Arquivo da tag: MMV importadora

Vinhos brancos encorpados são uma excelente pedida para dias mais frios

Com a chegada do inverno, vinhos brancos com maior estrutura harmonizam perfeitamente com um belo menu para esquentar seus dias mais frios

Uma máxima bem conhecida entre apreciadores de vinho é que os tintos são ideais para o inverno, assim como os brancos casam perfeitamente com o verão. Normalmente, vinhos brancos apresentam uma maior acidez e refrescância, combinando com dias mais quentes, enquanto que vinhos tintos, geralmente mais encorpados e pesados, de coloração mais intensa, associam-se melhor à gastronomia do inverno, que pede pratos mais robustos e reconfortantes.

Contudo, existem muitos vinhos brancos que são ideais para dias mais frios, sim. Por serem mais encorpados e com maior estrutura, tornam-se pares ideais para um menu de inverno ou mesmo para uma degustação solo.

O sommelier Jonas Martins, responsável pelo portfólio de vinhos da MMV Importadora, de Curitiba, diz que o segredo para um bom vinho branco encorpado está na uva selecionada e no processo de fermentação e envelhecimento desse vinho.

“Para um bom vinho branco mais presente, é necessária uma uva com maior estrutura que suporte o envelhecimento e maturação deste vinho. Assim, a uva Chardonnay acaba sendo a escolha ideal para um vinho branco mais encorpado”, explica Martins.

De acordo com o especialista, o fato da Chardonnay ser uma uva de maior estrutura e de propriedades químicas mais ricas faz com ela seja mais encorpada e tenha maior presença na boca. Isso permite que os sabores do vinho permaneçam no paladar, mantendo sua presença. Uvas mais leves, como a Pinot Grigio, permite um vinho mais refrescante, com sabor tendendo ao cítrico, porém com baixa ou pouco persistência em boca.

Essa maior estrutura também faz da Chardonnay uma uva branca apta ao envelhecimento, aceitando muito bem o processo realizado em barris de carvalho, por exemplo. Isso confere ao vinho um sabor exclusivo, pois ao entrar em contato com o tanino existente na madeira, novos aromas e sabores emergem. O barril também permite que o vinho “respire” durante seu envelhecimento, acrescentando maciez ao paladar.

viapianoChar

O portfólio de vinhos da MMV apresenta bons exemplares de Chardonnay encorpados. O Viapiana Chardonnay, vinho brasileiro produzido em Flores da Cunha – RS, apresenta aromas de nozes, chocolate branco, flor de eucalipto, abacaxi e caldas de frutas. É seco e untuoso ao paladar, deixando uma nota de amanteigado ao final.

intrigoCHar

O Inserrata Intrigo Chardonnay é um vinho orgânico produzido na Toscana, Itália. Produzido com a técnica sur lie, quando o vinho é amadurecido em contato com as borras das casca das uvas, o Intrigo passa 4 meses por filtragem em peneira grossa. O vinho é extremamente frutado, com notas de manga, abacaxi, framboesa e gengibre, sendo volumoso a boca e de final alongado.

fortunaChard

A MMV também possui uma linha própria de vinhos, produzidas no Chile em parceria com vinã Requingua. Lá é feito o Fortunatus Reserva Especial Chardonnay, vinho que conta com a participação do sommelier na produção. “Buscamos atender ao paladar do brasileiro para vinhos com o Fortunatus, com muita qualidade, porém com preço acessível e agradável a boca”, afirma Martins.

O Fortunatus Chardonnay tem aroma frutado, toques de baunilha e nozes tostadas, sendo bastante cremoso na boca, macio e de final longo. Ele é envelhecido por seis meses em barris de carvalho francês.

Harmonização

Os vinhos Chardonnay encorpados harmonizam perfeitamente com queijos semiduros com sabores amendoados, como o emmental, gouda, edam. Peixes com um teor de gordura maior, como o salmão, bacalhau e tainha casam perfeitamente com vinhos de maior acidez e presença, em uma combinação de texturas muito agradável ao paladar.

Informações e vendas: MMV

MMV Importadora adapta vendas de vinhos para e-commerce

Comércio eletrônico torna-se a melhor alternativa para que as vendas não parem nas distribuidoras de bebidas

Com o isolamento social provocado pelo Coronavírus, a prática do comércio online tem crescido em todo o Brasil e se tornado uma opção para as empresas manterem suas atividades durante a pandemia. No setor de bebidas, isso não é diferente.

