durante a quarentena, o uso de máscaras de proteção tornou-se essencial para a prevenção contra a Covid-19 e sua propagação. E o que antes era facultativo, agora tornou-se obrigatório e seu uso deverá ser mantido por um longo período.

O Ministério da Saúde recomenda a troca das máscaras de proteção a cada duas horas de uso para manter a efetividade e segurança. Pensando nisso, o Limpmask foi desenvolvido para facilitar a vida das pessoas que estão se adaptando a essa nova realidade, sendo um produto prático e versátil para higienizar máscaras de tecido e TNT, eliminando 99,9% de fungos, bactérias e vírus, incluindo o da Covid-19.

O Limpmask pode ser utilizado em qualquer momento e lugar, prolongando o uso da máscara antes da lavagem, mantendo a segurança das pessoas durante todo o dia. O processo é simples e rápido. A cada duas horas de uso contínuo, com as mãos limpas, basta borrifar 2 vezes o produto na parte interna da máscara e aguardar de 3 a 5 minutos para reutilizar a máscara. O Limpmask é aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) com teste de eficácia e segurança, além de ser dermatologicamente testado.

A responsabilidade social está integrada na missão do Limpmask, que irá reverter parte da renda para o movimento Gerando Falcões, que é responsável por uma rede de ONGs conveniadas e idôneas, que fazem a distribuição de cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade.

Informações e vendas: Limpsmask pelo valor de R$ 29,90.

Menopausa: entenda os efeitos para a pele desta fase da vida

Com a chegada da menopausa, as mulheres sentem muitas mudanças físicas e também emocionais. Devido à diminuição dos hormônios femininos e colágeno, nesta fase o aparecimento de rugas e manchas é acelerado. Além das mudanças, é preciso também estar atentas a cada tipo de pele e o que cada uma necessita. O ideal é seguir um tratamento de acordo com as particularidades de cada pele.

Segundo Karla Lessa — médica e proprietária do Instituto Lessa, em Vitória (ES) —, após os 50 anos, a mulher começa a deixar de ovular, por isso os sintomas da menopausa e as alterações hormonais importantes começam a ocorrer. “Aos poucos, a produção de estrogênio e progesterona cai, diminuindo também a produção de fibras de elastina e colágeno. Isso gera um aumento da flacidez, perda de elasticidade e tônus”.

Essas mudanças resultam em uma pele mais fina, frágil e ressecada, devido a diminuição da renovação celular e da secreção sebácea. No entanto, mantendo uma boa rotina de saúde e beleza você pode diminuir a intensidade desses efeitos, para que a pele permaneça bonita por mais tempo.

Karla separou algumas dicas do que fazer neste período:

– Na higienização, opte por loções que proporcionam limpeza profunda, mantendo a umidade natural da pele;
– O uso de tônico facial ou água termal é importante. Eles equilibram o pH da pele além dos fatores antioxidantes;
– Os hidratantes devem ser em creme ou loção cremosa, de preferência associados a substâncias que tratem as principais necessidades: como agentes tensores, antioxidantes e clareadores;


– Os cremes para tratamento faciais nessa fase, devem conter elementos como: vitamina C e E, retinol, ácido glicólico, ácido lático, ácido hialurônico, fosfolipídios de caviar, niacinamida, pantenol, resveratrol, chá verde e coenzima Q10, que têm ação antioxidante ou provocam um efeito tensor e hidratante, melhorando também a textura da pele;
– Ativos específicos para a área dos olhos devem ser usados diariamente. A pele desta região é mais fina e delicada e, após os 50 anos, envelhece mais e precocemente, ficando mais flácida, menos elástica e com maior propensão às rugas;
– À noite, deve-se usar a água micelar como demaquilante diário;


– Sobre a proteção solar, os filtros solares com ação de barreira, preservando a nutrição da pele são os indicados.

Já os procedimentos complementares são: bioestimuladores de colágeno, peelings, toxina botulínica, preenchimento, fios de PDO, lasers e até cirurgia para lifting facial. A médica indica que eles podem ser recomendados com a finalidade de amenizar os sinais do tempo na pele e a flacidez.

Fonte: Karla Lessa é capixaba e especialista em saúde e beleza. Atualmente atende seus pacientes no Instituto Lessa, juntamente com seu marido, do qual é proprietária, em Vitória- ES.

Quatro passos para uma pele jovem e saudável

A pele é um órgão essencial de proteção contra agentes externos, como os micro-organismos, raios solares e poluição. É certo que cada vez mais as pessoas buscam manter a pele jovem e saudável, sem aparentar os terríveis danos causados pelo tempo e hábitos de uma vida intensa. Para que seja possível contornar essa situação, primeiro é necessário entender como a nossa pele envelhece.

Existem dois tipos de envelhecimento, o intrínseco, aquele que ocorre de dentro para fora, ou seja, não temos como escapar, pois, este está associado a idade, determinado principalmente pelos fatores genéticos de cada pessoa. Com o passar do tempo, nosso organismo vai perdendo a capacidade de renovação celular, perdemos as fibras de sustentação da pele que desempenham um importante papel na elasticidade, resistência e tônus, resultando no aparecimento da flacidez, linhas de expressão e pele cada vez mais fina.

