Arquivo da tag: oleosa

Tudo o que você precisa saber antes de comprar um hidratante facial

Será que hidratar aumenta a oleosidade? E pele iluminada pode ser considerada saudável? Saiba respostas destas e de outras perguntas para comprar o seu hidratante facial sem erro

A hidratação facial é altamente benéfica para a pele, pois é capaz de impedir muitos danos que podem culminar em um envelhecimento precoce da pele. Mas não adianta usar qualquer hidratante: ele precisa ser específico para seu tipo de pele e com os nutrientes que você precisa.

“O ideal é sempre consultar um dermatologista que vai prescrever o produto ideal, seja ele manipulado ou industrializado, de acordo com a necessidade de cada paciente, tendo em vista questões como tipo e problemas de pele, estação do ano e exposição ou não a agentes poluentes”, afirma a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

Por isso, pode ser um investimento certeiro ter um creme específico para rosto, olhos, seios, abdômen, pernas, glúteos e pés.

1º – Qual seu tipo de pele?

vectorstock peles tipos seco oleosa
VectorStock

Para escolher seu hidratante facial, a primeira coisa que você deve se atentar é com relação ao seu tipo de pele. Isso vai influenciar na escolha do produto. “A pele seca é mais rara no Brasil, sendo mais frequente na região sul. É uma pele que tem deficiência em produzir gordura de boa qualidade, os famosos ômegas que, em conjunto com a água, formam uma membrana hidrolipídica, que reveste nosso tecido e proporciona uma aparência luminosa. Ela é mais áspera, sensível e, às vezes, mais avermelhada, além de apresentar tendências a ter rugas mais precoces”, diz a Dra. Claudia Marçal. Já a pele oleosa, por sua vez, é bastante comum, e tem tendência a ter acne, então os poros são bastante dilatados, ela apresenta brilho em excesso e um aspecto mais congestionado. “É aquela pele em que o paciente sente que forma cravos com muita facilidade; brilha o tempo todo e normalmente está acompanhada do couro cabeludo oleoso também, e os cabelos oleosos. Nessa pele o paciente tem dificuldade de controlar o brilho, porque as glândulas produzem gordura com muita facilidade”, diz a médica. Já a pele mista, na verdade, é uma combinação de áreas mais ressecadas e áreas mais oleosas. “A pele mista tem a zona T mais oleosa (testa, nariz e queixo), porque é onde se apresentam as glândulas sebáceas, um maior conglomerado como se fossem blocos únicos povoados por grandes quantidades de glândulas, que com certeza vão trazer essa sensação de oleosidade na região do maciço central como nós dizemos (testa, nariz, região centro malar perto do nariz na área da bochechinha e na região do queixo)”, explica a médica. Em contrapartida, as extremidades são ressecadas.

2º – Qual é a textura de creme ideal?

mulher cosmetico serum
Depende do tipo de pele. “Peles mais oleosas ou mistas necessitam de hidratação facial de preferência com séruns, já que eles têm textura fluida e não deixam a pele oleosa ou “pesada” e com aspecto brilhante em excesso”, diz Claudia. O gel também pode ser usado, mas é importante que o produto não seja pesado e em versões oil-free. No caso de peles mais secas, os hidratantes devem contar com veículos um pouco mais ricos em lipídios e substâncias que tenham a capacidade de segurar a água nessa pele para ajudar a formar a membrana hidrolipídica, como os cremes. “Esses produtos devem ser enriquecidos, ou seja, as formulações devem ter uma textura mais voluptuosa, mais rica, que realmente filme a pele, que deixe sobre a pele um manto filmógeno, uma parede de defesa que consiga repor e segurar água para evitar a perda transepidérmica”, argumenta a dermatologista.

3º – Produtos para “todos os tipos de pele” são mesmo eficazes?

cosmeticos
No caso dos hidratantes, não é ideal, pelas características e necessidades de cada tipo de pele.

