Arquivo da tag: moema

Risottos variados no jantar do Dona Firmina

Conhecida pela combinação das gastronomias portuguesa e italiana, a Dona Firmina Pizzaria traz para seus clientes um menu especial de risottos disponível todos os dias no jantar.

Entre as opções estão açafrão e ragu de ossobuco (R$ 49), brie e presunto parma (R$ 49), camarão ao limão siciliano (R$49), Mignon com quatro queijos (R$ 49) e shitake (R$ 39). Além dos risottos, o novo cardápio ainda inclui duas opções de arancini – o bolinho italiano feito com risotto – nos sabores gorgonzola (R$ 29 | 6 unidades) e ragu de ossobuco (R$ 29 | 6 unidades).

Dona Firmina Pizzaria: Alameda dos Anapurus, 1491- Moema

Heaven Delícias em clima de Halloween

No sábado, 30 de outubro, a loja de gostosuras Heaven Delícias, em Moema, realiza festa de Halloween das 11 às 17 horas. A programação conta com rodízio de doces (opcional), gincanas como caça ao tesouro – chicletes e pirulitos em formatos de abóbora e bruxas – música e decoração temática.

A Heaven Delícias foi inaugurada no início de outubro, na Avenida Pavão, perto do Shopping Ibirapuera e do metrô Eucaliptos. No cardápio, açaí em diversas versões, smoothies, sorvetes de massa, picolés, fondue de chocolate com opções de frutas, café, queijo quente e misto quente.

O local é pet friendly, já que a Heaven Delícias fica ao lado do Bark Park petshop, sendo também uma ótima opção para quem leva seu amigo animal para um banho. Já espera ao lado saboreando algumas delícias.

O horário de funcionamento é de segunda-feira a sábado das 9h30 às 18 horas.

Festa de Halloween na Heaven: sábado, 30 de outubro, das 11 às 17 horas

Heaven Delícias: Avenida Pavão, 950 – Moema – São Paulo. Horário de funcionamento: segunda-feira a sábado das 9h30 às 18 horas.

Mangaba apresenta jantar exclusivo harmonizado com cachaça

Conceituado por sua culinária com ingredientes brasileiros, chef Antonio Albaneze cria menu dedicado aos amantes do destilado

O Mangaba, sob comando do chef Antônio Albaneze, prepara uma experiência exclusiva para o dia 20 de agosto. O restaurante, com ambiente aconchegante, localizado em Moema, oferece um jantar harmonizado com cachaças mantendo a proposta da casa de apresentar pratos autorais e bebidas que valorizam além dos ingredientes da fauna e flora brasileira, fornecedores nacionais.

O menu degustação será composto por duas entradas, uma fria e outra quente, sendo o ceviche de jacaré e a brandade de pirarucu defumado. O primeiro prato, um filé de pirarucu ao urucum gratinado e, o segundo, um filé grelhado ao molho de funghi flambado em cachaça com arroz de castanha de caju. Para finalizar, um pudim de castanha brasileira com calda de cachaça Caetanos como sobremesa.

As cachaças disponíveis para degustação, dentre elas algumas mundialmente premiadas, serão as mineiras da Cachaçaria Germana, a Germana Soul, servida bem gelada, e as demais, Germana Brazil, Germana Tradicional, Germana Heritage e Germana Caetano’s, a 20°C, produzidas em Nova União.

Durante o jantar você ainda poderá desfrutar de uma verdadeira aula sobre como degustar as mais nobres cachaças com a cachacier e dona da Cachaçaria Germana, Dirlene Maria Pinto.

O jantar terá o preço de R$ 220,00 (por pessoa) e será servido exclusivamente no dia 20 de agosto, a partir das 20 horas.

Mangaba: Rua Canário, 1301 – Moema – São Paulo – SP – Reservas pelo telefone/WhatsApp: (11) 93272-0840. Horários de funcionamento (sujeitos a alterações durante a pandemia – verificar no perfil do Instagram): terça a sexta: das 12h às 15h e das 18h às 21h; sábado: das 12h às 21. Domingo: das 12h às 19h

Mangaba reabre o salão com clássicos revisitados

O restaurante, comando pelo chef Antônio Albaneze, aposta em versões de pratos conhecidos do paladar brasileiro

O recém-aberto Mangaba – restaurante comandado pelo chef Antônio Albaneze, em Moema – apresenta novos pratos em sua reabertura, após o período de restrições de funcionamento imposto pela pandemia. A casa conta com um cardápio repleto de itens inusitados, que nos convidam a conhecer as regionalidades brasileiras pelo paladar, e traz agora também tradicionais pedidas da comida brasileira.