O segundo tipo é chamado de envelhecimento extrínseco, e neste caso, ocorre de fora para dentro, associado ao estilo de vida. Alguns fatores externos podem causar danos a nossa pele e contribuir para o envelhecimento precoce, como o alcoolismo e o tabagismo, radiação solar, poluição, alimentação desequilibrada e movimentos de expressão repetitivos.

O mercado da beleza e cuidados pessoais do Brasil ocupa a posição de quarto maior mercado do mundo, com crescimento de 24,5% entre os anos de 2013 a 2018, de acordo com os dados da Associação da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). A indústria dos cosméticos busca intensamente trazer soluções para contornar os danos causados a pele, apostando em ativos inovadores que prometem minimizar ou até mesmo reverter os danos já causados.

O mercado da beleza que gira em torno das clínicas de estética também possui muitos recursos para tratar peles já danificadas pelos fatores intrínsecos e extrínsecos.

Mas você pode começar hoje mesmo a cuidar da sua pele em casa, inserindo apenas quatro passos simples na sua rotina de beleza diária.

Foto: wiseGEEK

1º Passo limpeza: a higienização é o passo mais importante de uma rotina de cuidados, isso porque ao longo do dia, nossa pele fica exposta a diversos tipos de impurezas e sujidades, como a maquiagem, poluição e células mortas. Se não retiramos essas impurezas da nossa pele elas irão obstruir os poros, deixando a nossa pele mais suscetível a oleosidade, cravos e acne. Para uma boa higienização é importante usar sabonetes apropriados para o seu tipo de pele. Também devemos lembrar de não lavar o rosto em excesso, o ideal é apenas duas vezes ao dia, muitas lavagens podem acabar desencadeando o famoso efeito rebote onde a pele tende a produzir mais oleosidade para proteger a pele.

2º Passo tonificação: a tonificação deve ocorrer após a limpeza da pele, sua função é retirar as impurezas que não saíram na lavagem e também restabelecer o pH da pele que pode sofrer alterações ao longo do dia, o tônico também deve ser escolhido de acordo com o tipo de pele e pode ser substituído pela água micelar, este passo além de finalizar a limpeza e conferir equilíbrio a pele também irá prepará-la para receber os demais tratamentos, pois desobstrui os poros facilitando a penetração de ativos.

3º Passo hidratação: quando a pele está desidratada ela possui um aspecto feio e quebradiço, os hidratantes ajudam a pele a absorver a água do ambiente e através da oclusão formam um filme protetor retendo a água do organismo. Hidratar a pele traz inúmeros benefícios, evitando o envelhecimento precoce e devolvendo viço, maciez e luminosidade à pele, além de atuarem contra danos causados pelo frio, exposição ao sol, uso de produtos agressivos à pele como os esfoliantes e exposição a água quente utilizada no banho.

4º Passo fotoproteção: sem dúvidas o maior vilão do envelhecimento é a ação dos raios solares, os raios UVA e UVB, que penetram na pele e causam o fotoenvelhecimento, podendo causar manchas e até mesmo o câncer de pele. Além de passar o protetor solar adequado ao seu tipo de pele é necessário reaplicá-lo ao longo do dia, os especialistas ainda alertam sobre os danos que podem ser causados pela luz visível, aquela emitida através de lâmpadas fluorescente e telas de computadores e televisões, neste caso é indicado o uso de filtro solar com cor que ajudam a disfarçar as imperfeições e ainda protegem contra a radiação solar e a luz visível.

Com estes quatro cuidados básicos realizados de forma regular e contínua, é possível obter uma pele saudável e bonita.

Fontes:
Patrícia Rondon Gallina é farmacêutica esteta, professora do curso de Farmácia do Centro Universitário Internacional Uninter.
Vinícius Bednarczuk de Oliveira é coordenador do curso de Farmácia e de Práticas Integrativas e Complementares do Centro Universitário Internacional Uninter.

Por que limpar escovas de cabelo e como fazer isso sem comprometer o acessório

Higienizar as escovas de cabelo é tão importante quando a limpeza dos pinceis e esponjas de maquiagem. Os motivos são simples: preservar a saúde capilar e aumentar a vida útil do acessório. O visagista e parceiro Belliz, Pietro Trindade, explica mais sobre o assunto.

Por que é importante?

escova cabelo 1

“Considerando que a escova de cabelo é um acessório de uso diário, é comum que elas concentrem alguns resíduos. Acúmulo de pele morta na região do couro cabeludo e resquícios de produtos como finalizadores, sprays e creme podem favorecer a proliferação de micro-organismos e bactérias”, explica o profissional.

A falta de higienização da escova pode fazer com que a sujeira do acessório seja depositada nos fios sempre que eles forem penteados. “Essa falta de cuidado favorece diversas infecções no couro cabelo e até maior produção de oleosidade”, alerta.

