Arquivo da tag: planeta

Dia Mundial da Saúde chama atenção para a conexão entre a saúde do planeta e da população

Em 2022, a OMS convida todos à reflexão sobre o impacto direto dos desafios ambientais na saúde das pessoas

Criado para celebrar o aniversário da fundação da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Dia Mundial da Saúde apresenta, todos os anos, os principais tópicos a serem discutidos sobre a saúde da população global. Este ano, a temática “Nosso planeta, nossa saúde” convoca a todos a se questionarem sobre as consequências dos desafios ambientais, como a poluição do solo, da água e do ar, as mudanças climáticas e o manejo inadequado dos resíduos sólidos, na saúde e no bem-estar de todos. De acordo com o órgão, cerca de um milhão de mortes prematuras ocorrem, anualmente, devido a riscos ambientais evitáveis e conhecidos.

Há décadas, a Danone levanta a mesma bandeira por meio de sua missão “One Planet, One Health”, promovendo uma alimentação saudável para as pessoas enquanto gera impactos positivos em seu ecossistema. Como forma de apoiar esse movimento e propagar melhores e mais sustentáveis práticas de comer e beber ao maior número de pessoas possível, a companhia uniu forças à ONU Unitar e desenvolveu, por meio do Instituto das Nações Unidas para Formação e Pesquisa, um curso virtual que ajuda a população a entender como seus hábitos alimentares e escolhas diárias podem afetar a sua própria saúde e a do planeta. O e-learning gratuito “Dieta Sustentável”, disponível em português no site UN CC: e-Learn, ajuda as pessoas a adquirirem novas habilidades e conhecimentos para tornarem suas dietas mais equilibradas do ponto de vista nutricional e ambiental.

“Na Danone, acreditamos que o alimento não é apenas um produto, mas, sim, um poderoso catalisador das mudanças positivas para a sociedade em que vivemos. Por meio de nossa visão ‘One Planet, One Health’, queremos conscientizar a todos de que a saúde das pessoas e do planeta estão interligadas e que, ao adotarmos hábitos mais saudáveis, beneficiaremos também o meio ambiente” afirma Cibele Zanotta, diretora de Assuntos Corporativos da Danone Brasil.

O treinamento é composto por sete módulos que abordam desde a produção do alimento, trazendo informações sobre as melhores e mais modernas práticas de agricultura, ao consumo e desperdício de produtos e embalagens. Após a conclusão do curso, os participantes receberão um certificado e estarão aptos para aplicarem e disseminarem, com propriedade e segurança, melhores hábitos alimentares.

Foto: Foundry/Pixabay

“Estamos comprometidos em agregar conhecimento de qualidade às pessoas e aproximá-las de assuntos tão importantes como o acesso à alimentação, o valor nutricional dos alimentos e a sustentabilidade, de forma a incentivá-las a consumir com consciência e empatia”, conclui Cibele.

O treinamento “Dieta Sustentável” pode ser acessado gratuitamente no portal de cursos da ONU Unitar (UN CC: e-Learn), por meio do site.

Fonte: Danone

5 maneiras de evitar o desperdício de alimentos e ajudar o planeta*

Um dos maiores problemas que assolam o mundo é o desperdício de alimentos. De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, cerca de 1,3 bilhão de toneladas é perdido ou vai para o lixo, impactando a insegurança alimentar no mundo, número que corresponde a um terço de todos os alimentos produzidos globalmente.

É um cenário difícil de entender especialmente quando temos a sorte de ter comida na geladeira ou na despensa sempre que sentimos fome. Mas esse privilégio também pode nos inspirar a fazer escolhas mais conscientes.

Uma pesquisa conduzida pela Herbalife Nutrition nos Estados Unidos sobre dietas a base de plantas mostrou que 40% das escolhas alimentares dos entrevistados são motivadas pelo interesse em ser mais ecologicamente correto. Reduzir o desperdício de alimentos é uma ação adicional e simples que pode ter um grande efeito.

Como causar um impacto positivo

Existem várias maneiras de reduzir o desperdício de alimentos e viver de forma mais sustentável. Confira cinco delas:

Planeje com antecedência


Preparar refeições nutritivas para a semana ou planejar o menu do próximo encontro em família são ótimas maneiras de garantir que você prepare apenas a comida que irá consumir e evitar servir quantidades além do que seus convidados podem comer.

