Arquivo da tag: mente

Up na imunidade: boa alimentação é aquela que faz bem ao corpo e à mente*

Já faz um tempo que a nutrição está em evidência, sendo um dos assuntos mais comentados. Ao ligar a televisão, o rádio ou se conectar às mídias sociais, tem sempre alguém falando sobre comida, alimentação, nutrição e sobre como devemos ou não comer. O argumento é sempre o mesmo: a busca por uma vida saudável.

Atualmente o foco tem sido por uma alimentação que melhore nossa imunidade e o que vemos são dicas de alimentos milagrosos, “shots” de imunidade ou alimentos que “devemos” consumir, que prometem nos ajudar a manter a saúde e evitar doenças. Nesse momento tão atípico das nossas vidas é importante relembrar que uma boa alimentação é fundamental para a manutenção da saúde, seja para trazer energia e substratos para o bom funcionamento do corpo, seja para trazer prazer, memória, segurança, praticidade e até alívio para o estresse do dia a dia.

Logo podemos dizer que uma alimentação saudável é composta por alimentos nutritivos e comidas gostosas. Sim, para se ter uma alimentação saudável é preciso comer comidas gostosas.

E para melhorar a imunidade, o que devo comer?

jantar almoço comida vinho mulher

Você deve comer de tudo, de tudo mesmo. Uma dieta equilibrada é fundamental para manter nossa saúde e, como consequência, melhorar nossa imunidade. Não precisamos ter as “cinco cores no prato” em todas as refeições. Essa variedade pode acontecer ao longo do dia ou da semana. Uma refeição equilibrada é composta por alimentos de todos os grupos, sendo eles construtores, reguladores e energéticos.

prato-comida

Os alimentos construtores são os proteicos, como carnes, ovos, leite, feijões, grão de bico etc. Já os alimentos reguladores são as fontes de vitaminas e minerais, como os legumes, verduras e frutas. Os alimentos energéticos são os que nos trazem energia, como os pães, massas, cereais. Se a sua refeição é composta por pelo menos um alimento de cada grupo, ela está completa.

É importante saber também que dietas restritivas, sejam de calorias ou de grupos de alimentos não são bem-vindas nessa época ou quando pensamos na manutenção da imunidade. Comer menos do que nosso organismo precisa não ajuda em nada à nossa saúde, pelo contrário, atrapalha, pois podemos ficar mais cansados, desanimados, tristes e com fome.

lavando os legumes

Outro ponto que devemos lembrar é que uma alimentação saudável é composta por alimentos livres de doenças. Apesar de não haver evidências de transmissão de determinadas doenças por meio dos alimentos em si, devemos levar em consideração a manipulação que ele sofreu, sendo fundamental a realização da higienização dos alimentos e embalagens com hipoclorito de sódio antes do consumo.

mulher frutas alimentos FreeGreatPicture 3

Por fim, quero deixar claro que não existe alimento bom ou ruim, muito menos milagre. Existe apenas a comida e a forma como lidamos com ela, que deve ser sempre saudável!

*Maria Claudia Santos, coordenadora do curso de Nutrição da Universidade Anhembi Morumbi. Especialista em alimentação saudável e comportamento alimentar.

O poder da mente positiva

Segundo o fisioterapeuta com foco em Saúde Integrativa, Sérgio Bastos Jr, nossa mente é uma máquina maravilhosa, capaz de nos ajudar imensamente e de nos sabotar. Tudo depende de como ela for usada. Nesse caso, a mente positiva pode ser um dos melhores remédios para se ter uma vida saudável e feliz. Entenda porquê.

Tem um ditado que diz que a mente, mente. Ou seja, estamos constantemente produzindo pensamentos, muitos deles movidos pelo nosso inconsciente e, se não dermos a devida atenção à higiene mental e ao desenvolvimento pessoal, podemos ser levados, a todo momento, por pensamentos que não nos favorecem, criados pelo medo e pela insegurança, por exemplo.

Segundo o fisioterapeuta Sérgio Bastos Jr, que realiza um trabalho com foco na Saúde Integrativa, usando ferramentas como microfisioterapia e o Psych-K, a mente pode ser, ao mesmo tempo, altamente benéfica e totalmente destrutiva. Por isso, para ele, é preciso descobrir, o quanto antes, o poder da mente positiva.

