Arquivo da tag: namu cursos

Como se alimentar à base de plantas de um jeito descomplicado e econômico

O chef Thiago Medeiros, do Namu Cursos, ensina como utilizar a alimentação Plant Based no dia a dia de um jeito descomplicado e econômico

Comer de forma saudável, prática e saborosa é o desejo das pessoas que tentam conciliar o dia a dia agitado e o bem-estar. Muitas vezes, no entanto, imaginam que é difícil abandonar antigos hábitos, como se alimentar em fast-foods, ingerir proteína animal ou utilizar alimentos industrializados. Para mostrar que é possível criar consciência alimentar, sem perder tempo nem prazer à mesa, o Namu Cursos, primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar, criou “Descomplicando o Plant Based”, com o chef Thiago Medeiros, especializado em gastronomia vegana e vegetariana.

O curso para iniciantes mostra conceitos, dá dicas como organizar a lista de compras, ensina técnicas de cozinha e como preparar pratos diários com o que tem na geladeira. O Plant Based, alimentação 100% natural à base de plantas, inclui tudo o que vem da terra, como sementes, grãos, frutas, flores, legumes e verduras. “É preciso combater o estigma de que esse tipo de alimentação é sem graça e pouco nutritiva. Ela é rica em vitaminas e minerais, contém proteínas e pode ser muito saborosa”, afirma Thiago. “E ainda reduz os riscos de Diabetes tipo 2, diminui a hipertensão arterial e contribui para o alcance da longevidade”, completa.

Mas qual é a diferença entre veganismo e o Plant Based? Os dois excluem o consumo de produtos de origem animal, mas o Plant Based propõe um modelo com o uso integral dos alimentos, minimamente processados, frescos e, de preferência, orgânicos. “Ele traz ainda o conceito de comfort food, aquela comida que lembra os pratos preparados pela avó, tia ou mãe na infância e tem a capacidade de despertar emoções”, diz.

Quem aderir ao Plant Based ainda está contribuindo para o equilíbrio do meio ambiente. O método respeita os conceitos de sustentabilidade, rastreabilidade (conhecimento da origem do alimento), sazonalidade (consumo apenas de produtos de cada estação) e processo orgânico (sem adubo químico nem fertilizante). “A ideia é se alimentar de forma saudável e manter equilíbrio com o universo”, conclui Thiago.

E, para finalizar, Thiago ensina duas receitas deliciosas do seu curso disponível na plataforma Namu Cursos. Lá é possível encontrar um conteúdo exclusivo, com outras receitas e dicas.

Croquete de grão de bico

croquete de grao de bico.jpg

Ingredientes:
2 xícaras de grão de bico cozido
1 xícara de farinha de trigo integral
1 cebolas em cubos
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de tahine
2 colheres de sopa de zaatar
½ maço de coentro
1 maço de escarola
1 colher de sopa de lemon-pepper
1 limão
½ xícara de azeite
Sal e pimenta do reino a gosto
Farinha de linhaça para empanar

Modo de preparo:
Como fazemos com todas as leguminosas, primeiramente é preciso deixar o grão de bico de molho por até 24 horas, trocando a água a cada 8. Em seguida, cozinhe-o em água/caldo de legumes até que comece a desmanchar. Transfira o grão escorrido ainda quente para o processador e bata-o até obter um purê. Tempere esse purê com tahine, zaatar, coentro, lemon pepper, limão, azeite, sal e pimenta do reino. Em paralelo, refogue o alho e a cebola em um fio de azeite, adicione as folhas de escarolas rasgadas e mexa tudo rapidamente. Adicione a escarola refogada ao purê de grão de bico e processe mais uma vez. Acerte o ponto da massa com farinha de trigo, lembrando sempre de adicionar a farinha aos poucos para não ressecar a massa. Quando ele estiver em ponto de bolear, está pronto. Molde os croquetes com as mãos, empane-os na farinha de linhaça e disponha-os lado a lado em uma assadeira previamente untada. Leve ao forno preaquecido a 200º por 20 minutos, ou até que estejam firmes.

