Arquivo da tag: limpeza

Cobertor ou edredom: qual escolher quando se é alérgico?

Quando as temperaturas caem é comum que as alergias respiratórias apareçam. Isso se dá por conta do tempo seco, principalmente em regiões mais urbanizadas, como as grandes metrópoles. A baixa umidade, resfriamento do ar e falta de arborização permitem que o risco de contaminação aumente, já que as partículas poluentes estão dispersas no ar.

Segundo dados da Asbai (Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia), o principal alérgeno, no Brasil, é o ácaro da poeira domiciliar, responsável por cerca de 80% das alergias respiratórias. Como forma de precaução, cuidados com o lar e principalmente na hora de dormir podem fazer a diferença.

José Previero, especialista em higienização da Quality Lavanderia destaca: “Quem possui alergia precisa estar sempre atento à peça escolhida para dormir, dependendo da escolha, pode-se intensificar ainda mais o problema alérgico”.

O especialista aponta que o edredom é a peça ideal para quem tem alergia, pois seu tecido possui superfície plana e lisa, o que permite menor acúmulo de ácaros. Com isso, não prejudica a respiração e não ocasiona incômodos na pele. “Nos dias frios, a melhor escolha é o edredom, por ser menos alérgico, mais macio e causar menor incômodo na pele. Independente do cobertor ser sintético ou de lã, todos são mais felpudos, por isso acumulam maior número de ácaros que podem causar alergia, tanto de respiração quanto de pele”, relata Previero.

Além disso, a frequência e os cuidados com a lavagem também são fatores importantes, por isso, opte sempre por lavar antes de usar, principalmente se o edredom ficou guardado por muito tempo, com isso removem-se os ácaros e o possível odor de mofo, mantendo a peça mais apropriada para uso.

Edredom de malha/Zelo

“Estando em uso, o ideal é lavar a cada dois meses. Outra dica importante é o cuidado com o uso do amaciante, quanto menos perfume tiver, menor a chance de provocar alergias. Para realizar a higienização completa, inclusive para peças infantis, que exigem um cuidado especial, é indicado que o serviço seja realizado de forma profissional, por exemplo, com ajuda de uma lavanderia, contribuindo para saúde da família”, conclui Previero.

Fonte: Quality Lavanderia

Mistura de frio com tempo seco pode causar otites, dores de garganta e alergias respiratórias

Especialistas do Hospital Paulista dão dicas de prevenção aos problemas, mais comuns nas baixas temperaturas

Ainda estamos no outono, mas as baixas temperaturas no Brasil têm feito com que muitas pessoas vivenciam uma sensação de inverno. Na capital paulista, os termômetros registraram 1,1ºC na madrugada de 20 de maio, a temperatura mais baixa para o mês nos últimos 32 anos. Já no Rio Grande do Sul, o frio intenso trouxe neve e foi responsável pelo fechamento de diversas escolas.

A mistura do tempo seco, comum da estação, com o frio elevado pode trazer diversos danos à saúde. Gripes, resfriados e agravamento dos quadros de asmas, rinites e sinusites estão entre as patologias mais comuns causadas pela baixa imunidade provocada pela estação.

Os otorrinolaringologistas do Hospital Paulista Gilberto Ulson Pizarro e Cristiane Passos Dias Levy também alertam para as dores de garganta e otites — infecções e inflamações do ouvido –, que tendem a aumentar com o frio e podem causar problemas graves, como a surdez, caso não tratadas precocemente e adequadamente.

Dor de garganta

Problema muito comum no frio, a dor de garganta pode ter várias causas, sendo a mudança brusca de temperatura uma delas. Conforme o médico, a oscilação do clima diminui o batimento ciliar da mucosa, podendo deixar bactérias entrarem na garganta.

“A piora pode acontecer por conta das trocas bruscas de temperatura. Apesar do Outono, estávamos em uma temporada de sol e tempo quente, o que acarreta o surgimento do problema”, explica o especialista.

O médico reitera a importância de tomar água com frequência ao longo do dia, principalmente durante o tempo seco. “A garganta é uma região que só trabalha bem quando está úmida. Caso haja ressecamento por falta de hidratação ou alguma doença, podemos ter inflamações da mucosa, dores e sensações de inchaço ao engolir.”

Otites

Outro grande afetado durante o frio pode ser o ouvido, por conta das otites, infecções que atingem o ouvido médio e parte interna do tímpano e costumam ser dolorosas por conta de inflamações e do acúmulo de secreções. Caracterizadas por três diferentes tipos – otite externa, otite média e otite interna -, elas são mais comuns em crianças, mas podem atingir todas as pessoas em variados momentos da vida.