A MMV, importadora de vinhos com sede em Curitiba (PR), está implementando novas medidas para garantir que os negócios continuem funcionando. Afetada pelo fechamento de restaurantes e demais estabelecimentos gastronômicos pelo país, a empresa agora aposta no e-commerce para impulsionar as vendas.

vinho lojq

Para isso, reorganizou a equipe e antecipou o lançamento de sua loja online, que até então estava programada para ser colocada em prática somente no ano que vem.

“A maior parte dos nossos clientes são restaurantes e como eles estão fechados, fomos afetados diretamente. Fechamos março com uma taxa de faturamento 90% inferior à média esperada. Por conta disso, resolvemos adiantar nossa entrada no comércio online, prevista inicialmente para o primeiro semestre de 2021”, destaca Jonas Martins, gerente comercial da MMV.

Jonas conta que a MMV atende originalmente adegas, lojas, restaurantes e hotéis, com sua equipe visitando e inserindo os produtos em cartas de vinhos destes locais, e que esta prática continuará. Já o e-commerce será destinado ao público final.

“Com a loja online, nosso objetivo é atingir o público final que não tem acesso a lojas e restaurantes. Não seremos concorrentes dos nossos clientes, mas queremos gerar mais negócios a eles evidenciando ainda mais os nossos produtos”, enfatiza o gerente comercial..

A MMV atende todo o Brasil e como a distribuição dos vinhos para o consumidor final já estava prevista em seu planejamento, a adaptação da logística será simples, como prevê Martins: “Atendemos demandas de todo o Brasil, e com o e-commerce não será diferente. Temos o estoque em Curitiba embalado adequadamente para distribuição, trabalho que já fazemos há 15 anos. Para a região de Curitiba utilizaremos transportadores parceiras e para o restante do Brasil vamos iniciar uma parceria com o Correios. Um site é uma nova empresa, os próximos meses serão de aprendizado, novas contratações e muito desenvolvimento”.

WhatsApp-Image-2020-04-08-at-10.33.27

Informações e loja virtual: MMV

Chilenos e argentinos disputam apreciadores brasileiros de vinhos Malbec

Importadora MMV traz ao Brasil novos rótulos dos vinhos chilenos Felitche e Fotunatus, com destaque para Malbecs produzidos na Viña Alto Roble do Chile

Apostando no crescente público consumidor de vinhos de qualidade com preços acessíveis, a importadora curitibana MMV traz ao Brasil novos rótulos dos vinhos chilenos Felitche e uma novidade ao mercado brasileiro: o chileno Fortunatus, produzidos na vinícola Viña Alto Roble.

Dentre os novos rótulos, destacam-se o Felitche Malbec e o Fortunatus Reserva Especial Malbec. A novidade em torno destes vinhos está no fato de serem produzidos no Chile, o que confere uma peculiaridade especial a eles.

O sommelier e gerente comercial da MMV, Jonas Martins, explica que “a uva Malbec é emblemática na Argentina, por isso produzir um Malbec no Chile ainda é novidade para muitos consumidores”. Isso acontece porque, historicamente, a uva Malbec, originária da França, chegou ao mesmo tempo no Chile e na Argentina, no final do século XIX.

Contudo, como no Chile o terreno era mais fértil e variado, outros tipos de uvas como a Cabernet Sauvignon e Merlot tiveram ótima adaptação e foram priorizadas na produção dos vinhos, sendo a Malbec utilizada pelos enólogos chilenos principalmente para dar uma cor mais escura aos vinhos das outras uvas.

Desta forma, na Argentina, onde o clima e o terroir eram menos variados, a uva Malbec ganhou espaço e tornou-se protagonista, tornando o país conhecido como o melhor produtor de vinhos Malbec.

Quando os vinhedos chilenos passaram por um grande modernização nos anos 80 e 90, os produtores praticamente “arrancaram” os vinhedos de Malbec para produzir Cabernet Sauvignon, Merlot e Carménère: uvas com visibilidade no mercado externo e com maior demanda para exportação.

