Arquivo da tag: pele

Skinimalism: produtos multifuncionais e rituais mais curtos de cuidado com pele são tendência

Pesquisa da Avon indica que 64% das mulheres usam três ou menos produtos para a pele do rosto

Os dias das longas e complicadas rotinas do skincare inspiradas nas coreanas parecem ter ficado para trás. A pandemia mudou o comportamento das mulheres em relação à beleza e cuidados pessoais e desencadeou a onda do skinimalism, que une skincare e minimalismo, apostando em cosméticos multifuncionais. Uma pesquisa recente da Avon indicou que apenas 10% das mulheres usam mais do que cinco produtos para a pele do rosto por dia. Já 64% das entrevistadas não aplicam mais do que três. A trend também foi apontada pelo Pinterest Business como uma das principais de 2021.

“Ao invés de um regime caro e complexo, e da aplicação de uma série de produtos com fins específicos, desponta como um novo movimento de skincare o uso de menos itens, com características multifuncionais”, comenta a diretora de marketing da categoria de Face e Corpo da Avon Brasil, Luciana Dávila. “Eles satisfazem o desejo do consumidor: tecnologia e ciência, entregando um bom custo-benefício”, completa.

A Avon lançou recentemente o Renew Power Sérum Restaurador, produto multifuncional que potencializa o colágeno e reduz o aparecimento de rugas, deixando a pele visivelmente mais firme em duas semanas. Sua composição não oleosa e de absorção rápida, traz uma combinação de dois ingredientes que visam proteger e maximizar a produção de colágeno: Protinol e Niacinamida – enquanto o Protinol estimula o colágeno por dentro da pele, a niacinamida promove a renovação celular protegendo a perda* desse colágeno na superfície, levando a um resultado combinado ainda mais potente.

O Protinol foi desenvolvido nos laboratórios da Avon, nos Estados Unidos, em parceria com a Universidade de Manchester, após 10 anos de pesquisas. Ele potencializa a produção e equilíbrio do colágeno, principalmente o tipo I e tipo III, sendo o último característico da pele dos bebês, ajudando a preencher e a dar mais elasticidade e resistência para a pele.

O Power Sérum pode ser usado diariamente pela manhã e à noite e faz parte de um ritual simplificado de cuidados com a pele proposto pela marca: o primeiro passo é limpeza, feita com o Sabonete Gel de Limpeza Facial Renew; o segundo é o potencializador diário, com a utilização do Power Sérum; e o terceiro é o cuidado diário, com os cremes para o dia, com FPS25, e para a noite, com poderosos ativos nutritivos, que tratam as necessidades específicas de cada pele (Renew Reversalist, que revitaliza e trata linhas finas; Renew Ultimate, para firmeza e rugas moderadas; e Renew Platinum, para auxiliar no contorno, elasticidade e rugas profundas). 

Quando combinado, o uso do Power Sérum com os Cremes, aumenta o colágeno e o protege até cinco vezes mais**. Para completar o ritual, Renew conta também com as Doses Concentradas de Preenchimento Facial Protinol, um tratamento mensal que consiste em 7 ampolas que devem ser usadas durante 1 semana ao mês e que ajudam a restaurar 7 anos de perda de colágeno em 7 dias***, transformando a aparência da pele.

*Baseado em testes com tecido 3D. **Com base em testes em células da pele. ***Baseado em teste in vitro (teste em células de pele em ambiente laboratorial controlado).

Modo de uso dos produtos:

Sabonete Gel de Limpeza Facial Renew

Use diariamente pela manhã e à noite, massageando suavemente sobre o rosto úmido, enxague com água e seque suavemente com uma toalha. Sua pele estará pronta para continuar com o seu ritual de tratamento cosmético Renew.

Renew Power Sérum Renovador

Com a pele limpa, use pela manhã e à noite. Aplique 1 ou 2 porções do produto no rosto, pescoço e colo. Para melhores resultados siga o ritual completo com os Cremes Dia ou Noite da linha Renew. Potencializador e superconcentrado de uso diário. Rende até 300 aplicações.

Doses Concentradas de Preenchimento Facial Protinol

Deve ser usado uma vez por mês (1 ampola por dia, durante 7 dias). Aplique o produto na pele limpa massageando sobre o rosto, pescoço e colo. Em seguida, use o seu creme de tratamento Renew.

Cremes de Tratamento Dia e Noite

Renew Reversalist para revitalizar a pele e tratar linhas finas, Renew Ultimate para firmeza e rugas moderadas e Renew Platinum para contorno, elasticidade e rugas profundas. Use diariamente, após limpar a pele e aplicar o Power Sérum ou as ampolas. Aplique sobre o rosto seco com suaves movimentos de baixo para cima e de dentro para fora. Sobre o pescoço, aplique com suaves movimentos de cima para baixo. Rende até 96 aplicações cada. A ampola pode ser usada de forma alternada com o Power Sérum. Ou seja, as ampolas durante uma semana no mês e o Power Sérum, nas outras três semanas.

Para os cremes Renew Reversalist 30+ dia e noite Reversalist 30+ é de R$78,90 cada. Já o Renew Ultimate 45+ dia e noite tem o preço sugerido de R$82,90 cada. A linha Renew Platinum 55+ dia e noite tem preço sugerido de R$86,90 cada. Para um tratamento com potencializador mensal, as Doses Concentradas de Preenchimento Facial Protinol têm valor sugerido de R$ 144,90. 

O preço sugerido para o Renew Power Sérum Renovador é R$ 139,90.