Risoto de tomate e hortelã

risoto de tomate e hortela.jpg

Ingredientes:
1xícara de arroz arbóreo
1kg de tomate em cubos
2 cebolas em cubos
4 dentes de alho picados finamente
1 maço de hortelã
¼ xícara de açafrão ralado
1 colher de sopa de páprica picante
2 colheres de sopa de chimichurri
Caldo de legumes caseiro
Sal a gosto

Modo de preparo:
Comece por fazer um caldo de legumes caseiro bem saboroso. Para isso, coloque uma panela no fogo com água e junte cascas e aparas de legumes, talos de ervas, folhas de louro, especiarias e etc. Deixe ferver por, pelo menos, uma hora, ou até que os sabores tenham passado para o caldo. Agora, em uma frigideira alta, refogue o alho, a cebola, o açafrão e metade do tomate com um fio de azeite, mexendo bem até ficar bem dourado. Tempere com uma pitada de sal e chimichurri, e, em seguida, acrescente o arroz. Deixe que o grão doure por completo e vá adicionando o caldo de legumes aos poucos, sempre mexendo em sentido horário e, dessa forma, cozinhe o grão.
Toda a vez que o líquido secar, você adiciona mais um pouco do caldo de legumes. Continue sempre mexendo em sentido horário, até que o grão esteja macio. Acerte os temperos com sal e páprica picante e finalize com uma boa dose de azeite e folhas de hortelã rasgadas.

Sobre o Thiago Medeiros: Chef de cozinha formado pela Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, especializado em cozinha vegetariana e vegana. Faz viagens de pesquisa para diversos países com o objetivo de agregar ainda mais conhecimento e experiência aos seus pratos

Sobre o Namu Cursos: startup com foco em qualidade de vida. É a primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar. O objetivo da empresa é contribuir para a evolução das pessoas por meio de conteúdos para uma vida mais equilibrada. Os cursos são completos e contam com os melhores professores de yoga, pilates, fitness e alimentação saudável. São adquiridos por meio do site e podem ser acessados pelo computador, celular ou tablet.

 

Massa sem glúten: aprenda a substituir o ingrediente sem prejudicar o sabor

Namu Cursos em parceria com a chef Renata Monteiro lança curso que ensina receitas de deliciosas massas sem glúten

O glúten é uma proteína encontrada no trigo e em alguns cereais, como a cevada, centeio, bulgur, espelta e kamut. Ele está presente em muitos alimentos do nosso dia a dia, inclusive na preparação das diferentes massas que consumimos.

Muitas pessoas, no entanto, têm optado pela sua retirada do cardápio, seja por restrições alimentares ou mesmo por estilo de vida. A doença celíaca é um dos exemplos. Ela corresponde a um distúrbio autoimune inflamatório do intestino delgado, causando uma série de desconfortos que impede a pessoa de consumi-lo.

Pensando nessas pessoas, o Namu Cursos, plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar, convidou a chef Renata Monteiro para desenvolver o curso “Massas frescas sem glúten”, no qual mostra que a vida sem glúten é possível e pode ser deliciosa.

De acordo com Renata, quando se trabalha com alimentos livres de glúten, é preciso lançar mão de estratégias, técnicas e combinações de ingredientes que proporcionem elasticidade e homogeneidade à massa. “O ideal é procurar aprender mais sobre farinhas, como usar gomas da forma correta e, sem dúvida, testar em casa diferentes receitas. A cozinha sem glúten é um laboratório, como qualquer outra. A dificuldade está na adaptação do paladar e de entender quais são os melhores ingredientes e técnicas para fazer as substituições”, explica.

Segundo a chef, para uma correta substituição, é necessário utilizar ingredientes com uma estrutura física e química semelhantes ao glúten. “É o caso das gomas xantana e guar. Quando queremos resultados mais delicados, usamos a goma xantana. Já, quando desejamos uma base mais consistente, como as de pães, massas frescas e massas que precisam ser esticadas, optamos por combinar as duas gomas. Nestes casos, os resultados finais são mais interessantes quando as gomas são misturadas e isso é comprovado quimicamente”, explica Renata.

No curso “Massas frescas sem glúten”, a professora ensina desde o conceito de restrições alimentares e a diferença entre elas até dicas de substituições, seleção farinhas sem glúten, como escolher cada uma para diferentes receitas e como evitar contaminações cruzadas. Além disso, a chef ensina receitas de diferentes tipos de massas para serem preparadas no dia a dia. O curso sai por R$ 286,00 a vista ou em até 12 parcelas de R$ 23,83 no cartão. 