Pizarro detalha como é possível evitar o problema, mantendo livre a comunicação do nariz com o ouvido, chamada de tuba auditiva, e indica algumas recomendações básicas:

-Enxugue os ouvidos com a ponta da toalha, sem esfregar, após o banho;
-Não utilize hastes flexíveis ou qualquer objeto dentro dos ouvidos. Eles podem causar feridas na pele, retirar a camada protetora de cera e aumentar a probabilidade de infecção;
-Para quem tem otites recorrentes, é recomendável utilizar protetores auriculares de silicone.

Alergias respiratórias

Thinkstock

Cerca de 30% da população brasileira possui algum tipo de alergia, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Para aqueles que apresentam o problema, o outono costuma ser uma estação bastante delicada, podendo potencializar crises e desconfortos por conta do tempo seco.

“Durante o frio, é comum o surgimento das alergias respiratórias. Em decorrência das quedas bruscas na temperatura, as pessoas tendem a buscar seus casacos e agasalhos que normalmente estão guardados há muito tempo, o que é péssimo para alérgicos, já que fechados em armários juntam muitos ácaros”, explica Cristiane.

A especialista destaca que, para um diagnóstico correto e completo, é importante que o médico pesquise o histórico clínico do paciente, bem como o familiar. Dessa forma, ele poderá identificar a causa da alergia.

Confira abaixo algumas dicas da médica para diminuir as chances de crise:

-Tomar bastante água;
-Fazer lavagens nasais frequentes com soro fisiológico para hidratar as mucosas;
-Limpar bem a casa ou o ambiente que irá utilizar;
-Optar por aspirar e passar pano úmido em vez de varrer os locais;
-Usar capas antiácaros em colchões e travesseiros;
-Sempre que possível, colocar travesseiros e edredons no sol;
-Evitar objetos que acumulem pó nos quartos, como cortinas, tapetes e carpetes;
-Limpar com frequência os filtros de ar-condicionado;
-Evitar, quando possível, mudanças bruscas de temperatura;
-Buscar auxílio médico e não abandonar o tratamento após a chegada do calor.

Fonte: Hospital Paulista de Otorrinolaringologia

Dicas para proteger os móveis do xixi dos pets

Além das dicas comportamentais, produtos fáceis de aplicar protegem mobiliário de urina, água, refrigerantes e até vinho

Eles já são considerados membros da família: cães, gatos e outros bichinhos viraram a alegria da casa e até ficam grudadinhos com a gente no sofá ou dormem junto na cama. E não é incomum que façam xixi em qualquer lugar ou, na empolgação, acabem derrubando copos com líquidos. Muitas vezes, as “vítimas” são o sofá, o tapete, a almofada ou a cortina.

Como o adestramento é um processo longo, nesse período de semanas ou meses em que o bichinho é ensinado a fazer xixi no lugar certo, há produtos no mercado que podem ajudar o tutor de pet: são os protetores de tecido.

“Protetores de tecidos têm efeito tanto hidro como óleo repelentes. Seus compostos são capazes de penetrar nas fibras do tecido, protegendo contra manchas causadas por líquidos como vinhos, água, suco, urina de cachorro, óleo, entre outros. O resultado é incrível: o líquido realmente fica sobre o tecido, não consegue entrar nele”, afirma Kelly Lima, especialista em madeira e tecidos da Montana Química, multinacional brasileira que tem no varejo produtos para proteção de madeira e de tecidos.

Segundo Kelly, o dono de pet deve procurar por produtos que sejam à base de água, não inflamáveis e com baixo odor. “A aplicação é bem simples e indicada para tecidos estofados, almofadas, cadeiras, poltronas, carpetes, tapetes, cortinas, toalhas de mesa ou outros produtos compostos por fibras naturais ou mistas.”

A especialista afirma que o dono de pet deve sempre ler com atenção os rótulos dos protetores de tecidos e ficar atento ao uso para o caso dos bichinhos que já têm alguma predisposição alérgica a produtos químicos.

Dica de produto

O HelpTex, da Montana Química, é um produto à base de água que atua na proteção de tecidos e estofados, evitando manchas causadas por líquidos variados e gordura. Trata-se de um protetor de tecidos incolor, com baixo odor e não inflamável, que repele manchas causadas por líquidos e óleos, preservando a textura e a maciez do tecido. Se escapar o xixi, basta usar um papel para absorver o líquido sem pressionar contra o tecido.

Informações: HelpTex

Páscoa: médicos recomendam cuidados com saúde da família no feriado

Ter e manter uma rotina de proteção contra vírus, bactérias e insetos é essencial para a saúde das crianças e adultos

No feriado da Páscoa, muitas famílias se reúnem e fazem brincadeiras com as crianças em casa, enquanto outras aproveitam para pegar a estrada. Viajando ou não, é importante adotar uma rotina de proteção para preservar a saúde dos familiares, de acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). Além disso, o mês de abril é marcado por alternância entre dias quentes e chuvosos, o que eleva o risco de transmissão de doenças como a dengue. Segundo o Ministério da Saúde, os casos de dengue aumentaram 35,4% (1) nos dois primeiros meses de 2022 em comparação ao mesmo período do ano passado.