4º – Quais são os nutrientes básicos para um hidratante de qualidade?

cosmetico_flores_organico_natural
Segundo Claudia, a hidratação deve repor tudo aquilo que precisamos: os fatores naturais de hidratação, silício, ácido hialurônico fragmentado, peptídeos. “Tudo isso deve estar presente numa fórmula boa, seja para manutenção ou prevenção do fotoenvelhecimento, em concentrações mais altas e com ativos mais complexos, para tratar o efeito do envelhecimento cronológico e biológico”, afirma a médica “Quanto aos ativos, os hidratantes devem ser ricos em ácido hialurônico de baixo e alto peso molecular como Hyaxel e DSH CN, biopeptídeos, micronutrientes, aminoácidos essenciais, proteínas, peptídeos, alistin, nutriomega 3, 6, 7 e 9, ácidos graxos essenciais (ômega-3), vitaminas E e C e oligoelementos como zinco, cobre, ferro, selênio e silício. Também podemos usar a Vitamina B3 aliada a bioenergizantes mitocondriais como Arct Alg, que estimula a síntese de ATP na mitocôndria, protege a pele e estimula as suas defesas naturais”, diz a médica.

5º – Hidratante com protetor solar é uma boa escolha?

cosmetico mulher creme pele
Você pode substituir desde que o produto ofereça proteção FPS de no mínimo 30 e PPD de no mínimo 10, ingredientes de proteção física (como o óxido de ferro ou dióxido de titânio) e proteção química. Mas no geral o protetor solar não deve ser substituído. “O ideal é utilizá-lo junto à rotina de beleza, depois da hidratação e revitalização da pele e antes da aplicação da maquiagem. Produtos multifuncionais com FPS existem de duas formas: a primeira é um filtro solar com benefícios agregados, por exemplo, um filtro solar com FPS 30, PPD 10, base e ação antirrugas. Esse é um legítimo filtro solar, pois oferece proteção contra UVB e UVA. Mas o outro exemplo é um produto antirrugas ou base com FPS 30. Nesse caso, se o produto não apresenta o PPD, ou seja, a proteção UVA, ele não é considerado um filtro solar e não protege a pele dos danos UVA, que é o principal responsável pelo envelhecimento precoce (manchas e rugas), com um tipo de radiação que atravessa nuvens, vidro e epiderme, é indolor e penetra na pele em grande profundidade, até às células da derme — sendo o principal produtor de radicais livres. Os raios UVA afetam a pele o ano todo, independente da estação”, enfatiza a dermatologista.

6º – Hidratar aumenta a oleosidade?shutterstock mulher pele rosto

Ao usar um hidratante específico para o tipo de pele, não há esse risco de aumento de oleosidade e nem de aspecto congesto. “Por isso, é ideal consultar um dermatologista, que vai prescrever a fórmula ideal no veículo mais adequado ao tipo de pele, seja ele um creme, gel, sérum ou loção.”

7º – Pele “iluminada” pode ser vista como pele saudável?

mulher madura pele pinterest
Existe uma diferença entre luminosidade da pele e o aspecto congesto da pele oleosa. “A pele iluminada é bem nutrida, hidratada, vascularizada, viçosa, com uma textura homogênea, elástica e tem poros bem diminutos. Isso é diferente da pele oleosa, que traz um brilho excessivo formado por uma gordura natural de má qualidade, justamente porque a pele oleosa produz óleo em grande quantidade”, finaliza a especialista.

Fonte: Claudia Marçal é médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). É speaker Internacional da Lumenis, maior fabricante de equipamentos médicos a laser do mundo; e palestrante da Dermatologic Aesthetic Surgery International League (DASIL). Possui especialização pela AMB e Continuing Medical Education na Harvard Medical School. É proprietária do Espaço Cariz, em Campinas – SP.

Porque não podemos utilizar qualquer sabonete no rosto

Parte sensível do nosso corpo, o rosto requer cuidados especiais na hora da limpeza

Você sabe o que é filme hidrolipídico? É a mistura entre lipídeos, cerâmicas e líquidos, que juntos formam uma camada de proteção na pele do nosso rosto, nos protegendo contra microrganismos e auxiliando na preservação da água da camada córnea, o que mantém a hidratação. A pele do rosto costuma ser mais sensível que a de outras regiões do corpo, por isso requer alguns cuidados quando falamos da sua limpeza.

sabonete liquido.jpg

A grande maioria não sabe, mas o sabonete comum, quando utilizado para limpeza do rosto pode deixá-lo desprotegido e até irritado. “Quando utilizamos o sabonete em barra comum – que normalmente possui fórmula um pouco mais agressiva – para a limpeza do nosso rosto, o filme hidrolipídico acaba ficando comprometido, o que deixa a pele mais sensível e desprotegida, podendo causar sensibilidade e até irritações”, explica a esteticista Ângela Coelho.