Os produtos podem ser adquiridos com uma revendedora Avon ou pelo e-commerce. SAC: 0800 708 2866, de segunda a sábado das 8h às 20h.

Dermatologista dá dicas de como lidar com os poros

A dermatologista Luciana Garbelini explica como lidar melhor com esta estrutura da pele que muitos buscam esconder a qualquer custo

Ter uma pele perfeita e, principalmente, sem poros só é possível ao usar um dos diversos filtros das redes sociais. E é só olhar um pouco mais de perto que qualquer pele normal – e saudável – vai apresentar poros. E que bom que estão lá.

“Os poros são estruturas que compõem a pele porque apresentam uma função. A busca por minimizá-los ou ‘extingui-los’ a qualquer custo não é saudável não só para a derme, mas para saúde como um todo”, diz a dermatologista Luciana Garbelini, da Clínica que leva seu nome em São Paulo.

Os poros são aberturas naturais da pele. Têm relação com os pelos e por meio deles a derme expele diversas secreções, como oleosidade e suor. “Apesar de em um primeiro momento pensarmos nessa estrutura por um viés estético, os poros desempenham diversas funções fisiológicas” afirma a dermatologista.

Poros não são inimigos

Entre as funcionalidades desta estrutura uma das principais é a regulação de temperatura e hidratação natural da pele, criando um ambiente adequado para a microbiota cutânea existente em diferentes regiões do corpo. “Assim, toda pele saudável deve e precisa apresentar poros, podendo estar mais ou menos dilatados” diz a médica. “O correto é tratá-los para que se mantenham em boas condições e desempenhem suas funções adequadamente, e como consequência o aspecto estético consegue ser alcançado”, explica Luciana.

Uma das principais reclamações relacionadas aos poros é por conta do aspecto dilatado. E se tratando de tamanho, a produção de óleo pela pele interfere diretamente nessa questão. “Regiões com oleosidade em excesso apresentam tendência a terem poros mais evidentes. Além disso, o envelhecimento – e consequentemente a flacidez – também evidenciam essas estruturas”. A especialista explica ainda que nesse caso há uma alteração estrutural da pele em diversos níveis, o que atinge e reflete em todas as camadas da pele. “Assim, os poros também acabam ficando mais frouxos e, portanto, mais perceptíveis ou dilatados,” diz.

Como disfarçar sem deixar de cuidar

No caso de poros dilatados, a etapa da higienização é fundamental. Como essa abertura em excesso pode ter como primeira causa o aumento da produção de oleosidade pela pele, manter a derme limpa – sem exagero – faz com que essa estrutura não fique sobrecarregada ou desregulada. “E diferentemente do que muitos acreditam, a hidratação também ajuda no tratamento dos poros dilatados. Isso faz com que a pele entenda que não precisa produzir óleo em excesso para repor o que foi retirado durante o passo da limpeza.”

A temperatura é mais um fator de influência no aspecto dos poros. “As estações acabam influenciando em uma maior dilatação ou não dos poros, assim esse problema pode ser evidenciado durante o verão, por exemplo”. Porém, se a questão tiver relação com a época do ano, com adaptações na rotina e nos produtos de skincare – levando em conta essa variante – se torna mais fácil resolver o problema.

Outro passo do skincare que ajuda com os poros dilatados é a esfoliação. “A esfoliação além de contribuir com a limpeza, consegue remover os resíduos que estão mais presos à pele. A prática promove a renovação celular, e assim a pele mais ‘jovem’ que está embaixo da camada solta de células mortas apresenta mais tônus e poros menos dilatados.”

Os peeling e lasers também são ferramentas interessantes na busca por um tratamento mais imediato ou intenso. “O uso de certos ácidos dentro do skincare também pode trazer em associado esse objetivo de diminuir a oleosidade da pele, e ajudam na retração dos poros. Além disso, os bioestimuladores de colágeno injetáveis ao estimularem a produção de colágeno e uma melhora estrutural da pele, também acabam auxiliando com o aspecto dos poros como mais um dos benefícios da sua aplicação.”

Assim, a dilatação em excesso dos poros faz com que resíduos e bactérias se acumulem nesses locais, se tornando um ambiente propício para o desenvolvimento de cravos. E quando isso acontece com inflamação, ocorre a formação da acne. “O importante é lembrar que disfarçar os poros pode ser o objetivo, mas que uma pele sem eles não é algo real. Além disso, almejar uma pele perfeita deve estar muito mais associado com a busca por uma pele saudável do que conquistar uma derme sem manchas, rugas ou poros,” conclui a dermatologista.

Fonte: Luciana Garbelini é dermatologista pela Universidade de Santo Amaro. Residência médica em Dermatologia na Universidade de Santo Amaro, Pós-graduada em cosmiatria e estética no Instituto Superior de Medicina. Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia=

Sete cuidados de beleza que os médicos seguem com rigor

Dermatologistas são especialistas quando se trata de pele, cabelo e unhas, diagnosticando e tratando mais de 3.000 doenças e condições, incluindo câncer de pele, acne, psoríase e eczema. Eles também ajudam os pacientes a lidar com suas preocupações estéticas, como remoção de tatuagens, cicatrizes e envelhecimento da pele. Mas você já se perguntou quais dicas de cuidados com a pele os médicos usam para manter uma pele saudável? Consultamos especialistas que entregam os melhores cuidados de beleza pessoais, mas que servem para a população em geral:

Protetor solar diariamente

“Antes de se preocupar com uma rotina que contenha ácidos e antioxidantes, devemos ter o hábito do uso regular do filtro solar: ele é o creme antienvelhecimento mais importante”, explica o dermatologista Daniel Cassiano, da Clínica Gru e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. E diariamente é realmente diariamente, ok?