E, para finalizar, o Namu Cursos separou uma receita retirada do curso para mostrar que a vida sem glúten pode ser descomplicada e muito deliciosa:

Nhoque tradicional

nhoque

Ingredientes
– 500g de purê de batata
– 2 ovos
– 100g de farinha de arroz
– 2 colheres de sopa de azeite
– 1 colher de chá de sal

Modo de preparo
1. O purê de batata deve descansar até todo o vapor sair;
2. Despeje o purê, os ovos, o sal, o azeite em uma vasilha e misture levemente;
3. Coloque a farinha de arroz na mistura e volte a mexer;
4. Polvilhe a bancada com um pouco de farinha e despeje a massa em cima;
5. Misture a massa com as mãos até chegar ao ponto final (acrescente mais farinha, se necessário);
6. Lave as mãos para remover o que restou da massa e continue a preparação;
7. Corte um pedaço da massa e enrole até chegar na espessura do nhoque ideal;
8. Caso prefira, arredonde o nhoque levemente com as mãos.
9. Coloque os nhoques em uma forma (levemente untada com farinha de arroz) e cubra-os para que não ressequem;
10. Leve uma panela com água e sal ao fogo. Após iniciar fervura, coloque os nhoques e deixe-os cozinhar por 2 a 3 minutos.

Molho pesto

Ingredientes
– 300g de manjericão fresco
– 1/2 dente de alho
– 200g de nozes pecã
– Azeite
– 50g de parmesão ralado
– 200g de nhoque para 100g de molho

Modo de preparo
1. Coloque o manjericão, as nozes, o alho, o parmesão e o azeite no liquidificador e bata bem;
2. Caso os ingredientes estejam com dificuldade de se misturar no liquidificador, mexa com uma colher e, se necessário, despeje mais azeite;
3. Quando a mistura estiver homogênea, coloque uma pitada de sal e volte a bater;
4. Reserve o molho;
5. Para finalizar, coloque o molho por cima do nhoque.

Sobre Renata Monteiro

banner_massas.jpg
Mestre em gastronomia formada pela FCT/UNL Lisboa e especialista em cozinha inclusiva pelo ICIF Itália. Foi uma das participantes da edição do Masterchef Portugal 2015 e é mãe de três crianças alérgicas a leite, ovos e trigo.

Sobre o Namu Cursos
Namu Cursos é uma startup com foco em qualidade de vida. É a primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar. O objetivo da empresa é contribuir para a evolução das pessoas por meio de conteúdos para uma vida mais equilibrada. Os cursos são completos e contam com os melhores professores de yoga, pilates, fitness e alimentação saudável. São adquiridos por meio do site e podem ser acessados pelo computador, celular ou tablet.

Dia Mundial do Chocolate: receitas saudáveis com cacau

O chocolate está presente na vida da maioria das pessoas e, além de ser uma delícia, traz diversos benefícios à saúde: alivia a ansiedade e o estresse, tem ação antioxidante, estimula a memória e a concentração, aumenta a sensação de saciedade, melhora a circulação sanguínea e ainda ajuda na recuperação do corpo depois de atividades físicas. E, para celebrar essa maravilha, existe o Dia Mundial do Chocolate, comemorado em 7 de julho.

Para não deixar a data passar em branco, o Namu Cursos, primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar, mostra que é possível preparar alternativas criativas e saudáveis usando o cacau como ingrediente. Confira três receitas selecionadas pela plataforma, que foram retiradas dos cursos, “Cardápio Funcional”, “Descomplicando a Alimentação Plant Based” e “Sobremesas e Dicas Veganas” para serem preparadas e saboreadas no dia.

Torta de Chocolate à Moda Caprese

torta de chocolate.jpg

Ingredientes:
– 300 gramas de amêndoas triturada
– 250 gramas de manteiga ghee
– 100 gramas de xilitol
– 300 gramas de chocolate 70% de cacau
– 6 ovos

Modo de preparo:
Derreta o chocolate e coloque na batedeira junto com os ovos e a manteiga. Bata os ingredientes por cerca de 5 minutos até obter uma mistura homogênea. Pause, acrescente o xilitol e volte a bater. Após a mistura homogênea, ligue a batedeira e acrescente a farinha de amêndoas aos poucos. Unte a forma com óleo de coco e despeje a mistura. Leve ao forno à 180ºC por 15/20 minutos.