Segundo a esteticista, em peles oleosas, por exemplo, essa limpeza inadequada pode causar um efeito rebote e aumentar a produção de sedo, o que propicia o surgimento de acnes e a obstrução dos poros. Já nas peles secas, a perda da proteção deixa a pele ainda mais ressecada e pode levar ao aparecimento de linhas de expressão. Além disso, o pH da pele do nosso rosto é diferente do resto do corpo, o que faz com que precise de ainda mais cuidado.

A limpeza correta do nosso rosto faz com que a nossa pele se mantenha bonita e saudável. O primeiro passo para evitar esse tipo de problema é escolher o sabonete ideal para o seu tipo de pele, que vai atender adequadamente as suas necessidades. “Na dúvida sobre o seu tipo de pele e em quais produtos investir, invista em um sabonete com pH neutro – pode ser sabonete de bebê, que na embalagem esteja identificado como pH Neutro, pH 7 ou pH balanceado – , pois esse pH é compatível com a pele do rosto”, completa.

Além do sabonete, existem algumas dicas e produtos que vão auxiliar no cuidado com o rosto. Use tônicos e hidratantes, mesmo tendo a pele oleosa; todas precisam de hidratação. Evite colocar a mão no rosto, ela costuma estar cheia de micro-organismos que podem contaminar a pele. Procure produtos com fórmulas livres de parabenos, álcool e corantes. E lembre-se: a hidratação da pele ocorre principalmente de dentro para fora, então tomar água é essencial para que os cremes hidratantes façam o efeito de criar uma barreira na pele que impede a perda de água excessiva.

Sabonetes e os tipos de pele

aloe-vera pixabay
Aloe vera – Pixabay

Pele normal: é a pele equilibrada, então um sabonete suave com propriedades hidratantes é o suficiente. Ativos como aloe vera, extrato de calêndula, extrato de ginseng, extrato de maracujá e argila branca são ótimos para esse tipo de pele.

chá erva deoce fresh design pedia
Erva doce / freshdesignpedia

Pele oleosa: é uma pele que possui um desequilíbrio na glândula sebácea e na glândula sudorípara, o que causa uma maior produção de óleo e de água. Apesar de oleosa, ela pode apresentar algumas zonas de ressecamento. Nessas áreas, o sabonete não deve ser usado, já que ele possui propriedades secativas. Produtos com ácido salicílico, erva doce, melaleuca, hamamelis e argila verde são boas opções e possuem ação sebo reguladora.

aveia

Pele seca: é uma pele que possui um desequilíbrio na glândula sebácea e na glândula sudorípara, e, diferente da pele oleosa, a seca tem pouca produção de óleo e de água. O ideal aqui é usar sabonetes que tenham ativos com propriedades hidratantes, como: extrato de aveia, extrato de melissa, óleo de framboesa e argila amarela.

Alecrim MGD©
Alecrim – Foto: MGD©

Pele Mista: este tipo de pele possui regiões com maior produção de lipídeos (normalmente na zona T), e alterna regiões secas e normais. Sabonetes com ativos como extrato de hortelã e extrato de alecrim são excelentes opções.

Fotolia homem pele creme cuidados
Fotolia

Peles Masculinas: os ativos são os mesmos, porém usados em concentrações diferentes, já que a pele dos homens geralmente tem maior produção de sebo e costuma ser mais resistente.

Fonte: Ângela Coelho

Natura Chronos apresenta Sistema de Redução de Oleosidade e Poros

Um sistema de tratamento completo, pensado especialmente para cada necessidade da pele oleosa: produtos que restauram o equilíbrio da pele oleosa e tratam os principais incômodos desse tipo de pele, reduzindo a oleosidade, cravos e tendências a acnes futuras. E o melhor, sem efeito rebote

No Brasil, 6 em cada 10 mulheres possuem pele oleosa. Esse tipo de pele pode ser ocasionado por fatores como predisposição genética, desequilíbrio hormonal, poluição e desequilíbrio na microbiota. A pele oleosa possui maior tendência a apresentar alguns incômodos como brilho excessivo, poros dilatados, cravos, acnes e irregularidades, como as manchas decorrentes de acnes antigas.

