Arquivo da tag: limpeza

A importância de manter secador e chapinha higienizados

Confira as dicas da Lion para a limpeza de equipamentos e prevenção da doença

O coronavírus pode estar em qualquer lugar. Para garantir que procedimentos tão rotineiros não se tornem situações de risco, é preciso redobrar os cuidados com a higiene. Por isso, também é importante manter os secadores e pranchas sempre limpos. Confira o passo a passo que explica como limpar corretamente e garantir uma maior durabilidade dos aparelhos.

Secador:

1º passo: com o aparelho desligado e frio, retire a tampa traseira.

Foto: @paulopereiraox

2° passo: use uma escova de dentes para retirar os resíduos da tela traseira e grade frontal.

3° passo: aproveite para limpar a parte de fora do secador. Para higienização das partes externas como bico e corpo do aparelho, utilize um pano limpo, levemente úmido com álcool 70%. Dessa forma, além de retirar as bactérias e vírus, todas as demais substâncias e produtos de cabelo também irão embora.

Chapinhas

Lion-prancha

Assim como o secador, pode-se utilizar o álcool 70% na parte externa. O ritual é simples: basta passar um pano limpo e levemente úmido com a solução em álcool, sempre com o aparelho desligado, frio e fora da tomada.

Fonte: Lion

Coronavírus pode viver em produtos de beleza? É mais seguro higienizá-los ou jogá-los fora?

Afinal, o que devemos fazer caso alguém dentro da mesma casa está infectado com o Novo Coronavírus e usou certo produto de beleza?

Em resposta à pandemia de Covid-19, o CDC (Centers for Disease Control and Prevention) – órgão americano para controle e prevenção de doenças – divulgou diretrizes para higienizar quase todas as superfícies, baseado em um estudo recente que dá respaldo à tese de que o novo coronavírus consegue viver até três dias em alguns materiais.

maquiagem annca pixabay
Pixabay

Mas e nossos produtos de maquiagem e cuidados diários? Será que nossa rotina é tão suscetível à infecção quanto nosso corpo? “Ainda não sabemos muito sobre como o SARS-CoV-2 (o vírus que causa a Covid-19) persiste em produtos de beleza”, diz a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

“Os vírus precisam de uma célula hospedeira para se replicar, para que geralmente não durem fora do hospedeiro por semanas, ao contrário das bactérias”, continuou ela. A resposta da indústria da beleza a essa pandemia variou bastante. Enquanto a Sephora cancelava os serviços nas lojas e incentivava os clientes a fazer compras on-line, oferecendo frete grátis, algumas marcas proibiram clientes e funcionários de usar testadores de produtos.

Mas a Covid-19 não é o primeiro surto viral a levantar problemas de saúde na indústria da beleza. Em 2013, uma mulher do Harlem processou a MAC Cosmetics depois de ter alegadamente contraído herpes oral após testar um batom no estande da marca durante um concerto. Mas o que isso significa para os produtos que já temos em casa e usamos diariamente?

Embora não esteja claro exatamente por quanto tempo o coronavírus permanece ativo fora do corpo, estudos relataram atividade entre duas horas e três dias, dependendo da superfície. “A principal orientação é: se você contrair o coronavírus, evite usar qualquer produto e, definitivamente, não compartilhe o seu com outras pessoas”, diz a médica.

Quando há algum paciente infectado com o novo coronavírus dentro de casa, é recomendável a criação de duas áreas distintas em sua casa: uma zona de contaminação e uma zona limpa.

“Quando você voltar para casa, deixe todos os itens contaminados (roupas, sapatos, bolsas, etc.) na ‘zona contaminada’. Depois de lavar as mãos, esterilize todos os itens que você trouxer para a “zona limpa”. No entanto, atualmente a recomendação é de que todas as pessoas fiquem em casa o máximo possível para reduzir o risco de propagação da comunidade”.

