Arquivo da tag: lisiane miura

Acrescente leveza e sabor na ceia do Ano-Novo com salada na cestinha de parmesão

Depois das comidas e guloseimas da celebração do Natal, que tal preparar algo mais leve para a ceia do Ano Novo? Como sugestão para o cardápio da festa, a chef e nutricionista do Comitê Umami, Lisiane Miura, separou uma refrescante receita de salada na cestinha de parmesão.

“A combinação da salada com o parmesão é perfeita para nutrir e proporcionar a sensação de leveza. O queijo parmesão usado no preparo da cestinha é um dos alimentos mais ricos em umami, o quinto gosto básico do nosso paladar, junto a outros ingredientes do prato que também conferem o gosto, como o tomate-cereja e a cenoura”, explica a chef.

Além de ser delicioso e conferir o gosto umami, sucesso na gastronomia mundial, a sofisticação da apresentação do alimento pode estimular o desejo de consumi-lo. A opção é ideal para não exagerar na ceia e se manter saciado.

Confira o modo de preparo, fácil e rápido:

Salada na Cestinha de Parmesão

Ingredientes
3 xícaras (chá) de queijo parmesão ralado grosso (300 g)
1/2 xícara (chá) de maionese (50 g)
1/2 xícara (chá) de leite (100 ml)
1/2 dente de alho espremido (3 g)
1 xícara (chá) de muçarela ralada (100 g)
6 folhas de alface americana rasgadas (120 g)
6 tomates-cereja cortados em 4 partes iguais (60 g)
1 cenoura pequena ralada (120 g)

Modo de preparo
Em uma frigideira pequena, espalhe meia xícara (chá) do queijo parmesão e leve ao fogo médio por 2 minutos, ou até começar a dourar. Retire cuidadosamente, com o auxílio de uma espátula, e vire sobre o fundo de uma tigela pequena ou de um copo. Deixe esfriar até enrijecer e obter o formato de uma “cestinha”. Repita o processo com o parmesão restante, formando mais 5 cestinhas. No processador de alimentos ou liquidificador, coloque a maionese, o leite, o alho e a muçarela, e bata por 1 minuto, ou até ficar homogêneo. Distribua pelas cestinhas de parmesão as folhas de alface, os tomates-cereja e a cenoura, regue com o molho e sirva em seguida.

Tempo de preparo:40 minutos
Serve: 6 porções

Fonte: Portal Umami

Além do molho e da salada: chef mostra quatro maneiras para usar o tomate nas refeições

Considerado um dos ingredientes mais versáteis, o tomate é um dos frutos que está sempre presente nas refeições diárias, seja incrementando uma salada ou dando cor e sabor ao prato principal.

Além de ser delicioso, o tomate possui propriedades benéficas para o funcionamento do organismo. Rico em antioxidantes, vitaminas e minerais importantes, o fruto ajuda a reduzir níveis de açúcar no corpo, além de melhorar o aspecto da pele e até auxiliar na saúde dos ossos devido à presença de vitamina K (popular pela sua atividade na prevenção da osteoporose e osteopenia) e cálcio.

Por não ter o gosto doce, o tomate ficou conhecido como um legume, mas, na verdade, ele faz parte do grupo dos frutos. “O fato interessante é que ele também não é salgado, azedo ou amargo, mas, sim, um alimento umami. O tomate oferece uma deliciosa experiência gastronômica e, quanto mais maduro, maior a concentração de umami em suas propriedades”, explica a chef e nutricionista do Comitê Umami, Lisiane Miura, referindo-se ao quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda.

Para variar o cardápio e aproveitar da versatilidade do alimento, a chef listou quatro modos de preparo simples e fáceis:

Recheado

Uma das versões mais gostosas é o tomate recheado. “O diferencial do tomate é que ele combina com os mais diversos alimentos, podendo ser recheado com ricota, carne ou ovo. Para deixar o prato com muito mais sabor, rico em umami, vale preparar uma deliciosa farofa de pão e parmesão para o recheio. Para isso, basta misturar em uma tigela pão de forma esmigalhado, parmesão ralado e salsa picada. Regue com azeite para que a farofa fique bem úmida e recheie o tomate sem o miolo e temperado com uma pitada de sal. Feito isso, basta levar ao forno por uns 25 minutos para o tomate ficar levemente macio e o recheio dourar na superfície. Fica uma delícia ”, sugere a nutricionista.

Sopa

“A sopa de tomate, além de deliciosa por si só, permite misturar diferentes sabores, texturas e aromas, deixando-a ainda mais agradável e gostosa”, afirma Lisiane. “Uma sugestão é salpicar o queijo parmesão ralado, acrescentar algumas folhinhas de manjericão para dar um sabor extra e complementar com torradinhas. A ideia é deixar o preparo mais criativo e repleto de nutrientes, já que, quando quente, o calor no tomate aumenta a biodisponibilidade do licopeno, ótimo para o organismo”, reitera. Para os dias mais quentes, uma ótima sugestão é o gaspacho, que é uma sopa fria de origem espanhola preparada com tomates bem maduros, pepino, pimentão, alho pão amanhecido, vinagre de vinho tinto e azeite de oliva. Todos os ingredientes devem ser batidos no liquidificador até formar um creme levemente espesso. O ideal é servir o gaspacho bem gelado e acompanhado de crutons e legumes picados como pepino, pimentão e tomate.

Assado

Christopher Chilton/Pixabay

“Muito conhecidos, os deliciosos tomates confit são uma opção de prato com sabor sem igual. Eles podem servir como uma entrada, acompanhados de uma torrada, ou mesmo como complemento em uma refeição”, ressalta Lisiane. O método de “confitar” significa cozinhar o alimento no forno com alguma gordura, como por exemplo, o azeite, até ficar bem macio. O tomate Holandês, vendido em galhinhos, é ideal para essa preparação, mas você também pode usar o tomate italiano ou do tipo Débora. O importante é que estejam bem maduros. “Aproveite e acrescente um pouco de alecrim fresco e dentes de alho inteiros para deixar tanto o aroma quanto o sabor ainda mais especiais. Outra sugestão para incluir o tomate assado é preparar uma deliciosa bruschetta como opção de lanche”, complementa.

Patê

Foto: Tjena/Pixabay

“Essa ideia é ótima para servir como petisco. O patê de tomate é simples e possui um gosto suave e delicado. Para prepará-lo, basta colocar a mistura com azeite, cebola e tomate, sem pele e sem sementes, em fogo médio, e depois bater no liquidificador até virar uma pasta. Acrescente o pão de forma sem casca e esfarelado, e misture bem. Tempere a gosto e aproveite para fazer sucesso com essa entrada”, sugere a chef.

Umami

É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. Foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para este gosto nas papilas gustativas. O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias umami. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento.

Fonte: Portal Umami