Fonte da receita: Cardápio Funcional – Namu Cursos

Brownie de Feijão Preto e Avelã 

brownie preto

Ingredientes:
– 2 xícaras de feijão preto cozido
– 2 xícaras de creme de castanha-de-caju
– 1 xícara de açúcar mascavo
– 4 colheres de sopa de cacau
– 200 g de chocolate 70%
– 100 g de avelã Ingredientes

Modo de preparo:
Para esse brownie temos algumas etapas básicas a cumprir. A primeira delas consiste em fazer uma calda com açúcar mascavo, cacau e água. Leve esses 3 ingredientes ao fogo em uma caçarola alta, em fogo baixo, sempre mexendo. A segunda parte é cozinhar o feijão preto em apenas água e reservar. Para a terceira parte é necessário fazer um creme de castanha-de-caju. Para isso, deixe as castanhas de caju cruas de molho por, pelo menos, 4 horas, ou trinta minutos, em água morna. Quando hidratadas, escorra-as e bata em um liquidificador, até obter um creme. Nessa etapa, acrescente um fio de água, caso necessário. Este pode ser um processo um pouco mais demorado, dependendo do liquidificador. Bata o feijão preto no liquidificador com um pouco da calda apurada até se tornar um creme. Em seguida, derreta o chocolate 70% em banho-maria. Incorpore o creme de feijão ao de castanha-de-caju. Adicione as avelãs e depois o chocolate derretido em banho maria. Transfira essa mistura a uma assadeira previamente untada e leve-a ao forno preaquecido a 180º C, por 25-30 minutos. Retire do forno e espere esfriar. Lembre-se de guardar parte da calda para servir quente sobre o brownie.

Fonte da receita: Descomplicando a Alimentação Plant Based – Namu Cursos

Muffim de Laranja e Semente de Papoula com Calda de Cacau

muffin chocolate.jpg

Ingredientes 

Muffin
– 1 xícara de farinha de trigo
– 1/3 xícara de farinha de castanha-do-pará (se não encontrar pronta, triturar as castanhas no liquidificador)
– 1/2 xícara de açúcar demerara
– 1 colher de chá de fermento
– 1 pitada de sal marinho
– 1 xícara de iogurte de soja natural
– 1/3 xícara de óleo de coco derretido
– 1 colher de chá de extrato de baunilha
– 1/3 xícara de suco de laranja
– 2 colheres de chá de semente de papoula
– Raspas da laranja

Modo de preparo

Muffin
Preaquecer o forno a 180°C. Misturar o óleo de coco derretido, o extrato de baunilha, a pitada de sal, o açúcar demerara, a farinha de castanha-do-pará, o suco de laranja com as raspas e o iogurte.Peneirar a farinha de trigo e juntar à mistura. Acrescentar o fermento e misturar bem. Levar ao forno em forminhas de papel e assar por 30 minutos.

Ingredientes

Calda de Cacau
– 3/4 xícara de cacau em pó
– 1 xícara de açúcar mascavo
– 3 colheres de sopa de melado de cana
– 2 xícaras de água potável
– 1 colher de sopa de ágar-ágar
– 1 pitada de sal

Modo de preparo

Calda de Cacau:
Levar a água, o melado de cana, o açúcar mascavo, e o ágar-ágar ao fogo até dissolver. Mexer até dissolver. Acrescentar o sal e o cacau. Cozinhar em fogo médio mexendo bem até engrossar. Deixar a calda esfriar e colocar na geladeira. Triturá-la no liquidificador até atingir uma textura cremosa. (se necessário, colocar um pote de água filtrada para ajudar no processo). Usar o saco de confeiteiro para cobrir os muffins.

Rendimento: oito muffins

Fonte da receita: Sobremesas e Dicas Veganas – Namu Cursos

Fonte: Namu Cursos é uma startup com foco em qualidade de vida. É a primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar. O objetivo da empresa é contribuir para a evolução das pessoas por meio de conteúdos para uma vida mais equilibrada. Os cursos são completos e contam com os melhores professores de yoga, pilates, fitness e alimentação saudável. São adquiridos por meio do site (www.namucursos.com.br) e podem ser acessados pelo computador, celular ou tablet.