Estão disponíveis dez novos pratos, que vão desde receitas já conhecidos pelos pratos feitos paulistanos, como Picadinhos de mignon com molho roti, arroz, farofa de torresmo, ovo estalado e banana à milanesa (R$ 44) ou Filé mignon à parmegiana empanado, molho de tomate caseiro, arroz e batatas (R$ 44), até combinações mais inusitadas, como o Polpetonne recheado com banana da terra e queijo, acompanhada por um fetuccine ao pesto de rúcula, jambu e castanhas (R$ 44), trazendo o toque autoral próprio do Mangaba. As porções podem ser para uma (R$ 44) ou duas (R$ 79) pessoas, e ainda são oferecidas cinco opções congeladas que podem ser desfrutadas em casa.

Sobre a casa

“Coisa boa de comer” – é o significado da palavra mangaba, que deriva do tupi-guarani. Levado ‘ao pé da letra’ pelo chef executivo Antonio Albaneze, – e pelos sócios-proprietários, o lema do novo restaurante de São Paulo se aplica a qualquer pedida de seu menu, cuja proposta é valorizar os mais diferenciados ingredientes de todos os cantos do Brasil. Um lugar para descobrir novos sabores e texturas, explorar os sentidos e expandir o paladar, com pratos que são preparados com técnicas de alta gastronomia, mas apresentados de forma despretensiosa em um ambiente acolhedor e charmoso.

A origem do chef, na região central do país, sua experiência e sua inventividade na combinação de insumos brasileiros, possibilita que o Mangaba realize esse encontro de sabores e de ingredientes em cada prato. São todas receitas autorais e cheias de afeto, com algumas saídas diretamente do caderninho escrito à mão pela avó de Antônio.

Mangaba: Rua Canário, 1301 – Moema – São Paulo – SP. Telefone|WhatsApp: (11) 93272-0840. Delivery: iFood e WhatsApp. Horários de funcionamento (sujeitos a alterações durante a pandemia – verificar no perfil do Instagram): segunda a sexta: das 12h às 15h; terça a sábado: das 18h às 20h; sábado: das 12h às 16h. Domingos: das 12h às 17h

São Paulo ganha sorveteria tipicamente francesa

A Jules Artisan Glacier, o mais novo empreendimento de Pascal Abadie, foi inaugurada no fim de dezembro, em Moema. Depois do sucesso na área dos pães de fermentação natural e na confeitaria, com doces típicos da pâtisserie francesa, o chef traz agora sua expertise para o universo dos sorvetes artesanais

Famosa pelas baguettes e croissants, que conquistaram o coração e o paladar dos paulistanos (e da comunidade francesa que vive no Brasil), a Jules L’art du Pain está se lançando agora no mundo dos sorvetes artesanais.

Batizada de Jules Artisan Glacier, a casa fica em ponto na mesma rua e quase vizinha da unidade da Jules de Moema, na Alameda dos Anapurus, na zona sul da capital paulista.

A ideia do local é confeccionar sorbets artesanais, seguindo o melhor da tradição francesa. Assim como na padaria e confeitaria Jules, na nova sorveteria, todos os processos de produção são artesanais e levam ingredientes frescos ou naturais, sendo totalmente livre de corantes, essências, conservantes ou gorduras.

“Os nossos sorbets são saudáveis e nutritivos, produzidos conforme a receita original francesa”, conta Abadie, acrescentando que as delícias são feitas a partir de frutas naturais e água e, em alguns casos, levam leite também.

Para garantir a excelência em qualidade e um paladar genuinamente francês, o chef importou da França os equipamentos da nova sorveteria. Um deles, por exemplo, faz a extração das frutas, preservando todos os seus nutrientes.

Na vitrine haverá sempre dezesseis sabores, que serão rotativos. Porém, a ideia é surpreender o público com versões diferentes, no decorrer do tempo. “As possibilidades são quase infinitas”, conta o chef. Na área dos sorbets de frutas, alguns dos destaques são maçã golden, cenoura com laranja, manga com maracujá e frutas vermelhas, além dos ultra refrescantes limão siciliano, mojito e abacaxi com hortelã, entre outros.