“Em momentos de celebração como a Páscoa, é comum o consumo mais frequente de alimentos, incluindo os chocolates, e em diferentes áreas da casa. Essa prática gera restos alimentares nos diversos cômodos da casa e, portanto, atrai insetos e animais, aumentando contaminações por vírus, fungos e bactérias. Frente a isso, recomendamos um maior cuidado com a higienização das mãos e de superfícies, para ajudar a evitar infecções por vírus, fungos e bactérias que podem causar, por exemplo, vômito, dor abdominal e diarreia. Outro ponto de atenção é que os dias de calor e chuvosos atraem os mosquitos, que podem picar e causar coceira na pele das pessoas”, explica Marcelo Otsuka, médico coordenador do Comitê de Infectologia Pediátrica da SBI.

Para contribuir com uma rotina de autocuidado e proteção, Exposis e Lysoform, marcas da SC Johnson, que tem um longo histórico de trabalho para melhorar a vida das famílias em todo mundo, e a SBI orientam sobre ações eficazes que podem auxiliar para a manutenção da saúde nesses períodos.

Para os que irão se reunir em casa e preparar a caça aos ovos de Páscoa para as crianças, uma área externa com jardim e/ou quintal, ou mesmo uma varanda, pode se tornar o lugar ideal para o entretenimento. Mas o médico ressalta que é necessário ficar atento, pois atividades ao ar livre aumentam a chance de exposição das pessoas aos insetos. “Por exemplo, dias quentes e chuvosos atraem os mosquitos. Para evitar picadas, o ideal é utilizar repelente para ajudar a proteger a pele das picadas de mosquitos que podem causar desconforto e doenças. Além disso, caso haja, é importante manter o jardim aparado, recolher folhas e frutos”, ressalta Otsuka.

Neste caso, marcas de repelente como Exposis, da SC Johnson, disponibilizam no mercado diferentes formatos, como Spray, Aerossol, Gel e Lenços, que oferecem duração entre 6 e 10 horas após cada aplicação e podem ser usados a partir dos 3 meses de idade, seguindo as instruções no rótulo. A linha de produtos da marca é à base de Icaridina, tem aprovação da Anvisa e auxilia na proteção contra picadas de insetos que podem transmitir doenças como a dengue, Zika, Chikungunya e febre amarela.

Para aqueles que estão em casa, Otsuka recomenda manter as mesas, bancadas e qualquer outra superfície onde se planeje fazer as refeições limpas e desinfetadas, para evitar a contaminação por vírus, fungos e bactérias. “Outro ponto de atenção, principalmente onde houver crianças que ainda engatinham, é a higienização do chão e até das solas dos calçados, caso os visitantes não os tirem ao entrar no local”, explica Otsuka. Para a desinfecção de sapatos, as pessoas contam com opções de desinfetante em aerossol que promovem a higienização de forma prática.

Para as famílias que optarem por viajar, além do repelente ser item fundamental na bagagem para proteger adultos e crianças, principalmente em regiões com muita vegetação, Otsuka também orienta os adultos a observarem o colchão da cama da acomodação onde estiverem hospedados. “Verifique se há bolor no colchão, pois em caso positivo pode haver risco de quadros alérgicos, mesmo que a fronha ou lençol estejam limpos. Utilize um desinfetante spray para matar fungos ou qualquer microrganismo que esteja no colchão antes de cobri-lo novamente com a roupa de cama”, orienta o médico da SBI.

Bags to Go

O cuidado com a mala de viagem também é essencial, pois muitas pessoas a colocam em cima da cama e isso pode contribuir para disseminar a sujeira do local em que os viajantes vão dormir. “A recomendação é utilizar desinfetante em formato spray ou lenço para fazer a higienização da bagagem para minimizar a proliferação de bactérias indesejáveis. Esse cuidado é essencial”, acrescenta Otsuka.

Fonte: Lysoform

Pele madura: Nivea dá dicas de como cuidar

Confira os produtos ideais para a rotina acessível de cuidado diário, da limpeza à prevenção; uma pele viçosa, ou seja, bem hidratada e com a renovação celular, é um desejo da maioria dos apaixonados por skincare

Nivea sabe que, com o passar dos anos, e por diversos fatores externos, principalmente por conta da exposição à radiação solar e poluição urbana, a pele pode precocemente dar seus primeiros sinais de cansaço, perder luminosidade, além de surgirem algumas rugas e linhas finas. Por isso, a pele madura (a partir dos 40 anos) passa a exigir cuidados ainda mais especiais para permanecer saudável, radiante e firme.