“As consequências dos danos causados pela radiação sobre as estruturas celulares e cutâneas (como fibras de colágeno e elastina, responsáveis pela elasticidade da pele) são flacidez, rugas ou linhas de expressão e manchas”, destaca Roberta Padovan, médica pós-graduada em Dermatologia e Medicina Estética. Para obter a melhor proteção, aplique um protetor solar de amplo espectro resistente à água com FPS 30 ou superior em todas as peles não cobertas por roupas e reaplique a cada duas horas ou após nadar ou suar.

Lembre-se de que, como nenhum protetor solar pode bloquear 100% dos raios ultravioleta do sol, também é importante procurar sombra e usar roupas de proteção ao ar livre, incluindo camisa de mangas compridas, calças, chapéu de aba larga e óculos de sol, quando possível. Durante o inverno, o uso do protetor também se faz necessário: “A radiação ultravioleta mesmo no inverno causa fotoenvelhecimento e possíveis manchas. O fotoenvelhecimento inclui flacidez. Além de, a longo prazo, poder causar câncer de pele. Mesmo no inverno dentro de casa (durante a quarentena) o uso do protetor solar é fundamental. A radiação ultravioleta atravessa vidros e tecidos finos (cortinas) e pode atingir a pele da mesma forma”, acrescenta a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Fugir da exposição solar direta

Foto: Wikimedia

“Não existe bronzeamento saudável que envolva a exposição à radiação ultravioleta, as pessoas acreditam nisso, mas é um grande mito. Todo bronzeamento é uma defesa natural da pele, isto é, resposta a um dano induzido pela radiação ultravioleta”, explica Roberta. A alternativa mais sensata para expor a pele ao sol com menos riscos é respeitar o clássico horário que seria antes das 10h e após às 16h, pois nesse intervalo (das 10h às 16h) a incidência de radiação UVB é maior. “Mas não abuse, pois apesar de boa fama, esse horário também causa rugas e manchas”, diz a médica.

Simplificar a rotina de cuidados com a pele

Menos é mais quando se trata de cuidados com a pele. Usar muitos produtos, especialmente vários produtos antienvelhecimento, pode irritar sua pele. Para a pele, o essencial é: limpeza adequada (lavar), hidratar e proteger (proteção solar com FPS 30 no mínimo).

“Você precisa lavar o rosto de manhã e à noite. Lavar a face pela manhã ajuda a retirar possíveis células mortas que se acumularam durante o sono. Além disso, se a pessoa usou um ácido à noite deve limpar bem a pele pela manhã (ácidos são fotossensíveis). Ainda temos mais uma razão para lavar o rosto ao despertar: preparar a pele para a rotina da manhã: hidratante e protetor solar. À noite, a limpeza facial é essencial para retirar vestígios de maquiagem, protetor solar e resíduos de poluição. Existem diversos trabalhos que mostram a poluição como fator agravante do fotoenvelhecimento cutâneo”, explica Paola.

A introdução de antioxidantes também é bem-vinda. Ativos com essa finalidade podem estar presente nos hidratantes, em fórmulas com vitaminas C e E, ácido ferúlico, resveratrol e alistin, que são ativos clássicos.

Cuidar dos lábios

Além de ser uma região sensível ao câncer, a pele dos lábios também envelhece. Esse envelhecimento começa por volta dos 30 anos de idade e é progressivo. “Ele ocorre devido ao processo de envelhecimento intrínseco da face: há uma perda de colágeno com diminuição da firmeza da pele e diminuição da gordura facial. Além disso, usamos muito a musculatura ao redor da boca (mastigação e mímica facial – sorriso e fala)”, explica Paola.

Segundo Cassiano, os sinais do envelhecimento da região incluem a perda de volume e as rugas “códigos de barras”. “Os lábios tornam-se mais finos, com rugas ao redor da boca (o famoso “código de barras”) e consequente queda do ângulo da boca (“sorriso triste”). Outra medida importante é não traumatizar (morder ou lamber) essa região com frequência de forma repetitiva”, explica Paola.

“A hidratação deve ser endógena (beber pelo menos dois litros de água por dia) e com hidratantes labiais específicos pela manhã, de preferência, com FPS 30 de exposição solar. O hidratante labial pode ser reaplicado ao longo do dia quantas vezes forem necessárias para manter a hidratação adequada”, completa a médica.

Tirar as mãos do rosto

Sempre que você toca seu rosto, você transfere sujeira, germes e óleo das mãos para o rosto. Faça o possível para deixar sua pele em paz ao longo do dia. O toque no rosto pode espalhar sujeira, óleo e bactérias, o que pode entupir os poros. “Suas mãos entram em contato com toneladas de coisas diariamente – maçanetas, telas de celular gordurosas etc. – e essa transferência de bactérias pode facilmente sujar a sua pele, propiciando o entupimento do poro e a inflamação. Isso explica o motivo pelo qual, mesmo no frio e sem produção excessiva de oleosidade, ainda há acne”, afirma o dermatologista Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Vírus e microrganismos potencialmente patogênicos podem ficar nos cabelos, na barba, nas roupas ou objetos. “Então, caso seu cabelo ou sua barba sejam contaminados e você os toque e, em seguida, leve a mão ao rosto, existe a possibilidade de contaminação. Por isso é fundamental também higienizar as mãos frequentemente e evitar tocar a face”, diz Paola.