Quanto à desinfecção dos produtos que você já tem em casa, as recomendações de limpeza se aplicam à embalagem externa. “Você pode limpar um frasco de loção ou tubo de batom com álcool 70 ou isopropílico ou ainda detergente. Mas uma vez que o produto estiver potencialmente contaminado ele só se tornará seguro novamente se não for tocado por vários dias. Portanto, não há necessidade de jogá-lo fora, embora dependendo do produto isso seja o mais prudente, para evitar que o esquecimento faça você usá-lo novamente. Detergentes e produtos com alto teor alcoólico, como produtos de limpeza e tônicos, tornam o vírus inativo. Mas como os cremes geralmente são formulados com menos álcool, eles poderiam, em teoria, ser mais suscetíveis à contaminação”, diz a médica.

Outra dica importante é não negligenciar a higienização de suas ferramentas de beleza. “É necessário lavar pincéis e esponjas de maquiagem regularmente. Não mergulhe os aplicadores na maquiagem depois que ela tocar sua pele”, sugere a médica.

Além disso, limpar a bolsa de maquiagem e quaisquer produtos usados fora de casa, como brilho labial e rímel, é uma boa ideia. Também é necessário tomar cuidado com os home devices, aparelhos estéticos de uso domiciliar. “Eles precisam ser completamente higienizados, principalmente se mais de uma pessoa dentro da mesma casa usá-los”, explica a dermatologista.

cosmeticos

Portanto, lave as mãos por 20 segundos, pare de tocar em seu rosto, desinfete todas as superfícies de maneira diligente e frequente. E quando tudo estiver terminado, você ainda poderá usar seus produtos de cuidados com a pele e maquiagem de edição limitada.

Fonte: Paola Pomerantzeff é dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina Santo Amaro, a médica é especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Quanto tempo o coronavírus vive nas superfícies?

O coronavírus que causa a Covid-19 se espalha principalmente de pessoa para pessoa. Quando alguém infectado tosse ou espirra, envia para o ar gotículas contendo o vírus. Uma pessoa saudável pode então respirar essas gotículas. Você também pode pegar o vírus se tocar em uma superfície ou objeto com o vírus e, em seguida, tocar sua boca, nariz ou olhos.

O coronavírus pode viver de horas a dias em superfícies como bancadas e maçanetas. Quanto tempo durará depende do material de que a superfície é feita.

Aqui está um guia sobre por quanto tempo os coronavírus – a família de vírus que inclui o que causa a Covid-19 – podem viver em algumas das superfícies em que você provavelmente toca diariamente. Lembre-se de que os pesquisadores ainda têm muito a aprender sobre o novo coronavírus. Por exemplo, eles não sabem se a exposição ao calor, ao frio ou à luz do sol afeta o tempo que ela vive nas superfícies.

Metal

maçaneta porta pixabay
Pixabay

Exemplos: maçanetas, jóias, talheres – 5 dias

Madeira
Exemplos: móveis, decks – 4 dias

Plásticos
Exemplos: embalagens como recipientes de leite e de detergente, assentos de metrô e ônibus, mochilas, botões de elevador – 2 a 3 dias

Aço inoxidável

Panela-redonda-vermelho
Exemplos: geladeiras, tachos e panelas, pias, algumas garrafas de água – 2 a 3 dias

Papelão
Exemplos: caixas de remessa – 24 horas

Cobre
Exemplos: moedas de um centavo, chaleiras, utensílios de cozinha – 4 horas

Alumínio

lata de cerveja pixabay
Pixabay

Exemplos: latas de refrigerante e cerveja, papel alumínio, garrafas de água – 2 a 8 horas

Vidro
Exemplos: copos, copos medidores, espelhos, janelas – até 5 dias

Cerâmica
Exemplos: pratos, potes, canecas – 5 dias

Papel

papel higienico
A duração do tempo varia. Algumas cepas de coronavírus vivem por apenas alguns minutos no papel, enquanto outras vivem por até 5 dias.