Beleza Sustentável: aprenda a fazer cosméticos naturais e veganos

A convite do Namu Cursos, primeira plataforma online para uma vida equilibrada, Daniella Kakazu e Luiza Monteiro, ambas engenheiras químicas e pós-graduadas em sustentabilidade, elaboraram um curso on-line exclusivo para a plataforma. Com o nome de “Cosméticos Naturais e Veganos”, o curso possui 11 videoaulas que ensinam a fazer os mais variados tipos de cosméticos com foco no cuidado da pele, como hidratantes, séruns, esfoliantes, máscaras e tônicos.

cosmeticos naturais veganicos organicos

O grande diferencial do curso é que todos os cosméticos são livres de elementos de origem animal. Até mesmo ingredientes como o leite e o mel – muito presentes em cosméticos – são deixados de fora das receitas. “A ideia é fazer tudo para causar o mínimo de impacto possível ao meio ambiente” explica Luiza.

Além disso, os produtos são 100% naturais, ou seja, sem nenhum componente que foi sintetizado em laboratório. “Desejamos transformar as relações das pessoas com seu próprio corpo e com a natureza, levando os benefícios dos cosméticos naturais a todos. Queremos inspirá-las a ter um cuidado mais verdadeiro, minimalista e harmonioso com a sua pele”, diz Daniella.

De acordo com Luiza, é um grande erro achar que os cosméticos precisam ter produtos químicos ou de origem animal para deixar a pele bonita e saudável. Os ingredientes vegetais são muito nutritivos, eficientes e trazem diversos benefícios para a pele a longo prazo. Ao contrário dos produtos convencionais, que em sua maioria são compostos por água ou ingredientes químicos e tratam apenas os sintomas aparentes. “Além do que, alguns deles são agressivos à pele, causando alergias, irritações, acne, coceiras e até desequilíbrios hormonais”, completa.

As professoras explicam que a transição de produtos industrializados para naturais não é para ser algo duro ou sofrido. “Vá substituindo aos poucos. Conforme os seus produtos forem acabando, vá introduzindo os naturais na sua rotina”. Além disso, é necessário ter paciência, pois o organismo pode demorar um pouco para se acostumar com eles. “É importante que não desista nas primeiras tentativas”.

O curso idealizado por Daniella e Luiza reúne dicas que ajudarão nessa transição, além de explicar quais são os melhores ingredientes para todos os tipos de pele, seja ela ressecada, oleosa, sensível ou com acne. Em adicional, mostra os cuidados necessários para fazer os cosméticos em casa, com qualidade.

Valores: a vista = R$ 286,00, ou em até 12x de R$ 23,83 no cartão de crédito.

Natural skincare cosmetic products on white marble table from above. Creams, balms, masks, oils, serums.  Beauty blogger concept

Namu Cursos

É uma start up com foco em qualidade de vida. É a primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar. O objetivo da empresa é contribuir para a evolução das pessoas por meio de conteúdos para uma vida mais equilibrada. Os cursos são completos e contam com os melhores professores de yoga, pilates, fitness e alimentação saudável. São adquiridos por meio do site e podem ser acessados pelo computador, celular ou tablet.

Sobre Daniella Kakazu e Luiza Monteiro

Daniella e Luiza são Engenheiras Químicas pela UFSCar. Daniella é pós-graduada em Sustentabilidade pela Universidade da Califórnia, de Los Angeles (EUA). Ambas empreendedoras na Jaci Natural, marca de cosméticos naturais, veganos e sustentáveis.

Copa do Mundo: desvende a cultura dos participantes com a culinária vegetariana

Com o Namu Cursos, é possível conhecer mais sobre outros lugares e ainda servir pratos bonitos durante os jogos

Além da emoção dos jogos, a Copa do Mundo é uma ótima oportunidade para conhecer a cultura dos países integrantes. Que tal começar pela culinária? Com temperos e sabores distintos, cada lugar tem suas especificidades na cozinha. É o que mostra o curso Volta ao mundo com a culinária vegetariana da chef Natália Werutsky em parceria com o Namu Cursos, primeira plataforma de cursos online voltada para uma vida equilibrada. As aulas mostram pratos clássicos de nove países em versões vegetarianas e suas histórias.