Verificar a pele regularmente

O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum. No entanto, quando detectado precocemente, o câncer de pele – incluindo o melanoma – é altamente tratável. É importante verificar regularmente a sua pele em busca de novas manchas, manchas diferentes das outras manchas do corpo ou manchas que coçam, sangram ou mudam de cor, pois costumam ser sinais precoces de câncer de pele. O fotoprotetor também ajuda a evitar o câncer de pele. “Se você tem dúvida sobre qual o produto mais adequado a sua pele ou acredita que há alguma mancha ou pinta suspeita, visite um dermatologista”, afirma Cassiano.

Cuidados preventivos

Getty Images

Seja por meio de procedimentos injetáveis, lasers, radiofrequência ou ultrassom, os tratamentos preventivos podem ajudar a formar uma ‘poupança de colágeno’, o que mantém a pele mais jovem por mais tempo. “Existem diversas novidades que ajudam nesse processo, com destaque para Ultraction 3D, um ultrassom microfocado, e Pico Ultra 300, um laser de picossegundos. Ambos estimulam a produção de colágeno e não tiram o paciente das atividades diárias”, explica Salomão.

Além disso, nutracêuticos e uma boa dieta podem impactar diretamente na pele. Mesmo uma boa genética necessita de bons hábitos: “Muito do processo inflamatório subclínico é causado por estresse, obesidade, falta de sono adequado, má alimentação e falta de atividade física, por exemplo, o que pode acelerar mais ainda a formação de rugas. Bons hábitos de vida podem modular a expressão de genes, de forma a prevenir alterações de pele”, finaliza o geneticista Marcelo Sady, Pós-Doutor em Genética e diretor geral Multigene.

Médica dá dicas de cuidados para a pele durante a menopausa

Como o envelhecimento é inerente a tudo que existe, a menopausa é um marco e faz parte do ciclo natural na vida da mulher. A sensação de que nada mais será como antes, assim como foi na primeira menstruação, será também na última, encerrando um ciclo. Da mesma forma, como também é único o período reprodutivo, em que a mulher passa por uma gravidez. A mulher é feita de fases, e cada uma está relacionada ao sistema hormonal.

Antes da menopausa, a mulher passa por um período chamado de climatério, que nada mais é do que a transição da fase reprodutiva para a pós-menopausa. Seu início ocorre, aproximadamente entre os 40 e 50 anos e termina com a última menstruação, dando início ao novo ciclo: a menopausa.

Precisamos entender que é na fase do climatério que os hormônios femininos começam a diminuir. Além disso, a menopausa tem uma grande influência psicológica sobre a mulher. É todo um conjunto de fatores, relacionados com o envelhecimento, não apenas cronológico, mas também o fotoenvelhecimento da pele, causado por fatores ambientais; exposição solar excessiva, sedentarismo, má alimentação, tabagismo, má qualidade do sono, além das deficiências hormonais, ou seja, é um outro tipo de envelhecimento, e que em sua maioria, acontece por falta de cuidados com a pele e com a saúde como um todo. E considerando isso, as alterações são ainda mais significativas associadas ao declínio hormonal.

Luciana Toral, médica especialista em Medicina Estética Avançada, também Idealizadora do Curso de Imersão “Hands On”, no qual ela ensina, na prática, técnicas de aperfeiçoamento em botox, preenchimento, fios de PDO e bioestimuladores, explica: “O principal hormônio que na menopausa tem uma queda significativa é o estrógeno, que é responsável pela estruturação da pele, aumentando a espessura e a vascularização, além de ajudar no colágeno, que faz esse suporte estrutural e funcional. Então, quando o estrógeno diminui por conta da menopausa, há também uma redução importante das fibras de elastina e colágeno, responsáveis pela sustentação da pele e uma diminuição da vascularização sanguínea levando uma redução da capacidade de retenção de água e é por isso que a pele fica mais seca. Além de diminuir a atividade das glândulas sebáceas e sudoríparas, deixando a pele mais fragilizada”.

Com todos esses fatores causados pela diminuição do estrógeno, a pele fica atrófica e com a perda do tônus e da elasticidade, também fica mais fina, seca, flácida, com rugas e mais frágil, inclusive pode ocorrer uma dificuldade até na cicatrização de feridas.

“E ao diminuir o estrógeno, acaba ocorrendo uma preponderância de hormônios andrógenos que pode resultar no aparecimento de pelos mais grossos, inclusive no queixo e na face lateral do rosto feminino”, afirma a médica.

Prevenção

A partir dos 30 anos, as fibras de colágeno caem 1% ao ano, na menopausa caem 2% ao ano. Isso significa que nos anos pós-menopausa, a mulher passa a perder o dobro, além daquilo que já vinha perdendo desde os 30 anos. Por isso, somado aos cuidados básicos, envolvendo boa alimentação, sono saudável e atividades físicas, é necessário um skincare bem feito, uma rotina de dermocosméticos e o indispensável protetor solar, principalmente no verão e na fase pós-menopausa.

Procedimentos

Segundo Luciana, os procedimentos estéticos mais indicados são a toxina botulínica; para melhorar as linhas de expressão, o preenchimento, para reter os impactos do envelhecimento, e principalmente os bioestimuladores de colágeno injetáveis, principalmente em rosto, pescoço e mãos, que são os locais onde aparecem mais os sinais da velhice. “Os três procedimentos são importantes na menopausa, principalmente os bioestimuladores de colágeno, que costumo, indicar para pacientes mais jovens, também, a fim de que, assim, elas consigam criar uma reserva de colágeno lá na frente, na pós-menopausa, com grandes privilégios para a pele”, finaliza Luciana.