Comida

O coronavírus parece não se espalhar por meio da exposição a alimentos. Ainda assim, é uma boa ideia lavar frutas e legumes em água corrente antes de comê-los. Esfregue-os com um pincel ou com as mãos para remover quaisquer germes que possam estar em sua superfície. Lave as mãos depois de visitar o supermercado. Se você tem um sistema imunológico enfraquecido, convém comprar produtos congelados ou enlatados.

Água

O coronavírus não foi encontrado na água potável. Se entrar no suprimento de água, a estação de tratamento de água local filtra e desinfeta a água, o que deve matar todos os germes.

Os coronavírus podem viver em uma variedade de outras superfícies, como tecidos e bancadas.

O que você pode fazer

limpeza moveis papasemar

Para reduzir a chance de pegar ou espalhar o coronavírus, limpe e desinfete todas as superfícies e objetos em sua casa e escritório todos os dias. Isso inclui:

-Bancadas
-Mesas
-Maçanetas
-Louças sanitárias
-Telefones
-Teclados
-Controles remotos
-Toaletes

Use um spray para limpeza doméstica ou pano. Se as superfícies estiverem sujas, limpe-as primeiro com água e sabão e depois desinfecte-as.

Mantenha as superfícies limpas, mesmo que todos na sua casa estejam saudáveis. As pessoas infectadas podem não apresentar sintomas, mas ainda podem derramar o vírus em superfícies.

Depois de visitar a farmácia ou o supermercado, ou trazer comida ou pacotes para viagem, lave as mãos por pelo menos 20 segundos com sabão e água morna. Faça o mesmo depois de pegar um jornal que foi entregue.

Fonte: WebMD

Coronavírus x óculos: especialista explica o que fazer para não facilitar contaminação

Com mais de 35 milhões de brasileiros apresentando algum problema na visão, segundo o IBGE, o uso de óculos é realidade para quase 19% da população. E quem usa o acessório, principalmente o de grau, sabe que é quase impossível não tocar na peça para limpar as lentes ou ajustar a armação no rosto diversas vezes ao longo do dia. Estudos mostram que nós tocamos no rosto mais de 350 vezes ao dia.

Mas, em tempos de coronavírus (Covid-19), é preciso redobrar a atenção ao utilizar óculos. “É importante estar alerta sempre, não só agora ou até a pandemia passar. Como qualquer outro objeto, o item pode ser um meio de contaminação e devemos ter a preocupação de tomar alguns cuidados”, afirma Leonardo Queiroz, gerente de Produto das Óticas Diniz – a maior rede de óticas do Brasil .

Abaixo, o especialista explica o que fazer para que os óculos usados no dia a dia não facilitem a contaminação pelo coronavírus:

lavar as mãos

• Lave bem as mãos com água e sabão por 30 segundos ou use álcool 70% em gel antes e depois de tocar nos óculos. Como o potencial de contaminação do vírus é alto, encostar em qualquer parte do rosto sem higienizá-las é perigoso.

lavar oculos wikihow

• Os óculos também devem ser limpos frequentemente com água e detergente neutro para repelir germes, bactérias e vírus. Atenção para não esfregar o acessório com força ou por muito tempo porque pode danificar as lentes ou mesmo a armação.

• Nunca utilize álcool para higienizar os óculos, já que as lentes são muito sensíveis e a composição química do produto pode degradá-las ou mesmo remover as camadas de tratamento. O mesmo vale para as armações, que também podem ser danificadas com o uso de álcool.

oculos limpeza

• Já existem no mercado lenços umedecidos com álcool isopropílico, que são específicos para a limpeza de óculos (lentes e armações), bem como de outros dispositivos, como os smartphones. É uma boa opção para higienizar o acessório rapidamente, mas lembre-se que estes lenços não são esterilizantes.

• Lave as mãos novamente com água e sabão ou álcool 70% em gel após limpar os óculos corretamente.

kit-case-oculos-carbono-oakley-original

• Higienize com álcool 70% em gel as cases dos óculos antes e depois de tocá-las.

• Coloque todas essas dicas em prática no dia a dia para maior cuidado com a saúde, principalmente a da sua visão.