Como limpar?

conair limpando escova de cabelo
Conair

De acordo com o expert, a remoção do excesso de cabelos que ficam nas escovas após o penteado deve ser imediata e feita todos os dias. “Para facilitar, indico que a pessoa use um palito ou pente. Basta passar as pontas entre os pinos da escova para soltar os fios presos e puxá-los por completo”, indica Trindade.

wikihiw limpando escova de cabelo com escova de dente
WikiHow

A higienização completa da escova é um processo simples e rápido. “Em uma vasilha coloque um pouco de água morna, esta temperatura da água já irá ajudar a amolecer as sujeiras que estão presas nas cerdas. Depois, adicione uma colher de shampoo neutro. Com a ajuda de uma escova de dente, esfregue com cuidado a base das cerdas até ficarem bem limpas e enxague. Em seguida, deite a escova com as cerdas para baixo em cima de uma toalha para escorrer toda a água”, finaliza.

escova cabelo 2escova cabelo 3

O expert indica que esse processo de limpeza seja feito, no mínimo, uma vez ao mês. Além de limpar, essa técnica também prolonga o tempo de vida útil do acessório.

Fonte: Belliz

Aprenda a limpar as pálpebras para evitar contaminações

Especialista recomenda que o procedimento seja feito pelo menos duas vezes por semana

Lavar as pálpebras é uma forma importante de evitar contaminações e consequentemente inflamações na região conhecidas como blefarite. Porém, o hábito de higiene na região é pouco comum, além de diferenciado por ser uma área mais delicada.

“O ideal é realizar a limpeza ao menos duas vezes por semana, como prevenção, já que as pálpebras, incluindo os cílios, são a primeira defesa dos olhos. Em caso de uso de maquiagem mais intensa é fundamental a higienização imediata. Por isso sempre recomendo dedicação e tempo para que a limpeza seja efetiva”, explica André Borba, oftalmologista especialista em oculoplástica pela Universidade da Califórnia em Los Angeles.

Segundo o especialista, a blefarite pode ser causada por diversos fatores, sendo o tipo mais comum associada a doenças de pele como dermatite seborreica e rosácea. “Infecção bacteriana, disfunção das glândulas que auxiliam na produção das lágrimas, acúmulo de gordura nas pálpebras, presença de parasitas, também podem surgir por conta da falta de higiene local e causar coceira nos olhos, lacrimejamento, vermelhidão, irritação, sensação de areia nos olhos e até a perda dos cílios”, alerta Borba.

O especialista recomenda cinco passos para higienizar as pálpebras adequadamente:

1. Em geral, é recomendado o uso de produtos com espuma, de preferência para bebês, ou shampoo neutro diluído, para não irritar os olhos.

lavar mais
2. Para realizar a limpeza das pálpebras, comece lavando as mãos com sabonete e água morna.
3. Em seguida, aplique a quantidade desejada de espuma em um tecido limpo sem pelos (pode ser gaze) ou na ponta dos dedos.

freepik mulher limpando olhos
Freepik

4. Com o olho fechado, limpe suavemente as pálpebras fazendo movimentos de um lado para outro, evitando tocar o olho diretamente durante a limpeza.
5. Em seguida enxágue a área com água fria e depois repita o processo no outro olho

“É fundamental, principalmente em tempos de pandemia, evitar colocar as mãos nos olhos, principalmente sem lavá-las ou depois de utilizar álcool gel. A mão pode trazer diversos corpos estranhos aos olhos, como poeira, pelos de animais, vírus e bactérias, e não coçar os olhos com as mãos sujas é um fator importante para diminuir o risco de infecções”, alerta Borba.

Vale lembrar, que mesmo com a higiene adequada, a indicação é a de sempre consultar um especialista caso surja algum sintoma, para que o médico avalie caso a caso.

Dermatologista dá dicas fáceis para cuidar da pele em casa

Hellisse Bastos revela que com cuidados caseiros e simples de ter é possível ficar linda e com a pele em dia mesmo durante a quarentena

Agora, nesta época de quarentena, muitas pessoas estão ficando mais em casa e, com isso, se sentindo mais incomodadas com a estética do rosto e contornos, além de imperfeições que na correria do dia a dia passavam despercebidas.

Apesar do uso das novas tecnologias disponíveis nos consultórios e clínicas de estética certificadas ser altamente recomendadas para a melhora da pele, tanto na diminuição dos poros quanto no tratamento da pele oleosa como na formação de colágeno e diminuição de rugas, com o isolamento e a quarentena fica mais difícil sair de casa para ir a um consultório ou clínica de estética.

dra hellisse 3 (002)

No entanto, a dermatologista Hellisse Bastos, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e que atende em Belo Horizonte(MG), aponta alternativas caseiras para cuidar da sua pele. Confira as dicas e tratamentos caseiros para deixar sua tez linda:

Tratamentos caseiros para a pele

Maquiagem com efeito de preenchimento

maquiagem antes e depois callistalorian
Reprodução Instagram da makeup artist Callista Lorian

O preenchimento com ácido hialurônico é como se fosse um jogo de sombra e luz, que realça e destaca partes do rosto. Hoje existem várias técnicas de maquiagem que fazem a mesma coisa que um preenchimento e podem adicionar brilho e cor à pele, como um blush, que pode dar um aspecto mais rosado e saudável ao rosto. Com maquiagem é possível afinar um pouco o nariz jogando contornos nas laterais e iluminando a área central com maquiagem.