“Usar a mente a nosso favor requer um ingrediente básico: autoconhecimento. Precisamos entender onde nos boicotamos, quais as crenças inconscientes que nos limitam, de que forma permitimos que a mente aja contra nossos desejos genuínos. Depois, é preciso uma postura firme para simplesmente dizer não aos mandos e desmandos do nosso pensamento”, explica Bastos Jr.

mulher meditação pixabay 33

Os exemplos mais básicos de pensamentos sabotadores são os famosos “isto é muito difícil” e “o que vão pensar de mim”: “quando eles acontecem, muitas vezes simplesmente damos um passo atrás em qualquer decisão. Por outro lado, se entendemos nosso funcionamento emocional, podemos reverter esse quadro, entrando com o que chamamos de efeito da mente positiva: “eu posso”, “eu não preciso de aprovação externa”, “tudo flui facilmente”, revela o fisioterapeuta.

Mas, então, quer dizer que basta falar para mudar a chave? Segundo Bastos Jr, não: “infelizmente, muitas crenças que comandam nossos pensamentos negativos estão enraizadas há tempos, desde a infância, passadas de geração a geração, ou conectadas a crenças do grupo social ao qual estamos inseridos. Para mudar, é preciso força de vontade e, muitas vezes, uma ajudinha extra, como as técnicas que ajudam a descobrir as crenças e a ressignificá-las”, revela.

“Com algumas técnicas, um bom profissional pode ajudar a descobrir quais são suas crenças e a ressignificar aquelas que não lhe fazem bem. Descobrir se há traumas envolvidos na sua forma de construção de pensamentos também é importante”, lembra Sérgio, que segue: “não é fácil descobrir que somos nossos maiores inimigos, já que nossa própria mente nos impede, muitas vezes, de atingir nossos objetivos”.

Sérgio Bastos Jr
Sérgio Bastos Jr.

“Mas, ao mesmo tempo, é incrível entender que temos, ao nosso alcance, todas as ferramentas de que precisamos para mudar o funcionamento da nossa mente. Podemos usar esse poder a nosso favor”, continua ele, “basta querer e, obviamente, procurar os meios certos de entender quem somos, o que desejamos e como podemos conquistar esses desejos. A mente positiva pode quebrar padrões, gerar bem-estar constante e ajudar na construção de novas memórias. Pode melhorar nossas relações interpessoais e, principalmente, nossa relação com o passado e com nosso potencial de futuro”, finaliza o especialista.

Informações: Biointegral Saúde |  contato@biointegralsaude.com.br

Seu corpo reflete sua mente

Nosso corpo é um emaranhado de células inteligentes, que responde aos estímulos da nossa mente, consciente e inconsciente, e cuja saúde está totalmente conectada às nossas emoções. A especialista em Saúde Integrativa, Frésia Sa, questiona: o que o seu corpo está refletindo neste momento, é saudável?

“Pode ser que você ainda não saiba, mas nossa mente pode adoecer ou curar nosso corpo, e só depende de como direcionamos nossas emoções e reagimos ao que nos acontece”. A frase é da fisioterapeuta Frésia Sa, especializada em saúde integrativa e sócia da Biointegral Saúde, em São Paulo.

nausea enjoo azia mulher doente md-health
Foto: MD-Health

“Quando fingimos que está tudo bem, mas vamos acumulando desapontamentos e tristezas, as chances de ter problemas de saúde são muito altas”, explica ela, que complementa: “por outro lado, quando desenvolvemos uma postura calma e grata diante da vida, fortalecemos nosso sistema imunológico”.

Segundo Frésia, nosso corpo é um emaranhado de células inteligentes, que responde aos estímulos da nossa mente, consciente e inconsciente. “Se não podemos controlar o que nos acontece, podemos, ao menos, ter controle sobre como vamos reagir ao que nos acontece. Esse poder de reação está intimamente ligado ao quanto nos conhecemos, ao quanto estamos conscientes diante da vida e ao quanto escolhemos a saúde ao invés da doença”, reforça a fisioterapeuta.

“Conhecemos pessoas que vivem à base de medicamentos, encontrando saídas rápidas e aparentemente eficazes para, praticamente, tudo que lhes acontece. Sou a favor do uso de medicamentos em momentos muito agudos da doença, mas contra a substituição, por eles, de uma investigação apurada das causas do que nos acontece e da mudança de hábitos e de mentalidade na busca da saúde integral” revela Frésia.

O corpo reflete a mente

mulhermenteilustracaocerebropixabay

Vamos pensar da seguinte forma: se você toma medicamentos, elimina os sintomas daquilo que está incomodando. Quando cessa o medicamento, logo a dor retorna. Esse é um quadro comum de reincidência no caso de dores crônicas, especialmente aquelas para as quais a ciência ainda não tem explicação. De onde vem a fibromialgia, por exemplo? Ou uma psoríase? São respostas que ainda estão sendo buscadas pela ciência.