Fonte: Óticas Diniz

Guia da alimentação segura e adequada na quarentena

Segundo as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) os cuidados com a alimentação precisam ser redobrados durante a quarentena. Para a médica nutróloga Ana Luisa Vilela, de São Paulo, além da higienização correta dos alimentos, alguns ajudam a fortalecer o sistema imunológico.

“Cuidar da alimentação nesse momento é essencial para garantir a saúde, em especial os idosos, que já possuem o sistema imunológico mais debilitado pela idade e precisam reforçar as barreiras de proteção do organismo”, explica a médica.

limpando virus health essentials

• Higienização: “É preciso ter cautela com o que levamos para casa, por isso desinfetar as embalagens quando chegar do mercado com álcool 70% ou água e sabão ou descartá-las em lixos lacrados”.

lavando os legumes

• Descontaminação de vegetais: “Lave-os vegetais com uma escovinha em água morna para retirar a sujeira visível a olho nu e mergulhe-os com a casca de molho em uma bacia com 1 litro de água e 1 colher de bicarbonato de sódio ou de água sanitária, durante 15 minutos e lavar abundante”.

drinque

• Reduzir o consumo de bebida alcoólica que pode debilitar o organismo e atrapalhar a imunidade;

açucar

• Controlar o sal e o açúcar de adição;

despensa
Foto: Onehundreddollarsamonth

• Não estocar alimentos. “Além de não ter necessidade, quando há muita comida estocada é sinal de não ter comida fresca”.

casca batata pxfuel
Pxfuel

• Aproveitar mais de todos os alimentos para não ter desperdício. “Cascas de legumes como beterraba, mandioquinha, batata podem ser assadas no forno e virarem saborosos chips”.

chá quente pixabay
Pixabay

• Aproveite os chás. “O consumo de bebidas quentes ajuda na expectoração dos fluídos, diminuindo assim a contaminação das vias aéreas além de ajudar no combate a gripes e resfriados em geral”.

GOIABA VERMELHA

• Reforçar a vitamina C, em frutas como acerola, laranja, goiaba, caju, limão. “Esses alimentos são capazes de turbinar o sistema imunológico”, finaliza Ana Luisa.

Fonte: Ana Luisa Vilela é graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de Itajubá – MG, especialista pelo Instituto Garrido de Obesidade e Gastroenterologia (Beneficência Portuguesa de São Paulo) e pós graduada em Nutrição Médica pelo Instituto Ganep de Nutrição Humana também na Beneficência Portuguesa de São Paulo e estágio concluído pelo Hospital das Clinicas de São Paulo – HCFMUSP. Hoje, dedica-se a frente da rede da Clínica Slim Form a melhorar a autoestima de seus pacientes com sobrepeso com tratamentos personalizados que aliam beleza e saúde.

Cinco dicas básicas para desinfetar as roupas em casa

Mr Jeff, rede de lavanderias delivery, preparou uma série de recomendações para lavar as roupas e evitar a propagação do novo coronavírus

A pandemia do novo coronavírus é assunto em todo o Brasil. Já são mais de 2.000 casos confirmados em todo o país e, com isso, existe mobilização como o fechamento de comércios, os pedidos do governo para as pessoas não saírem de casa e apenas os serviços básicos de supermercados, hospitais, pet shop e farmácias que estão liberados para funcionar. Sendo assim, como o serviço de lavanderia se enquadra neste cenário?

Este último é de grande importância, pois os germes que voltam para casa são deixados nas roupas e, por isso, é essencial uma limpeza completa para evitar a propagação do Covid-19.