Hidratação

pele mulher jovem creme

Tenha um bom hidratante para a pele em casa para manter a textura sempre bonita, diminuindo rugas e o aspecto de ressecamento. Escolha um hidratante que seja de boa qualidade, dermatologicamente testado e adequado para o seu tipo de pele.

Esfoliação

mulher rosto esfoliante liveabout
Foto: LiveAbout

Importante para renovação da pele e remover células mortas do rosto. Deve ser feita de 15 em 15 dias para melhorar a oleosidade e retirar impurezas. Esfoliantes caseiros não são totalmente recomendados porque podem causar alergias e ressecamento da pele, além de existir o risco dos ingredientes mancharem a pele quando expostos ao sol. Alguns ingredientes usados nessas receitas caseiras, como o sal grosso e o açúcar cristal, podem agredir a pele, pois as partículas esfoliantes são pontiagudas demais. Por isso, a maneira mais segura para esfoliar a pele é utilizar produtos específicos recomendados por dermatologistas, que podem ser encontrados em farmácias ou feitos por manipulação com prescrição.

Máscaras clareadoras

Existem máscaras caseiras que podem ser usadas para uniformizar o tom da sua pele. Quanto mais uniforme o tom da pele do rosto melhor o aspecto e aparência de rejuvenescida.

Máscara caseira para clarear e melhorar acne

O melhor horário de utilizar a misturinha é antes de dormir, já que depois disso você não entrará em contato direto com o sol, evitando o aparecimento de manchas. O ideal é que você faça essa máscara, ao menos, duas vezes por semana. Em casos mais extremos, faça em dias intercalados (um dia sim e outro não). O legal é que ela é simples de fazer e pode ser aplicada em qualquer tipo de pele.

mulher usando esfoliante pinterest
Pinterest

Ingredientes
2 (duas) colheres de sopa de borra de café
1 clara de ovo batida em neve
1 ou 2 gotas de óleo de gerânio ou de amêndoas

Modo de preparo e aplicação
Misture todos os ingredientes até obter uma pasta com aspecto arenoso. Antes de tomar banho, aplique essa mistura no rosto e tenha bastante cuidado para não esfregar a área dos olhos. Faça movimentos circulares e tenha controle da força para não agredir a pele. Na área dos olhos, aplique a máscara com bastante cuidado. Deixe agir por 10 minutos. Em seguida, retire a máscara com água em temperatura ambiente (ou morna, aproveitando a água do banho). Seque o rosto com cuidado e aplique o creme que você usa normalmente. Se a sua pele for oleosa, use cremes que não utilizem óleos em sua composição.

Dermage apresenta solução diária que renova células e combate envelhecimento da pele

O novo Glycolique Daily Peel é composto por 7% de ácido glicólico e pH 3,5, associação ideal para uma eficaz renovação celular diária

A exposição aos raios UV, a poluição, a falta de sono e a má alimentação são fatores que contribuem para a diminuição da renovação celular, causando acúmulo de células envelhecidas ou mortas. Foi pensando nisso que a Dermage, marca 100% brasileira especializada em dermocosméticos, desenvolveu a primeira solução diária com ação peeling, o Glycolique Daily Peel.

O produto traz alta concentração de ácido glicólico, que promove uma esfoliação química e acelera a renovação da pele. Sua composição também é responsável pela uniformização da pele, favorecendo sua luminosidade e clareamento, além de limpar e desobstruir os poros.

De acordo com Giselle Canavaci, Gerente de Produtos da Dermage, o ativo é o queridinho do momento e o lançamento traz seus principais benefícios. “Tendência mundial no segmento de dermocosméticos, o ácido glicólico é uma molécula extraída da cana-de-açúcar, que apresenta alto grau de pureza. O novo Glycolique Daily Peel traz alguns de seus principais benefícios: auxilia na diminuição da espessura da pele, desobstrui e minimiza os poros e elimina células mortas, promovendo uma esfoliação suave. É um produto que funciona como um peeling diário, estimulando a renovação celular da pele”, declara.

Com 7% de ácido glicólico na composição, o Glycolique Daily Peel garante a renovação celular diária e traz ainda as ações anti-inflamatória, hidratante e regenerativa do extrato vegetal de Aloe Vera, responsável por diminuir a sensibilidade da pele no dia a dia.

Modo de usar: aplicar no rosto com auxílio do algodão, uma vez ao dia, após limpeza da pele. Uso diário. Recomendado associar ao protetor solar diariamente.

dermage

Glycolique Daily Peel — R$ 109,90 – 120ml

Informações: Dermage – SAC 0800 024 1064

Dicas de como se cuidar na volta ao trabalho após isolamento social

O governador de São Paulo, João Dória, divulgou a retomada gradual de algumas atividades comerciais. A capital paulista está na fase laranja do plano gradual de flexibilização. Na última semana, cinco setores foram autorizados a reabrir com restrições, dentre eles comércio de rua, imobiliárias e shoppings centers.