Entre os sorbets mais cremosos, que levam leite na receita, ótimas escolhas são caramelo com flor de sal, baunilha (feito com a fava), chocolate amargo, coco (queimado e fresco) e pistache.

E na hora da degustação, pode-se optar pelo copinho ou por uma original casquinha colorida. Disponíveis em três versões, as casquinhas apresentam crocância na medida certa e são tonalizadas e saborizadas naturalmente. Por exemplo, a cor de rosa é tingida com corante natural de beterraba e tem sabor de água de rosas. Já a preta é feita à base de carvão natural, com gostinho de flor de laranjeira. Por fim, a tradicional, é no sabor baunilha.

Além dos sorbets, a Jules Artisan Glacier dispõe de área de cafeteria, que oferece café expresso, expresso duplo, capuccino, café com leite e água (com ou sem gás). Como bebida especial, o Café Liegeois vem com uma bola de sorvete (baunilha ou chocolate) banhada em café.

Preços: Copinho: R$ 12,00 (com 1 sabor), R$ 14,00 (com 2 sabores), R$ 17,00 (com 3 sabores); Casquinha (artesanais com corantes naturais): R$ 13,00 (com 1 sabor); R$ 15,00 (com 2 sabores); Café Liegeois: R$ 14,90, Expresso: R$ 5,90; Duplo: R$ 7,90; Cappuccino, R$ 8,50; Café com leite, R$ 7,90; Água: R$ 5,50.

Jules Artisan Glacier: Alameda dos Anapurus, 970, Moema. Horário de atendimento: diariamente, das 12h às 20h.

Jules L’art du Pain lança panetones especiais para o Natal 2020

Para esse Natal, o chef francês Pascal Abadie está lançando panetones artesanais com massa de fermentação natural à base de mix de farinhas francesas (farinhas T45 e farinha T65), com ingredientes de alta qualidade e preparação única, com casquinha de frangipane, creme tipicamente francês que leva creme de amêndoas e creme de confeiteiro.

A receita do panetone da Jules é totalmente autoral e, como tudo o que é produzido no local é livre de corantes ou essências artificiais. Em vez disso, leva laranja, fava de baunilha, ovos, manteiga, leite, açúcar, água e fermento natural.

Para quem gosta do tradicional, há o panetone de frutas secas. Já para aqueles que preferem a versão “chocotone”, o panetone com gotas de chocolate 100% cacau meio amargo é a escolha perfeita. Veja, a seguir, mais detalhes dos panetones da Jules L’art du Pain:

Panetone tradicional de frutas: produzido de forma artesanal, de fermentação natural e com massa de farinhas francesas e casquinha de frangipane (crème tipicamente francês com dois terços de creme de amêndoas e um terço de creme de confeiteiro). A receita autoral e totalmente natural, sem corantes ou essências artificiais, leva, ainda, laranja, fava de baunilha, ovos, manteiga, leite, açúcar, água e fermento natural. No recheio vão frutas cristalizadas, uvas passas pretas e brancas banhadas no rum. Preço: R$ 40,00

Panetone de chocolate: produzido de forma artesanal, de fermentação natural e com massa de farinhas francesas e casquinha de frangipane (creme tipicamente francês com dois terços de creme de amêndoas e um terço de creme de confeiteiro). A receita autoral e totalmente natural, sem corantes ou essências artificiais, leva, ainda, laranja, fava de baunilha, ovos, manteiga, leite, açúcar, água e fermento natural. O recheio é confeccionado com 100% cacau meio amargo. Preço: R$ 45,00

Jules L’art du Pain
Moema: Alameda dos Anapurus, 942. Tel. (11) 5055-4537 e (11) 98090-5050.
Vila Nova Conceição: na R. Afonso Braz, 355, Tel.: (11) 3848-9206 e (11) 96739-6909.

Le Tuscani: cozinha mediterrânea e vinhos a preços convidativos

Instalado dentro da loja da Grand Cru em Moema, restaurante tem 490 rótulos vendidos com preço de importadora, a partir de R$ 39

Existe coisa mais desestimulante do que entrar em um restaurante e ver que o preço que a casa está cobrando por aquele vinho que você tanto gosta é duas ou até três vezes maior do que o valor que você está costumado a pagar na adega de bebidas ou no supermercado do seu bairro?