Segundo Jaume Alijotas Reig, especialista do Instituto de Medicina e Imunologia de Barcelona, “o vírus pode durar entre 2 e 3 dias nas roupas, são pouco tolerantes às altas temperaturas e são facilmente removíveis com água sanitária”. Então para combater esta doença que se espalha pelo Brasil, a Mr Jeff oferece cinco dicas importantes para desinfetar as roupas em casa.

maquina de lavar roupa pixabay
Pixabay

1 – Use muita água em cada lavagem e evite cargas muito grande de roupas na máquina. É importante que as peças tenham espaço para mexer de forma adequada durante o processo.

sabao em pó wisegeek

2 – Use mais sabão do que o habitual, pois ele retém melhor a sujeira e tem capacidade de remover qualquer resíduo.

maquina de lavar alvejante generuc surplus

Generic Surplus

3 – Caso a roupa esteja contaminada de produtos químicos ou materiais tóxicos, use um desinfetante especial para lavagem, como o alvejante.

maquina de lavar consumer reports
Consumer Reports

4 – Em caso de pessoas doentes em casa, além do uso do alvejante, é importante que as roupas sejam lavadas com água quente, acima dos 60ºC, para que o vírus não sobreviva nas peças.

Woman Ironing Clothes Using Iron On Ironing Board

5 – Na secagem, o processo em alta temperatura também ajuda a completar o processo de limpeza das roupas. Assim como o secador, no ato de passar a roupa, o ferro quente também é bastante útil para as roupas de algodão e roupas de cama.

Logo após a execução, lembre-se de sempre lavar as mãos com água e sabão, usar álcool em gel e evitar levar a mão ao rosto, de preferência nos olhos, nariz ou boca. É extremamente importante que cuidemos das roupas contra o vírus, mas também mantermos o nosso nível de higiene e, claro, ficarmos em casa o máximo possível.

Sobre Jeff:

Jeff é uma startup criada em 2015 por Eloi Gómez, Adrián Lorenzo e Rubén Muñoz, três empresários espanhóis. Começou como uma plataforma de lavanderia e limpeza delicada com atendimento delivery, com retirada e entrega das peças em domicílio, porém, a marca está em processo de expansão para os serviços do seu aplicativo “Jeff – O Super App de serviços”. O aplicativo está disponível para dispositivos Android e iOS e oferece uma rede de franquias que alteram completamente os modelos de negócios tradicionais.

Como limpar o celular para se proteger do coronavírus?

Os cuidados básicos que todos devem tomar para evitar a contaminação do novo coronavírus vão além do uso do álcool em gel nas mãos e o isolamento. Também deve-se levar em consideração a higienização correta de todos os objetos tocados no dia a dia, entre eles, o próprio smartphone, que tem potencial para ser um hospedeiro momentâneo do vírus.

O tempo de uso desses aparelhos pode aumentar devido ao número de profissionais trabalhando em casa, que estão em quarentena ou que utilizam o aparelho para se manter informado o tempo todo.

Segundo última pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), o Brasil tem hoje dois dispositivos digitais por habitante, incluindo smartphones, computadores, notebooks e tablets. Entre os aparelhos, o uso de smartphone se destaca: são 230 milhões de celulares ativos no país.

Para ajudar a conter o grande índice de contaminação, a Yesfurbe , plataforma de compra e venda de smartphones refabricados, separou algumas dicas sobre como fazer a limpeza correta do seu aparelho e combater o coronavírus:

1. Realize a limpeza com o aparelho desligado

clean-smartphone dignited

A umidade dos produtos usados para a limpeza pode se infiltrar no celular e percorrer circuitos eletrônicos causando grandes danos.

2. Use álcool isopropílico 70%

limpeza celular alcool pinterest
Pinterest

O álcool isopropílico com concentração de 70% tem maior efeito bactericida. Não é recomendável submergir ou jogar diretamente o produto no aparelho. O ideal é aplicar com um pano apropriado.

3. Use somente panos que não soltem fios

limpando celular technology and us
Foto: Technology and Us

Microfibra é o material mais recomendado para evitar acúmulo de fiapos nos plugs do celular.

4. Higienize as capinhas

Coronavirus - Disinfection Smartphone

Se elas forem de plástico, silicone ou material semelhante, basta lavar com água e sabão e deixar secar. Outros materiais que nãos sejam os citados acima, como couro, por exemplo, devem ser limpos com produtos específicos.