1º passo: higienização e remoção de impurezas

A limpeza é essencial para remover as células mortas que se acumulam na camada superficial da pele, ajudando a diminuir o excesso de oleosidade, a prevenir o surgimento de cravos e espinhas, além de suavizá-la e uniformiza-la, deixando a sensação de maciez. O Nivea Mousse de Limpeza possui espuma refrescante e revigorante, que remove os resíduos de maquiagem e poluição. Contém vitamina B5, que auxilia na renovação celular e vitamina E, substância oxidante, que proporciona uma pele saudável e bem cuidada. Média de preço: R$ 33,50.

2º passo: hidratação e viço


Hidratar é um dos principais passos para proteger e recuperar a vitalidade da pele madura, que tende a ficar mais ressecada e frágil devido ao desequilíbrio hormonal e à queda da produção de colágeno. O passo da hidratação de dia, e até a noite, é importante pois melhora sua textura e o aspecto da derme, atenuando as linhas de expressão e rugas. Indicamos o Creme Facial que agora é 5 em 1! Com a tecnologia inovadora Hydro Waxes, à base de água e ceras, e vitamina E, o Nivea Creme Facial 5 em 1 Antissinais proporciona hidratação intensa sem deixar sensação oleosa na pele. Firma e reduz linhas de expressão para uma pele bonita e com aspecto saudável. Preço sugerido: R$ 29,90

Para o corpo, o Nivea Firmador Q10 com vitamina C é o seu grande aliado. Combate os radicais livres, melhora visivelmente a firmeza e elasticidade da pele em apenas dez dias, previne a flacidez, além de hidratar intensamente por 48 horas. Preço sugerido: (200ml) R$ 17,50/ (400ml) R$ 28,00

3º passo: proteção contra os raios solares e luz visível

Por último e não menos importante, a proteção solar é imprescindível em uma rotina de skincare! Essa etapa ajuda a combater os danos causados pelos raios UV, agentes oxidativos, poluentes, doenças de pele e ressecamento excessivo, deixando a pele muito mais saudável e protegida, evitando o envelhecimento precoce da pele e manchas no rosto.

O Nivea Sun Beauty Expert Facial Anti-Idade Q10 FPS 50 possui fórmula hidratante com Q10 que auxilia na no cuidado de peles maduras, com toque de seda, textura leve e rápida absorção. Oferece alta proteção imediata contra os raios UVA/UVB e minimiza os efeitos causados pela luz visível. Preço sugerido: R$ 49,90

Fonte: Nivea Brasil

Semijoias: 15 dicas de como limpar e manter as suas sempre como novas

As semijoias são um produto intermediário entre as joias e a bijuteria, mas isso não quer dizer que elas devem ser facilmente descartadas. Alguns modelos permanecem intactos mesmo após anos de uso — e claro que isso vai depender dos cuidados e qualidade das peças.

Se você não acredita, pode testar na sua casa. Neste artigo, acompanhe 15 dicas de como limpar semijoias prolongando a beleza e a durabilidade das peças.

A falta de limpeza prejudica as semijoias?

Mas antes, é importante responder a uma pergunta recorrente: a falta de limpeza prejudica as semijoias? A resposta simples e rápida é: sim. As semijoias, sendo de baixa ou alta qualidade, estão sujeitas a sofrer reações químicas, como a oxidação e corrosão, e até mesmo físicas, como arranhões ou amassados. Essas ocorrências interferem diretamente na conservação das peças.

Sendo assim, a falta de limpeza e manutenção fazem com que os acessórios fiquem mais frágeis e percam brilho. Os principais motivos que aceleram a deterioração das peças são:


-Ácido úrico: composto orgânico presente no suor do ser humano que afeta diretamente anéis, colares e pulseiras;
-Água do mar ou piscina: o cloro e a alta salinidade do mar irá danificar sua peça;
-Poluição da cidade: a longo prazo a poluição do ar escurece as semijoias;
-Produtos químicos: a maioria dos compostos químicos, desde produtos de limpeza até cosméticos, causa danos severos;
-Sujeiras indesejáveis: areia, gordura, entre outros resíduos aceleram o processo de oxidação dos acessórios.
-Sol: o calor prejudica diretamente a qualidade das peças, resultando em perda do brilho.

Dicas de como limpar semijoias

Flanelas secas
Para limpar semijoias corretamente, você pode optar pelo uso de uma flanela seca para retirar as sujeiras mais grossas, como terra e areia. Dispense o uso de panos robustos para não arranhar a peça.

Água e detergente
Se você tem dúvidas de como limpar semijoias com detergente, fique tranquila, é simples. Lave a peça em contato com a água corrente e a esfregue suavemente utilizando uma escova de dentes ou até mesmo um pano com detergente, retirando toda a sujeira. Após este processo, retire todo o sabão e seque totalmente a peça.