Essa prática é muito comum, e a esmagadora maioria dos restaurantes não vê nada de mais em trabalhar com preços entre 60% e 150% acima dos preços de tabela das importadoras/distribuidoras.

Mas, felizmente, toda regra tem suas exceções. Uma delas é o Le Tuscani, um misto de bistrô e trattoria que, como o nome já indica, tem um menu focado em pratos das culinárias italiana e francesa. “Temos também algumas opções com sotaque espanhol e português, por isso preferimos nos apresentar como um restaurante de comida mediterrânea”, explica Márcio de Paula, o comandante da casa.

Instalado dentro de uma loja da importadora Grand Cru, o restaurante tem uma enorme variedade de vinhos à disposição de seus clientes. No total, são 490 rótulos, entre tintos, brancos, rosés e espumantes originários de países como Itália, França, Espanha, Portugal, Chile, Argentina, Alemanha, África do Sul, Austrália e Uruguai.

Você escolhe passeando por entre as prateleiras ou pela carta de vinhos, com ou sem a ajuda de um sommelier, e leva à mesa o rótulo que selecionou. Para completar, o melhor de tudo é que essas bebidas são comercializadas a preço de prateleira! Em muitos casos, você paga um preço menor do que é praticado naquele empório ou supermercado lá perto da sua casa.

bouef

O cardápio, assinado pelo chef e consultor Ricardo Setoue, tem pratos criados para harmonizar com os vinhos à disposição na loja. Por exemplo, o boeuf bourguignon (R$ 79) combina muito bem com o Côtes du Rhone Alexandre Heyne Grignan Les Adhemar (R$ 49,90) ou com o Bordeaux Boyd Catenac (R$ 149,90), o risotto de filé mignon com cogumelos, bacon e azeite trufado (R$ 62) fica ainda mais saboroso se acompanhado por um barbera piemontês da Vistamonte (R$ 49,90) ou pelo toscano Badiola (R$ 99,90), e o lombo de bacalhau confitado em azeite de ervas com batatas ao murro, linguiça calabresa, tomatinhos cereja e aspargos (R$ 110) casa à perfeição com o tempranillo espanhol Algairén (R$ 54,90) ou com o português Churchill’s State Douro (R$ 129,90).

camarao rosa

Outros hits da casa são o camarão rosa grelhado com salsa de alho confitado, limão siciliano e risotto de abóbora (releitura do clássico camarão na moranga, R$ 98) – que pode fazer par com um Chardonnay chileno da Terrapura (R$ 39,90) ou com o rosé francês Berne Sprit Mediterranée (R$ 99,90) –, o arroz de pato (R$ 78) ideal para ser degustado com um cabernet argentino Circus (R$ 49,90) ou com um alentejano Quinta do Mouro Zagalos Reserva (R$ 189,90) e os gnocchi com ragu de costela (R$ 59), ainda mais maravilhosos se escoltados por um Miluna (R$ 44,90), da Puglia, ou pelo pinot noir da Borgonha La Vignée Bouchard (R$ 189,90).

entrecote angus

Para os fãs de uma boa carne, o restaurante franco-italiano tem o entrecôte de Angus com molho de mostarda anciénne e fritas (R$ 85), o medalhão de filé mignon com molho rôti (R$ 86) e a tentadora paleta de cordeiro com polenta trufada (R$ 88). Para esses suculentos e saborosos cortes, as sugestões são o malbec argentino Escorihuela, da Família Gascon (R$ 69,90), ou o cabernet chileno Morandé Pionero (R$ 69,90).

le tuscani 2

Nos almoços de segunda a sexta, o Le Tuscani serve um menu executivo por R$ 59 com várias opções de entrada, prato principal e sobremesa. Quem preferir pode pedir um dos pratos principais do cardápio à la carte e receber uma entrada e uma sobremesa do executivo pelo mesmo valor do menu promocional. Aos finais de semana, o restaurante também oferece o menu “Almoço na adega” com entradas, pratos principais e sobremesas do menu normal, por R$ 99 + 12% (serviço).