Microbiota

microbiota passion artist Shutterstock
PassionArtist/Shutterstock

A microbiota é o conjunto de microrganismos que habitam toda a extensão da nossa pele, de maneira individual e exclusiva a cada ser humano. Ela possui uma variedade de fungos e bactérias que dependem das condições da pele e o equilíbrio ideal entre esses microrganismos é responsável por garantir uma pele saudável e equilibrada.

Uma das principais consequências do excesso de oleosidade é o desequilíbrio da microbiota da pele: o aumento de microrganismos que se alimentam de oleosidade e reduzem a quantidade de outros microrganismos, resultando em um contínuo aumento da oleosidade. Com isso, a pele passa a apresentar excesso de brilho, poros dilatados e tendência a acne.

Com seu conhecimento único na fisiologia da pele, NaturaChronos desenvolveu um sistema completo que promove um tratamento imediato, progressivo e contínuo que atua nas causas da pele oleosa, tratando os principais incômodos.

O Sistema de Redução de Oleosidade e Poros traz uma rotina completa para a pele oleosa, composta por três passos: Limpeza, Pré-tratamento e Tratamento Intensivo. Conheça em detalhes os novos produtos e veja como combinar cada um dos tratamentos:

Para limpeza, a novidade é o Sabonete de Limpeza Purificante Antioleosidade, para uso diário (manhã e noite). Esse produto limpa profundamente a pele e reduz progressivamente a produção de sebo, sem agredir a microbiota.

limpeza.png
– Desenvolvido com ingredientes que promovem uma limpeza profunda sem agredir a microbiota da pele.
– Fórmula que limpa profundamente, desobstrue poros e remove imediatamente o excesso de oleosidade.
– Sem efeito rebote – ação progressiva na redução do sebo: redução comprovada da produção de oleosidade da pele em apenas 28 dias.
– Não resseca: mantém a hidratação natural da pele.
– Sem sabão, sem sulfato, sem álcool.

Ativos: candeia, ácido salicílico

Preço sugerido: R$ 62, 80

Como pré-tratamento Chronos apresenta a Solução Purificante Antioleosidade, com indicação de uso diário (manhã e noite), que mantém o pH fisiológico da pele, ajuda no reequilíbrio da microbiota e reduz os poros imediatamente, além de reduzir em 1/3 a oleosidade na pele, em 28 dias.

purificante.png

– Solução pós limpeza que mantém o pH fisiológico, auxiliando no reequilíbrio da microbiota.
– Redução imediata e controle da oleosidade.
– 1/3 a menos de oleosidade em apenas 28 dias.
– Reduz os poros imediatamente e controla o tamanho por até 4 horas.

Ativos: candeia, ácido salicílico e PCA de zinco

Preço sugerido: R$ 79,00

Por fim, para um tratamento intensivo, o Sérum Noturno Antioleosidade e Poros deve ser aplicado diariamente. Esse Sérum Prebiótico recupera o equilíbrio da microbiota da pele e reduz progressivamente a produção de oleosidade. Com toque ultrasseco, ele reduz o tamanho e a quantidade dos poros visíveis e trata todas as imperfeições da pele oleosa, diminuindo os sinais causados pela acne.

 

serum.png
– Fórmula com prebióticos que recupera o equilíbrio da microbiota da pele e reduz a produção excessiva da oleosidade de forma progressiva.
– Redução do tamanho e quantidade dos poros visíveis
– Reduz imperfeições da pele oleosa e com acne: 100% das participantes com resultados satisfatórios na redução de sinais de imperfeições de acne.
– Toque ultrasseco.

Ativos: prebiótico de babaçu, 2% ácido mandélico, 0,5% LHA

Preço sugerido: R$ 149, 90

O uso combinado dos produtos potencializa imediatamente os resultados em até 40%, reduzindo o brilho e a oleosidade da pele.

Onde encontrar: por meio de uma Consultora Natura, por meio do app, nas franquias “Aqui tem Natura”, na Rede Natura ou nas Lojas próprias da Natura, em São Paulo, São Caetano do Sul, Ribeirão Preto, Alphaville São Paulo, Campinas, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, Campo Grande, Curitiba e no Rio de Janeiro.

