Arquivo da tag: mexilhões

Receitas diferentes para o seu feriado

Aproveite o feriado para se arriscar na cozinha. Afinal, aquela receita diferente não precisa ser tão difícil e dará água na boca de todo mundo. Para te ajudar a preparar uma comidinha deliciosa e fácil, confira três receitas maravilhosas e saudáveis. Bom apetite:

Mexilhões acebolados

Ingredientes:
3 colheres (sopa) de Azeite Carbonell
3 cebolas médias cortadas em rodelas (cerca de 200g)
4 colheres (sopa) de vinho branco seco (60ml)
1 lata de Mexilhões em Óleo de Girassol Gomes da Costa (111g)
Sal e pimenta do reino a gosto
2 colheres (sopa) de coentro (ou salsinha) picado
Torradas para acompanhar (ver dica)

Modo de preparo:
Refogue as rodelas de cebola no Azeite até murcharem e começarem a dourar levemente.
Acrescente o vinho, misture e cozinhe até levantar fervura. Abaixe o fogo, junte os Mexilhões Gomes da Costa com seu óleo. Tempere com sal e pimenta a gosto. Cozinhe por mais 3 a 4 minutos, mexendo de vez em quando. Junte o coentro ou salsinha. Sirva quente sobre as torradas.

Dica de chef:
Prepare as torradas: corte fatias finas de baguete , regue-as com Azeite Carbonell e leve-os ao forno médio (180ºC), preaquecido, para dourar levemente.

Variação:
Envolva este refogado em 250g de talharim cozido (cerca de 140g de massa crua).

Tartar de Salmão

Ingredientes:
1 embalagem de Filé de Salmão em Azeite de Oliva Extra Virgem Gomes da Costa (125g)
Meia colher (chá) de raspas de limão tahiti (2,5g)
Meia colher (sopa) de mostarda (2,5g)
Meia colher (sopa) de suco de limão tahiti (7,5ml)
Sal a gosto
Torradinhas para acompanhar

Modo de preparo:
Numa tigela junte o Filé de Salmão em Azeite Gomes da Costa com seu azeite. Com o auxílio de um garfo quebre o filé até ficarem bem desfiados. Junte as raspas, a mostarda, o suco de limão e misture. Tempere com sal se necessário. Modele o tartar de salmão em aro de cerca de 4 cm, apertando levemente com as costas de uma colher, para que mantenha o formato. Retire o aro e sirva acompanhado de torrada.

Dica de chef
Quando for raspar os limões. Tome o cuidado de não atingir a parte branca, que é amarga. Procure usar somente a casca verde. Para preparar as torradas: corte fatias de pão de forma em 3 pedaços. Pincele com margarina ou azeite e leve ao forno para dourar.

Variação:
Substitua o limão tahiti por siciliano. Acrescente alcaparras picadas ao tartar.

Risoto de Palmito e Salmão

Ingredientes:

Salmão:
350g de salmão fresco cortado em cubos (com cerca de 2cm)
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
2 colheres (sopa) de azeite (30ml)

Risoto:
2 colheres (sopa) de manteiga (40g)
1 cebola picada (80g)
1 xícara (chá) de arroz próprio para risoto (200g)
Meia xícara (chá) de vinho branco seco (120ml)
1 tablete de caldo de galinha ou legumes (9,5g)
3 xícaras (chá) de água fervente (720ml)
1 vidro de Palmito de Açaí em Conserva Gomes da Costa (300g)
Sal a gosto
Salsa picada a gosto

Modo de Preparo:

Salmão:
Tempere o salmão com sal e pimenta. Reserve na geladeira por cerca de 20 minutos para tomar gosto. Aqueça o azeite numa frigideira, de preferência antiaderente, e coloque os cubos de salmão. Frite-os em fogo brando, até dourarem de todos os lados. Reserve.

Risoto:
Numa panela, aqueça metade da manteiga e refogue a cebola até murchar. Junte o arroz e refogue demoradamente, mexendo bem até que todos os grãos fiquem envolvidos pelo refogado. Junte o vinho branco e mantenha no fogo até evaporar. Enquanto isso, dissolva o caldo na água fervente. Usando sempre fogo brando, acrescente ao arroz 1 concha cheia de caldo. Cozinhe, misturando de vez em quando até o líquido evaporar. Volte a juntar mais uma concha de caldo. Repita o processo até que o arroz esteja cozido, macio, mas ainda firme.
Quando o líquido secar e o arroz estiver pronto, acrescente a manteiga restante e o Palmito Gomes da Costa escorrido e cortado em tiras. Junte o salmão reservado e misture. Sirva o risoto salpicado com a salsa a gosto.