Mas voltemos ao quadro: com os remédios, os sintomas são tratados. Mas a dor retorna. E aí, como fazer? Frésia fala sobre uma possibilidade real de tratamento: “Quando buscamos as causas primárias de dores e doenças, quando entendemos que somos mais do que aquele quadro sintomático atual, é possível encontrar novos meios de lidar e de tratar as dores. Muitas vezes, a doença é o corpo tentando lidar com nossas emoções mais profundas. Encontrá-las e iniciar um processo de limpeza é uma proposta viável e que, muitas vezes, é totalmente eficaz”.

Fonte: Biointegral Saúde

A relação da mente com as doenças crônicas

Nossa mente vive em looping e nos traz de forma recorrente situações, medos e ansiedades que são os provocadores de muitas doenças crônicas. Pense um pouco e responda: você tem uma relação saudável com a sua mente?

Fresia Sa, fisioterapeuta especializada em microfisioterapia, fala sobre a relação da mente com as doenças crônicas: “quando dizemos que a mente vive em looping, não é brincadeira: sabemos que mais de 60 mil pensamentos passam pelo nosso cérebro por dia e que 80% deles se repetem no dia seguinte. Ou seja, estamos sempre pensando as mesmas coisas. Então, se pensamos na doença, no medo, se alimentamos pensamentos destrutivos, autossabotadores, eles persistirão. E mudar essa linha de raciocínio é uma questão de consciência e treino”, enfatiza.

Fresia lembra que a grande questão é que muitas das doenças que temos e que não conseguimos curar são causadas exatamente por nossos pensamentos destrutivos. “Nossa imunidade mental precisa estar em dia para que possamos ter autonomia, gerenciar nossa rotina e permanecer no centro, sem nos deixarmos levar por um fluxo automático e negativo”.

Segundo ela, existem alguns passos que podem facilitar:

mulher ouvindo musica fone de ouvido stocksnap pixabay

=Crie uma rotina saudável – começar o dia com práticas tranquilas, praticar exercícios, fazer afirmações positivas, ler algumas páginas do seu livro preferido, ouvir músicas que te fazem feliz. Vale tudo para que a rotina comece de uma forma mais saudável e que o dia seja menos estressante.

iphone celular smartphone pc tech magazine
=Determine um tempo por dia para as redes sociais – embora seja nossa grande porta de conexão com o mundo nos dias de hoje, as redes sociais podem ser bem tóxicas. A dica é: tenha momentos para ver Facebook, Instagram e até mesmo notícias.

mulher estudando wiseGEEK
WiseGeek

=Esteja mais presente nas suas atividades – estar presente significa efetivamente viver o momento. Quando vivemos no passado, geramos saudosismo e depressão, quando estamos pensando no futuro, alimentamos a ansiedade e as doenças conectadas a ela. Foque no que está fazendo agora.

mulher meditação pixabay 33
=Tenha consciência da respiração – a respiração é uma das chaves para a boa saúde e ajuda inclusive no próximo passo, porque permite que a gente pare, silencie e olhe para dentro. Melhorar o ritmo e a capacidade respiratório é pura saúde.

indecisao-mulher-duvida
=Investigue sua mente: que pensamentos são recorrentes? Agora sim, esse trabalho é um processo mais longo, mas que pode ajudar muito, inclusive em tratamentos que você esteja fazendo: anote o que vem sempre à mente. Faça isso por alguns dias e compare: quais são os pensamentos que você mais tem, eles são referentes ao que, são positivos ou negativos?

mulher vermelho livro
=Leia mais e bons títulos – ler ajuda a ter mais capacidade de lidar inclusive com o que nos acontece, porque gera repertório de vida junto com as nossas experiências. Leia, nos deixa mais inteligente e mentalmente saudáveis.

sintomas-da-depressão-2
=Inicie um processo de cura – se você sofre de algum mal, dor crônica, doença que não consegue curar, insônia, depressão, estresse, ansiedade e sente que precisa de ajuda, procure! Não espere ficar pior. Ninguém precisa viver com dor e todo mundo merece uma vida plena e saudável.

Fonte: Fresia Sa é formada pela Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros, possui curso de aperfeiçoamento em Terapia Manual e especialização em Microfisoterapia – na França. Faz parte da equipe da Biointegral Saúde.