Aqui, o Namu convida você e seus amigos para saborear três pratos, ensinados no curso, de países participantes da Copa: a Paella, da Espanha, a Frittata, do México, a Salada Brazuca, do Brasil (afinal, nossa seleção não poderia ficar de fora dessa!).

Expanda seus horizontes e aumente a diversão na hora dos jogos! Confira as opções abaixo.

Paella

paella.jpg

Ingredientes
– 1 xícara de chá de arroz-cateto integral cru
– 2+1/4 xícaras de chá de caldo de legumes quente
– 1 dente de alho
– 1 xícara de chá mix de cogumelos: shitake, champignon e shimeji branco
– 1 xícara de chá mix de pimentão vermelho, amarelo e cambuci
– 1/2 xícara de chá de vagem picada
– 1 cenoura em cubos
– 1/2 xícara de chá de ervilha fresca
– 1 pimenta vermelha fatiada
– 1/2 xícara de chá de tomate cereja
– 1/2 xícara de chá de alho-poró fatiado
– 1 colher de sopa de açafrão
– 4 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
– 1 colher de chá de sal marinho
– 1/2 colher de chá de suco de limão
– 1/2 xícara de chá de salsinha picada para finalização

Modo de preparo
Deixe o arroz de molho por 24h. Enxague e escorra o arroz. Em uma panela, toste o arroz até secar. Acrescente 2 xícaras de chá de caldo de legumes. Cozinhe por uns 15 minutos, até ficar al dente. Reserve. Tire as sementes dos pimentões e das pimentas. Fatie tudo em tiras finas. Corte os tomates cerejas ao meio e reserve. Corte as vagens em rodelas e a cenoura em cubos pequenos. Branqueie a vagem, a cenoura e a ervilha fresca (branquear é colocar os legumes em água quente por alguns minutos, e, depois colocar no gelo para parar o cozimento). Reserve. Em uma frigideira antiaderente, coloque azeite e açafrão. Refogue os pimentões e o alho-poró por uns 2 minutos até ficar ligeiramente macios. Acrescente os cogumelos, a cenoura, a vagem, e a ervilha.
Adicione o alho, a pimenta vermelha e o cambuci. Refogue mais uns 2 minutos para pegar o sabor. Acrescente o arroz, ¼ xícara de chá de caldo de legumes, os tomates, e o sal. Refogue por mais uns 2 minutos. Desligue o fogo, regue com azeite. Finalize com o suco de limão e salsinha. Sirva imediatamente.

Frittata

fritata

Ingredientes
– 4 ovos caipiras e orgânicos
– 1 pitada de pimenta do reino
– 1/4 xícara de chá de folhas de espinafre fresco
– 1/2 colher de chá de sal marinho
– 1 colher de chá de azeite
– 2 colheres de sopa de shimeji
– 2 colheres de sopa de tomate picado
– 2 colheres de sopa de mussarela de búfala

Modo de preparo
Preaqueça o forno a 180ºC. Em uma vasilha pequena, bata os ovos com o sal e a pimenta. Reserve. Em uma frigideira antiaderente, refogue o shimeji por 1 minuto no azeite. Acrescente os ovos. Logo depois, coloque o tomate, o espinafre e a mussarela de búfala. Deixe no fogo por uns 2 minutos. Leve a frigideira ao forno por uns 10 minutos, até que fique firme dourado e assado. Sirva imediatamente.

Salada Brazuca

salada brazuca

Ingredientes
– 1 abacate em cubos
– 1/2 cenoura ralada
– 1/2 pimentão vermelho fatiado e refogado
– 1/8 repolho roxo fatiado
– 1/2 tomate grande em cubos
– 2 xícaras de chá de folhas verdes
– Vinagrete balsâmico

Modo de preparo
Coloque os ingredientes, menos as folhas em uma vasilha, e misture-os com o vinagrete balsâmico. Colocar as folhas e servir.

Sobre o Namu Cursos

É a primeira plataforma de cursos online voltada totalmente para uma vida equilibrada e bem estar. Através do computador, celular ou tablete os clientes podem aprender e praticar yoga, pilates e culinária saudável a qualquer hora do dia e da noite em qualquer lugar do Brasil e do mundo com excelentes professores.