Produtos para limpar semijoias
Alguns produtos são indicados para a limpeza e recuperação do brilho de joias e semijoias. Procure lojas especializadas que ofereçam o material. Para a aplicação, umedeça um algodão com o composto e aplique-o nas peças, elas ficarão lindas novamente.

Bicarbonato de sódio
Para quem tem dúvidas de como limpar semijoias com bicarbonato, é fácil. Faça uma mistura pastosa de bicarbonato com água, aplique-o na peça utilizando uma escova de dentes e deixe agir por 5 minutos. Após isso, é só lavar bem a peça e utilizar uma flanela para polir. Você vai notar uma grande diferença.

Pasta de dentes
Para limpar semijoias esverdeadas, basta aplicar pasta de dente na peça, e esfregar utilizando uma escova de cerdas macias. Depois, espere cinco minutos até remover o produto.
Após a remoção, é necessário utilizar uma flanela para realizar o polimento e retirar o aspecto esverdeado da peça. Evite usar pasta de dentes com corantes ou pérolas.

Água e sabão de coco
Você também pode utilizar o sabão de coco para uma limpeza completa em sua semijoia. O processo é o mesmo: utilize uma escova de dentes para a aplicação do produto até remover toda a sujeira, em seguida é só secá-las corretamente.

Sempre seque após as lavagens
Utilize guardanapos de papel para se certificar de que os acessórios não estão úmidos para serem guardados. Esta ação evita com que a semijoia perca o brilho e oxide quando armazenada.

Mantenha as semijoias longe da água
Conforme mencionado acima, as semijoias expostas aos produtos químicos, como o cloro da piscina ou a alta salinidade do mar, ficam fragilizadas e estragam com maior facilidade. Se você quiser nadar, lembre-se de retirá-las antes.

Faxina com acessórios? Jamais!
Os produtos químicos utilizados na faxina residencial são fortes o suficiente para deteriorar suas semijoias. Portanto, evite ao máximo fazer limpeza utilizando os acessórios pelo corpo.

Cosméticos também são nocivos
Um dos maiores erros que pode prejudicar sua semijoia é aplicar perfumes, desodorantes, cremes, entre outros produtos em cima dos acessórios. Isso pode causar danos irreversíveis.
O certo é usar os cosméticos e esperar pelo menos 5 minutos antes de colocar as peças. Assim, você garante a vida útil de seus acessórios.

Evite usá-las na praia
A praia é um lugar perfeito para deteriorar suas semijoias, seja pelo contato com a areia, maresia, água salgada ou o sol. Todos eles afetam diretamente seus acessórios. Portanto, é uma boa ideia deixá-los em casa.

O armazenamento é importante
Talvez um dos fatores cruciais para manter uma boa aparência de suas semijoias é o armazenamento. Opte sempre por locais secos, longe do sol e livres de poeira, assim elas vão durar bastante. Uma ótima dica é utilizar saquinhos de veludo.

Cuidado com as quedas
As semijoias são peças frágeis, que riscam ou quebram facilmente quando derrubadas no chão. Tome bastante cuidado para que elas não caiam por descuidos que poderiam ser evitados.

Realize a limpeza com frequência
Mantendo as peças sempre limpas, você evita com que elas sofram com a deterioração e oxidação. Portanto, elas vão durar por mais tempo.

Academia e semijoia? nem pensar
Não é recomendado realizar exercícios físicos utilizando as semijoias. Isso porque o suor que sai do nosso corpo tem uma grande concentração de ácido úrico, escurecendo as peças rapidamente.

Outro fator crucial que garante a longevidade de suas semijoias é optar por peças de alta qualidade. Elas além de duráveis, também são mais bonitas e brilhantes.

Fonte: Francisca Joias

Bálsamo de limpeza é aposta para complementar a rotina de skincare

Cleansing Balm é o novo queridinho da Dalla, removendo a maquiagem e hidratando a pele sem ressecar

O hábito de cuidar da pele deixou de ser o “assunto do momento” e passou a fazer parte da rotina de muitas pessoas que não se preocupam apenas com a maquiagem de qualidade, mas também com a forma de removê-la corretamente para garantir uma pele saudável e bonita.

Lançado há pouco tempo no mercado, o cleansing balm já conquistou o coração dos beauty lovers. O produto possui uma textura sólida à base de óleos e é indicado principalmente para quem deseja limpar e hidratar a camada mais superficial da pele de maneira profunda. Quando aplicado no rosto, o balm é dissolvido com o calor do corpo e remove sujeiras e resíduos de maquiagem, penetrando profundamente nos poros.

Este é um dos produtos da linha Secret Garden da Dalla – marca brasileira de maquiagem de alta qualidade e performance profissional. Sua composição é livre de origem animal, parabenos, corantes, fragrâncias, testes em animais e possui uma embalagem reutilizável. Também possui extrato de calêndula e chá verde, que promovem efeito detox, calmante e tonificante para a pele.