Para quem preferir vinhos em taça, a casa acaba de começar a trabalhar com a máquina Coravin, que permite beber pequenas doses de um vinho sem abrir a garrafa e conservá-lo graças à injeção de gás argônio. São 70 rótulos, dos mais baratos e simples aos mais caros e complexos, e o cliente pode escolher se prefere uma dose de 30 ml, 60 ml ou de 120 ml. Essa é uma alternativa muito conveniente para quem for curtir uma happy hour na varanda do restaurante, período no qual a cozinha oferece petiscos próprios para serem compartilhados, como a porção de lulinhas à provençal (R$ 51), a burrata com pesto de manjericão (R$ 59) ou as bruschettas de tomate com mozarella de búfala (R$ 32).

Em suma, o Le Tuscani é um espaço que enaltece a enogastronomia, oferecendo uma comida de qualidade e, para acompanhar, ótimos vinhos a preços vantajosos – que agradam tanto quem é iniciante e não quer desembolsar um valor muito alto, quanto quem já tem familiaridade com o universo dos vinhos e busca bebidas excepcionais sem valores exorbitantes.

le tuscani vinho

Sobre Márcio de Paula

Nascido no interior do estado de São Paulo e hoje com 44 anos, Márcio de Paula veio para a capital no final dos anos 90 para estudar e aprofundar seus conhecimentos de sommelier. Nos anos seguintes, trabalhou em renomados restaurantes e lojas gourmet, como o Café Gardênia, a rotisserie Paola di Verona, o Empório Santa Maria e o Figueira Rubaiyat – onde foi eleito um dos melhores profissionais da cidade no ano de 2007, segundo a revista “Gula”.

Desde 2009, trabalha na área comercial, tendo passado por importadoras como a Península e a Grand Cru. Depois de atuar como gerente no restaurante que funcionava na loja da Grand Cru em Moema, assumiu o negócio junto com outros dois sócios. Desde agosto de 2019, comanda os trabalhos no espaço, rebatizado como Le Tuscani.

le tuscani

Le TuscaniAlameda dos Nhambiquaras, 614, Moema – São Paulo – Horário de funcionamento: Segunda a quinta, das 12h às 15h e das 19h às 23h. Sexta, das 12h às 15h e das 19h às 24h. Sábado, das 12h às 17h e das 19h às 24h. Domingo, das 12h às 17h

Konstanz lança menu executivo

Mesmo na correria do dia, é possível conhecer culinárias variadas na cidade de São Paulo, prova disso é que o restaurante Konstanz, presente na gastronomia da cidade há mais de quatro décadas, coloca em cartaz o Menu Executivo (R$ 36,90 por pessoa) com entrada, principal e sobremesa. No cardápio (segunda a sexta), o cliente encontra diariamente quatro opções diferenciadas servidas com sugestões de acompanhamentos que harmonizam perfeitamente.

Na segunda, há o Filé de Frango Grelhado acompanhado por Arroz Branco e Legumes Cozidos; Filé de St. Peter Grelhado com Arroz Branco e Anéis de Cebola; Bullete com Arroz Branco e Legumes Cozidos e o Paillard de Filet Mignon com Macarrão Fettucini ao Molho Branco.

carne verm

Na terça, é a vez Strogonoff de Filet Mignon com Arroz Branco e Batata Palha; Filé de Truta Grelhada servido com Arroz 7 Grãos e Legumes Cozidos; Filé de Frango à Milanesa com Salada de Batatas e Legumes Cozidos e o suculento Bife Ancho Grelhado com Arroz Branco e Batata Frita.

frango

Na quarta a Feijoada Konstanz acompanha Guarnição Individual; Filé de St. Peter Grelhado com Arroz Branco e Purê de Batatas; Filé de Frango Grelhado com Arroz Branco e Legumes Cozidos e o Filet Mignon grelhado Com Arroz 7 Grãos e Legumes Cozidos.

carne

Na quinta, Filet Mignon Grelhado ao Molho Madeira com Arroz Branco e Purê; Filet Mignon Suíno Grelhado com Arroz 7 Grãos e Legumes Cozidos; Bife Ancho Grelhado com Arroz Branco e Batata Fritas; Filé de St. Peter Grelhado com Arroz Branco e Legumes Cozidos e o Paillard de Filet Mignon com Macarrão Fettucini ao Molho Branco.

salmao

Na sexta, Filé de Salmão Grelhado com Arroz 7 Grãos e Purê; Filet Mignon Suíno Grelhado com Arroz 7 Grãos e Legumes Cozidos; Bife Ancho Grelhado com Arroz Branco e Batata Fritas e o Filé de Frango Grelhado com Macarrão Fettucini ao Molho Provençal.