Essas passos devem ser feitos diariamente e, apesar de o indicado ser não entregar o celular na mão de outra pessoa, caso isso ocorra, repita o procedimento imediatamente.

Fonte: Yesfurbe

Shoppings da Multiplan em São Paulo arrecadam doações para Baixada Santista

Para ajudar as vítimas das tragédias causadas pela chuva na Baixada Santista, o MorumbiShopping, Shopping Anália Franco, Shopping Vila Olímpia e ParkShoppingSãoCaetano estão arrecadando doações que serão entregues para o Fundo Social de Solidariedade das cidades de São Vicente, Guarujá e Cubatão.

Os clientes que desejarem ajudar podem contribuir doando alimentos não perecíveis, itens de higiene pessoal e produtos de limpeza. A arrecadação segue até dia 15, domingo, nos quatro pontos:

MorumbiShopping
Local de arrecadação: SAC, piso G2
Endereço: Av. Roque Petroni Jr., 1089 – São Paulo/SP

Shopping Anália Franco
Local de arrecadação: SAC, piso Jasmim
Endereço: Avenida Regente Feijó, 1739 – Tatuapé, São Paulo/SP

analiafranco

Shopping Vila Olímpia
Local de arrecadação: SAC – Mezanino do Piso Térreo
Endereço: R. Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia, São Paulo/SP

ParkShoppingSãoCaetano
Local de arrecadação: Piso São Caetano L1 – entrada A
Endereço: ParkShoppingSãoCaetano – Alameda Terracota, 545, Espaço Cerâmica, São Caetano do Sul/SP

Lavar o rosto no chuveiro faz mal? Confira a melhor forma de limpar a pele

Paola Pomerantzeff desmistifica algumas questões relacionadas ao assunto e dá dicas de como higienizar a pele corretamente.

Sabemos que para uma pele impecável no rosto a higienização é uma das partes mais importantes, não é? E é muito provável que você já tenha ouvido que o rosto deve ser lavado na pia, nunca no chuveiro. Certo? Mas isso é realmente prejudicial? Segundo a Dra. Paola, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), não existe lugar certo ou errado para lavar o rosto.

“Lavar o rosto no chuveiro remove a sujeira, o sebo, a maquiagem, os detritos e a poluição, assim como seria caso fosse lavado em uma pia, por exemplo. Se a lavagem está sendo feita da forma adequada, não existe diferença”, afirma a médica.

banho cabelo agua chuveiro pixabay

Outras duas questões que circundam o tema são a regra dos 60 segundos e a temperatura ideal da água. “A regra dos 60 segundos não possui fundamento: não é necessário ficar por um minuto esfregando o rosto para que a pele fique limpa e hidratada. Se você estiver sendo cuidadosa e utilizando os produtos corretamente, não precisa ficar contando o tempo de lavagem do rosto, contanto que não haja fricção exagerada”, afirma.

E quanto à temperatura da água? Segundo ela, a água quente não necessariamente é responsável por abrir os poros, ao passo que a água fria não consegue fechar poros. Pior: uma temperatura muito quente pode desidratar a pele. “Para limpar as impurezas do rosto, o melhor é a água fria a morna. A água fria pode beneficiar quem sofre de vermelhidão ou inflamação na pele, já que ajuda a acalmar e reduzir a irritação ao contrair os vasos sanguíneos”, destaca.

Sobre a quantidade de vezes que devemos lavar o rosto por dia, Paola afirma que o ideal é duas vezes – de manhã e à noite. “Em nenhuma hipótese devemos dormir sem lavar o rosto, principalmente se fizermos uso de maquiagem. Isso por que a camada que se forma na sua pele ao longo do dia pode obstruir os poros, causando aumento da oleosidade e inflamações que se transformam em espinhas. Depois de dormir alguns dias de maquiagem pode acontecer o efeito contrário: a pele se tornar mais ressecada”, explica.

A lavagem pela manhã, segundo a médica, é tão importante quanto a noturna, principalmente para quem aplica cremes antes de dormir ou algum produto antienvelhecimento como é o exemplo do retinol.