Peles diferentes necessitam de tratamentos diferentes

Brasil possui miscigenação de peles e cada uma precisa de cuidados específicos

O Brasil é um país conhecido por sua mistura de etnias, por isso não existe uma única pele brasileira, mas várias. Desse modo, são encontrados diversos tipos, pois, a pele brasileira é mais complexa por ser oriunda de uma miscigenação de negros, índios e europeus (negros, pardos e brancos). Há, ainda, diferenciações teciduais únicas oriundas da radiação ultravioleta expressiva e altas temperaturas.

Em conjunto, essas ocorrências traduzem a pele brasileira como única no mundo e, por isso, requer tratamentos, composições e blends de ativos extremamente especiais e com concentrações diferenciadas.

Diferentes tratamentos

maquiagem mulher negra shutterstock
Shutterstock

Adélia Mendonça, especialista em dermocosméticos de alta performance, sendo pioneira no Brasil nas áreas de estética íntima e skincare de alto percentual ativo, e fundadora da Adélia Mendonça Cosméticos, aponta que peles diferentes precisam de tratamentos estéticos específicos.

“A barreira córnea tem atuação seletiva de retenção/bloqueio. Porém, sua existência é vital para a proteção aos agentes ambientais. As composições devem saber manejar o tecido sem uma violação ou processo inflamatório agudo, enquanto estimula a proliferação de novas células vivas. Esse manejo é vital para a pele ter qualidade, resistência e tração necessárias. Dependendo do tipo de pele, são necessários produtos específicos para que haja permeação cutânea (absorção profunda dos ativos na pele)”, destaca.

Cuidados

protetor solar creme rosto mulher

Para se ter uma pele saudável, é preciso ter alguns pilares básicos de tratamento, divididos em higienização, tonificação, dermocorreção e fotoproteção. Além disso, Adélia aponta que, para o melhor aproveitamento de dermocosméticos, deve-se utilizar produtos direcionados para o seu tipo de pele e, o ideal, é que os cuidados comecem já a partir dos 18 anos.

Tipos de pele

Adélia ainda lembra que reconhecer qual o seu tipo de pele é fundamental para saber quais produtos usar e que, principalmente no Brasil, uma única pele pode apresentar aspectos de tipos variados.

“Devido a essa miscigenação, uma só pele pode apresentar diversas condições, como manchas, oleosidade, acne e outros aspectos. Portanto, na Adélia Mendonça Cosméticos, desenvolvemos dermocosméticos para atender cada necessidade de pele. Além disso, nossos dermocosméticos são hipoalergênicos, livres de parabenos e oil-free”, explica.

shutterstock mulher pele rosto
Shutterstock

Os tipos de pele são oleosa, mista e seca. Para reconhecer cada tipo, a especialista deu algumas dicas:

Pele oleosa: apresenta uma camada grossa, espessa, com cravos, poros abertos e oleosidade excessiva.
Pele mista: apresenta oleosidade, cravos e poros abertos na região da testa, nariz e queixo (zona T).
Pele seca: no Brasil, esse tipo de pele é mais comum na região sul, por maior influência europeia, onde o clima é mais frio e as peles são claras e apresentam menor quantidade de óleo.

Fonte: Adélia Mendonça atua na área de estética há mais de 40 anos. Começou a se dedicar aos estudos em cosmetologia a partir de um problema estético pessoal para o qual não conseguia encontrar solução. Possui especialização em Estética Facial Corretiva, realizada em Buenos Aires (Argentina), e já participou de pesquisas na Europa, Estados Unidos e América do Sul. Fundou seu próprio laboratório, a Indústria de Cosméticos Adélia Mendonça, para aplicar os conhecimentos adquiridos ao longo de seus anos de estudos. Desde então, desenvolve dermocosméticos de alta performance.

Pele do rosto: posso usar diferentes produtos e misturar marcas?

Será que faz mal para a pele misturar produtos de marcas diferentes? A dermatologista Valéria Marcondes responde essa dúvida e ainda ensina como cuidar da pele seca, oleosa e mista.

cosmetcos embalagens

Você já deve ter ouvido, principalmente de marcas de dermocosméticos, aquela história de que não é bom misturar produtos de linhas diferentes nos cuidados com a pele do rosto. O ideal seria, segundo eles, investir na linha inteira da marca para cuidados com limpeza, esfoliação, tonificação e hidratação, pois são formulados para uma sequência. Mas isso é verdade ou uma estratégia de marketing?