Dica de chef
O risoto é uma preparação cremosa: a técnica de trabalho pede que se junte caldo aos poucos e manteiga no final.

Variação
Substitua o salmão por 2 latas de Salmão em Azeite Gomes da Costa.

Fonte: Gomes da Costa

Confira restaurantes em São Paulo que oferecem ostras e mexilhões

O Bistrot de Paris oferece em seu cardápio uma seção especial de ostras que mexilhões frescos que combinam muito com a nova estação e principalmente com a varanda da casa. As ostras são servidas frescas com o vinagrete do bistrot (6 unidades – R$ 48,00 | 12 unidades – R$ 79). Já os mexilhões são servidos em duas versões: Mexilhões ao Creme de Curry e Fritas (R$ 79) e Mexilhões gigantes à provençal (6 unidades – R$ 59).

Na Villa San Pietro, escondida no meio da agitação dos Jardins, o Bistrot de Paris foi repensado em todos os detalhes para se tornar um autêntico bistrot francês e oferecer uma verdadeira experiência de bistronomia. Pautado por sua vivência, o sócio-chef Alain Poletto, assina o cardápio de clássicos incontornáveis, o que reforça ainda mais seus laços com a verdadeira cozinha francesa com pratos como o magret de pato aux fruits rouges, Bœuf Bourguignon, steak tartare e confit de pato, entre outros. Isso tudo sem deixar de lado seu lado criativo com sugestões especiais servidas todos os dias, resultado de uma cozinha autoral.

“Quero trazer de volta as letras de grandeza aos ingredientes menos nobres, valorizada com a técnica e o savoir faire, da alta gastronomia”, explica Alain. A filosofia do restaurante é de muito rigor nos bastidores: a origem e a sazonalidade dos produtos, a seleção das receitas seguindo técnicas clássicas, o serviço atencioso e a completa carta de vinhos com forte representatividade francesa e excelentes opções em taça.

A decoração também apresenta roupagem característica. A fachada com seus detalhes é uma passagem à França, o salão principal traz estofado vermelho com suas típicas barras de latão; gravuras originais das décadas de 1920 e 1930, incluindo o passo a passo de como se apreciar um bom vinho, de Charles Martin, e os desenhos do célebre ilustrador francês (e amante de Coco Chanel), Paul Iribe.

Bistrot de Paris: Rua Augusta, 2542 – Jardim Paulista – São Paulo – SP – Fone (11) 3063-1675

Especializado em frutos do mar, o restaurante Il Pescatore oferece em seu cardápio ostras em duas versões: in natura (6 unidades – R$31| 12 unidades – R$62) ou gratinadas (6 unidades – 36 | 12 unidades – R$72). O menu ainda conta com mexilhões ao molho de vinho branco (R$41)

Inspirados na culinária mediterrânea, o Il Pescatore traz o melhor dos frutos do mar para seu menu, sempre muito frescos e de qualidade. Sua varanda com deck atende bem as rodadas de drinks e quem quer ficar na badalação do bairro. E na parte interior, as mesas estão espaçadas de acordo com todas as medidas e os protocolos de segurança.

Os clientes contam com um menu repleto de receitas como os Mexilhões ao vinho branco, Tartar de atum, Fettucine ao Pesto de manjericão e camarões, Polvo a pescatore acompanha batatas ao murro e brócolis, Camarão Amira Kalaf (Camarões GG grelhados com arroz de brócolis), e Lagosta a Thermidor. Entre as sobremesas chama a atenção a Torta de limão artesanal, entre outros.

R. José Maria Lisboa, 891 – Jardins | tel.: (11) 4281-2384

No restaurante MeVá com alma espanhola comandado pelo chef Marco Aurélio Sena, todos os finais de semana há as Ostras Frescas servidas com vinagrete de cítricos e flores comestíveis (R$ 26).

Rua Ferreira de Araujo, 285 – Pinheiros – SP – Tel.: (11) 3816-0588 @restaurantemeva

O restaurante Stella, que está sob a tutela do jovem chef David Kasparian, tem no menu os Mexilhões no vapor com cachaça envelhecida em Amburana, batata-frita (R$85)

Rua Saint Hilarie, 40 – Jardins – SP – @stella.jardins

Mercearia do Francês traz um clássico de volta: Moule et Frites

Atendendo aos pedidos dos clientes, a casa que tinha deixado de oferecer o prato desde o início da pandemia, retoma sua possibilidade para compras no delivery e take away
A Mercearia do Francês anuncia uma grande novidade: o retorno do seu clássico Moule et Frites. Um dos pratos mais renomados dos bistrôs e restaurantes parisienses retoma com todo seu sabor e charme ao menu, no qual esteve presente desde sua abertura, em 2005.