Fonte: Luciana Toral é médica especialista em Medicina Estética Avançada, possui diversos títulos dentro da medicina estética, também ministra cursos. É proprietária da LT Medicina & Estética Avançada na cidade de Ibaiti/PR e idealizadora do Curso Imersão Hands On, no qual ensina profissionais a aperfeiçoarem técnicas de preenchimento, botox, fios de PDO e bioestimuladores.

Mudar para uma dieta balanceada restaura saúde intestinal e suprime inflamação da pele

O segredo para uma pele e articulações mais saudáveis pode residir nos microrganismos intestinais. Um estudo recente, publicado em junho no Journal of Investigative Dermatology e liderado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, descobriu que uma dieta rica em açúcar e gordura leva a um desequilíbrio na cultura microbiana do intestino e pode contribuir para doenças inflamatórias da pele, como a psoríase.

“O mesmo estudo sugere o poder de uma boa alimentação, na medida em que a mudança para uma dieta mais equilibrada restaura a saúde do intestino e suprime a inflamação da pele”, explica a médica nutróloga Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

“Estudos anteriores já demonstraram que a dieta ocidental, caracterizada por seu alto teor de açúcar e gordura, pode causar inflamação significativa da pele e crises de psoríase. Apesar de ter medicamentos anti-inflamatórios que são usados para tratar a doença da pele, esse estudo indica que mudanças simples na dieta também podem ter efeitos significativos na psoríase”, acrescenta a dermatologista Letícia Bortolini, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Segundo a dermatologista, a psoríase é uma doença ‘teimosa’ da pele ligada ao sistema imunológico do corpo. “Quando as células do sistema imunológico atacam por engano as células saudáveis da pele, elas causam inflamação da pele e a formação de escamas e manchas vermelhas que coçam. Até 30% dos pacientes com psoríase também têm artrite psoriática com sintomas como rigidez matinal e fadiga, dedos das mãos e pés inchados, dor nas articulações e alterações nas unhas”, explica Letícia.

O estudo descobriu que a dieta afeta o equilíbrio microbiano nos intestinos e a inflamação da pele. “A comida é um dos principais fatores modificáveis que regulam a microbiota intestinal, a comunidade de microrganismos que vivem nos intestinos. Comer uma dieta ocidental pode causar mudanças rápidas na comunidade microbiana do intestino e em suas funções. Esta perturbação no equilíbrio microbiano – conhecida como disbiose – contribui para a inflamação intestinal”, explica Marcella.

Getty Images

Uma vez que as bactérias no intestino podem desempenhar papéis importantes na formação da inflamação, os pesquisadores queriam testar se a disbiose intestinal afeta a inflamação da pele e das articulações. Eles usaram um modelo de camundongo para estudar o efeito da dieta na psoríase e na artrite psoriática, medindo sinais de inflamação como a IL-23, uma proteína gerada pelas células imunológicas responsáveis por muitas reações inflamatórias autoimunes, incluindo psoríase e doença inflamatória intestinal (DII).

“Os autores descobriram que uma dieta ocidental de curto prazo parece ser suficiente para causar desequilíbrio microbiano e aumentar a suscetibilidade à inflamação da pele semelhante à psoríase mediada por esse mediador inflamatório (IL-23). Há uma ligação clara entre a inflamação da pele e mudanças no microbioma intestinal devido à ingestão de alimentos”, diz a médica nutróloga. O equilíbrio bacteriano no intestino foi interrompido logo após o início de uma dieta ocidental, e piorou a pele psoriática e a inflamação das articulações, segundo o estudo.

Thinkstock

Uma descoberta crítica do trabalho foi identificar a microbiota intestinal como um elo patogênico entre a dieta e as manifestações de inflamação psoriásica. Mas afinal, o dano causado por uma dieta pouco saudável é reversível? Os pesquisadores queriam testar se a mudança para uma dieta balanceada pode restaurar a microbiota intestinal, apesar da presença de proteínas inflamatórias IL-23. Eles alimentaram ratos com uma dieta ocidental por seis semanas antes de dar-lhes um agente indutor de IL-23 para desencadear os sintomas de psoríase e artrite psoriática. Em seguida, eles dividiram os ratos aleatoriamente em dois grupos: um grupo que continuou a dieta ocidental por mais quatro semanas e um grupo que mudou para uma dieta balanceada pelo mesmo período.

“O estudo mostrou que comer uma dieta rica em açúcar e gordura por 10 semanas predispôs os ratos a inflamação da pele e articulações. Os ratos que foram mudados para uma dieta balanceada tiveram menos escamação da pele do que os ratos em uma dieta ocidental. A melhora na inflamação da pele em ratos retirados da dieta ocidental indica um impacto rápido da melhora da alimentação na diminuição da inflamação da pele”, explica a dermatologista Letícia. “Isso sugere que mudanças na dieta podem reverter parcialmente os efeitos pró-inflamatórios e a alteração da microbiota intestinal causada pela dieta ocidental”, acrescenta.

Segundo Marcella, apesar do estudo ter se concentrado apenas na psoríase, várias evidências dão conta de que a melhora na dieta também é capaz de diminuir a inflamação associada à piora da acne, dermatites e aceleração do envelhecimento cutâneo. “De qualquer forma, uma boa alimentação, equilibrada e com boa ingestão de fibras, sem excessos em açúcar e gordura de má qualidade, é capaz de trazer diversos benefícios para a pele e evitar muitas doenças. Por isso, é essencial o auxílio de um médico nutrólogo para ajustar os desequilíbrios da sua dieta”, finaliza Marcella.