Como usar o demaquilante Cleansing Balm

Com os dedos limpos e o auxílio de um cotonete ou uma espátula, pegue uma pequena quantidade de produto e friccione sobre as mãos secas até transformar em um óleo fino. Em seguida, massageie o rosto com movimentos circulares, garantindo que todo o produto penetre nos poros para a extração total das impurezas. Depois desse processo, lave o rosto somente com água para a remoção do balm, o óleo se transforma em um líquido branco que irá tirar a sensação de oleosidade.

Não se preocupe em mantê-lo fora da área dos olhos, o produto foi formulado com ingredientes específicos para essa região do rosto e é oftalmologicamente testado.

Tenho a pele oleosa, mesmo assim posso usar o Cleansing Balm?

Sim. É comum pensar que pessoas que possuem pele oleosas não podem utilizar esse produto, mas na verdade, é indicado para qualquer tipo de pele. Apenas o óleo pode dissolver outro óleo, por isso, lavar o rosto apenas com água ou demaquilantes à base de água não resolve o problema do excesso de oleosidade. Apesar de ser um óleo, o cleansing balm é ideal para reduzir o excesso de gordura e é perfeito para hidratar as peles secas.

Dalla Cleansing Balm – Preço sugerido ao consumidor: R$ 65,90

Informações: Dalla

Parece, mas não é: conheça a diferença entre produtos usados na rotina de cuidados

Sabonete ou shampoo em barra? Make com FPS ou protetor solar com cor? Fio dental ou escova interdental? Descubra quais as diferenças entre esses e outros produtos de autocuidado, que, apesar de parecidos, não são intercambiáveis.

A rotina diária de beleza, seja com o rosto, o corpo, os cabelos ou até os dentes, é um momento de autocuidado muito importante para a manutenção da saúde dessas estruturas. No entanto, às vezes, realizar esses cuidados pode ser complicado, especialmente para principiantes, que podem facilmente se confundir com a grande quantidade de produtos disponíveis hoje no mercado, principalmente pelo fato de muitos desses produtos serem parecidos à primeira vista, apesar de possuírem diferenças importantes.

E utilizar os produtos errados pode ser realmente catastrófico, com consequências que vão desde a perda da eficácia até a agressão das estruturas. Então, para ajudar você a realizar sua rotina de beleza sem complicações, reunimos um time de especialistas para apontar as principais diferenças entre produtos de autocuidado que, apesar de parecidos, possuem indicações diferentes. Confira:

Getty Images

Sabonete convencional X sabonete facial: muitas pessoas acreditam que o sabonete facial é apenas uma jogada de marketing, mas não é bem assim. O sabonete convencional e o sabonete facial possuem diferenças importantes, sendo recomendado que você tenha os dois. “O pH do sabonete convencional é incompatível com a pele do rosto. Logo, se utilizado nessa região, pode causar desidratação e, em seguida, o efeito rebote. E o mesmo vale no caso contrário, já que, por ser mais suave, o sabonete facial pode não ser eficaz na remoção de sujidades e oleosidade do corpo”, afirma a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. E mesmo entre os sabonetes faciais, é importante prestar atenção para escolher um produto adequado a sua pele.

Peles oleosas, por exemplo, podem apostar em produtos que controlem a produção de sebo, como o Sabonete Poros com Ácido Glicólico, da Be Belle, enquanto peles mais secas devem investir em produtos mais hidratantes, como o Sabonete Poros Hidratante, também da Be Belle.

Pinterest

Esfoliante facial X esfoliante corporal: novamente, a existência de um esfoliante para cada parte do corpo não é apenas uma jogada de marketing. “A pele do corpo é diferente da pele do rosto e, por isso, deve ser tratada com produtos específicos. Um esfoliante próprio para ser usado no corpo geralmente contêm partículas maiores para conseguir tratar a pele da região, que é mais grossa, com eficácia. Consequentemente, esses esfoliantes corporais são mais abrasivos, podendo causar lesões quando usados no rosto, que tem uma pele mais sensível”, afirma o dermatologista Abdo Salomão Jr, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

O ideal então é que o esfoliante facial contenha partículas menores, como é o caso do Esfoliante Tribeca, da BURB, que conta com sementes de Apricot (damasco) em sua composição.

Água micelar X tônico adstringente: tanto o tônico facial quanto a água termal funcionam, de acordo com Paola, como um complemento à higienização da pele, removendo impurezas que não saíram apenas com o sabonete, além de normalizarem o pH da pele, o que também contribui para melhor absorção dos ativos cosméticos que serão aplicados. A diferença desses produtos está na indicação. “A água micelar possui micelas que atraem as partículas de sujeira, poluição e oleosidade sem a necessidade de atrito, sendo assim ideal para ser usada por peles mais secas e sensíveis. Já o tônico adstringente possui uma ação de controle da oleosidade, sendo assim recomendado para peles oleosas e mistas”, aconselha a dermatologista, que afirma também que a água micelar ainda pode ser usada como demaquilante.