Mas e o Covid-19? Quais os cuidados devemos tomar? E na hora do almoço? É seguro ir aos restaurantes? E no trajeto casa trabalho, no ônibus e metrô, como devemos nos proteger já que agora com certeza eles estarão mais lotados.

A volta ao trabalho não significa que vencemos o inimigo invisível, pelo contrário, ele continua entre nós. Medidas como lavagem das mãos, uso de álcool gel, manter distanciamento de no mínimo um metro e meio, evitar aglomerações, aperto de mão, beijinhos, abraços e compartilhamento de copos e outros objetos pessoais, como copos, garrafas, talheres, continuam no topo dos cuidados quando o assunto é prevenção. Isso não se trata apenas de preservar a sua própria vida, é o respeito e consideração pelas pessoas que estão em nossa volta e que também precisam trabalhar.

Bom, vamos falar de um item básico, comida. É seguro almoçar em restaurante (em alguns estados já estão abertos)? Para a nutricionista Adriana Stavro, ainda não é o momento. Então você vai passar fome? Também não. Para a nutricionista o ideal é fazer marmita.

marmita saudável anediblemosaic

Para montar a marmita é fácil. Monte como se estivesse fazendo seu prato de comida em casa, assim fica mais fácil ajustar a quantidade. Pense na sua fome. É só um almoço.

A regra básica é a mesma: 50% da quantidade de comida deve der de verduras e legumes. A outra metade, divida em uma porção de carboidratos, uma de leguminosas e uma de proteínas.

Exemplo:

A salada deve sempre estar separada dos demais alimentos, uma boa opção é montar no pote (receita abaixo). As proteínas (carne, frango ou peixe) devem sempre ser grelhadas ou assadas. Pode ser ovo cozido também. O carboidrato pode ser uma porção de arroz (de preferência integral), batata doce cozida, abóbora cabotiá ou macarrão. As leguminosas podem ser feijão preto ou carioca, podendo ser substituída por ervilha, lentilha ou grão de bico.

São muitos os tipos de marmitas disponíveis para compra. Vidro, elétrica, plástico, vácuo, aço, com ou sem divisórias, coloridas etc. Tem para todos os gostos e bolsos. Eu recomendo sempre a de vidro. Muito prática, fácil de lavar, preserva as características do alimento como sabor e cor, não fica com cheiro e preserva o meio ambiente. Mas ela tem alguns inconvenientes. Para quem depende de ônibus ou metrô ela é pesada e quebra com facilidade.

A segunda opção são as de plástico. Mais leves e não quebram. Porém é necessário prestar atenção na hora da compra, o ideal é plástico livre de bisfenol (BPA) e próprio para aquecer. Eu não recomendo aquecer o alimento na marmita de plástico. O ideal é que o alimento seja colocado em um recipiente de vidro antes de ser levado ao micro ondas, assim, evita que a marmita fique manchada e com cheiro.

Para transportar o ideal é uma sacola térmica. Chegando no local de trabalho guarde na geladeira. Para quem não tem geladeira no trabalho, uma opção é usar cubos de gel congelados para conservar a comida até a hora do almoço. Parece óbvio, mas não guarde sua marmita na sacola térmica sem lavar, além da contaminação o cheiro fica insuportável.

Para transportar a salada, uma opção é montar no pote. Neste caso é importante seguir a ordem dos ingredientes:

salada no pote
1° – molho (pouco)
2° – legumes (pepino, cenoura, beterraba)
3° – leguminosas/grãos (feijão fradinho, grão-de-bico, lentilha, ervilha, feijão moyashi, quinoa, cevadinha, arroz 7 grãos, arroz negro, arroz vermelho)
4° – as folhas (sempre por último)

Mas se optar por comer em restaurantes, veja as recomendações:

lavando --mãos

-Lave as mãos na entrada do restaurante e use álcool gel (o restaurante deve fornecer);
-Respeite o distanciamento entre as pessoas (mínimo 1,5m);
-Sente à mesa respeitando o distanciamento (1,5m para a direita, esquerda e a sua frente);
-Entre um cliente e outro, verifique se o restaurante limpou e passou álcool na mesa e nas cadeiras;
-Evite falar durante as refeições;
-Não compartilhe talheres e copos;
-Não prove a sobremesa do amigo com seu talher usado (use uma limpa);
-Cubra boca e nariz com cotovelo ou lenço ao tossir ou espirrar (lave as mãos imediatamente);

Mircea Iancu-Pixabay - restaurante mulheres ar livre
Mircea Iancu/Pixabay

-Não falar em frente a comida;
-Usar um guardanapo para pegar os utensílios compartilhados (os utilizados para colocar comida no prato) e temperos (azeite, vinagre, pimenta, sal);
-Se for usar o banheiro, após a higiene das mãos abra a porta com o auxílio de um papel.