parmegiana

Aos que preferirem, há ainda no menu sugestões fixas (disponíveis de segunda a sexta no almoço) como é o caso do Filet a Diana (Filet Mignon grelhado com arroz branco puxado ao próprio molho da carne com toque de creme de leite e batata fritas); Filet à Parmegiana (filet mignon empanado frito com arroz branco e fritas); Goulasch (cubos de carne cozidos ao molho com páprica servido com batatas cozidas e Spatzle); Filé de Peixe à Fiorentina (filé de St. Peter grelhado gratinado com molho de espinafre e purê de batatas) e o clássico Fettucini à Bolonhesa. Acompanhamentos podem ser pedidos à parte (R$7) como a Salada Konstanz; Batatas Fritas; Arroz Branco; Arroz Integral; Legumes; Purê de Batatas; Feijão e Salada de Batatas. Para acompanhar, sucos naturais como Melancia, Limão e Laranja (R$ 8).

A casa ainda propõe, um cartão fidelidade, onde ao completar quatorze refeições na casa, a Feijoada de Sábado é completamente gratuita.

Restaurante Konstanz: Av. Aratãs, 713 – Moema – São Paulo. Horário de funcionamento: segunda a quinta, das 12h às 24h. Sexta e sábado, das 12 à 1h e domingo das 12h às 18h

Restaurante Konstanz prova que pratos clássicos nunca morrem

Há quase quatro décadas no bairro de Moema (SP), casa suíço-alemã aposta em receitas de sucesso

Atraindo cada vez mais um público seleto que busca conhecer a gastronomia suíço-alemã, o restaurante Konstanz, localizado em uma charmosa esquina no bairro de Moema há quase quatro décadas, é sem dúvida alguma um dos melhores endereços do gênero em São Paulo.

Wellington Nemeth - FotografoKonstanz Restaurante.3Wellington Nemeth - Fotografo

O foco da cozinha sempre muito elogiada por todos que ali passam, são as especialidades da casa como Paprika Schnitzel (carne grelhada acompanhada por Spatzle e molho de páprica) preparada com Lombo Grelhado (R$ 67), Filet Mignon Grelhado (R$ 81) e até mesmo Filé de Frango Grelhado (R$ 60); Kasseler (R$ 74 – bisteca suína defumada com chucrute e batatas cozidas); Schlapchplatte Chucrute Garni (R$ 226 – joelho suíno, carré suíno, salsichão schublig, salsicha de vitela, salsicha Frankfurt acompanhada por batatas cozidas e chucrute); Schubligwurst (R$ 54 – dois salsichões e salada de batatas); Kalbsbratwurst (R$ 66 – duas salsichas brancas de vitela com molho acebolado e batata rosti tradicional ou ervas); Goulash (R$ 62 – cubos de carne em molho de tomates e páprica acompanha spatzle e batatas cozidas); 4 Wurst (R$ 103); KonstanzWurstBier (R$120) além do Bulete (R$ 67 – hamburguer de carne tipo alemã grelhada acompanhada por salada de batatas).

Konstanz RestauranteWellington Nemeth - Fotografo

Há ainda Confit de Pato (R$ 89) preparado com coxa e sobrecoxa, meio peito de pato confitados e acompanhados por batatas coradas e repolho roxo); Escalope Floresta Negra (R$ 112) acompanhado por Arroz puxado no molho de queijo ementhal e funghi seco); Marreco Konstanz (R$ 81) preparado com pedaços nobres de marreco à caçador; Batata Rosti que podem ser recheadas com Espinafre com Cream Cheese (R$ 36), Pernil (R$38) e Salsicha Viena (R$ 41).

Para acompanhar peça pelas Cervejas Nacionais e Importadas como: Erdinger (R$31); Warsteiner (R$ 34); HB (R$ 32) e Weihenstephane (R$ 34). Aos amantes de Caipirinhas (a partir de R$ 19), destaque para Frutas Vermelhas; Lima da Pérsia e Tangerina. Para finalizar, a clássica receita de Strudel vem servida com Sorvete e até mesmo Chantilly (R$ 19).