Sabonete com ácido glicólico limpa profundamente e desobstrue poros

Com alta concentração de Ácido Glicólico (10%), sabonete da Be Belle promove poderosa esfoliação e renovação celular da pele para controlar oleosidade, melhorar a textura, reduzir manchas e rugas, desobstruir poros e prevenir cravos e espinhas, além de potencializar a penetração de ativos.

A higienização da pele é uma das etapas mais importantes durante a rotina skincare. Mas, engana-se quem acredita que todo sabonete é igual. Quem deseja máxima eficácia nos cuidados diários com a pele deve optar por sabonetes formulados com ativos específicos para as necessidades do tecido cutâneo. E até mesmo os ácidos podem estar presentes no produto para conferirem efeito potencializado. A Be Belle, por exemplo, desenvolveu o Sabonete Poros com Ácido Glicólico a 10% para limpeza profunda de peles espessas, desvitalizadas, maduras, oleosas e acneicas.

Getty Images

“O Sabonete Poros com Ácido Glicólico a 10%® é um sabonete líquido que promove potente esfoliação e estimula a renovação celular para remover o excesso de oleosidade, células mortas e impurezas da superfície da pele, além de desobstruir e reduzir o tamanho dos poros, assim uniformizando a textura, revitalizando e iluminando o tecido cutâneo”, explica Ludmila Bonelli, cosmiatra, especialista em dermatocosmética e diretora científica da Be Belle

Podendo ser utilizado tanto na face quanto no corpo para otimizar o tratamento de acne, oleosidade, poros abertos e obstruídos, foliculite, manchas, estrias, flacidez e linhas de expressão, a grande inovação do produto é justamente a presença de Ácido Glicólico em alta concentração na formulação.

“O ácido glicólico na concentração de 10% é um poderoso regenerador, renovador e esfoliante da pele, sendo capaz de penetrar profundamente no tecido cutâneo para diminuir a espessura da camada córnea, que é a camada mais superficial da pele, assim controlando a oleosidade, melhorando a textura, diminuindo a aparência de manchas e linhas de expressão e higienizando o interior dos poros para prevenir sua obstrução e, consequentemente, a formação de cravos e espinhas”, afirma a cosmiatra.

Por reduzir a espessura do tecido cutâneo através da renovação do estrato córneo, o ácido glicólico também é capaz de aumentar a penetração dos cosméticos e ativos que serão aplicados em seguida, o que potencializa a eficácia do tratamento.

E a grande vantagem do Sabonete Poros com Ácido Glicólico a 10% está no fato de não agredir a pele ou causar efeitos colaterais comuns do uso de ácidos, podendo então ser utilizado por todos os tipos e fotopipos de pele, inclusive peles mais secas. “Dermatologicamente testado, o Sabonete Poros com Ácido Glicólico a 10%® deve ser aplicado uma vez por dia sobre a pele seca com movimentos circulares até que seja completamente absorvido. Em seguida, aguarde cerca de um minuto para que o produto faça efeito e então enxague para remover o excesso. Logo depois, a pele está pronta para receber o hidratante e o fotoprotetor”, finaliza Ludmila.

Informações: Be Belle / SAC: contato@bebellecosmeticos.com

Inverno: pele e cabelos exigem cuidados redobrados em dias de baixa umidade do ar

Com a queda das temperaturas e a umidade do ar mais baixa, é natural a diminuição da transpiração corporal, que colabora para o ressecamento da pele e cabelo. De acordo com um estudo publicado no British Journal of Dermatology, isso ocorre porque as células encolhem com o frio, prejudicando a proteína filagrina, que age na hidratação. Com a queda das reservas dessa proteína, a pele fica seca e sujeita a doenças como dermatite seborreica, dermatite atópica, psoríase e a ictiose.

Para o dermatologista do Hospital Santa Casa de Mauá, Antônio Lui, outros fatores também colaboram para esse ressecamento, como, por exemplo, os banhos quentes que removem a oleosidade natural e reduzem o manto lipídico, que retém a umidade da pele. “Entre os sintomas da pele ressecada estão a aparência opaca, descamação, sensação de aspereza, coceiras e alergias, além de um aspecto esbranquiçado”, explica.

Pinterest

Alguns hábitos podem amenizar essa aparência como manter uma alimentação saudável, rica em vitaminas, minerais e antioxidantes, que combatem os radicais livres e previnem o envelhecimento; evitar os alimentos mais gordurosos; reforçar a ingestão de líquidos para hidratação do organismo e uma pele macia e elástica; evitar esponjas, usar hidratante após o banho, de preferência com o corpo ainda úmido; evitar a esfoliação nesse período para não piorar o ressecamento; usar hidratante labial para evitar rachaduras e usar filtro solar diariamente.

Vale lembrar que as peles mais oleosas também podem sofrer com o inverno e que oleosidade não é sinônimo de hidratação, já que a condição é uma proteção contra a desidratação. O período é ideal para a realização de tratamentos dermatológicos como peelings, laser, depilação, entre outros.

Depositphotos

O frio também pode atingir o couro cabeludo e os cabelos, promovendo ressecamento, queda e opacidade. Para minimizar essas condições algumas dicas são bastante válidas como não deixar de lavar os fios constantemente, sendo que a água muito quente também não é recomendada, pois abre as cutículas, quebrando os fios, tirando o brilho e aumentando a oleosidade.