Muito importante

mascara social (002)

O uso de máscara é obrigatório. Porém ela não nos protege totalmente contra o vírus, apenas da exposição direta pela tosse ou espirro, ficando os olhos sem proteção. A máscara ainda nos faz levar as mãos mais vezes ao rosto, portanto é fundamental manter as mãos limpas e higienizadas.

alcool gel maos

=Ao entrar e sair do ônibus, metrô ou trem, a dica é sempre estar com as mãos higienizadas com álcool em gel. Tenha sempre na bolsa um higienizante, que ajuda a deixar as mãos limpas e protegidas, não só contra o novo coronavírus, mas de outros vírus e bactérias.
=Evite o contato das mãos com as superfícies do ônibus ou metrô e lave-as com álcool gel imediatamente após o uso do transporte público.
=O vírus não infecta as pessoas pelas mãos, e sim quando elas são levadas à boca, nariz, olhos, ouvidos por isso elas devem estar sempre limpas.

thinkstock mulher lenço espirro
Thinkstock

=Use lenços descartáveis, em caso de tosse ou espirro, e descarte-o imediatamente após o uso em lixeira adequada.
=Ao se apoiar nas barras de apoio, tomem cuidado, pois ali pode conter gotículas de tosse ou espirro, por isso use álcool gel antes e depois de andar em qualquer transporte público.
=Mantenha distância de pelo menos um metro da outra pessoa.
=A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda também que as pessoas evitem tocar os olhos, a boca ou o nariz, pois são as portas de entrada para o vírus. Assim como cobrir a boca com a parte de dentro do cotovelo ao tossir e espirrar.

Cuidados pessoais

NickyPe-pixabay mascara oculos virus

=Proteja as vias aéreas. O coronavírus é uma infecção que afeta o sistema respiratório.
=Evite tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não higienizadas.
=Sempre que espirrar ou tossir, cubra o nariz e boca com um lenço de papel descartável, e logo em seguida descarte-o corretamente no lixo, e não esqueça de lavar as mãos.
=Evite contato próximo com pessoas infectadas ou com suspeita da doença.
=Lave as mãos frequentemente com água e sabão por 20 segundos (no mínimo) e use um antisséptico à base de álcool em gel.
=Use lenços descartáveis para higiene nasal.
=Não compartilhe objetos de uso pessoal, como copos, garrafas, talheres, cigarro, piteiras (narguilé), batom, chimarrão e tererê (bebida típica do Rio Grande do Sul e do Mato Grosso do Sul).
=Evite locais fechados e aglomerações (mesmo que seja na casa de amigos).

unhass
=Mantenha unhas curtas, cabelos sempre limpos e presos, e para os homens, se possível, sem barba.
=Higienize celular, notebook, fones de ouvidos e outros objetos pessoais. O celular deve ser higienizado três vezes ao dia, no mínimo. Quanto mais é usado, maior o risco de ser um condutor do vírus e, portanto, maior a necessidade da higienização. O fone de ouvido e o notebook devem ser higienizados sempre após o uso. Para os equipamentos. eletrônicos, o indicado é utilizar o álcool isopropílico 70% (não é a versão em gel). O ideal é desligar o celular, tire a capinha e aplique o produto com um pano macio ou algodão. =Limpe também a capinha. Faça o mesmo com o notebook.

Em casa

limpeza moveis papasemar

=Limpe frequentemente mesas, cadeiras, maçanetas, interruptores, pias e outras superfícies.
=Mantenha ambientes limpos e bem ventilado.
=Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados com frequência.
=Use hipoclorito de sódio 12% na limpeza de superfícies, pois nem tudo pode ser limpado com água e sabão. Estudos apontam que o vírus pode ficar retido em superfícies por até 5 dias, e na falta de álcool nos estoques de supermercados e farmácias, o hipoclorito de sódio 12% (água sanitária) é uma boa alternativa. Dilua 200ml de água sanitária para 5 litros de água .
=Evite usar ventilador. Se uma pessoa contaminada tossir ou espirrar na frente dele, ele pode espalhar o vírus.
=Limpe os brinquedos das crianças no mínimo uma vez.

*Em casa os cuidados com higiene e limpeza são fundamentais, especialmente se há, entre os moradores, idosos acima de 60 anos e portadores de doenças crônicas como diabetes, hipertensão, asma entre outras.