Restaurante Konstanz: Av. Aratãs, 713 – Moema- São Paulo. Horário de funcionamento: segunda a quinta, das 12h às 24h. Sexta e sábado, das 12h à 1h, e domingo das 12h às 18h.

Meatbar, casa do grupo Don Pepe, é novidade em Moema

De decoração moderna, cardápio enxuto e carta de drinques autorais, a casa do Grupo Don Pepe aposta em novo conceito gastronômico

Boas receitas e espaços para compartilhar, esses são alguns dos atrativos do Meatbar, nova casa do restaurateur Francesco Conte, sucessor do visionário Andrea Conte à frente do DPN Gastronomia – grupo gastronômico com cerca de 20 casas em SP desde a década de 80.

Localizado em Moema o Meatbar nasce com a proposta de ser uma casa de cozinha descomplicada, preço justo, bons drinques e acima de tudo, um lugar para se “compartilhar experiências”. A decoração jovial e despojada é percebida logo na entrada onde um amplo salão dá as boas-vindas. Por ali, é possível ver grafites espalhados pelas paredes da casa que dispõem de 70 lugares onde estão dispostos cadeiras, sofá e um extenso bar de onde saem drinques clássicos e autorais (R$ 22).

Para Conte, a ideia de criar uma casa com conceito “para todos” vem ao encontro da nova fase do grupo. “Cresci vendo meu pai à frente de restaurantes da cidade e com isso pude aprender, tomar o gosto pela cozinha, participar de alguns processos e até mesmo, tomadas de decisões. A chegada do Meatbar é o reflexo de uma nova fase do grupo gastronômico onde queremos explorar novos desafios e mostrar a todos, que há bons lugares em SP onde é possível compartilhar experiencias, prezando pela qualidade, serviço, e acima de tudo, pelo preço honesto”, diz Francesco.

drinque meatbar

Da coqueteleira, saem drinques como: Negroni; Old Fashion; Classic Tonic e Caipi Meat. As receitas permeiam por todos os setores valorizando a matéria-prima e as boas e inusitadas combinações entre elas. Além de cervejas nacionais, artesanais e chopp (R$ 10).

meatbar 1meatbar 4meatbar 8meatbar 11meatbar 6

Entre os highlights do menu, Linguiça Parrilhera (R$ 29); Queijo Coalho na Brasa com Mel (R$26); Provoleta (R$ 28); Pastel de Queijo Raclette com Ervas (R$ 5 unidades, R$ 23); Coxinha de Escondidinho (massa de abobora com carne seca e catupiry – R$ 22 com 6 unidades); Ovos Rancheiros (ragu de linguiça, ovo gema mole parmesão gratinado com pão ciabatta – R$ 21); Bufallo Chicken (R$ 27); Bolinho de Costela (R$ 22); Cenoura na Grelha preparada na Brasa acompanhada com Mel (R$ 16); Burrata Cremosa La Bufalina (R$ 43); Gnocchi de Abóbora (R$ 25); Pizzeta de Carpaccio (R$ 31); Steak Tartare com Fritas Artesanal (R$ 39); Batata Rústica (R$ 17); Camarão Bowl (R$ 30). Além dos Cortes da casa “Angus”: Short Rib (R$ 46); Assado de Tira (R$ 48); Prime Rib (R$ 99); Picanha (R$ 72); Chorizo (R$ 52); Ancho (R$ 52) e Fraldinha (R$ 41).

DryAged -meatbarSalada2 meatbarmeatbar 10SaladaCamarão meatbar

Há ainda o Xburguer (R$ 19) preparado com 180g do Blend Especial de Carne Angus e o Veggie Sanduíche (R$ 35) feito com Blend de Jaca defumada, Abacate temperado e Mix de Legumes Raw.

Para finalizar com chave de ouro, “Twix” (R$ 18) Brownie de Chocolate Amargo, Doce de Leite, Ganache e Farofa de Paçoca; Choco Crunch (R$ 20) Creme de Ovomaltine, Creme Chocolate Branco, Sorvete de Creme e Calda de Chocolate e o Red Velvet Cheese Cake (R$ 17).

meatbar 9meatbar 7meatbar 5meatbar 3meatbar 2

Meatbar: Alameda Jauaperi, 605 – Moema – São Paulo. Horário de funcionamento: segunda a quinta, das 12h às 15h e das 18h às 23h. Sexta e sábado, das 12h às 24h. Domingo: fechado.