Considere cozinhar com ingredientes mais sustentáveis

As pessoas estão buscando dietas baseadas em vegetais por muitas razões. Dentre elas: saudabilidade, perda de peso e preocuação com o meio ambiente. Para aqueles que estão começando, um cardápio flexível, baseado principalmente em vegetais com a inclusão ocasional de carnes, aves, peixes ou ovos, pode ser um bom início e é uma ótima maneira de manter uma dieta saudável e equilibrada. Ao mesmo tempo, ajuda a proteger o meio ambiente, reduzindo a energia e os recursos que a produção da carne vermelha requer.

Proporcione adequadamente o alimento em seu prato

Foto: Stocksnap/Pixabay

Deixe as panelas sobre o fogão e se sirva na cozinha. Este simples hábito evita a sobra de alimentos no prato. Com os pratos servidos na mesa é muito mais fácil colocar “apenas mais uma colherada”, que pode acabar sobrando. Aliás, os restos deixados no prato são uma das maiores fontes de desperdício de alimentos que acabam no lixo. Isso ainda ajuda a controlar as porções.

Reaproveite os alimentos que estão prestes a estragar

Christopher Chilton/Pixabay

Existem muitas maneiras de aproveitar os alimentos perecíveis, mesmo quando eles começam a parecer um pouco “tristes”. Quando seus tomates ficarem moles demais para serem usados na salada, considere transformá-los em molho caseiro. As bananas estão ficando marrons e moles? Descasque e congele para usar como ingrediente saudável para preparar deliciosos smoothies. Sopas, refogados e saladas também são ótimos pratos que podem incluir diferentes ingredientes com vida útil mais curta.

Doe o excedente para quem precisa

Foto: Onehundreddollarsamonth

Quando for organizar a despensa, considere doar os alimentos não perecíveis extras para bancos de alimentos e instituições de caridade locais. E da próxima vez que for limpar a geladeira, o freezer ou a despensa, preste atenção no que você jogou fora e faça um esforço para reduzir o desperdício de alimentos no futuro.

*Por Susan Bowerman, Diretora Sênior Global de Educação e Treinamento em Nutrição da Herbalife Nutrition

Dia da Terra: o quê os produtos que você tem dentro de casa dizem sobre o planeta?

No Dia da Terra, selecionamos 5 fatores para levar em consideração na hora de escolher os produtos que entram em sua rotina para garantir um consumo sustentável

O que te faz escolher uma marca para chamar de “sua”? Qualidade, praticidade e valor são tópicos que pesam na hora de escolher o que colocar no carrinho de compras, mas cada escolha carrega em si impactos positivos ou negativos para o mundo e para o planeta. A diferença entre causar impacto positivo e negativo pode estar em cada escolha e em cada um dos itens que levamos ao caixa.

A pesquisa “Who Cares, Who Does”, da Kantar, feita em 2020, mostra que 67% dos consumidores têm intenção de comprar de modo ambientalmente responsável. O público está mais exigente tanto com a qualidade dos produtos e serviços quanto com a procedência deles.

Sustentabilidade, especialmente na esfera ambiental, é uma necessidade urgente e depende de todos nós: empresas, governos e sociedade. Mudar hábitos não é fácil. Mudar sistemas e cadeias inteiras também não é. Mas podemos começar fazendo escolhas mais conscientes no dia a dia, mudando pequenas atitudes para fazer a nossa parte e contribuir com o todo. A mudança está à distância de um clique, de um “enviar para o carrinho”. Em comemoração ao Dia da Terra, selecionamos 5 critérios para levar em consideração no momento de montar a lista de compras, garantindo um consumo responsável. Vamos lá?

Propósito da marca vs propósito pessoal

Se o seu propósito é cuidar do meio ambiente, para um futuro mais seguro e limpo para as próximas gerações, é necessário escolher marcas que sigam o mesmo caminho, os mesmos princípios. É possível ter a casa e as roupas limpas e bem cuidadas, por exemplo, sem prejudicar o planeta. Por isso, escolha marcas que tenham preocupação com o meio ambiente no centro das suas estratégias de negócios. Pesquise, busque informações, e tome decisões de forma consciente!