Cremes X séruns: ambos os produtos têm como principal função hidratar a pele, podendo também trazer na composição uma série de ingredientes escolhidos conforme as características de cada pele. “Esses produtos utilizados podem ser formulados com uma série de ativos para atender às necessidades de cada pele, como substâncias calmantes, anti-inflamatórias, clareadoras, rejuvenescedores e, principalmente, antioxidantes”, explica Roberta Padovan, médica pós-graduada em Dermatologia e Medicina Estética. A grande diferença desses dois produtos está no veículo, isto é, a textura do cosmético, e, consequentemente, em sua indicação. “Os séruns, assim como os géis, são veículos mais leves indicados principalmente para o tratamento de peles oleosas e mistas, enquanto os cremes, e também as loções, são veículos mais espessos, ideais para peles secas”, completa a médica.

Quem tem pele oleosa e está à procura de um cosmético rejuvenescedor, por exemplo, pode apostar no sérum Be Hialuronic, da Be Belle, enquanto o Be Young, também da Be Belle, é um creme antirrugas ideal para peles mais secas.

Shutterstock

Maquiagem com FPS X fotoprotetor com cor: apesar de parecerem a mesma coisa, as maquiagens com FPS não têm a mesma eficácia na fotoproteção que os protetores solares com cor. “Geralmente, o FPS das maquiagens é muito baixo, sendo insuficiente para proteger a pele. Então, para quem usa maquiagem, o ideal é optar mesmo pelo protetor solar com cor de alta cobertura, que, além de ser eficaz na proteção, também atua como base”, alerta Daniel Cassiano, dermatologista da Clínica GRU Saúde e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. E a boa notícia é que filtro solar com cor protege mais a pele do que a versão tradicional. “Isso porque a tonalidade do filtro solar é proporcionada pela presença de óxido de ferro na composição, substância capaz de absorver a radiação visível do sol. Hoje, sabemos que a luz visível tem uma participação importante no processo de pigmentação da pele, favorecendo o desencadeamento de dermatoses pigmentárias, como melasma e hipercromia pós-inflamatória”, diz o médico.

486339964

Sabonete X shampoo em barra: mais uma vez, o shampoo em barra não é apenas uma estratégia para você comprar um sabonete por um valor mais caro. São produtos bem diferentes. “Usar um shampoo sólido ou em barra não tem nada a ver com lavar o cabelo com sabonete. Os sabões ou sabonetes passam por um processo de saponificação, têm mais aditivos químicos e pH mais alcalino, sendo assim agressivos aos fios. Já os shampoos em barra foram especificamente desenvolvidos para serem usados no couro cabeludo. A base de óleos vegetais pode até ser a mesma do sabonete, mas os componentes estão em quantidade mais adequada para o tratamento dessa região, além da fórmula ser mais nutritiva e o pH ser mais equilibrado”, acrescenta a dermatologista Patrícia Mafra, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Fio dental X escova interdental: apesar de ambos atuarem na limpeza da região entre os dentes, o fio dental e as escovas interdentais, como a CPS Prime da Curaprox, possuem ações diferentes que se complementam. “Enquanto o fio dental auxilia na remoção de detritos alimentares e pontos de contato muito apertados, a escova interdental realiza a desorganização da placa bacteriana nas irregularidades e depressões interdentais que o fio dental não consegue higienizar”, finaliza Hugo Lewgoy, cirurgião-dentista e doutor pela USP.

Hidratação: Avon destaca como preparar a pele para uma make perfeita

Produtos vitaminados que deixam a sua pele visivelmente mais saudável e pronta pra tudo

Uma maquiagem bonita começa com uma pele limpa e bem hidratada, criando a tela perfeita para receber as makes. A preparação vale a pena, pois garante uma maquiagem bem acabada, muito mais bonita e duradoura. Uma boa opção para usar antes da base é o Renew Pro Vita-D, de Avon, que tem como principal ativo a tecnologia Pro Vita-D, capaz de estimular a produção de vitamina D* sem a necessidade de exposição ao sol. Com fórmula gel creme, de leve e rápida absorção, o produto não deixa a pele oleosa, o que é perfeito para a preparação para a maquiagem, além de garantir hidratação por até 72 horas.

“Quando falta vitamina D, é comum que a região do rosto fique com aparência mais opaca e com linhas finas mais perceptíveis, que se acentuam ainda mais depois da aplicação da maquiagem sem uma preparação de pele ideal”, explica a diretora de marketing da categoria de Face e Corpo da Avon Brasil, Luciana Dávila. “A vitamina D, nesse contexto, é essencial para a saúde de todos os tipos de pele e em todas as idades**, pois ajuda a fortalecer sua barreira de hidratação, resultando em mais elasticidade e maciez”, completa.