“Se todas as linhas tivessem sabonetes com ingredientes não irritantes e abrasivos, tônicos sem grandes quantidades de álcool e principalmente hidratantes com conservantes como parabenos, esse princípio até poderia valer. Mas todas as linhas possuem bons e maus produtos e precisamos ficar sempre atentos às formulações”, afirma a dermatologista Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da American Academy of Dermatology (AAD).

De acordo com a médica, não é incomum encontrar marcas com ótimos hidratantes e fotoprotetores inadequados, ou linhas com sabonetes irritantes e máscaras altamente hidratantes. “Tudo também vai depender do tipo de pele da paciente e da melhor estratégia para tratar alterações em sua pele, por isso é fundamental procurar um dermatologista”, afirma Valéria.

Do mesmo modo que você não usa roupas de apenas um estilista ou toma remédios somente de uma indústria farmacêutica, o mesmo deve ser feito com os produtos da sua pele, segundo a dermatologista. “Para ter sucesso na rotina skincare, é necessário selecionar o que funciona melhor para seu tipo de pele e necessidade. Por isso, a mistura é necessária muitas vezes. Usar apenas uma linha não garante que seu tratamento será efetivo”, conta.

Mas, afinal, como escolher o melhor produto para o seu rosto? A dermatologista explica pelas características da pele:

pele oleosa.jpg

Pele oleosa – bastante comum no Brasil, esse tipo de pele tem tendência a ter acne, conta com poros dilatados, brilho em excesso e aspecto mais congestionado. “É aquela pele em que o paciente sente que forma cravos com muita facilidade e há uma dificuldade de controlar o brilho, porque as glândulas produzem gordura com facilidade”, afirma. O sabonete para esse tipo de pele deve ser preferencialmente líquido e usado obrigatoriamente de duas até três vezes ao dia. “Os sabonetes devem ser aqueles com extratos controladores de oleosidade e podemos usar ácido salicílico ou glicólico”, conta. A loção tônica adstringente vem logo em seguida e pode conter álcool, pela sua atividade secativa, mas não pode passar de 5% da formulação para não ser irritativo. “Essa pele precisa ser hidratada na sequência, com produtos oil control e que proporcionam efeito mate. Mas não podemos deixar de hidratá-la, para não causar o rebote – que ocorre quando deixamos a pele seca demais e há uma reação compensatória do organismo para repor esse filme gorduroso com mais oleosidade”, comenta. Geralmente os hidratantes são indicados em séruns, loções com oil control, oil free, ou na forma de gel. “Essa pele deve receber fator de proteção solar acima de 30 e esse filtro solar deve ter toque seco”, afirma. Em relação à noite, repete-se a higienização do dia e em alguns casos pode ser necessário o uso de ácidos como retinoico ou substâncias como peróxido de benzoíla.

pele seca poluição mulher

Pele seca – tem deficiência em produzir gordura de boa qualidade, os famosos ácidos graxos ou ômegas, que também formam a membrana hidrolipídica, que reveste o tecido e proporciona aparência luminosa. “A pele seca tem uma característica de ser mais áspera, mais sensível e, às vezes, ficar mais avermelhada, além de apresentar tendências a ter rugas mais precoces”, afirma a médica. Para limpeza, a médica indica as loções, sabonetes cremosos, emulsões ou os sabonetes líquidos à base de extratos calmantes e sem agentes agressores. No geral, essa pele deve evitar a esfoliação e investir em tônicos calmantes hidratantes à base de fatores de hidratação e de aminoácidos, e sem álcool. “Os hidratantes podem ser mais robustos, em veículos mais cheios de lipídios, e devem ter a capacidade de segurar a água na pele e contar com alguns lipídios na formulação para ajudar a formar a membrana hidrolipídica”. Principalmente esse tipo de pele não pode esquecer do creme específico para a região da área dos olhos. “Assim que a pele foi hidratada, deve-se esperar alguns minutinhos para passar o fotoprotetor, que deve ser diário. Deve também receber filtros solares com índice normalmente acima de 30, com textura mais cremosa”, explica. À noite, após a limpeza e tonificação, é importante utilizar hidratantes nutritivos, segundo a médica.