Escolha produtos com embalagem sustentável

O plástico tem o seu lugar e este lugar não é o meio ambiente. Por isso, escolha produtos que tragam em sua embalagem materiais que possam ser reutilizados, reciclados e/ou compostáveis. Um exemplo disso são os produtos da marca Sétima Geração – lançada em 2019, com um portfólio de sabão líquido, limpadores e lava-louças, seus produtos são biodegradáveis e fabricados com 99% de matérias-primas vegetais e nenhum ativo petroquímico. Todas as embalagens são feitas de plástico reciclado e plástico verde proveniente da cana-de-açúcar.

Escolha produtos com fórmulas inteligentes

Grande parte dos consumidores têm hábitos fundamentais para evitar o desperdício de água, como fechar as torneiras enquanto escova os dentes, enquanto ensaboa o corpo ou o cabelo no banho, durante a lavagem da louça etc., mas você sabe quanto de água se utiliza no desenvolvimento dos produtos que consome? É fundamental escolher produtos que proporcionem os benefícios funcionais necessários ao consumidor, enquanto beneficia o planeta. Um exemplo disso é a marca Love Beauty and Planet, que utiliza a tecnologia de enxágue rápido em seus condicionadores, ajudando as pessoas a evitar o desperdício, pois precisam de menos água para funcionar de maneira eficaz.

Carbono Zero

Você sabia que produtos químicos fabricados a partir de combustíveis fósseis representam 12% da demanda global de petróleo, e respondem por mais de 1/3 do crescimento da demanda do mesmo até 2030, e quase 50% até 2050 (Fonte: International Energy Agency)? Por essa razão, a indústria deve, urgentemente, acabar com a dependência dos combustíveis fósseis, inclusive como matéria-prima nos produtos. Omo, por exemplo, marca presente em 8 de cada 10 lares brasileiros, está em processo de transição para ingredientes biodegradáveis, reduzindo as emissões de carbono de seu processo produtivo, além de reduzir o plástico de suas embalagens. Com Omo para Diluir, por exemplo, a marca entrega uma fórmula seis vezes mais concentrada, ativo biodegradável e embalagens com 72% menos plástico na comparação com o Omo Líquido 3L, por exemplo.

Marcas que pensam a longo prazo

Por último, mas não menos importante, os consumidores devem apostar em empresas e marcas com compromissos ambientais a curto, médio e longo prazo, para que mudanças consistentes e estruturais possam ocorrer. A Unilever, uma das maiores fabricantes de bens de consumo, presente em 100% dos lares brasileiros, anunciou recentemente dois compromissos importantes para o meio ambiente, consumidores, indústria e cadeia dos negócios em que atua.

“Os problemas ambientais são urgentes e complexos. Queremos que, ao comprar nossos produtos, os consumidores façam parte de uma mudança sistêmica, significativa e real em prol de um futuro mais limpo e seguro para o meio ambiente e consequentemente para a sociedade. Um dos nossos objetivos é conscientizar a população a fazer escolhas mais sustentáveis no momento do consumo, mostrando que nossas marcas impactam positivamente a sociedade. Queremos que todos façam parte de um projeto de transformação que começa dentro de casa, no cotidiano, na gôndola do supermercado. Afinal, quando um consumidor escolhe um de nossos produtos, ele não compra apenas um produto. Ele apoia iniciativas”, conta Juliana Marra da Unilever.

Um dos anúncios foi referente ao movimento Beleza Positiva, sua nova visão e estratégia para a categoria de beleza e cuidados pessoais ao redor do mundo para os próximos dez anos. Os compromissos que se dividem em dois pilares – Pessoas e Planeta – e estabelece metas e ações progressivas para marcas como Dove, Seda, Lux, Rexona e Love Beauty and Planet em prol de uma indústria mais inclusiva. Outra iniciativa é o Programa Futuro Limpo, que teve investimento global de 1 bilhão de euros para promover, entre outras mudanças, o fim do uso de substâncias químicas derivadas de combustíveis fósseis até 2030. O Programa adota como estratégia os princípios da economia circular nas fórmulas e embalagens dos produtos para reduzir a pegada de carbono.

Vamos juntos tomar decisões de consumo mais responsáveis, tornando a sustentabilidade algo comum nas nossas vidas e carrinhos de compras?