O condicionador é um grande amigo dos cabelos nos dias frios, já que sela as cutículas e confere mais brilho e maciez. Também é aconselhável optar por produtos adequados ao tipo de fio; secar bem os cabelos após a lavagem; controlar o uso de toucas e gorros, que podem reter a umidade impedindo a respiração adequada do couro cabeludo; além de ingerir bastante água e fazer uma alimentação saudável.

Dermatologista ensina como diminuir impactos do tempo seco na pele

Tempo seco pode gerar ressecamento, dermatites e até infecções secundárias

Quando o assunto é pele, beleza e saúde é sinônimo de hidratação. Mas, em tempos de baixa umidade do ar e altos índices de poluição é mais difícil mantê-la hidratada e combater a agressão dos radicais livres (moléculas que danificam as células saudáveis do corpo e estão relacionadas ao envelhecimento).

As mudanças climáticas podem afetar a saúde da pele de diversas formas e esses efeitos podem ser sentidos diretamente na sensibilidade, hidratação e capacidade de renovação celular. De lábios rachados até rosto com ressecamento intenso, esses sintomas são comuns durante esse período de tempo seco.

“Vermelhidão e coceira são sintomas de dermatite e acontecem devido ao ressecamento excessivo. No tempo seco, as impurezas presentes no ar podem gerar esse problema. Além disso, o organismo desidratado diminui a camada de gordura da pele, que funciona como uma barreira contra agentes externos”, explica Maria Paula Del Nero dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

A médica explica que doenças como a dermatite atópica e a psoríase também podem piorar, levando muitos pacientes aos consultórios dermatológicos com exacerbação das lesões. Tomar líquido e usar cremes hidratantes ajudam a evitar esses problemas, pois essas medidas favorecem a retenção de água. Reduzir a temperatura do chuveiro também ajuda!

A dermatologista lista abaixo medidas práticas para passar pelo período de estiagem sem prejudicar a saúde da pele.

=Evite banhos quentes e demorados;

=Use sabonetes líquidos com hidratante no banho;

=Ingerir no mínimo 2 litros de água por dia;

=Use cremes à base de ácido hialurônico;

=Aplique cremes hidratantes após o banho no corpo todo;

Shutterstock

=Ingerir cápsulas de ácido hialurônico e ômega 3 com indicação médica.

Fonte: Maria Paula Del Nero é formada pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-Unesp; Estágio em Dermatologia no Hospital Darcy Vargas; Título de especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia; International Fellow da Academia Americana de Dermatologia; Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica; Diretora da Clínica Healthy Dermatologia desde 2001.

L’Occitane au Brésil lança produto para área dos olhos da linha facial Orquídea

O Roll-On para os Olhos é um complemento para a linha de cuidados faciais da marca e promete reduzir os sinais de cansaço e suavizar o inchaço da região dos olhos

L’Occitane au Brésil, marca franco-brasileira do Grupo L’Occitane, ressalta seu posicionamento dentro do universo de skincare adicionando o Roll-On para os Olhos ao portfólio de produtos de sua conhecida linha de cuidados faciais Orquídea, que possui uma rotina completa de produtos para peles mistas e oleosas.

O Roll-On para Olhos, que contém o extrato de Orquídea em sua composição, reduz os sinais de cansaço e suaviza o inchaço dos olhos. Ele possui um aplicador com 5 esferas massageadoras que auxiliam a aplicação do produto e ajudam a estimular a circulação da região. Além disso, traz um efeito de disfarce imediato das olheiras, pois tem uma cor neutra que se adapta ao tom da pele². Seu uso prolongado ajuda a clarear e suavizar as olheiras.

Os produtos da linha Orquídea foram desenvolvidos pensando em trazer a beleza e as propriedades desse ingrediente em diversos produtos faciais especialmente desenvolvidos para o cuidado da pele brasileira. O extrato de Orquídea, presente em toda a linha, estimula a produção de colágeno, conhecido por melhorar a firmeza da pele, além de reforçar sua barreira natural. A combinação da delicadeza e da resistência dessa flor ensina que a beleza pode vir dos lugares mais improváveis.

A linha é composta pelo Gel de Limpeza, Tônico Micelar Facial, Hidratante Facial com FPS 30 e Hidratante Labial com FPS 25, Máscaras Detox e Matificante, e agora pelo Roll-On para Olhos. A linha é indicada para todas as peles mistas e oleosas, e o Roll-On para Olhos é indicado para todos os tipos de pele.

A fragrância dos produtos traz notas de saídas de frutas cítricas efervescentes, como o limão siciliano, mesclado por nuances florais transparentes e delicadas. Em contraste a essa explosão de frescor há a harmonia da nota da Rosa junto a cremosidade floral do Tiare. O Acorde Chá Verde traz uma faceta marcante e delicada que é suportada pelas notas de fundo quentes e confortáveis presentes no sândalo e no cardamomo. Apenas o lançamento do Roll-On para os Olhos não possui fragrância.

Todos produtos de Orquídea têm embalagens que refletem a essência da linha, ilustrada pela artista Dani Cabral, responsável por transmitir uma delicadeza através do grafismo.

Reduz os sinais de cansaço e suaviza o inchaço dos olhos¹. Possui 5 esferas massageadoras que auxiliam a aplicação do produto e estimulam a circulação na região. Para efeito de disfarce imediato, o produto possui cor neutra que se adapta ao tom da pele². O uso prolongado ajuda a clarear e suavizar as olheiras.