rosto

Pele mista – é uma combinação de áreas mais ressecadas e áreas mais oleosas; a pele mista tem a zona T mais oleosa (testa, nariz e queixo), porque é onde se apresentam as glândulas sebáceas. “No caso da pele mista, a higienização também é com o sabonete líquido e posso usar uma loção tônica adstringente na região da zona T. No restante do rosto, a hidratação deve ser feita usando séruns, loções mais leves, produtos ricos em segurar a molécula de água na pele, sem esquecer a fotoproteção que também pode ser com os BB, CC creams, ou simplesmente o filtro solar sobre um bom hidratante”, afirma Valéria. E à noite, o paciente deve lavar o rosto novamente, tonificar a pele, dando maior atenção à região da zona T e, dependendo da faixa etária do paciente, ele pode usar a vitamina C, os derivados de vitamina A, ácido retinoico, alfa hidroxiácidos e beta hidroxiácidos.

Fonte: Valéria Marcondes é dermatologista da Clínica de Dermatologia Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia. Foi fundadora e é membro da Sociedade de Laser. 

Dez dicas de como deixar a pele do rosto mais sequinha no verão

A pele costuma ficar mais oleosa no verão. Aprenda truques para driblar o problema e manter a cútis com visual saudável e luminoso.

Quem tem pele oleosa sabe que o verão pode ser uma temporada complicada, já que é preciso lidar de forma mais intensa com a produção excessiva de brilho. Além disso, em todas as épocas do ano, o rosto e o corpo ainda são afetados pelos efeitos nocivos dos agentes externos, como a radiação solar e a poluição.

Quer saber como manter a pele sequinha e saudável mesmo nos dias mais quentes? Fique de olho nessas dez dicas da esteticista Natália Nascimento.

1ª Dica – Não lave o rosto com água quente:

mulher lavando o rosto

Peles oleosas e secas, devem tomar cuidado ao lavar com água quente, pois o ideal é a água morna. Não e necessário tomar banho gelado e sim morna, basta testar na pele do pulso, se estiver agradável, pode entrar no chuveiro.

2ª Dica – Faça o uso de água micelar pela manhã:

A água micelar, de forma geral, age de forma tão eficiente por causa das micelas, ou seja, aglomerados de átomos, íons ou moléculas que atraem a sujeira, a oleosidade e a maquiagem sem agredir a pele. É por isso que a água micelar pode ser usada diariamente, de manhã e à noite, antes e depois da maquiagem, sem qualquer tipo de prejuízo para a pele.

3ª Dica – Use protetor solar:

pele rosto mulher

A dica é usa um protetor solar que tenha um toque seco para a pele oleosa. Muitos deles possuem alta proteção e oferecem textura seca, como é o exemplo dos que têm a tecnologia AIRlicium.

4ª Dica – Não use produtos que contenham álcool:

A quantidade de gordura desse tipo de pele é muito grande. Por isso, mesmo depois de lavada, ela tende a ficar novamente oleosa. Para casos assim, o melhor é apostar em sabonetes ou loções livres de álcool que removem o excesso de oleosidade e ainda evitam o risco do ressecamento.

5ª Dica – Use maquiagem leve:

pele_linda

Por mais leve que seja a maquiagem, se você puder usá-la em pequena quantidade ou não usá-la com tanta frequência, será melhor para não obstruir os poros. A dica de maquiagem é evitar camadas e camadas de produtos.

6ª Dica – Faça uma esfoliação uma vez por semana:

“Em geral, peles espessas e oleosas podem ser esfoliadas com produtos faciais próprios, sempre com a pele úmida, diariamente. Mas peles mistas, recomendo usar o esfoliante duas vezes por semana. Já peles secas e sensíveis, a cada 15 dias e sempre com cautela”.

7ª Dica – Antes de dormir faça o seu ritual diário:

Pele mulher

Fatores como radiação solar, poluição, fumaça de cigarro, mudanças de temperatura e maquiagem fazem com que a pele fique envelhecida, desidratada e sem brilho. Uma boa limpeza de pele, combinada aos cosméticos certos, garante o equilíbrio da oleosidade e a proteção necessária.

8ª Dica – Durma bem:

Que uma boa noite de sono é essencial para ter uma pele sempre linda ninguém duvida, porém muitos esquecem. Uma noite bem dormida, ou melhor várias noites seguidas podem fazer maravilhas pela saúde, pois é durante o sono que o organismo produz os hormônios de crescimento. Esses hormônios são importantes para a renovação celular, sistema imunológico, nervoso, esquelético e na reparação dos tecidos dentre eles, a pele.