Ao chegar em casa da rua

sapatos para fora nuzree pixabay
Foto: Nuzree/Pixabay

=É importante eliminar qualquer possibilidade de espalhar o vírus dentro da residência.
=Tire os sapatos do lado de fora da residência.
=Não encoste em nada sem antes lavar bem as mãos e os antebraços, com água e sabão.
=Deixe tudo o que estiver carregando na entrada da casa, como bolsas, mochilas, chaves, carteira.

depositphotos mulher banho cabelo chuveiro
Depositphotos

=Tire a roupa, tome um banho e lave o cabelo antes de fazer outras tarefas.
=Não ande pela casa com a roupa que estava na rua.
=Higienize as maçanetas de porta e interruptores que você possa ter tocado antes de lavar as mãos.
=Cuidados com uso da máscara. Não compartilhe com ninguém.
=Se estiver usando a máscara cirúrgica (branca) troque depois de 2h (tenha pelo menos 2 para intercalar) e ela deve ser descartada no lixo e nunca reutilizada.
=Não deixar a máscara pendurada no pescoço ou braço porque, assim, ela está suscetível à sujeira.

mascara facial varal lavando limpeza
Conger Design/Pixabay

=Sempre que precisar tirar a máscara, coloque em um saquinho individual. As máscaras de pano devem ser lavadas sempre que chegar em casa. Lavar com água, sabão e água sanitária apropriada. Deixar de molho de 20 a 30 minutos, depois esfregar, enxaguar e colocar para secar. Quando estiver seca passar ferro e guardá-la em um saquinho.

Fonte: Adriana Stavrov é formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo. Pós-graduada em Doenças Crônicas não Transmissíveis pelo Hospital Albert Einstein. Pós graduanda em Nutrição Clinica Funcional pela VP consultoria, pós graduanda em Fitoterapia pela Course4U.

Skincare: Avon esclarece alguns mitos e verdades e dá dicas para você se cuidar em casa

Estamos vivendo novos tempos e adaptando nossa rotina para um estilo de vida dentro de casa. Neste momento, o ritual de skincare tem sido para muitos uma atividade superimportante, uma vez que ajuda tanto na saúde da pele quanto na melhora da autoestima, sendo uma forma de relaxamento e diversão. Entretanto, é muito comum que, conforme construímos a nossa própria rotina, comecem a surgir diversas dúvidas sobre o tema.

Pensando nisso, a Avon esclarece o que é mito e o que é verdade sobre o ritual de cuidados faciais. Assim, você segue cuidando da cútis com confiança e segurança. Afinal, cuidar das pessoas é a nossa cara.

Posso usar qualquer sabonete para limpar a pele do meu rosto.

mulher limpeza pele rosto wiseGEEK
Foto: wiseGEEK

Mito. Muitas pessoas não sabem, mas é muito importante utilizar um sabonete específico para o rosto na hora da limpeza facial. Uma pesquisa da Avon, em parceria com a Ibope Conecta, evidenciou que quase 1/3 das mulheres brasileiras usa apenas água ou o sabonete do corpo para a limpeza da pele do rosto. Pelo contrário, deve-se utilizar um sabonete próprio para a face, pois ela é muito mais delicada do que o corpo, exigindo produtos especiais para suprir suas necessidades. Além disso, o sabonete facial também é benéfico porque contém ativos extras que oferecem outros benefícios para a pele além da limpeza, como tratamentos, por exemplo.

Como a minha pele é oleosa, não preciso de hidratação

mulher pele madura oleosa
Mito. Todos os tipos de pele devem ser hidratados, até mesmo as oleosas. A hidratação é um passo essencial para a manutenção da saúde da cútis, uma vez que repõe os seus níveis de água, garantindo que consiga formar uma barreira para se proteger contra as agressões externas. Assim, até mesmo as peles do tipo oleoso devem ser hidratadas: caso contrário, poderia sofrer efeito rebote e produzir ainda mais oleosidade. A única diferença nesta etapa é que, caso a sua pele seja oleosa, recomendamos optar por um hidratante em sérum ou gel, com texturas mais leves e fluídas.

Preciso passar protetor solar estando dentro de casa.

protetor solar creme rosto mulher
Verdade. A proteção solar dentro de casa é sim necessária, sendo tão importante como nos dias em que saímos à rua. Mesmo estando em ambientes internos, é praticamente impossível não estarmos expostos à radiação. Além disso, em casa ficamos expostos a luz de lâmpadas e de aparelhos eletrônicos que também emitem radiações danosas. Portanto, continue utilizando o protetor solar na sua rotina em isolamento em casa.

Dentro de casa, minha pele não é afetada pela poluição, então não preciso me proteger.

avon renew mulher
Mito. Ainda que passemos a maior parte do tempo em ambientes internos, a poluição continua nos afetando pelo contato da nossa pele com ar urbano. Os agentes agressores da poluição causam diversos danos nocivos a nossa pele, ocasionando, por exemplo, o seu envelhecimento precoce. Dessa maneira, é muito importante que nossa pele seja protegida contra a poluição – ainda que dentro de casa! – com o protetor solar. Junto a ele, também se recomenda utilizar produtos com ação antioxidante para combater os radicais livres. Uma boa dica é apostar em protetores solares que já contenham antioxidantes em sua fórmula.

Agora que você já conhece os principais mitos e verdades sobre skincare durante o isolamento, aproveite os momentos livres em casa para dar um up na sua pele e se divertir um pouco! Em caso de dúvidas, lembre-se sempre de consultar um dermatologista.