“O interessante foi que alguns vinhedos de Malbec sobreviveram a esse movimento dos produtores e no início dos ano 2000 começaram a ganhar destaque no mercado internacional. Assim, os Malbecs chilenos ganharam mercado internacional e hoje há mais de 6.000 hectares de cultivo da uva Malbec”, comenta Jonas.

Lançamentos

felitche-malbec

O Felitche Malbec é um vinho extremamente frutado no nariz e no paladar, muito fácil de harmonizar com todos os tipos de prato, além de ser ótimo para beber na companhia da família e dos amigos – como é toda linha Felitche.

fortunatus-malbec

Já o Fortunatus Reserva Especial Malbec é diferenciado, com longa passagem por barris de carvalho, mais estrutura e complexidade. Como todo Malbec, este é um vinho ideal para churrascos e pratos mais estruturados, como um barreado tipicamente paranaense.

A MMV agrega ainda ao seu portfólio outros rótulos do vinho Felitche: o Chardonnay, com acidez bem equilibrada, e o Felitche Rosé, feito com uvas Cabernet Sauvignon e aroma de frutas vermelhas.

Outra grande vantagem dos vinhos Felitche e Fortunatus é que eles são bem acessíveis. Uma garrafa de Felitche custa em torno de R$ 35,00 e o Fortunatus é na casa de R$ 65,00, e você pode encontrar esses vinhos em lojas especializadas e wine bares.

Informações: MMV Importadora

MMV Importadora lança no Brasil vinho orgânico com personalidade marcante

Edição será limitada e contará com apenas mil garrafas, sendo estas dos tipos rosé e branco

Atuando há mais de 20 anos no mercado nacional, a MMV Importadora traz para o país uma nova linha de vinhos orgânicos cheios de personalidade e ideais para o verão. São os vinhos da vinícola italiana Inserrata, característicos por sua refrescância, aroma e paladar frutado, além de contarem com garrafa e rótulo cheios de originalidade.

Oriundos de uma pequena vinícola localizada no vilarejo de San Miniato, na Toscana, Itália, os vinhos Inserrata são produzidos sem o uso de defensivos químicos ou qualquer fertilizante sintético.

“Estão chegando quatro rótulos de vinhos Inserrata, dois brancos e dois rosés. São vinhos orgânicos que casam perfeitamente com o verão, pois são consumidos gelados e são extremamente refrescantes”, afirma Jonas Martins, sommelier da MMV.

vinho inserrata 2

Na categoria de vinhos rosé, o Inserrata chega em duas versões. O primeiro é o Inserrata Inebriante, produzido com a uva Sangiovese e que possui um delicado aroma de pêssego e frutas brancas. Fresco e elegante, é leve ao paladar e finaliza com tons de frutas frescas.

vinho inserrata

O segundo é o Inserrata Indaco, que traz um corte de uvas, sendo 70% Merlot e 30% Sangiovese. Com intenso aroma de morango e lichia, este vinho é muito aromático e completo ao paladar, com finalização intensa e vibrante.

vinho inserrata 3

A MMV passa a oferecer ainda em seu portfólio dois vinhos brancos da mesma vinícola. Intenso e envolvente, o Inserrata Intrigo é um Chardonnay puro e tem um rico buquê de aromas frescos e frutados, como framboesa, frutas tropicais e gengibre. É elegante e completo, com uma finalização longa e aromática.

inserrata inusuale

Por fim, o Inserrata Inusuale, também feito de uvas Sangiovese, é de delicado aroma cítrico, leve e genuíno ao paladar, com finalização vívida e abrangente – este último uma curiosidade, já que é muito raro a produção de vinhos brancos com esta casta.

“Os vinhos orgânicos estão ganhando espaço no Brasil. Com o aumento de consumo desse tipo de produtos, os vinhos Inserrata ganham destaque nesse cenário e oferecem uma excelente oportunidade para o consumidor de vinho brasileiro saborear bebidas de extrema qualidade. Somado a isso, a Inserrata é uma vinícola muito pequena, familiar, o que torna estes produtos ainda mais exclusivos”, diz Jonas Martins.

Vale ressaltar que os vinhos Inserrata terão edição limitada, e estarão presentes em clientes selecionados. Serão oferecidas ao mercado brasileiro cerca de 1.000 unidades, com preços que variam entre R$ 250,00 e R$ 350,00.

Informações: MMV