9ª Dica – Sempre retire sua maquiagem:

limpeza cílios cotonete

O sabonete, por melhor que seja, não é suficiente. Para remover todos os restinhos da sua maquiagem, conte com um bom demaquilante ou um tônico facial (vale substituir por uma loção adstringente, caso sua pele seja oleosa). Espalhe o produto com um algodão, até que ele saia sem vestígios de pó, base, sombra ou blush.

10ª Dica: Use soro fisiológico no rosto com algodão ou um borrifador:

O soro fisiológico para a pele é perfeito em todos os sentidos, sendo uma excelente opção para quem não quer gastar com água termal. O uso pode ser feito tanto na pele facial, quanto na pele corporal.

Shiseido lança sérum com efeito blur que torna a pele mais bonita e fotogênica

Oleosidade e poros dilatados podem causar constrangimentos. Enquanto aplicativos de fotos podem resolver esses problemas de maneira pontual, a Shiseido desenvolveu a solução definitiva para manter a tez lisa, uniforme e sem brilho, dispensando o uso dessas ferramentas.

O Ibuki Smart Filtering Smoother da Shiseido é um sérum que cria instantaneamente uma pele pronta para os cliques, como se tivesse passado por um filtro de aplicativo de celular. O produto faz parte da linha de soluções Ibuki, desenvolvida para lidar com os problemas da pele que preocupam a geração dos millenials.

Tecnologia

Um sérum de textura leve e aveludada, possui efeito blur que age como um filtro inteligente tornando a pele ainda mais bela e fotogênica, absorvendo imediatamente o excesso de oleosidade e diminuindo a aparência dos poros. A tecnologia única e os ingredientes efetivos trabalham juntos para aperfeiçoar e suavizar a pele.

Photogenic Skin Technology

A combinação do Oil-Targeting Micro Powder no sérum, através de uma tecnologia especial de dispersão, possibilita que o produto, ao ser aplicado na pele, identifique os poros que precisam ser preenchidos com o pó.

O exclusivo pó de absorção de oleosidade do sérum coleta o sebo excessivo de maneira imperceptível e ajuda a prevenir o brilho da zona T. A textura suave do sérum é mantida e a pele é aperfeiçoada, como se tivesse maquiagem aplicada.

Ingredientes botânicos

Extrato da raiz da Bergenia ciliata

Conhecido por seus benefícios há séculos na medicina indiana Ayurveda, no folclore Tibetiano e no Budismo, esse extrato ajuda a combater as causas da acne e de outras preocupações* com a pele.

O PhytoTarget Complex (complexo-chave da linha Ibuki) suplementa o fator hidratante natural da pele e os lipídios intracelulares, que são vitais para manter a função de barreira da pele saudável.

O extrato de Manjerona, derivado de uma erva aromática multiuso, age sob os pontos de desidratação. A glicilglicina melhora a aparência dos poros.

Eficácia comprovada fotograficamente

nariz shiseido

O Smart Filtering Smoother atua sob o brilho da pele e a durabilidade da maquiagem o dia todo. O produto de skincare cobre instantaneamente o brilho e imperfeições durante a aplicação para uma pele matificada e textura uniforme, como se o filtro da câmera tivesse sido utilizado. Quando usado sobre a pele do nariz, que é muito oleosa, o produto suprime o brilho e minimiza os poros dilatados.

Textura

shiseido densidade

A textura do sérum foi cuidadosamente escolhida para suavizar as imperfeições e adicionar, simultaneamente, uma aparência hidratada à pele.

Modo de uso: aplique como o último passo da sua rotina de cuidados com a pele ou sobre a sua maquiagem. Coloque uma pequena quantia (equivalente a uma pérola – 0,3g) na ponta dos dedos e aplique levemente sobre as áreas que sofrem com brilho e poros até o produto misturar-se com a pele. O efeito controlador de óleo tem durabilidade de até 8 horas . A leve textura pode ser usada sozinha ou sobre a maquiagem.

shiseido smoother

Shiseido Ibuki – Smart Filtering Smoother – Preço: R$ 199,00

Informações:  Shiseido – SAC – 0800148023