Elaborado pelo grand chef Jose Luis Balon, o prato consiste em uma generosa porção de 750 gramas de mexilhões, acompanhada de fritas, baguete francesa e maionese aioli. “Devido às necessidades de embalagens para um correto armazenamento, tínhamos retirado este que é um dos carro-chefe da casa”, conta Steven Kerlo, um dos sócios da casa. “Porém, a pedidos dos clientes, conseguimos resolver a questão e retornaremos com o Moule et Frites a partir de agora, para delivery, pedidos via iFood e take away.

Outras delícias típicas da gastronomia francesa com toques de brasilidade fazem parte das opções da Mercearia do Francês, tais como: Pastéis de Brie com tomate Seco, La soupe l’oignon (sopa de cebola com uma torrada de parmesão), entre as salgadas; e Crepe de Nutella com banana e sorvete de creme, Tarte tatin com sorvete (torta de maçã com sorvete de creme) e Mousse au Chocolat (mousse de chocolate meio amargo) nos doces.

Moule et Frites

Os pedidos da Mercearia do Francês podem ser solicitados via iFood e também pelo telefone.

Mercearia do Francês – R. Itacolomi, 636 – Higienópolis – Tel. (11) 3214-1295. Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 11h às 15h. Sábado e domingo, das 11h30 às 16h30 e das 18h30 às 22h. Segundas: não abre.

 

Paella conquista o coração dos paulistanos

Ela é a estrela da culinária espanhola. Apreciada nos quatro cantos do mundo, ganha cada vez mais adeptos aqui no Brasil. ¿Sabe de quem hablamos? Da Paella.

Embora muitos digam paella, outros paelha e ainda alguns paedja, a pronúncia é o que menos importa. O importante é saber que o prato conquistou o estômago dos paulistanos e ganhou versões exclusivas por aqui.

O La Paella Express, restaurante espanhol localizado no bairro do Campo Belo, em São Paulo, tem em seu cardápio sete tipos do prato e vende mais de 1.000 porções por mês. A mais pedida é a Marinera, que leva camarões, lula, mexilhões, polvo e lagostins.

marinera

A Valenciana com deliciosos mexilhões, camarões, frango e linguiça de cordeiro também faz muito sucesso.

valenciana

A Paella Negra feita com a tinta retirada da lula e generosamente servida com camarões e lulas ganham mais fãs a cada dia.

paella negra

Há também as versões exclusivas da casa como a Paella de Porco, com costelinha de porco, linguiça toscana, lombo, vagem e ervilhas, a própria Paella da Casa com camarões, mix de três cogumelos e alho poró e até mesmo uma versão vegetariana.

paella porcola paellavegetariana

Com fama de cara, a Paella era um prato pouco conhecido e consumido no Brasil. Mas a história vem mudando rapidamente, mais precisamente desde 2013 com a abertura do La Paella. Comandado pelo empresário e ex-publicitário Leandro Dias, o restaurante surgiu com a missão de tornar o prato mais saboreado na terra da garoa, mas a um preço acessível e permitir que além de consumido no restaurante, pudesse ser saboreado no conforto de casa, através do serviço de delivery. O La Paella foi pioneiro no delivery de paellas na zona sul de SP.

E esta receita é seguida à risca no restaurante que também oferece 8 tipos de tapas, 4 tipos de tortillas, entradas, tábuas de frios ibéricos, saladas e sobremesas. Sangrias tinto, clericot e cava e uma carta com 30 rótulos de vinho, de sete países diferentes, compõem o bar da La Paella. No almoço, pratos executivos são servidos a um preço justo (R$33,90) com direito a uma entrada, prato principal e sobremesa. O restaurante está aberto a eventos sociais e coorporativos.

Preços:
Paella Vegetariana – R$ 32,90 / Paella Marinera – R$ 59,90 / Paella de Frango – R$ 42,90 / Paella da Casa – R$ 56,90 / Paella Valenciana – R$ 57,90 / Paella de Porco – R$ 44,90 / Paella Negra – R$ 69,90
La Paella – Endereço: Rua Antonio de Macedo Soares, 1369, Campo Belo, São Paulo
Horário de funcionamento: Terça a quinta – 12h às 15h – 18h às 23h. Sexta – 12h às 15h30 – 18h às 23h30. Sábado – 12h às 23h30. Domingo – 12h às 17h. Feriados – 12h às 23h00.