O Renew Pro Vita-D faz parte de um passo a passo multivitamínico que deixa a pele do rosto revigorada, macia, hidratada e que harmoniza muito bem com a maquiagem. Caso queira optar por um ritual de skincare ainda mais completo na preparação da pele, confira abaixo o passo a passo Renew Vitaminas:

Para limpeza, a Água Micelar Revitalizante com Vitamina B3 e ácido hialurônico purifica, nutre e ajuda a preencher as linhas finas.

A próxima etapa é o Vitamina C Renew Super Concentrado Antioxidante, que garante uma pele radiante com a vitamina C, pura e estabilizada, de 30 laranjas em 1 frasco. O Renew Pro Vita-D vem como a terceira etapa, ajudando a ativar a produção de vitamina D* diária da pele e aumentando a barreira de hidratação da pele.

O preço sugerido para o Renew Pro Vita-D é de R$ 69,90; para o Vitamina C Renew Super Concentrado Antioxidante, R$ 109,90, e para a Água Micelar Revitalizante com Vitamina B e ácido hialurônico, R$ 42,90.

*Ajuda a ativar a vitamina D – uma dose diária é o equivale a 10 min de exposição ao sol, com base em testes em células da pele em um ambiente de laboratório controlado

**Os produtos Renew são testados em peles adultas e passam pelos mais rigorosos testes de qualidade. Aos menores de 18 anos indicamos que procure o seu dermatologista para melhores orientações.

Onde encontrar: os produtos podem ser adquiridos com uma revendedora Avon ou pelo e-commerce.

Informações: SAC: 0800 708 2866, de segunda a sábado das 8h às 20h.

Sabonete com ácido glicólico limpa profundamente e desobstrue poros

Com alta concentração de Ácido Glicólico (10%), sabonete da Be Belle promove poderosa esfoliação e renovação celular da pele para controlar oleosidade, melhorar a textura, reduzir manchas e rugas, desobstruir poros e prevenir cravos e espinhas, além de potencializar a penetração de ativos.

A higienização da pele é uma das etapas mais importantes durante a rotina skincare. Mas, engana-se quem acredita que todo sabonete é igual. Quem deseja máxima eficácia nos cuidados diários com a pele deve optar por sabonetes formulados com ativos específicos para as necessidades do tecido cutâneo. E até mesmo os ácidos podem estar presentes no produto para conferirem efeito potencializado. A Be Belle, por exemplo, desenvolveu o Sabonete Poros com Ácido Glicólico a 10% para limpeza profunda de peles espessas, desvitalizadas, maduras, oleosas e acneicas.

Getty Images

“O Sabonete Poros com Ácido Glicólico a 10%® é um sabonete líquido que promove potente esfoliação e estimula a renovação celular para remover o excesso de oleosidade, células mortas e impurezas da superfície da pele, além de desobstruir e reduzir o tamanho dos poros, assim uniformizando a textura, revitalizando e iluminando o tecido cutâneo”, explica Ludmila Bonelli, cosmiatra, especialista em dermatocosmética e diretora científica da Be Belle

Podendo ser utilizado tanto na face quanto no corpo para otimizar o tratamento de acne, oleosidade, poros abertos e obstruídos, foliculite, manchas, estrias, flacidez e linhas de expressão, a grande inovação do produto é justamente a presença de Ácido Glicólico em alta concentração na formulação.

“O ácido glicólico na concentração de 10% é um poderoso regenerador, renovador e esfoliante da pele, sendo capaz de penetrar profundamente no tecido cutâneo para diminuir a espessura da camada córnea, que é a camada mais superficial da pele, assim controlando a oleosidade, melhorando a textura, diminuindo a aparência de manchas e linhas de expressão e higienizando o interior dos poros para prevenir sua obstrução e, consequentemente, a formação de cravos e espinhas”, afirma a cosmiatra.

Por reduzir a espessura do tecido cutâneo através da renovação do estrato córneo, o ácido glicólico também é capaz de aumentar a penetração dos cosméticos e ativos que serão aplicados em seguida, o que potencializa a eficácia do tratamento.

E a grande vantagem do Sabonete Poros com Ácido Glicólico a 10% está no fato de não agredir a pele ou causar efeitos colaterais comuns do uso de ácidos, podendo então ser utilizado por todos os tipos e fotopipos de pele, inclusive peles mais secas. “Dermatologicamente testado, o Sabonete Poros com Ácido Glicólico a 10%® deve ser aplicado uma vez por dia sobre a pele seca com movimentos circulares até que seja completamente absorvido. Em seguida, aguarde cerca de um minuto para que o produto faça efeito e então enxague para remover o excesso. Logo depois, a pele está pronta para receber o hidratante e o fotoprotetor”, finaliza Ludmila.

Informações: Be Belle / SAC: contato@bebellecosmeticos.com