Produtos sugeridos:

RENEW-SABONETE-GEL-DE-LIMPEZA-FACIAL-150g-2990
Renew Sabonete Gel de Limpeza Facial 150g (R$ 29,90)
Especialmente formulado com ingredientes antioxidantes e carvão, ajuda a eliminar as impurezas, a oleosidade e a maquiagem da pele. Deixa a pele limpa e radiante, sem ressecá-la. Para todos os tipos de pele.

Protetor facial diário Renew Pollution Protect + FPS 50 (R$ 46,90)

renew pollution
Se você mora na cidade e precisa de uma barreira que te proteja tanto dos raios UVA/UVB quanto da poluição urbana, o Protetor Facial Diário Renew Pollution Protect+ é o ideal! Para todos os tipos de pele, sua fórmula exclusiva é livre de óleo, enriquecida com nutrientes e antioxidantes e com acabamento matte. Com FPS 50, ao mesmo tempo que protege a pele do rosto, dá um boost de hidratação e restauração, ajudando a reduzir marcas solares.
• Proteção FPS 50 contra raios UV;
• Antioxidante: protege a pele contra os radicais livres que aceleram o envelhecimento da pele;
• Pele protegida até 50 vezes mais contra queimaduras solares (UVB);
• Oferece hidratação 24h;
• Melhora as linhas finas e rugas até 50% após apenas 2 semanas de uso;
• Multibenefícios: Protege contra poluição e raios UVA/UVB, repara danos e previne o envelhecimento.

Renew Triplo Ácido Hialurônico (R$ 119,90)

renew triplo acido
É uma opção aos procedimentos cirúrgicos, um tratamento cosmético específico para hidratar profundamente e conter sinais de envelhecimento na pele. Este tratamento cosmético intensivo combina triplo ácido hialurônico*, ingrediente recomendado por dermatologistas, com Oxa Diacid e Arginina para restaurar a jovialidade da pele e preencher as rugas. O tratamento conta com três tamanhos de molécula de ácido hialurônico, para preencher as camadas da superfície da pele. Contém 30g.

Todos os produtos podem ser adquiridos por uma revendedora ou pelo e-commerce.

Informações: SAC: 0800 708 2866, de segunda a sábado das 8h às 20h.

Tricologista desaconselha deixar de lavar os cabelos durante a pandemia

Viviane Coutinho também recomenda continuar a hidratar os fios e deixar os secadores e pranchas de lado

thinkstock cabelo oleoso

O distanciamento social vem provocando mudanças nos costumes das pessoas. Uma delas é lavar menos os cabelos. Pesquisa feita por uma das maiores fabricantes de produtos de higiene do mundo (Unilever) aponta que as quarentenas diminuíram em até 25% a demanda por produtos como xampu e condicionador. A tricologista Viviane Coutinho desaconselha a medida.

“O cabelo é um dos nossos marcadores de saúde, mantê-los saudáveis é primordial . E uma ação superimportante é conservá-los limpos. Lembrando que o couro cabeludo é pele e retém sujidade. E, quando desequilibrado, pode gerar disfunções na saúde e futuras quedas. Um conselho que sempre dou é higienizá-lo mais neste período, pois ele também é um condutor de contaminação”, pontua a profissional.

Aliás, Viviane afirma que não podemos deixar de ter outros cuidados com os fios, como hidratação, na quarentena.

mulher cabelo oleoso

“Os nossos cabelos sofrem agressões físicas o tempo todo, como o pentear, a poluição, a água quente, o atrito com o travesseiro, o desembaraçar. E alguns cabelos sofrem, além disso, agressões químicas, perdendo nutrientes importantes para composição de fios saudáveis. Portanto, é essencial que nós devolvamos esses nutrientes para equilibrar novamente o cabelo”, esclarece a expert, que aconselha a deixar para depois os procedimentos que agridem os fios.

“Nesta época de pandemia, um conselho em que tenho dado é deixar os cabelos descansarem de tantos procedimentos, deixar de usar secadores e chapinhas, neste momento, faz com que eles sofram menos agressões. Se unir a isto a um cronograma capilar, entregando nutrientes, seus cabelos só irão te agradecer”, aconselha a tricologista.

Além de aconselhar a manter os cabelos limpos, a profissional faz outras recomendações para evitar que o novo coronavírus se aloje nos fios: “Se sair à rua, prendê-los ou usar touca e trocar fronha de dois em dois dias”.

Viviane também lembra que a alimentação é primordial para manter a nutrição dos cabelos em dia.

cabelo oleoso

“Lembrando que, como nossos cabelos são anexos do corpo, nossos estoques precisam estar bem para que eles recebam os nutrientes. Devemos acrescentar à nossa alimentação bastante proteínas (afinal, a maior parte dos fios são compostos por elas), legumes e verduras. Além de evitar gorduras, carboidratos e açúcares, que prejudicam a saúde capilar”, finaliza.

Fonte: Viviane Coutinho é pós-graduada em tricologia e terapia capilar pela Universidade Anhembi Morumbi; certificada pela Internation Association of Trichologists; Membro da Academia Brasileira de Tricologia; Docente da Academia Brasileira de Tricologia