“Lavar pela manhã remove os produtos noturnos, deixando a pele renovada para os produtos da manhã e para a aplicação da maquiagem, mas cuidado com os excessos. Se você costuma usar agentes muito secativos à noite, como retinoides, e faz a maioria dos tratamentos – máscaras, esfoliantes químicos, etc. – no período noturno, é necessário limpar o rosto pela manhã com um produto menos abrasivo”, complementa.

chuveiro banho mulher rosto

Por fim, a médica ressalta que só a lavagem não é suficiente para manter a pele firme, bonita e saudável. “Cada pele possui suas próprias demandas. Por isso, é ideal que as escolhas dos produtos utilizados na rotina de skincare sejam tomadas em conjunto com um dermatologista”, finaliza.

Fonte: Paola Pomerantzeff é dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina Santo Amaro, a médica é especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, e participa periodicamente de Congressos, Jornadas e Simpósios nacionais e internacionais.

The Body Shop oferece rotina completa de skincare para recuperar a pele após folia

Carnaval é sempre marcado por muito brilho, cor, maquiagens elaboradas, abuso de álcool, pouco consumo de água, muita exposição ao sol, poucas horas de sono e bastante agitação. Com tudo isso, a última preocupação é o cuidado com a pele. Como todo carnaval tem seu fim, a The Body Shop, preparou uma seleção de produtos que ajudam a hidratar e recuperar a pele após os dias de folia.

A linha de Vitamina E é destinada à hidratação e proteção antioxidante. A rotina de skincare da linha contém os seguintes produtos:

serum vitam e

Serum Em Óleo Noturno Vitamina E: inovação técnica da The Body Shop combinando o poder de um serum com a indulgência de um óleo para restaurar e recarregar a pele com hidratação após apenas uma noite de uso. A combinação elaborada de serum é um óleo leve e delicado de rápida absorção, com aplicação não gordurosa, que deixa a pele intensamente hidratada por mais de 24 horas. O Serum em Óleo Noturno Vitamina E contém uma mistura concentrada de óleos de gérmen de trigo, girassol e jojoba, além dos óleos de marula, gergelim e soja obtidos através do programa de Comércio Justo com Comunidades. Preço sugerido: R$ 120,00 (28ml).

mascara vitam e

Máscara facial em lenço de Vitamina E: Máscara facial no formato de lenço, enriquecida com aloe vera orgânico do Comércio com Comunidades do México e ácido hialurônico que hidrata a pele por até 24h, deixando-a suave e macia. Preço sugerido: R$ 24,99 (18ml).

creme-de-limpeza-facial-vitamina-e-1779

Creme de Limpeza Facial Vitamina E: creme de limpeza facial de textura leve e cremosa, que limpa e hidrata a pele deixando-a macia. Formulado para todos os tipos de pele. Enriquecido com óleo de soja do Comércio com Comunidades do Brasil e vitamina E. Preço sugerido: R$ 59,00 (250ml).

hidratante vitam e

Tônico Hidratante Facial Vitamina E: remove os vestígios de creme de limpeza, impurezas e maquiagem sem ressecar a pele. Equilibra o PH da pele deixando-a suave e tonificada, com toque aveludado. Preço sugerido: R$ 65,00 (250ml).

eye vitam e

Creme Hidratante Contorno Para Os Olhos Vitamina E: creme hidratante e calmante para os olhos, que ajuda a proteger a pele delicada da área, reduzindo o aparecimento de rugas leves, inchaços e olheira, deixando a pele suave e macia, sem adição de fragrância sintética Preço sugerido: R$ 69,00 (15ml).

gel vitamin e

Gel Creme Hidratante Vitamina E: creme hidratante facial em gel, de textura leve que hidrata por até 48h devido a sua dupla camada de ácido hialurônico 100% natural. Contém vitamina E, poderoso ativo antioxidante que protege a pele dos radicais livres. Fórmula livre de parafina, óleos minerais e petrolato. Preço sugerido: R$ 79,00 (50ml).

Informações: The Body Shop