Roll-On para Olhos Orquídea 15ml – R$ 99,90

A novidade da linha Orquídea já está disponível nas lojas físicas e e-commerce da marca.

Protinol: exclusiva tecnologia Avon promete restaurar dois tipos de colágeno ao mesmo tempo

O colágeno corresponde a quase 80% da composição da pele humana. Com o passar do tempo é natural que a pele sofra a sua perda, processo que inicia por volta dos 25 anos e que se intensifica com o tempo. Pensando em atender as necessidades da pele de milhares de consumidores ao redor do mundo, Renew desenvolveu um ativo que revolucionou o mercado de skincare, o Protinol.

Após 10 anos de pesquisa e criado em parceria com a Universidade de Manchester, o ativo que foi lançado em 2020 é capaz de impulsionar a produção de colágeno tipo I e tipo III. Também conhecido como colágeno de bebês, o tipo III fornece uma estrutura para o colágeno tipo I e, juntos, eles proporcionam uma pele firme e com elasticidade.

O primeiro produto da marca a conter o Protinol foi o Renew Doses Concentradas de Preenchimento Facial, tratamento mensal com 7 ampolas do ativo para serem usadas durante uma semana ao mês,  resultando em uma pele com aparência mais preenchida, firme e saudável, ajudando a reparar 7 anos de perda de colágeno em 7 dias*.

Em seguida, os cremes diários ganharam a exclusiva tecnologia Protinol™ nas suas fórmulas. Foram enriquecidas as tradicionais linhas Reversalist, Ultimate e Platinum dia e noite – que atendem as faixas etárias de 30+, 45+ e 55+. Renew Reversalist é ideal para vitalidade e renovação da pele após a aparição dos primeiros sinais, enquanto Renew Ultimate entrega firmeza e restauração para rugas moderadas e Renew Platinum promove elasticidade, definição e contorno para peles mais maduras e com rugas profundas.

A chegada do exclusivo ativo Protinol ao portfólio dos produtos Renew iniciou uma nova era do skincare, acelerando a firmeza e o preenchimento da pele em todas as idades da vida através de soluções inovadoras para os consumidores.

* Baseado em teste in vitro (testes em células da pele em ambiente laboratorial controlado).

Conheça mais sobre os produtos citados:

Doses Concentradas de Preenchimento Facial Protinol (R$ 144,90): Um tratamento externo mensal que fica mais tempo na sua pele. Seladas para preservar o frescor e a potência da fórmula e maximizar os resultados. Em uma caixa, você tem 7 doses concentradas de preenchimento facial, que ajuda a recuperar 7 anos de perda de colágeno em 7 dias*. O resultado é uma pele com aparência mais preenchida, firme e saudável. E o melhor: efeitos instantâneos e de longo prazo. Use uma vez ao mês e veja os resultados!

*Baseado em Teste In Vitro (testes em células da pele em ambiente laboratorial controlado).

Cremes Diários Renew Reversalist com Protinol + Phytol: Ajuda a revitalizar a pele e reduzir a aparência de linhas finas, promover hidratação e maciez. O tratamento é indicado para os cuidados com rosto, colo e pescoço.  O uso combinado dos cremes dia e noite proporciona vitalidade e renovação para a pele. A linha possui a exclusiva tecnologia Protinol™, que estimula a produção de dois tipos de colágeno. Os dois ativos juntos, Protinol e Phytol, ajudam a duplicar a produção de ácido hialurônico em 48H.*, além de redução das linhas finas e rugas nos primeiros 7 dias de tratamento. Com textura leve e dermatologicamente testada, a linha oferece um tratamento completo para pessoas a partir dos 30 anos. Preços sugeridos: Renew Reversalist Noite R$ 78,90. Renew Reversalist FPS 25 Dia R$ 78,90.

*Com base em estudos clínicos

Cremes Diários Renew Ultimate com Protinol+ Phloretin: O tratamento combinado dos cremes dia e noite auxilia na firmeza e restauração da pele. A linha conta com a exclusiva tecnologia Protinol, que atua na aceleração da produção do colágeno, suavizando as rugas. Instantaneamente, a pele interrompe a perda de colágeno e começa a produzir mais para restaurar até 83% em apenas 48 horas, graças a combinação do Protinol e Phloretin. Dermatologicamente testado, o tratamento tem uso indicado a partir dos 45 anos para rosto, colo e pescoço. Preços sugeridos: Renew Ultimate Noite R$ 82,90. Renew Ultimate FPS 25 Dia R$ 82,90.

** Baseado em Teste in vitro.

Cremes Diários Renew Platinum com Protinol+ Arginina: A linha Platinum vem para tratar os sinais avançados da pele do rosto, colo e pescoço, e ainda proporcionar definição, contorno e elasticidade do rosto. A Avon apresenta a fórmula de Renew Platinum com a exclusiva tecnologia Protinol™ e Arginina, que ajudam a aumentar a produção de elastina e colágeno em apenas 48 horas** de tratamento contínuo, proporcionando uma a pele definida com menos rugas profundas e flacidez. De acordo com estudos clínicos, 79% delas sentiram as linhas suavizadas, em apenas duas semanas de tratamento. A linha Renew Platinum é clinicamente testada. Indicado para o uso a partir dos 55 anos. Preços sugeridos: Renew Platinum Noite R$ 86,90. Renew Platinum FPS 25 Dia R$ 86,90.

Os produtos podem ser adquiridos com uma revendedora Avon ou pelo e-commerce.

Informações: SAC: 0800 708 2866, de segunda a sábado das 8h às 20h.